Bandidos explodem caixa do Banco do Brasil do Alecrim

Foto: Reprodução

A Polícia registrou a explosão de um caixa eletrônico dentro da agência do Banco do Brasil no bairro Alecrim, na Zona Leste de Natal. De acordo com a Polícia Militar, a ação criminosa foi registrada por volta das 3h30.

A agência do BB alvo dos bandidos fica localizada no cruzamento das avenidas Jaguarari com a Presidente Bandeira. Informações dão conta que , apesar dos estragos, os criminosos não conseguiram levar o dinheiro.

Caixa reduz juros dos financiamentos imobiliários; taxas valerão tanto para imóveis novos e usados, como terrenos, construção, ampliações e reformas

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Os mutuários da Caixa Econômica Federal vão contrair financiamentos para a casa própria com juros menores. O banco anunciou nesta quarta-feira (5) a redução dos juros do crédito imobiliário e igualou as taxas do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) para as operações contratadas a partir de segunda-feira (10).

A taxa mais alta cobrada pelo banco caiu de 11% ao ano mais a Taxa Referencial (TR, atualmente em zero) para 9,75% ao ano mais a TR. A taxa mais baixa, paga pelos correntistas ou quem tem algum tipo de relacionamento com a Caixa, passou de 8,75% ao ano mais TR para 8,5% ao ano mais TR. A Caixa concentra cerca de 70% do crédito imobiliário no país.

O banco unificou as taxas do SFH e do SFI. O SFH é voltado para os financiamentos de imóveis de menor valor e tem parte das unidades financiadas com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O SFI é destinado a imóveis com valor acima de R$ 1,5 milhão sem cobertura do FGTS. Por abranger unidades mais caras, tradicionalmente o SFI cobrava juros mais altos que o SFH.

As novas taxas valerão não apenas para a aquisição de imóveis novos, mas também para o financiamento de imóvel usado, a compra de terreno para construção, a construção em terreno próprio, além de ampliações e reformas.

Renegociação

O banco também anunciou a renegociação de dívidas imobiliárias de pessoas físicas. O devedor poderá pagar uma entrada à vista e incorporar as parcelas atrasadas nas prestações seguintes. O mutuário também poderá abater das prestações o saldo do FGTS ou mudar a data de vencimento das parcelas.

Segundo a Caixa, o cliente também poderá procurar uma agência para tentar um acordo personalizado. O banco está disposto a perdoar multas em alguns contratos.

Conforme a Caixa, a renegociação beneficiará 600 mil famílias devedoras, com potencial de alcance de 2,3 milhões de pessoas.

Agência Brasil

 

Caixa terá que devolver a correntistas dobro de tarifa indevida por cheques sem fundo

Foto: Pixabay

Uma decisão do Tribunal Regional Federal (TRF3) obriga a Caixa Econômica Federal a devolver para os correntistas do Brasil inteiro o dobro dos valores cobrados indevidamente pela tarifação dos cheques sem fundo, entre setembro de 2002 e abril de 2007. Em caso de saldo insuficiente, o banco cobrava R$ 15 por cada cheque compensado no mesmo dia. A cobrança também era feita se apenas um deles não tivesse provisão de fundos.

Essa resolução é resultado de ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal em que se requer o levantamento de todos os correntistas que foram lesados para realização do ressarcimento. A Caixa alegou dificuldades técnicas para fazer a apuração, mas a 2ª Turma do TRF3 não aceitou o argumento.

“Foi a própria Caixa quem deu causa às lesões a direitos individuais homogêneos (…) e é a única detentora dos dados pessoais e bancários dos consumidores lesados”, afirmou.

Entretanto, o banco conseguiu permissão para realizar a correção monetária dos valores a serem restituídos aos correntistas com base em juros de 6% ao ano e correção pela variação do IPCA-e, ao invés dos juros do cheque especial, em relação às tarifas cobradas indevidamente entre 6 de setembro de 2002 e 10 de janeiro de 2003. Já no caso de cheques a partir de 11 de novembro de 2003, deve ser aplicada apenas a taxa Selic.

De acordo com a lei, cheques apresentados simultaneamente devem ser descontados seguindo a ordem de emissão mais antiga. Se forem da mesma data, a compensação deverá ser feita na ordem crescente de numeração das folhas do talão.

O direito ao ressarcimento referente à cobrança de tarifa no período anterior a setembro de 2002 está prescrito. A condenação abrange até 15 de abril de 2007, porque no dia seguinte o banco adotou novo procedimento na compensação. A restituição em dobro, prevista no Código do Consumidor para os casos de cobrança indevida, foi defendida pelo MPF e mantida pelo tribunal.

O Globo

 

Caixa divulga campanha de renegociação de dívidas; descontos para créditos comerciais em atraso podem chegar a 90%

A CAIXA lança nesta terça-feira (28) campanha para renegociação de dívidas de créditos comercias para pessoas físicas e empresas. A campanha Você no Azul engloba cerca de três milhões de clientes, proporcionando facilidades para regularização de débitos com atraso superior a 360 dias com descontos que variam entre 40% e 90% para liquidação à vista, conforme a situação dos contratos e o tipo de operação de crédito.

A Você no Azul abrange cerca de 2,6 milhões de clientes pessoa física, dos quais 92% poderão quitar suas dívidas à vista por valores inferiores a R$ 2.000,00, e 320 mil pessoas jurídicas, em que 65% tem possibilidade de quitar à vista com valores inferiores a R$ 5.000,00.

Segundo o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, a ação facilita a regularização ou liquidação das dívidas em atraso dos clientes que estão com dificuldade de pagamento dos compromissos financeiros em condições especiais. “Um dos nossos principais objetivos é resgatar o poder de compra e parcelamento dos clientes, adequar seus compromissos à sua realidade financeira, e possibilitar que possa tomar novo crédito no mercado, com a exclusão da restrição em seu cadastro”, disse.

A ação estará vigente por 90 dias em todo o território nacional, e os clientes poderão receber atendimento por meio do site www.negociardividas.caixa.gov.br, pelo telefone 0800 726 8068 opção 8, nas redes sociais da CAIXA no Facebook (facebook.com/caixa), Twitter (twitter.com/caixa) e agências.

Outros canais de atendimento

Para ampliar os canais de atendimento e proporcionar mais conveniência, algumas cidades receberão os Caminhões Você no Azul, que são agências móveis instaladas em 5 caminhões, que realizarão atendimento em grandes cidades.

Os clientes também poderão ser contatados por empresas de recuperação de crédito, contratadas pela CAIXA, além de SMS e outras formas de comunicação, que têm como objetivo divulgar as alternativas negociais disponíveis.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. MELO disse:

    NESSE PAIS O BOM E SER CALOTEIRO
    FAZER CAMPANHA PARA QUEM NAO PAGA E PUNIR QUEM PAGA
    E UMA VERGONHA

    • Rômulo disse:

      Com os juros exorbitantes cobrados pelos bancos no Brasil, são punidos tanto quem paga, como quem deixa de pagar. Não se engane com a campanha! Nesse caso a Caixa só está abrindo mão dos juros exorbitantes, e cobrando taxas cobradas em países sérios. Banco nunca perde!

Caixa deve rever contratos sem licitação da era petista

A atual gestão da Caixa herdou do governo petista contratos milionários de prestação de serviços realizados sem licitação. O presidente do banco, Pedro Guimarães, já sinalizou que pretende rever pelo menos dois desses contratos.

O primeiro foi realizado com a processadora de cartões pré-pagos HUB, empresa de Carlos Wizard, amigo de Lula. A Caixa tentou comprar parte da empresa, mas não obteve o aval de órgãos reguladores. Mesmo assim, a HUB continua prestando serviços — sem concorrência — para o banco, como a confecção do cartão Construcard.

O segundo contrato na mira da atual gestão envolve o programa Vantagem, que desenvolve incentivo para os funcionários do banco. Trata-se do único fornecedor da Caixa nessa área remanescente da era petista. Para fugir da licitação, são utilizadas agências de promoção, que, por sua vez, compram os pontos diretamente do Vantagem em favor do banco, sem passar pelo processo licitatório.

O Vantagem é dirigido por Ivanildo Junior, executivo que tem bom trânsito com vice-presidentes do banco, em razão de sua ligação com a Associação dos Economiários Aposentados de Brasília (Fenae), entidade que fez bons negócios com as áreas de seguro e micro-crédito da Caixa. Vale registrar que após os governos petistas, Ivanildo se aproximou bastante de Moreira Franco, que foi VP da Caixa.

O Antagonista

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Brasil meu país disse:

    ESSA CRISE FORAM OS 13 ANOS DE ROUBOS DO PT NO BRASIL.

    • PT Falido disse:

      Pois é! Isso, os tontos não querem aceitar. Ora, a dor de barriga é sempre consequência de algo. Será que assim os encantados acordam?

    • Marcos disse:

      É.
      Antes de 2002, era tudo lindo por aqui. Tudo certinho e todos ricos.
      Não havia corrupção, roubos, sonegação, desvio de dinheiro público, etc.
      Eramos mais honestos do que a Suécia e Suíça, juntos.
      Ae, o PT resolveu fazer muitos concursos para PF, para MP e para Justiça, e a vida boa acabou.
      Saudades do engavetador-geral dos tempos de FHC,
      Saudades do tempo que a PF era apenas uma sigla de Prato Feito.

Caixa é investigada por cobrança abusiva no cartão de crédito

Foto: Antônio Scorza

Denúncias feitas por consumidores de cobranças indevidas e abusivas na fatura cartão de crédito levaram a instauração de um processo administrativo contra a Caixa Econômica Federal pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), órgão do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Segundo a Senacon, as queixas registradas no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) — banco de dados com os registros de reclamações feitas em Procons pelo Brasil afora — apontam indícios de que os consumidores foram cobrados por valores que não teriam gasto no cartão de crédito.

A apuração foi iniciada na última quinta-feira, dia 7, e a abertura do processo publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União (DOU). A Caixa será intimada a apresentar defesa e, em seguida, será aberto o prazo para as alegações finais. Se os indícios de prática abusiva forem confirmados, a Caixa poderá ser multada em até R$ 9,7 milhões.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fagner disse:

    Muita agiotagem aí. Um banco público jamais poderia agir assim.

Caixa prorroga prazo para aditamento de renovação de contratos do novo Fies; estudantes têm até o dia 28 de dezembro para aderir pelo sistema eletrônico

O prazo para realização dos procedimentos para aditamento de renovação dos contratos do Novo Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) foi prorrogado para o dia 28 de dezembro de 2018. Os procedimentos devem ser realizados por meio da página sifesweb.caixa.gov.br. Do total de estudantes inscritos no Novo FIES no primeiro semestre, aproximadamente 70% já concluiu o seu aditamento ou teve o processo iniciado pela Instituição de Ensino Superior. Caso haja necessidade de alterações no contrato, como a troca de fiador, o estudante deve comparecer a uma agência da CAIXA. Nesse caso específico, o estudante deverá comparecer com o novo fiador e apresentar os novos documentos comprobatórios.

O Novo FIES é um modelo que traz melhorias na gestão do fundo, dando sustentabilidade financeira ao programa a fim de garantir e viabilizar um acesso mais amplo ao ensino superior. As principais mudanças do Novo FIES, quando comparado ao processo anterior, são a forma de pagamento do curso, que passa a ser mensal em emissão de boleto, a exigência de seguro prestamista (cobertura em caso de falecimento do estudante) e a ausência de carência para pagamento da amortização do contrato.

Estudantes podem fazer o download da cartilha com mais orientações no link http://www.caixa.gov.br/programas-sociais/fies/Paginas/default.aspx. Já as instituições de Ensino, podem consultar o endereço eletrônico http://www.caixa.gov.br/empresa/instituicoes-ensino-fies/Paginas/default.aspx, para mais informações sobre os procedimentos a serem adotados.

Conta Universitária:

O banco oferece aos clientes que estão cursando graduação ou pós graduação a Conta Universitária CAIXA. O pacote de benefícios inclui uma conta corrente de livre movimentação, com cartão de crédito pré-aprovado* sem comprovação de renda, e ainda uma das cestas de serviços mais interessantes do mercado, que inclui serviços na medida certa para o universitário, baixo custo e pra completar, o valor pago mensalmente pela cesta é convertido em bônus para celular. Para aderir ao serviço, os universitários com mais de 16 anos devem comparecer a uma agência munidos de identidade, CPF, Comprovante de residência e declaração da instituição de ensino.
*sujeito à aprovação pelo banco

Cesta Bônus:

A Caixa também está oferecendo aos seus clientes universitários uma cesta de serviços diferenciada: a cesta bônus. Nessa opção, o estudante poderá converter  100% do valor pago pela tarifa em bônus de celular que poderá ser utilizado em mensagens SMS, internet e ligações de acordo com as regras de cada operadora de telefonia.
O bônus será creditado em até 10 dias após o pagamento pontual e integral da cesta. A tarifa custa R$ 15 para a conta universitária. Os clientes que contratarem o serviço ainda este ano ganham um bônus extra no valor da cesta pela adesão.

Paulo Guedes indica Rubem Novaes para a presidência do BB e Pedro Guimarães para a da Caixa

O futuro ministro da Economia Paulo Guedes indicou o nome do economista Rubem Novaes para a presidência do Banco do Brasil. Para a presidência da Caixa Econômica Federal, o nome indicado por Guedes é o do também economista Pedro Guimarães.

Os dois economistas estiveram na sede do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) em Brasília, nesta quinta-feira (22).

O blog apurou que os dois nomes já foram submetidos ao presidente eleito Jair Bolsonaro e devem ser anunciados ainda nesta quinta.

Para a presidência do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), Guedes indicou Carlos von Doellinger, pesquisador do instituto.

Rubem Novaes

Rubem Novaes é PhD em Economia pela Universidade de Chicago (Estados Unidos), já foi diretor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e professor da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Guedes e Novaes se conheceram quando ainda estudavam na Universidade de Chicago (EUA), conhecida como um dos berços do liberalismo econômico mundial.

Pedro Guimarães

Pedro Guimarães é PhD em Economia pela Universidade de Rochester, tendo como tese o processo de privatização no Brasil. É atualmente sócio-diretor do banco Brasil Plural, grupo financeiro fundado em 2009 que atua no mercado de capitais.

De acordo com currículo disponível no site do Brasil Plural, Guimarães coordenou mais de R$ 150 bilhões em operações na bolsa de valores, e mais de R$ 30 bilhões em reestruturações de empresas, além de ter assessorado “diversos” processos de privatização, incluindo o do Banespa.

Ele já vinha participando de reuniões da equipe de transição do futuro governo e até se reuniu com a atual equipe econômica para discutir a situação dos bancos públicos.

Carlos von Doellinger

Paulo Guedes também escolheu Carlos von Doellinger para a presidência do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea). Ele integra a equipe de transição do governo como pesquisador do órgão.

Atualmente, o Ipea é subordinado ao Ministério do Planejamento, pasta que deverá ser absorvida pelo futuro Ministério da Economia.

Blog do Valdo Cruz – G1

 

Currais Novos e Pau dos Ferros recebem cinema itinerante da Caixa Seguradora

image002Mais da metade dos brasileiros nunca assistiu a um filme no cinema. Soma-se a essa estatística o fato de 90% das cidades não terem uma sala de projeção sequer. Para tentar mudar um pouco a realidade de alguns habitantes do interior do país, a Caixa Seguradora lançou o projeto Cinema é pra você, sim! Com uma carreta transformada em sala de cinema, a equipe da seguradora vai rodar 12 mil quilômetros no interior do Nordeste, levando cultura, arte e entretenimento a milhares de pessoas.

A carreta chega ao Rio Grande do Norte nesta sexta-feira (22), depois de partir do Distrito Federal e passar por seis estados do Nordeste. A primeira parada do cinema itinerante será em Currais Novos, onde serão realizadas sessões de sexta-feira (22) a domingo (24). Pau dos Ferros recebe o projeto de terça a quinta-feira da próxima semana.

Os moradores das duas cidades terão a possibilidade de escolher entre as cinco sessões exibidas por dia. Os ingressos serão distribuídos gratuitamente, por ordem de chegada. Com distribuição de pipoca, refrigerante e brindes, a programação inclui sucessos nacionais, filmes internacionais que alcançaram grandes bilheterias e animações infantis.

A carreta, customizada especialmente para o projeto, tem 80 assentos disponíveis, além de lugares exclusivos para receber portadores de necessidades especiais.

Vice assume Prefeitura de Caiçara, mas não encontra dinheiro e documentos

O vice-prefeito de Caiçara do Norte, Victor Vinicius, assumiu a Prefeitura do Município esta semana após uma decisão judicial em carater liminar que validou a renúncia do ex-prefeito Alcides Fernandes (PP) ao cargo de chefe do Executivo.

O problema, segundo fontes ligadas a Vinicius, foi quando ele assumiu. Vinicius não conseguiu encontrar nada para dar continuidade aos trabalhos da Prefeitura. Faltava dinheiro, contratos, processos e outros documentos. A Prefeitura está praticamente parada. Nem os convênios se tem acesso. Alcides Fernandes foi procurado por pessoas ligadas a Vinicius e pelo próprio Vinicius, mas ele não se encontrava, pelo menos até a noite desta quinta-feira (11), em Caiçara.

A história toda começou nas eleições passadas, quando prefeito e vice foram alvo de uma ação movida por compra de votos. Os dois foram condenados no TRE, mas conseguiram reverter a condenação no TSE. Diante do desgaste, o prefeito entregou uma carta de renúncia abrindo a vaga pra Vinícius. A partir daí começou a novela de validação da renúncia e da desistência por parte de familiares, que terminou com a decisão que deixou Vinicius no cargo.

Caixa eleva juros de financiamento da casa própria pela terceira vez no ano

Os mutuários que assinarem contratos com a Caixa Econômica Federal a partir de outubro pagarão mais caro pelo financiamento da casa própria. Pela terceira vez no ano, o banco reajustou os juros das linhas de crédito habitacional. Os contratos já assinados não serão afetados.

As novas taxas variam conforme o grau de relacionamento do cliente com a Caixa. Para correntistas do banco e servidores públicos que financiam imóveis pelo Sistema Financeiro Habitacional, a taxa subiu meio ponto percentual, de 8,8% a 9,3% ao ano para 9,3% a 9,8% por ano.

Para quem não é correntista da Caixa, os juros subirão de 9,45% para 9,9% ao ano. O SFH financia imóveis de até R$ 650 mil ou R$ 750 mil, dependendo da localidade, com recursos da caderneta de poupança.

Os financiamentos do Sistema Financeiro Imobiliário, destinado a imóveis acima de R$ 650 mil ou de R$ 750 mil, dependendo da localidade, também ficarão mais caros.

A taxa para correntistas da Caixa e para servidores públicos passarão de 10,2% a 10,7% ao ano para 10,5% a 11,2% ao ano. Para mutuários sem conta na Caixa, a taxa aumentará de 11% para 11,5% ao ano. Para os imóveis comerciais, os juros subirão de 12% para 14% ao ano.

Em comunicado, a Caixa informou que o aumento da taxa Selic – juros básicos da economia – foi o responsável pela alta. Atualmente, a Selic, que serve de base para as demais taxas de juros da economia, está em 14,25% ao ano, depois de ter sido reajustada por sete vezes seguidas desde outubro do ano passado.

Segundo o banco, apenas os juros do Programa Minha Casa, Minha Vida – destinado a famílias de baixa renda – não sofreram aumento. Responsável por 70% do crédito imobiliário em todo o país, a Caixa tem tomado uma série de medidas ao longo do ano que dificultam o acesso aos financiamentos de imóveis.

Em janeiro e em abril , o banco elevou os juros das linhas de crédito do SFH. Também em abril, a Caixa diminuiu o limite de financiamento. O teto caiu de 90% para 80% do valor do imóvel no Sistema de Amortização Constante (SAC) e de 80% para 50% nos imóveis usados avaliados em até R$ 750 mil.

No início de agosto, o banco voltou a restringir o acesso ao crédito imobiliário, proibindo que clientes com um imóvel financiado com recursos da poupança financiem outro imóvel na mesma modalidade. Segundo o banco, a mudança atingiu 2,4% dos financiamentos disponíveis.

Fonte: Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana Morais Gama disse:

    Alô MINISTÉRIO PÚBLICO, pode a Caixa Econômica descriminar CLIENTES e NÃO CLIENTES nas taxas de financiamentos, pois segundo a Constituição Federal todos são IGUAIS PERANTE A LEI.

Copa do Mundo: Caixa vai funcionar só um expediente em dias de jogos do Brasil

caixa_economica_federalAs agências da Caixa Econômica Federal vão atender ao público das 8h30 às 12h30 (horário de Brasília) nos dias de jogos da Seleção Brasileira de Futebol durante o mundial.

Até o momento estão confirmados três jogos da seleção brasileira nos dias 12, 17 e 23 de junho. Em abril, o Banco Central autorizou os bancos a atender ao público em horário alternativo em dias de jogos da seleção, com funcionamento mínimo de quatro horas.

Segundo o BC, as instituições financeiras terão que afixar em suas dependências aviso sobre o horário de atendimento nos dias dos jogos, com antecedência mínima de dois dias úteis.

Agência Brasil

Caixa, PFN e Justiça Federal promovem mutirão com inadimplentes do FGTS no RN

A Caixa e Procuradoria da Fazenda Nacional, em parceria com a Justiça Federal do Rio Grande do Norte (JFRN), promoverão em Natal, de hoje até quinta-feira (29 de maio), um mutirão de conciliação de débitos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Serão oferecidas condições de negociação por meio da Resolução nº 615/2009, do Conselho Curador do FGTS, regulamentada pela Circular CAIXA nº 508/2010.

Estão pautadas 273 empresas cujos processos de execução fiscal tramitam na 6ª Vara Federal da JFRN, totalizando um montante de créditos em recuperação de aproximadamente R$ 21 milhões.

Segundo o gerente de filial do FGTS da Caixa, Francisco Ayrton de Vasconcelos, “a conciliação dos débitos para com o FGTS é uma opção para empresas que precisam regularizar sua situação de inadimplência, suspender a execução fiscal e garantir o direito dos trabalhadores. Além disso, a recuperação desses créditos é importante também para a sociedade, já que os recursos poderão ser investidos em obras de saneamento, infra-estrutura e habitação.”

Para participar, o representante da empresa, com toda documentação, deverá se dirigir a Justiça Federal – Seção Judiciária do Rio Grande do Norte, no endereço: Rua Dr. Lauro Pinto, 245 Lagoa Nova, em Natal, na Sala de Conciliação da CAIXA.

As empresas foram convidadas através de correspondências ou por meio dos advogados constituídos nos autos. Entretanto, caso não tenham recebido a comunicação, os interessados devem entrar em contato com a Caixa por meio da gerência do FGTS, pelo endereço eletrônico [email protected] ou pelos telefones (81) 3419-5730 ou 3419-5788.

JFRN

MORADIA: Caixa lança novo simulador de financiamento habitacional

A Caixa Econômica Federal lançou o novo simulador de financiamento habitacional, disponível no site do banco. Segundo a Caixa, a ideia foi apresentar um desenho mais simples e intuitivo, com maior facilidade no preenchimento dos dados e agilidade na resposta ao usuário.

Outro novidade é a opção de iniciar a simulação a partir da capacidade de pagamento. Com o preenchimento de apenas quatro campos, o novo simulador calcula o valor máximo de financiamento que o cliente pode tomar na Caixa, bem como o valor máximo de prestação que ele pode assumir. Caso prefira, o cliente pode ir direto para a simulação completa.

Em seguida o simulador apresenta sugestões de valores de financiamento e prazos compatíveis com este comprometimento mensal, auxiliando o cliente a definir o valor do imóvel a ser adquirido.

Após escolher o valor e o prazo, cliente deve confirmar o tipo e local do imóvel que deseja financiar, e inserir dados como: data de nascimento do proponente de maior idade; tempo de serviço, se tiver mais de três anos de trabalho sob regime do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS); e se já foi beneficiado com algum subsídio da União.

Segundo o Caixa, as novas funcionalidades foram desenvolvidas com base em pesquisa realizada em sites de bancos nacionais e internacionais.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Marcio disse:

    Quando faço uma simulação no SITE da CEF existe 02 opções das quis posso optar:
    SE VOCÊ TEM OU QUER TER RELACIONAMENTO COM A CAIXA.
    SE VOCÊ TEM OU QUER TER RELACIONAMENTO + CONTA SALÁRIO COM A CAIXA.
    Porém para opção 02, tenho que solicitar ao meu empregador para que faça o depósito do meu salário direto na Conta da Caixa? Ou posso manter o recebimento em outro banco e solicitar uma portabilidade, onde meus proventos possa ser transferidos para minha conta da caixa?

FOTO: Terminal com Caixa em posto de combustíveis em Pium é destruído por bandidos

IMG-20140221-WA0000Foto: Cedida

Cerca de oito homens armados destruíram um terminal da Caixa Econômica na madrugada desta sexta-feira(21). Informações dão conta que a quadrilha estava fortemente armada, teria realizado disparos de arma de fogo para o alto e após a explosão fugiu com destino ignorado. Não se tem informação se dinheiro foi levado e a sua quantia.

A Polícia Militar chegou após a ação dos bandidos, realizou diligências pela região, mas nenhum suspeito foi encontrado no momento. Informações dão conta que um dos veículos usados na ação foi encontrado abandonado. Por se tratar de um órgão público, a Polícia Federal se dirige ao local para dar início as investigações.

Por interino

Caixa diz que aprimorou sistema de pagamento após fraude envolvendo Mega-Sena

A PF prendeu no sábado (18) o suplente de deputado federal Ernesto Vieira Carvalho Neto (PMDB-MA). Ele é suspeito de fazer parte do esquema de desvio de dinheiro. Procurado pelo UOL, o partido não quis comentar a prisão de Carvalho Neto.

Os agentes da PF também prenderam o ex-gerente-geral da agência da Caixa em Tocantinópolis, Robson Pereira do Nascimento. De acordo com a PF, Nascimento tinha senha para acessar o sistema do banco, que libera recursos de prêmios de loterias. Para liberar o dinheiro do prêmio é preciso enviar informações sobre o bilhete premiado e esperar a autorização do banco. Segundo as investigações, o ex-gerente liberou o dinheiro sem autorização e sem enviar as informações do bilhete.

A PF iniciou a segunda fase de investigações na segunda-feira (20). Segundo o delegado federal Omar Pepow, inicialmente foram identificadas as contas bancárias que mais receberam dinheiro do desvio e agora estão sendo analisadas os repasses menores. São pelo menos 200 contas bancárias envolvidas no esquema.

Do total de R$ 73 milhões, cerca de 70% já foram recuperados.

Os envolvidos responderão pelos crimes de peculato, receptação majorada, formação de quadrilha e  da Lei 9.613/98 (lavagem de dinheiro), cujas penas somadas, caso condenados, podem chegar a 29 anos de reclusão.

A investigação da operação Éskhara da PF tem participação do Ministério Público Federal. Participam da operação 65 policiais federais dos Estados do Tocantins, Goiás, Maranhão e São Paulo.

Folha

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana Morais Gama disse:

    A Caixa Economica Federal deve explicaçoes ao povo brasileiro por este e outros motivos, como o que o saque das contas inativas.