Polícia

Homem é preso acusado de atear fogo em carro para receber seguro e causar o maior incêndio do ano em Petrópolis – RJ

Foto: Divulgação Polícia Civil

Um homem foi preso em flagrante por policiais da 106ª DP (Itaipava) acusado de causar um incêndio, ainda não controlado, que já destruiu 10 mil metros quadrados de área florestal em Araras, Petrópolis, na Região Serrana. De acordo com o delegado titular da unidade, João Valentim, o preso é suspeito de atear fogo no próprio carro para ficar com o dinheiro do seguro.

Na segunda-feira, ele foi à delegacia para registrar o roubo de seu veículo e, segundo o delegado, apresentou uma versão que gerou desconfiança. Ao investigar o caso, os investigadores foram informados de que o incêndio de grandes proporções na mata teve como causa um veículo incendiado. O detido havia ateado fogo no carro na Estrada Almirante Paulo Meira, Vale das Videiras, após comprar um galão com combustível em um posto no município de Três Rios. Imagens das câmeras de segurança mostram o suspeito no local.

A investigação apontou que o suspeito tinha como objetivo receber o valor do seguro do veículo com um sinistro, que na verdade não ocorreu, e foi o autor do de um dano ambiental de grandes proporções. Segundo a Polícia Civil, trata-se do maior incêndio registrado em Petrópolis no ano de 2020, atestado por laudo pericial.

O preso foi autuado por tentativa de estelionato e por delito de incêndio e encaminhado para a audiência de custódia.

O Globo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Homem é preso na Grande Natal suspeito de extorquir mulheres com fotos íntimas em troca de dinheiro ou sexo

Foto: Reprodução/Divulgação Polícia Civil

 

Um homem de 28 anos foi preso na cidade de Parnamirim, na região metropolitana de Natal, suspeito de extorquir mulheres com fotos íntimas delas. De acordo com as investigações, o golpista enganava as vítimas com perfis falsos nas redes sociais e, após conseguir a confiança, pedia imagens delas nuas. Com as fotos em mãos, para não divulgar as imagens, o homem exigia dinheiro ou até mesmo relações sexuais. Até agora quatro vítimas foram identificadas pela Polícia Civil.

Segundo a Polícia Civil, através de investigações da 1ª Delegacia de Polícia de Parnamirim que duraram cerca de um ano e meio, o homem cobrava entre R$ 200 e R$ 500 para não divulgar as fotos e chegou até a pedir para ter relação sexual com algumas das mulheres para não espalhar as fotos.  Morador de Currais Novos, o acusado foi preso em Parnamirim após marcar um encontro com uma dessas vítimas. Mesmo com o flagrante, também havia um mandato de prisão e de busca e apreensão aberto contra ele.

A Polícia conta que o acusado criava contas falsas sempre usando como primeiro nome “Gustavo”, e em algumas ocasiões se passava por estudante de Medicina e, em outras, por aluno de Odontologia. Para reforçar a sua “farsa”, mandava fotos as vítimas até com jalecos.

O acusado deverá responder por tentativa de estupro, extorsão, ameaça e uso de documento falso.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

STF nega habeas corpus a homem preso sem condenação desde 2015

A 2ª Turma do STF negou pedido de habeas corpus apresentado pela Defensoria Pública da União em favor de um homem preso há mais de dois anos sem condenação, informa o Jota.

Preso em flagrante em junho de 2015, acusado de roubo majorado e corrupção de menores, o homem teve sua prisão preventiva decretada logo depois.

O caso chegou ao Supremo depois que o STJ negou o pedido da Defensoria que pleiteava a revogação da prisão cautelar.

Em decisão monocrática no final de maio, o relator do recurso, Gilmar Mendes –o mesmo que concedeu três habeas corpus a Jacob Barata Filho–, negou o HC, alegando que não havia excesso de prazo e que o preso fugira da cadeia (foi recapturado depois).

A DPU entrou, então, com agravo regimental, negado agora pela Segundona no “plenário virtual” do STF.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Não deve ter pago o dizimo e não pode se beneficiar da lei.
    Injustiças se perpetuam aos montes quando juízes deixam de ser aplicadores das leis e se tornam os fazedores delas.
    A Ditadura do judiciário atinge a todos, beneficiando os amigos do sistema e perseguindo os adversários.
    Triste realidade de uma Res pública que depois de séculos de coronelismo, ainda não se consolidou.
    A impessoalidade e a igualdade ainda são muitos, ou seria melhor dizer "Micos".

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Homem é preso suspeito de estuprar criança de 5 anos em Macaíba

O site ConnectTV destaca uma acusação de estupro na cidade de Macaíba no final da noite desse domingo (02), após uma mãe descobrir que sua filha de apenas 5 anos teria sido abusada. De acordo com a notícia, uma mulher residente do bairro Morada da Fé tinha saído de casa deixando seus filhos trancados na residência onde mora. Informações dão conta que nesse tempo ausente, um rapaz foi visto por populares da localidade entrando na casa e depois saindo com uma criança, levando-a até onde o mora em uma rua próxima. Com um tempo depois, retornou deixando a menina no mesmo lugar. Infelizmente, a vítima indefesa já havia passado pelo pior.

Segundo o ConnectTV, quando a sua mãe chegou em casa, a filha estava  reclamando de ardência nas parte íntimas, e com frequência querendo ir no banheiro. Na ocasião, após a menina ser questionada pela mãe por esta dor, ela relatou o que aconteceu.

Ainda segundo o ConnectTV, após a noticia se espalhar pelo o bairro, populares começaram a procurar o suspeito, que foi detido pelo um morador numa tentativa de pular o muro de uma casa para se esconder. A PM foi acionada e o suspeito José Maria Amâncio de Lima foi encaminhado para a delegacia de plantão em Natal.

http://www.connecttv.com.br/2014/11/macaiba-homem-e-preso-suspeito-de.html

Opinião dos leitores

  1. Bruno, acesso seu blog diariamente, pois através do mesmo me mantenho informada e atualizada sobre vários temas. Porém, tenho percebido que os textos necessitam de revisão ortográfica e gramatical, talvez pela agilidade com que você e sua equipe faz as publicações.
    Considerando o número de acessos que seu blog tem, cuidar dessa parte seria mais um serviço aos leitores.
    Att. Iranir

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *