Sindicato dos Professores é contra retomada das aulas na Rede Estadual em outubro e ameaça convocar greve

Foto: Reprodução

O o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte(SINTE/RN) é contrário a retomada das aulas presenciais na Rede Estadual, cogitado para 05 de outubro, conforme anunciado pelo secretário Getúlio Marques nessa quinta-feira (03). Por isso, cogita a possibilidade de chamar uma greve.

“Para o Sindicato, voltar agora é pôr em risco professores, funcionários, estudantes e pais. A pandemia da Covid-19 não acabou, embora os números de casos, mortes e ocupação de leitos aparentemente tenham diminuído. É possível, no trajeto, levar o vírus para a escola ou trazer para casa. Como se sabe, não há remédios que combatam com eficácia a doença, tampouco existem vacinas que previnam”, diz a nota.

O Sinte-RN ainda apresenta outras justificativas:

“Além disso, a maioria das escolas públicas do Rio Grande do Norte não têm condições de receber a comunidade escolar neste momento atípico. Como praxe, há problemas estruturais, faltam materiais e até mesmo professores nos quadros e o número de funcionários é insuficiente.

No entanto, o SINTE não é contra planejar a futura retomada. É necessário preparar os espaços para o pós-pandemia. Porém, isso precisa ser feito com cautela, observando a nossa realidade.

A coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, afirma que, sem garantias de segurança nas escolas, a entidade vai chamar greve: “Do jeito que as escolas estão, há riscos. Por isso, não vamos aceitar isso (a retomada em outubro)”.

EM REUNIÃO DO COMITÊ EDUCACIONAL, GOVERNO DIZ QUE VOLTA EM 05 DE OUTUBRO NÃO ESTÁ GARANTIDA

O Governo disse, em reunião virtual do Comitê Educacional na tarde desta quinta-feira (03), que a volta às aulas na Rede Estadual em 05 de outubro não está garantida. O SINTE/RN participou do diálogo.

De acordo com o secretário Getúlio Marques, um novo decreto será publicado no Diário Oficial nos próximos dias, renovando a suspensão das aulas até 04 de outubro. O retorno segue incerto. O Executivo diz que só vai reabrir as escolas que passarem por uma preparação e após o Comitê Científico reavaliar a situação da pandemia no RN.

Fátima lembra que é preciso criar um protocolo de saúde que garanta a segurança da comunidade escolar. As escolas precisam, além de dispor de máscaras, álcool em gel e garantir o distanciamento entre as pessoas, oferecer uma infraestrutura adequada e ventilação correta, entre outras coisas. Quem vai cuidar disso, segundo o Executivo, são as secretarias municipais de educação e a Secretaria Estadual de Educação.

 

As informações são do Sinte-RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Azevedo disse:

    Esses sindicalistas pé de chinelo que vivem vagabundando sem trabalhar e vivendo as custas dos verdadeiros trabalhadores são verdadeiros parasitas, por eles as aulas só voltarão daqui a nunca mais. Parasitas sindicalistas, vão trabalhar, pois os alunos precisam se educar para Serem trabalhadores e não virarem parasitas iguais a vocês.

  2. Ivan disse:

    Muitos, e o próprio dono do blog só sabem apontar o dedo e denegrir determinadas categorias, convido a vocês a virem a uma escola do interior, tipo a Natália Fonseca em Bom Jesus, onde em espaço pequeno de salas de aulas comportam de 25 até 35 alunos, com apenas 02 banheiros (individual) para esses mesmos alunos, não sou professor mais acho injusta a taxação que se usam para os mesmos, é uma categoria igual a tantas outras, onde se encontra bons e maus profissionais.

  3. Natal disse:

    Tem o salário garantido mesmo sem trabalhar, como vão querer o retorno, estão achando ótimo ficarem em casa.

  4. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Agora deu, só professor não pode trabalhar e os demais profissionais são imunes ao virus chinês? Motorista de ônibus é imortal? Estão trabalhando desde sempre, conduzindo veículos superlotados. Ontem vi na Roberto Freire todos os ônibus superlotados. Aí só professor tem filhos esperando casa! Muita cara de pau dessa categoria. Vagabundagem da porra.

  5. AZ disse:

    Os professores tem meu respeito e muitos querem trabalhar agora sindicato é sinônimo de vagabundagem

  6. Matheus disse:

    Esses aí só querem um cabimento e já começam a falar em greve kkkkk

  7. Absurdo disse:

    Kkkk PTralhas , eles não gostam de trabalho, eu tinha certeza que a GD FÁTIMA está defendendo esse povo ganhar sem trabalhar, VERGONHA

  8. Ricardo disse:

    Antes da Pandemia do Covid 19 os Professores das esolas do Estado ja estavam em GREVE por TEMPO INDETERMINADO, 1 ano Recebendo dinheiro do Contribuinte se Trabalhar,é otimooooooooooooooooooooooo…….

  9. Faça o bem disse:

    ESTÃO CERTOS, TEMOS QUE PRESERVAR A VIDA DE MAIS DE UM MILHÃO E MEIO DE PESSOAS ENVOLVIDAS ENTRE ALUNOS, PROFESSORES, PESSOAL DA LIMPEZA, ETC. TEMOS QUE PRESERVAR O MAIOR PATRIMÔNIO DO SER HUMANO QUE É A VIDA.

    • Brasil disse:

      Kkkk supermercados lotados , praias lotadas, alecrim saindo gente pelo ladrao …mas escola não pode 🤦🏼‍♂️Não querem trabalhar

  10. Antonio Turci disse:

    Claro que não querem voltar. Vardiar com dinheiro no bolso todo fim de mês é muito cômodo. Imensa falta de respeito com os alunos, seus pais e com o público contribuinte, que é quem paga os salários. Não quero generalizar. Nas, tenho certeza que não tem mais professor como antigamente. Eram pessoas realmente vocacionadas. Hoje só qurem saber de "direitos" e "necas de pitibiriba" com as obrigações.

    • M.D.R. disse:

      Ñ tenha dúvida, o caminho será greve geral em virtude do VÍRUS é letal e invisível , além de tudo ñ é apropriado para aglomeração.

    • Edilson disse:

      Só voltaremos vacinado e ponto final

COMENTE AQUI