STF mantém voto presencial na Câmara Federal

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Rosa Weber indeferiu o mandado de segurança impetrado pelo PDT no STF contestando a votação presencial na eleição para a presidência da Câmara, marcada para o dia 1º de fevereiro.

O PDT, na ação, pedia um “sistema híbrido” de votação, ou seja, em que se poderia tanto votar presencialmente como de forma remota.

Lauro Jardim – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tico de Adauto disse:

    Necessitava não.

Mesmo com polêmicas sobre vacinas, Bolsonaro mantém aprovação de 45%, aponta pesquisa PoderData

Foto: Sérgio Lima/Poder360

Jair Bolsonaro enfrenta um cenário político ruim neste início de 2021. A pandemia entrou numa fase com mais casos e mortes. O Ministério da Saúde não conseguiu vacinas a tempo e viu o governo do Estado de São Paulo, de João Doria (PSDB), sair na frente. Na internet, adversários do governo promovem um movimento a favor do impeachment do presidente. Ainda assim, as taxas de aprovação e desaprovação do governo de Bolsonaro se mantiveram no mesmo patamar do levantamento anterior, segundo pesquisa PoderData encerrada nesta 4ª feira (20.jan.2021).

A rigor, houve até variações positivas para Bolsonaro dentro da margem de erro, que é de 2 pontos percentuais.

Há 15 dias, 52% desaprovavam o governo federal. Agora, no levantamento realizado em 18, 19 e 20 de janeiro, em 544 cidades e com 2.500 entrevistas, a taxa é de 48%.

A aprovação do governo hoje é de 45%, contra 44% há 15 dias. A oscilação também fica dentro da margem de erro.

Foto: Reprodução

O que pode explicar a manutenção das taxas de aprovação e de desaprovação do governo Bolsonaro apesar das notícias desfavoráveis ao presidente? Uma possibilidade pode ser o fato de Bolsonaro ter ficado quase em silêncio sobre vacinas desde o que em Brasília tem sido chamado de “Doria day” –o domingo (17.jan.2021), quando o tucano paulista fez grande evento para vacinar a 1ª pessoa no Brasil com a CoronaVac.

A outra possibilidade é que haja um descompasso entre o que aparece na mídia de maneira mais visível, com o noticiário quase sempre negativo, e o que pensa parte da população.

Mais pesquisas serão necessárias para aferir como será a tendência real da curva de aprovação do governo. Até porque é a partir de fevereiro que os brasileiros sentirão para valer o fim do auxílio emergencial que beneficiou cerca de 68 milhões de pessoas até o final de 2020.

Por ora, o que se nota é que a administração bolsonarista segue com um núcleo –de apoio sólido na faixa de 45% dos eleitores. E há uma parcela quase do mesmo tamanho (48%) que o rejeita.

Foto: Reprodução

DESEMPENHO PESSOAL

Quando o PoderData pergunta sobre o trabalho pessoal de Bolsonaro, há 5 categorias como opção de resposta: ótimo, bom, regular, ruim e péssimo.

Nesse cenário, a situação também é de estabilidade, mas com percentuais negativos para o presidente. Os que o rejeitam são 43%, ante 44% no estudo anterior. Já os que disseram que Bolsonaro é ótimo ou bom são 35%, mesma proporção de 15 dias antes.

Foto: Reprodução

OS 20% QUE ACHAM BOLSONARO ‘REGULAR’

No Brasil, pergunta-se aos eleitores como avaliam o trabalho do governante. As respostas podem ser: ótimo, bom, regular, ruim ou péssimo. Quem considera a atuação “regular” é uma incógnita.

Para entender qual é a real opinião dessas pessoas, o PoderData faz um cruzamento das respostas desse grupo com os que aprovam ou desaprovam o governo como um todo.

Os resultados mostram que 43% desse grupo dizem aprovar o governo quando dadas apenas duas opções. Os que desaprovam são 40%.

Foto: Reprodução

Há 15 dias, muito mais pessoas do grupo “regular” disseram desaprovar do que aprovar o governo. Agora, há praticamente a mesma proporção para as duas opiniões.

Os que não souberam responder eram 1% no último levantamento. Agora, são 17%. Esses são os entrevistados sem posicionamento claro. Tendem a ir mais bruscamente de um lado para o outro quando a polarização se intensifica.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, divisão de estudos estatísticos do Poder360. A divulgação do levantamento é feita em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes.

Os dados foram coletados de 18 a 20 de janeiro de 2021, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 544 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

Para chegar a 2.500 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população.

Poder 360

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tico de Adauto disse:

    Impeachment nele!!!

  2. Ivan disse:

    Quando vejo quem o combate, quando vejo quem está pedindo impeatchment, mais certo fico de q esse homem está no caminho certo!!!

    • Antônio Glauber disse:

      Exatamente Ivan, sigo esta mesma linha, quando vejo os opositores do Coiso, mais certeza tenho que ele está certo e mais convicção tenho do meu voto.

  3. Calígula disse:

    O Véio é bom, o Véio é espetacular.
    MITO 2022 até 2026.
    Chora petralhas dos infernos

  4. Chicó disse:

    O choro é livre !!! O povo acordou !!!

  5. João Soares disse:

    Fudeu geral. Kkkkkkk
    Os jerico vão enlouquecer. E não adianta dá coice nem morder, a abstinência por dinheiro público vai continuar.

  6. Gaguinho disse:

    O Coiso, Bozo, Mito, seja qual for a denominação que deem ao nosso Presidente uma coisa é certa, ele é o que o Brasil precisava neste momento, e vem fazendo a coisa certa, com erros, com falhas, com comunicação deficiente e errada, com impulsividade, porém vem quebrando ou tentando quebrar um mal que vinha destruindo o nosso País, que é a corrupção e o vício político. Infelizmente outros tiveram a chance e por muito tempo, mais se perderam com seus egocentrismo e ganância pelo poder, sem falar nas práticas espúrias e nada republicanas, porém preferiram ser protagonistas do maior estelionato eleitoral já praticado no Brasil. Tenho certeza que Bolsonaro não é o melhor, como ele sempre falou na campanha, mais é o necessário e louco suficiente para topar uma parada dessa, a vida desse Homem está um martírio, com políticos, Justiça, parte da sociedade e até alguns "aliados" fazendo tudo para prejudicá-lo e desestabilizar seu governo, tudo isso em troca de manter a mesma forma de administrar e fazer política que vinha sendo feita a séculos seja pela esquerda ou direita. Com fé em Deus o Brasil sairá outro após este período de transição que estamos vivendo, o povo já não suporta mais práticas imundas de política, o povo está aprendendo a duras penas a ver quem é quem, já não é mais tão facilmente manobrado por mídias compradas a peso de ouro, já sentiu na pele o custo de ser omisso na política, já cansou de apanhar e pagar a conta. Vá em frente Bolsonaro, faça o que tem de ser feito, mais pense mais antes de falar homi!!!

  7. FRANCISCO disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk só nesse blogzinho mesmo..

  8. jose disse:

    Região Norte 71% de aprovação. Região Norte índices de mortalidade por covid muito superiores ao resto do Brasil, proporcionalmente. Conclusão: A população da região norte, na sua maioria, é bolsonarista e está morrendo por acreditar no negacionismo contra a ciência pregada pelo genocida.

  9. Valdemir disse:

    ESTOU COM BOLSONARO ATÉ 2026 ,NOSSO PAÍS PRECISA SAÍR DAS MÃOS DESSES CORRUPTOS MALDITOS. O MAIOR MEDO DA GLOBO É A REELEIÇÃO DE BOLSONARO, SÓ PENSA NA CONCESSÃO.

  10. ITAECIO MELO disse:

    deve ser um instuto de muita credibilidade ….. kkkk
    nunca vi falar
    pesquisa paga

  11. Maçonaria britânica! disse:

    Também aprovo a administração do presidente da República Jair Bolsonaro,mas ele precisa controlar a sua cognição emocional e comunicativa,ele exaustivamente fica delirando com manifestações ostensivas de arrogancia,por vezes sem fundamento algum em fatos ou variáveis reais,isso não é toleravel,já que ele não sabe falar,é melhor por um porta voz.

  12. Gilson disse:

    Ôôôhh vei forte da gota serena.
    Essa fuleragem todinha com a vacina, foi o 1% nas pesquisas que fez, junto com a petezada e a globo lixo, 01 % é o boi tabaco do João calça apertada, esse imbecil pensa que o povo não está atento a essa politicagem sebosa.
    O resultado é esse, enterrou no fundo do poço a candidatura a presidente, que ele pensa em disputar.
    Pensa, porque esse fdp tem sede de poder, não é dinheiro, dinheiro ele tem.
    O que ele quer é poder.
    Mas, ja tomou no frinfa, não decola mais, o povo sabe votar.
    Se enganar quem pensa diferente.
    Mito em primeiro turno.
    2022.

  13. Pedro disse:

    🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣
    Essa foi boa, conta mais uma…

  14. Natalense disse:

    Aprovação em alta, mesmo com morte de general do exército brasileiro por Covid-19. Algo de errado nesta pesquisa.

    • Bozo Criminoso disse:

      Aprovação de 45% significa desaprovação de 55%. Isso se a pesquisa estivesse certa, o que eu duvido.

  15. Luan disse:

    O homem é bom, o homem é ótimo, eu aprovo ele !!!

  16. ZéGado disse:

    Pesquisa feita no QG da milícia e no palácio do planalto

  17. ROBERTO disse:

    C H O R A G L O B O L I X O .
    C H O R A P T R A L H A S
    C H O R A E S Q U E R D O P A T A S

    MITO 2022

Lewandowski mantém lei que obriga Anvisa a se manifestar em 72 horas sobre vacina contra Covid-19; caso órgão não se posicione, autorização temporária é concedida automaticamente

Foto: Jorge William

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), manteve em vigor por prazo indeterminado uma lei editada em fevereiro com normas de enfrentamento à pandemia da Covid-19. A norma fixa prazo de 72 horas para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se manifestar sobre distribuição de “quaisquer materiais, medicamentos, equipamentos e insumos da área de saúde registrados por autoridade sanitária estrangeira e autorizados à distribuição comercial em seus respectivos países”.

Caso o órgão não se manifeste, a autorização temporária é concedida automaticamente. O entendimento pode ser usado inclusive para vacinas.

A lei também considera obrigatório “manter boca e nariz cobertos por máscara de proteção individual” para circulação em espaços públicos e privados acessíveis ao público, em vias públicas e em transportes públicos coletivos”.

A lei aprovada no Congresso é um dos principais instrumentos utilizados por autoridades para pressionar a Anvisa a acelerar o registro de vacinas, e já foi evocada diversas vezes por governadores dos estados nas discussões sobre a aprovação do imunizante no país.

Com a politização da vacina devido à disputa entre o governo federal e o governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB), a regra passou a ser vista como uma ferramenta para obter o registro da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, caso a permissão não fosse concedida pela Anvisa com celeridade.

A lei 13.979 trata, entre outros pontos, do registro de vacinas e tem sua vigência vinculada ao decreto que estabelece o estado de calamidade até 31 de dezembro. Ou seja, a legislação perderia a validade nesta quinta-feira.

Em uma ação, a Rede Sustentabilidade pediu a prorrogação na norma até março, mas o ministro a estendeu de forma indefinida.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulo disse:

    BG
    Este senhor jamais deveria estar na suprema corte, ptralha confesso tem feito de tudo para tumultuar a administração pública (executivo). É um ZERO a esquerda

  2. José Macedo disse:

    Libera logo para as cobaias tomarem, elas estão eufóricas.

  3. george disse:

    O STF, neste caso, parece estar facilitando a vida da Anvisa.

    Vão liberar a vacina e se der merda a Anvisa não será questionada por ter feito a liberação rapidamente

  4. Q. Terenso disse:

    Tem que meter essa vacina logo na bunda desse todo poderoso.
    Tem que botar esses caras de cobaias.
    Se der reação!!
    Foda se!!!

  5. Irany Gomes disse:

    O Bozo para acabar de esculhambar, devia era fechar esse ninho de vagabundos do STF que remam contra o Brasil, botar todos na cadeia. São uns terroristas!

Governo do Estado mantém redução da alíquota do ICMS para diesel e biodiesel em 2021

FOTOS: SANDRO MENEZES

A governadora Fátima Bezerra reafirmou o compromisso com empresários do setor de transporte coletivos, intermunicipais e alternativos do Rio Grande do Norte em manter reduzida a alíquota do ICMS sobre o diesel e biodiesel em 2021. O acordo foi assinado em uma solenidade, nesta terça-feira (29), no auditório da governadoria, no Centro Administrativo do Estado.

Para que a redução possa valer durante todo ano, a chefe do Executivo estadual afirmou que o sistema de transportes não poderá reajustar o valor da passagem em 2021. “Isso significa estabilidade para a população. O Governo está zelando pela cidadania e direito daqueles que precisam do transporte público”, destacou.

Em junho passado, o Governo do Estado já havia decidido reduzir em 50% a alíquota desses combustíveis, que passou de 18% para 9%. “O governo mostra seu protagonismo, nós estamos dando o exemplo e queremos avançar ainda mais. O preço da tarifa pesa no orçamento e nós não podemos perder o olhar para o social”, acrescentou.

Ainda segundo a governadora, o Estado pretende continuar avançando nas tratativas com o setor empresarial do transporte potiguar e, possivelmente, chegar à redução do valor da passagem.

O secretário de Tributação do RN (SET), Carlos Eduardo Xavier, elogiou a decisão da governadora e disse que “essa é uma ação de muita sensibilidade da governadora. Além de não haver aumento da tarifa, essa iniciativa também ajudará a atenuar os efeitos dessa grave crise sanitária”.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do RN, Júnior Rodoviário, também elogiou o acordo. “A classe trabalhadora só tem a ganhar. Muito me orgulha essa grande contribuição da governadora”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    Parabéns governadora.
    Vamos ver se o genocida zera a CIDE sobre os combustíveis como Dilma fez.

  2. Rei Netuno disse:

    Quero que ela explique o contrato das ambulâncias e Quando os 5 milhões dos respiradores quando serão devolvidos ao Estado.

  3. Calígula disse:

    Quero vê ela fazer isso pelos demais combustíveis e pelos itens de primeira necessidade.
    Afinal ela tem medo dos caminhoneiros e empresários de transportes .

  4. Teobaldo Medeiros disse:

    Já aguardando o comentário do Calígula falando da governadora… afinal. só faz isso… kkkkk

    • Roberto disse:

      5 milhões

    • Alguem disse:

      Quem e do Bolsonaro só tem isso na cabeça, PT. Ninguém roubou mais nada, ao o PT. Os filhos do presidente assim como ele nunca fizeram nada de errado. Kkkkkk

Justiça nega liminar do MP e mantém realização do ” Réveillon de Gostoso” seguindo protocolos sanitários

Foto: Ilustrativa

A juíza Lidiane Mais, da Comarca de Touros, negou liminar do Ministério Público e manteve a realização do evento privado ” Réveillon do Gostoso 2021″, seguindo os protocolos determinados no decreto do Município, que inclui testes para Covid-19.

“Diversa seria a decisão, se houvesse indicativo, de que há descumprimento do Decreto Municipal nº 120/2020 por parte da empresa demandada, ou melhor, se o demandante tivesse afirmado e provado que a empresa não cumprirá os condicionantes impostos no Decreto nº 120/2020, mas não é essa alegação dos autos, nem objeto desse processo. Como dito, o Ministério Público pretende a declaração de ilegalidade do Decreto nº 120/2020 no plano abstrato, não porquê houve recusa da empresa ré em cumprir as determinações municipais, ou seja, objetiva controle de mérito, de escolhas de políticas públicas, o que não é dado ao Judiciário fazer”.

Confira decisão AQUI via Justiça Potiguar

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ex-Pretralha disse:

    Lutemos sim por nosso direito de ir e vir para onde quiser, se vou pegar o vírus eu que morra, escolhí participar o problema é meu, quem foi o idiota? Foi eu que fui, e quem não foi boa sorte. Ô manada chata esses esquerdopatas…

  2. Pedro Henrique disse:

    Lutemos pelo nosso direito de transmitir corona.

  3. Ricardo disse:

    Decisão absurda!

    Impossível fazer uma grande festa com segurança, só quem acredita nesse engodo é quem ganhar dinheiro com festa ou é pago para falar bem delas.

    • Zé de Joca disse:

      A festa nas ruas vai acontecer de qualquer modo. A preocupação das autoridades deveria ser com as ruas.

  4. Antonio Lopes disse:

    Parabéns a magistrada. Nem tudo está perdido. Quem libera ou cassa eventos é o poder executivo com base na opinião de comitê científico.

  5. Manoel disse:

    Mamda os doentes para casa da juíza depois.
    Irresponsável.

    • Armando disse:

      Manoel! Deixe de ser Mané!!! Não quer réveillon gostoso…fique em casa! Deixe de cuidar da vida dos outros! Se vc estivesse preocupado com as vidas das pessoas, deveria tirar dinheiro da sua conta bancária, para ajudar os trabalhadores a colocar comida em casa, no lugar de se arriscarem a trabalhar!

  6. Manoel disse:

    Quero ver o resultado desses protocolos sanitários depois de 15 dias desse réveillon…

  7. Luciana Morais Gama disse:

    Depois de três doses de uísque ninguém vai lembrar que estamos numa pandemia.

Corte Arbitral do Esporte mantém Rússia fora da Olimpíada de Tóquio

Foto: Reuters/Denis Balibouse/ Direitos Reservados

No início da tarde desta quinta-feira (17), no horário de Brasília, a Corte Arbitral do Esporte (CAS), na Suíça, confirmou a manutenção da exclusão da Rússia de competições internacionais pelos próximos dois anos. Assim, atletas e equipes russas só poderão participar da Olimpíada de 2021, da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, entre outras competições, se confirmarem que não estão envolvidos em casos de doping. Nas Olimpíadas, esses atletas estarão sob uma bandeira do Comitê Olímpico Internacional (COI). E, no caso da conquista de alguma medalha, o hino russo não será executado.

Inicialmente, o país tinha sido banido do esporte por quatro anos pela Agência Mundial Antidoping (WADA, sigla em inglês) por causa de um sistema de doping que teve envolvimento de altas autoridades russas. Para a Corte, entre outras irregularidades constatadas desde 2014, houve adulteração de um banco de dados do laboratório da capital russa antes da entrega oficial do material à WADA.

Na decisão divulgada nesta quinta-feira, porém, houve a redução do prazo de quatro para dois anos. Também ficou decidido que os atletas até poderão usar o nome Rússia nos uniformes, se apresentarem a expressão Atleta Neutro no mesmo tamanho e com o mesmo destaque. A pena divulgada nesta quinta-feira é válida até 16 de dezembro de 2022.

Agência Brasil

Justiça Eleitoral mantém eleição de prefeito que não terá vice em Passa e Fica-RN

Foto: Reprodução

O juiz eleitoral Ricardo Farias proferiu sentença inédita no atual pleito municipal em que por não haver feito a substituição do candidato em tempo hábil, o prefeito eleito do município de Passa e Fica, Flaviano Correia Lisboa não terá vice-prefeito duranre a sua gestão.

No caso julgado, o então candidato a você da chapa, Jackson Soares anunciou desistência após o prazo de registro de candidatura já ter sido deferido. Houve o pedido para substituição para ser incluído Ronildo de Souza na vaga, o que foi indeferido.

“Não houve qualquer registro de problema no CANDex no dia 26 de outubro de 2020. Na verdade, não se escolheu a alternativa correta quando se tentou inscrever o substituto do vice anterior que renunciou, qual seja, “requerimento de registro de candidatura – RRC – Tipo: Substituição”.

Leia  matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    Isso é inédito um prefeito sem vice, só em Passa e Fica e a justiça informar que está tudo normal isso pode do no país de PASSA E FICA

  2. Samyra disse:

    Prezada, está cidade tem mais que 10 mil habitantes. E sim se faz necessário ter um vice-prefeito em qualquer cidade.

  3. joao disse:

    teste

  4. Luciana Morais Gama disse:

    Quase 40 anos a mesma família no poder. Isso pode Arnaldo??

  5. Calígula disse:

    Na verdade eu acho que cidades com menos de 10 mil habitantes não deveriam ter vice prefeito, no caso de improbidade administrativa do prefeito ou qualquer outro impedimento, assumiria o presidente da Câmara Municipal ou o vereador mais votado.
    Outro ponto de vista é que tem vereadores demais, nessas pequenas cidades, deveriam diminuir o número para no máximo 5 vereadores. Mas vai mexer nisso. Hô Brasil pra sustentar saúvas.

    • Samyra disse:

      Prezada, está cidade tem mais que 10 mil habitantes. E sim há uma necessidade de ter um vice-prefeito em qualquer cidade!

TRE-RN mantém indeferimento da candidatura do prefeito de Passa e Fica

Celso Luiz Marinho Lisboa foi condenado à perda dos direitos políticos em processo de improbidade administrativa

Na sessão de julgamentos desta quinta-feira, 4, a corte do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) manteve a decisão da 12ª Zona Eleitoral de Nova Cruz ao julgar um recurso do prefeito da cidade de Passa e Fica, Celso Luiz Marinho Lisboa, conhecido como Celu, que teve a candidatura à reeleição indeferida.

O Desembargador Claudio Santos e os juízes Carlos Wagner, Ricardo Tinoco e Geraldo Mota divergiram do relator, negando o recurso. Foram vencidos o relator do processo, juiz Fernando Jales, e a juíza Adriana Magalhães.

Os magistrados indeferiram a candidatura do gestor municipal por ele estar enquadrado nos termos do artigo 1º, inciso I, alínea “L” da Lei Complementar 64/90, a Lei da Ficha Limpa.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zanoni disse:

    Oh família escrota. Há pouco tempo, foi o primo, que era prefeito, cassado. Essas cidades interioranas são a base financeira de uns privilegiados. Comandam e manipulam o povo/gado, o qual permanece na merda.

  2. Antônio disse:

    O voto do relator foi totalmente equivocado. Por sorte e para que houvesse justiça, houve divergências a tempo a tempo de corrigir um grande erro. A retificação do voto do Desembargador Cláudio Santos, foi de uma sensatez sem tamanho. A corte saiu fortalecida e por pouco não foi consumado um grande erro.

Maioria dos cursos de saúde da UERN mantém conceitos 3 e 4 no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade)

Foto: Divulgação

A maioria dos cursos da área de saúde da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), avaliados na prova do Enade 2019, manteve os conceitos regular (3) e bom (4), conforme resultado divulgado nessa terça-feira (20) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (INEP/MEC). A prova foi aplicada em novembro do ano passado.

Na Uern, foram avaliadas turmas concluintes dos cursos de Medicina, Educação Física e Enfermagem (Campus Central), Odontologia e Enfermagem (Campus Caicó), e Enfermagem (Campus Pau dos Ferros). A nota divulgada ontem leva em consideração o desempenho dos alunos na prova teórica.

Os cursos de Odontologia e Enfermagem, dos campus Central e Pau dos Ferros mantiveram o conceito 4 (bom), também obtido na última avaliação dos cursos da área de saúde, em 2016. O curso de Enfermagem do Campus Caicó obteve nota 3 (regular), assim como o curso de Educação Física do Campus Central. O curso de Medicina, Campus Central, obteve nota 2.

A prova, de responsabilidade do Inep/MEC, avalia o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação em relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos, o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias ao aprofundamento da formação geral e profissional, e o nível de atualização dos estudantes com relação à realidade brasileira e mundial. Das 8.368 instituições avaliadas apenas 511, o que corresponde a 6,1% do total, conseguiram a nota máxima: 5.

A assessora de avaliação institucional da Uern, Profa. Mayra Ribeiro, explica que o indicador é importante como referência para o trabalho de avaliação e melhoria das competências pedagógicas dos cursos. No próximo dia 28 a Assessoria de Avaliação Institucional (AAI/UERN) fará reunião com chefes de departamento e diretores de faculdades dos cursos avaliados para análise dos resultados e definição de estratégias para melhoria dos índices.

“No último resultado do Enade que obtivemos, em outubro do ano passado, referente aos cursos da área de Ciências Sociais Aplicadas, ampliamos a quantidade de cursos com nota máxima (5) e também com nota 4. Neste resultado agora conseguimos manter as notas 3 e 4 de alguns cursos, e vimos que em outros é preciso analisar e traçar estratégias conjuntas, com estudantes, departamentos e faculdades, para melhoria dos resultados. Isso é um processo contínuo que, somente com um trabalho de avaliação permanente, como temos feito na universidade, é possível ajustar e obter novos resultados”, explicou a professora.

Em outubro do ano passado, os cursos de Serviço Social (Campus Central), Direito (Campus Central e Campus Natal), e Publicidade e Propaganda (Campus Central) alcançaram o conceito 5 (muito bom) no Enade. Os cursos de Jornalismo (Campus Central) e Administração (Campus Pau dos Ferros) alcançaram a nota 4 (bom).

Este trabalho tem sido reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação (CEE), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Educação (SEEC), responsável pela avaliação e reconhecimento dos cursos de graduação da Uern. “Temos acompanhado o trabalho realizado pela universidade e visto que a avaliação institucional vem ocupando um espaço de protagonismo na instituição, e isso é responsável pelo reconhecimento, renovação de cursos, com cada vez mais resultados melhores para a instituição”, disse a presidente do Conselho, Profa. Leidiana Galvão Bacurau durante evento online realizado na noite desta terça-feira, pela AAI/Uern.

No total, a Uern conta com 4 cursos com conceito 5 (muito bom), 8 cursos com conceito 4 (bom) e 21 cursos com conceito 3 (regular).

A universidade tem apostado no fortalecimento da política de avaliação institucional para obter bons resultados nos indicadores avaliativos externos. Na avaliação do Índice Geral de Cursos (IGC), por exemplo, a universidade saiu de 2,54, em 2014, para 2,89, em 2018.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fernando disse:

    Medicina 2? Tem que entender o que está havendo mesmo.

RN registra queda pelo terceiro mês seguido na redução no número de homicídios; Natal e Mossoró acompanham queda

Foto: Reprodução/ASSECOM/SESED

O Rio Grande do Norte apresentou, pelo terceiro mês seguido, redução no número de Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLIs) em comparação com o mesmo período do ano passado, o que fez com que os números gerais de 2020 passem a ser menores do que os de 2019. Os dados são da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (COINE) da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed).

Em setembro deste ano foram registradas 94 CVLIS, enquanto em 2019 foram 120 casos no mesmo mês, uma redução de 21,6%. Em comparação com o mesmo período de 2019, o mês de agosto já havia contabilizado uma queda de 24,4%, passando de 131 casos para 99. Em julho, a redução foi de 14,8%, saindo de 122 em 2019 para 104 em 2020.

Natal e Mossoró, as duas maiores cidades do Estado, acompanharam a tendência de queda e também apresentam variações para baixo. A capital potiguar passou de 224 casos para 215, enquanto o município do Oeste saiu de 155 para 137.

Com as recentes baixas nas quantidades de ocorrências desse tipo, o Rio Grande do Norte passou a registrar menos CVLIS nos nove primeiros meses de 2020 do que o mesmo período de 2019 (1.100 para 1.102).

TJRN mantém prisão de padrasto acusado de abuso contra enteadas

Foto: Ilustrativa

Os desembargadores que integram a Câmara Criminal do TJRN rejeitaram a tese de excesso de prazo da prisão preventiva e negaram pedido de Habeas Corpus para um homem detido pela acusação de abusar sexualmente de enteadas menores de idade e que chegou a estar foragido. O processo tramita em segredo de justiça. O julgamento ressaltou, mais uma vez, que um suposto excesso de prazo não resulta de mera soma aritmética, mas leva em conta a complexidade da causa e as diligências compreendidas como necessárias ao desenrolar funcional da demanda.

“Por ser pessoa próxima a família, ou seja, padrasto das vítimas, o paciente terá total liberdade para dissuadir e ameaçar as vítimas bem como as testemunhas, podendo inviabilizar a colheita de prova testemunhal, razão pela qual verifica-se a necessidade de se garantir a instrução criminal”, destacou o voto da relatoria do órgão julgador do TJRN, mantendo o que foi decidido em primeira instância, pela 2ª Vara da Comarca de Assu, que determinou a prisão pela suposta prática dos crimes tipificados no artigo 217-A do Código Penal (3 vezes) e artigo 213, também do CP, combinado ao artigo 7º, II, da Lei nº 11.340/2006.

O julgamento ressaltou a decisão de primeira instância, a qual destacou que não há fato novo que possa modificar os fundamentos lançados no decreto de prisão preventiva do acusado, estando presente os requisitos que autorizaram a segregação cautelar, para fim de assegurar a conveniência da instrução criminal que se encontra em sua fase final.

“Não se pode perder de vista que a prisão preventiva foi decretada em 06/09/2018, tendo sido o réu localizado apenas em 17/01/2019, ou seja, quatro meses após, demonstrando a intenção de se furtar aos ditames da Lei”, enfatiza a relatoria.

Justiça Potiguar

TRF-5 nega recurso dos MP’s e mantém reabertura do comércio em Natal

Foto: Divulgação

O desembargador federal do TRF-5, Francisco Machado negou recurso impetrado pelos Ministérios Públicos (MPRN, MPF-RN e MPT-RN), contra decisão do juiz federal Janilson Siqueira que manteve a legalidade da reabertura gradual do comércio em Natal.

Na decisão, o desembargador salientou que, a partir de exame superficial, próprio desta fase de cognição sumária, “tenho que a tutela recursal não deve ser liminarmente atendida. Verifico não estar configurado pressuposto que autoriza a atribuição de efeito suspensivo ativo, qual seja, a probabilidade do direito”.

” Por fim, tenho que, por ora, não se justifica a interferência do Poder Judiciário nas ações do Poder Executivo Municipal, para desfazer a liberação de alguns setores da economia, que, embora não essenciais, não indicaram, por enquanto, ser fatores de aumento de contágio do novo coronavírus no Município de Natal.

Veja decisão AQUI via Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. isabel disse:

    E agora, vão recorrer ainda ou vão para a academia malhar ?

Ministério de Minas e Energia mantém recomendação para extinguir horário de verão

Foto: © Arquivo/Agência Brasil

O Ministério de Minas e Energia (MME) manteve a recomendação de não se adotar o horário de verão neste ano (período de 2020/2021). O horário foi extinto em abril do ano passado, com base em estudos da pasta, que apontaram a pouca efetividade na economia energética, e também em estudos da área da saúde, sobre o quanto o horário de verão afeta o relógio biológico das pessoas.

Em nota técnica publicada quinta-feira passada (9), a pasta avaliou o resultado regulatório da extinção do horário de verãoe disse que a economia de energia com a medida diminuiu nos últimos anos e já estaria perto da neutralidade, em razão das mudanças no hábito de consumo de energia da população.

Quando foi criado, o horário de verão tinha por objetivo aliviar o pico de consumo, que era em torno das 18h, e trazer economia de energia na medida em que a iluminação solar era aproveitada por mais tempo. No entanto, nos últimos anos, o Ministério de Minas e Energia constatou uma alteração no horário de pico com maior consumo de energia no período da tarde, por causa da intensificação do uso do ar condicionado, quando o horário de verão não tinha influência.

A nota acrescenta que a descontinuidade da aplicação do horário de verão 2019/2020 implicou também redução do custo de operação do sistema elétrico e que, com a revogação dele, continuou ocorrendo redução de demanda no período noturno, “provavelmente pela alteração natural da luminosidade”.

“Este comportamento, provavelmente, está associado ao uso menor uso de equipamentos de climatização, em especial do ar condicionado, o que decorreu da melhoria das condições de conforto térmico aos consumidores de energia elétrica em seu período de descanso noturno, sem ter havido antecipação de uma hora”, diz a nota.

A nota informa também que as avaliações de impacto do horário de verão nos ciclos anteriores a 2019 superestimaram a redução de demanda no período noturno e que o aumento na carga foi subestimado. Uma avaliação anterior do Ministério de Minas e Energia já havia apontado que, entre os efeitos do fim da medida no setor elétrico, evitaram-se custos ao consumidor brasileiro de energia elétrica de R$ 100 milhões.

“Diante dos ganhos na otimização do uso dos recursos energéticos com a não adoção do horário de verão no ciclo 2019/2020, e na ausência de fatos novos que pudessem implicar a necessidade de avaliações adicionais às ora apresentadas, e também fundamentadas na Nota Técnica nº4/2019/CGDE/DMSE/SEE (SEI nº 0263485), recomendamos que se mantenha a suspensão dessa política pública também para o ciclo 2020/2021”, conclui a pasta.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Turci disse:

    Uma boa notícia, graças a Deus.

Estoques de soro antiveneno são reabastecidos, mas Sesap mantém alerta com aumento na incidência de acidentes no RN envolvendo serpentes até agosto

Foto: Ilustrativa

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), recebeu do Ministério da Saúde mais um lote de soros utilizados para tratar picadas de serpentes e outros animais peçonhentos. O quantitativo é estimado para ser utilizado pelos próximos 20 dias, por isso a Sesap mantém o alerta para que a população continue as medidas de prevenção, evitando acidentes.

“Sabemos que até o mês de agosto temos um aumento na incidência de acidentes aqui no RN, sobretudo envolvendo serpentes. Por isso pedimos a colaboração da população para evitar se expor”, explicou Aline Rocha, subcoordenadora de Vigilância Ambiental (Suvam) da Sesap.

Entre os cuidados para prevenção de acidentes com serpentes recomendados pelo Ministério da Saúde estão: usar sapatos fechados de cano alto ou perneiras ao caminhar na mata ou entre folhas secas, ter muita atenção e usar luvas de couro ao manejar locais onde as serpentes possam estar presentes, como matas, tocas, troncos e lenhas de árvores, no amanhecer e no entardecer, evitar aproximar-se de vegetação muito próxima ao chão, gramados ou até mesmo jardins, pois é nesse momento que serpentes estão em maior atividade, não colocar as mãos desprotegidas em buraco e cupinzeiros, folhas secas, monte de lixo, lenha e palhas, evitar acúmulo de lixo ou entulhos que possam atrair ratos ou outros pequenos animais, um dos principais alimentos das serpentes. Trabalhadores rurais devem fazer uso de equipamentos de proteção individual (EPI) que são as botas, perneiras e luvas de couro.

Em caso de acidente, deve-se lavar o local da picada apenas com água e sabão, procurar o serviço de saúde mais próximo, se capturar o animal, levá-lo junto para ser identificado, o que ajudará no tratamento, com o uso do soro específico para cada tipo de envenenamento ou informar ao médico o máximo possível de características do animal, como: fotos, tipo do animal, cor, tamanho. Além disso, não se deve amarrar o membro acometido pela picada, fazer prática de torniquetes ou garrotes, perfurar o local da picada nem utilizar materiais como pó de café, folhas, álcool, querosene, ou outros contaminantes.

Centro de Assistência Toxicológica do RN (Ceatox)

A Sesap disponibiliza o Ceatox, para orientação por telefone em qualquer situação de envenenamento e acidentes com animais peçonhentos, informando qual hospital dispõe dos soros e direcionar o paciente para o hospital de referência mais próximo e que possua tal insumo.

O Ceatox funciona em regime de plantão permanente 24h por meio dos números telefônicos: 0800 281 7005 / 3232.4295 / 98125-1247 / 98803.4140 (WhatsApp).

Crise nacional

Os soros antivenenos são fornecidos unicamente pelo Ministério da Saúde, que desde 2013 vem enviando um número de soros menor do que o solicitado pelos estados. O cenário se deve às adequações necessárias, por parte dos laboratórios produtores, para cumprir as normas exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Pedidos extra rotina e antecipação de rotina vêm sendo solicitados pela Sesap, com vistas a minimizar possíveis transtornos e indisponibilidade dos insumos, mas a situação do Ministério da Saúde também é delicada com estoques reduzidos para atender todos os estados, além de enfrentar dificuldades com a diminuição dos voos para transporte desses insumos.

Buscando efetivar o controle dos soros, durante essa crise de abastecimento, a Sesap precisou centralizar estrategicamente os hospitais que ofertam soros antivenenos. Em 2013, reduziu-se de 19 unidades hospitalares para seis. Diante da nova crise vivenciada em 2019, foi necessário centralizar ainda mais a oferta desse serviço e atualmente há no RN quatro unidades hospitalares que dispõem desses insumos: Hospital Giselda Trigueiro (Natal), Hospital Tarcísio Maia (Mossoró), Hospital Regional do Seridó (Caicó), Hospital Dr. Cleodon Carlos de Andrade (Pau dos Ferros).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tarcísio Eimar disse:

    E tem esses casos de acidentes com animais aqui? Pensei q só tinha problemas com covid

Confiança da indústria mantém recuperação, revela CNI

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) voltou a se recuperar em julho, após atingir seu menor patamar em abril, quando a crise da pandemia do novo coronavírus mostrou-se mais aguda, informou nesta sexta-feira (10) a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O indicador teve a terceira alta seguida e chegou aos 47,6 pontos, 6,4 pontos acima do registrado em junho. Ainda assim, o indicador situa-se abaixo de 50 pontos, refletindo falta de confiança. O Icei varia de 0 a 100 e valores abaixo de 50 denotam falta de confiança.

Segundo a CNI, o Icei se recuperou principalmente devido às expectativas para os próximos seis meses. O Índice de Expectativas, componente do Icei, subiu 6,2 pontos e alcançou 54,1 pontos, ou seja acima dos 50 pontos, o que divide expectativas pessimistas e otimistas.

Situação da economia

Já a situação econômica atual, segundo a percepção dos empresários industriais, continua pior que a dos últimos seis meses, o que já era esperado. O Índice de Condições Atuais chegou a 34,5 pontos. A alta de 6,8 pontos ante a última pesquisa mostra uma percepção menos negativa com o cenário atual dos negócios.

“O início da reabertura das atividades econômicas na maioria das cidades brasileiras alimenta as expectativas de recuperação da economia, embora a atividade industrial continue desacelerada”, disse o gerente-executivo de Economia da CNI, Renato da Fonseca.

Agência Brasil

TJRN nega recurso e mantém decretação de falência da Multdia

Foto: Reprodução

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte negou o agravo de instrumento impetrado pela Multdia Indústria e Comércio contra a decretação de falência em decisão judicial da 3ª Vara da Comarca de Macaíba.

Por maioria de votos, os desembargadores seguiram o voto do relator Dilermando Mota. Segundo o acórdão publicado, “compulsando os autos, verifico que o processo recuperacional está em tramitação há mais de quatro anos sem que a empresa tenha retornado às suas atividades e sem que tenha sido cumprido o plano de recuperação judicial, situação que, por si só, não pode continuar”, descreveu o relator.

Todos os detalhes aqui no Justiça Potiguar.