Polícia

Servente de pedreiro é assassinado com golpes de pá na Grande Natal

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN noticia que um servente de pedreiro de 46 anos foi assassinado a golpes de pá em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. O crime aconteceu na Rua Padre João Maria, no bairro Regomoleiro. De acordo com a matéria, o corpo foi encontrado na noite dessa segunda-feira (3) entre a sala e a cozinha do imóvel.

A vítima era um servente de pedreiro que morava sozinho há cinco meses na própria casa em que trabalhava realizando uma reforma. A porta da frente da residência não tem sinais de arrombamento. Vizinhos contaram à polícia que ouviram barulhos estranhos, pancadas, e a vítima gritando por socorro.

Segundo a polícia, havia sinais de luta corporal no local. A pá usada no crime foi apreendida para passar por perícia e ajudar nas investigações.

O Instituto Técnico-Científico de Perícia realizou perícia no local e levou o corpo para a sede do órgão em Natal.

Mais detalhes AQUI em matéria completa.

 

Opinião dos leitores

  1. Mais um glorioso guerreiro pedreiro que é abatido pela violência. Sigam em frente guerreiros pedreiros, Tenho certeza que os senhores, juntamente com os briosos guerreiros da polícia, acabarão com essa violência.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Pedreiro que matou uma pessoa em Copacabana ao arremessar um botijão de gás pela janela já agrediu a mulher e tem acusação de porte de drogas

Venilson da Silva Souza Foto: Reprodução/TV Globo

O pedreiro Venilson da Silva Souza, que matou uma pessoa em Copacabana ao arremessar um botijão de gás pela janela, já tem em sua ficha criminal acusações por agredir a mulher e por porte de drogas.

Segundo registro feito na Delegacia de Atendimento à Mulher de Duque de Caxias (RJ), a agressão ocorreu em 31 de janeiro de 2019.

A mulher do pedreiro afirmou em depoimento que Venilson tentou enforcá-la com as mãos e só a largou quando os filhos do casal, de dois e seis anos, começaram a gritar.

A mulher contou ter saído para a rua, onde novamente o pedreiro tentou enforcá-la. A agressão só parou após a intervenção de pessoas que passavam.

A mulher afirmou ainda que não havia sido a primeira agressão e pediu medidas protetivas contra o marido.

Outro registro, de novembro de 2019, relata que Venilson foi abordado por um policial por portar um cigarro de maconha na Pedra do Arpoador, em Ipanema, Zona Sul do Rio.

De acordo com o relato policial, Venilson disse não ter documento e agrediu o policial, até ser contido e levado para a delegacia.

Na última segunda-feira, Venilson matou um vendedor de frutas conhecido como “Tronco”, ao jogar um botijão de gás pela janelo do apartamento em que morava, em Copacabana. A irmã do pedreiro afirma que ele estava em tratamento psicológico.

Guilherme Amado – Época

Opinião dos leitores

  1. Parece que não há mais gente ruim neste mundo velho. O sem vergonha, com precedentes dr ruindade, mata um inocente com uma "bujãosada" aí vem a defesa de o bichinho está doente, que sua "psiquê" não vai bem. O safado tem mais é que ir ver o sol quadrado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Promotor de eventos suspeito de atropelar e matar pedreiro após discussão no trânsito se apresenta à polícia em Natal e é preso

Foto: Inter TV Cabugi/Reprodução

Errata: fizemos uma alteração no primeiro parágrafo quanto à natureza da prisão. Ele foi preso em cumprimento a um mandado de prisão temporária, não preventiva.

Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deram cumprimento, na manhã desta terça-feira (10), a um mandado de prisão temporária em desfavor do produtor de eventos Bruno Luis Duarte da Costa Pereira, 34 anos. De acordo com as investigações, ele é o motorista que guiava o Renault Clio, de cor branca, que atropelou e matou Cícero dos Santos, 53 anos. Bruno Costa se apresentou à DHPP, onde prestou esclarecimentos sobre o caso.

Após a identificação do motorista, realizada na segunda-feira (9), a Justiça atendeu o pedido da Polícia Civil e determinou a prisão temporária do suspeito nesta terça-feira. Entretanto, antes mesmo da Polícia chegar ao suspeito para efetuar a prisão, o próprio condutor resolveu se apresentar na sede da DHPP.

Durante o depoimento, o suspeito confirmou a briga de trânsito e declarou que perseguiu o motociclista para que o pedreiro aguardasse a chegada da perícia, mas que não tinha a intenção de atropelá-lo. Bruno Costa também teria informado que não sabia que tinha matado o pedreiro no momento do acidente.

Ele será encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Opinião dos leitores

  1. Cabra de peia, matou uma pessoa trabalhadora por besteira, tem que pagar caro, tirar vida de outro é o pior crime que existe

  2. É preciso apenas uma decisão q leva 1 segundo para vc alterar o rumo d sua vida, por isso pense muito bem antes de qualquer tomada decisão.

  3. Essa imprensa Potiguar passa pano viu, ele não é suspeito e sim o assassino, usou o carro como arma para matar um trabalhador.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil encontra ossada de mais uma vítima de Pedreiro

Os policiais civis da Delegacia de Macaíba encontraram na tarde desta quarta-feira (5) a ossada de mais uma vítima do pedreiro, Geraldo José Amaro do Nascimento, de 41 anos.

De acordo com o delegado Normando Feitosa, titular da DP de Macaíba, a vítima se trata de Ricardo Neubauer, de 36 anos, natural do Paraná, e Geraldo teria matado a vítima a fim de se apossar da casa que o mesmo se recusava a vender para ele.

Geraldo confessou na delegacia que matou um homem conhecido por “Ricardo”, escondeu o corpo da vítima em uma mala de viagem e a enterrou numa área de plantação de cana, na cidade de Macaíba.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Pedreiro mata gay com corrente de cachorro por causa de cantada; e não está arrependido

Deu n’O Globo

O ajudante de pedreiro Albert Kroll Kaderc de Souza, de 22 anos foi preso nesta sexta-feira em Volta Redonda. Ele confessou ter assassinado, na madrugada do último dia 7, o atendente Marcelo Antônio Lino, de 23 anos, asfixiando-o com a corrente da coleira de seu cachorro. O corpo da vítima, que trabalhava no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), foi encontrado em adiantado estado de decomposição no dia 11, num terreno baldio no bairro São João.

Albert procurou se justificar afirmando ter sido assediado por Marcelo. O pedreiro contou que, no dia do crime, estava andando com seu cachorro pela Avenida Amaral Peixoto, no Centro da cidade, quando Marcelo saiu de uma boate gay e começou a segui-lo e fazer propostas sexuais.

(mais…)

Opinião dos leitores

  1. ta foda agora, gente devemos respeitar todo ser, pois só o DEUS maior e digno de nos julgamos. Que esse cara seja punido com pena máxima e ele aprenda que podemos sair de uma situação com ética e respeito.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *