Movimento Contra Corrupção repudia politicagem na vaga do TCE

O Movimento Articulado de Combate a Corrupção (MARCOO) emitiu uma nota, na tarde desta sexta-feira (6) repudiando o suposto interesse político-eleitoral na vaga de conselheiro aberta no Tribunal de Contas do Estado (TCE) aberta após a aposentadoria de Alcimar Torquato.

Desde o ano passado, que especulasse que  Fafá Rosado, atual prefeita de Mossoró,  poderia deixar o cargo para seguir rumo ao TCE, abrindo a vaga do Executivo para a vice Ruth Ciarlini, irmã da governadora Rosalba Ciarlini, que poderia concorrer a reeleição em Mossoró. Pela legislação eleitoral, Ruth Ciarlini não poderia se candidatar nas eleições 2012 exatamente por ser parente da governadora. Mas, em estando com o cargo, ela pode se candidatar a reeleição.

Politicagem das grandes. Boa iniciativa do MARCOO. Serve como aviso aos desavisados.

Manifesto do MARCOO

“O MARCCO/RN reconhece no Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte relevante e crescente papel na prevenção e combate à corrupção, na medida em que seus membros demonstrem reputação ilibada e alta capacidade técnica e possam atuar com isenção e independência.

Apesar de ser notória a necessidade de aperfeiçoamento do atual modelo constitucional de controle externo brasileiro, o que está fora da alçada do Governo de Estado, não é menos verdadeiro que a composição do Tribunal de Contas e os critérios que presidem a escolha de seus novos membros têm nítida influência sobre a capacidade da Corte de Contas Estadual de cumprir suas funções constitucionais e legais e alcançar gestões estaduais e municipais mais honestas e eficientes.

É por acreditar neste aperfeiçoamento contínuo e irreversível das instituições que o MARCCO/RN condena a persistência de vícios históricos e expressa profunda preocupação com o uso da última vaga surgida no TCE para acomodação de interesses eleitorais ou pessoais, com evidente desconsideração das elevadas funções do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte.”