PF não encontra elementos para indiciar pessoas por financiamento ou participação em atos contra STF e Congresso, e indica encerramento de caso

Foto: Sérgio Lima/Poder360

A Polícia Federal disse que não encontrou elementos suficientes para indiciar pessoas pelo financiamento ou pela participação em manifestações contra o Congresso Nacional e o STF (Supremo Tribunal Federal) no 1º semestre de 2020.

A corporação enviou o relatório com as diligências do inquérito ao ministro Alexandre de Moraes, do STF, que conduz o caso, e à PGR (Procuradoria Geral da República). A informação foi publicada pelo jornal Folha de S.Paulo nessa 2ª feira (26.jan.2021).

No relatório, a delegada Denisse Dias Ribeiro, responsável pelas investigações, não pediu mais prazo para realizar diligências. Ela indicou que a corporação encerrou sua atuação no caso.

A delegada, no entanto, não classificou o relatório como “parcial” ou “final”, como de praxe. Sendo assim, a PGR ou o STF podem solicitar novas medidas para apurar o caso.

O trabalho da PF no inquérito incluiu a intimação do ex-ministro Sergio Moro e depoimentos de 2 filhos do presidente Jair Bolsonaro: o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

A corporação também cumpriu mandados de busca e apreensão contra deputados bolsonaristas, blogueiros e militantes, como Sara Giromini, conhecida como Sara Winter, presa em uma ação dentro do mesmo inquérito.

Em um dos atos, em 19 de abril de 2020, o presidente Jair Bolsonaro participou –e discursou por 2 minutos e 30 segundos.

A manifestação teve como uma das pautas a defesa do AI-5 (Ato Institucional 5), de 1968, uma das medidas mais drásticas da ditadura militar.

O Poder360 entrou em contato com a PF para ter mais detalhes do relatório entregue ao STF e à PGR. Até o momento de publicação desta reportagem, não houve retorno.

Poder 360

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tico de Adauto disse:

    Viiiixe. Como pode se o país inteiro viu pela TV. Essa PF tá com brincadeira!!!

    • Yago disse:

      Acho q só você viu. Vai na sede da PF e reclame com o delegado, babaca.

  2. José Humberto de Lima disse:

    Chora esquerdalha…ptsada rsrs

  3. Alex disse:

    O STF se comporta como um ativista político, a OAB como escritório da esquerda etc. Vergonhoso o que está acontecendo no Brasil.

  4. Manoel disse:

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Deixa eu rir mais um pouquinho
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Só mais um pouquinho
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Quem era a PF e em q se transformou.
    Talkei?

  5. Maçonaria britânica! disse:

    É sempre assim se quando se atingem pessoas e famílias com alto poder político,econômico e social e cultural é logo arquivado pelo poder judiciário,ou anda devagar quase parando ou como dizem anda-se a passos de tartaruga como aconteceu na própria lava jato até se ultrapassar o limite máximo para prescrição processual,principalmente os processos judiciais onde estavam ou estão envolvidas as poderosas lideranças politicas do PSDB paulista e mineiro.

    • Chico 200 disse:

      Procure aí, dê uma de Sérgio marreco moro e encontre algo que possa punir os culpados! Faça isso ao invés de tá falando besteiras. Vai punir o que não cabe punição?

    • Maçonaria britânica! disse:

      Chico 200,essa investigação que envolve a Polícia Federal,procuradoria geral da República e o STF,provavelmente essa tenha atingido como alvo especifico homens e mulheres super ou mega ricos empresários brasileiros,toda a pauta de ataques contra as instituições democráticas de direito como o hipotético fechamento do congresso nacional e do STF e também contra instituições de direito privado,principalmente o grupo Globo,veja,folha de são Paulo e etc…,tinham o apoio declarado do presidente da República do Brasil,inclusive o presidente Jair Bolsonaro acabou publicando vídeos com imagens e áudios nas suas redes sociais privadas e também dos seus filhos,mas,felizmente esse movimento político e social revolucionario totalmente anti-democratico,não teve nenhum êxito,não deu em nada,esse ato merecia uma punição dura,severa e rígida pela lei de segurança nacional,mas,por puro corporativismo político,empresarial e jurídico,irão passar a mão na borracha de todos esses maus feitos contra a ordem política e social que atacou diretamente a ordem democrática do país,conspirando pelo fechando do congresso nacional e do STF e pelo fechamento de instituições privadas do setor de telecomunicações em massa,principalmente a rede Globo de televisão.

  6. Hipocrisia pouca disse:

    O Ministro Marco Aurélio tinha razão: Inquérito do fim do mundo. Taí o resultado. Outra coisa, pixar e depredar o prédio onde uma Ministra do STF mora, é um ato de terrorismo ou antidemocrático? Não atenta contra a Instituição STF? A verdade é que abstinência causa amnésia nos idiotas úteis.

  7. Joao Bolsonaro disse:

    CHORA MAIS cabeça de ovo

  8. Davi disse:

    Se fosse contra o petê ela tinha encontrado até o resto de comida do intestino de um petista… esse país é uma piada pronta.

  9. Bolsovirus disse:

    Quem se lembra da reunião ministerial famosa? "Não vou deixar que fodam meus amigos e meus familiares". Por aí, a investigação. Não é crime defender ditadura? Fechamento do congresso e do supremo? Não é crime defender ruptura democrática?

    • Boró disse:

      Engole o choro, bebê! Você sabe que o que tá não tem nada a ver. Só falta de argumentos.

  10. Gildo disse:

    Tá dominado. Tá tudo aparelhado.

  11. Natalense disse:

    Absurdo!

COMENTE AQUI