Saúde

SP afirma que toda a população adulta será vacinada contra Covid-19 até o final de outubro; veja calendário

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que a vacinação contra a Covid-19 de todas as pessoas com mais de 18 anos no estado deve ser concluída até o final de outubro deste ano. A promessa foi feita em uma postagem nas redes sociais nesta quarta-feira (2).

“Vamos vacinar toda a população adulta do estado de São Paulo até 31 de outubro deste ano”, disse Doria.
Em coletiva de imprensa, Doria reforçou a promessa e disse que toda a população adulta do estado estará vacinada até o dia 31 de outubro.

“São Paulo vai concluir toda a vacinação da sua população até o dia 31 de outubro – toda a população vacinável do estado de são Paulo será vacinada até 31 de outubro. A população com mais de 18 anos estará plenamente imunizada até esta data”, disse o governador.

Na coletiva desta quarta, o governo divulgou, pela primeira vez, datas de vacinação de pessoas sem comorbidade com menos de 54 anos. Veja as datas:

1 a 20 de julho – 55 a 59 anos

2 a 16 de agosto – 50 a 54 anos

17 a 31 de agosto – 45 a 49 anos

1 a 10 de setembro – 40 a 44 anos

11 a 20 de setembro – 35 a 39 anos

21 a 30 de setembro – 30 a 34 anos

1 a 10 de outubro – 25 a 29 anos

11 a 31 de outubro – 18 a 24 anos

Mudança nas previsões

A previsão divulgada pelo governador nesta quarta é diferente da anunciada por ele próprio dois dias atrás. Na segunda-feira (31), em coletiva no Instituto Butantan, o governador havia prometido que a vacinação seria encerrada até dezembro.

No mesmo dia, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, discordou da previsão do governador e declarou que “é muito otimista chegar à vacinação de toda a população adulta até o fim deste ano”.

No seminário Webinário Direitos Já!: Desafios para uma Articulação Nacional no Enfrentamento à Pandemia, ele disse que “a julgar pelo ritmo, isso não vai acontecer nessa velocidade em que está previsto e, possivelmente, nós vamos conseguir terminar a vacinação de 50 a 60 milhões, que é o que está previsto aí nessa fase inicial do PNI, na minha previsão, no final de setembro a início de outubro”.

“Antes disso não teremos essa possibilidade”, afirmou o diretor do Butantan.

Dimas destacou ainda que “o ritmo de vacinação nunca foi suficiente, em nenhum momento, para justificar uma aceleração muito grande da vacinação, mesmo tendo disponibilidade de vacinas”.

A previsão de vacinar toda a população do estado até outubro é diferente da estimada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em evento na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Na segunda, ele declarou que “até o final do ano teremos a nossa população imunizada”.

Em reunião virtual com a Organização Mundial da Saúde (OMS) no fim de abril, o ministro disse ser “possível garantir” que toda a população brasileira será vacinada até o fim de 2021.

Com G1

Opinião dos leitores

  1. Saudades do especialista em logística Pezadello que afirmou que a vacinação iria começar no dia D na hora H (????)… Será que ele pensou que vacinar seria uma missão secreta? KKKKKKK

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

São Gonçalo foi o 4º maior gerador de empregos do RN em outubro

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte (Sebrae-RN), São Gonçalo do Amarante/RN gerou 168 novos postos de empregos durante o mês de outubro, colaborando com o reaquecimento do mercado de trabalho formal. O número colocou o município como o quarto maior em geração de empregos no estado.

Segundo o levantamento do Sebrae, os pequenos negócios foram os principais responsáveis pelos números positivos. Os setores de serviços e comércio se destacaram na geração das novas vagas. Em São Gonçalo, destaque para as políticas de atração de empresas, formalização de microempreendedores e microcréditos desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdet).

A Semdet faz auxilia os microempreendedores com linhas de crédito, junto aos bancos AGN, BNB, Santander e Banco do Brasil, e com o Espaço do Empreendedor oferecendo serviços gratuitos que vão desde a orientação, formalização, capacitação empresarial, assessoria e consultoria.

Os dados sobre o mercado de trabalho formal no estado fazem parte do ‘Mapa do Emprego do Rio Grande do Norte’, um levantamento feito pelo Sebrae no Rio Grande do Norte, com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia.

