PM apreende suspeita de participar de assalto que terminou com morte de PM catarinense em Natal

Foto: Reprodução/ NSC TV

Uma adolescente suspeita de ter participado do assalto que terminou com a morte da soldado Caroline Pletsch, de 32 anos, da PM de Santa Catarina, em março de 2018, quando passava férias em Natal com o marido, que foi ferido na ação, foi apreendida pela Polícia Militar apreendeu nesta quinta-feira (19).  A apreensão foi feita pelos policiais da Força Tática do 4º Batalhão da Polícia Militar na Zona Norte da cidade.

Segundo investigações, a adolescente é uma das cinco pessoas envolvidas no crime. Três se encontram indiciados e presos. O outro envolvido no caso, um adolescente de 17 anos, morreu no dia 15 de agosto do ano passado ao trocar tiros com policiais militares durante o sequestro do filho do ex-prefeito de Lajes e hoje deputado federal Benes Leocádio, crime também ocorrido na Zona Norte de Natal. No confronto, o filho do parlamentar, Benes Leocádio Júnior, de 16 anos, também acabou morto.

A jovem, que tinha um mandado de apreensão emitido contra ela, foi encaminhada para a Delegacia Especial de Atendimento ao Adolescente (DEA).  Na época do crime, a menor apreendida tinha 16 anos.

Com  acréscimo de informações do G1-RN

Suspeito por envolvimento na morte de estudante em assalto em Natal consegue fugir mesmo algemado

Foto: Heloísa Guimarães/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN destaca nesta quinta-feira(19) que o homem suspeito de ter participado do roubo que terminou com a morte do estudante Arthur Lima de Oliveira nessa quarta-feira (18), em Natal, fugiu poucas horas após ser preso por seguranças de uma escola e entregue a Polícia Civil. De acordo com a reportagem, após ser entregue à Polícia Civil, o criminoso foi levado para a comunidade do Paço da Pátria, na Zona Leste, para apontar o local onde morava o comparsa. Lá, ele conseguiu fugir correndo.

A Polícia Civil enviou nota em que confirma que o suspeito preso conseguiu fugir na noite dessa quarta enquanto estava acompanhado de agentes. Segundo a polícia, ele estava algemado e, mesmo assim, escapou correndo. Veja matéria completa com detalhes aqui.

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alaca disse:

    Pronto, agora toda a polícia civil é vilão, por causa de um acontecimento desse. Quando a DEICOR mata ladrão de banco ninguém lembra que ela é polícia civil, bando de zé ruela q não pega numa pistola.

  2. Antônio Bigga's disse:

    No passado, idos dos anos 70, um " marginal" conhecido por Pé Seco, quando era transferido da antiga Casa de Detençao de Natal, para à João Chávez dentro de uma Rural, algemado, na altura do Jacó,, também " fugiu"… Só quê nesse caso, nunca mais, más nunca mais mesmo foi avistado em lugar nenhum. Será quê à historia esta se repetindo?

  3. joaozinho da escola disse:

    incrivel… a policia civil ganha o dobro de salario por tem curso superior de bacharel (anelzinho no dedo), receberam o criminoso sem fazer força e ainda soltam.. correçao, perdem um ladrao algemado. Estranho isso.. nao queriam ter trabalho? Pq nao correram atras de um cara algemado? deve ser um ninja!!!!! Assim a PM so enxuga gelo…

  4. Jefferson disse:

    Com toda dificuldade so tem a Policia militar mesmo pra dar resposta aos crimes desse rn.

  5. Arimateia disse:

    Mais uma da Policia Civil do RN. Nem quando se entrega o bandido para ela, esta consegue dar resultado. Difícil!

  6. Dunga disse:

    Nem PM nem PC essas coisas acontecem.

  7. Dunga disse:

    E foi!!!

  8. Antônio disse:

    É muita idiotice só para dois jumento

  9. Almir Dionisio disse:

    Parece uma piada – em breve retorna as ruas para novos assaltos e tirar a vida de outras pessoas.
    RN segurança 0 – ZERO

  10. Cidadão disse:

    Deixem de falar besteiras, a incompetência parte de todo o sistema de segurança no Brasil, esse caso não um caso isolado no RN, todos os dias morrem jovens vitimas de bandidos , vitimas de balas perdidas, vitimas da incompetência dos governantes,,,no caso em comento o bandido já estava preso, como pode culpar o governante?? simples, as pessoas simplesmente se aproveitam para politicarem com tudo.
    Nas barbas da PF os bandidos de ternos e gravatas desfilam nos corredores do congresso nacional e zombam na cara da população.
    Bandido bom é bandido preso, não morto, a morte prova a incompetência do estado.
    Quero deixar bem claro que não sou Petista,Lulista,Bolsanarista,esquerdista,direitista,fatista,Robsta,enfim, sou apenas um cidadão.

  11. Cigano Lulu disse:

    Se é verdade que uma imagem vale por mil palavras, a foto acima mostra o quanto os comerciantes da capital acreditam na lorota de Fatão GD, segundo a qual a "violência no RN está caindo"…
    Queda para o alto, no pior dos sentidos. Só se for.

  12. Santos disse:

    É muita icompetencia despreparo dessa PM/RN

  13. Ciro Jobson disse:

    Isso é uma vergonha!!!! A Dama de vermelho….chefe maior da segurança pública é que tem dá conta desses vagabundos.

    • Brasil acima de tudo. disse:

      Incompetência do estado e do governo federal, pois o discurso de campanha do presidente dizia que "bandido bom, era bandido morto" mas depois de eleito, não se ouve mais isso.

Justiça responsabiliza empresa por morte de empregado durante sexo casual em viagem de negócios

FOTO: GETTY IMAGES VIA BBC NEWS BRASIL

Uma empresa francesa foi considerada responsável pela morte de um funcionário que sofreu uma parada cardíaca enquanto fazia sexo casual durante uma viagem de negócios.

O Tribunal de Apelação de Paris decidiu que sua morte foi um acidente de trabalho e que a família tem, portanto, direito a indenização.

Xavier X, cujo sobrenome não foi divulgado, trabalhava como engenheiro na TSO, empresa de serviços ferroviários com sede nos arredores de Paris.

Ele morreu em um quarto de hotel em 2013 durante uma viagem de negócios à região central da França, como resultado do que o empregador chamou de “uma relação extraconjugal com uma perfeita estranha”.

Os advogados da companhia argumentaram que o funcionário não estava tratando de assuntos profissionais quando se juntou a uma hóspede em seu quarto de hotel.

Mas, segundo a lei francesa, o empregador é responsável por qualquer acidente que ocorra durante uma viagem de trabalho.

Veja matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ed disse:

    Que lei de merda. Isso leva a empresa a começar a investigar os hábitos do funcionário, restringindo o emprego a uma série de pessoas. Por isso que essa França tá cada vez ficando uma merda.

Desembargadores negam Habeas Corpus a acusado de coparticipação na morte de hoteleiro em Natal

Os desembargadores que integram a Câmara Criminal do TJRN não deram provimento ao Habeas Corpus, movido pela defesa de Antônio Ribeiro de Andrade Neto, preso há mais de dois anos pela suposta prática do crime previsto no artigo 121, parágrafo 2º, do Código Penal. Desta forma, o órgão julgador manteve a prisão, já que foi acusado de coparticipação na morte do hoteleiro Ademar Miranda Neto, como amante da então esposa, Martha Renatta Borsartto Messias Miranda, acusada de ser a mentora intelectual do crime. Fato que ocorreu em 2016, após uma emboscada na avenida Engenheiro Roberto Freire, em Natal.

Antônio Ribeiro foi denunciado como participante na premeditação do homicídio duplamente qualificado consumado contra o empresário. Contudo, a defesa requereu a aplicação de medidas cautelares diversas da prisão, nos termos do artigo 319 do Código de Processo Penal (CPP).

Segundo a defesa, alegou que, no decreto impugnado, não constam os elementos caracterizadores da respectiva segregação cautelar, sob o argumento de que não há motivos fáticos contemporâneos que fundamentem a prisão preventiva do paciente confirmada em sentença penal condenatória pelo Tribunal de Júri, limitando-se ao destacar sobre a suposta gravidade concreta do crime para justificar a garantia da ordem pública.

Veja texto completo com decisão aqui no Justiça Potiguar.

Justiça reconhece caso fortuito em acidente de trânsito com morte em Natal e nega indenização

Foto: Reprodução

A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, por unanimidade de votos, negou recurso e manteve sentença proferida pela 15ª Vara Cível de Natal que julgou improcedente a pretensão de uma cidadã que queria que a Justiça responsabilizasse civilmente um motorista pelos danos decorrentes de um acidente automobilístico, provocado por ele durante alegada crise de epilepsia, que resultou no atropelamento do pai dela e, consequentemente, o óbito da vítima.

A sentença também condenou autora ao pagamento de custas e honorários sucumbenciais, fixados R$ 500.

Veja caso aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. dani alves disse:

    quem tem eplepsia pode dirigir? fica a questão…

Sargento da PM é condenado a 14 anos de prisão por morte de advogado em Natal

Foto: Heloisa Guimarães/ Inter TV Cabugi

O sargento da Polícia Militar suspeito de ter intermediado a morte do advogado criminalista Antônio Carlos de Souza Oliveira em maio de 2013, em Natal, foi condenado a 14 anos de prisão. O juri popular que decidiu a sentença do policial aconteceu nessa segunda-feira (2), no Fórum Miguel Seabra Fagundes, Zona Sul da capital. A condenação cabe recurso e o policial pode aguardar a finalização desse processo em liberdade. Veja mais aqui no portal Justiça Potiguar.

Polícia Civil prende empresária suspeita de envolvimento em morte na Grande Natal

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da Delegacia Municipal de São José de Mipibu prenderam, nesta quinta-feira (29), Célia Regina da Silva, 37 anos. Contra ela existia um mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara Única da Comarca de São José de Mipibu. A prisão aconteceu no centro da cidade.

Célia Regina, proprietária de um restaurante self-service, é suspeita de ser a mandante do homicídio praticado contra Aueilton João de Oliveira Barbosa, conhecido como “Rambo”. O crime aconteceu no dia 22 de março deste ano, no centro do município de São José de Mipibu.

De acordo com as investigações, o executor do crime seria José Douglas Medeiros de Souza, o qual teria, mediante pagamento, matado Aueilton João a pedido de Célia Regina. A motivação do homicídio estaria relacionada a conflitos decorrentes de um suposto envolvimento amoroso, existente entre Célia Regina e a esposa da vítima.

José Douglas já se encontra preso, em razão do homicídio de Aueilton João e também por um duplo homicídio ocorrido na cidade de São José de Mipibu. Célia Regina foi encaminhada ao sistema prisional e ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Supostas mensagens: procuradores da Lava Jato ironizam morte de Marisa Letícia e luto de Lula, destaca “parceria” The Intercept Brasil/UOL

Reprodução

Integrantes da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba ironizaram a morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia e o luto do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT), conforme revelam mensagens de chats privados no aplicativo Telegram enviados por fonte anônima ao site The Intercept Brasil analisadas em parceria com o UOL.

Os diálogos também mostram que procuradores divergiram sobre o pedido de Lula para ir ao enterro do irmão Genival Inácio da Silva, o Vavá, em janeiro passado –quando o ex-presidente já se encontrava preso– e que temiam manifestações políticas em favor de Lula. Na ocasião, alguns membros da Lava Jato disseram acreditar que a militância simpatizante de Lula pudesse impedir a volta dele à superintendência da PF (Polícia Federal), em Curitiba.

A despedida de Lula do neto Arthur Araújo Lula da Silva, que morreu aos 7 anos em março, também foi assunto entre procuradores da Lava Jato e alvo de crítica em chat composto por integrantes do MPF.

Em 24 de janeiro de 2017, Marisa Letícia sofreu um AVC hemorrágico. A internação no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, é comentada em chat no aplicativo Telegram.

A reportagem manteve as grafias das mensagens tal qual constam nos arquivos enviados ao Intercept, mesmo que contenham erros ortográficos ou de informação. Não há indícios de que as mensagens tenham sido adulteradas.

A morte encefálica da ex-primeira-dama foi confirmada em 3 de fevereiro de 2017. Na véspera, a procuradora da República Laura Tessler, do MPF (Ministério Público Federal) em Curitiba, sugere que Lula faria uso político da perda da mulher.

Reportagem no UOL aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Wellington disse:

    Grande novidade!

  2. José Luiz cortez disse:

    A venezuela deve estar morrendo de medo de se tornar um Brasil. Esculhambação da gota, macho.

  3. joana disse:

    Quadrilha de bandidos, colocando nossa constituição na lata do lixo.

  4. SANDRO disse:

    A "mensagem" apenas fala que o estado dela um pedaço de carne mais salgada ia ter risco de AVC.
    Que o risco já era antigo.

  5. Dulce disse:

    O que vi aí foi o relato do que todo mundo sabia, luladrão além de ser um canalha com o país, era muito pior com a esposa, e a mesma sofria muito por isso, tanto que cogita-se ter sido o motivo de sua morte, e é a tese mais confiável.

  6. Allan Pontes disse:

    Provérbios 21:2
    Todo caminho do homem é reto aos seus olhos,
    mas o Senhor sonda os corações.

    Esses senhores e essas senhoras um dia sentirão a força da verdadeira justiça sob suas cabeças.

    • Cosme disse:

      Allan na sua afirmação tem um pequeno detalhe: OS comentários foram feitos com base na verdade e não em versões criadas nos porões podres da política.

Deputada federal do RN, Natália Bonavides (PT), considera “tragédia” ação que terminou com morte de sequestrador

Reprodução/Twitter

A deputada federal do RN, Natália Bonavides (PT), classificou como “tragédia” e “deprimente” as mais de três horas que reféns passaram como alvos de um sequestrador, na manhã dessa terça-feira (20), no Rio de Janeiro. No desfecho, o criminoso acabou sendo atingido por um tiro de sniper e morreu, e todos as vítimas foram salvas sem ferimentos.

Apesar da operação ser considerada um sucesso pela Polícia e pelo Governo carioca, a deputada federal Natália Bonavides (PT), preferiu destacar o episódio como “motivo de reflexão e não de comemoração”.

“O que aconteceu no RJ deve ser motivo de reflexão e não de comemoração. Devemos buscar entender como nossa sociedade tem caminhado rapidamente para a barbárie. Além de toda a situação do sequestro, do medo, das vidas em risco, precisamos notar como a comemoração por parte do governador (o mesmo que recentemente protagonizou cenas de disparos de um helicóptero) também simboliza isso. A serenidade para enfrentar esse tipo de situação é imperiosa e qualquer tipo de tentativa de capitalizar em cima da tragédia é deprimente”, disse a parlamentar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Edilson Oliveira da Silva disse:

    Deputada em vez de ficar dando opinião na casa dos outros olhe pra sua casa primeiro,apresente projetos pra melhorar a vida dos potiguares e deixe de conversar asneiras.

  2. Aroldo Pontes disse:

    Dá nojo até de ver essa deputada falar. Não entende de nada e só se elegeu devido a governadora que também está perdendo todo o prestígio até dos seus próprios babões e aliados

  3. Tarcísio Eimar disse:

    Aproveite dona Natália e suba no morro de Mãe Luiza ou vá até o Passo da Pátria e procure por um animalzinho da espécie bandido traficante sequestrador e adote-o. Aproveite e declare-se responsável pelos atos do mesmo e depois de 1 mês divulgue sua experiência.

  4. E J Braga disse:

    Isso porque o governo do RJ não está com a esquerda, se tivesse, ela estaria festejando com foguetão o abate do bandido, simples assim.

  5. Alexandre Alencar disse:

    É UMA "ESPECIALISTA" !…SQN

  6. MARCELO BARBOSA MACIEL disse:

    Parabéns aos policiais, especialmente para o atirador. A comemoração é pela vida dos 37 ameaçados. Tem que comemorar essas vidas e lamentar pela morte do BANDIDO.

  7. mg disse:

    Ela acha que foi uma tragédia. Tragédia para a turma dela, que adora um cadáver para usar como palanque.

  8. Araújo disse:

    IDIOTA………

  9. Irineu Fernandes da Silva disse:

    O pt tava torcendo ao contrário, ou seja: que os passageiros fossem mortos. Por que? Aí diria, a esquerda, que houve irresponsabilidade do governo por não saber resolver a situação. Tá claro.

  10. Romildo Vilar Júnior disse:

    As pessoas do bem foram libertadas sem ferimentos.
    A pessoa do mal foi morta por estar atentando contra a vida dos cidadãos do bem.
    Nada de tragédia!
    Tragédia seria ao contrário se o meliante tivesse assassinado cidadãos do bem e não morresse na operação policial .
    Coisa de petista de promover a inversão dos valores mais caros à sociedade: a vida dos cidadãos de bem!
    Os criminosos que assumam os riscos de suas atividades ilícitas, inclusive de sua morte.

  11. Antonio Turci disse:

    Esta senhora Natália Bonavides é indigna de representar nosso Estado. Dona Fátima Bezerra é responsável por essa mulher ter sido eleita.

  12. Rosi Sampaio disse:

    Oh povo pra falar besteira! Gostando ou não a deputada foi eleita, não está lá por livre arbítrio. Parem de colocar na conta do PT tudo que acontece de ruim nesse país. Olhem para frente, vejam que se começou nos governos passados continuam nesse atual e de uma forma tão cruel e perigosa quanto. Ilusão achar que está melhor, continua ruim e caminhando para o péssimo! Quem viver verá?

  13. Oto disse:

    só uma retificação no texto, onde se lê "governo carioca" leia-se "governo fluminense".

  14. Mario disse:

    Imbe…, uma nova Fátima Bezerra surge , só que agora o governo é sério!

  15. CHAVECO PURO disse:

    Queria ver a opinião dela se ela não andasse com segurança e de carro blindado.

  16. Luciana Morais Gama disse:

    Tragédia?? Tragédia foi o que o PT fez com o Brasil. Quantas pessoas morreram nas filas dos hospitais por conta da corrupção?? 13 milhões de desempregados e os trabalhadores todos endividados…..

  17. Marcos henrique disse:

    Essa deputada deveria escolher um bandido no Brasil e levar ele para criar !!

  18. Dedé disse:

    Tá de sacanagem

  19. Antônio Glauber disse:

    O quê ela tem haver com esse caso do RJ? Acho que ela sim, é que está tentando se capitalizar em cima deste caso. Perdeu uma grande oportunidade de ficar calada.
    Por conta deste tipo de gente que a violência está destruíndo o Brasil.

  20. Matheus disse:

    Uma pena a forma maldosa como o Blog apresenta a opinião da deputada.
    Este sim tentando capitalizar em cima de uma tragédia, pois é tragédia o sequestro e é tragédia um governador disparar de um helicóptero.

    • Leitor indignado disse:

      Queria q vc é a deputada estivesse dentro do ônibus, no instante vcs mudariam de opinião, hipócritas!!!

  21. Said disse:

    Me causaria espanto se a opinião dela fosse ao contrário do que falou, lamentável mais isso é o PT fazendo só o que o gato enterra.

  22. 000002 disse:

    Sem comentarios

  23. giovanni disse:

    Tragédia é porque não é ela que se levanta de madrugada para trabalhar, pegar ônibus lotado e além do mais, correndo o risco de assaltos ou o que aconteceu naquela manhã, ou ela acharia melhor que o criminoso tivesse sobrevivido e os cidadãos de bem tivessem morrido. Pela caridade essa deputada fala muita bosta, não sei como teve uma votação para ser eleita, o povo tem o político que merece.

  24. Ivan disse:

    35 vidas salvas…Tragédia????

    • Antônio disse:

      Mas ela é do PT; é coerente com o pensamento dos esquerdistas! Esperar um posicionamento diferente dela, é o mesmo que acreditar em mula sem cabeça. Graças a Deus, 35 vidas foram salvas! Que Deus nos livre, já pensou se esse fato tivesse ocorrido aqui no RN? Os policiais já estariam presos. Esse é o pensamento medíocre dos petistas.

  25. Carlos disse:

    Vejam bem vocês o que elegemos para nos representar. Falam que fizemos uma mudança, concordo, só que a nossa representação hoje, é uma verdadeira lástima. Vamos ter que repensar. Não quero o velho, mais o novo com esse pensamento, é difícil de aceitar.

  26. Brasil Acima de Todos disse:

    O PT sendo PT. Sempre em defesa dos bandidos. O PCC que o diga. Ela deveria levar esse bichinhos pra casa dela e adotá-los.

  27. N.A.M.M disse:

    Barbárie é o cidadão de bem sair de casa as 5 horas da manhã pra trabalhar e se deparar com um vagabundo fazendo terrorismo dentro do ônibus. Se esta com peninha dele deputada leve ums desses pra sua casa.

  28. Arnaldo Franco disse:

    Realmente. O PT não aprende. Com esse tipo de opinião só vai arranjar novos eleitores no crime organizado. O eleitor dela que acorde. A não ser que tambem defenda um sequestrador.

  29. Manoel disse:

    O pessoal de esquerda ainda não aprendeu: a população de bem já cansou desse discursinho de bandido-vítima-da-sociedade! Além disso, a operação policial foi um SUCESSO e seguiu protocolos internacionais de negociação e avaliação psicológica para liberar o disparo letal. Talvez o que essa esquerda quisesse era ver o ônibus e seus passageiros pegando fogo! Aí sim, teria sido a solução ideal para a esquerda: bandido vivo, vítimas mortas!

  30. Audácia disse:

    Barbárie continua acontecendo por parte do PT e seus seguidores. É público que os três últimos presidentes tiveram a chance de melhorar a segurança do País e pouco fizeram. Quiçá na próxima vez essa deputada alienada seja uma das vítimas, pois sentirá na pele o sofrimento das pessoas atormentadas por um insano cidadão. Assim não será mais uma dessas demagogas que querem ganhar seus minutos de fama falando besteiras.

  31. Ustra disse:

    Tragédia é uma sem futuro dessa ser deputada. Tragédia é o que o pt fez com o Brasil. Chora esquerdinha!!!!

  32. Flávio A disse:

    Realmente Excelência. Os Governos de esquerda desse país levaram o povo a barbárie,veja a idade do sequestrador e observe que toda sua formação política e educacional foi adquirida nos Governos sucessivos do PT. Realmente para a esquerda seria melhor que os reféns fossem mortos pois teriam mais tempo de mídia? É incrível a inversão de valores. Até quando essa retórica sofista dos representantes dessa esquerda CAVIAR vai conseguir enganar mais gente?? O povo do RN e do Brasil com a resposta.

Justiça nega pedido de indenização a família por morte em via pública causada por criminosos em tentativa de assalto em Natal

O juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, julgou improcedente uma ação movida pela família de um cidadão que foi morto, em via pública, vítima de tentativa de assalto, no ano de 2017, no bairro do Alecrim, Zona Leste da Capital. Eles queriam que o Estado do Rio Grande do Norte fosse responsabilizado pelo evento que resultou na morte do seu ente familiar.

A família pediu, em juízo, pagamento de indenização por danos morais e por danos materiais. Entretanto, a Justiça considerou ausente a possibilidade de aplicação da Teoria do Estado como Garantidor Universal da Segurança Pública e descabida a responsabilidade do Estado pela Teoria do Risco Integral e inexistente o dever de indenizar. Veja todos os detalhes no portal Justiça Potiguar clicando aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lope disse:

    É a justiça mais uma vez mostrando em que lado ela está… se fosse um bandido já teria recebido indenização e um pedido de desculpas do governo

  2. Francisco Alves disse:

    Existe uma inversão de valores nisso tudo. Ora, o cidadão assassinado por um bandido, deixa esposa e filhos completamente desamparados, desestrutura a família por completo, mas os familiares da vítima não tem direito algum, sequer para um acalento financeiro para mitigar as necessidades básicas dos órfãos. Contudo, para o meliante, bandido, assassino, estuprador e afins que foi morto em confronto com outros bandidos dentro da penitenciária a lei é bem generosa, ou deveria dizer o julgador?
    Resumindo, só quem tem direito é o marginal, o cidadão e contribuinte que foi assassinado, sua família que se f***…

  3. Flavio Caldas disse:

    Esta semana li uma decisão que obrigou ao Estado indenizar em R$ 80.000,00 a família de um preso de alcaçuz que morreu enquanto cumpria pena naquela unidade. Neste sentido, me vem a indagação. O preso quando comete um crime passivo de prisão, assume ou não assume a mesma Teoria do Risco Integral imposta ao cidadão que morreu vitima de um assaltante, sim, assume. Então, assim como fez como a família da vitima do assaltante, o Estado deveria também ter aplicado a família do preso, fazendo valer o inexistente dever de indenizar. Brasil.

  4. Ilton disse:

    Morrer no meio da rua assassinado por bandidos a família se lasca, agora se você for um bandido e estiver preso em Alcacuz tem direito a um seguro de vida dado pela Justiça. Pqp em que mundo vivemos.

  5. Just a comment disse:

    RIO GRANDE DO NORTE: ONDE A INJUSTIÇA CONTRA O CIDADÃO DE BEM IMPERA
    Enquanto isso famílias de certos ASSASSINOS, TRAFICANTES e MANDANTES DE FACÇÃO mortos pelos "colegas de profissão" nos presídios recebe indenização do estado no valor de R$ 80.000,00 com juros e correção monetária.

  6. Carlão disse:

    Mas a família do preso em alcaçuz recebeu né.

‘Os caras vão morrer na rua igual barata, pô’, diz Bolsonaro sobre criminosos; presidente vai enviar projeto ao Congresso para dar ‘retaguarda jurídica’ aos policiais

O presidente Jair Bolsonaro deu entrevista para a jornalista Leda Nagle Foto: Reprodução YouTube

Questionado sobre o que fazer para resolver a violência no Rio e no Brasil, em entrevista para o canal do YouTube da jornalista Leda Nagle, publicada nesta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que vai enviar um projeto ao Congresso com o objetivo de dar “retaguarda jurídica” para que os policiais possam utilizar armas de fogo em operações sem serem procesados. Para ele, a violência cairá “assustadoramente” se houver excludente de ilicitude na proteção da vida, da propriedade e do patrimônio.

– Os caras vão morrer na rua igual barata, pô. E tem que ser assim – declarou Bolsonaro. A entrevista foi concedida na última quinta-feira e publicada hoje pela manhã.

O presidente afirmou que não se acaba com a violência facilmente, mas destacou que a presença dele e do ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, “dando exemplo”, já diminuiu estes índices “em torno de 24%”. De acordo com o “Monitor da Violência” criado pelo G1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal, o número de mortes violentas caiu no Brasil no primeiro trimestre desse ano em relação ao mesmo período de 2018.

– Como cai mais? Está desequilibrado, o bandido tem mais direito do que o cidadão de bem. Eu estou mandando um projeto, que vai ter dificuldade de ser aprovado, mas não tem outra alternativa. Nós temos que dar uma retaguarda jurídica para as pessoas que fazem a segurança: policial civil, militar, federal, rodoviário. Em operação, o pessoal tem que usar aquela máquina que tem na cintura, ir para casa e no dia seguinte ser condecorado, não processado – disse.

Ao ser indagado sobre o caso do morador de rua Plácido Correa de Moura, de 44 anos, preso no dia 28 do mês passado acusado de ter matado a facadas dois homens na Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul do Rio, Bolsonaro afirmou que “a faca é pior do que o tiro”. E lembrou da própria declaração, no dia seguinte, “de que não tinha ninguém armado para dar um tiro nele”. Em seguida, afirmou que, se estivesse armado no local, teria atirado.

– E eu falei, faltou uma arma na mão de alguém para abater o bandido de rua. E eu apanhei. Se eu tivesse armado ali, teria atirado naquele cara. O próprio policial que chegou ali depois atirou na perna. Tinha que ter atirado no meio dele, pô. A gente vê de vez em quando o cara que leva tiro na perna e reage ainda. Você agindo dessa maneira e o policial tendo a garantia de que não vai ser preso, não vai responder processo, o bandido pensa duas vezes antes de fazer besteira – disse.

Na mesma linha, ele rememorou o caso do cunhado da apresentadora Ana Hickmann, Gustavo Correa, que foi denunciado por homicídio doloso por matar o autor de um atentado contra Ana e sua mulher, que é assessora dela. Um suposto “fã” rendeu os três em um hotel em Belo Horizonte, em 2016. Ele foi morto por Correa após atirar contra sua esposa. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais concluiu que o cunhado da apresentadora agiu em legítima defesa.

– Um canalha, bandido, entra num hotel. Dá dois tiros numa senhora. O cunhado da Ana Hickmann pega esse cara, toma a arma dele, e naquela briga no chão dá três tiros na nuca do cara. Está sendo processado por excesso. Vai para tribunal de júri. E já tem anos esse processo aí. O Ministério Público de Minas Gerais recorrendo o tempo todo. Qual exemplo que nós estamos dando? Que crime compensa.

– Se um cara entrar na sua casa, você tiver uma arma, legal, você pensar para atirar nele, você está morta. Você tem que atirar nele. O cara tem que saber que se invadir uma propriedade privada, ele vai ter uma reação. E esse projeto nosso vai entrar nesse lado também – afirmou o presidente.

A jornalista perguntou então se ele conseguiria aprovar o projeto no Congresso e Bolsonaro disse que já garantiu a posse de arma para o “homem do campo”, acrescentando:

– Mas a partir do momento que eu entro no excludente de ilicitude, ao defender a minha vida e a de terceiros, a minha propriedade ou de terceiros, o meu patrimônio ou de terceiros, a violência cai assustadoramente.

Sem Garantia da Lei e da Ordem

O presidente disse ainda que não pretende editar novos decretos de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), autorizando o emprego das Forças Armadas na segurança pública, enquanto não conseguir aprovar a mudança na legislação. E comentou que não tem autorizado as medidas porque tem que ter responsabilidade sobre o futuro dos militares.

– Se o Congresso me der essa liberdade, para os militares agirem, eu boto a tropa na rua. Eu não vou visitar meu sargento, meu cabo, meu coronel na cadeia – afirmou.

– Se não conseguir aprovar, a BIC não tem GLO. [Os parlamentares] Se entendam com a população. E eu consigo convencer todo mundo, porque pode ser teu filho que está prestando o serviço militar obrigatório, pode ser o teu marido, que é sargento do Exército, teu cunhado, que é capitão da Marinha, tá? Estamos todos nós envolvidos… nós queremos vencer essa batalha – acrescentou, apontando para a câmera.

Bolsonaro deu como exemplo policiais que o acompanharam nos tempos de deputado federal que temiam que eventuais vítimas de criminosos testemunhassem contra eles caso os algozes fossem mortos em uma ação.

– Ela pode até falar: ele só queria meu relógio, ele é uma vítima da sociedade’. Vai ser uma testemunha contra nós. É verdade, é verdade. Agora [em] uma ação como essa, nós temos que interferir ou intervir, não interessa o que aquela pessoa na frente vai falar, nós temos que abater esse cara.

Ele concluiu lembrando do ex-prefeito de Cariacica (ES), conhecido como Cabo Camata, que era da Polícia Militar e faleceu no ano 2000.

– Como ele já morreu, eu posso falar. Tinha muito assalto a ônibus. Ele começou a pegar os colegas dele da reserva –outros tempos, né?, melhor do que hoje no tocante à segurança, muito melhor do que hoje — e começou a botar dois, três atrás do ônibus, descaracterizado. Quando o cara anunciava o assalto, pimba. Pô, matou três, quatro, acabou o assalto a ônibus. Vagabundo não foi mais assaltar ônibus, acabou assalto a ônibus. Está chegando num ponto tal que você é obrigado a agir dessa maneira – disse Bolsonaro.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rinaldo disse:

    Parabéns presidente. É isso mesmo! 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

  2. Rinaldo disse:

    Parabéns presidente. É isso mesmo! 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

  3. Edson Barbosa de Oliveira disse:

    Quem protege bandido é porque ainda não foi vítima, mais vai ser, pode ter certeza, a violência só cresce, aguardem…

  4. GG disse:

    É isso aí MITO, bota pra fuder nesses fdp. Tá passando do tempo, ou é agora ou essa cambada de vagabundos tomam conta do Brasil.
    Isso é um legado petista, esses vermes acabaram com a paz no Brasil, quem sai de casa é com medo, vendo a hora se deparar com um vagabundos desses.

  5. Marcio disse:

    Perfeito presidente. E ainda me aparece gente oligofrênica preocupada com a vida das arvores acima da vida humana.
    Tiro na perna é burrisse, o vagabundo acaba gerando custo pro Sus.

  6. Santanense disse:

    Parabéns meu presidente, pra cima deles sim.

  7. INVERSÃO SOCIAL disse:

    QUE ABSURDO, COMBATER BANDIDO ARMADO COM ARMA DE FOGO, ONDE SE VIU ISSO, SÓ EM PAÍSES REPRESSORES
    ISSO NÃO PODE, ISSO NÃO DEVE SER PERMITIDO
    BANDIDO ARMADO COM REVOLVER, PISTOLA, FUZIL, METRALHADORA TEM QUE SER COMBATIDO COM CONVERSA, PEDIDO DE LICENÇA, FLORES E LIVROS, NUNCA COM VIOLÊNCIA, POIS VIOLÊNCIA SÓ GERA VIOLÊNCIA
    MAIS OU MENOS ASSIM NÃO É MESMO?
    DIGAM ISSO AS 70 MIL FAMÍLIAS QUE POR ANO, TEM SEUS FAMILIARES RETIRADOS DA VIDA PELA VIOLÊNCIA

  8. LULADRÃO disse:

    Melhor voto até hoje que eu dei. Parabéns MITO!

  9. JOAO MARIA disse:

    Parabens mito, se não fosse voçe a quadrilha barbuda já tinha acabo o restinho

  10. Ems disse:

    Parabéns Bolsonaro !!! Foi pra isso que a população lhe elegeu.

  11. Ricardo disse:

    13 milhões do cartão corporativo do Jair Bolsonaro dá pra comprar 10 triplex no Guarujá.

  12. Marcelo disse:

    Assim como, a presença dele, acelerou o desmatamento na Amazônia.

  13. Ceará-Mundão disse:

    Impossível combater bandidos bem armados e dispostos a qualquer coisa, sem quase nada a perder, usando flores, pombas da paz, música do John Lennon e abraços simbólicos a lagoas e monumentos. Os bandidos devem dar gargalhadas com essas palhaçadas. Precisamos AGIR com rigidez ao mesmo tempo em que cuidamos da educação, da saúde e de outros fatores sociais. Mas o enfrentamento do crime é imprescindível.

Cantores repensam logística de show após morte de Gabriel Diniz

Após morte de Gabriel Diniz, cantores e empresários repensam logística de shows Foto: reprodução/instagram

A morte prematura de Gabriel Diniz num acidente de avião já tem um efeito. Cantores e empresários estão repensando a logística de shows no mês. As famosas “dobras”, como são chamadas as apresentações sequenciais em várias cidades numa mesma noite (às vezes, eles fazem até três shows) podem estar com os dias contados.

“Passado o choque com a morte do Gabriel, estamos todos aguardando que os artistas e empresários mudem sua forma de fazer as agendas. Muitas vezes é o artista que quer fazer dois shows numa noite ou voltar para casa mais cedo e acaba pegando o primeiro voo que tem”, conta um contratante do Nordeste.

Zé Neto e Cristiano, Marília Mendonça e Henrique e Juliano, expoentes dessa nova safra do sertanejo/sofrência, já tinham colocado o pé no freio antes. Marília já não faz as tais dobras há meses. Henrique e Juliano decidiram suspender os shows aos domingos e agora só trabalham de quinta a sábado. Também pediram férias em julho. Já Zé Neto e Cristiano não querem mais fazer apresentações em vários lugares.

Dos cantores mais solicitados para apresentações, principalmente agora, época das festas juninas que bombam no Nordeste, muitas vezes no mesmo dia, apenas Gusttavo Lima não alterou a rotina e continua, com seu próprio jatinho, se deslocando entre locais vizinhos para se apresentar em sequência.

Zé Neto e Cristiano não querem mais fazer apresentações sequenciais Foto: reprodução/instagram

Extra – O Globo

 

Oficial de Justiça que causou acidente com morte de professora de dança em Natal ficará preso

Reprodução: InterTV Cabugi

 

Atendendo ao pedido do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), a Justiça potiguar decretou a prisão preventiva do oficial de Justiça Josias Teixeira de Morais, que provocou o acidente que matou a professora Gislâne Cruz do Nascimento, no prolongamento da Avenida Prudente de Morais, em Natal, neste domingo (19). A decisão judicial foi decretada durante a audiência de custódia realizada na tarde desta segunda-feira (20) com o réu, que ainda estava preso por força do flagrante.

Durante a audiência de custódia, o MPRN requereu nova definição jurídica e sustentou que o crime era doloso – ou seja, intencional – já que o réu tinha ingerido bebida alcoólica e medicamento controlado e tinha consciência de que não poderia beber, conforme ele mesmo alegou em depoimento. Para o MPRN, Josias Teixeira de Morais foi indiferente para as possíveis consequências, assumindo o risco do resultado morte a partir do momento em que decidiu dirigir nessas condições.

No momento da lavratura do flagrante, o delegado havia feito o enquadramento jurídico no crime culposo. Nesse caso, não poderia ser deferida a prisão preventiva, de acordo com o Código de Processo Penal, e o réu poderia ser solto na audiência de custódia.

A manifestação ministerial também destacou os agravantes de o réu estar dirigindo na contramão e em velocidade excessiva. O laudo apontou índice elevado de teor de álcool: 1,42dgc/ml de sangue. O MPRN destacou ainda o fato de o crime ter causado grande comoção social. Com o decreto de prisão preventiva, o réu segue preso sem prazo definido até a instrução e julgamento do processo e, em sendo acolhida a tese do MPRN, deverá ser submetido ao júri popular.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Yuri disse:

    O que impressiona também nessa tragédia anunciada, foi o Delegado ter enquadrado o indivíduo em Homicídio Culposo, imoral, o cara sai dopado, embriagado, na contramão, eu hein…

  2. Denise disse:

    Estamos todos chocados, sem crer nessa tragédia. Gislâne Cruz era uma menina, um ser humano especial, de muita luz e repleta de talentos. Como é duro saber que este senhor responderá provavelmente com uma pena branda, afinal, judiciário brasileiro…

  3. Olimpio disse:

    Esse irresponsável é pra mofar na cadeia.

Acidente provoca a morte de 28 turistas alemães em Portugal

Vinte e oito pessoas morreram nessa quarta-feira (17) em um acidente com um ônibus turístico em Santa Cruz, na Ilha da Madeira, em Portugal. O veículo saiu da estrada e tombou sobre uma casa.

De acordo com o prefeito de Santa Cruz, Filipe Souza, 11 homens e 17 mulheres morreram no acidente. Todas os 28 mortos são turistas de nacionalidade alemã que estavam no ônibus. O Ministério das Relações Exteriores da Alemanha já confirmou que há cidadãos do país entre os mortos. Mais 27 pessoas ficaram feridas.

De acordo com o Jornal de Notícias, o acidente ocorreu por volta das 18h30 (horário local, 14h30 em Brasília). O veículo, que transportava 56 pessoas, havia deixado um hotel na cidade de Caniço, no leste da Ilha da Madeira, com destino a Funchal, a capital da região autônoma portuguesa, quando se acidentou.

Ainda de acordo com o jornal, o motorista e o guia turístico, ambos de nacionalidade portuguesa, sobreviveram ao acidente. Os feridos foram levados para um hospital em Funchal.

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, chegou a pensar em viajar até a ilha para acompanhar o resgate, mas mudou de ideia. Segundo ele, com o adiamento da viagem, a aeronave da Força Aérea que seria usada em seu deslocamento será disponibilizada para o transporte de feridos.

“Irei, mas não irei imediatamente, porque há essa prioridade”, disse o presidente.

O primeiro-ministro de Portugal, o socialista António Costa, falou com a chanceler alemã, Angela Merkel, para expressar seus pêsames pela morte dos compatriotas.

“Já tive oportunidade de transmitir meus pêsames à chanceler Angela Merkel nesta hora difícil”, escreveu Costa em sua conta do Twitter, onde também enviou apoio aos madeirenses por um dos piores acidentes da história do arquipélago.

Agência Brasil, com informações da Deutsche Welle (agência pública da Alemanha)

 

Partido de Alan García culpa MP peruano por morte de ex-presidente

Ex-presidente atirou em si mesmo para evitar prisão. FOTO: REUTERS/Guadalupe Pardo/17.04.2019

Congressistas do Partido Aprista Peruano (PAP), do ex-presidente Alan García, que nesta quarta-feira (17) se suicidou com um tiro na cabeça quando seria detido em cumprimento de uma ordem judicial, culparam o Ministério Público pela tragédia.

O congressista Mauricio Mulder declarou à imprensa que esta tragédia é “a concretização de um mecanismo de perseguição e busca de popularidade doentia por parte de algumas pessoas que se alimentam de poder e que querem ficar na história como carcereiros”.

Por sua vez, o ex-chanceler Luis Gonzales Posada, também militante do PAP, acusou o Ministério Público de querer prender arbitrariamente políticos sem um devido processo.

“É o resultado de um pérfido, malévolo e de uma abusiva violação de um Ministério Público que pode deter quem quiser”, criticou o ex-chanceler.

A ex-ministra do Interior Mercedes Cabanillas também acusou o órgão de abusar de sua autonomia para perseguir personagens como García e “encobrir” outros, como a ex-prefeita de Lima Susana Villarán, também investigada pelo caso Odebrecht no Peru.

“Lamento a atuação da Promotoria. Alan García sempre mostrou disposição a ser investigado”, declarou.

Cabanillas considerou injusta a ordem de detenção decretada contra García por considerar que não há provas.

“Podemos ser investigados, mas desde que nossos direitos sejam respeitados. Por que fazer isso? Me desperta um pouco de suspeita”, questionou o ex-congressista.

Além de García, a Justiça decretou a prisão de Luis Nava, secretário da Presidência durante o governo do líder do PAP, e Miguel Atala, também colaborador do ex-presidente. Ambos são apontados pela investigação como testas de ferro de García.

A Justiça também pediu a prisão do ex-ministro de Transportes, Comunicações, Habitação e Construção Enrique Cornejo, que se entregou às autoridades horas depois.

A situação legal de García se complicou no domingo, quando trechos de uma delação premiada da Odebrecht revelaram que o ex-secretário da Presidência e seu filho, José Antonio Nava, receberam US$ 4 milhões da empresa para a concessão do contrato de construção da linha 1 do metrô de Lima.

R7, com EFE

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Justiceiro disse:

    Lembrem-se da Lei do Retorno. Tudo que se deseja ou se faz, volta-se para si…

  2. Laranja disse:

    Cadê o Queiroz?

  3. ADCL disse:

    O ladrão safado de 9 dedos do PT devia seguir o exemplo deste seu amigo larápio.

  4. PABLO disse:

    Bem que o Lula poderia ter feito o mesmo.

  5. Matarazzo disse:

    Além de exportar corrupção o pt também exporta escola. A escola da cara de pau. Canalhismo é isso, sem tirar nem pôr!

MPRN denuncia policial militar pela morte de Zaira Cruz

2ª Promotoria de Justiça de Caicó requer que o denunciado seja pronunciado pela prática do estupro consumado e homicídio quadruplamente qualificado, para submetê-lo a julgamento pelo Tribunal do Júri Popular

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) denunciou à Justiça potiguar o policial militar Pedro Inácio Araújo de Maria pelos crimes de estupro e homicídio quadruplamente qualificado pela morte da estudante Zaira Dantas Silveira Cruz. O crime aconteceu na cidade de Caicó/RN, no dia 2 de março deste ano, durante o período do carnaval. A denúncia foi protocolada no Juízo da 3ª vara da comarca de Caicó nesta terça-feira (2).

No documento, a 2ª Promotoria de Justiça de Caicó requer que o denunciado seja pronunciado pela prática do estupro consumado e homicídio quadruplamente qualificado, para submetê-lo a julgamento pelo Tribunal do Júri Popular da comarca de Caicó, em que deverá ser condenado. Pedro Inácio continua preso no Comando-Geral da Polícia Militar.

Segundo o inquérito policial do caso, na madrugada do dia 2 de março de 2019, entre 2h14 e 4h, em local ainda não esclarecido, no interior do veículo, o Pedro Inácio constrangeu Zaira Cruz, mediante violência física extrema, com chutes, agressões e imobilização, e a estuprou.

Em seguida, o denunciado assassinou a vítima mediante asfixia por esganadura, com o objetivo de assegurar a ocultação do crime sexual, tendo agido à traição e movido por razões da condição do sexo feminino da vítima.

Para o MPRN, ficou demonstrado que o crime de homicídio praticado por Pedro Inácio também teve por objetivo assegurar a ocultação do crime sexual praticado contra a vítima, uma vez que, caso não tivesse sido assassinada, Zaira Cruz comunicaria o crime de estupro às autoridades policiais.

“Os indícios formam um corpo robusto, uníssono, concatenado e que aponta para o denunciado como sendo o autor do delito”, destaca o MPRN na denúncia. A prova objetiva da materialidade dos crimes de estupro e homicídio qualificado emergem dos depoimentos constantes dos autos, do Relatório de Local de Encontro de Cadáver, do Boletim de Ocorrência, do Laudo de Exame de Conjunção Carnal, do Laudo de Exame de Ato Libidinoso e do Laudo de Exame Necroscópico, todos inclusos no Inquérito Policial.

A denúncia do MPRN também requer que o processo tenha prioridade de tramitação, conforme prevê o Código de Processo Penal, uma vez que se trata de crime hediondo. A Promotoria de Justiça também requer que a Justiça determine a intimação do denunciado para comparecer à audiência de instrução, em que deverão ser inquiridos os declarantes e testemunhas, esclarecimentos dos peritos, para interrogar o denunciado, seguindo-se a ação penal.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Beto Araújo disse:

    Concordo com sua opinião , não diga que a PM faz , cite sempre que especificando o indivíduo, não a instituição que ele deveria honrar. Se o mesmo agiu como criminoso e canalha, a Polícia Militar o deteve e o colocou a disposição da justiça. Pronto!

  2. José disse:

    A PM sempre apronta. Sempre.

    • José Dantas disse:

      Não seria mais justo dizer que esse PM( Policial Militar) aprontou e vai responder por seus atos na justiça comum( Penal/Civil), militar e administrativa…. faça um esforço desumano, raciocine um pouquinho, análise e repense sua informação.