Bolsonaro diz que horário de verão deve acabar neste ano

Foto: Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira deve acabar com horário de verão. Segundo ele, o assunto já foi discutido com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e deve ser anunciado em breve.

– A ideia nossa é que não tenha horário de verão neste ano. Está quase certo – disse Bolsonaro em encontro com jornalistas no Palácio do Planalto.

O presidente disse ter recebido estudos do deputado João Campos (PRB-GO), e debatido o tema com área responsável no governo. Na segunda-feira passada, Bolsonaro pediu ao ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, um estudo para que ele possa avaliar a possibilidade de extinguir o horário de verão . Segundo o ministro, o estudo com prós e contras já está pronto e será apresentado ao presidente assim que possível. O ministro lembrou que “metade do país já não tem mais horário de verão”, que está em vigor no Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ogam disse:

    A voz do Brasil tb.

  2. Odin disse:

    Vida difícil a do ministro “tchutchuca” dos bancos, Paulo Guedes. Depois de ser abandonado à própria sorte para apanhar da oposição; a capitalização para favorecer seus verdeiros patrões (os banqueiros) pode ser retirada da PEC da Previdência.
    Cadê os bolsominion's de plantão?

    • Waldemir disse:

      É impossível uma pessoa com muita cultura lidar com analfabetismo da esquerda
      Prova os deputados do pt e psol que só sabem ofender e fazer as mesmas perguntas
      Mas não chore que ainda vai mudar muito para os sanguessugas da esquerda incluindo você kkkkkk

  3. Odin disse:

    Rapaz, sinceramente, tô sentindo uma falta danada dos defensores de plantão do BOZO. Não vejo mais aqui no BG, a defesa dos bolsominion's, a e' Ceará Mundão, Ems, Lulaladrão e tantos outros. Será q finalmente, caíram na rela? Afinal, antes tarde do que nunca. Oh, governo doido.

    • Carlos Ustra disse:

      Odin, toma vergonha na cara e vai arranjar uma lavagem de roupa seu esquerdinha derrotado kkkkkkkkkkk Aceita que doí menos kkkkkk O Brasil no caminho certo! Acabou a mamata kkkkkkkkkkkkkkkk

    • ASV disse:

      Esse Carlos Ustra, não tem argumento para defender o Bozo, aí desce o nível. O Brasil tá é descendo a ladeira sem freio.

  4. willian disse:

    Se o mandato dele chegar até lá !!!

    • judson silva disse:

      mais fácil você não durar até lá sem o assistencialismo do PT e sem as fraudes do INSS

    • Carlos Ustra disse:

      Willian, esquerdinha revoltado. Rsrsrsrs aceita que doí menos. Antes de criticar o governo, vai arranjar uma lavagem de roupa. Rrsrsrsrs #forapt #lulatapresobabaca #ptnuncamais #

Horário de verão vai terminar na virada deste sábado para domingo

Foto: Marcio Alves / Agência O Globo

O horário de verão vai acabar na virada do próximo sábado para domingo (dia 17), quando os relógios deverão ser atrasados em uma hora. Em vigor desde 4 de novembro de 2018, a mudança obrigou dez estados — além do Distrito Federal — a ajustarem os ponteiros: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Espírito Santo.

Desta vez, a duração do horário de verão será mais curta do que o normal. Historicamente, esse período começa no terceiro domingo de outubro, mas seu início em 2018 foi adiado por conta do segundo turno das eleições, a pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Se não houvesse o adiamento, aumentaria a diferença de horário entre os estados do Sul e do Sudeste e os que já têm fuso diferente, atrapalhando a divulgação dos resultados das urnas.

Com o fim do horário de verão no próximo fim de semana, será preciso ficar atento aos aparelhos celulares. Antes que este fosse implantado, em novembro, muitas operadoras de telefonia promoveram ajustes em seus sistemas, para atualização automática dos telefones, o que causou problemas aos clientes. Com os relógios adiantados antes da hora, milhares de consumidores perderam uma hora de sono e acabaram chegando cedo demais a compromissos.

Para quem tem voos marcados

Em caso de dúvidas sobre o horário dos voos programados para domingo, a Infraero recomenda aos passageiros que procurem informações junto às companhias aéreas, balcões de informações nos terminais oucom os empregados das empresas nos aeroportos vestidos com coletes amarelos “Posso Ajudar?”.

Em vigor desde 1931, a mudança de horário foi uma estratégia do governo para gerar economia de energia, já que, durante a estação, as pessoas chegavam em casa e ligavam os chuveiros, ocasionando pico de consumo e grande desperdício.

Com o passar dos anos, porém, os picos de consumo passaram a ser registrados nos momentos mais quentes ao longo do dia, com grande utilização de aparelhos de ar-condicionado, por exemplo, sobretudo no comércio.

Por isso, a Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (Abesco), por exemplo, entende que a alteração nos relógios não se justifica mais.

Em setembro de 2017, o governo federal chegou a anunciar a intenção de abandonar o horário de verão a partir de 2018, mas voltou atrás.

O Globo

 

TSE desmente que urnas estão programadas para horário de verão

Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desmentiu hoje (24) notícia que circula nas redes sociais que diz que as urnas eletrônicas estão equivocadamente programadas de acordo com o horário de verão que, neste ano, foi adiado para novembro, em vez de iniciar em outubro.

Segundo a postagem, as urnas não computariam os votos de antes das 9h nem os coletados após as 16h. A mensagem pede aos eleitores para atentarem a essa programação equivocada das urnas, de forma a terem seu voto considerado.

Por meio de sua conta no Twitter e em sua página oficial na internet, o (TSE desmentiu o boato. “Atenção, eleitor! O horário de verão só começa em novembro. É FALSA a afirmação de que as urnas eletrônicas estão programadas para funcionar em horário diferente neste domingo (28) de eleição”, esclarece a Justiça Eleitoral.

O horário de votação neste domingo é das 8 às 17h.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Voto Eleitoral disse:

    Respeitando a democracia e a transparência, como o TRE e o TSE afirmam, as urnas são seguras.
    Mas os sistemas que estão nas urnas são seguros?
    Os sistemas que estão nas redes dos TRE são seguros?
    O sistema que está no TSE é seguro?
    Os técnicos que são responsáveis por esses sistemas – urnas, TRE e TSE, na consolidação dos votos, tem filiação partidária? Tem preferência por partido? Quem são eles? Alguém já investigou esses detalhes? Levantaram a ficha desses técnicos?

Horário de verão termina no sábado para o domingo

Foto: Fabio Rossi / O Globo

O horário de verão terminará no próximo fim de semana. Por isso, os moradores dos estados que adotam o horário especial precisarão atrasar, à meia-noite entre sábado e domingo, os relógios em uma hora.

O ajuste do horário vale para os moradores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

O horário de verão começou na madrugada do dia 15 de outubro, com o objetivo de aproveitar o maior período de luz solar possível para economizar energia. No ano passado, o governo chegou a discutir a possibilidade de não adotar a medida, porém, acabou recuando.

Isso aconteceu porque um estudo do Ministério de Minas e Energia e do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) revelou que o programa vem perdendo efetividade, por causa de mudanças no perfil de consumo. Hoje, o horário de pico de uso da eletricidade passou para o período da tarde, quando mais aparelhos de ar-condicionado são ligados, especialmente no comércio. Entretanto, o governo avaliou que o horário de verão já faz parte da cultura do brasileiro e incentiva as vendas do comércio e o turismo nas cidades.

Extra – O Globo

 

Horário de Verão começa no próximo domingo com economia estimada em R$ 147 milhões

hvO Horário de Verão de 2016 começará à zero hora do próximo domingo, dia 16 de outubro. Os brasileiros deverão adiantar o relógio em uma hora a partir da meia-noite. O novo horário é válido para todos as unidades federativas das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste (Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Espírito Santo). Os estados do Norte e do Nordeste não participam do novo horário. As informações são do Ministério de Minas e Energia. A última vez que a Bahia participou do horário de verão foi em 2011.

O horário durará até o fim do dia 19 de fevereiro de 2017.

De acordo com o Ministério de Minas e Energia, a estimativa de ganhos com o Horário de Verão é de R$ 147,5 milhões — “representa o custo evitado em despacho de usinas térmicas por questões de segurança elétrica e atendimento à ponta de carga no período de vigência do Horário de Verão”, informa a pasta.

Os principais benefícios da redução de demanda no horário de ponta, além da redução dos investimentos no sistema elétrico, são o aumento da segurança operacional, decorrente da diminuição dos carregamentos na rede de transmissão, maior flexibilidade operativa para realização de manutenções e redução de cortes de carga em situações de emergência no sistema elétrico e a redução dos custos de operação do Sistema Interligado Nacional (SIN).

Nos últimos dez anos, a medida possibilitou uma redução média de 4,5% na demanda por energia no horário de maior consumo e uma economia absoluta de 0,5%, o que equivale, em todo o período de vigência do Horário de Verão, ao consumo mensal de energia da cidade de Brasília, com 2,8 milhões de habitantes.

A medida é aplicada no Brasil desde 1931, com alguns intervalos. Mais recentemente, passou a vigorar por meio do Decreto nº 6.558, de 8 de setembro de 2008, revisado pelos Decretos 7.584, de 13/10/2011 e 8.112/2013.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Renato disse:

    Por que não colocar horário de verão permanente em todo o Brasil?!? Adoraria ver o sol baixando as 19h aqui em Natal.

  2. Fora PT Cramunhão disse:

    O servidor sem dinheiro. cadê o governo Robinson que disse que ia pagar os salários em dia nas promessas de campanha ? Robinson não é bom gestor.

    • paulo martins disse:

      Que 'governo Robinson'? Tá delirando, Caramunhão?
      Quem já viu um zumbi governar nada neste mundo?

  3. Fora PT Cramunhão disse:

    E aqui no Estado do RN o salário do servidor é atrasado. Pague os salários dos servidores é o mínimo de um governo.

  4. Marcelo disse:

    É outra medida que tem que ser revista no Brasil. Ou se adota para o país inteiro ou deveriam acabar com esse famigerado horário de verão. Nós somos afetados com os horários de bancos, aeroportos, televisão e isso termina por prejudicar mais do que ajudar.

Horário de verão começa domingo

horario_de_verao_vale_estaNo próximo sábado (18), à meia-noite, milhões de brasileiros terão que adiantar os relógios em uma hora. É o início da temporada 2015/2016 do horário de verão nos estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná, de São Paulo, do Rio de Janeiro, Espírito Santo,de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

O principal objetivo da medida é, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a redução da demanda no período de ponta, entre as 18h e as 21h. A estratégia é aproveitar a intensificação da luz natural ao longo do dia durante o verão para reduzir o gasto de energia. Entre os meses de outubro e fevereiro, os dias têm maior duração em algumas regiões, por causa da posição da Terra em relação ao Sol, e a luminosidade natural pode ser melhor aproveitada.

Segundo dados do Ministério de Minas e Energia (MME), o horário de verão representa uma redução da demanda, em média, de 4% a 5% e poupa o país de sofrer as consequências da sobrecarga na rede durante a estação mais quente do ano, onde o uso de eletricidade para refrigeração, condicionamento de ar e ventilação atinge o pico.

De acordo com o MME, quando a demanda diminui, as empresas que operam o sistema conseguem prestar um serviço melhor ao consumidor, porque as linhas de transmissão ficam menos sobrecarregadas. Para as hidrelétricas, a água conservada nos reservatórios pode ser importante no caso de uma estiagem futura. Para os consumidores em geral, o combustível ou o carvão mineral que não precisou ser usado nas termelétricas evita ajustes tarifários.

Segundo o ONS, no horário de verão 2014/2015, a redução da demanda no horário de ponta foi cerca de 2.035 megawatts (MW) no subsistema Sudeste/Centro-Oeste, equivalente ao dobro do consumo de Brasília em todo o período em que esteve em vigor. No Subsistema Sul, a redução foi 645 MW, correspondendo a uma economia de 4,5%.

Os ganhos obtidos pela redução do consumo de energia global, que leva em conta todas as horas do dia, foram de cerca de 200 MW médios no Subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o que equivale ao consumo mensal da cidade de Brasília, e 65 MW médios no Subsistema Sul, equivalente ao consumo mensal de Florianópolis.

De acordo com a assessoria de imprensa do ONS, a estimativa de economia para o horário de verão 2015/2016 será divulgada nos próximos dias e não deve ser muito diferente do ano passado.

Atualmente, o horário brasileiro de verão é regulamentado pelo Decreto 8.112, de 30 de setembro de 2013, que revisou o Decreto nº 8.556, de 8 de setembro de 2008. Ele começa sempre no terceiro domingo do mês de outubro e termina no terceiro domingo de fevereiro do ano subsequente, exceto quando coincide com o carnaval, caso em que é postergado para o domingo seguinte.

UOL

Governo estuda estender horário de verão para economizar energia

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, disse que o governo fará uma avaliação sobre o clima e a hidrologia, para decidir se estenderá ou não o horário de verão. Segundo ele, tudo vai depender dessas discussões.

– Assim que fizermos uma avaliação do clima e da hidrologia, aí sim, tomaremos uma decisão – disse o ministro ao GLOBO.

Em vigor desde 19 de outubro último, o término do horário de verão está previsto, inicialmente, para o próximo dia 22, em um domingo. Os relógio terão de ser atrasados em uma hora.

HORÁRIO DE PICO

Diante do aumento do consumo de energia na parte da tarde, o governo estuda também reprogramar a tabela de preços cobrados dos consumidores industriais e comerciais, informou o ministro de Minas e Energia. Ele lembrou que o horário de pico, que tradicionalmente sempre foi de 18h às 22h, está migrando para a faixa entre 14h e 19h.

— A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) está trabalhando na análise e na regulação desse tema e, nos horários de pico, os consumidores pagam mais caro pela energia. Queremos antecipar o horário sazonal para 14h às 19h — disse Braga, indicando que a tarifa diferenciada deve passar a ser cobrada na parte da tarde.

Segundo o ministro, com a mudança, serão liberados em torno de 8 mil megawatts de energia no período vespertino. A expectativa é que, com isso, os gargalos no atendimento pelo setor sejam reduzidos.

O Globo

Horário de verão propiciou ao país economia de R$ 405 milhões

Com o final do horário de verão à meia-noite deste sábado (15), quando os relógios terão que ser atrasados em uma hora nos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, o país terá economizado R$ 405 milhões nos 120 dias da vigência da medida, instituída pela primeira vez no verão de 1931/1932.

A medida começou a valer no dia 20 de outubro do ano passado e propiciou uma redução de aproximadamente 4,1% da demanda por energia de ponta dos dois sistemas. Desse percentual, 4,3% foi economizado no Subsistema Sul, e 4,1% no Sudeste/Centro-Oeste.

Os dados sobre o comportamento do Sistema Interligado Nacional (SIN), no período de vigência do horário de verão, foram divulgados na tarde de hoje (14) pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e apontam para uma redução da demanda por energia elétrica no horário de ponta da ordem de 2.565 megawatts (MW), sendo 1.915 MW no Subsistema Sudeste/Centro-Oeste e 650 MW no Subsistema Sul.

O Operador Nacional do Sistema informou que, no caso do Subsistema Sudeste/Centro-Oeste, a redução equivale a, aproximadamente, 50% da carga no horário de ponta da cidade do Rio de Janeiro (6,4 milhões de habitantes), ou a duas vezes a carga no horário de ponta de Brasília (2,6 milhões de habitantes). No Sul, representa 75% da carga no horário de ponta de Curitiba (1,8 milhão de habitantes).

Para o ONS, no entanto, o principal benefício do horário de verão “foi o aumento da segurança operacional, resultante da diminuição dos carregamentos na rede de transmissão, que proporcionou maior flexibilidade operativa para realização de manutenção em equipamentos”.

Do total de R$ 405 milhões economizados, os ganhos referentes ao custo evitado com geração térmica para se preservar os padrões de segurança do sistema resultaram em benefícios econômicos de R$ 125 milhões, somente com a redução de geração térmica, no período outubro/2013 a fevereiro/2014.

Mais R$ 280 milhões economizados foram referentes ao custo evitado pela redução do  valor da carga esperada para a ponta do Sistema Interligado Nacional, de 2.565 MW, que teria que ter sido atendido por geração térmica.

Os números indicam, ainda, que a redução de energia de 295 MW médio representa 0,5% da carga dos subsistemas envolvidos, dos quais 220 MW correspondem ao Subsistema Sudeste/Centro-Oeste e 75 MW ao Subsistema Sul, equivalendo a 8% do consumo mensal da cidade do Rio de Janeiro e 14% do consumo mensal de Curitiba, respectivamente.

Agência Brasil

Horário de verão começa à meia-noite

Começa neste fim de semana o horário de verão em estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. A mudança ocorre à zero hora de domingo (16). A população desses estados terá que adiantar o relógio em uma hora e a mudança segue até 26 de fevereiro de 2012. Neste ano, o horário de verão abrange também a Bahia.

Para os Potiguares o relógio continua como está, porém e necessário atenção com a programação da TV, horários bancários e horários de voos que fica valendo a hora de verão.

Segundo o governo federal, o período do horário de verão será o mais longo desde 1985 e terá 133 dias de duração. O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) prevê uma economia para o Brasil que pode variar entre R$ 75 milhões e R$ 100 milhões durante o período. No período, a ONS prevê a diminuição da demanda em 4,6%, ou o equivalente a 2.650 megawatts (MW).

Com os dias mais longos, o objetivo é reduzir o consumo de energia e aproveitar mais a luz do sol durante o verão. A decisão de utilizar o horário é de cada estado e, neste ano a Bahia resolveu aderir. A inclusão do estado era reivindicada por empresários do estado. Eles queriam sincronia com o expediente bancário, horário de funcionamento de escritórios e sede de empresas do Sul e do Sudeste.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bluesdgg disse:

    isso vale para o ENEM também?

Vai começar o horário de verão

Atenção, leitores, o horário de verão vai começar no dia 16 deste mês e será válido para a regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste até 19 de fevereiro de 2012. O Nordeste está fora da mudança.

Mesmo assim, a programação de TV e as agências bancárias deverão abrir uma hora mais cedo.

Atenção também no horário das passagens aéreas. Se a compra do bilhete foi feita com muita antecedência, é bom entrar em contato com a companhia aérea.

A alteração no horário é realizada para economizar energia durante o verão, estação em que o consumo aumenta devido às férias, ao calor e ao crescimento da produção industrial para atender as encomendas do Natal. A medida também diminui a demanda de energia no horário de pico, que inclui o fim da tarde e o início da noite.