Sindicato dos Professores é contra retomada das aulas na Rede Estadual em outubro e ameaça convocar greve

Foto: Reprodução

O o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte(SINTE/RN) é contrário a retomada das aulas presenciais na Rede Estadual, cogitado para 05 de outubro, conforme anunciado pelo secretário Getúlio Marques nessa quinta-feira (03). Por isso, cogita a possibilidade de chamar uma greve.

“Para o Sindicato, voltar agora é pôr em risco professores, funcionários, estudantes e pais. A pandemia da Covid-19 não acabou, embora os números de casos, mortes e ocupação de leitos aparentemente tenham diminuído. É possível, no trajeto, levar o vírus para a escola ou trazer para casa. Como se sabe, não há remédios que combatam com eficácia a doença, tampouco existem vacinas que previnam”, diz a nota.

O Sinte-RN ainda apresenta outras justificativas:

“Além disso, a maioria das escolas públicas do Rio Grande do Norte não têm condições de receber a comunidade escolar neste momento atípico. Como praxe, há problemas estruturais, faltam materiais e até mesmo professores nos quadros e o número de funcionários é insuficiente.

No entanto, o SINTE não é contra planejar a futura retomada. É necessário preparar os espaços para o pós-pandemia. Porém, isso precisa ser feito com cautela, observando a nossa realidade.

A coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, afirma que, sem garantias de segurança nas escolas, a entidade vai chamar greve: “Do jeito que as escolas estão, há riscos. Por isso, não vamos aceitar isso (a retomada em outubro)”.

EM REUNIÃO DO COMITÊ EDUCACIONAL, GOVERNO DIZ QUE VOLTA EM 05 DE OUTUBRO NÃO ESTÁ GARANTIDA

O Governo disse, em reunião virtual do Comitê Educacional na tarde desta quinta-feira (03), que a volta às aulas na Rede Estadual em 05 de outubro não está garantida. O SINTE/RN participou do diálogo.

De acordo com o secretário Getúlio Marques, um novo decreto será publicado no Diário Oficial nos próximos dias, renovando a suspensão das aulas até 04 de outubro. O retorno segue incerto. O Executivo diz que só vai reabrir as escolas que passarem por uma preparação e após o Comitê Científico reavaliar a situação da pandemia no RN.

Fátima lembra que é preciso criar um protocolo de saúde que garanta a segurança da comunidade escolar. As escolas precisam, além de dispor de máscaras, álcool em gel e garantir o distanciamento entre as pessoas, oferecer uma infraestrutura adequada e ventilação correta, entre outras coisas. Quem vai cuidar disso, segundo o Executivo, são as secretarias municipais de educação e a Secretaria Estadual de Educação.

 

As informações são do Sinte-RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Azevedo disse:

    Esses sindicalistas pé de chinelo que vivem vagabundando sem trabalhar e vivendo as custas dos verdadeiros trabalhadores são verdadeiros parasitas, por eles as aulas só voltarão daqui a nunca mais. Parasitas sindicalistas, vão trabalhar, pois os alunos precisam se educar para Serem trabalhadores e não virarem parasitas iguais a vocês.

  2. Ivan disse:

    Muitos, e o próprio dono do blog só sabem apontar o dedo e denegrir determinadas categorias, convido a vocês a virem a uma escola do interior, tipo a Natália Fonseca em Bom Jesus, onde em espaço pequeno de salas de aulas comportam de 25 até 35 alunos, com apenas 02 banheiros (individual) para esses mesmos alunos, não sou professor mais acho injusta a taxação que se usam para os mesmos, é uma categoria igual a tantas outras, onde se encontra bons e maus profissionais.

  3. Natal disse:

    Tem o salário garantido mesmo sem trabalhar, como vão querer o retorno, estão achando ótimo ficarem em casa.

  4. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Agora deu, só professor não pode trabalhar e os demais profissionais são imunes ao virus chinês? Motorista de ônibus é imortal? Estão trabalhando desde sempre, conduzindo veículos superlotados. Ontem vi na Roberto Freire todos os ônibus superlotados. Aí só professor tem filhos esperando casa! Muita cara de pau dessa categoria. Vagabundagem da porra.

  5. AZ disse:

    Os professores tem meu respeito e muitos querem trabalhar agora sindicato é sinônimo de vagabundagem

  6. Matheus disse:

    Esses aí só querem um cabimento e já começam a falar em greve kkkkk

  7. Absurdo disse:

    Kkkk PTralhas , eles não gostam de trabalho, eu tinha certeza que a GD FÁTIMA está defendendo esse povo ganhar sem trabalhar, VERGONHA

  8. Ricardo disse:

    Antes da Pandemia do Covid 19 os Professores das esolas do Estado ja estavam em GREVE por TEMPO INDETERMINADO, 1 ano Recebendo dinheiro do Contribuinte se Trabalhar,é otimooooooooooooooooooooooo…….

  9. Faça o bem disse:

    ESTÃO CERTOS, TEMOS QUE PRESERVAR A VIDA DE MAIS DE UM MILHÃO E MEIO DE PESSOAS ENVOLVIDAS ENTRE ALUNOS, PROFESSORES, PESSOAL DA LIMPEZA, ETC. TEMOS QUE PRESERVAR O MAIOR PATRIMÔNIO DO SER HUMANO QUE É A VIDA.

    • Brasil disse:

      Kkkk supermercados lotados , praias lotadas, alecrim saindo gente pelo ladrao …mas escola não pode 🤦🏼‍♂️Não querem trabalhar

  10. Antonio Turci disse:

    Claro que não querem voltar. Vardiar com dinheiro no bolso todo fim de mês é muito cômodo. Imensa falta de respeito com os alunos, seus pais e com o público contribuinte, que é quem paga os salários. Não quero generalizar. Nas, tenho certeza que não tem mais professor como antigamente. Eram pessoas realmente vocacionadas. Hoje só qurem saber de "direitos" e "necas de pitibiriba" com as obrigações.

    • M.D.R. disse:

      Ñ tenha dúvida, o caminho será greve geral em virtude do VÍRUS é letal e invisível , além de tudo ñ é apropriado para aglomeração.

    • Edilson disse:

      Só voltaremos vacinado e ponto final

Cientista da OMS diz que órgãos reguladores poderão acelerar a aprovação de vacinas contra a Covid-19 após resultados de testes

Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Illustration/File Photo

Órgãos reguladores de países ou regiões vão provavelmente concentrar esforços em torno de potenciais vacinas contra a Covid-19 para acelerar a aprovação, uma vez que as imunizações se tornarem disponíveis, disse a cientista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan, nesta sexta-feira (24).

Ao responder perguntas vindas de uma plataforma em rede social, Swaminathan também disse que os testes sobre a eficácia e segurança das vacinas – um processo que geralmente leva anos – poderão ser acelerado para somente seis meses em meio à pandemia, caso os dados tenham informação suficiente para emitir registros.

Ainda assim, disse ela, a segurança será fundamental.

“Embora a velocidade seja importante, ela não pode acontecer ao custo da comprovação dos padrões de eficácia e segurança”, disse ela. “Não é o caso de que a primeira vacina será apressadamente injetada em milhões de pessoas sem estabelecer se realmente protege e se é suficientemente segura para uso em larga escala na população”, afirmou Swaminathan .

Segundo a OMS, há 166 potenciais vacinas contra Covid-19 em desenvolvimento, com 24 sendo testadas em humanos e algumas delas entrando no estágio avançado de estudos em milhares de pacientes.

Swaminathan citou as vacinas experimentais da Moderna, a que está sendo desenvolvida em parceria entre a Universidade de Oxford e a AstraZeneca, a da chinesa CanSino Biologics e um projeto de desenvolvimento de vacina na Rússia.

Para que reguladores aprovem uma vacina, os desenvolvedores terão de acompanhar os voluntários dos ensaios clínicos por meses e demonstrar que há poucas infecções entre as pessoas que receberem a vacina na comparação com aqueles que receberam um placebo.

“Gostaríamos de ver a maior taxa de proteção possível –entre 80% e 90%– isso seria fantástico”, disse ela.

Swaminathan alertou que somente um pequeno número de potenciais vacinas contra a Covid-19 deve passar por todos os estágios de testes e ser aprovado para uso.

“Temos um conjunto bastante robusto de candidatas a vacina, o que é excelente, porque normalmente a taxa de sucesso é de cerca de 10%”, afirmou.

Indagada se o mundo poderia superar a pandemia de coronavírus sem uma vacina, Swaminathan disse que buscar a “imunidade de rebanho” seria mortal.

Cerca de 60% de uma população precisa ser infectada para adquirir a imunidade de rebanho, disse ela, um patamar que faria com que muitas pessoas morressem da doença.

G1

 

Boninho cogita 2º BBB no ano: depende de Tiago Leifert e patrocinadores

Foto: (Reprodução/Globo)

Na manhã que sucedeu a final do “BBB” 20, Boninho publicou um vídeo de agradecimento ao público em suas redes sociais e deixou no ar a possibilidade da próxima edição do programa acontecer em setembro. Na postagem, o diretor disse aos fãs que pedissem a antecipação da data para os patrocinadores do reality e para o apresentador Tiago Leifert.

Durante a final, que sagrou Thelma campeã, Tiago chegou a responder uma provocação da direção sobre um nova edição programa em setembro enquanto anunciava a abertura das incrições para o “BBB” 21. No entanto, com bom humor, ele logo descartou a possibilidade e disse que via o público de novo em janeiro do ano que vem.

Patrícia Kogut – O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fernando Mendes disse:

    Pelo amor se Deus BBB Nãoooooooooo

  2. OSORIO SAMPAIO disse:

    QUAL CANAL, NUNCA OUVIR FALA, ASSISTIR QUEM QUÊ.

  3. Breno disse:

    Programa anticultural; escória da tv brasileira; lixo puro!

  4. Djalma disse:

    Meu Deus, é como duas corona…..

  5. Ojuara disse:

    Mais merda na cara dos que gostam.

  6. santa Cruz disse:

    O povo Brasileiro não suporta um programa de quinta categoria deste. Isso é desserviço a cultura do Brasil. Pobres povos de espirito limitado , que dá audiência a um programa lixo deste tipo.

  7. N.A. disse:

    Ninguém merece um programa merda desse 2 vezes ao ano.🤮🤮🤮🤮

Palmeiras cogita antecipar a promoção do potiguar Gabriel Veron ao elenco profissional

 Foto: Divulgação/Palmeiras

O final de ano reserva mais novidades na carreira de Gabriel Veron. Depois de ter sido eleito o melhor jogador da Copa do Mundo sub-17 e ter seu contrato com o Palmeiras renovado, o atacante de 17 anos está próximo de ser observado no elenco profissional.

A princípio, o garoto deveria ter as primeiras experiências com o time principal a partir da pré-temporada de 2020, mas sua promoção já neste ano começou a ser cogitada internamente e pode ocorrer a partir da próxima semana.

– Agora é fácil falar do Veron, o país inteiro fala do Veron. Seria muito cômodo aqui agora dar uma satisfação e ficar de bem com todo mundo. Não é assim que as coisas são conduzidas, mas certamente teremos jogadores da base no grupo principal no ano que vem, porque enxergo que essa é a ordem natural das coisas – disse o técnico Mano Menezes, no fim de semana.

Se a promoção de fato ocorrer na próxima semana, haverá ainda quatro jogos no Campeonato Brasileiro (contra Fluminense, Flamengo, Goiás e Cruzeiro) para que a promessa palmeirense possa ser ao menos relacionada.

Nome da vez nas divisões de base do Palmeiras, Gabriel Veron tem sido sondado por clubes do exterior, um dos motivos pelos quais, na última quinta-feira, ele teve seu vínculo estendido de outubro de 2021 a dezembro de 2024.

A assinatura ocorreu na Academia de Futebol, na presença do diretor de futebol profissional, Alexandre Mattos, e do presidente Maurício Galiotte, ao lado dos quais o atacante foi fotografado para anúncio do clube nas redes sociais.

Globo Esporte

PT quer candidatos youtubers e cogita adotar mandatos coletivos

PT: prioridades do novo presidente municipal são a ampliação do campo petista (Mario Tama / Equipe/Getty Images)

O PT de São Paulo vai usar a escolha dos 82 candidatos a vereador que disputarão a eleição municipal do ano que vem para tentar atrair setores da esquerda afastados do partido devido à estrutura burocrática que ocupa todos os espaços da legenda.

Na busca por mais jovens filiados e de ampliação do campo de influência, a legenda cogita aceitar até mandatos coletivos na eleição do ano que vem.

“O desafio é criar espaços para desburocratizar o partido e permitir às pessoas debater no PT”, disse o novo presidente do diretório municipal do PT de São Paulo, Laércio Ribeiro. “Temos que construir um campo e este campo não está nos partidos, está na sociedade civil, nos coletivos, núcleos, universidades. Se o PT não tiver essa compreensão de que a disputa está neste campo podemos ter um resultado não condizente com o tamanho do PT”, completou.

A ideia é dedicar parte das 82 vagas na chapa de vereadores a influenciadores digitais, youtubers e jovens integrantes do movimento hip hop. Ribeiro não vai ser o primeiro dirigente do partido a tentar esta aproximação. Outros que vieram antes dele esbarraram na burocracia do partido que ocupa todos os espaços de participação e impede a entrada de novos setores.

Eleito com 70% dos votos em eleição direta realizada no dia 8 para presidir o maior diretório municipal do PT e comandar o partido na eleição para a Prefeitura de São Paulo no ano que vem, Ribeiro, de 36 anos, tem um perfil diferente dos outros petistas que o antecederam no cargo.

Filho de metalúrgico, ele foi criado na Cidade Ademar, periferia da Zona Sul paulistana. Apesar do discurso contra a burocracia, ele mesmo cresceu ocupando espaços na engrenagem partidária.

O primeiro contato com o partido foi na adolescência quando a Prefeitura, sob o comando da então petista Luiza Erundina (hoje deputada pelo PSOL), realizou um mutirão para asfaltar a rua da sua casa.

Depois veio a militância na Pastoral da Juventude da Igreja Católica e finalmente a filiação ao PT. Desde então Ribeiro foi assessor do vereador Alfredinho (PT), integrou a executiva municipal do partido, trabalhou no gabinete de Fernando Haddad na Prefeitura, passou alguns dias no gabinete do ex-deputado e ex-ministro Ricardo Berzoini em Brasília e foi subprefeito de Santo Amaro.

Hoje, formado em Ciências Sociais pela Fesp, trabalha como assessor do deputado estadual Barba (PT) na Assembleia Legislativa. Seu único emprego na iniciativa privada foi como auxiliar de faturamento em uma pequena empresa do bairro.

As prioridades do novo presidente municipal são a ampliação do campo petista. “O PT tem relação com um público muito específico. Igrejas, conselhos, associações de moradores, sindicatos. Esta forma de organização é o que nos dá o que nós temos. Mas isso é limitado.”

Perguntado sobre como o PT vai lidar com as novas formas de campanha eleitoral pelas redes sociais, terreno no qual o partido está atrasado em relação ao seus concorrentes, Ribeiro respondeu: “É minha maior preocupação”. Segundo ele, as lideranças petistas ainda não entenderam que a forma de fazer campanha eleitoral mudou e teimam em priorizar métodos ultrapassados na hora de definir para onde vão os recursos eleitorais.

“Vamos ter que convencer a base e as lideranças do PT que a campanha não vai poder ser só com papelzinho, plastiquinho e jornal”, disse o novo presidente.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Liberal Minion disse:

    Sigo aguardando alguém me falar de uma experiencia positiva com o comunismo/socialismo

  2. Ceará-Mundão disse:

    Militância na Pastoral da Juventude (da Igreja Católica), formação em Ciências Sociais, influência em igrejas, conselhos, associações de moradores, sindicatos… Trajetória esquerdista típica. Antros de socialismo/comunismo, que tanto mal já fez e ainda faz às nações. Lixo.

MP cogita ir à Justiça para garantir reajuste e não ficar no “miserê” de salário de R$ 24 mil

Foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A.Press

Diante da ameaça de um congelamento nos salários dos servidores de Minas Gerais – incluindo todos os poderes e órgãos – em razão do plano de ajuste fiscal negociado entre o Executivo e a equipe econômica do governo federal, pelo menos o Ministério Público já discute uma reação: recorrer à Justiça para assegurar um reajuste nos contracheques do órgão em 2020. A garantia foi dada pelo procurador-geral de Justiça de Minas, Antônio Sérgio Tonet, durante reunião da câmara de procuradores realizada em 12 de agosto – aquela mesma sessão em que o colega Leonardo Azeredo dos Santos reclamou de receber um “miserê” de R$ 24 mil.

O assunto veio à tona durante a apresentação da proposta orçamentária para 2020, que prevê um gasto bruto de R$ 1,979 bilhão com a folha de pagamentos no ano que vem. O projeto traz um reajuste de 5% no vencimento dos promotores e procuradores, que atualmente varia de R$ 30.404,42 a R$ 35.462,22, mas o próprio Antônio Tonet avisou que o índice é apenas uma “estratégia” para elevar o valor do orçamento e garantir uma margem para gastos dentro da rubrica de pessoal.

Leia matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Júlio disse:

    Kkk essa estória de salário miserê de 24 mil kkkkkk pegou mesmo e está bombando nas redes sociais. Jajá um pagodeiro vai fazer uma música do miserê kkkk Esse povo acha q porque passou em concurso pode fazer um rapa no caixa do Estado.

  2. nasto disse:

    ISSO É BRASIL

  3. Helio disse:

    Enquanto isso, os trouxas comemorando 500 conto do FGTS… MP fazendo a população de meretriz barata.

Defesa de Carla Ubarana cogita processar estado e pedir reparação por danos morais, destaca reportagem

O Blog do Dina – por Dinarte Assunção, destaca nesta segunda-feira(29) que a Defesa de Carla Ubarana cogita processar estado e pedir reparação por danos morais em razão de tempo de prisão que alega ser indevido. O casal teve a pena extinta por ser abarcado por indulto.

O decreto que permitiu que ambos tivessem a pena extinta é de 2017, quando, segundo a defesa, já tinham direito a usufruir do novo direito. Mas Carla e George só tiveram a pena extinta neste mês.

Veja detalhes aqui

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rui disse:

    Lindo de mais, só aqui no Brasil essa vergonha.

  2. Cigano Lulu disse:

    Carla Ubarana e Fernando Freire, dois mártires da terra potiguar. A taba de Poti lhes deve, no mínimo, duas estátuas em bronze na Praça 7 de Setembro.

  3. Ricardo disse:

    Vão pedir uma indenização de quantos milhões???? Só pode ser piada!!!