Fonte: Sabrae/RN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

“Nunca o Brasil criou tantos empregos. Parabéns às empresas, aos trabalhadores e vamos em frente”, celebra Guedes, sobre recorde e retomada

Foto: Adriano Machado/ REUTERS

O ministro da Economia Paulo Guedes comentou a respeito da criação de 394.989 vagas com carteira assinada em outubro, divulgado nesta quinta-feira (26), pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

Para o ministro, a notícia é “extraordinária”. “Nunca o Brasil criou tantos empregos. Parabéns às empresas, aos trabalhadores e vamos em frente. Continuar protegendo a saúde e fazendo o retorno seguro ao trabalho”, afirmou.

Segundo Guedes, o resultado mostra a retomada da economia brasileira em V, como gosta de dizer o ministro, em um ritmo acelerado. “Esse mês de outubro foi o mês em que geramos mais empregos na série histórica do Caged. Desde 1992, o Brasil não criava tantos empregos em um mês. Tivemos quase 400 mil empregos”, ressaltou.

Bruno Bianco, secretário especial de Previdência e Trabalho, disse que o governo fez a lição de casa no pré-pandemia, ao aprovar “em conjunto com o Congresso nacional e sob a orientação do presidente e nosso ministro, reformas fundamentais para o Brasil”.

“Nós fizemos uma reforma da previdência histórica, que acabou com privilégios e fez a maior reforma da história do Brasil, se não do mundo. Uma economia de quase R$ 1,2 trilhão com as quatro medidas que aprovamos. Tudo isso nos deu fôlego e nos propiciou passar por essa pandemia de uma maneira melhor”, afirmou Bianco.

A pandemia do novo coronavírus também foi citada por Guedes, como 2020 sendo um ano que afetou “tragicamente as família brasileiras, derrubou os empregos, atingiu familiarmente e pessoalmente todos nós”. No entanto, o ministro reitera a “resiliência” do governo ao saber fazer o distanciamento social, ao mesmo tempo que não deixou a economia de lado.

“Nessa recessão, que nos jogou no fundo do poço, nós não perdemos o rumo. Soubemos manter a economia girando para proteger os nossos empregos e as nossas empresas e estamos gerando emprego em alta velocidade. Podemos terminar o ano tendo perdido zero empregos no mercado formal. Zero”, exaltou Guedes.

“Se terminamos o ano, como é bastante possível, com zero perda de empregos no mercado formal, terá sido um ano histórico”, completou.

R7

Opinião dos leitores

  1. Kkkkk . Aqui ? Acolá ? Adonde ? Pelas caridades . Inicialmente Mummmmmmm, para não perder o costume . Depois Mummmm novamente . Eita que o gado ? véio está com soluço ! Será que o gado que MAMADEILA DE PILOCA ? Quer ? CHEGA NETANIAS , LIGEIRO CRIATURA . Trás logo meu caldo de cabeça de CANGULO . CALIGULA ! Quem era ara aquele rapaz musculoso cheio de tatuagem ? Outro sobrinho neném ?

    1. Se milhões perderam o emprego antes da pandemia é obvio que quando retorna as vagas reabrirão, ainda mais final do ano.
      Só acredita nessa conversinha a boiada.

    2. O saldo anual negativo tá em 170 mil;.
      Novembro deve virar.
      Dezembro, tipicamente cai muito.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

País registra criação de 394,9 mil vagas de emprego em outubro, resultado recorde desde 1992

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Pelo quarto mês consecutivo, o saldo de geração de empregos ficou positivo. Foram criadas 394.989 vagas com carteira assinada em outubro, resultado de 1.548.628 admissões e de 1.153.639 desligamentos. O resultado recorde na série histórica iniciada em 1992 está no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (26) pelo Ministério da Economia.

O estoque, que é a quantidade total de vínculos ativos, em outubro chegou a 38.638.484, variação de 1,03% em relação ao mês anterior. No acumulado do ano, o saldo é negativo em 171.139, decorrentes de 12.231.462 admissões e de 12.402.601 desligamentos.

Dos cinco grandes grupamentos de atividades econômicas, quatro tiveram saldo positivo no emprego em outubro. O principal foi o setor de serviços, que abriu 156.766 novas vagas. No comércio foram criados 115.647 postos; na indústria, 86.426; na construção, 36.296.

Desempenho regional

O mês foi positivo nas cinco regiões do país: no Sudeste, o saldo ficou em 186.884 postos; no Sul, resultado de 92.932; no Nordeste, foram criados 69.519 empregos formais; no Centro-Oeste, 25.024; e no Norte, 20.658 vagas.

Também houve saldo positivo em todas as unidades federativas, com destaque para São Paulo (119.261 novas vagas), Minas Gerais (42.124) e Paraná (33.008). Em termos relativos, os estados com maior variação em relação ao estoque do mês anterior foram Santa Catarina, Ceará e Amazonas.

Trabalho intermitente e regime parcial

Em outubro, houve saldo positivo de 10.611 empregos na modalidade trabalho intermitente, resultado de 19.927 admissões e 9.316 desligamentos (278 trabalhadores assinaram mais de um contrato desse tipo). As novas contratações ocorreram principalmente no setor de serviços, que teve saldo de 5.692 postos, seguido de construção (1.895 postos), indústria (1,6 mil), comércio (1.056) e agropecuária (368).

Nos contratos de regime de tempo parcial, o saldo foi de 1.328 empregos, consequência de 14.742 admissões e 13.414 desligamentos (46 empregados celebraram mais de um contrato nessa modalidade). As vagas foram abertas principalmente no comércio (638 postos) e nos serviços (614). A indústria gerou 217 novos postos e a agropecuária, 21.

Acordos

Houve ainda 15.331 desligamentos mediante acordo entre empregador e empregado em outubro, envolvendo 10.043 estabelecimentos (38 empregados realizaram mais de um desligamento). Nos dados por atividade econômica, esses acordos distribuíram-se por serviços (7.262), comércio (3.409), indústria (2.736), construção (1.420) e agropecuária (504).

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. A flexibilização das medidas de isolamento social fez com que mais pessoas passassem a procurar emprego no Brasil. Com isso, a taxa de desemprego subiu para 14,4%, no trimestre encerrado em agosto, a maior taxa da série histórica, iniciada em 2012. No total o país tem 13,8 milhões de pessoas na fila do desemprego.
    Só isso.

  2. Hô Véio Bom, numa crise dessa e o presidente da um show de administração.
    Esse homem é arroxado, esse homem merece ser chamado de Mito.
    O Mito disparou, disparou o melhor presidente do Brasil.

    1. Tem gente que vai ficar pistola com esses números.
      Os inimigos do Brasil.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Arrecadação de outubro no Estado chega a R$ 551 milhões e registra aumento de 10%

Foto: Divulgação

As vendas e demais operações realizadas pelas empresas do Rio Grande do Norte atingiram, em outubro, um volume médio diário da ordem de R$ 340,5 milhões. Esse bom desempenho dos setores econômicos, que foi o melhor do ano até o momento, associado à intensificação das fiscalizações, fez o recolhimento de impostos no estado crescer 10% no mês em comparação com outubro do ano passado. Foram arrecadados R$ 551 milhões, contra R$ 501 milhões recolhidos no mesmo período de 2019. Esse é o terceiro mês consecutivo que o Rio Grande do Norte registra aumento de arrecadação e coincide com retomada das atividades econômicas em julho, tendo reflexos nos meses subsequentes.

A alta foi influenciada principalmente pelo aumento na arrecadação do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS). Esse é o principal imposto que compõe, juntamente com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCD), as receitas próprias do RN. O ICMS teve um crescimento de 11% em outubro comparando com o mesmo mês de 2019. Foram recolhidos R$ 521 milhões somente deste tributo no mês passado.

Os dados são da 13ª edição do Boletim de Atividade Econômica, produzido mensalmente pela Secretaria Estadual de Tributação (SET-RN). O informativo com os dados da arrecadação foi divulgado nesta quarta-feira (11) e a edição completa pode ser conferida no site www.set.rn.gov.br/.

As atividades que mais contribuíram para o crescimento na arrecadação de ICMS no mês foram o comércio varejista, de onde foram recolhidos R$ 113 milhões, o segmento de combustíveis (R$ 104 milhões) e o atacado, que recolheu R$ 103 milhões. Já da indústria o total arrecadado foi de R$ 72 milhões. Tanto o varejo quanto o atacado tiveram desempenhos superiores aos verificados em igual intervalo de 2019.

Estimativas para novembro

O boletim também aponta um aquecimento das operações comerciais no estado, que tiveram uma queda abrupta entre os meses de fevereiro e abril, e recuperam a curva ascendente a partir de maio, chegando a outubro com volume médio de 989 mil operações por dia. Quantitativo que praticamente se equipara ao patamar de vendas efetuadas diariamente em outubro do ano passado: 998 mil operações por dia.

