Decreto do Governo do RN admite retorno de aulas presenciais da rede estadual ainda em 2020, a depender de dados da covid

A Tribuna do Norte noticia nesta segunda-feira(21) que o decreto estadual publicado pelo Governo do Estado no fim de semana admite retorno de aulas presenciais na rede estadual antes de 2021.

Segundo o decreto, está prevista a possibilidade de retorno da rede estadual, de maneira regionalizada e gradativa, a depender dos dados sobre a infecção em cada região do RN. Para rede privada e ensino superior a liberação ocorre a partir de 05 de outubro. Veja íntegra de reportagem aqui.

O decreto vai contrário a fala do secretário de educação, Getúlio Marques, que na última semana(quarta-feira, dia 16), em entrevista ao Meio-Dia RN, na 96 FM, com o BG, garantiu que as aulas presenciais no Estado não retornariam neste ano.

VÍDEO MEIO-DIA RN: programa desta quarta entrevistou Getúlio Marques, secretário estadual de educação

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Prof. Araújo disse:

    Essas diferenças de posicionamentos são um incoveniente para todos, e acabam por nos confundir. Mas importa-nos racionalizar que governo algum estava preparado para essa situação. A gestão estadual carece de uma organização melhor? Sim. Mas acredito que, de alguma forma, o despreparo do poder executivo federal acaba refletindo nos gestores estaduais.

  2. Chega de CANALHAS disse:

    Esse DESgoverno está PERDIDO, o RN perde mais 4 anos com essa INCOMPETENTE no poder!!?!!

  3. Lucis disse:

    Esse povo veio p confundir e não para explicar.

  4. Souza disse:

    Eita governo que não tem a menor noção de que rumo tomar!
    Dêem uma bússola pra essa criatura!

  5. Tom França disse:

    Típico de pessoas desse partido nanico, ou seja, sem palavra, irresponsável e "desgovernada"!

  6. Jacintinho disse:

    Estão e sempre estiveram mais perdidos que cego em tiroteio.

Veja VÍDEO em que Fátima Bezerra anuncia que RN só terá aulas presenciais na rede pública em 2021

Confira o vídeo nesta terça-feira(08) em que governadora Fátima Bezerra anuncia a continuidade da suspensão das aulas presenciais na rede pública estadual de ensino até o final de 2020 em função da continuidade da pandemia da Covid-19.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Thaty Silva disse:

    Muito sensato o posicionamento da nossa governadora. Sabemos que mesmo com o discurso de cumprir com todos os protocolos exigidos pelo Ministério da Saúde, a realidade é bem atípica e distante. Só quem se encontra em sala de aula compreende a complexidade do retorno das aulas presenciais mediante uma pandemia, espaços que acolhem as diversidades e trabalham com diferentes realidades sociais têm grandes chances de ser um canal de transmissão para todos, visto que, vivenciamos turmas extremamente numerosas, o que dificulta o cumprimento do distanciamento mínimo recomendado pelos órgãos da saúde.

  2. Frankleide disse:

    Aulas presenciais na rede pública do RN só retornam em 2021, anuncia Fátima.
    Diante do anúncio feito pela Governadora do estado, em que diz que as aulas da rede pública estadual só retornarão, de forma presencial, a partir de 2021 venho aplaudir a sua posição.
    Sabemos que esta atitude será motivo de críticas e, ao mesmo tempo, de elogios, pois nem todos ficaram satisfeitos com esta decisão.
    Porém devemos estar conscientes de que ainda não temos vacina à nossa disposição para este vírus que circula o planeta, e ainda não estamos totalmente seguros.
    Portanto precisamos ter segurança e o apoio de todos para que tudo funcione e dê certo, para que isso aconteça não devemos ter pressa e sim cuidarmos uns dos outros.

  3. Ex-Pretralha disse:

    NESSA VOU TER QUE CONCORDAR COM FÁTIMA, ELA ESTÁ TOTALMENTE DESMORALIZADA NA PARTICIPAÇÃO AO COMBATE AO CORONAVÍRUS, AÍ OS PROFESSORES FALAM QUE SE LIBERAR ENTRAM EM GREVE, QUAL ALTERNATIVA gd TEM? Só essa mesmo…

  4. Erica Poliana disse:

    Vejo pelos comentários e pelos movimentos instigados via rede social que a sociedade parece ter compreendido que o papel da escola vai além do cumprimento de currículo. Por tanto tempo distantes, os alunos, ao voltarem para escola, apesar de todos os protocolos e orientações educacionais, não têm como se manter distantes. Quem vivencia o chão da escola sabe que não há espaço pintado no chão que consiga dar conta de manter o distanciamento entre crianças e adolescentes. A escola é pura aglomeração saudável de conversas nos intervalos, de trocas de vivências, de colo e de rede de apoio. A medida do governo do estado foi sensata. Não há como retornar quando viver no espaço escolar é conviver constantemente com o outro e os outros. A governadora e sua comissão apenas trouxeram à tona o que já serviu de exemplo ao redor do mundo.
    Até a data do retorno – ainda não determinado – espero que possamos utilizar esse tempo para planejar um retorno seguro, traçando junto com toda a comunidade como faremos para cumprir dois anos letivos em um sem perda e sem sobrecarga excessiva, pois a escola, além do cumprimento de seu currículo, precisa pensar na saúde mental de todos. Ademais, é preciso que os gestores tentem dentro desse período sair do “lugar comum” e reavivem as estruturas das escolas públicas que há tanto tempo são renegadas. A escola precisa ser preparada para o novo normal.

  5. mito disse:

    tudo que esses PTralas querem!! todos burros que fica fácil botar o cabresto ô governozinho fraco…

  6. Pedro disse:

    Voltar às aulas como? A guvernadora (assim mesmo) Fatao tem que respeitar o sindicato da categoria, eles disseram que se voltasse eles paravam, como ela nunca fez nada por ninguem e muito menos por sua categoria, terá que prolongar as férias. É verdade que existe um risco aos alunos, Mais não já se abriu tudo?

  7. Claudia Gean disse:

    Considerando o atual quadro de pandemia que ainda se evidencia, é preciso agir com prudência no que se refere ao retorno das aulas presenciais, seja em escolas públicas ou privadas. Nesse sentido, a Sra. Governadora está agindo com bastante sensatez, tendo em vista que voltar às aulas sem ter uma vacina contra a Covid-19 é assumir o risco de contaminação, e até de morte, a centenas de pessoas. Além disso, é importante destacar que grande parte das escolas não tem estrutura adequada para manter o distanciamento necessário nem condições financeiras para atender aos protocolos exigidos pelas autoridades sanitárias, jurídicas e políticas. Essa carência colocaria em risco iminente não somente a saúde dos alunos e professores, mas também a de seus familiares, principalmente, a daqueles que têm alguma comorbidade. Assim, faz-se necessário que se busquem alternativas para que o ensino remoto atinja o maior número de alunos possível, de modo a minimizar os prejuízos de aprendizagem causados em virtude da pandemia ora instaurada e assegurar a saúde a todos.

  8. Eli disse:

    Parabéns Governadora…
    Quem vai pagar pelas máscaras, novos bebedouros, álcool em gel, etc para todas as escolas do Estado?
    Quem vai pagar pelos professores substitutos que precisam ser contratados para substituir os docentes do grupo de risco?
    Obrigado pelas vidas que salvou com o isolamento…
    Meus filhos não voltam mais a escola esse ano, de jeito nenhum.

  9. Elza Maria Silva de Araújo Alves disse:

    A Governadora Fátima Bezerra tomou uma atitude acertadissima quando decreta que as aulas presencais só aconteceram em 2021. Ela confia na ciência e sabe das dificuldades que as escolas públicas passam. Não temos condições de equipar as escolas com os cuidados necessarios para receber os alunos se o estado não recebe os recursos do governo federal. Ademais, pesquisas realizadas por vários veículos de comunicação apontam que os pais não querem que seus filhos retornem à escola sem que haja uma vacina ou uma certeza de segurança. Mesmo sabendo que o ensino remoto é complicado para os alunos que estão concluindo os ciclos, ainda sim o que vale mais é a vida.
    Parabéns Governadora.

  10. Bolsovirus disse:

    Corretíssima e sensata. Em Manaus voltaram as aulas e teve mais de 500 professores com covid. Este é um ano atípico. Precisa apenas ver uma forma de reduzir os prejuízos. Uma maneira de repor. Pode mudar calendário, cancelar férias… alternativas irão aparecer. O momento agora é de salvar vidas.

  11. Eleição disse:

    É isso que os sindicatos querem, ficar em casa!

  12. Elaynne Camilla disse:

    A governadora está correta em sua decisão, visto que as escolas públicas não apresentam condições para receber seu alunado com segurança e, muito menos, profissionais suficientes para garantir que as crianças e adolescentes não se aglomerem, mantenham o distanciamento, não usem as máscaras no pescoço, não ponham a mão na máscara, usem álcool em gel, entre outros cuidados mínimos que devem ser observados. Se os próprios adultos estão aí pelos bares, praias e Shoppings fazendo tudo o que não devem, imaginem o que estão ensinando aos seus filhos. Além disso, basta pesquisar para saber que todas as tentativas de retomada de aulas não foram bem sucedidas, precisando que houvesse suspensão pela disseminação do vírus.

  13. Odecia Jales de Medeiros disse:

    Misericórdia, meu Jesus, alguém faça algo pelos nossos alunos .Tudo pode funcionar, menos as escolas ?Preparem as escolas, façam planejamento adequados, não faça isso, governadora

  14. Lurdes disse:

    Tá contra o mundo todo.
    Quando o mundo se prepara pra sair, essa desgovernadora fecha as portas.
    Vamos prestar contas da verba da merenda viu,??
    Esse ano vai sobrar.
    Cuidado, muito cuidado.
    Estamos de olho.

  15. Porto Mirim bicha encubad......... disse:

    Aí que loucura Fatao.

  16. Odecia Jales de Medeiros disse:

    Que desastre:num estado em que a governadora se diz professora, não ver a educação como prioridade. Lastimável….para os menos favorecidos, uma eterna pandemia: a pandemia do analfabetismo, da pobreza sem direito a pelo menos :ir pra escola mesmo que seja dificultada, sem condições físicas de acolher os alunos que não pedem favor ali,é direito deles.Infelizmente, na nossa democracia-autoritária, O governo fala e o povo obedece .Depois vota e aplaude Meu Deus, misericórdia.

  17. Juliano bugueiro disse:

    Gratidão Fátima.

  18. Manoel disse:

    Parabéns governadora.
    A vida e a saúde acima de tudo, até dos loucos.

    • Costinha disse:

      Isso era bom pra o partido da governadora quando o país era governado pelo bolsa família do pt, hoje temos o país do auxílio pandemia e renda Brasil, logo, os benefíciados por essa geração perdida é a facção de Bolsonaro. Com essa medida, aumentou a ignorância de um povo e a dependencia de auxílio de governo, com isso, está favorecendo unicamente os correligionários do presidente. Essa é a Dilma potiguar. Rsrsrs

  19. Rejane disse:

    Assinou seu atestado de incompetência. P ela, ser professora não é prioridade, nem a educação é serviço essencial. Vergonhoso!!

  20. riva disse:

    O escritor Mário de Andrade, certamente de forma intuitiva escreveu a obra "Macunaíma", e a ficção ganhou contornos de realidade, e para desgraça do povo trabalhador brasileiro Lula é Macunaíma e a esquerda "o papagaio". Estudar? O preguiçoso está aí arrotando "soluções" e apontando o dedo sujo para os seus adversários. Lula o Macunaíma em carne e osso é o exemplo para quem acredita na mentira e na preguiça. Estudar?

  21. Leandro Silva disse:

    O mias vergonhoso é ver alguns professores militantes de esquerda comemorando esse desastre.
    Fazer o que, dinheiro na conta sem trabalhar. Conheço muitos que estão curtindo suas férias de 10 meses em praias. Preucupačao zero

  22. Lucas disse:

    Suspensão das atividades escolares afetará economia global até o fim do século, diz OCDE.
    Acabou de sair esse informe.
    Essa governadora nem parece ser professora. Vai prejudicar milhares de alunos.

    Vergonha

  23. Edison Cunha disse:

    Pense numa governadora reeira!

    #ForaFátima

    #VoltaLulaPraCadeia

  24. Souza disse:

    Eita Governo perdido!!!!
    Na prática, aceitou publicamente a incompetência pra gerir o Estado.
    Sabiam o tempo todo que as aulas poderiam ou deveriam ser retomadas em algum momento. Poderiam e deveriam ter se preparado, ter elaborado algum plano de retomada das aulas presenciais. NADA FIZERAM.
    Um governo de verdade estaria preocupado com a educação dos seus jovens. Ao invés disso, negligencia a educação.
    Assim como na saúde, a ausência de planejamento e de cabeças pensantes na Educação do nosso Estado só atesta e confirma a incompetência da governança Estadual.
    Tudo isso é de lamentar. Afinal de contas, quem não tem recursos pra ingressar no sistema privado de educação, depende desses governo acéfalo. Uma lástima!

  25. Antão disse:

    Fátima do PT ta acabando com o RN.
    4 meses se passaram e nada de planejamento.
    Os alunos vão pagar o pato.
    O que já era ruim, ficou pior.

  26. Luciano Brito disse:

    Essa Bezerra é uma comédia, nunca frequentou uma sala de aula e a cituação vai piorando, o governo não se preparou as voltas as aulas total incompetência , isso é PT.

  27. Cidadão Indignado disse:

    Concordo totalmente com a governadora do Rio Grande do Norte! Decisão inteligente, prudente e sensata. Sem maiores delongas!

    • Vergonha disse:

      Praias , alecrim , feiras , supermercado lotados , mas esse vírus é MALANDRÃO, só irá para as escolas kkkkkk o sindicato ao qual FATAO é vinculada AGRADECE , ganhando 💰sem trabalhar é ótimo …..PTralhas sendo PTralha, se dizem trabalhadores mas AMAM vagabundear

  28. Edison Cunha disse:

    Já que a governadora determinou que não haverá aulas no ano de2020…
    Alguém saberia me dizer o que vai ser feito com os recursos financeiros do orçamento de 2020 destinados a educação?

  29. Pixuleco disse:

    Vamos se aglomerar nas praias, bares, ônibus e trens lotados. A maioria dos professores já estavam em greve e vão adorar voltar só no próximo ano.
    Uma pergunta a Governadora Fátima Bezerra PT vai cumprir o piso da educação?
    Outra pergunta e os 5 milhões serão devolvidos aos cofres públicos?

  30. Indignada disse:

    Só pode ser um brincadeira de péssimo gosto! Quer dizer que todos podem voltar ás suas atividades, exceto os professores? Alguém pensou nas crianças filhos de pais que precisam trabalhar? vão deixar onde as crianças com escolas e creches fechadas? Com os avos!!! Justo o grupo mais vulnerável! Irresponsáveis!!!! Deixem as crianças voltarem às escolas!!!!

  31. Francisco Alves disse:

    Assina e anuncia o atestado de incompetência da sua gestão. Enquanto isso, busca desqualificar e retardar a iniciativa das escolas privadas quanto ao retorno ao retorno presencial do ano letivo. Mas, quem foi que disse que educação é prioridade neste governo????

Sindicato dos Professores é contra retomada das aulas na Rede Estadual em outubro e ameaça convocar greve

Foto: Reprodução

O o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte(SINTE/RN) é contrário a retomada das aulas presenciais na Rede Estadual, cogitado para 05 de outubro, conforme anunciado pelo secretário Getúlio Marques nessa quinta-feira (03). Por isso, cogita a possibilidade de chamar uma greve.

“Para o Sindicato, voltar agora é pôr em risco professores, funcionários, estudantes e pais. A pandemia da Covid-19 não acabou, embora os números de casos, mortes e ocupação de leitos aparentemente tenham diminuído. É possível, no trajeto, levar o vírus para a escola ou trazer para casa. Como se sabe, não há remédios que combatam com eficácia a doença, tampouco existem vacinas que previnam”, diz a nota.

O Sinte-RN ainda apresenta outras justificativas:

“Além disso, a maioria das escolas públicas do Rio Grande do Norte não têm condições de receber a comunidade escolar neste momento atípico. Como praxe, há problemas estruturais, faltam materiais e até mesmo professores nos quadros e o número de funcionários é insuficiente.

No entanto, o SINTE não é contra planejar a futura retomada. É necessário preparar os espaços para o pós-pandemia. Porém, isso precisa ser feito com cautela, observando a nossa realidade.

A coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, afirma que, sem garantias de segurança nas escolas, a entidade vai chamar greve: “Do jeito que as escolas estão, há riscos. Por isso, não vamos aceitar isso (a retomada em outubro)”.

EM REUNIÃO DO COMITÊ EDUCACIONAL, GOVERNO DIZ QUE VOLTA EM 05 DE OUTUBRO NÃO ESTÁ GARANTIDA

O Governo disse, em reunião virtual do Comitê Educacional na tarde desta quinta-feira (03), que a volta às aulas na Rede Estadual em 05 de outubro não está garantida. O SINTE/RN participou do diálogo.

De acordo com o secretário Getúlio Marques, um novo decreto será publicado no Diário Oficial nos próximos dias, renovando a suspensão das aulas até 04 de outubro. O retorno segue incerto. O Executivo diz que só vai reabrir as escolas que passarem por uma preparação e após o Comitê Científico reavaliar a situação da pandemia no RN.

Fátima lembra que é preciso criar um protocolo de saúde que garanta a segurança da comunidade escolar. As escolas precisam, além de dispor de máscaras, álcool em gel e garantir o distanciamento entre as pessoas, oferecer uma infraestrutura adequada e ventilação correta, entre outras coisas. Quem vai cuidar disso, segundo o Executivo, são as secretarias municipais de educação e a Secretaria Estadual de Educação.

 

As informações são do Sinte-RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Azevedo disse:

    Esses sindicalistas pé de chinelo que vivem vagabundando sem trabalhar e vivendo as custas dos verdadeiros trabalhadores são verdadeiros parasitas, por eles as aulas só voltarão daqui a nunca mais. Parasitas sindicalistas, vão trabalhar, pois os alunos precisam se educar para Serem trabalhadores e não virarem parasitas iguais a vocês.

  2. Ivan disse:

    Muitos, e o próprio dono do blog só sabem apontar o dedo e denegrir determinadas categorias, convido a vocês a virem a uma escola do interior, tipo a Natália Fonseca em Bom Jesus, onde em espaço pequeno de salas de aulas comportam de 25 até 35 alunos, com apenas 02 banheiros (individual) para esses mesmos alunos, não sou professor mais acho injusta a taxação que se usam para os mesmos, é uma categoria igual a tantas outras, onde se encontra bons e maus profissionais.

  3. Natal disse:

    Tem o salário garantido mesmo sem trabalhar, como vão querer o retorno, estão achando ótimo ficarem em casa.

  4. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Agora deu, só professor não pode trabalhar e os demais profissionais são imunes ao virus chinês? Motorista de ônibus é imortal? Estão trabalhando desde sempre, conduzindo veículos superlotados. Ontem vi na Roberto Freire todos os ônibus superlotados. Aí só professor tem filhos esperando casa! Muita cara de pau dessa categoria. Vagabundagem da porra.

  5. AZ disse:

    Os professores tem meu respeito e muitos querem trabalhar agora sindicato é sinônimo de vagabundagem

  6. Matheus disse:

    Esses aí só querem um cabimento e já começam a falar em greve kkkkk

  7. Absurdo disse:

    Kkkk PTralhas , eles não gostam de trabalho, eu tinha certeza que a GD FÁTIMA está defendendo esse povo ganhar sem trabalhar, VERGONHA

  8. Ricardo disse:

    Antes da Pandemia do Covid 19 os Professores das esolas do Estado ja estavam em GREVE por TEMPO INDETERMINADO, 1 ano Recebendo dinheiro do Contribuinte se Trabalhar,é otimooooooooooooooooooooooo…….

  9. Faça o bem disse:

    ESTÃO CERTOS, TEMOS QUE PRESERVAR A VIDA DE MAIS DE UM MILHÃO E MEIO DE PESSOAS ENVOLVIDAS ENTRE ALUNOS, PROFESSORES, PESSOAL DA LIMPEZA, ETC. TEMOS QUE PRESERVAR O MAIOR PATRIMÔNIO DO SER HUMANO QUE É A VIDA.

    • Brasil disse:

      Kkkk supermercados lotados , praias lotadas, alecrim saindo gente pelo ladrao …mas escola não pode 🤦🏼‍♂️Não querem trabalhar

  10. Antonio Turci disse:

    Claro que não querem voltar. Vardiar com dinheiro no bolso todo fim de mês é muito cômodo. Imensa falta de respeito com os alunos, seus pais e com o público contribuinte, que é quem paga os salários. Não quero generalizar. Nas, tenho certeza que não tem mais professor como antigamente. Eram pessoas realmente vocacionadas. Hoje só qurem saber de "direitos" e "necas de pitibiriba" com as obrigações.

    • M.D.R. disse:

      Ñ tenha dúvida, o caminho será greve geral em virtude do VÍRUS é letal e invisível , além de tudo ñ é apropriado para aglomeração.

    • Edilson disse:

      Só voltaremos vacinado e ponto final

Em greve, trabalhadores da educação da Rede Estadual promovem Ato Público nesta quarta pelo reajuste do Piso, em frente à sede da Governadoria

Foto: Sinte-RN

Os trabalhadores e trabalhadoras em Educação da Rede Estadual de Ensino vão realizar um Ato Público em prol da aplicação imediata do reajuste do Piso Salarial 2020. A realização da atividade foi deliberada pela categoria durante Assembleia de avaliação e organização da greve, que chegou ao quinto dia nessa segunda-feira, 09 de março.

Mesmo em seus primeiros dias, a paralisação na Rede Estadual de Ensino já registra ampla adesão de professores/as e funcionários/as, tanto na Capital como em municípios do RN. Nesse sentido, com o intuito de obter uma adesão ainda maior, bem como para esclarecer à comunidade escolar sobre a realização e motivação da greve, comissões formadas por docentes e representantes do SINTE/RN têm visitado escolas em Natal. Nessas visitas, o Sindicato vem informando aos pais, alunos e sociedade em geral, que o ano letivo será cumprido e que as aulas suspensas em decorrência da greve serão repostas.

O SINTE/RN convoca trabalhadores/as para participação do Ato Público. O Ato será realizado no dia 11 de março, quarta-feira, a partir das 8h, no Centro Administrativo, em frente à sede da Governadoria. Já na sexta-feira, 13 de março, a categoria volta a se reunir para avaliar as atividades da semana e planejar novas ações. Essa reunião acontecerá na E. E. Winston Churchill, às 14h30.

GREVE NA REDE ESTADUAL DE ENSINO

A greve dos trabalhadores em Educação da Rede Estadual foi deflagrada em 04 de março e segue por tempo indeterminado. A categoria cobra a correção do Piso Salarial 2020, no índice de 12,84%, e está insatisfeita com as propostas até então apresentadas pelo Governo.

Na última audiência com o SINTE/RN, o Executivo Estadual apresentou a seguinte proposta para implantação de reajuste do Piso:

1 – Implantação do reajuste de 12,84% em três parcelas cumulativas, de 4,11%, para profissinais na ativa, nos meses de junho, setembro e dezembro de 2020;

2 – Implantação do reajuste para aposentados, em três parcelas, de 4,11%, nos meses de agosto, outubro e dezembro de 2020 ; e

3 – Pagamento do retroativo em 24 meses, a partir de janeiro de 2021, com garantia de antecipação das parcelas no momento do recebimento de recursos extras do Fundeb.

PISO NACIONAL DO MAGISTÉRIO

Em 2020, o reajuste do Piso do Magistério é de 12,84% e Governo do RN deveria ter implantado a correção desde o mês de janeiro.

Sinte-RN

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Kkkkkkkkkk
    Acho é pouco, professores vcs merecem Fátima. Colocaram ela no governo e agora estão reclamando? Reclama não nem, ainda faltam 3 anos. Chupa que é de uva. Bem feito. Eu quero é mais. E digo mais, vcs professores farão campanha pra Fátima em 2022. Chora não nem. Liguem pra Paulo Freire.

  2. Bento disse:

    Faz fe conta

  3. Cigano Lulu disse:

    Quando o Sinte-RN terá a dignidade de começar a promover suas assembleias no auditório existente em sua sede própria? O que explica a predileção do sindicalismo comuno-petista em usar bens públicos em proveito particular? Seria o auditório do sindicato pequeno ou impróprio para os seus eventos? Ora, construa ou alugue um espaço adequado para as suas demandas, o contribuinte não tem obrigação de pagar mais essa conta da sindicalha.

  4. Rafael Pinheiro disse:

    Governadora TRAIDORA pague o povo sua caloteira! O estado do RN esta em CALAMIDADE devido a sua incompetencia!
    Fora Fátima Bezerra!!

SINTE/RN convoca Rede Estadual para discutir indicativo de greve após proposta do Governo de parcelamento de 12,84% em três vezes

Discutir conjuntamente o indicativo de greve da categoria. Com esse objetivo, o SINTE/RN convoca os trabalhadores em Educação da Rede Estadual para participar de Assembleia no dia 28 de fevereiro (sexta-feira), às 8h30, na Escola Estadual Winston Churchill, Centro de Natal.

A atividade é convocada pelo Sindicato após os trabalhadores deliberarem não aceitar a proposta inicial do Governo de pagamento do Piso Salarial 2020. Apresentada em audiência no último dia 18, a proposta do Executivo para quitação do reajuste de 12,84% prevê um parcelamento em três vezes, sem mencionar retroativo. O pagamento se daria da seguinte forma:

4,28% em maio de 2020;
4,28% em janeiro de 2021; e
4,28% em abril de 2021.

Mesmo contrários à proposição inicial do Governo, os trabalhadores em Educação estão abertos a negociação e à espera de apresentação de nova proposta, o que deve ocorrer, segundo expectativa do Sindicato, até 28 de fevereiro – data da Assembleia. Todavia, caso o Governo não ouça os anseios da categoria, um movimento grevista poderá ser iniciado e sobre isso, existe um agendamento de Assembleia de deflagração de greve, em 04 de março.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Não fossem as toupeiras que são há muito que os professores do estado já teriam – ao menos isso – cogitado escancarar a caixa-preta do Sinte-RN. Ela é tão transparente quanto o fundo do pântano de qualquer tesouraria petralha.

  2. SERGIO Oliveira disse:

    Não aprece em nenhum local, no cartaz de chamamento à decisão de greve, nenhuma referência ao SINTE. Algum motivo ou “puro esquecimento “?

  3. VDelgado disse:

    Curioso para saber: Fatão Bokus vai acionar sua assessoria jóóóridica ou vai chamar o Cid Retroescadeira Gomes?

  4. Toquinho disse:

    A greve vai durar meia hora, e Fafá bokus, vai ficar feliz "jóridicamente" com o resultado. Greve desse sindicato nunca vão fazer, é papo são todos iguais, tudo "cumpanheiro" só "oinda".

  5. Luciana Morais Gama disse:

    FORA FÁTIMA. FORA PT.

  6. Luciana Morais Gama disse:

    No governo de uma PROFESSORA, que se diz apoiado na Assembleia por outro PROFESSOR ( Dep. Francisco). Ambos eleitos com o VOTO DOS PROFESSORES. Como diz Boris Casoy, ISTO É UMA VERGONHA.

    • Luladrão Encantador de Asnos disse:

      E eu acho é pouco. Cambada de esquerdalha. Ameaçam mas não fazem greve. Se fosse um outro governo a greve estava rolando a muito tempo.

Matrículas da Rede Estadual de Educação para novos estudantes começa dia 31

FOTO: SEEC/ASSECOM

No próximo dia 31 de janeiro estará aberto o período para solicitação de matrículas dos novos alunos para o ano letivo de 2020 na rede estadual de ensino. As inscrições seguirão abertas até o dia 10 de fevereiro e devem ser realizadas por meio do Sistema Integrado de Gestão da Educação (SIGEduc), ou pelo aplicativo Matrícula Escolar RN.

Esta trata-se da última etapa do Calendário de Matrículas 2020, que foi divulgado pela Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC) em novembro do ano passado, e destina-se exclusivamente aos estudantes que ingressarão como novos alunos na rede estadual. “Para o ano letivo de 2020 ampliamos a oferta de vagas na rede estadual, chegando a cerca de 300 mil, para garantir vagas a todos que desejarem ingressar na rede estadual”, explica Getúlio Marques, secretário de estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do RN.

As inscrições devem ser feitas na aba “Matricule-se”, no portal do SIGEduc, na qual o aluno ou seus responsáveis devem selecionar o município, série e escola na qual desejam realizar a matrícula. Caso seja realizada pelo aplicativo Matrícula Escolar RN, o passo a passo da matrícula estará disponível na interface do app, disponível na plataforma Google Play.

Feito o cadastro, os interessados têm um prazo de três dias para efetivar a matrícula, apresentando presencialmente, na escola selecionada no ato da matrícula, os documentos informados no momento da inscrição.

Caso o estudante ou responsável não consiga fazer a matrícula através dessas plataformas, o interessado pode ir na própria escola ou até a sede da Diretoria Regional de Educação e Cultura (Direc) à qual a escola pertence. A SEEC também realiza atendimento na Central de Matrículas, localizada no andar térreo da Secretaria de Educação, no Centro Administrativo do Estado, em Natal. O atendimento é das 8h às 13h, de segunda a sexta.

Outros períodos

Além da matrícula para os novos alunos, atualmente estão abertos o “Período para renovação de matrículas”, cujo prazo segue até o dia 14 de fevereiro e no qual é realizada a reiteração das matrículas dos alunos veteranos da rede estadual de ensino e o “Período para transferência”, que segue aberto hoje (24) destina-se aqueles estudantes que desejam ou precisam migrar para escolas estaduais. O resultado deste processo será divulgado no dia 27 de janeiro.

Além de destaque entre as sete unidades federativas com nota 1000, alunos do RN alcançam bom desempenho com redações acima da média

Foto: Divulgação

O Rio Grande do Norte obteve um bom desempenho na última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cujo resultado individual dos participantes foi divulgado na última sexta-feira (17) pelo Ministério da Educação (MEC). Além de estar entre as sete unidades federativas que atingiram nota 1000 na redação, sendo o segundo no Nordeste, o RN também conta com outras redações que alcançaram notas altas, acima da média divulgada pelo MEC.

Foi o caso, por exemplo, das estudantes Isabelle Lima e Lídia Giovana, alunas concluintes do Centro Estadual de Educação Profissional João Faustino, localizado no bairro do Pitimbú, em Natal. Discorrendo sobre a “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”, tema da redação do Enem, as duas elaboraram redações que lhe conferiram as notas 880 e 940, respectivamente.

Além delas, quem também ficou surpreso com o resultado foi o estudante Joab Arruda, 20, concluinte do curso técnico em Nutrição e Dietética do CEEP João Faustino. Alcançando 760 pontos na redação (nota acima da média) o aluno conta que desenvolveu o seu texto seguindo critérios como acesso à cultura e desigualdade social.

“O tema da redação foi algo bem fora do esperado pelos os estudantes de todo o país, mas eu percebi que poderia falar sobre desigualdade social, e que ainda muitas pessoas no nosso país não têm acesso ao cinema, até mesmo o cinema nacional! Desenvolvi meu texto sob duas pautas: a primeira que foi falar dessa tecnologia avançada que é o cinema, e a segunda que o cinema também é um direito, logo, é dever do Estado manter e assegurar esse direito”, explica.

Joab mora no bairro de Cidade Nova, região periférica da capital potiguar, e conta que alterna as atividades escolares com a rotina doméstica. “O meu dia a dia é bem agitado, pois tenho muitas obrigações em casa e quando eu estava na escola essa demanda aumentava cada vez mais. Por isso eu não esperava ter um bom resultado pois tive umas dificuldades no meio do percurso”, conta.

Recém-formado no curso técnico e também no ensino médio, o jovem conta que usará sua nota do Enem para ingressar em alguma instituição pública federal. “Vou usar minha nota para ingressar no curso de Educação Física, ou também em Gestão em Políticas Públicas”, afirma.

Os bons resultados também foram comemorados em Macau, como na Escola Estadual José Olavo do Vale, onde os alunos Ítalo Miranda e Sayonara Santos também alcançaram 720 e 800 pontos, respectivamente. Uma das mais tradicionais unidades de ensino de Assu, a Escola Estadual Juscelino Kubitschek, também comemorou os resultados dos seus alunos. André Lucas, concluinte do ensino médio, alcançou 920 pontos. “É muito bom ver que, por toda a rede estadual, escolas comemoram os bons resultados dos seus alunos. Para nós, cada resultado é importante e nos motiva a trabalhar ainda mais por nossos jovens”, explica Getúlio Marques, secretário de Educação do RN.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Verdade disse:

    Entendeu os motivos que servem de fundamentos para garantir a escola estatal pública e gratuita como um direito social?
    Quando que a população teria acesso a esse tipo de política numa quantidade de alunos e numa progressiva melhora da qualidade?
    Parabéns aos alunos, aos professores as equipes pedagógicas e a governadora Fátima que acreditou nessa possibilidade.

    • Ceará-Mundão disse:

      "Cumpanhero", o que essa governadora inepta e incompetente tem a ver com o mérito desses alunos? Aliás, a política educacional (se é que existiu) do PT é baseada na anarquia, nas cotas RACIAIS, na tal ideologia de gêneros e no desperdício de dinheiro em ensino superior de péssima qualidade, com cursos sem qualquer utilidade para a sociedade e distribuindo títulos de bacharéis para semi analfabetos. Deveria, ao invés disso, tentar melhorar a QUALIDADE do ensino básico e fundamental. A propósito, esse artigo refere-se a redações do ENEM. Vc ao menos leu?

    • Minion alienado disse:

      Ceará, compreendo a sua ignorância. É difícil entender que um bom resultado por parte de alunos da rede pública estadual é fruto de um ensino de qualidade que deve ser extendido para todos e não exclusividade dos mais favorecidos. Por falar em políticas públicas de educação recomendo que leia a LDB é demais documentos relativos ao tema e não precisa xingar os outros. 😘 no ❤️

    • Victorino disse:

      Obrigado BG por não ter publicado meu comentário.

    • Ceará-Mundão disse:

      Seu pseudônimo (alienado) parece fazer jus à suas "análises". Mesmo que essa governadora estivesse melhorando o ensino do RN (É não está), os efeitos de suas hipotéticasações ainda não seriamsentidos por absoluta falta de tempo, já que essa senhora só está no poder há 1 ano. Por outra, o PT notabilizou-se por abrir cursos superiores no atacado, sem qq cuidado com sua qualidade ou utilidade. E os resultados são notórios, com o Brasil na lanterna dos medidores internacionais de qualidade no ensino. Aliás, indo mais adiante, esse (des) governo de Fatão ainda não disse a que veio. NADA de proveitoso para o estado já foi feito. E veja que o governo Bolsonaro tem ajudado MUITO. Enfim, reputo o sucesso desses alunos a méritos pessoais. Parabéns à eles.

    • Ceará-Mundão disse:

      E a propósito, "cumpanhero" alienado, Fatão vai pagar o aumento de 13% que o presidente Bolsonaro deu no piso dos professores? E os sindicalistas PELEGOS e os próprios professores não vão cobrar o aumento?

    • Papa Jerry Moon disse:

      Concordo com o que você diz, quanto à importância da escola pública e gratuita, mas atribuir esses bons resultados ao governo de Fátima é no mínimo um exagero descabido.

Estudantes da rede estadual ganham prêmios na Olimpíada Brasileira de Matemática

FOTO: ASSECOM/SEEC

Alunos do sistema estadual de ensino do Rio Grande do Norte receberam, na tarde desta última sexta-feira (6), a premiação referente a edição 2018 da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Privadas (Obmep). O reconhecimento aconteceu durante a “Cerimônia Regional de Premiação”, evento promovido pela Coordenação Regional da Obmep, que aconteceu no Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure), em Natal.

Na cerimônia, 450 estudantes foram premiados com medalhas de prata, bronze e menção honrosa. Desse número, 139 são alunos da rede estadual de ensino, oriundos de diversos municípios do RN, que receberam 2 medalhas de prata, 30 de bronze e 107 certificados de menção honrosa.

Para o estudante João Ricardo, 14 anos, o reconhecimento dado por meio da medalha significa uma conquista pessoal e coletiva. Residente do município de Olho-D’Agua dos Borges, localizado na região oeste do RN, e aluno da Escola Estadual 20 de Setembro, João Ricardo comenta que esta é a primeira vez que um estudante de seu município conquista medalha na olimpíada.

“Quando fiz a prova achei bastante complicada, mas fiquei confiante de que iria alcançar um bom resultado, pois vinha me preparando há algum tempo. Aí, quando saiu o resultado de que eu tinha ganhado a medalha, eu fiquei muito feliz, pois isso foi fruto do meu esforço. E essa conquista significa um orgulho muito grande para mim, pois estou representando não só a minha escola, mas a minha cidade inteira”, afirmou o aluno, medalhista de bronze.

Solenidade

Integraram a mesa de abertura do evento, o diretor da 1ª Diretoria Regional de Educação e Cultura (Direc), Joás Andrade, representando a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC); o coordenado regional da Obmep, Joaquim Elias de Freitas, o diretor-geral do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), José Arnóbio e o coordenador do Programa de Iniciação Científica Júnior (PIC-RN), José Keginaldo Bezerra.

Além destes, também participaram da mesa a diretora da 11ª Direc, Aldeíza Silva, representando todas as diretorias regionais do Estado, e as professoras Luizete Pereria e Maria da Guia Soares Afonso, representando, respectivamente, os secretários municipais de educação e os professores presentes.

Em seu discurso de abertura, o diretor da 1ª Direc, Joás Andrade, parabenizou os alunos pela conquista alcançada, ressalto o fato da Obmep tratar-se de ume exame rigoroso, que exige muito esforço tanto do aluno quanto do professor.

“Sabemos que concorrer em uma olimpíada de matemática, a nível nacional, não é nada fácil. Então, nesse momento o que interessa de fato não é a cor da medalha, mas o conhecimento que cada um adquiriu no decorrer desta jornada. Dessa forma, em nome do secretário de educação, o professor Getúlio Marques, eu parabenizo cada um e cada uma de vocês”, declarou o diretor congratulando os alunos e professores presentes.

Além dos estudantes, 23 escolas públicas do RN foram reconhecidas pelo seu desempenho na Obmep 2018. Desse número, 12 fazem parte da rede estadual de ensino e receberam, cada uma, premiação composta por um kit com material didático e um troféu. 17 professores da rede pública, dente estes 11 vinculados ao ensino estadual também foram premiados com material didático de apoio à formação em matemática.

Sobre a Obmep

Realizada anualmente desde 2005, a Obmep é promovida pelo Ministério da Educação (MEC) e desenvolvida pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa). Seu objetivo é estimular o interesse dos estudantes brasileiros pelo campo da matemática, ao mesmo tempo em que identifica talentos e incentiva seu ingresso em instituições de ensino superior. Além disso, a Obmep também contribui com o aperfeiçoamento de professores da rede pública de ensino, bem como promove a aproximação de escolas, universidades e institutos de pesquisa.

A nível regional a olimpíada recebe a colaboração da SEEC, que atua como parceria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), instituição na qual é sediada a Coordenação Regional da Obmep.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gil disse:

    É tão raro acontecer, que quando acontece é notícia de jornal. Mais uma prova da qualidade sofrível da escola pública.

BACANA – (FOTO): Estudantes da Rede Estadual no interior criam tabela periódica tátil e auxiliam aluna cega

FOTO: ASSECOM/RN

A inclusão por meio da educação, com atitudes que melhoram o acesso ao conhecimento. Foi com esse objetivo que duas alunas do Centro Estadual de Educação Profissional Maria Rodrigues Gonçalves, em Alto do Rodrigues, adaptaram, com ajuda dos seus professores, a tabela periódica para que uma estudante cega pudesse acompanhar as aulas de química.

A iniciativa surgiu quando as alunas do ensino médio Laine Sousa, do curso de Sistema de Energias Renováveis, junto com Aysla Ferreira, do curso de Informática, identificaram que a estudante Jéssica Dayane tinha necessidades educacionais especiais e não conseguia adquirir os conhecimentos apenas de forma empírica. “A ideia surgiu ano passado, quando eu observei a dificuldade da Jéssica em entender a tabela periódica e, a partir disso, busquei uma maneira de possibilitar a compreensão dela, pois sabemos que é de grande necessidade entender a tabela, pois é base de entendimento de outras disciplinas”, explica Laine.

A tabela desenvolvida pelas alunas utiliza recursos táteis que facilitam a compreensão dos elementos químicos de forma lúdica. Ela foi produzida com botões e algodão, diferenciando os 118 elementos químicos existentes.

A estudante Jéssica Dayane disse que a tabela vai contribuir muito para sua formação. “Eu fiquei muito feliz com a iniciativa, vai me ajudar muito”, explica. Além disso, Jéssica comemora por, finalmente, compreender de forma efetiva os conhecimentos adquiridos em sala de aula. “Através do tato eu consigo conhecer os elementos químicos e com isso eu posso entender melhor o assunto”, enfatiza a estudante.

Gestores da DIREC e do centro de educação participam do curso Práticas Pedagógicas para Inclusão da Pessoa com Deficiência Visual, promovido Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual (CAP) em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do RN por meio da Subcoordenadoria de Educação Especial (SUESP).

Para Suely Lima, supervisora de Assessoria em Educação Especial e Diversidade da 6ª Diretoria Regional de Educação e Cultura (Macau), após a Jornada Pedagógica, as ações estão sendo melhor desenvolvidas. “Nessa visita foram dadas algumas dicas e sugestões de como trabalhar com recursos táteis”, enfatiza a supervisora.

Tabela Periódica

O ano de 2019 é marcado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o ano internacional da tabela periódica, que foi desenvolvida há 150 anos atrás, quando o cientista russo Dmitri Mendeleev (1834-1907), criou a primeira tentativa de organização dos elementos químicos, que possui o formato semelhante ao atual. A organização dos elementos químicos na tabela facilita a compreensão de fenômenos que acontecem na natureza e contribuem para os avanços científicos até hoje.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Trabalho puro, inocente, feito com o coração.
    Que belo exemplo.
    Criem um prêmio para um exemplo bonito como esse, vamos incentivar as boas praticas.
    Um dia desses algumas mentes sem criatividade queriam dar dinheiro para uma tal bolsa boga.

  2. Lourdes Siqueira disse:

    Matéria que dá gosto de ler. Parabéns aos envolvidos no projeto.
    Vamos otimizar nossa vida.
    Não viver em função do mal que foi feito ao país e torcer para que ele saia do fundo do poço.
    Parabéns BG pela sensibilidade.

  3. Renata disse:

    Parabéns meninas, vcs são 10.

  4. Severino Carnegie-Rockfeller disse:

    Lindo trabalho.

Governo do RN convoca 384 professores efetivos para rede estadual; veja lista

A edição desta quarta-feira (20) do Diário Oficial do RN traz a convocação de 384 professores para compor o quadro efetivo da rede estadual de ensino. Essa é mais uma importante convocação realizada na atual gestão do Governador Robinson Faria, referente ao concurso do edital 001/2015, que já convocou mais de cinco mil candidatos. Só neste mês de junho, já ocorreram duas convocações para esse concurso, totalizando 451 candidatos chamados.

As vagas são para diversas áreas de conhecimento, tais como pedagogia (anos iniciais e educação especial), física, química, ciências biológicas, sociologia, geografia, filosofia, ciências biológicas, história, artes, língua espanhola, língua inglesa, língua portuguesa e matemática.

Para tomar posse, os candidatos devem apresentar os seguintes exames médicos: atestado de sanidade mental, válido por trinta dias; hemograma; glicemia em jejum; sumário de urina com sedimentoscopia; parasitológico de fezes. Esses documentos têm que ter a validade de 90 dias. As candidatas gestantes devem apresentar laudo de ginecologista atestando estarem isentas dos exames de radiologia. Os professores devem também portarem com validade de 6 meses documentos de eletrocardiograma com parecer de um cardiologista, e o raio x do tórax em PA e Perfil com laudo de um radiologista.

Os convocados com idade igual ou superior a 45 anos do sexo masculino devem apresentar dosagem PSA; citologia oncótica para candidatos do sexo feminino, com parecer de médico ginecologista; mamografia para o sexo feminino com idade igual ou superior a 45 anos com parecer de médico mastologista.

A inspeção médica admissional será feita pela Comissão Permanente de Inspeção Médica Oficial, situada na sede da SEARH/RN, Centro Administrativo do Estado, Lagoa Nova, Natal. O atendimento deve ser agendado através do telefone (84) 3232-1056, no horário de 8h às 12h.

Devem ser apresentados também, conforme prevê o edital, o diploma de conclusão de curso com habilitação para o cargo, devidamente registrado por órgão competente, e os documentos pessoais: cópia de cédula de identidade, cópia de cadastro de Pessoa Física – CPF, comprovante de residência, cópia do título de eleitor e declaração de quitação eleitoral, cópia da certidão de reservista (sexo masculino), cópia de CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social (página com foto – frente e verso e todos os contratos de trabalho assinado e a seguinte em branco, cópia do PIS ou PASEP, cópia de certidão de nascimento ou casamento, atestado de saúde ocupacional habilitando o candidato para o exercício do cargo expedido por Junta Médica Oficial.

O candidato deve apresentar o número da conta bancária e agência em nome do titular da conta (conta do Banco do Brasil), certidão negativa de antecedentes criminais expedidas pelas Justiça estadual e federal, assim como, pela Polícia Civil da localidade em que o candidato possuir residência nos últimos cinco anos, e cópia da carteira de inscrição no Conselho Regional de Educação Física para os convocados de Educação Física.

Confira a lista completa com os nomes dos candidatos convocados clicando aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jailsom disse:

    Reunião de primeiro dia:
    TEMA
    COMO FAZER UMA GREVE TODO ANO E RECEBER COMO SE ESTIVESSE TRABALHADO

  2. Helio Motta disse:

    Só quem acha bom é o SINTE. Mas massa de manobra, mas grevistas…

Rede Estadual decreta suspensão da greve após garantia da correção do Piso com retroativo

Crédito: Lenilton Lima

A greve da Rede Estadual de ensino do RN está suspensa. É o que foi decidido pelos trabalhadores em educação durante assembleia realizada na tarde desta quinta-feira (19/04). O movimento grevista durou 29 dias. Os profissionais retornam as escolas na segunda-feira (23).

A categoria suspendeu o movimento grevista após o SINTE/RN, mediado pela Justiça, arrancar do governo a garantia do pagamento da correção de 6,81% do Piso Salarial 2018, bem como o retroativo acumulado de janeiro a março.

O Piso, conforme prometido pelo governo, será implementado para os trabalhadores ativos já agora em abril. Os aposentados vão receber em 6 parcelas, de abril a setembro deste ano. O retroativo, tanto para ativos quanto aposentados, será pago de outubro a março de 2019, em 6 parcelas. Tal proposta, que foi a 5ª e última apresentada pelo Executivo, só saiu após muita negociação e o intermédio da Justiça.

A coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, disse que a proposta do governo para pagar o Piso não é a ideal, contudo, é válida devido a conjuntura de cortes de investimentos: “Sabemos que a proposta que veio não é a melhor. Não é a que esperávamos. Porém, é a que conseguimos arrancar do governo após muita luta, sobretudo em um momento que os governos estão seguindo a cartilha de Temer e cortando investimentos”.

Já o coordenador geral do SINTE/RN, professor José Teixeira, disse que a luta agora é para fazer o governo cumprir o que prometeu: “O momento agora é de seguir firmes na luta. Portanto, vamos aguardar que o governo pague (o Piso) conforme prometeu, sob a mediação judicial”.

MELHORIAS NAS ESCOLAS

Quanto a melhoria nas escolas, que incluiu reformas, materiais didáticos, merenda e quadro completo de professor, entre outras coisas, o SINTE/RN vai formar uma comissão permanente, que reunirá os estudantes. Uma reunião para tratar do assunto acontecerá já nesta sexta-feira (20), às 14h30, na sede estadual do Sindicato.

EDUCADORES DE NATAL CONTINUAM EM GREVE; SEGUNDA (23/04) TEM NOVA ASSEMBLEIA

Na segunda-feira, dia 23 de abril, os educadores de Natal vão se reunir em mais uma assembleia de greve da categoria. A assembleia acontece a partir das 8h30, na ASSEN.

Em pauta a avaliação do movimento grevista, iniciado em 21 de março para reivindicar a correção do Piso Salarial 2018, melhores condições de trabalho, reformas nas escolas e concessão de direitos que vêm sendo negados.

Até agora a categoria segue à espera que o Prefeito recém empossado, Álvaro Dias, convoque o SINTE/RN, conforme prometeu quando indagado durante a cerimônia de sua posse, e apresente uma nova proposta para pagar o Piso. Na última segunda (16/04) o SINTE esteve na Prefeitura em busca de uma audiência com o Prefeito. Porém, ele estava em viagem.

Na assembleia realizada na última terça (17) os educadores da capital voltaram a rechaçar a última proposta do Executivo, considerada inaceitável, para pagar o Piso. A proposta sugere pagar o Piso Salarial apenas em junho, sem pagar o retroativo relativo a janeiro, fevereiro, março, abril e maio deste ano.

 

Desabastecimento das unidades de saúde da rede estadual: risco em profissionais e pacientes

O desabastecimento das unidades de saúde da rede estadual do Rio Grande do Norte está comprometendo os atendimentos e cirurgias realizadas nos hospitais públicos e colocando a vida de pacientes e dos próprios profissionais em risco. Médicos e enfermeiros denunciaram nesta quarta-feira (19) que a falta de medicamentos e de materiais essenciais para os procedimentos atingiu um nível crítico, a ponto de algumas cirurgias não serem feitas porque não havia gorros, protetores de pés e luvas descartáveis no Hospital Walfredo Gurgel, que atende uma média mensal de 21 mil pessoas.

Com informações do Jornal de Hoje

Matéria completa em http://jornaldehoje.com.br/desabastecimento-em-hospitais-rn-pode-ate-matar-pacientes-e-colocar-profissionais-em-risco/

Trabalhadores em educação da rede estadual entram em greve por tempo indeterminado

1779150_292413400906520_456980086_nOs trabalhadores da rede estadual deflagraram greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada em assembleia geral da categoria realizada na manhã desta terça-feira (28). O motivo para a paralisação é o descumprimento por parte do governo dos acordos firmados em 2013.

“Não há mais espaço para promessas”, declarou a coordenadora geral Fátima Cardoso. “Corremos muito atrás, buscamos sempre o diálogo, mas só recebemos promessas e com o tempo vimos que não passava disso”, lembrou.

A greve foi deflagrada no primeiro dia do ano letivo de 2014 porque no ano passado, após outra paralisação, o governo firmou um acordo com a categoria e não cumpriu. Em agosto, reeditou o combinado, mas até agora nada foi cumprido.

A SEEC foi notificada diversas vezes pelo Sindicato, mas somente nesta segunda-feira (27), na iminência da deflagração da greve, chamou a direção para uma audiência. A secretária Betânia Ramalho não compareceu e enviou o secretário adjunto para uma conversa que não avançou nas reivindicações. O governo se comprometeu apenas a pagar o terço de férias no próximo pagamento e a reajustar o piso salarial em fevereiro com retroativo a janeiro, o que é uma obrigação do estado prevista em lei.

Enquanto a propaganda oficial do governo mostra que está tudo certo, as escolas da rede estadual continuam sucateadas e se deteriorando, o número de professores é insuficiente para a demanda, falta suporte pedagógico e os profissionais estão insatisfeitos com as péssimas condições de trabalho e com o descaso. Mesmo diante do clamor de pais e estudantes diversas escolas foram fechadas nos últimos anos.

Após várias tentativas, só restou à categoria deflagrar a greve. O SINTE/RN convocou a categoria para cruzar os braços e exigir respeito. Na assembleia foi definido ainda um cronograma de atividades que serão desenvolvidas durante a greve.

Pauta de reivindicações

•Revisão do Plano de Carreira do Magistério
•Pagamento de uma Letra para os professores
•Redimensionamento do porte das escolas e gratificação dos diretores
•Modificação da portaria 731/2003
•Permanência da Letra quando da Promoção Vertical
•Mecanismo de Concessão de Licenças-prêmios
•Ajuste do déficit na correção salarial de 2013
•Complementação na base salarial dos funcionários da educação
•Convocação dos concursados

Sinte RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dalvani disse:

    Isso mesmo,nó não podemos mais aguentar essas humilhações desse DESgorverno !

Matrículas da rede estadual de ensino terminam nesta sexta-feira

Termina nesta sexta-feira (27) o prazo para o estudante que pretende ingressar na rede estadual de ensino realizar sua solicitação de matrícula através do www.sigeduc.rn.gov.br. De acordo com a secretária de estado da Educação, professora Betania Ramalho, o sistema ficará fechado para o público externo a partir deste sábado, mas continuará aberto até o dia 10 de janeiro para as equipes das escolas, que estão concluindo a inserção dos resultados de 2013 e a renovação da matrícula dos alunos que já estão na rede.

Ela conta que muitas escolas ainda estão inserindo as notas dos alunos no sistema e processando o resultado final do ano letivo. Por esse motivo, o número real de renovações só deverá ser fechado no último prazo. O resultado final da matrícula será divulgado no dia 11 de janeiro. Com o resultado, entre os dias 13 e 17 de janeiro, os pais ou responsáveis devem se dirigir a escola para efetivar a matrícula, com os documentos de identificação em mãos.

Ainda a partir do dia 13 de janeiro, os pais e alunos que perderem o prazo para solicitar sua matrícula poderão recorrer às vagas remanescentes. A diferença é que após o período que se encerra agora as escolas mais procuradas já estarão ocupadas e os alunos que deixarem para depois poderão ficar fora das unidades de sua preferência. “O que podemos garantir é que todos aqueles que procurarem a rede estadual após esse período serão matriculados, nas escolas onde houver vaga”, ressaltou o coordenador das diretorias regionais de Educação, Eduardo Colin.

Matrículas para rede estadual prorrogadas até sexta

O Governo do Estado prorrogou até esta sexta-feira (27), o período de solicitação de matrículas para os estudantes que pretendem ingressar na rede estadual de ensino. Os interessados devem acessar o www.sigeduc.rn.gov.br, selecionar duas opções de escolas e solicitar a matrícula. Até o momento, 149 mil estudantes solicitaram suas matrículas por meio do SIGEduc. Do total, 41 mil é o número de novos alunos, que irão ingressar na rede. Os demais correspondem a renovações.

A secretária de Estado da Educação, professora Betania Ramalho, destaca que todas as escolas estaduais estão abertas para auxiliar os pais e alunos que não tem computador em casa e precisam acessar a internet para solicitar a matrícula. “Para isso, realizamos um treinamento com os técnicos dessas unidades, em todas as regiões, no período que antecedeu a matrícula. Por ser o primeiro ano que o sistema está sendo utilizado em todo o Estado, estamos vivendo um período de experiência e adaptação.”

O coordenador das diretorias regionais de Educação, Eduardo Colin, lembra aos pais e alunos que o cadastramento do CPF, uma das exigências para solicitar a matrícula, continuará sendo realizado nos dias 26 e 27, em qualquer uma das 16 Diretorias Regionais de Educação. O cadastro do documento também pode ser feito nas Centrais do Cidadão.

Matrículas para rede estadual são prorrogadas até sexta-feira

O Governo do Estado prorrogou até a próxima sexta-feira (27), o período de solicitação de matrículas para os estudantes que pretendem ingressar na rede estadual de ensino. Os interessados devem acessar o www.sigeduc.rn.gov.br, selecionar duas opções de escolas e solicitar a matrícula. Até o momento, 149 mil estudantes solicitaram suas matrículas por meio do SIGEduc. Do total, 41 mil é o número de novos alunos, que irão ingressar na rede. Os demais correspondem a renovações.

A secretária de Estado da Educação, professora Betania Ramalho, destaca que todas as escolas estaduais estão abertas para auxiliar os pais e alunos que não tem computador em casa e precisam acessar a internet para solicitar a matrícula. “Para isso, realizamos um treinamento com os técnicos dessas unidades, em todas as regiões, no período que antecedeu a matrícula. Por ser o primeiro ano que o sistema está sendo utilizado em todo o Estado, estamos vivendo um período de experiência e adaptação.”

O coordenador das diretorias regionais de Educação, Eduardo Colin, lembra aos pais e alunos que o cadastramento do CPF, uma das exigências para solicitar a matrícula, continuará sendo realizado nos dias 26 e 27, em qualquer uma das 16 Diretorias Regionais de Educação. O cadastro do documento também pode ser feito nas Centrais do Cidadão.