Finanças

Prazo para quitar dívida com até 90% de desconto termina dia 31

Foto: Pixabay

O mutirão para renegociação de dívidas da Caixa Econômica Federal vai até o dia 31 de dezembro. Com até 90% de desconto, a campanha Você no Azul, que começou em 2 de dezembro, teve o prazo estendido até o fim do ano.

Na primeira semana de dezembro, sete instituições financeiras (Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica, Itaú, Pan e Santander) participaram de mutirão da dívida, promovido pelo Banco Central e Febraban. Os bancos tiveram horário estendido para oferecer orientação financeira e negociar dívidas em atraso de seus clientes, em condições especiais.

Os clientes inadimplentes da Caixa ainda podem quitar débitos com abatimentos que variam de 40% a 90%, de acordo com a situação de cada contrato e a modalidade de crédito contratada com a instituição. O pagamento da dívida deve ser à vista.

A renegociação com a Caixa pode ser feita por meio de vários canais. Quem preferir a negociação por meio eletrônico pode acessar www.negociadividas.caixa.gov.br.

Existem outros canais à disposição. É possível ligar e fazer o contato também pelo telefone 08007268068, pela opção 8. E ainda buscar as redes sociais do banco (Facebook e Twitter).

O cliente tem a opção de procurar ainda as agências e os pontos de atendimento da Caixa, mas essa providência deve ser tomada ainda esta semana – o expediente no dia 30 será por meio período e no dia 31 não haverá atendimento ao público.

O devedor pessoa física pode pagar a dívida renegociada em acordo por meio de desconto em folha de pagamento, cartão de crédito, cartão de material de construção, empréstimo pessoal, entre outros.

Dívida da casa própria

A Caixa está negociando novas condições também para facilitar o pagamento das prestações em atraso dos contratos de financiamento imobiliário. As regras em busca de um acordo variam conforme as características do contrato e o tipo de operação.

Entre outras, os mutuários da Caixa podem pagar um valor como entrada e incorporar as demais parcelas em atraso ao saldo devedor ou negociar um acordo mediante pagamento inicial. Ou, ainda, usar o saldo existente na conta vinculada do FGTS para o abatimento de até 80% do valor de 12 prestações, incluídas até três em atraso.

Santander

O Santander também mantém até 31 de dezembro as condições especiais de renegociação de dívidas para clientes pessoas físicas e jurídicas, que podem obter abatimentos de até 90% no pagamento de compromissos financeiros vencidos.

Clientes com atrasos de até 60 dias têm redução de até 20% nas taxas de juro. Já em acordos para pagamento de débitos com atrasos acima de 60 dias, em análise caso a caso, os descontos são de até 90% no valor total da dívida.

As condições especiais são válidas para as modalidades crédito pessoal, consignado, capital de giro, conta garantida, Santander Master, descontos de recebíveis e cartão de crédito nos canais de relacionamento do Banco (APP, central telefônica, portal de renegociação – https://www.santander.com br/renegociacao – e agências).

R7

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Caixa dará desconto de até 90% para cliente que quitar dívida à vista; possibilidade de negociação de débitos pelo WhatsApp

FOTO: A8SE

Na semana da conciliação, a Caixa vai chamar 120 mil clientes das cinco regiões do país para regularizar suas dívidas com o banco que já estão na Justiça.

Ao todo, o valor dos débitos soma R$ 6,6 bilhões, mas o banco estatal vai dar desconto de até 90% caso o cliente pague à vista.

Com a ação, pretende recuperar R$ 1,2 bilhão. O mutirão de conciliação da Caixa vai ocorrer de 7 a 11 de outubro.

Do total dos devedores, 71 mil são pessoas físicas, que juntos devem R$ 2,3 bilhões.

Outros 50 mil empresas têm débitos de R$ 4,2 bilhões, sendo que 232 companhias estão em recuperação judicial. A conciliação é a forma mais rápida, barata e eficiente de encerrar um processo judicial.

Os clientes serão informados sobre a data e o local por meio de correspondência e SMS.

A caixa também vai negociar esses débitos pelo WhatsApp, inclusive com o envio do boleto de forma antecipada para que o cliente nem precise sair de casa.

Os clientes que receberem as comunicações do banco serão atendidos nas agências da Caixa ou em algumas Varas da Justiça Federal.

Estadão

 

Opinião dos leitores

  1. Minion, os juros e multas dos bancos são ABUSIVOS, por isso que estão dando esse desconto. Quanto ao caso das motos a GOVERNADORA deu ISENÇÃO TOTAL DOS IPVA’s atrasados, só que esse tributo não pertence 100% ao estado, a metade, ou seja 50% é do município que foi emplacada a motocicleta, melhor dizendo, ela deu aquilo que não lhe pertence. Cabe uma AÇÃO DA FEMURN para reaver a parte dos municípios.

  2. A Caixa não perderá dinheiro e ainda colocará em restrições eternas os consumidores que optarem pagar suas dívidas com desconto. Eles nunca mais poderão fazer qualquer transação de crédito com a Caixa.

  3. O banco vai perder dinheiro? Quando a governadora propôs algo parecido com as motos disseram que era para jogar dinheiro fora.

    1. Banco e perder dinheiro na mesma frase, hahaha. Os juros cobrados previamente, o deixar de gastar com o jurídico somado com o fato que receber 1/10 agora ou lutar para talvez um dia receber a totalidade parcelada a perder de vista…

      Com os bancos, você perde.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

ABC fecha acordo de conciliação da Justiça do Trabalho para quitar dívida de R$ 10 milhões com ex-atletas e funcionários

O ABC fechou acordo durante a semana de conciliação da Justiça do Trabalho para quitar uma dívida de R$ 10 milhões com ex-atletas e funcionários. Vai pagar tudo em quatro anos.

O time indicou como garantia o faturamento com o Time Mania. Se conseguirem vender um imóvel antes disso, antecipam o pagamento por 70% do valor à vista da dívida.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *