Política

“Lamentável. É pra morrer tudinho. Eu não gosto de vagabundo não”, diz senador Styvenson Valentim sobre presos no RN sem mortes por covid

Em entrevista à 96 FM nesta quinta-feira(06), o senador Styvenson Valentim (PODEMOS-RN) lamentou o fato de não haver mortes de detentos por covid-19 no sistema penitenciário do Rio Grande do Norte, em ironia ao fato de o medicamento ivermectina ter sido apontado por diretor prisional como responsável por garantir que nenhum preso morresse de covid-19 em Alcaçuz.  “Infelizmente”, disse.

“Pois é, é lamentável, né? É pra morrer tudinho. Eu não gosto de vagabundo não. Eu não gosto de ladrão, não gosto de vagabundo. Eu vou dizer que gosto? Vou mentir aqui pra agradar família de vagabundo?”, disse o senador.

Afirmou ainda que “vagabundo” tem que ser “pendurado”. “Só que gosta é a família dele”, afirmou na 96 fm.

 

Opinião dos leitores

  1. Interessante não é nobre Senador. O Sr. Não acha que para uma situação que temos hoje no Pais não seria mais produtivo de sua parte, ajudar a resgatar a verdade sobre a Ivermectina. Há não pode fica mais facil usar um discurso fácil. Esse todos nós na sua grande maioria ja o conhecemos e concordamos. Seja mais produtivo nesse sentido. Essa é a grande oportunidade. Lute pela convocação dos defensores do tratamento precoce. No seu estado temos diversos verdadeiros Guerreros a quem eu homenagio na figura da Dra. ROBERTA. Sei que você vai dizer que minha opinião não imoorta. Tudo bem o Sr. Já esta com seus 8 anos de mandato garantido. Mas saiba que nada é para sempre e semore somos cobrados pelas ações e também pelas omissões. Quem viver verá.

  2. Olha, vocês quer ver essas pessoas mortas?
    Será que é isso que queremos para nós, sangue nas mãos?

  3. Vale pra todo mundo, senador?
    Ou seus colegas de Senado, envolvidos em falcatruas, ficariam de fora?????

  4. BG, lamentável é você perder um filho com uma bala no peito disparado por um assaltante, a voz do Senador representa todo cidadão de bem, Parabéns Senador.

  5. PARECE UMA MENTIRA! NÃO TER MORRIDO NINGUÉM NO PRESÍDIO DE ALCAÇUZ. e essa guerra sobre tratamento precoce? já disseram que a ivermectina não é eficaz! eu não desejo a morte dos presos. agora botar pra trabalhar é uma idéia necessária.

  6. O senador deveria elaborar um projeto de lei para desarmar o povo Brasileiro! Toda violência praticamente reside no poder das armas de fogo! Sem armas não existiria violência! Pena máxima, prisão sem fiança, regime fechado, sem prescrição, sem progressão pra quem portar armas de fogo! Vamos enfraquecer o NARCOTRÁFICO!

  7. O que há de sensato nesse comentário? Um sistema penal que recentemente liberou da prisão um cara que estava a 15 anos preso sem ter cometido crime algum, um sistema que defende apenas quem tem recursos para pagar bons advogados e abandona o restante? Esse sujeito é a cara desse governo que protege muito bem, apenas os seus.

  8. Rapaz, goste ou não goste ele não falou um pingo de mentira! Foi muito correto na resposta! Quem gosta de vagabundo e alisa, é a família! Tenho princípios sociais que aqui nos comentários é esquerdopata ou comunista, mas sou a favor de privatizar muitas coisas sim, e sou mais a favor ainda, de revisar o código penal e o código de processo penal, no Brasil já passou da hora de haver prisão pérpetua, já disse sou contra pena de morte, o Estado não pode virar assassino a bel prazer! Vida é sagrada! No confronto não, tá armado é bala no vagabundo!

  9. Muito bem senador, falou a verdade, tô com você e não abro. Bandido não pode ter vida boa paga com os nossos impostos.

  10. Nem todos que estão lá são ladrões. Basta atrasar uma pensão alimentícia pra ser preso. Ou matar um bandido.
    Converter esses infelizes ao evangelho, esse senador fascista não quer!

    1. Muito bem colocado, não adianta generalizar os presos. Alguns são por simples delitos ou necessidades da vida.

  11. Errado ele não está, mas querem polemizar a sensata declaraçao dele. Tudo hj em dia vira mimimi, ta uma merda essa convivencia.

  12. Não tem nada de lamentável, ele falou o que a maioria da população acha, vamos deixar de hipocrisia. Bandido é bandido tem que ser tratado como tal, por isso que o bandido aqui no Brasil está sem controle por causas desse politicamente correto, o bandido mais bandido do mundo é o do Brasil.

    1. Bandido só é bandido aqui no Brasil,quando é pobre.
      Não conheço nenhum bandido rico na cadeia.

  13. Na minha opinião ele foi realista. Quero saber quem gosta de ser roubado e deseja que o ladrão vá dormir em colchão de pena de ganso! Isso é hipocrisia!BG

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

Explosão no bairro das Rocas, em Natal, faz a sua 3ª vítima fatal

A tragédia só aumenta. O portal G1-RN confirma a terceira vítima fatal da explosão que deixou seis pessoas feridas e destruiu quatro imóveis no dia 9 de abril no bairro das Rocas, na Zona Leste de Natal.  Trata-se de Maria do Socorro de Souza estava internada no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Walfredo Gurgel e teve a morte confirmada na noite dessa quarta-feira (21).

Segundo os médicos do CTQ, ela tinha de 40% a 60% do corpo queimado e chegou a ficar 24 horas intubada. Morreu por complicações causadas pelas queimaduras. Maria do Socorro era esposa de Antônio José da Silva, de 53 anos, e mãe de Adriano Souza da Silva, 28 anos, que morreram na última sexta-feira (16), também vítimas da explosão.

Aparecida de Souza e Silva, de 24 anos, filha de Maria do Socorro, chegou a ser internada e recebeu alta na semana passada.

Uma criança de 4 anos que estava na casa continua internada na UTI pediátrica do Walfredo Gurgel, e, segundo nota do hospital, tem o quadro estável, respondendo bem ao tratamento.

Com acréscimo do G1-RN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

“O cabo estava em uma atividade extra quando foi atingido”, diz Fátima sobre morte de policial

Foto: Reprodução/Instagram

A governadora após 3 horas da confirmação da morte do cabo Gustavo Pinheiro de Andrade, pronunciou-se nas suas redes para lamentar mais um policial morto e dizer que as forças de segurança farão o necessário para prender o culpado.

Mas tem uma colocação na sua postagem que indignou muitos policiais.

“Que o cabo estava em uma atividade extra quando foi atingido.”

O policial estando em serviço ou em atividade extra muda alguma coisa por ter sido executado?

Perdemos mais uma vida de um policial, independente da atividade que ele exercia, a atividade extra ela é lícita e digna em horários de folgas de policiais.

 

Opinião dos leitores

  1. Se o companheiro estava em atividade extra, certamente estava precisando de um dinheirinho extra. Coisa que político nenhum nunca vai precisar .

  2. É ser CANALHA!! Mais um MOTIVO DE VERGONHA pra essa GENOCIDA! Dizer que o Cabo estava em atividade extra, é indiretamente de forma cínica e hipócrita dizer que estava por sua CONTA E RISCO!!! COMUNISTA! É BOM QUE A TROPA ESCUTE E VEJA A CONSIDERAÇÃO E O VALOR QUE VOCÊS PM TEM!!

  3. Como todos sabem, vindo dessa governadora nada espanta, agora, como é mesmo? “Fazendo atividade extra”? Ele estava em hora de serviço? Se ele estava conversando, fazendo bico, passeando, a quem isso interessa? Ele é um cidadão e nas horas vagas faz o que quer. O que a governadora, em sua intimidade faz, ou faz as escondidas no cinema, só a ela interessa. O fato e que o comentário foi infeliz, como ela o é, a ninguém deve interessar a vida dos outros, óbvio que nas coisas corretas, e ele não estava incorreto, com extra ou sem extra. Vai te catar governadora inutil, da tua boca só sai asneiras. A polícia, se tivesse espírito de corporação, não deixaria essa passar barato, isso é uma desfeita e desrespeito mentiroso, sim, já que ela faz uma afirmação para desmerecer o profissional lamentável.

    1. Você tem razão, se houvesse mais união na corporação a coisa seria bem diferente.

  4. Pela fala de Fátima, fica entendido que se o policial estiver fora de serviço ele pode ser eliminado pela bandidagem não entrando na conta de policial abatido por marginais, ela com isso procura desligitimar os que lamentam a morte de políciais. Vamos lembrar que os bandidos das facções recomendavam o voto em Fátima para não serem incomodados nas suas atividades laborais, que é o crime.

    1. Faça uma pesquisa nos presídios e facções: PT x Bolsonaro. A surra do PT no mito vai ser grande…Voto se paga com apoio e vice-versa…

  5. Galera, esse comentário é super natural para quem participa de um “parrtido” que fez o maior assalto aos cofres públicos do planeta( Estatais) e odeiam todos os agentes de segurança com todas suas forças…. Qual a novidade? PARABÉNS governadora, o culpado é a vítima que NÃO ficou em casa trancado e resolveu sair…. Só uma pergunta: se fosse alguém da lacracão e do mimimi, o comentário e as ações seriam as mesmas?

  6. Que desastre seu comentário heim governadora!caberia um comentário desses se o policial estivesse traficando ou cometendo outros ilícitos mais o cidadão estava TRABALHANDO,se é que vocês entende o que é isto.lamentavel corra vai logo pedir desculpas é o mínimo que a senhora poderia fazer.

  7. Falou algo normal. Apenas falou que ele estava trabalhando fora do serviço. Do mesmo jeito que vcs dos jornais vão falar hj o dia todo. Mais se a governadora fala um “a” já e criticada. Pelos blogs que mostram muito bem de que lado tão. E não e do jornalismo sério . A perseguição e clara.

  8. Relativisar a morte é não ter solidariedade humana, governadora. Será se ela já computou os números dos óbitos, desde a data que o governo federal liberou os 5 milhões de reais pra ela comprar os respiradores, e ela promoveu o descaminho do dinheiro, deixando nossos irmãos morrerem inocentemente desassistidos. Isso é assassinato governadora, mesmo que não seja julgada pela Justiça dos homens, mas pela Justiça divina a senhora e os maus não escapam.

  9. Por isso que cada dia que passa eu tenho mais nojo dessa esquerda maldita que só defende bandido, na cabeça dela o policial é que está errado pior que tem gente que concorda e vota num traste desse.

  10. Daqui a pouco a Governadora vai dizer que fomos assaltados, assassinados porque estávamos na rua, ou que o ladrão invadiu nossa residência porque facilitamos, lamentável sua explicação.
    Não precisa explicar eu só queria entender.
    Que Deus conforte o coração dos familiares e amigos.

    1. E se o criminoso matar em casa, a culpa era do muro baixo demais. Inacreditável.

  11. A pergunta é: Será que para além da tragédia ele tb foi vítima da omissão? Quantos mais irão morrer em atividades extras? É permitido uma empresa contratar o serviço de segurança de um policial? Quantos mais com a palavra os órgãos de controle.

  12. Às vezes, um pouco de interpretração de texto faz bem. Ou então, a pessoa já lê com uma opinião formada. O que eu entendi que ela quis dizer foi que o mesmo não estava de serviço ou à paisana. Mas é mais fácil levar para a politização… No final das contas a maioria dos comentários que se seguirão não levarão em conta a dor da família com a perda de um ente querido, independente de como foi… Infelizmente essa polarização vai acabar conosco enquanto sociedade organizada. Meus sentimentos aos familiares e amigos do policial.

  13. Governadora… todos fazem bico pra melhorar a renda.. nao justifica a morte de ninguem ele estar trabalhando fora do expediente. Do mesmo, dentro do expediente, existem centenas de policiais a disposicao do TJ, MP, outras secretarias que nao colaboram com a segurança publica.. fora da funcao!!! justifica a incapacidade do Estado de dar uma resposta? Criminalidade em alta, decretos de fome, isso é incapacidade administrativa!! O problema é que so vejo piorar… vai culpar outras gestoes?

    1. Independente dele ser policial o estado era para garantir a segurança do referido policial !Ele estava de folga e tinha o direito de ir vir com segurança! O problema é que estamos a mercê dos bandidos, esta é a realidade!

  14. O tal do petista é um doente, um infectado. Nem em um momento como esse ele consegue resistir a tentação de transferir a culpa.

    1. Não vi nada demais em a governadora citar que ele estava fazendo um extra. Ela não o criticou, apenas disse onde estava na hora do ocorrido. Falta interpretação e bom senso.

  15. Ele estava trabalhando por que gostava, ou precisava?
    A governadora quer justificar a morte do rapaz?
    Será que o crime desse trabalhador foi tentar completar sua renda, dar um maior conforto à família?
    A culpa é somente de quem apoia ladrão, inclusive e mais ainda, político ladrão, tal como o chefe da maior facção do Brasil, o PT.

    1. Então só conta se o cara estiver fardado? No que aliás, chama mais a atenção ainda do bandido! Esse comentário infeliz, veio daqui foi eleita porque tava inscrito “pt”, na testa! Mas isso não deveria ser surpreendente, vindo de quem vem. Extremamente infeliz, porém, nada surpreendentemente, para a pior senadora no exercício do seu mandato.

    2. Esse blogueiro gosta de ser clamado…Claro que muda, policial militar está carimbado de que ele não pode exercer outra função concorrente a que ele exercer no ESTADO, é um crime cometido por ele cabível a EXPULSÃO das funções de SERVIDOR PÚBLICO. Ele pode ser um comerciante, professor de educação física etc, mas não exercer a função de segurança privado enquanto policial militar ativo.
      Deveria ter uma lei pra punir de verdade o policial que comete esse crime, pois sabe que essa impunidade REINA NO BRASIL.
      Claro que vai ter um monte de ELEITOR BURROMINION que vai me xingar, inclusive PMs, mas o certo prevalece frente aos errados. Alguém, sabe me dizer, se os policiais mortos tinha envolvimento com algo errado? Já ouvir comentários que parece que sim…
      Vc blogueiro, faz essa investigação, quero ver se vc é macho MESMO.
      Você sabe que boa parte dos policiais (PM, Civil) são corrúptos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

‘Lembraremos do príncipe Philip pelo seu apoio à rainha’, diz primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson

Foto: Reprodução

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, fez um pronunciamento na manhã desta sexta-feira (9), em Londres, para agradecer ao príncipe Philip pela contribuição política aos países que formam o reinado. O integrante da Família Real Britânica morreu no Castelo de Windsor, em Berkshire, na Inglaterra.

“Nós agradecemos como nação pela vida do príncipe Philip”, afirmou Boris Johnson. O primeiro-ministro disse que o duque de Edimburgo – outro título de Philip – ajudou a manter a monarquia como uma ”instituição vital” ao Reino Unido.

“Nós nos lembramos do duque, acima de tudo por seu apoio constante à Sua Majestade a Rainha, não apenas como seu consorte, ao seu lado, todos os dias de seu reinado, mas como seu marido, sua força e permanência de mais de 70 anos”, disse Johnson.

O premiê pediu aos cidadãos do Reino Unido que dediquem o dia para meditar em memória do príncipe e pelo bem da família real. “E é para Sua Majestade e sua família que os pensamentos de nossa nação devem se voltará hoje”, disse.

Johnson lembrou que Philip foi um dos mais longevos consortes da história do Reino Unido e, provavelmente, era uma das últimas pessoas do país a ter combatido na Segunda Guerra Mundial. Ao lembrar o legado do duque, o primeiro-ministro destacou que ele era um ”ambientalista e um campeão do mundo natural muito antes de estar na moda”.

CNN Brasil, com Reuters

Opinião dos leitores

  1. Pelo que se sabe, um Homem (assim mesmo). E a rainha segue adiante, impávido. Na corrida da vida, já “ultrapassou” muita gente boa.

  2. Deus salve a rainha!! Deveríamos ter mantido nossa tradição por um golpe militar perdemos o maior estadista que o brasil já teve! PedroII

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Sem comorbidades, jovem de 27 anos morre de Covid-19 em SP meses antes de se casar

Foto: Arquivo pessoal

Uma jovem de 27 anos não resistiu após se infectar pelo novo coronavírus e morreu no domingo (4), em São José do Rio Preto, interior de São Paulo. Ketherin Bracciali fez aniversário durante a internação para tratamento da Covid-19 e estava com o casamento marcado para o dia 9 de setembro de 2021.

Ainda tentando lidar com a perda precoce da filha, e se apoiando à religião para encontrar forças, Rosangela Bracciali afirma que Ketherin era totalmente saudável e respeitava rigorosamente as regras de prevenção à Covid-19.

“Foi dilacerante. Minha filha nunca bebeu e fumou. Não tinha comorbidade nenhuma. Ela se cuidava. Não ia para balada, mas pegou”, diz Rosangela em entrevista ao G1.

“Esses jovens que não têm responsabilidade com a própria vida tinham que parar um pouquinho para pensar no quanto isso é real. Esse vírus vai demorar para ser extinto. Muitos ainda podem perder a vida”, complementa a mãe.

Sintomas

Ketherin começou a apresentar os sintomas associados à Covid-19 há cerca de três semanas. Rosangela relata que a filha se queixou de dores nos joelhos e, em seguida, na garganta.

“No dia 12 de março, nós a levamos a uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Ela ficou praticamente a manhã toda aguardando atendimento, passou mal, precisou ser colocada em uma cadeira de rodas e entrou para fazer o teste”, explica Rosangela.

Depois de ser medicada, a jovem retornou para a casa onde morava. Porém, apresentou falta de ar e precisou procurar atendimento novamente.

Até então, Ketherin não tinha descoberto que o resultado do exame feito dias atrás tinha apresentado resultado positivo para Covid-19.

“No dia 19 de março, ela foi internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Tangará e precisou ficar no oxigênio. Deram autorização para levar roupas e coisas de higiene. Levei, mas não consegui vê-la. Minha filha melhorava em um dia, mas no outro piorava”, relembra a mãe.

Aniversário

No dia 24 de março, enquanto batalhava para se recuperar das complicações provocadas pela doença, a jovem completou 27 anos.

O irmão Víncenth Bracciali relembra que mandou mensagem para desejar parabéns e aproveitou para dizer que estava torcendo pela recuperação dela.

“Falei que queria que ela melhorasse logo. Minha irmã ainda estava acordada e me respondeu que estava preocupado comigo. Essa foi a última conversa que tivemos. Mesmo estando mal, minha irmã ainda estava preocupada comigo”, comenta.

Ketherin estava preocupada porque toda a família também tinha testado positivo para o novo coronavírus, mesmo tendo adotado todas as medidas de prevenção e respeitado o distanciamento social.

“Ficamos aguardando um bom tempo pelo resultado do exame. Senti falta de ar, muita fraqueza e moleza. As comidas ficaram com um gosto muito forte. Mas nenhum de nós precisou de internação”, explica Víncenth.

Transferências

A mãe da jovem conta que a filha foi transferida para outras duas Unidades de Pronto Atendimento e precisou ser intubada.

“Foi tudo muito rápido. Descobrimos que minha filha sofreu uma parada cardíaca por conta da doença. Me chamaram para buscar o anel de noivado dela e recebi a notícia de que os pulmões dela estavam comprometidos”, relata.

No dia 31 de março, Ketherin foi transferida novamente, mas, dessa vez, para a Santa Casa, um dos hospitais responsáveis por atender moradores de Rio Preto com suspeita ou diagnóstico positivo da doença.

“Ela ficou internada e intubada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), teve 75% dos pulmões comprometidos pela doença e faleceu no dia 4 de abril”, relembra Rosangela.

“Minha filha era uma menina alegre, positiva, gostava de ver todos felizes e se preocupava muito. Ela tinha álcool em gel em todos os lugares, respeitava o distanciamento, usava máscara. Realmente não sabemos de onde a doença surgiu”, complementa a mãe.

Casamento

Em janeiro de 2021, Francisco Queiroz pediu a mão de Ketherin durante uma viagem a Gramado (RS). Morando em cidades diferentes, os dois se conheceram pela internet, começaram a conversar e se encontraram presencialmente pela primeira vez no dia 11 de junho de 2020.

“O casamento estava marcado para 9 de setembro. Nossa relação era perfeita. Nunca brigamos. Sei que quando as pessoas falecem normalmente costumam dizer isso, mas Ketherin era a melhor noiva, namorada e amiga”, desabafa Francisco.

Cristieli dos Santos Bracciali comenta que, pela situação dela, de não ter comorbidade, a família não acreditaria que o vírus seria fatal.

“Nós acreditamos que as famílias são eternas. A morte não é o fim de tudo. Acreditamos que ainda vamos vê-la. Está sendo difícil, mesmo acreditando nisso. Agora imagina para quem não tem uma religião e acha que a morte é o fim de tudo. Os jovens não estão pensando na família e em quem vai ficar”, diz Cristieli.

G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

Bahia: Para comandante da PM, ação que terminou na morte de soldado foi ‘necessária’

Foto: Divulgação / SSP-BA

O comandante-geral da Polícia Militar da Bahia, Paulo Coutinho, defendeu a ação que terminou na morte de Wesley Góes, soldado que sofreu um “surto psicótico” no Farol da Barra, em Salvador, no domingo. Durante entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, Coutinho rebateu críticas de que a operação teria sido “desproporcional” e afirmou que a vida dos agentes de segurança estava em risco. As informações são do jornal “A Tarde”.

— Enquanto os disparos não estavam oferecendo riscos para a tropa e para as pessoas que circulavam, protegemos a integridade do soldado. Sempre temos esse cuidado, temos expertise de atender ocorrência dessa natureza. Foram utilizadas outras alternativas, porém ele estava com uma arma de grande poder de letalidade e em determinado momento todos os recursos de isolamento e proteção foram esgotados — ressaltou.

Wesley foi atingido por dez tiros feitos por agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) após quatro horas de negociações frustradas. O soldado manuseava e acionava um fuzil e uma pistola e chegou a dar tiros para o alto no local. Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), Wesley foi socorrido no Hospital Geral do Estado (HGE), no centro da capital baiana. Em estado grave, foi intubado, mas não resistiu e morreu.

De acordo com o comandante-geral, um inquérito policial será instaurado para apurar a conduta dos agentes que participaram da operação.

— Ocorrências críticas possuem muitas motivações e só podem ser esclarecidas após a abertura do processo investigativo. Mas ali foi um típico caso de um indivíduo que estava passando por um transtorno mental e estava desconectado da realidade. As imagens falam por si só — disse.

Coutinho também refutou a possibilidade de que a categoria realize para uma paralisação geral. Ainda na noite de domingo, um grupo de PMs ligados à Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra-BA) convocou uma assembleia para esta segunda-feira.

— Temos que deixar bem claro que a PM é bem maior do que isso. Estamos com o alto comando da corporação em funcionamento para servir e proteger o cidadão. Qualquer manifestação de ordem política não cabe nesse momento — afirmou.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Um policial militar com um fuzil atira contra a tropa, infelizmente foi o desfecho. O que se deve discutir é o que leva reiterados surtos psicoticos, alcoolismo e desvio de conduta de policiais, e principalmente policiais militares d base da pirâdlmide.

  2. Mas não podia utilizar um sniper para dar somente um ou dois tiros no braço que o soldado portava o fuzil? Mas 10 tiros do BOPE já mostra a que veio a força policial né?

  3. Se um profissional de segurança, treinado, age assim, imagine quando as armas chegarem à posse dos cidadãos "de bem"?
    Deus e o STF que nos acudam…

  4. Esse é um assunto extremamente delicado para ser tratado com irresponsabilidade . O PM em surto psicótico representava um perigo para a sociedade e s polícia tinha que agir e agir rápido . Politizar uma situação dessa levando e incentivando a tropa a um motim é muito sério e de graves proporções. As policiais estão doentes . Péssimas condições de trabalho , stress , baixo salários , álcool, drogas e todo um contexto de muitas dificuldades. Politizar isso é muito complicado. Quando o capitão Adriano , foi neutralizado na Bahia , muitos criticaram a ação da PM, nesse caso também é a crítica é somente com viés político ideológico.O remédio foi amargo , as autoridades vão apurar , levar para a guerrinha urbana do interessa a quem quer ver o circo pegar fogo .

  5. Se essa infelicidade tivesse acontecido em um Estado a qual o Governador fosse sintonizado com Governo Federal, a turba de desordeiros já teriam cometido toda sorte de balbúrdia, tumulto, destruição de patrimônio, desordens e inclusive já teria criado um culpado. Mas, como é um Estado governado por um "cumpanheiro" nada de gritinhos histéricos. Vida de Policiais importam!!!

  6. Há relatos que ele estava revoltado por colegas de farda terem abordado pessoas que estavam trabalhando.
    O BOPE tem atiradores de elite que poderiam ter dado um tiro na perna ou até mesmo tiro com tranquilizante porque ele era alvo fácil por estar em uma área aberta.
    História muito mal contada.

  7. Comentários sem nexo, legião urbana e lixo é a mesma coisa. Queria saber se esse cidadão que defende o soldado se fosse ele que tivesse do outro lado iria esperar receber um tiro.

  8. Se fosse um bandido, eles ainda estavam negociando. Tinham chamado direitos humanos, imprensa, governador, a mãe, etc…

  9. Não boto bomba em banca de jornal
    Nem em colégio de criança isso eu não faço não
    E não protejo general de dez estrelas
    Que fica atrás da mesa com o cu na mão…..

    Legião Urbana

  10. Está explicado, se eles não poupam a vida de um de seus pares,que dirá a vida do pequeno comerciante, do camelô, do vendedor do carrinho de pipoca etc.

    1. Aponte um fuzil para soldados do BOPE e espere a eação. Caraca, meu irmão, qual é o seu problema? Parece que se faz de maluco tentando problematizar o que está na cara. Você fica tenttando distorcer a realidade para massagear seu ego! Que loucura!

    2. É cada opinião idiota que se vê aqui! Morreu disparando tiros de fuzil contra os companheiros da polícia. Era pra ser poupado e permitido que matassem os outros policiais? E Bia Kicis, presidente da CCJ da câmara disse que é um herói, com a concordância de Bananinha. Engraçado é que esse povo não pensa na hora de postar e depois apaga. Como se fosse possível desdizer o já dito.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Aspirina pode reduzir risco de intubação e morte por Covid-19, diz estudo

Foto: Jeanette Martin/Getty Images

O uso de aspirina em pacientes hospitalizados com Covid-19 pode ajudar a reduzir o risco de intubação, internação em unidade de terapia intensiva (UTI) e morte. A conclusão é de um estudo publicado recentemente na revista científica Anesthesia & Analgesia.

No estudo, pesquisadores da Universidade George Washington, nos Estados Unidos, analisaram registros de saúde de 412 pacientes internados em vários hospitais dos EUA entre março e julho de 2020. Cerca de 24% deles receberam aspirina em até 24 horas após a admissão hospitalar ou nos sete dias anteriores à admissão hospitalar. Por outro lado, a maioria, 76%, não recebeu o medicamento.

Os resultados mostraram que o uso da aspirina foi associado a uma redução de 44% no risco de ventilação mecânica, queda de 43% na probabilidade de admissão na UTI e diminuição de 47% no risco de morte. Os pesquisadores acreditam que o efeito benéfico do medicamento no tratamento está associado ao seu efeito anticoagulante.

Estudos anteriores chegaram a conclusões semelhantes. Uma pesquisa publicada na revista PLOS One analisou mais de 30.000 veteranos norte-americanos com Covid-19 e descobriu que aqueles que já tomavam aspirina tinham metade do risco de morrer do que aqueles que não usavam o medicamento. Outro estudo, feito pela Universidade Bar-Ilan, em Israel, concluiu que uma dose baixa diária de aspirina (75 mg) está associada à redução de até 29% no risco de contrair Covid-19.

Além de sua capacidade anticoagulante, a aspirina é um anti-inflamatório e estudos anteriores mostraram que pode ajudar o sistema imunológico a combater algumas infecções virais. “Em resumo, nossa análise sugere que o uso de aspirina pode ter efeitos benéficos em pacientes com Covid-19”, concluem os pesquisadores da Universidade George Washington.

No entanto, eles ressaltam que estes resultados precisam ser interpretados com cautela, já que trata-se apenas de um estudo observacional, retrospectivo. Para confirmar a eficácia da aspirina no tratamento da Covid-19 é necessária a realização de testes clínicos randomizados controlados duplo-cego, considerados o padrão-ouro na pesquisa clínica.

Felizmente, um estudo nestes moldes já está em andamento no Reino Unido. Se os resultados se comprovarem, será uma ótima notícia, já que a aspirina tem baixo custo em comparação com outros tratamentos contra a doença, como o remdesivir, e está amplamente disponível.

Prevenir a doença por meio da vacinação é, sem dúvida, o fator mais importante no combate à pandemia. Mas diante do aumento do número de infectados e mortos, é fundamental encontrar tratamentos eficazes. Melhor ainda se eles forem de baixo custo e estiverem disponíveis em grande escala.

Nos últimos dados disponibilizados, o Ministério da Saúde registrou 47.774 novos casos e 1.290 novas mortes neste domingo, 21. No total, são 11.998.233 casos e 294.042 óbitos confirmados em todo o território nacional.

Veja

Opinião dos leitores

  1. Falou o papagaio. Esquece PT, alienado. O mundo não se resume a petralhas x Bozo. Vá estudar pra ver se deixa de ser jegue…

  2. O maior problema é a demanda. Se não houvesse tantos infectados, certamente não haveria tantas pessoas necessitando de atendimento médico e todas as suas consequências. Ora… estimular o cantágio em massa não é apenas uma simples irresponsabilidade, mas um crime.
    REMÉDIO É PRA QUEM JÁ ESTÁ DOENTE.
    VACINA, USAR MÁSCARAS, LAVAR AS MÃOS, USAR ÁLCOOL EM GEL, EVITAR O CONTATO FÍSICO E AGLOMERAÇÕES SÃO AS ÚNICA MEDIDAS, EGURAS PRA EVITAR O CONTÁGIO.
    E NEM VENHAM COM HISTÓRIA DE FECHAR, PQ SÓ SE FECHA POR CAUSA DO COMPORTAMENTO SUICIDA DE ALGUMAS PESSOAS QUE IGNORAM O VÍRUS.

  3. A petralhada tá há dois anos sem roubos a estatais…. tá minando o resta de merda que eles ainda tem na cachola….

    1. É através de pessoas bobinhas como o senhor que Bolsonaro e os filhos estão montando. O senhor já procurou saber pq o patrimônio da família Bolsonaro aumentou tanto nesse ano de crise e pandemia???? Bobalhão!

  4. Se fosse Bolsonaro recomendando, iam aparecer estudos dizendo que faz mal e não ajuda em nada.
    Essa guerra política ainda vai ser muito estudada no futuro.
    Mandar ficar em casa esperando a falta de ar é criminoso.
    Quantas vidas estão sendo perdidas pela disputa pelo poder?

    1. Bolsonaro não é médico, não tem propriedade pra recomendar tratamento.

    2. Ah Thalles, então tem que mandar demitir os pesquisadores e médicos dos ministérios da Saúde e C&T. Exercita o senso crítico, amigo, não engula todo vômito que vem da mídia sem o mínimo de critério. O PR defendeu o que defendeu por causa do relato de diplomatas sobre a realidade na África, de médicos da linha de frente e pesquisas trazidas ao seu conhecimento.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Sindicato dos Médicos do RN lamenta falecimento por covid da Dra. Martha Emília Tavares Cavalcante

Foto: Reprodução/Instagram

O Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte(Sinmed-RN) lamenta profundamente, através de suas redes sociais, o falecimento da Dra. Martha Emília Tavares Cavalcante ocorrido nesse sábado (20), aos 66 anos, vítima da Covid-19.

Ficam os sentimentos dos Blog aos familiares e amigos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

(ÓDIO) – VÍDEO: Morte do Major Olímpio por covid rende “piadas” e gargalhadas

Em tempos de luto com perdas diárias pelo mundo com a pandemia,no Brasil, há pessoas dando gargalhadas e destilando ódio pelas vítimas da covid. Vídeo que circula no Whatsapp e nas redes sociais mostra desrespeito a morte do senador Major Olímpio(PSL).

Em trecho com uma coleção de sarcasmos, frases como “Parabéns Major Olímpio, foi tarde, desgraçado” dão tom a conversa via vídeo.

@Maufalavigna – Maurício Falavigna, apresenta-se em seu twitter como “Petista, História, Inclusão Digital, Literatura”.

@biabionica, assim como se apresenta no twitter, classifica-se como “Filósofa comentadora de tudo”.

Opinião dos leitores

  1. Infelizmente ainda existem pessoas assim, é saber que o mundo vive um momento ruim, talvez seria o tempo certo de consertar o que tem de errado e pedir perdão a Deus. Triste, meus sentimentos…

  2. Podridão. Mau caratismo, e tudo mais de ruim que possa existir. É isso. É esquerda baixa. É, infelizmente, parte do Brasil.

  3. O ÓDIO DO BEM pode. As imagens mostram pessoas sem nenhuma empatia pelo ser humano. São canalhas, asquerosos, imundos. Dão NOJO.

  4. Horror!
    Só lembrando: Quem presta solidariedade ao falecido e aglomera na sequencia, está gargalhando da mesma maneira!

  5. Eita esquerda nojenta..
    Bem típico deles: Falta de respeito é a maior característica desse povo nojento e asqueroso.

  6. A esquerda espuma todo seu ódio quando morre uma pessoa não alinhada a eles.
    Nessas situações podemos conhecer a esquerda como ela verdadeiramente é.
    Mas uma coisa chamou atenção no anuncio da morte do senador: "A espera para doação dos órgãos". Toda FARSA MONTADA com a morte dele, ACABA AÍ.
    QUEM morre por COVID NÃO PODE DOAR ÓRGÃOS.
    A MÍDIA PAGA sem compromisso com a verdade, noticiou que ele morreu por covid – MENTIRA!
    Nas redes sociais foi publicada a situação real e não a versão inventada noticiada.
    O senador TEVE COVID e ESTAVA CURADO, mas os médicos não queriam dar alta, para que ver se teria sequelas. Nisso surgiu o problema, pois o senador queria ir para casa e ficou muito, muito nervoso, por não receber alta.
    A contrariedade vez a pressão subir e mesmo sendo imediatamente atendido, não conseguiram baixar, normalizar e ele TEVE UMA AVC, que foi a VERDADEIRA CAUSA DA MORTE.
    Por isso FOI POSSÍVEL FAZER A DOAÇÃO DOS ÓRGÃOS que a mídia paga não se atentou e noticiou.

    1. Nao sou medico, nem engenheiro eletrico. Mas o individuo pode se intitular doador de orgaos na sua identidade civil ou funcional. Porem, contraindo doença infecto contagiosa, acho improvavel que os orgaos sejam doados. A midia utilizou do fato de saberem que ele era doador; isso nao quer dizer que nao teve a covid, e que nao morreu disso ou que a tal mídia errou. Covid mata pelas sequelas da fase inflamatoria, por isso se considera a cauda da morte. O AVC foi causada pelo trombo que pode ocorrer apos ou durante a fase inflamatoria da covid. Vc ta bem?

  7. A esquerda nua e crua !!! Defensores do comunismo, do socialismo e de ditaduras. Não se enganem, se eles pudessem mandavam cada opositor para o paredão de fuzilamento. Nosso repúdio a esses monstros !!!

  8. Imbecis, idiotas,sebosos, e tantos outros adjetivos pejorativos para pessoas dessa estirpe. Não existe, zombar da morte dos outros por causa de ideologia político partidária, afinal ,são vidas . Do mesmo jeito que existem pessoas da direita aglomerando por aí , também pessoas da esquerda que aglomeram, podemos contar como exemplo a invasão ontem da sttu por estudantes e movimentos ligados a esquerda.

    1. Se fosse só da esquerda era mais fácil de combater. O problema é que a direita também tem muitos idiotas dessa qualidade.

  9. Sei que aqui os leitores são muito bem informado, mas já tem caso aqui em Natal de paciente na UTI e já tinha tomado às duas doses da vacina. Vacina merece todo respeito, mas devemos seguir todos com muito cuidado

  10. Que coisa triste alguém vibrar com a morte de outra pessoa pq não bate com suas ideias. Sou de esquerda e não ia muito com as ideias do Senador Olímpio… Mas, é cruel ver que nem na pandemia sentimos mais empatia e sequer somos solidários com a dor alheia (os brasileiros de modo geral). Ô país que tá ficando medonho! Que o major descanse em paz e esteja sob a luz divina.

    1. verdade, esta pandemia esta mostrando o pior do ser humano. A empatia acabou, em nome de um bocado de pessoas que só se preocupam em estar no poder. continuem torcendo pelo pior, se lembrem da lei de atração, para depois não reclamar e estarem pedindo orações

  11. Essa atitude lastimável desses idiotas do vídeo não reduzem a responsabilidade do MINTO negacionista que não comprou vacinas… Caso não tivesse sido inepto, talvez esse Senador tivesse sido vacinado e estivesse vivo! A culpa morte dele é do nosso presidente inepto e não desses idiotas do vídeo!

  12. Todo fanatismo gera odio. O nazismo foi um modelo de socialismo com simbolismo numa bandeira e num individuo, que gerou muito odio e divisao da sociedade, e terminou numa guerra. Acho que o Petismo tem gerado muito odio e divisao da sociedade ha decadas tendo dois simbolos. A pandemia tem tirado a carapuça de muita gente que se auto-intitula do bem. Esse video mostra a cara desse grupinho de pessoas que se dizem representar a sociedade.. qual tipo sociedade nos queremos?

    1. Nazismo é terceira posição, anticapitalista e anticomunista. Faça um favor a si mesmo e leia uns livros sobre.

    2. Como você bem disse : TODO fanatismo gera ódio. Concordo em gênero, número e grau, seja fanatismo de direita ou de esquerda.
      O momento é de equilibrio e de se gastar energias em busca das soluções.

    3. Everton.. esta negando o que o fanatismo faz? seja ha 60 anos ou hoje? Leio mais que vc com certeza.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Mãe morre com Covid-19 após parto de emergência em Natal

Foto: Cedida

O portal G1-RN destaca em reportagem a morte de uma mulher de 30 anos morreu com Covid-19 quatro dias após passar por um parto de emergência, por complicações causadas pela doença. O caso aconteceu nessa segunda-feira (15) em Natal. O bebê, um menino, passa bem e está com a família.

Amanda Gabriela Lima da Costa, estava internada em uma UTI do Hospital Giselda Trigueiro, na capital potiguar, para onde foi transferida após o parto. Grávida de 33 semanas, ela precisou passar pela cirurgia cesariana por causa da doença na última quinta-feira (11), um dia após ter sido internada com a doença no Hospital Santa Catarina, na Zona Norte da capital.

Amanda era casada, mãe de 2 filhos, um de 5 e outro de 11 anos, e estava grávida do terceiro. Ela morava no Distrito de Santo Antônio, em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Natal.

De acordo informações da Secretaria Municipal de Saúde de São Gonçalo do Amarante, Amanda era usuária do Centro de Saúde de Santo Antônio, onde realizou todo pré-natal. Ainda de acordo com a secretaria, ela não tinha comorbidades.

Veja mais detalhes AQUI em reportagem completa.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Após morte de 5 PMs por COVID-19 no RN, deputado subtenente Eliabe pede vacina para policiais

Foto: Assessoria de Comunicação

O Rio Grande do Norte perdeu apenas nesta semana cinco profissionais de segurança pública vítimas da COVID-19. Diante desta realidade, o deputado estadual Subtenente Eliabe (SDD) solicitou que policiais e bombeiros sejam incluídos pelo Governo do Estado no grupo prioritário para o recebimento de vacinas contra o coronavírus.

“É uma situação de abandono e omissão a que estão sendo submetidos os profissionais de segurança pública, principalmente os PMs, aqui no RN. Desde início da pandemia estão na linha de frente. A segurança pública enfrenta um caos, que já estava instalado, já havia dificuldades para combater o crime, e com a pandemia essa situação ficou pior. PMs estão tendo que combater o crime e atuar para evitar aglomerações. Isso tem exposto mais ainda os colegas ao perigo, sem estar tendo a devida atenção do Governo”, disse Subtenente Eliabe em pronunciamento na sessão plenária desta terça-feira (16), durante o horário das lideranças.

O parlamentar fez questão de lamentar e se solidarizar com as famílias e amigos dos policiais sargento Josenildo, sargento J. Souza, sargento Evaristo, subtenente Pessoa e cabo Emanuel, que perderam a batalha para a COVID-19 na última semana. Segundo Subtenente Eliabe, os PMs não estão recebendo a devida atenção do Estado. “O mínimo que deve oferecer são máscaras, álcool, limpeza de viaturas, e não está acontecendo de forma sistemática. É um absurdo. O Governo do RN já deveria ter empresa especializada em limpeza dos veículos, mas quem faz são os próprios policiais. Não é situação aceitável”, disse.

O deputado relatou ainda que os profissionais de saúde já foram vacinados, assim como parte da população idosa. Agora, há a possibilidade de que até mesmo os presos sejam vacinados de forma prioritária, acrescentou. “E os policias ficaram à margem. É uma situação de indignar. Faço apelo, uma cobrança a governadora. Que saia da omissão, são vidas que estamos perdendo. Os policiais estão se infectando nas ruas e adoecendo as famílias”, concluiu.

A crítica do parlamentar foi prontamente rebatida pelo líder do governo na Casa, deputado Francisco do PT, e pela líder do próprio PT na Assembleia, a deputada Isolda Dantas. “Acho injusto quando deputado usa expressões ‘abandono e omissões’ para se referir a PM e forças de segurança do Estado. Acredito que pode ser feito mais para melhorar condições de vida e trabalho dos profissionais, mas, nesses últimos anos, o governo valorizou muito a categoria da polícia”, disse Francisco.

O petista revelou que uma carta foi enviada pelo Conselho de Secretários de Segurança Pública aos Ministérios da Justiça e da Saúde. O documento teria como objetivo justamente solicitar a inclusão dos operadores de segurança nos grupos prioritários para receber a imunização. “Essa cobrança para incluir operadores de segurança pública tem que ser dirigida ao governo federal. Defendo e concordo que operadores de segurança tenham direito de estarem nesses grupos prioritários. Mas quem define é o governo federal”, completou.

Já Isolda enfatizou as ações já realizadas pelo Governo Fátima a favor da segurança, destacando o concurso da Polícia Militar e o pagamento salarial feito de forma antecipada desses profissionais. Além disso, convidou o Subtenente Eliabe a se unir para cobrar do governo federal a inclusão dos profissionais de segurança entre as prioridades da vacinação. “Faço apelo para pressionarmos o governo federal para que possamos ter mais vacinas. Única forma de vencer essa pandemia”, disse.

Ainda sobre as vacinas, o deputado Ubaldo Fernandes (PL) destacou a campanha “Vacina é Vida”, que lançou por meio da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos dos Idosos da Assembleia Legislativa. O parlamentar agradeceu os apoios que têm recebido de veículos de comunicação e de órgãos públicos.

Já o deputado Hermano Morais (PSB) aproveitou o pronunciamento para solicitar que os cidadãos potiguares possam doar parte dos seus pagamentos de imposto de renda para o Fundo dos Direitos das Crianças e Adolescentes e dos Idosos. O parlamentar lembrou que os contribuintes que tiverem valores a acertar com a Receita poderão optar por destinar de 3% a 6% do recurso para esta iniciativa, permitindo que instituições beneficiadas possam se estrutura e colocar em prática políticas públicas.

Hermano revelou que realizará, mesmo em formato virtual, uma audiência pública para incentivar os potiguares a participarem da ação. Para isso, acrescentou o deputado, basta que o próprio contribuinte inclua esta solicitação durante a declaração do imposto de renda.

Sandro Pimentel

A decisão judicial que determinou a perda do mandato do deputado Sandro Pimentel também esteve na pauta dos deputados no horário de lideranças. A deputada Eudiane Macedo (Progressistas), emocionada, relembrou algumas das ações de Sandro na Casa e criticou a medida tomada pela Justiça.

“Nós sabemos que erros piores já aconteceram e acontecem no RN e nunca se foi tirado mandato de parlamentar. Mas, infelizmente, nosso perfil popular, de quem defende bandeiras antes não defendidas incomoda. Quem perde com a saída do seu mandato, Sandro, são os potiguares”, disse.

Antes de Eudiane, opinião semelhante foi externada pelos deputados Francisco do PT, Isolda Dantas, Hermano Morais e Subtenente Eliabe. Ubaldo Fernandes disse que a “o movimento sindical fica menor com a saída de Sandro e a Assembleia perde um grande parlamentar, que tanto defendeu suas ideias”.

ALRN

Opinião dos leitores

  1. O erro maior do Bolsonaro foi na demora, na antecipação da compra das vacinas,na disputa sem futuro com Dória,esta doença é muito imprevisível,de uma hora para outra os quadros clinicos se agravam.
    O negocio é não sair,se sair tem que ser por um objetivo inadiável

  2. VCs colegas de SANDRO deviam ter se manifestado antes de ele ser expulso. Houve muito tempo. Agora é tarde! O pau só se quebra nas costas dos mais fracos. Não votei em Sandro mais ele demonstrou ser capaz tanto como vereador , quanto como Deputado. A assembleia ficou mais fraca. Tem gente que fez muito mais grave e nada aconteceu até hoje.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

América emite nota de pesar pela morte do treinador Ruy Scarpino, vítima da covid

Foto: Reprodução/site do América

Em seu site oficial, o América publicou uma nota de pesar pelo falecimento do treinador Ruy Santos Scarpino, que treinou o alvirrubro no ano de 2008.

“É com imensa tristeza que lamentamos o falecimento do treinador Ruy Santos Scarpino, de 59 anos, vítima do Covid-19.

Ruy Scarpino, que atualmente trabalhava no Amazonas FC-AM, treinou o time profissional do Alvirrubro no ano de 2008, durante a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B.

O América Futebol Clube se solidariza com parentes e familiares neste momento de dor”, encerra a nota.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

‘Com lockdown pessoas vão morrer de fome’, diz secretário de Saúde de SP

Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

O secretário da Saúde do estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, disse ser contra o lockdown no Brasil por considerar que a medida combinada com a falta do auxílio-emergencial vai levar parte da população “a morrer de fome”.

“Sou contra lockdown como é feito em outros países, enquanto nós não tivermos esse auxílio (emergencial) para as pessoas que dependem disso. Temos que fazer restrições mais robustas e enérgicas, mas o lockdown no nosso país, não temos condições de fazer. As pessoas vão morrer de fome. Vamos ter um problema civil”, disse Gorinchteyn em entrevista à rádio CBN.

O secretário justificou a opinião explicando que “o Brasil tem uma questão social e econômica muito peculiar. Fazer o lockdown significa colocar uma parcela vulnerável numa situação difícil sem o auxílio. Eu vejo que alguns estados chegaram numa situação limite”.

Ainda na entrevista, Gorinchteyn defende a suspensão das aulas presenciais no estado para diminuir a circulação de pessoas.

“Se nós estamos entendendo que as pessoas estão em risco circulando temos que avaliar as situações em que as pessoas estão expostas, então temos que avaliar as escolas. O problema não são as escolas, mas a circulação das pessoas em seus entornos. Professores, pais que levam os filhos, no transporte público. Nos próximos dias vale a observação disso”, afirmou.

Segundo o secretário, a proposta de suspender as aulas será debatida com o Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo.

Ontem, secretários estaduais de Saúde publicaram carta aberta ao governo federal pedindo pelo estreitamento das medidas de prevenção ao novo coronavírus e a volta do auxílio-emergencial. Gorinchteyn não assinou a carta.

Entre as medidas sugeridas, estão o toque de recolher noturno — das 20h às 6h — e aos finais de semana; “restrição em nível máximo” das atividades em regiões com ocupação de leitos acima de 85%; proibição de eventos presenciais como shows, atividades religiosas e esportivas; fechamento de bares de praias, além da suspensão de aulas presenciais e a adoção do trabalho remoto nas esferas públicas e privadas.

UOL

 

Opinião dos leitores

  1. O Presidente da República, desde o início da pandemia, apela em favor do " isolamento vertical". Seria este a melhor maneira de enfrentar o Covid19 sem colapsar a economia.

  2. Mande João calça colada da um prato de sopa que não morre.
    Kkkkkkkkkkkk
    Tão tudo doido.
    Ja não sabe mais o que dizer.
    Bolsonaro neles!!!
    Fui!!

  3. O Bozo diz isso desde o início da pandemia e é chamado de genocida, agora os esquerdalhas estão dizendo a mesma coisa e não são genocidas, quanta hipocrisia…

  4. Esses governadores junto aos prefeitos que são favoráveis ao lockdown, não estão nem aí se a população está com dificuldade em por comida em casa ou não, se irão pagar suas contas ou não.
    Os governantes nunca se preocuparam com o cidadão dependente de hospitais públicos, em todos os estados sempre houve superlotação,falta de médicos, falta de medicamentos, falta de leitos e nenhum deles nunca ficaram preocupados em resolver os problemas, agora todos estão preocupados do povo se contaminar porque não tem leitos, estão sim é querendo desestabilizar o país deixando as pessoas em casa sem ganhar o seu ganha pão para sobrevivência e causando um caos na cidade como até falta de alimentos como vem acontecendo em Araraquara sp .
    Esses são os políticos canalhas que colocam essa política rasteira e covarde, acabando com a vida e o bem estar de milhões de brasileiros.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

VÍDEO: Ivermectina reduz em 78% risco de morte por covid, destaca a Associação Médica do RN, ao apresentar resultados de diversos estudos

Em coletiva realiza nessa terça-feira(09), a Associação Médica do Rio Grande do Norte (AMRN) voltou a defender o uso da Ivermectina no tratamento profilático e precoce contra a Covid-19. A entidade apresentou os resultados de diversos estudos que referendam a medida(Assista vídeo acima a partir de 14 minutos e 30 segundos de vídeo). De acordo com os números apresentados, 265 cientistas estão trabalhando em 37 ensaios clínicos utilizando o fármaco. Ao todo, 10.509 pacientes participaram desses cenários, que apontaram benefícios e comprovaram a eficiência da droga, reduzindo em 78% o risco de morte nos grupos que utilizaram o medicamento. Os trabalhos que são revisados, atualizados e divulgados diariamente, podem ser acompanhados pelo site: www.c19study.com.

 

Opinião dos leitores

  1. Infelizmente o loby das indústrias farmacêuticas é imenso e o dinheiro envolvido nas compras da vacina compra qualquer mídia ou "especialistas" para ocultar isso e, pior, difamar esses estudo. Com certeza não veremos essa apresentação em nenhuma grande mídia e ainda veremos matérias sobre estudos dizendo o contrário. O dinheiro vale mais do que a vida!

  2. O bom é que o Brasil é o único país do mundo a usar ivermectina e cloroquina, e tem o 2o maior numero de mortes do mundo. Imagine se não tivesse eficácia!

    Uma coisa que essa pandemia mostrou, que muito médico mesmo no Brasil é mais fraco que caldo de bila.

  3. Dr. Albert foi muito feliz em promover o tratamento precose inclusive incluindo Ivermectina, fomos beneficiados!
    Vi muita gente morrendo por não fazer o tratamento!

  4. Se o mundo descobre isso, tudo tá resolvido.
    Deve ser Suassuna, A. Dickson e Cia….Kkkk
    Tem o povo mandando sonda para Marte e não descobriram isso!?
    Pense num povo sério!!

  5. Albert Dickson tem mérito sim pq foi dos poucos parlamentares médicos que teve a coragem de defender o tratamento precoce publicamente, mas o mérito do tratamento e pioneirismo é do Professor Doutor pesquisador Fernando Suassuna !

  6. Deve ser por isso que nunca se vendeu tanta Ivermectina, e que coincidentemente, os números de covid nos últimos dias obtiveram patamares iguais do início da pandemia.
    A diferença é que nos primeiros meses de 2020 a ivermectina era usado apenas pra tratamento de piolho.

  7. Parabéns Dr. Albert que desde do início estudou e defendeu. Suas lives salvaram muitas vidas.

  8. Parabéns Dr Albert dikson e Dr Carla dikson,os grandes incentivadores para o uso da ivermectina e a associação médica do rn

  9. Apareçam os negacionista que são contra o tratamento precoce. Os fica em casa desapareceram. Bolsonaro tem razão.

  10. Parabéns aos Médicos que tem a sensatez, sensibilidade e conhecimento em prescrever e oportunizar aos seus pacientes um tratamento diante de uma situação emergencial, vcs fizeram e fazem a diferença entre tantos profissionais. Invés de choro e tristeza vcs nós deram esperança e alegrias. Olhem para seus jalecos e se orgulhem pela profissão que vcs abraçaram.
    Aos Médicos que apenas acreditam na ciência, e negaram aos seus pacientes a oportunidade de tratamento, resta a vcs o julguamento de suas consciências e as mortalhas dos mortos.

  11. Faz 5 meses que o Dr Albert Dickson abraçou essa causa e graças Deus os resultados estão em evidência

  12. Feliz em ver o comprometimento desses profissionais da saúde com a população. Parabéns Dr. Albert Dickson e Dra. Carla Dickson que há mais de 05 meses vêm defendendo o uso da ivermectina ( remédio eficaz e acessível), salvando muitas vidas durante essa pandemia. Vamos vencer com a força de Deus.

  13. Parabéns aos medicos que trazem dados refutando a merck e o capitalismo desenfreado dos que não pensam em salvar vidas. Parabéns ao Dr Albert Dickson e Dra Carla DIckson que há 5 meses já relatava e defendia o uso profilático e precoce da ivermectina. E continuam defendendo. Homens e mulheres profissionais assim em meio a uma guerra se destacam por defender convicções. Agora mais arraigadas pelo cunho clínico e científico. Parabéns a associação médica do RN.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

VÍDEO: Vacina de Oxford previne casos severos e morte por covid

Além de proteger contra os graves sintomas e demais consequências da doença, a aplicação da vacina de Oxford também evita que mais pessoas sejam contaminadas pelo vírus e, assim, colabora para frear o ritmo da pandemia pelo mundo. Vale destacar que depois de atrasos, adiamentos e muita expectativa, o ingrediente farmacêutico ativo (IFA) da vacina Oxford/AstraZeneca chegou ao Brasil no último sábado (6). Com o insumo, também chegou ao país a esperança de aumento de doses disponíveis à população brasileira.

A primeira etapa da produção em solo brasileiro já tem data marcada. Será na quarta-feira (10), quando o IFA começa a ser descongelado (está a -55 graus Celsius). Dois dias depois, na sexta (12), terá início a formulação de pré-validação, necessário para garantir que o processo de produção da vacina está adequado. Nessa etapa, o fármaco é diluído em outros componentes da vacina, que, entre outras funções, garantem que a armazenagem possa ser feita em refrigeradores comuns, com 2 a 8 graus Celsius.

A última fase é a rotulagem e a embalagem em que os frascos de vidro recebem os rótulos com a identificação da vacina, número de lote, data de fabricação e validade, além de outras informações importantes. Nesse momento, algumas amostras são separadas e seguem para um rígido controle de qualidade, exigido pelo Plano Nacional de Imunizações (PNI).

No fim de março, a escala de produção da vacina em Bio-Manguinhos deve aumentar de 700 mil doses por dia para 1,3 milhão de doses por dia, o que permitirá entregas maiores: 27 milhões de doses em abril, 28 milhões em maio e 28 milhões em junho. As 2,4 milhões de doses que completam o compromisso de 100,4 milhões devem ser entregues em julho.

Os termos do acordo entre a Fiocruz, a AstraZeneca e a Universidade de Oxford preveem que, inicialmente, o Brasil vai produzir a vacina com IFA importado.

Posteriormente, Bio-Manguinhos vai nacionalizar a produção do insumo, o que deve ocorrer no segundo semestre, a partir de um processo de transferência de tecnologia.

Após a nacionalização do IFA, a Fiocruz prevê produzir mais 110 milhões de doses até o fim deste ano, chegando a um total de mais de 210,4 milhões de doses, o que faz da vacina Oxford/AstraZeneca a que tem mais doses programadas para serem aplicadas na população brasileira até o momento.

Com CNN Brasil e R7

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Tropa lamenta morte em Natal do sargento Fernando

A classe de policiais no Rio Grande do Norte lamenta profundamente a morte do sargento da Polícia Militar, Fernando Garcia.

O policial passava por problemas de depressão e tirou a própria vida na capital potiguar, em local em que se encontrava sozinho.

Opinião dos leitores

  1. Só sabe o que é DEPRESSÃO quando temos alguém que amamos e está passando por essa moléstia maldita.

  2. Muito triste isso. Desejo que ele descanse em paz e Deus conforte sua família. Deveria haver alguma forma de mais efetiva de poder detectar casos críticos assim, antes que essas tragédias se consumassem.

  3. Vai em paz amigo que Deus lhe receba de braços abertos e conforte o coração de sua família…

  4. A depressão é o mal do século, porem, de maneira silenciosa e, sem estatísticas, e sem noticiada, acomete há muito tempo a população policial, principalmente os militares.

    1. Vc está errado meu amor, militar recebe salário em dia, tem estabilidade e aposentadoria garantida, quem sofre muito mais de depressão são os guerreiros desempregados e os guerreiros da iniciativa privada com disse o Freitas.

  5. Excelente, o seu comentário, caro Freitas. É a pura verdade, o que vc escreveu. João Macena

  6. Todos lamentamos. A depressão já é um problema grave de saúde pública afetando bancários, servidores públicos civis e militares, porém afeta muito mais aqueles que estão desempregados e os que trabalham e que não tem estabilidade no emprego e a garantia do salário no fim do mês. Esses sim, são os verdadeiros guerreiros, , pois matam um leão por dia para sobreviver.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *