Promotor de eventos suspeito de atropelar e matar pedreiro após discussão no trânsito se apresenta à polícia em Natal e é preso

Foto: Inter TV Cabugi/Reprodução

Errata: fizemos uma alteração no primeiro parágrafo quanto à natureza da prisão. Ele foi preso em cumprimento a um mandado de prisão temporária, não preventiva.

Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deram cumprimento, na manhã desta terça-feira (10), a um mandado de prisão temporária em desfavor do produtor de eventos Bruno Luis Duarte da Costa Pereira, 34 anos. De acordo com as investigações, ele é o motorista que guiava o Renault Clio, de cor branca, que atropelou e matou Cícero dos Santos, 53 anos. Bruno Costa se apresentou à DHPP, onde prestou esclarecimentos sobre o caso.

Após a identificação do motorista, realizada na segunda-feira (9), a Justiça atendeu o pedido da Polícia Civil e determinou a prisão temporária do suspeito nesta terça-feira. Entretanto, antes mesmo da Polícia chegar ao suspeito para efetuar a prisão, o próprio condutor resolveu se apresentar na sede da DHPP.

Durante o depoimento, o suspeito confirmou a briga de trânsito e declarou que perseguiu o motociclista para que o pedreiro aguardasse a chegada da perícia, mas que não tinha a intenção de atropelá-lo. Bruno Costa também teria informado que não sabia que tinha matado o pedreiro no momento do acidente.

Ele será encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Claudio Araújo disse:

    Assassino confesso seria o termo correto.

  2. Brasil disse:

    Cabra de peia, matou uma pessoa trabalhadora por besteira, tem que pagar caro, tirar vida de outro é o pior crime que existe

  3. Luan disse:

    É preciso apenas uma decisão q leva 1 segundo para vc alterar o rumo d sua vida, por isso pense muito bem antes de qualquer tomada decisão.

  4. Paula disse:

    Essa imprensa Potiguar passa pano viu, ele não é suspeito e sim o assassino, usou o carro como arma para matar um trabalhador.

  5. Mily disse:

    Um pouco arrependido?! Meu caro, nada justifica o que vc fez.

  6. Jeba disse:

    covarde, com todas as letras.

COMENTE AQUI