COISAS DO FUTEBOL BRASILEIRO: A três rodadas do fim, Argel Fucks troca CSA, 18º, pelo Ceará, 16º; ameaçadíssimo, Cruzeiro demite Abel e anuncia Adilson Batista

Foto: Reprodução/Premiere

O técnico Argel Fucks pegou muita gente de surpresa e anunciou a sua saída do CSA na madrugada desta sexta-feira. Logo após a vitória azulina contra o Cruzeiro, o treinador confirmou seu acerto com o Ceará para a reta final do Brasileirão.

– A gente sai com o dever cumprido, de portas abertas, agradece o apoio do torcedor, do clube, mas é um projeto diferente, já houve um convite muito forte em outubro e agora o convite é mais forte ainda. E e a gente entendeu, juntamente à minha comissão técnica, que era o momento de irmos para um desafio diferente. Eu gosto desse tipo de desafio, foi isso que a gente fez, e a gente sai daqui deixando o time vivo na competição.

O treinador falou sobre o desafio de aceitar o convite para comandar uma equipe que, assim como o CSA, luta pela permanência na Série A.

– [A gente] Vai também num desafio lá no Ceará que é grande, também brigando por uma permanência na Série A, e a gente sai daqui satisfeito com o nosso trabalho porque quando chegou, há seis meses, o CSA era rebaixado virtualmente e conseguimos dar uma volta na situação.

Argel apontou os responsáveis pela evolução do CSA no Brasileiro enquanto o time foi comandado por ele.

– Os jogadores. Eles assimilaram a nossa forma de jogar, o nosso modo de trabalhar e o resultado está dentro do campo. A gente sai, agradece a todo mundo, aos jogadores, ao clube, à cidade de Maceió, o clube sempre vai estar no meu coração.

E o contrato?

Argel também comentou o modelo de contrato que tinha com o CSA. Ele havia renovado por mais um ano em outubro.

– Futebol é assim, é profissional, dinâmico, tem isso, principalmente quando você tem um contrato onde não tem cláusulas que te prendem, nem de um lado e nem do outro, é um acordo. Isso até quando você entender que esse acordo tem que ser cumprido. A gente sempre deixou a diretoria do CSA à vontade, eles também nos deixaram da mesma forma, então é um até logo, faz parte do futebol. Daqui a pouco a gente se encontra. O mais importante foi o tempo, seis meses para um treinador na Série A do Brasileiro é uma eternidade… Mas vida que segue: o mais importante é deixar o agradecimento a todos.

Abel Braga deixa o Cruzeiro após derrota para o CSA; Adilson Batista é o novo técnico

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Abel Braga deixou o comando do Cruzeiro. O anúncio foi feita na manhã desta sexta-feira pelo gestor de futebol do clube, Zezé Perrella, após o Cruzeiro ser derrotado por 1 a 0 para o CSA, dentro do Mineirão, na noite passada. Adilson Batista é o novo técnico do Cruzeiro.

– Eu estive aqui exatamente há dois meses atrás, ontem completaram dois meses e de forma muito rápida, estou saindo, estou me despedindo, com consciência doendo, porque vim com o intuito único exclusivamente de ajudar esse clube esses jogadores e encontrei, no clube, em todos os seguimentos, é o que eu vou levar daqui. Torcendo mais do que nunca pelo Cruzeiro e amizade, o respeito e o carinho. Foram 14 jogos, conseguimos ficar 10 ou 11 sem perder e não conseguimos sair da zona – afirmou Abel Braga.

Frustração

Contratado para ocupar a vaga de Rogério Ceni, que ficou apenas oito jogos no comando do time, Abel Braga também teve curta passagem pelo Cruzeiro. Esta semana, ele completou dois meses na função. São 14 jogos à frente do time cruzeirense, com três vitórias, oito empates e três derrotas.

“Esse peso e essa frustração é de não ter conseguido. É o que eu coloquei ontem, eu não estou conseguindo, se tu bota uma equipe e o adversário deu um chute e fez um gol, nos finalizamos 23 vezes e não conseguimos fazer gol isso se repetiu contra o Avaí, contra o Fortaleza, tem que se tentar uma coisa de impacto, então eu deixei a direção muito a vontade e com muita clareza, eu sei a situação que eu peguei o clube e esse homem que tá aqui (Zezé Perrella), que fez isso tudo, sabe a situação que pegou, outro dia ele falou para mim assim: “nós somos o que, eu não consegui entender a pergunta, nós somos malucos ou o quê para pegar o clube assim”. Mas está ai trabalhando, como todos estão” – declarou Abel.

– Então, eu levo esse lamento de ter sido pensado dois meses, de não te conseguido, algo que eu era convicto, tem um ambiente de jogadores excepcional. Culpa todos têm, mas eu me sinto mais responsável . Obrigada a todos, foi muito curto, gostaria que fosse mais longo, mas lamentavelmente esse é o mundo do futebol e é assim que tem que ser. Peço a Deus que o novo treinador consiga dar o choque eu não consegui – concluiu o ex-técnico da Raposa.

O gestor de futebol do Cruzeiro afirmou que a rescisão com o técnico, Abel Braga, não tem multa para o Cruzeiro, e que, agora, o momento é de dar um “choque” para tirar o Cruzeiro dessa situação.

– Eu quero primeiro abrir aqui que eu tive a oportunidade um dos melhores caráter que eu conheci no futebol, que é o Abel Braga. Ainda quando presidente do Cruzeiro eu sempre quis trabalhar com Abel e, por um motivo ou outro, as coisas não deram certo. Mas eu estava dizendo a ele, o que mostra o caráter dele, é o primeiro contrato de treinador que não consta multa, porque ele assim quis. Isso em todos os clubes que ele passou. Eu não coloco multa porque a hora que quiserem me tirar, me tirem, e a hora que eu quiser embora eu vou. Isso é raríssimo no futebol. Para mim, é um momento de muita dificuldade, porque a gente tá tratando com ser humano, com sentimento e tudo mais.

O resultado no Mineirão deixou ainda mais dramática a situação da Raposa na briga para escapar da zona do rebaixamento. Restando três rodadas, o time ocupa a 17ª colocação, a primeira no Z-4, com 36 pontos. O Ceará, primeiro clube fora do grupo da degola, tem 37 pontos.

O Cruzeiro, agora, tem três partidas para tentar evitar o inédito rebaixamento no Brasileirão. Os dois próximos jogos são fora de casa, contra Vasco, segunda-feira, e Grêmio, quinta. Na rodada final, dia 8 de dezembro, a Raposa encara o Palmeiras, no Mineirão.

– O Abel nos deixou muito à vontade para que fizemos essa tentativa. Infelizmente, as coisas, às vezes, não dão certo, ou não deram até então por uma série de motivos. Não é pela capacidade ou incapacidade do treinador que até porque ele não tem que provar nada para ninguém. É um dos treinadores mais vitoriosos da história do futebol brasileiro. Mas nesse momento, temos que tentar alguma coisa, um choque qualquer. Ele nos deixou a vontade para isso e por isso tomamos essa decisão, doída – afirmou Zezé Perrella.

Adilson Batista

Adilson é o quarto técnico do Cruzeiro nesta temporada. Antes, além de Abel Braga, Rogério Ceni e Mano Menezes comandaram a equipe em 2019.

Com 51 anos, Adílson Batista começou a carreira em 2001, dirigindo o Mogi Mirim. Entre 2006 e 2007, o técnico teve experiência no exterior no Jubilo Iwata, do Japão. Foi a partir dessa experiência que o treinador chegou ao Cruzeiro no início de 2008 e pelo qual teve o momento de mais sucesso na carreira.

No clube mineiro, Adilson Batista dirigiu do começo de 2008 até a parada do Brasileiro para a Copa do Mundo de 2010. Foi bicampeão mineiro (2008 e 2009) e vice-campeão da Copa Libertadores (2009), perdendo a decisão para o Estudiantes. A passagem ainda ficou marcada por duas goleadas de 5 a 0 sobre o Atlético-MG, uma na decisão do Mineiro de 2008 e outra na final de 2009. Ao todo, foram 169 partidas, com 97 vitórias, 34 empates e 39 derrotas.

Adilson Batista também atuou como zagueiro no Cruzeiro, entre 1989 e 1993. Pela Raposa, foi campeão estadual em duas ocasiões: 1990 e 1992. Além disso, levou o bicampeonato da Supercopa da Libertadores, de 1991 e 1992.

Depois da passagem pelo Cruzeiro, Adilson Batista nunca teve mais tanto sucesso na carreira. Dirigiu Corinthians, Santos, Athletico-PR, São Paulo, Atlético-GO, Figueirense, Vasco, Joinville, América-MG e, por último, o Ceará.

Globo Esporte

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cristian disse:

    Argel Fucks CSA

Gilmar Mendes defende o fim da Lava Jato: “Eu não sei se é ainda necessária”

Foto: Nelson Jr/STF

Gilmar Mendes, em entrevista a El País, defendeu o fim da Lava Jato:

“Eu não sei se é ainda necessária. Ainda tem corrupção na Petrobras? Quais são os casos? O que remanesce? Porque eu tenho a impressão de que a força-tarefa é uma medida excepcional para situações excepcionais. No mais tem que funcionar com a rotina, com o número de procuradores e uma Procuradoria normal. Atividade normal, um juiz normal, que não estabeleça relações promíscuas com os membros. O juiz é um órgão de controle, ele não é agente de investigação. E esta confusão se estabeleceu também por causa disso.”

O Antagonista

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Thor Silva disse:

    Quanta hipocrisia!! Vivi para ver os petralhas defenderem um bandido como Gilmar Mendes. Mas não é de surpreender, afinal, já são acostumados a defender corruptos.

  2. BC3331986GAC disse:

    Eu Já digo que o $tf é totalmente dispensável, poderiam pagar pelos danos causados a essa nação e sumirem.

  3. paulo disse:

    BG.
    Quem é responsável por este individuo ainda está no STF é o Sr. Alcalumbre presidente do senado que já arquivou inúmeros pedidos de impeachment deste deslumbrado pela marginalidade, juristas da maior capacidade e idoneidade já protocolaram o pedido e ele só engavetando. Deve ter muita sujeira e tem medo delle esse sujeito.

  4. Yusuke urameshi disse:

    #GilmarMito

  5. Yusuke urameshi disse:

    É isso aí Gilmar, acaba com essa cambada de demagogos!👏👏👏

  6. Expedito Junior disse:

    E o STF ainda se ofende quando recebe críticas. Vergonha!

  7. Abel disse:

    Já o povo brasileiro, defende a extinção dessa corte de desonestos, pilantras.
    Tenho certeza.
    Pode pesquisa.

  8. Carlos Eduardo Machado disse:

    Será q ele desconhece o caso Gilmar Mendes??

  9. André disse:

    esse ministro é um tumor maligno no nosso país, safado , defensor de ladrão.

  10. carlos andré disse:

    eu acho que esse senhor deveria ser removido do STF, só eu acho isso?

    • Renata disse:

      Com certeza muita gente do bem também acha. Fora Gilmarzinho.

    • ALEX disse:

      Julgador que julga em favor de interesses escusos como se fosse algo benéfico para a sociedade não deveria representar a mais alta corte da justiça!

    • Bader disse:

      É fácil, vamos pras ruas pedir a saída de todos eles e formar um novo supremo. Só dependo do povo, a exemplo disso é o o que ocorre no Chile.

Bolsonaro confirma, através de ministro, fim da taxa adicional cobrada na tarifa de embarque internacional

Foto: Reprodução

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse nesta segunda-feira (28) que o governo vai deixar de cobrar a taxa adicional na tarifa de embarque internacional. Segundo o ministro, a medida faz parte de uma série de ações que o governo vai tomar para diminuir regulamentações no setor, visando incentivar o setor de aviação civil e a entrada de novas empresas aéreas no país.

“Vou antecipar uma das medidas: é a eliminação da taxa adicional de US$ 18 para voos internacionais”, disse o ministro após participar do Fórum de Líderes da Associação Latino-Americana de Transporte Aéreo (Alta).

Criada em 1999, é taxa é paga pelos passageiros que viajam para fora do país e feita junto com a tarifa de embarque e é uma das fontes de receita do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC), que financia melhorias na infraestrutura aeroportuária.

O fim da cobrança da taxa extra de embarque deve ser incluído em uma medida provisória que agrega ações para o fomento do turismo no país.

De acordo com o ministro, a intenção do governo é aumentar a quantidade de passageiros e também de cidades com voos no país. Atualmente 140 milhões de passageiros são transportados por ano no país, em voos para 140 localidades.”Nossa ideia é chegar a 200 milhões de passageiros em 200 localidades em 2025, com os investimentos que estão sendo gestados até agora”, disse Freitas.

O ministro disse acreditar que com o fim da taxa adicional, as empresas de baixo custo, que já atuam em voos internacionais no país, vão passar a ter interesse no mercado doméstico

“Temos várias empresas que estão em tratativas com conosco. Essas empresas começam a operar as rotas internacionais e na sequência elas devem ingressar no mercado nacional fazendo voos domésticos”, disse.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Epitácio Venâncio disse:

    Excelente. Agora todos os 13 milhões de desempregados vão poder viajar para a Europa e para Dubai.

  2. Marieta disse:

    Excelente iniciativa! ahahahahahha

  3. Eu disse:

    Claro que esse desconto será repassado de imediato aos passageiros, da mesma forma como na gasolina.

  4. Geraldo disse:

    Isso deve beneficiar os mais pobres…

    • Marcelo disse:

      … Exatamente, os mais pobres é quem faz viajem internacional….

    • Bergamim. disse:

      Não pode NUNCA esqucer os mais ricos, são eles que geram empregos pros mais pobres.
      Pense nisso Gerardo.

  5. Az disse:

    Certeza que vai passar em nenhuma televisão

    • Neto disse:

      Sinceramente tu acha que uma medida dessas ajuda em que? Ao ponto de ter que ser noticiada na Televisão.

  6. willian disse:

    AGORA VAI !!!

Pesquisadores querem ‘fim’ da placa-mãe nos PCs; entenda

Ideia é criar sistemas mais compactos, eficientes e poderosos sem o uso de placas convencionais — Foto: Divulgação/CVN

Acabar com a placa-mãe dos pode ser uma solução para permitir que os computadores se tornem mais rápidos e compactos no futuro. Essa é a aposta dos pesquisadores Puneet Gupta e Subramanian Iyer/ Autores de um estudo divulgado pela IEEE, organização internacional que congrega engenheiros elétricos e eletrônicos, os especialistas acreditam que uma mudança grande no design convencional das placas usadas atualmente poderia garantir meios de desenvolvimento de computadores com componentes integrados com conectores de alta velocidade, por exemplo. Esta nova característica do aparelho poderia reduzir o tamanho da máquina, além de aumentar a eficiência e a performance dos computadores.

A ideia dos pesquisadores é criar sistemas com mais módulos. Esta estrutura substituiria os processadores, que possuem alto nível de complexidade. Com esta mudança, as fabricantes poderiam criar chips modulares especializados. Estes itens, que seriam interligados em conexões de alta velocidade, seriam capazes de evitar gaps na transferência de dados e, desta forma, ofereceriam maior eficiência durante o uso do PC. Além disso, com o uso de chips menores e mais específicos, a máquina deixaria de esquentar, diminuindo, assim, o calor emitido durante o funcionamento do computador.

Outra vantagem da nova abordagem, segundo o estudo, seria a possibilidade de dispositivos menores. Computadores poderosos poderiam ser mais compactos, assim como seus servidores. Em dispositivos ainda menores, como relógios inteligentes e celulares, a ideia de evitar a placa-mãe poderia abrir mais espaço para bateria ou outros componentes.

A dupla de especialistas descreve um computador sem placa-mãe como algo que teria seus componentes montados sobre um único substrato de silício – o mesmo material usado no interior dos chips. Nesse substrato, núcleos de processamento, componentes elétricos de controle de corrente e memória seriam impressos no material, por um processo parecido com aquele aplicado na fabricação de microchips.

AMD e Intel já produzem processadores que aplicam o conceito modular: componentes individuais são unidos por vias de alta velocidade nos AMD Epyc e Ryzen de terceira geração — Foto: Divulgação/AMD

Segundo os pesquisadores, cada item do sistema seria ligado entre si por conectores de alta velocidade que, ao evitar as soldas usadas nas placas atuais, teriam melhor performance, menor propensão a defeitos com o tempo e consumiriam menor quantidade de material. Além disso, o conjunto todo dissiparia melhor o calor, o que tornaria o computador todo mais eficiente do ponto de vista energético.

Embora a ideia de acabar com a placa-mãe seja radical, já existe algo parecido com o que os pesquisadores sugerem. Tanto Intel, como AMD já desenvolvem processadores no chamado design chiplet, em que componentes centrais da CPU são isolados entre si e apenas interconectados por vias de alta velocidade.

Globo, via Techtudo, IEEE Spectrum, Tom’s Hardware, Extreme Tech

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jean Carlos disse:

    é nesses casos sempre tem beneficios e problemas

Fim da obrigatoriedade de simulador para CNH e suspensão de aulas para cinquentinha valem a partir de setembro

Processo para tirar CNH vai ser mais curto a partir de setembro. — Foto: Divulgação

O número de aulas para tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) vai ser reduzido a partir do dia 16 de setembro.

No mesmo período, também será alterado o processo para obter a ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotor), documento exigido para guiar cinquentinhas, como são conhecidos os ciclomotores com motor de até 50 cm³.

Entenda as mudanças em detalhes:

CNH (categoria B)

a partir de 16 de setembro próximo, acaba a exigência de uso do simulador nas autoescolas para quem quiser tirar a CNH na categoria B (carros). Ele passa a ser facultativo;

com isso, cai o número de horas/aulas obrigatórias. Ele passará de 25 para 20 horas.

ACC (cinquentinha)

a partir de setembro próximo, durante 1 ano, quem quiser guiar cinquentinhas poderá fazer as provas teórica e prática sem ter feito aulas. Somente se for reprovado, terá de passar por aulas práticas;

a partir de setembro de 2020, voltam a ser exigidas as aulas, mas o número vai cair de 20 para 5 horas, sendo que uma delas dever ser noturna;

no exame prático, o candidato poderá usar seu próprio ciclomotor — desde que o veículo tenha, no máximo, 5 anos de uso.

Críticas de especialistas

Na época em que foram anunciadas, em junho último, o governo disse que o objetivo era desburocratizar esses processos e reduzir custos, mas as mudanças foram criticadas por especialistas em trânsito.

“Quando reduzimos a carga para baratear custos, aumentamos o risco de acidentes no futuro, e, como consequência, aumentar custos na área da saúde, por exemplo”, afirmou Renato Campestrini, gerente técnico do Observatório Nacional de Segurança Viária.

Para Mauricio Januzzi, advogado especialista em direito do trânsito, “o governo está tirando algumas áreas essenciais para formação do condutor, em detrimento de um custo mais baixo”.

“Talvez, em nome da ‘desburocratização’, tenhamos um cenário triste com o aumento de acidentes e mortes no trânsito”, disse Flavia Vegh Bissoli, vice-presidente da comissão de trânsito da OAB-SP.

Para o presidente do Sindicato das Autoescolas do Estado de São Paulo, Magnelson Carlos de Souza, desburocratizar o processo é positivo, mas os condutores deveriam continuar fazendo aulas em simuladores.

“O simulador tem algumas vantagens. Ele é mais rápido e mais barato. Se somar as duas coisas, não tenho dúvidas de que ele [o aluno] vai optar pelo simulador. Mas o mercado é quem vai moldar”, afirmou.

Outras medidas

Também em junho passado, o governo federal também propôs outras mudanças no Código de Trânsito, mas que precisam ser aprovadas pelo Congresso, entre elas o aumento da pontuação máxima para suspensão da CNH por infrações e o fim da multa para quem transportar crianças sem cadeirinha.

Auto Esporte – Globo

 

Fim de semana registrou chuvas em maior volume em Natal e mais quatro municípios no RN; veja boletim pluviométrico

O fim de semana registrou o maior volume de chuvas no município de Canguaretama, na região Leste potiguar. De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn), foram 60 milímetros.

O boletim pluviométrico ainda registro na mesma região, o município de Parnamirim, com 42,6 milímetros, Natal, com 33,3 milímetros, e São Gonçalo do Amarante, com 29,9 mm. Na região Agreste, destaque para Monte Alegre, com 27 milímetros. Veja demais municípios.

OESTE POTIGUAR

Carnaubais(Emater) 16,0
João Dias(Emater) 6,0
Martins(Particular) 4,3
Pau Dos Ferros(Particular) 4,0
Assu(Particular) 3,5
Campo Grande(Particular 2) 1,9
São Rafael(Particular Ii) 1,7
São Rafael(Emater) 1,4
Água Nova(Prefeitura) 1,3
Mossoró(Prefeitura) 0,8

CENTRAL POTIGUAR

São Bento Do Norte(Prefeitura) 4,0
Acari(Particular) 1,7
Caico(Emater) 1,2
Cerro Cora(Emater) 0,8
São Vicente(Emater(ex-particular)) 0,7

AGRESTE POTIGUAR

Monte Alegre(Emater) 27,0
Santo Antonio(Emater) 17,0
Bento Fernandes(Riacho Dos Paus-part.) 12,0
Santa Maria(Sind.trab.rurais) 7,0
Monte Das Gameleiras(Emater) 5,0
Sitio Novo(Prefeitura) 4,5
João Câmara(Centro Saude) 4,1
São Bento Do Trairi(Prefeitura) 4,1
Jacana(Emater) 3,5
Tangara(Emater) 1,4

LESTE POTIGUAR

Canguaretama(Emater/barra De Cunhau) 60,0
Parnamirim(Base Física Da Emparn) 42,6
Natal 33,3
São Gonçalo Do Amarante(Base Física Da Emparn) 29,8
Maxaranguape(Particular) 22,0
Espírito Santo(Prefeitura) 12,6
Montanhas(Prefeitura) 3,5

Bolsonaro sugere fim dos cursos nas autoescolas: “eu acho que nem deveria ter exame de nada. Você faz uma parte escrita e vai para a prática”

FOTO: FÁTIMA MEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente da República, Jair Bolsonaro, defendeu nesta quinta-feira (25) o fim dos cursos de formação para novos motoristas. “Eu acho que nem deveria ter exame de nada. Você faz uma parte escrita e vai para a prática, nem precisa cursar em autoescola”, sugeriu em sua live semanal, transmitida pela internet.

Bolsonaro afirmou que aprendeu a guiar quando ainda era criança, sem curso algum. “Com 10 anos de idade eu estava dirigindo trator na fazenda em Eldorado Paulista (SP).” O presidente admitiu, no entanto, que essa é apenas uma ideia, que ficará para “um segundo momento” em sua intenção de reduzir o custo da carteira de motorista.

Na prática, ele já pediu, via projeto de lei que será analisado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal, o fim dos simuladores. Segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, as máquinas de simulação das autoescolas, que passam a ser opcionais aos aspirantes a motoristas, elevam o preço do documento em 15% (cerca de R$ 300).

Também quer a ampliação da validade da CNH (carteira nacional de habilitação) de 5 para 10 anos para adultos, e de 2,5 anos para 5 anos para os idosos. Além do aumento do limite de pontos para cassação da carteira, que dobrará de 20 para 40 pontos.

Outro objetivo do governo é tirar a multa para pais que não utilizam a cadeirinha para crianças em seus carros. “Criaram uma polêmica com isso dizendo que eu tinha afrouxado a lei, mas na verdade eu inclui a punição de três pontos na carteira, que não existia”, afirmou durante a live.

Bolsonaro aproveitou o vídeo ao vivo para pedir uma ajuda do Congresso Nacional ao citar outra flexibilização, a de acabar com a obrigatoriedade de exames médicos em clínicas conveniadas com os Detrans. “No projeto nosso você pode ter esse atestado com teu irmão, com teu pai, com o vizinho, com qualquer médico”, explicou. “Espero que a Câmara não mexa nisso. Pelo contrário, aprove e até inclua mais coisas. Afinal 513 pessoas mais 81 no Senado têm cabeças para sugerir mais medidas para que fique mais barato isso aí”, declarou.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Beto Araújo disse:

    Bolssonaro, vc é uma comédia!

  2. Observador disse:

    Não pode ouvir falar em escola, já se revolta!

  3. Bruno de Paula disse:

    Nos estados unidos você baixa as apostilas para estudar, vai la e paga 80 a 100 dólares, faz a prova num computador, se passar vai pro exame prático. Auto escola para quem já sabe é pura burocracia, torna a conquista da cnh muito mais cara e convenhamos que isso é motivo para muita gente não tirar habilitação. Deixem se ser fechados na casca do ovo, auto escola só para quem não sabe, quem sabe que faça logo as provas e vá dirigir em paz.

  4. CABECINHA CARVALHO disse:

    Simplesmente irresponsável, inconsequente e desrespeitoso com o cargo que ocupa ….

  5. CABECINHA CARVALHO disse:

    Aprendi dirigir não tinha auto escola, fiz a prova escrita no Detran em Natal e o teste de volante para carteira "C" em 1982, a mais alta categoria na época, fiz o exame de volante em um camião Chevrolet antigo queixo duro do Detran, recebi no mesmo dia, e teve validade de 21 anos, na época tinha 18 anos, só venceu em em 2003.

  6. Antonio Turci disse:

    Facílimo entender a opinião do Presidente Bolsonaro. Entretanto, dentre outras "qualidades" menores, o "burrismo afeta muita gente que é sistematicamente contra o Mito.

  7. Lampejao disse:

    O povo distorce tudo,Parabéns Sergio pelo comentário!!!

  8. Bento disse:

    Auto Escola não acabará nunca.
    Cada um tem direito a sua opinião, até o Presidente, a gente só respeita, más não compra a ideia .
    Essa fala as vezes contra é muito bom para as auto escolas, agora vão estar em alta, bons para os negócios.

  9. Sérgio Nogueira disse:

    Impressiona a capacidade de interpretação desse povo.
    O Presidente não vai acabar com auto-escola. Quem não tiver carro e quiser aprender a dirigir em uma, vai lá, se matricula, faz as aulas e pronto.
    Quem não quiser, quem tiver carro na família, não vai. É difícil entender as coisas?
    As armas do mesmo jeito. Quem achar interessante ter uma, compra. Quem achar perigoso não compra.
    A cadeirinha idem. Quem prezar pela segurança do filho, mantém o hábito. Quem não prezar, não coloca.
    Os ruminantes estão tão acostumados a serem guiados pelo vaqueiro-Mor que não pensam, não conseguem entender as coisas.
    O que está claríssimo é que agora haverá liberdade para as coisas. Uns farão, outro não e pronto. Vida que segue.

  10. Rômulo© disse:

    Conheço dono de auto escola que fez campanha aberta para o Bozo! Acho que se esse presidente energúmeno fizer isso, vai quebrar o negócio de seu apoiador!

Projeto busca fim da prisão especial para quem tem ensino superior

O fim da prisão especial para quem tem diploma de ensino superior e a remoção do benefício para cidadãos inscritos no “livro de mérito” são objetivos do PL 3.945/19, que altera o CPP e está sendo analisado na CCJ do Senado. Se aprovado na Comissão e não houver recurso para votação no plenário do Senado, o texto segue para a Câmara.

Atualmente, a lei prevê a prisão especial, em local separado dos presos comuns, em caso de prisão antes da condenação definitiva. Já o “livro de mérito” homenageia pessoas que tenham notoriamente cooperado para o enriquecimento do patrimônio material ou espiritual da Nação e merecido o testemunho público do seu reconhecimento.

Para o senador Fabiano Contarato, autor do projeto, essa regra reflete no tratamento jurídico-penal um sistema desenhado para fortalecer as desigualdades, em que os pobres ficam cada vez mais miseráveis e os ricos têm cada vez mais dinheiro.

Para ele, conceder esse privilégio pelo simples fato de um indivíduo ter diploma de nível superior é dizer à maior parcela da população brasileira, “constituída de analfabetos”, pessoas que estudaram até o ensino fundamental ou até o nível médio, que “são inferiores” à camada privilegiada da sociedade que teve acesso ao ensino superior, o que não é justo. Da mesma forma, acredita que não é porque um indivíduo tenha prestado, no passado, um serviço de destaque à nação brasileira que justifique tal privilégio.

O senador disse entender que não existem razões de ordem técnica, jurídica ou científica que embasem a prisão especial nesses casos. Ele lembrou que a gravidade do crime não necessariamente tem a ver com o nível de escolaridade de uma pessoa.

“A título de exemplo, há pessoas com nível fundamental que cometem furtos e indivíduos com nível superior que cometem roubos cinematográficos. Há analfabetos que respondem por um soco e há PhDs que respondem por mortes brutais.”

Para Contarato, a maior mentira escrita na CF é o art 5º, que diz que todos são iguais perante a lei: “para que essa afirmação passe a ser uma verdade, precisamos modificar toda a legislação infraconstitucional que não honra esse preceito, tal como a que se busca revogar.”

Migalhas

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Por uma questão de simples isonomia, presidiários brasileiros e seus familiares deveriam lutar por um ambiente prisional em tudo idêntico ao oferecido a Lula da Silva. Afinal, diz a lei que todos são iguais perante ela.

  2. nasto disse:

    Ladrão, criminoso, matador, estuprador e tantos outros crimes , não interessa se é doutor, analfabeto, preto, pobre , branco, rico. É para ser todos presos no mesmo regime. Tem que acabar com esses privilégios.

  3. Lucio disse:

    Concordo 100%.
    Agora era para tirar também os privilégio s dos políticos ou advogados quando são presos. Veja o exemplos dos caras que foram presos na Lava Jato, até reforma na prisão fizeram para receber os caras.

  4. Bento disse:

    Tudo esta mudando com o novo Governo Federal e para bem melhor, qual a diferença de um criminoso com diploma de terceiro grau e outro de segundo grau ou grau nenhum, não existe diferença estamos falando do mesmo criminoso, portanto o pau que da em Chico da também em Francisco.

  5. Luciana Morais Gama disse:

    Afinal, todos somos iguais perante a lei.

Fim da epidemia de Aids pode estar próximo: remédios conseguem prevenir transmissão do HIV

Foto: Latinstock

Um estudo europeu com cerca de 1.000 casais de homens gays que fizeram sexo sem preservativos — em que um dos parceiros possuía o vírus HIV e estava tomando medicamentos antirretrovirais para suprimi-lo — mostrou que o tratamento pode prevenir a transmissão do vírus pela via sexual.

O estudo prova, segundo os pesquisadores, que utilizar a terapia antirretroviral para suprimir o vírus da Aids para níveis indetectáveis também significa que o vírus não pode ser transmitido através de relação sexual.

— Nossas descobertas apresentam evidências conclusivas para homens gays de que o risco da transmissão do HIV com o supressor ART é zero — afirmou Alison Rodger, professora da University College London, que co-liderou a pesquisa.

Rodger acrescentou que essa “mensagem poderosa” poderia ajudar a acabar com a pandemia do HIV ao prevenir a transmissão do vírus em populações de alto risco. Apenas no estudo, por exemplo, os pesquisadores estimam que o tratamento antirretroviral supressor preveniu aproximadamente 472 transmissões de HIV durante oito anos.

A pesquisa, publicada no jornal médico científico Lancet nesta quinta-feira, avaliava o risco da transmissão do HIV entre casais homossexuais compostos por homens em que um dos parceiros é HIV-positivo e o outro é HIV-negativo e que não usam preservativos.

Cura da doença

Em março deste ano, um homem britânico tornou-se a segunda esperança de cura da Aids . Após receber células-tronco da medula óssea de doador com resistência à infecção pelo vírus, ele foi considerado “funcionalmente curado”.

O Globo

Maioria aprova fim do horário de verão, diz pesquisa

Pesquisa do Instituto Paraná mostra que a maioria dos brasileiros aprovou o fim do horário de verão anunciado pelo governo de Jair Bolsonaro.

Dos 2.020 entrevistados em 26 estados, 65,7% apoiam a medida.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ceará-Mundão disse:

    Vão já aparecer esquerdopatas defendendo o horário de verão. É sempre assim.

Após análise de contas e contratos, fim de cartão corporativo na Caixa de Assistência da OAB/RN é confirmado

A presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Rio Grande do Norte (CAARN) Monalissa Dantas, juntamente com a diretoria da instituição, cancelou o uso do cartão corporativo da CAARN. A decisão foi tomada após uma análise detalhada das contas e contratos da instituição.

Segundo Monalissa, essa foi uma das prioridades da atual gestão, logo após tomarem posse. “O uso do cartão vinha sendo questionado pela advocacia. Assim que assumimos a diretoria, fizemos uma averiguação detalhada junto à tesouraria da CAARN, e entendemos que a utilização do mesmo é totalmente dispensável”, disse.

A presidente falou ainda da importância de tratar o dinheiro com responsabilidade. “O uso do cartão corporativo não transmite transparência. E é justamente essa clareza que nós queremos na Caixa de Assistência. A advocacia potiguar precisa saber de que forma o dinheiro da anuidade está sendo empregado e é esse o nosso maior compromisso”, finalizou Monalissa.

Com informações da CAARN

Comissão especial da Câmara aprova PEC do fim do foro privilegiado

A Comissão Especial da Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta terça-feira (11), por unanimidade, em votação simbólica e relâmpago, a PEC 333/17 do fim do foro privilegiado. A proposta, apresentada pelo senador Alvaro Dias (Podemos/PR), candidato à Presidência da República derrotado em primeiro turno, determina que autoridades hoje com foro privilegiado passarão a ser processadas e julgadas em primeira instância, caso cometam crimes comuns. Além disso, poderão ser presas após condenações em segunda instância.

Cerca de 33,3 mil autoridades possuem prerrogativa de foro no país. São integrantes do Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público e Forças Armadas. Os presidentes da República, do Senado, da Câmara dos Deputados e do Supremo Tribunal Federal (STF) teriam o foro preservado, graças a uma emenda apresentada pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES).

Restrição a parlamentares

Em maio deste ano, o STF decidiu, por unanimidade, restringir o foro privilegiado concedido a deputados federais e senadores investigados. Com a decisão, os privilégios dos congressistas na Justiça foram reduzidos. O placar final foi de 11×0 pela mudança nas regras hoje que estavam vigentes. À época, uma pesquisa Avaaz/Ibope apontou que 78% dos brasileiros queriam o fim do privilégio a autoridades.

Apesar dos 11 votos pela restrição do foro, o cenário durante a votação foi de divergências. Seis magistrados acompanharam majoritariamente a proposta do relator, ministro Luís Roberto Barroso, que saiu vencedora. Foram eles: Marco Aurélio Mello, Celso de Mello, Edson Fachin, Rosa Weber, Luiz Fux e Cármen Lúcia.

Já os ministros Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski se manifestaram pela redução da prerrogativa somente quanto aos crimes cometidos no exercício do mandato, independentemente da relação com o cargo. Dias Toffoli e Gilmar Mendes também votaram no mesmo sentido, mas pediram a expansão da restrição do foro para todas as autoridades que o detêm, não apenas os parlamentares. As duas propostas foram rejeitadas.

Metrópoles

GRAÇAS A DEUS: Propaganda eleitoral gratuita termina nesta sexta-feira

Foto: Adriana Toffetti / A7 Press / Folhapress – 07.10.2018

A propaganda eleitoral gratuita veiculada na televisão e no rádio termina nesta sexta-feira (26), segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

A veiculação havia recomeçado no dia 12 de outubro, cinco dias depois do primeiro turno eleitoral.

Também é o último dia para a divulgação de conteúdos pagos na imprensa escrita e para a realização de debates.

O segundo turno será realizado no dia 28 de outubro deste ano, das 8h às 17h do horário local. A disputa presidencial acontece entre os candidatos Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL).

No primeiro turno, Bolsonaro recebeu 46,03% dos votos válidos (49.276.990 votos), enquanto Haddad ficou com 29,28% (31.342.005).

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jose Suelho disse:

    Glória Adeuxxx!

  2. B. B disse:

    Amém!!!
    Botaram a campanha pra 45 dias, tá muito, 15 dias já basta! Segundo turno, votar logo dois dias depois. Eleição na sexta, segundo turno no domingo, e acabou!!!

  3. Renato disse:

    Para aqueles que estão otimista com a vitória do capitão no domingo segue uma informação, o TSE colocou uma empresa nova as véspera do segundo turno para assessoramento na parte de divulgação dos votos chamada CPD informática, muito estranho a essa altura do campeonato uma mudança em um setor tão importante, o mais estranho ainda é saber que os sócios dessa empresa são integrantes da quadrilha do PT declarados pelos menos 2 participam ativamente da campanha do poste, pensam os tolos que eles irão entregar fácil??? aguardem carta, olhe o "GOPI" ai genteeeeee!!!!

  4. BOSCO disse:

    Tirando alguns eleitores trouxas ! O Brasil agradece. Amém.

  5. Edi disse:

    A igreja diz Amémmmm!

Termina neste sábado o prazo para os municípios acabarem com os lixões no Brasil

2014-730627127-2014-730154116-2014070216748.jpg_20140702.jpg_20140704Foto: Pablo Jacob / Pablo Jacob

Vence no próximo sábado, dia 2 de agosto, o prazo de quatro anos para que todos os municípios do país acabem com os lixões e criem locais adequados para destinação dos resíduos sólidos. Até agora apenas 2.202 cidades cumpriram essa meta, mas elas representam a produção de 60% de lixo do país. A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, informou na tarde desta quinta-feira que o governo não irá baixar qualquer medida estendendo esse prazo, como estão solicitando entidades ligadas às prefeituras. A ministra afirmou que o governo defende um debate no Congresso Nacional sobre o assunto e, se os parlamentares assim entenderem, ampliem esse prazo.

Izabella Teixeira afirmou que sair punindo os municípios nesse momento não é a solução. O governo procurou o Ministério Público Federal e pediu que se busquem soluções com as Prefeituras, como termos de conduta, antes de qualquer punição. No final de agosto, haverá um encontro em Porto Alegre (RS), entre governo, procuradores e prefeitos para discutir como vai se dar esse pacto.

— O governo não irá prorrogar esse prazo e entende que essa lei de resíduos sólidos é extremamente positiva. Os termos foram pactuados no Congresso, que levou 21 anos para aprová-la. Mas apoiamos diálogo com o Congresso para eventual repactuação. Ninguém quer ter um lixão em casa. Não é questão de prazo, mas de entender os problemas que levaram a isso Não estou dizendo que não vai haver punição. Está na mão da Justiça — disse Izabella Teixeira.

A ministra disse ainda que é preciso parar com a ideia de que a punição resolve. Ela afirmou que não encontrou má vontade dos gestores que não conseguiram criar alternativas para destinar seus resíduos. Teixeira afirmou que é preciso entender dificuldades regionais e de capacitação para tornar essa política uma realidade. As regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste são as com mais dificuldades para solucionar esses problemas.

O Globo

Google pretende tirar o Orkut do ar até o fim do ano

orkut-da-nazareth Aquela que até 2011 era a rede social mais popular no Brasil, o Orkut, sairá do ar até dezembro, de acordo com um comunicado publicado pelo Google, empresa proprietária do serviço. O processo de fechamento da rede começa nesta segunda-feira, quando novos perfis já não poderão mais ser criados. Os usuários antigos terão um prazo para exportar dados, como fotos e scraps, e também poderão converter seus perfis do Orkut em contas da rede Google+, criada em 2011.

Até o dia 31 de dezembro deste ano, o serviço deve estar completamente fora do ar. Até mesmo o endereço, www.orkut.com, deve ser desativado, já que o criador do site, o turco Orkut Büyükkökten, deixou a companhia há quatro meses e, segundo o jornal, pretende manter o controle sobre o domínio.

As famosas comunidades do Orkut, no entanto, receberão um outro tratamento. Eles não ficarão mais ativas, mas parte delas não será deletada. Elas continuarão disponíveis para consulta, sem interação, como uma espécie de museu virtual.

Já os dados de comunidades e perfis acusados de cometer crimes, como o compartilhamento de imagens de pornografia inafantil, se manterão disponíveis também até o fim do ano para investigação policial.

Apesar de ter sido lançada nos Estados Unidos em fevereiro de 2004, foi só em dezembro de 2011 que o Facebook finalmente superou o número de usuários do Orkut no Brasil, país que, à época, detinha 60% das contas da rede criada por Orkut Büyükkökten. Hoje, a rede social fantasma ainda tem 5 milhões de usuários no país, segundo a empresa de consultoria IBOPE Nielsen.

O Globo

Rodoviários encerram paralisação em Natal

Foram apenas duras horas, mas o suficiente para se instalar o caos na capital potiguar. Entre 15h e 17h, os rodoviários em Natal realizaram uma paralisação geral em todas as regiões, provocando um congestionamento dos maiores já vistos, e lotando os pontos de ônibus e estações de transferências. A informação foi publicada pelo Via Certa Natal.

Desde o início da tarde desta quinta-feira (29), antes mesmo da paralisação, o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn) esteve em conversa com o Sindicato dos Profissionais de Transporte do Rio Grande do Norte (Sintro) para que os rodoviários não dessem seguimento a paralisação na capital.

Informações dão conta que os rodoviários reivindicaram melhores salários e estabilidade de cobradores. O desdobramento da negociação não foi divulgado.

NOTÍCIAS DO PERÍODO DA PARALISAÇÃO ABAIXO:

FOTOS: Rodoviários iniciam paralisação em Natal

FOTOS: Paralisação dos rodoviários em Natal; pontos de ônibus lotados e trânsito lento