Além dos aspectos econômicos, contribuiu para esse crescimento a intensificação das atividades de fiscalização realizadas pela SET-RN, com destaque para as operações de fiscalização de mercadorias em trânsito, tanto nas rodovias, quanto no aeroporto, transportadoras e correios, bem como, realização de atividades de monitoramento dos contribuintes, criação de novas malhas fiscais, acompanhamento das atividades das empresas por meio de visitas de itinerância fiscal e regimes especiais de fiscalização e controle, dentre outras medidas.

Na avaliação do secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, a previsão é que a arrecadação de novembro se mantenha nesse ritmo de crescimento, já que os indicadores de movimentação econômica do mês corrente têm forte influência do mês anterior. “Esperamos que essa alta também ocorra em novembro. Projetamos um aumento do volume arrecadado em torno de 10% a 11%”.

Opinião dos leitores

  1. MITO 2022.
    Se não fosse o véi Bolsonaro, o RN estava ultra lascado.
    O véi tem coragem e fala, não se esconde.
    O Brasil fez mais do que todo o mundo na PANDEMIA.
    Bolsonaro pra sempre.
    O resto é engôdo.
    Acredite se quiser.

  2. Graças ao Véio Bolsonaro, Hô Véi bom, Hô véi arroxado, Hô véi querido, Hô véi lindo, Hô véi cheiroso.
    Mito 2022

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Brasil tem saldo de mais de 231 mil empresas abertas em outubro

Foto: © Marcello Casal JrAgência Brasil

O Brasil teve saldo positivo de 231.253 novos negócio no mês de outubro, quando foram abertas 320.559 empresas e 89.306 foram fechadas. Os dados são do Mapa de Empresas, ferramenta digital do Ministério da Economia para acompanhamento dos registro empresariais no país

De acordo com a pasta, entre as unidades da federação com maior aumento percentual em relação ao registro de novas empresas, o Amapá foi o que mais cresceu. Em outubro, foram abertos 755 novos empreendimentos no estado, 15,62% de crescimento se comparado com setembro. Destacam-se, também, Mato Grosso (5,13%) e Rondônia (3,71%).

“Por outro lado, Tocantins registrou a maior variação em relação ao número de empresas fechadas. Em outubro, 601 negócios foram finalizados no estado, o que representa um aumento de 19,48% em relação ao mês anterior”, informou o Ministério da Economia.

A atividade econômica com maior crescimento em outubro foi o comércio varejista de bebidas, que teve aumento de 4,81% no registro de novos negócios, na comparação com o mês anterior. Transporte rodoviários de cargas cresceu 4,77% e promoção de vendas, 3,26%.

Para o Ministério da Economia, os números são mais uma evidência da retomada da atividade econômica, após os efeitos causados pela pandemia do novo coronavírus, e do impacto das medidas de simplificação e melhoria do ambiente de negócios, bem como de transformação digital, implementados pelo governo.

No mês de outubro, para abrir uma empresa, o empreendedor levou, em média, 2 dias e 17 horas. O tempo é 4 horas menor que o registrado em setembro. A medição registrada no mês de outubro é a menor para a série histórica do Mapa de Empresas, que possui dados desde janeiro de 2020.

Goiás segue na liderança como a unidade da federação mais rápida no processo de abertura de empresas no Brasil. No estado, leva-se, em média, 1 dia e 2 horas para registrar um novo negócio. A Bahia é o estado onde o empreendedor leva mais tempo para iniciar sua empresa: 6 dias e 6 horas.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Produção de veículos aumenta 7,4% em outubro, diz Anfavea

Foto: © REUTERS/Washington Alves/Direitos Reservados

A produção de veículos cresceu 7,4% em outubro ao atingir 236.468 unidades ante as 220.162 produzidas em setembro. Na comparação com outubro do ano passado houve queda de 18% e no acumulado do ano o recuo foi de 38,5%. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira(06) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Segundo o balanço mensal da entidade as vendas fecharam o mês com 215.044 unidades licenciadas, o que corresponde a uma elevação de 3,5% sobre o mês anterior e uma retração de 15,1% sobre outubro do ano passado. A queda acumulada no ano chega a 30,4%, em linha com os -31% previstos pela Anfavea.

Os dados mostram ainda que as exportações cresceram 14,3% sobre o setembro, com a comercialização de 34.882 veículos. Na comparação com outubro de 2019 o aumento foi 16,4%. Já no acumulado de 2020 houve queda de 34,2% nas vendas para o mercado externo.

“Os resultados de outubro revelam os esforços da indústria para atender ao crescimento da demanda em alguns segmentos do mercado. Temos muitos desafios para atingir uma recuperação mais vigorosa, como os novos protocolos das fábricas, a dificuldade de planejar o médio prazo, a alta dos custos e, recentemente, a falta de alguns insumos”, disse o ressaltou o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Taxa de ocupação de leitos para covid no RN é de 41,4% nesta sexta-feira; Oeste segue com o índice mais alto

(Foto: Reprodução/Regula RN)

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta sexta-feira (30). Quanto à taxa de ocupação geral das unidades de saúde, os números no fim da manhã mostram 41,4%. Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 166.

Segundo a Sesap, o Seridó registra 33,3% dos leitos ocupados, seguido da Região Metropolitana(31,5%); A região Oeste tem (65,6%) – em destaque como o índice mais alto.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Taxa de transmissibilidade no RN para covid é de 0,48; municípios em “zona de perigo” são 53

Foto: Reprodução/LAIS/UFRN

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quinta-feira (29). O índice que indica o potencial de transmissão da covid 19, a Rt, está em 0,48 no estado como um todo.

No Estado, 50 municípios se encontram em zona de risco, enquanto outros 53 estão em zona de perigo. Os dados são do Laboratório de Inovação Tecnológica (LAIS) da UFRN no fim da manhã. VALE DESTACAR que essa taxa tem grande variação ao decorrer do dia, e pode ser conferida a situação em tempo real conforme link no fim do post.

A Taxa de Transmissibilidade, ou Taxa Rt para ser mais simples, é um dos indicadores utilizados para medir a evolução de uma doença endêmica. De forma simples, essa taxa indica quantas pessoas podem ser infectadas a partir de uma pessoa já doente.

Para exemplificar suponha o Rt = 2, isso significa dizer que, estatisticamente falando, uma pessoa doente contaminará duas saudáveis. O ideal então é que esta taxa se mantenha o mais próximo possível de zero. A partir do momento que ela se mantém constantemente abaixo do valor 1, significa dizer que a doença está em um estado “controlado”.

Veja situação de municípios acessando AQUI

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

SINE-RN tem 167 vagas de empregos nesta quinta-feira para Natal, Região Metropolitana e São José do Mipibu

Foto: Ilustrativa

A Subsecretaria do Trabalho da Sethas-RN, através do SINE-RN, oferece nesta quinta-feira(29) 167 vagas de emprego para Natal e Região Metropolitana e São José do Mipibu.

Para concorrer as vagas, o(a) candidato(a) deve se cadastrar via Internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, através do endereço empregabrasil.mte.gov.br ou nos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS.

Neste momento, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Sine-RN está com atendimento presencial realizado mediante agendamento.

Em Natal, os telefones para agendamento da unidade matriz, em Candelária, são: (84) 3190-0783, 3190-0788, 98106-6367 e 98107-4226.

Os agendamentos e atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h.

VEJA AS OFERTAS DE VAGAS DE EMPREGO POR OCUPAÇÃO:

AUXILIAR DE COZINHA 15

ATENDENTE DE MESA 15

ATENDENTE DE LOJAS 67

AUDITOR INTERNO (CONTADORES E AFINS) 10

CABELEIREIRO 03

CHURRASQUEIRO 01

ELETRICISTA BOBINADOR 01

GERENTE DE DEPÓSITO 06

MANICURE 08

MECÂNICO DE AUTO EM GERAL 01

MECÂNICO DE MÁQUINAS PESADAS (MANUTENÇÃO) 01

OPERADOR DE CAIXA 32

OPERADOR DE EMPILHADEIRA 01

PASTELEIRO 01

PEDREIRO DE REFORMA GERAL 01

RECEPCIONISTA DE HOTEL 02

SALADEIRO 01

TOSADOR DE ANIMAIS DOMÉSTICOS 01

Opinião dos leitores

  1. Olhe aí boi chifrudo tungão.
    Vamos se interessar uma vaga aí ó.
    Deixa a preguiça de lado e vamos produzir alguma coisa.
    A tua boquinha uma hora vai pro brejo viu??

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Taxa de ocupação de leitos para covid no RN é de 43,7% nesta quinta; Oeste tem o índice mais alto

(Foto: Reprodução/Regula RN)

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quinta-feira (29). Quanto à taxa de ocupação geral das unidades de saúde, os números no fim da manhã mostram 43,7%. Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 172.

Segundo a Sesap, o Seridó registra 29,2% dos leitos ocupados, seguido da Região Metropolitana(33,8%); A região Oeste tem (70,5%), índice mais alto.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Barragem Armando Ribeiro Gonçalves acumula mais de 58% de volume; reservas hídricas estaduais chegam ao final de outubro com 49% da sua capacidade

Foto: ASCOM/IGARN

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nessa quarta-feira (28), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN somam no final de outubro 2.160.214.923 m³, equivalentes a 49,36% da capacidade total do Estado que é de 4.376.444.842 m³.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório estadual, acumula 1.379.580.327 m³, correspondentes a 58,13% da capacidade total do manancial que é de 2,37 bilhões de metros cúbicos.

Segundo maior manancial do Estado, a barragem Santa Cruz do Apodi represa 187.440.780 m³, equivalentes a 31,26% da sua capacidade total que é de 599.712.000 m³.

Localizada em Upanema, e terceira maior barragem do Estado, Umari acumula 234.891.580 m³, em termos percentuais 80,22% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³.

A Barragem de Pau dos Ferros acumula 15.206.576 m³, o equivalente a 27,73% do seu volume total que é de 54.846.000 m³.

O açude Bonito II, localizado em São Miguel, acumula 2.246.700 m³, o que em termos percentuais corresponde a 20,68% da capacidade total do reservatório que é de 10.865.000 m³.

Já o açude Itans, localizado em Caicó, entrou no chamado nível de alerta, quando o volume do reservatório fica inferior a 10% da capacidade total. O Itans está com 7.525.955 m³, que correspondem a 9,92% da capacidade total do manancial que é de 75.839.349 m³.

Em contrapartida, Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, continua como o único reservatório com volume ainda em torno de 90%. O Apanha Peixe acumula 9.066.667 m³, que equivalem a 90,67% da sua capacidade total que é de 10 milhões de metros cúbicos.

O Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, represa 11.657.393 m³, correspondentes a 26,24% da sua capacidade total, que é de 44.421.480 m³.

Os mananciais com volumes na faixa dos 80% das suas capacidades, além de Umari, são: Santana, localizado em Rafael Fernandes, com 82% e Mendubim, localizado em Assu, com 86,78%.

Os açudes com volumes na faixa de 70% são: Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes, com 76,92%; Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz, com 79,68%; Rodeador, localizado em Umarizal, com 72,57%; Morcego, localizado em Campo Grande, com 72,28%; Encanto, localizado em Encanto, com 79,72%; Beldroega, localizado em Paraú, com 71,06% e Pataxó, localizado em Ipanguaçu, com 71,07%.

Os reservatórios monitorados pelo Igarn com volumes inferiores a 10% e, portanto, considerados em nível de alerta, com a adição do Itans agora são três: Flechas, localizado em José da Penha, com 7,73%; Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 1,42%, o Itans, localizado em Caicó, com os 9,92% e Passagem das Traíras, que continuam passando por obras em sua estrutura e acumula apenas 0,3% da sua capacidade.

Os secos continuam sendo apenas dois: Inharé, localizado em Santa Cruz e Trairi, localizado em Tangará.

Situação das lagoas

A Lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, voltou ao seu volume total que é de 11.019.525 m³, após as recentes chuvas.

A Lagoa do Boqueirão, localizada em Touros, também teve um pequeno aumento de volume e acumula 9.876.395 m³, passando de 88,2%, na última semana, para 89,18% do seu volume total que é de 11.074.800 m³.

A Lagoa do Bonfim, localizada em Nísia Floresta, também ganhou pequeno volume e está com 44.819.084 m³, correspondentes a 53,19% da sua capacidade total de acumulação que é de 84.268.200 m³. Na última semana estava com 53,12%.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Última parcela de pagamento de outubro dos servidores do Estado será depositada neste sábado

FOTO: ASSECOM/RN

Após o Governo do RN adiantar a maior parte da folha salarial de outubro no último dia 15, a segunda e última parcela será depositada neste sábado (31), ao longo do dia. Será injetado na economia potiguar mais de R$ 175 milhões de um total de quase R$ 460 milhões da folha deste mês.

Esta segunda parcela será direcionada aos servidores lotados em pastas com recursos próprios, que receberão seus salários integrais pagos dentro do mês trabalhado.

O funcionalismo que recebe acima de R$ 4 mil (valor bruto) terá os 70% restantes do salário depositado. Os 30% iniciais foram adiantados no último dia 15, assim como o salário integral de quem recebe abaixo desse valor e toda a categoria da Segurança Pública.

Opinião dos leitores

  1. Acho que o gado estão com a febre aftosa…… só pode , eles torce pra Fátima não conseguir pagar os salários …..vão ser otário assim lá casa de chapéu, tem que agradecer está recebendo pois o RN vem afundado desde Rosalba ……a atual governadora pegou uma bomba , ela está fazendo uma bela administração……aí fica esse gado querendo falar merda .

  2. Quando acabar a grana do Governo Federal e as economias com água, energia e refeições que o governo do estado está fazendo com órgãos fechados, quero vê, essa Desgovernadora Fátima cumprir com pagamentos em dias .

    1. Deixa de ser pateta…O governo federal sempre mando dinheiro pra essa província..talvez o pagamento esteja em dia porque as verbas estão sendo usadas devidamente no seu destino…saiba elogiar o correto é deixar esse Xororó pra sí…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

SINE-RN tem 197 vagas de empregos nesta quarta-feira para Natal e Região Metropolitana, João Câmara e São José do Mipibu

A Subsecretaria do Trabalho da Sethas-RN, através do SINE-RN, oferece nesta quarta-feira(28) 197 vagas de emprego para Natal e Região Metropolitana, João Câmara e São José do Mipibu.

Para concorrer às vagas, o(a) candidato(a) deve se cadastrar via Internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, através do endereço empregabrasil.mte.gov.br ou nos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS.

Neste momento, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Sine-RN está com atendimento presencial realizado mediante agendamento.

Em Natal, os telefones para agendamento da unidade matriz, em Candelária, são: (84) 3190-0783, 3190-0788, 98106-6367 e 98107-4226.

Os agendamentos e atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h.

VEJA AS OFERTAS DE VAGAS DE EMPREGO POR OCUPAÇÃO:

AUXILIAR DE COZINHA 31

ATENDENTE DE MESA 30

ATENDENTE DE LOJAS 67

AUDITOR INTERNO (CONTADORES E AFINS) 10

AUXILIAR DE MECÂNICO DE AUTOS 01

CABELEIREIRO 03

CHURRASQUEIRO 01

GERENTE DE DEPÓSITO 06

MANICURE 08

MECÂNICO DE AUTO EM GERAL 01

MECÂNICO DE MÁQUINAS PESADAS (MANUTENÇÃO) 01

OPERADOR DE CAIXA 32

OPERADOR DE EMPILHADEIRA 01

PASTELEIRO 01

RECEPCIONISTA DE HOTEL 02

SALADEIRO 01

TOSADOR DE ANIMAIS DOMÉSTICOS 01

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra taxa de ocupação de leitos para covid de 36%; Alto Oeste tem situação mais alarmante

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quarta-feira (28). Quanto à taxa de ocupação geral das unidades de saúde, os números no fim da manhã mostram 36%.

Segundo a Sesap, o Seridó registra 23% dos leitos ocupados, seguido da Região Metropolitana(29%); Trairi/Potengi(50%); Oeste com 50% e Alto Oeste(88%), com oito dos nove leitos disponíveis ocupados.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra 604 novos casos de covid e 01 óbito nas últimas 24 horas

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quarta-feira (28). Os casos confirmados somam 80.671. São 604 a mais em comparação com o boletim dessa terça-feira(27), quando eram 80.067.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.569 no total. Um óbito nas últimas 24 horas, e outros 4 após resultados de exames laboratoriais de dias anteriores.

Em investigação estão 360 mortes.

Casos suspeitos somam 32.453 e descartados (189.712). Recuperados são 43.148.

Opinião dos leitores

  1. E A VACINA O PRESIDENTE DIZ UMA HORA QUE É PRA TODO MUNDO TOMAR E DEPOIS VOLTA ATRÁS E DIZ QUE

  2. Misericórdia!!! Esse número de óbitos em investigação nunca diminuem. Que Deus tenha misericórdia!!!

  3. Números de mortes de pessoas que foram contaminadas pelo vírus Chinês tá DIMINUINDO todos os dias.

    1. Ontem foram 156 ou 158 e hj subiu para 604 casos confirmados ?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *