Mourão confirma exoneração de assessor, destaca ‘problema da sua cozinha interna’, e declara: ‘assunto encerrado’

Foto: Adriano Machado/Reuters

Após a exoneração do assessor que procurou o chefe de gabinete de um deputado para tratar de um possível impeachment, o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta sexta-feira que o assunto está “encerrado”. Mourão, contudo, relatou não ter conversado com o presidente Jair Bolsonaro sobre o assunto. A exoneração foi publicada na noite de quinta-feira em edição extra do Diário Oficial da União.

O caso foi revelado na quinta-feira pelo site “O Antagonista”. Ricardo Roesch Morato Filho, então chefe da Assessoria Parlamentar da Vice-Presidência da República, mandou mensagem para o assessor de um deputado federal, cuja identidade não foi revelada, pedindo para marcar uma conversa e dizendo que Mourão é “mais preparado” que Bolsonaro.

Na manhã desta sexta-feira, ao chegar no Palácio do Planalto, Mourão disse que a situação está resolvida:

— Resolvido. Assunto encerrado.

O vice-presidente afirmou que a situação foi “lamentável”, porque ele não concorda com um impeachment e porque essa não é a “forma” que ele trabalha.

— Foi uma situação lamentável. Em primeiro lugar, porque eu não concordo com processo de impeachment. Segundo lugar, porque não é a forma que eu trabalho. Uma troca de mensagens imprudente gera um ruído totalmente desnecessário no momento que a gente está vivendo. A partir daí, a pessoa que tinha um cargo de confiança perde a confiança para exercer esse cargo.

Mourão disse que não conversou com Bolsonaro sobre o assunto porque o presidente estava viajando na quinta-feira e porque é um problema da sua “cozinha interna”:

— Não conversei. Ele estava viajando ontem. É um problema da minha cozinha interna.

O vice-presidente não quis comentar a declaração de Bolsonaro descartando uma reforma ministerial e afirmando que o país não precisa de “palpiteiro”. Na véspera, Mourão havia dito que o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, poderia ser demitido em uma eventual reforma. Em resposta, o presidente disse que só ele troca ministro.

— Não vou comentar isso daí. Deixa para lá.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Mourão é mais um traidor, ficou com ciúmes do Ernesto Araújo ficar com mais frequência do que ele nas visitas oficiais e reuniões.

  2. Tico de Adauto disse:

    Assume Mourão!

  3. Japiense disse:

    Assunto encerrado nada.

    Biroliro, lembre com Dilma foi desse jeito!

  4. Pierre disse:

    Galado.medroso
    Pra cima porra

  5. Observando. disse:

    Parece q Dilma e Bolsonaro não sabem escolher vices.

  6. SOU + MOURÃO disse:

    Inteligente nota que Mourão é Inteligente e competente, como também nota que Naro é demente e incompetente.

Com estoque de sangue em estado crítico, Hemonorte convoca doadores e toda a população

O Hemonorte conta hoje com apenas com 300 bolsas de sangue, quantidade insuficiente para atender as demandas neste final de ano e põe em risco a segurança transfusional hospitalares. Por este motivo, convoca doadores e toda a população para abraçar esta causa.

De acordo com a chefe do Departamento de Apoio Técnico, Miriam Mafra, “devido a pandemia a procura para doação está sendo baixa, o que está comprometendo o estoque e a vida de muitos pacientes. Para normalizar o estoque o Hemonorte precisa ter diariamente em média 800 bolsas de sangue prontas para uso”, afirma Miriam.

Para ser doador, é preciso ter entre 16 e 69 anos, (Menores de 18 anos só podem doar com autorização dos pais ou responsável legal), pesar mais de 50 quilos, estar com boa saúde, estar bem alimentado e portar documento oficial de identidade com foto são requisitos imprescindíveis. Os interessados em doar sangue devem se dirigir à sede do Hemonorte localizado na Avenida Alexandrino de Alencar, 1800, Tirol.

É importante ressaltar que todo o processo da doação é feito em segurança em cumprimento de todos os protocolos de higienização contra a Covid-19.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sérgio disse:

    Vcs que passam o dia atacando os outros aqui no blog, que tal fazer algo de bom, uma vez na vida. Vão doar sangue, ao invés de defender seus ladrões de estimação.
    Já fui ontem.

    • Júlio bunda mole disse:

      Passa o ano todo denegrindo, difamando, distorcendo fatos, defendendo ladrões, desde cedo do dia até ao final da noite, todos os dias, aí escreve num minuto mais uma mentira. Ômi vai tirar esse espírito de porco do corpo.

Estoque de soro contra picadas de jararaca está crítico no RN

Foto: Ilustrativa

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) alerta a população para o baixo nível do estoque de soro antibotrópico – utilizado em casos de picadas de jararacas, que representam a maior ocorrência no que se refere aos acidentes com serpentes no estado. Nesta sexta-feira (02), o estoque existente no RN é suficiente apenas para sete atendimentos graves.

Segundo a subcoordenadora de Vigilância Ambiental da Sesap, Aline Rocha, o Ministério da Saúde, responsável por comprar e distribuir o soro para os estados, deverá enviar novas ampolas para o RN até a próxima terça-feira (06).

O desabastecimento de soro antibotrópico é uma situação vivenciada em todo o país, devido ao fato de os laboratórios produtores estarem em processo de adequação às normas exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A previsão para que os estoques sejam regularizados é apenas em janeiro de 2020.

Para esclarecer dúvidas e orientar a população e os profissionais de saúde quanto aos casos de acidentes por animais peçonhentos, a Sesap disponibiliza um serviço de plantão 24h. O Centro de Assistência Toxicológica do RN (CEATOX) funciona por meio dos números telefônicos: 0800 281 7005 / 3232-4295 / 98803-4140 (whatsapp).

Diante do cenário atual, a Sesap orienta novamente a população quanto à necessidade de se reforçar os cuidados para a prevenção de acidentes com animais peçonhentos.

Prevenção de acidentes com peçonhentos

– Evite acúmulo de lixo ou entulhos que possam atrair ratos (um dos principais alimentos das serpentes) ou outros pequenos animais;

– Não coloque as mãos desprotegidas em buracos e cupinzeiros, folhas secas, monte de lixo, lenha, palhas etc.;

– Use luvas de couro ao manejar locais onde as serpentes possam estar presentes, como matas, tocas, troncos e lenhas árvores;

– Use sapatos fechados de cano alto ao andar e caminhar na mata ou entre folhas secas;

– No amanhecer e no entardecer, evite se aproximar da vegetação perto do chão, como gramados e jardins, pois é nesse momento que as serpentes estão em maior atividade.