Homem é preso acusado de atear fogo em carro para receber seguro e causar o maior incêndio do ano em Petrópolis – RJ

Foto: Divulgação Polícia Civil

Um homem foi preso em flagrante por policiais da 106ª DP (Itaipava) acusado de causar um incêndio, ainda não controlado, que já destruiu 10 mil metros quadrados de área florestal em Araras, Petrópolis, na Região Serrana. De acordo com o delegado titular da unidade, João Valentim, o preso é suspeito de atear fogo no próprio carro para ficar com o dinheiro do seguro.

Na segunda-feira, ele foi à delegacia para registrar o roubo de seu veículo e, segundo o delegado, apresentou uma versão que gerou desconfiança. Ao investigar o caso, os investigadores foram informados de que o incêndio de grandes proporções na mata teve como causa um veículo incendiado. O detido havia ateado fogo no carro na Estrada Almirante Paulo Meira, Vale das Videiras, após comprar um galão com combustível em um posto no município de Três Rios. Imagens das câmeras de segurança mostram o suspeito no local.

A investigação apontou que o suspeito tinha como objetivo receber o valor do seguro do veículo com um sinistro, que na verdade não ocorreu, e foi o autor do de um dano ambiental de grandes proporções. Segundo a Polícia Civil, trata-se do maior incêndio registrado em Petrópolis no ano de 2020, atestado por laudo pericial.

O preso foi autuado por tentativa de estelionato e por delito de incêndio e encaminhado para a audiência de custódia.

O Globo

Polícia anuncia identidade de acusado de atear fogo e matar morador de rua em Natal

O 10º Distrito Policial detalha na manhã desta quinta-feira (13), a prisão de Márcio Alexandre dos Santos Leite, conhecido como “Bulldog”, acusado de atear fogo e matar o morador de rua identificado como Denílson Gomes da Silva, crime ocorrido no dia 1º de julho desse ano, na calçada de um estabelecimento comercial, no bairro Capim Macio, zona sul de Natal.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos Aurélio disse:

    Chega de lenga lenga Bruno. ISONOMIA significa IGUALDADE, que só existe quando reconhecemos com AÇÕES, mais do que em discursos, conversas e teorias, que TODOS SÃO IGUAIS. Ou NÃO SÃO!
    DIVULGAR NOMES DE PESSOAS ENVOLVIDAS em infrações, crimes e/ou imoralidades tem seguido um roteiro constante e rotineiro de adotar DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS mesmo.
    Quando se trata de pessoas de baixo poder econômico, não só o seu nome, mas também a sua foto é estampada COM O PIOR ÂNGULO QUE SE POSSA CONSEGUIR seguida de comentários jocosos e preconceituosos. Do contrário, não se sabe, ninguém viu. O SILÊNCIO PREVALECE!
    Foi assim no caso do Senhor empresário que encontrou a filha num PROGRAMA contratado por ele para comemorar os bons negócios, como também no "rapaz que saiu nu numa de nossas praias quebrando tudo que via pela frente, o motorista que matou um coronel da polícia e agora o "DE MENOR" QUE FEZ UMA GRACINHA AO DIRIGIR SEM HABILITAÇÃO matando uma jovem que tinha tudo pra viver muitos anos ao lado dos seus familiares e amigos.
    JORNALISMO SÉRIO POSSUI COMPROMISSO SOCIAL E MORAL COMPROMETIDA COM A ÉTICA. Revelar por IGUAL os fatos, suas circunstâncias, contexto e seus AUTORES E VÍTIMAS fazem parte do seu trabalho diligente e honesto. O resto é outra coisa, menos jornalismo sério.
    Jornalistas sérios fazem história e prosperam na carreira, enquanto que os "outros" que se vendem ou inventam suas pseudo notícias, tem rápida passagem pelo mundo, perdendo leitores e consequentemente anunciantes em pouco tempo.
    VAMOS LEVAR A COISA A SÉRIO, MENORES DIRIGINDO, PESSOAS ALCOOLIZADAS E PESSOAS QUE NÃO RESPEITAM OS LIMITES DE VELOCIDADE E DESRESPEITAM AS REGRAS DO TRÂNSITO MATANDO OS OUTROS COMO SE FOSSEM BICHOS, TEM QUE SER TRATADOS COMO TAIS, POIS nada do que seja feito vai curar a dor da perda de um ente querido, nem fazer pessoas voltarem do túmulo. Tem que prender essas pessoas, tomar seus carros e divulgar seus nomes e fotografias para que nos protejamos deles e que os mesmos aprendam de uma vez por todas o que significa o VALOR DE UMA VIDA HUMANA.
    ACORDEM!
    Não é passando a mão que vamos ter mudanças de comportamento de um bando de "FILHINHOS DE PAPAI" que andam feito doidos no trânsito com seus carrões metendo medo em todo mundo não. Onde andam os FISCAIS DA LEI que não veem isso?

  2. Marcos Felipe disse:

    Polícia anuncia identidade = Suspeito pobre = Tá fudido.

    Polícia não anuncia identidade = Suspeito rico = Tá de boas.

    • isa disse:

      Marcos ,para Deus não existe pobre nem rico!!!Todos somos filhos do mesmo Deus!!
      Diante de um fato desses a dor é infinita para todas as familias,você ou eu podemos acabar nos envolvendo em situações semelhantes,que Deus nos proteja!!!Proteja essas familias…Que elas passem a agir e regir como Cristo reagiria!!!Deus abençõe a todos nós!!