Saúde

Para conter variante Delta, Israel pede volta ao home office e fim de ‘apertos de mão, beijos e abraços’

Foto: POOL / REUTERS

As autoridades de Israel pediram que as empresas retornem ao regime de home office para ajudar o país no combate ao surto de Covid-19 provocado pela variante Delta. A medida faz parte de uma série de restrições anunciadas na terça-feira, que o governo disse serem essenciais para evitar novas quarentenas.

A força-tarefa antipandemia do país fez um apelo para que a população pare de “apertar as mãos e dar beijos e abraços”. O governo também tornou obrigatória a apresentação do passaporte da vacina para entrar em ambientes que comportem menos de 100 pessoas. O passe é concedido para quem já se inoculou, testou negativo ou contraiu a doença recentemente.

Em espaços abertos com capacidade superior a 100 pessoas, o uso de máscara será obrigatório. O governo também limitará em 50% o número de funcionários em repartições públicas:

— Nosso objetivo é manter Israel aberta e, ao mesmo tempo, evitar uma situação de lotação de hospitais e falta de leitos — disse o primeiro-ministro do país, Naftali Bennett, afirmando que sabem a hora de “acionar o freio” caso seja necessário. — Para evitar restrições mais duras, vamos nos vacinar, usar máscaras e manter o distanciamento.

Mais 3.280 novos casos de Covid-19 foram registrados nas últimas 24 horas. Do total, 236 pessoas apresentavam sintomas graves da doença, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira pelo Ministério da Saúde. Não se sabe ao certo quantas destas pessoas estavam vacinadas, mas nas últimas semanas as complicações vinham ocorrendo majoritariamente em pessoas não vacinadas.

Mais de 62% dos israelenses estão totalmente vacinados contra o vírus, em sua maioria com doses da Pfizer-BioNTech, de acordo com dados do site Our World in Data. Assim como a Alemanha, o país é um dos que já aplica doses de reforço na população com mais de 60 anos ou com comorbidades, afirmando que a efetividade das duas doses cai com o tempo e a terceira injeção serve para reforçar a resposta imunológica.

Nesta quarta, contudo, a Organização Mundial da Saúde fez um apelo para que a aplicação da terceira dose seja suspensa até pelo menos o fim de setembro para ajudar todos os países a vacinarem ao menos 10% de suas populações. Em uma entrevista coletiva, o diretor da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que isso é necessário para fazer frente à disparidade global na vacinação.

— Eu entendo a preocupação de todos os governos de protegerem suas populações da variante Delta — disse Tedros. — Mas nós não podemos, e não devemos, aceitar que países que já usaram a maior parte do estoque global de vacinas usem ainda mais doses, enquanto a maior parte das pessoas vulneráveis continuam desprotegidas.

Das mais de 4 bilhões de vacinas aplicadas no mundo até o momento, mais de 80% foram usadas em países ricos ou de renda média-alta, segundo o diretor. Os países mais ricos administraram cerca de 100 doses para cada 100 pessoas, enquanto nos mais pobres, a taxa é de 1,5 dose para 100 pessoas. O governo de Israel ainda não comentou o apelo da OMS.

Em mais uma ação para conter o avanço da Delta, o país determinou que todos os viajantes oriundos de 18 países façam uma quarentena obrigatória ao desembarcarem em território israelense, independentemente do status de vacinação. Entre as nações que ficarão sujeitas às restrições, que começarão a valer em 11 de agosto, estão França, Alemanha, Itália, Grécia e Estados Unidos.

Também na terça-feira, o ministro da Defesa, Benny Gantz, convocou mil reservistas para ajudar o Exército na contenção da pandemia.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Alerta aos incautos e vesgos que põem nas atuais vacinas a solução à pandemia, a história não é como vcs propagam e pensam, estão vendendo ilusão barata, continuem em casa na medida do possível, vejam o que já ocorreu na Argentina e está ocorrendo em Israel, não entrem nessa política barata da CPI, genocida em pandemia não existe, o que mata é o vírus.

  2. Solicitar a suspensão temporal de abraços, beijos e apertos de mãos é razoável. Mas sugerir o fim destes gestos é o “fim da picada”.

    1. O que deve acontecer é ser razoável no comportamento, não dá para brincar, por óbvio vc não vai deixar de ter contato próximo das pessoas do seu convívio, nem vai deixar de viver, mais é interessante restringir alguns contatos desnecessarios, assim penso, não é lógico pedir o fim de nada.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

São Paulo anuncia fim de restrição no comércio a partir de 17 de agosto e antecipa vacina para adolescentes

Foto: Edilson Dantas / Agência O Globo

A partir de 17 de agosto, São Paulo não terá mais restrições ao funcionamento do comércio. Na data, cairão todas as restrições em relação à ocupação dos estabelecimentos comerciais e públicos no estado, abertos e fechados. Também encerram-se as limitações de horários.

Antes disso, porém, em 1º de agosto, já haverá uma mudança importante nas regras da quarentena. A ocupação dos estabelecimentos no estado será de 80%, com possibilidade de funcionamento até a meia-noite. Atualmente é possível operar até 23h, e com 60% da capacidade.

Ainda assim, algumas atividades que geram aglomerações, como baladas, shows de médio e grande portes e competições esportivas, seguirão proibidos no estado. A volta desse tipo de programação dependerá dos resultados de eventos-teste que estão sendo organizados pelo governo.

— Ainda mantendo o uso de máscaras, recomendando o uso de álcool em gel, seguindo os protocolos de distanciamento e de cuidados pessoais e coletivos, já estaremos com novas regras em funcionamento a partir de 17 de agosto — afirmou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), nesta quarta-feira.

Na véspera, dia 16 de agosto, o estado deve ter completado a aplicação da primeira dose de vacina contra a Covid-19 em toda a população paulista acima de 18 anos. A antecipação dessa marca também foi anunciada pelo governo nesta quarta. Anteriormente, a meta estava prevista para 20 de agosto.

Adolescentes

Os adolescentes com idades entre 12 e 17 anos serão vacinados no estado de São Paulo a partir de 18 de agosto. Primeiro serão imunizados os jovens com comorbidades, deficiências, além de gestantes e puérperas nessa faixa etária. Esse grupo será convocado de 18 a 29 de agosto.

Em seguida, de 30 de agosto a 5 de setembro, poderão se vacinar os jovens de 15 a 17 anos. De 6 a 12 de setembro, vêm os de 12 a 14 anos.

Para os adultos, a vacinação nos próximos dias está organizada da seguinte maneira: de 19 a 29 de julho, para os da faixa entre 30 e 34 anos; de 30 de julho a 4 de agosto, 28 e 29 anos; de 5 a 9 de agosto, 25 a 27 anos; e de 10 a 16 de agosto, 18 a 24 anos.

— É o censo de urgência, de emergência, de respeito pela vida dos brasileiros que vivem no estado de São Paulo — disse Doria.

O governador afirmou ainda que a antecipação só foi possível após a compra de 4 milhões de doses excedentes da vacina CoronaVac para uso exclusivo no estado.

Indicadores melhoram

Atualmente, a taxa de ocupação de UTIs está em 53% em todo o estado de São Paulo. Na Grande São Paulo, esse número é de 49%.

O secretário de Saúde do estado, Jean Gorinchteyn, classificou o cenário como de “melhora expressiva”, conquistada diante do avanço da vacinação. Até aqui, segundo o governo do estado, 76,1% dos adultos paulistas receberam ao menos uma dose de vacina e 27,5% completaram o esquema de imunização.

Os atrasados para a segunda dose somam 748 mil. Até esta terça-feira, 385 mil não haviam retornado para receber a segunda aplicação da vacina CoronaVac, e 363 mil estavam com a segunda etapa da AstraZeneca/Oxford pendente.

Houve uma redução combinada dos três indicadores epidemiológicos da pandemia em uma semana. A queda de casos foi de 20,6% no período. As internações baixaram 18,3%, e as mortes caíram 9,6%.

Esse cenário mais positivo foi o que motivou a decisão de acabar com as restrições às atividades comerciais de 17 de agosto em diante, justificaram os membros do governo. Em nota, a gestão Doria afirmou que, embora as determinações de liberação sejam válidas para todos os 645 municípios paulistas, “as prefeituras vão manter autonomia para determinar rigidez de restrições se as circunstâncias locais da pandemia e capacidade hospitalar tiverem piora”.

Para Gorinchteyn, a cepa Delta, inicialmente identificada na Índia e já encontrada em SP com transmissão comunitária, não muda esses planos de reabertura. Segundo ele, essa variante de atenção ainda não demonstrou ser dominante no estado — a predominância é da cepa Gama, a de Manaus, com 96% das amostras positivas colhidas na região.

Diante disso, ele diz que a obrigatoriedade das regras sanitárias, como distanciamento e uso de máscaras, além do avanço da vacinação, permite que a realidade paulista seja diferente da vista em outros países, onde a nova variante causou uma escalada de casos e regressão nas medidas de flexibilização da quarentena.

Após testar positivo para Covid-19 pela segunda vez, no dia 15 de julho, Doria retomou nesta quarta a agenda de coletivas de imprensa. Ele abriu a conversa no Palácio dos Bandeirantes tratando de seu estado de saúde.

— Estive completamente assintomático e protegido. Porque tomei a vacina, tomei duas doses da vacina do Butantan, a CoronaVac. Mas poderia ter tomado também a AstraZeneca, a Pfizer e a Janssen, as quatro vacinas aprovadas. Sou um exemplo vivo que a vacina salva — afirmou.

O Globo

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Fabricante da Covaxin anuncia fim de acordo com Precisa no Brasil; laboratório indiano vai manter o processo de aprovação regulatória da vacina na Anvisa

FOTO: ADNAN ABIDI/REUTERS

O laboratório indiano Bharat Biotech, fabricante da vacina contra Covid-19 Covaxin, anunciou nesta sexta-feira (23) a extinção imediata do memorando de entendimentos que havia assinado com a farmacêutica brasileira Precisa Medicamentos para comercialização no Brasil do imunizante.

Em comunicado, a companhia indiana afirmou que, apesar do fim do acordo, continuará a trabalhar com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para completar o processo de obtenção de aprovação regulatória da vacina no Brasil.

As negociações para compra da Covaxin pelo Ministério da Saúde tornaram-se alvo da CPI da Covid no Senado, por suspeitas de irregularidades, o que levou a pasta a suspender o contrato para compra do imunizante, após o empenho orçamentário de 1,6 bilhão de reais para pagar pelo fornecimento das doses da vacina.

R7

Opinião dos leitores

  1. O Bozo deu um chute no cachorrinho do General Ramos (aquele que tomou vacina escondido) pra colocar Ciro Nogueira na casa Civil.
    E é pq o Bozo era a nova política……o gado ta tão caladinho, deve ta esperando o Carluxo dizer o que devem falar.
    Bando de fracassados, nem pra dar golpe servem, o Braguinha Neto ameaçou e depois deu pra traz como todo frouxo.
    Governo de frouxos.
    Cadê a prova da fraude eleitoral?
    Cadê o tal decreto que ele disse que tava pronto??
    Cadê o stf fechado???
    Cadê o exercito dele nas ruas????

    1. Omi não faça perguntas difíceis pros bovinos do “mundo encantatado do MINTO das rachadinhas”…

    2. Larga de ser cabra safado, rapaz. Que visão tacanha é essa? Só sabe reclamar e ofender os outros levianamente! Tenha respeito. Vá trabalhar!!..

    3. Você tá achando bom agora, como adora ladrões de dinheiro público, agora tem duas opções no tabuleiro, Bolsonaro com centrão roubando, e luladrão com jbs, oas, Odebrecht, dirigentes de estatais e os saqueadores de seus fundos previdênciarios, vendedores de medidas provisórias, os apagadores de multas milionárias…. Assim estás completamente eufórico pra colocar esses inocentes pra gerir o dinheiro do povo. Um cidadão honesto como presidente nem pensar.

    4. Vagabundo é o MINTO das rachadinhas omi… Agora ele entregou de vez o governo pro centrão… Haja incoerência! Entregando o erário pros ratos…

    5. Samuel, assim você da pane no juízo do gado… pega fogo.
      Quando Lula assumir, aí o infartaço vai ser em massa.

    6. O presidente é um verdadeiro democrata, o oposto dos vagabundos que defendem corruptos e ditaduras de esquerda. Precisa de apoio parlamentar para governar e foram esses aí que o povo brasileiro pos no Congresso. Portanto, ele está agindo certíssimo. Quanto ao roubo isso é coisa do PT. No governo Bolsonaro, não há roubalheira, assim como o presidente NUNCA se envolveu com corrupção, mesmo estando há mais de 30 anos na política. Para desespero de vcs, né? O jeito é inventarem, mentirem, no que são “doutores”.

    7. Tá todos de acordo.
      Não houve chutes nenhum, só na tua cabeça e nada mais jerico de duas pernas.
      O PR tá certo, tem que ser político.
      Só não pode ser ladrão igual a lula.
      Certíssimo!!!!!!
      Certíssimo!!!!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO: Em Israel, crianças em escola comemoram o fim do uso de máscaras

O fim da obrigatoriedade do uso de máscaras é esperado por vários países. Em Israel, não é mais necessário usar o equipamento de proteção, inclusive dentro das unidades de ensino. O país tem, aproximadamente, 70% da população vacinada contra a covid-19. Um vídeo emocionante mostra o momento em que uma professora informa aos alunos que eles já poderiam tirar a máscara, que usavam há mais de um ano.

Assista ao vídeo:

Revista Oeste

Opinião dos leitores

  1. Pelas postagens verificadas nos últimos anos, parece que o mundo se resume apenas a alguns países, tais como Israel.
    Como será que que estão os outros países fora da “BOLHA” do Wadzap, tipo Alemanha, Itália, Inglaterra, Dinamarca, Portugal, Espanha, África do Sul, Angola, México, Canadá, etc, etc, etc?
    Vamos ficar na bolhinha, dentro do cercadinho das Fakes News, até quando?

    1. No Canada mais de 70% da população vacinada e os númenos excelentes.

  2. Aqui no RN, no governo de uma “professora”, nem às escolas públicas os alunos podem ir.
    Lamentável!

  3. Que país comunista e ditador é esse q mesmo com a população quase toda vacinada só agora liberou o uso de máscaras e há pouco tempo reduziu as medidas de distanciamento social ? Ah, é Israel…

    1. É que lá, se uniram para vencer o coronavirús e não precisar derrubar o Presidente, simples assim.
      Se liga Mané, salve o resto de sua massa encefálica que lhe resta kkkk

    2. 🤭🤭🤭🤭🤭
      E pq não usaram cloroquina? 🤔
      Dr Bozo não tá sabendo disso…

    3. E a esquerda (juntamente com a Globo) enlouquecida pq o Presidente Bolsonaro pediu um estudo ao Ministro da Saúde a respeito da dispensa do uso da máscara. Nada mais razoável…

    4. Calígula, sempre estou tentando “salvar o resto da minha massa encefálica”, por isso mesmo não vivo em “bolhas” nem tenho político de estimação (muito menos os corruptos ou os que cometem peculato como “rachadinhas”) … Já pelo que vc escreve e defende cegamente, deve ter “queimado” sua diminuta massa encefálica comendo capim cloroquinado… KKK

    5. Pense numa pessoa sem cérebro e ter o que fazer……..pensou? Se a resposta ficou ente Zezin Tomaz e Manoel Fossa…….10.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

VÍDEO: Nova York festeja com fogos o fim de medidas restritivas para combate da Covid

ASSISTA AQUI

A cidade de Nova York, nos Estados Unidos, realizou uma queima de fogos especial para celebrar o fim das restrições contra a Covid-19.

A medida foi anunciada pelo governador Andrew Cuomo depois do estado atingir a marca de 70% da população adulta vacinada.

Com as mudanças, o uso de máscaras e o distanciamento social deixam de ser obrigatórios em comércios e espaços públicos para quem já foi imunizado — que recebeu as duas doses da vacina.

Quem ainda não se vacinou precisa continuar seguindo as regras e pode precisar mostrar um teste PCR negativo para entrar em certos locais.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: “Deixem os médicos serem médicos, chega de perseguição”

A deputada federal Carla Dickson (PROS-RN), disse que está na hora da CPI da Covid “se tornar uma CPI de VERDADE e investigar quem realmente tem responsabilidade que são prefeitos e governadores”.

A parlamentar ainda pediu liberdade aos médicos, ao falar sobre interferências de políticos na questão do tratamento da Covid.

“Deixem os médicos serem médicos. Chega de perseguição. Chega de politização. Os profissionais de saúde são os heróis na pandemia e não vilões, como alguns políticos estão querendo fazer”.

Veja vídeo abaixo:

Opinião dos leitores

  1. Ela está corretíssima, Dra Carla e sua luta diária pela liberdade e respeito. Essa tem minha estima.

  2. Deputada Carla Dickson tem se tornado em um excelente quadro no Parlamento Brasileiro, uma Deputada completa, como falamos aqui em Brasília. Sempre preocupada em bem servir ao seu País, uma congressista combativa e convicta na defesa das pautas da família, da mulher e dos valores cristãos, sem se esquecer de uma das suas principais bandeiras; a defesa da classe médica brasileira! #CarlaDickson2022🇧🇷

  3. Quer liberdade pra matar?…como aquela médica de Manaus que fez nebulização com cloroquina e a paciente morreu rapidamente?

  4. Os médicos devem ter a total liberdade na escolha do tratamento do paciente. Tem duas observações que precedem essa liberdade: precisa ser baseada em meios cientificamente reconhecidos e não pode responsabilizar o paciente por essa escolha. No caso da cloroquina, essas duas pré condições não existem. A liberdade só existe com responsabilidade.

    1. É só falar a palavra CIÊNCIA que os Chico Tripa dão chilique. Tem uns Adolfs que são até imperativos. Cala a boca já morreu, moleque!

  5. Não existe respeito a qualquer profissão, apenas aqueles que seguem o que a esquerda está mandando. Isso ainda não ficou claro? Se a esquerda diz que precisa de comprovação científica para que alguma medicação seja aceita no tratamento do covid, isso tem que ser respeitado.
    Se a mesma esquerda diz que o Brasil tem que aceitar as vacinas coronavac e sputinik SEM a devida comprovação científica, o Brasil tem que aceitar, assunto encerrado.
    Não é a coerência, não é o respeito a medicina, não é o respeito a vida, é que todos tem que aceitar o que a esquerda quer, determina, estabelece e o resto é resto, ponto final.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

FOGO NO PARQUINHO: Acabou chance de conversa do DEM com Doria para falar sobre 2022, diz ACM Neto

Foto: Instagram/ACM Neto

A estratégia de convencer seu vice Rodrigo Garcia a migrar do DEM para o PSDB tirou o partido de ACM Neto da mesa de negociações com João Doria (SP) para 2022, o que tende a isolar o governador em suas tratativas políticas para a campanha presidencial.

A leitura é do próprio presidente do DEM, ACM Neto, que diz ao Painel que Doria já havia sido avisado em reuniões das consequências dessa estratégia caso decidisse prosseguir com ela.

Nesta sexta-feira (14), Garcia oficializou sua troca de sigla.

O presidente do DEM diz que deseja que a dobradinha histórica do DEM com o PSDB seja mantida e que se esforçará nesse sentido, mas que encara o partido e Doria separadamente.

ACM Neto diz que Doria vinha fazendo pressão para que Garcia trocasse de sigla.

“O partido vinha acompanhando isso. Tentei ponderar várias vezes com o governador, argumentando que era um erro estratégico. O PSDB de São Paulo estava desconsiderando o fato de que o DEM sempre esteve ao lado deles. Estivemos ao lado de Doria nas eleições de prefeito e de governador. Nacionalmente também. Forçar um quadro do DEM a ir para o PSDB é altamente incompatível com essa história. Uma postura altamente individualista, na minha opinião, fruto de projeto pessoal do governador, que desconsidera que o momento é de unir, e não dividir”, continua o presidente do DEM.

Doria disputará as prévias do PSDB em outubro para tentar ser oficializado como candidato presidencial do partido. Chegar à disputa com a preterição do DEM pode ser um peso negativo para o governador.

“Não tenho dúvida de que foi um cálculo errado. Isso o isola ainda mais. Ele está longe de ser unanimidade no PSDB e amanhã ou depois, ainda que seja escolhido pré-candidato, limita muito o espaço dele de construção política, já que com o aliado histórico ele não terá nem clima para conversar”, diz o ex-prefeito de Salvador.

ACM Neto afirma que já conversou com Bruno Araújo sobre o ocorrido e que não tratou especificamente de Doria, mas procurou deixar claro que as conversas sobre projetos conjuntos nacionalmente e estadualmente seguem intactas.

Sobre Rodrigo Garcia, ele afirma que ainda precisa discutir o destino político do partido no estado, mas que não está brigado com o vice-governador paulista por entender que a responsabilidade pelo episódio é inteiramente de Doria.

Folha de São Paulo

Opinião dos leitores

  1. Acabou a chance do DEM de voltar a ter alguma relevância. O DEM sai menor, fraco e irrelevante.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Reino Unido deve abandonar regra de distanciamento social em junho

FOTO: HENRY NICHOLLS/REUTERS

A Grã-Bretanha está prestes a abandonar a regra de distanciamento social, que significa que as pessoas precisam ficar a pelo menos um metro de distância, disse o primeiro-ministro Boris Johnson nessa segunda-feira (3).

Segundo o primeiro-ministro, o fim do distanciamento social deve entrar em vigor no dia 21 de junho.

“Acho que temos uma boa chance, uma boa chance, de dispensar um metro a mais”, disse Johnson a repórteres durante uma visita à campanha eleitoral local ao norte da Inglaterra.

Na última sexta-feira (30), o Reino Unido realizou um evento experimental com milhares de pessoas – sem máscaras ou distanciamento social.

De acordo com as autoridades do Reino Unido, grandes reuniões internas ainda são proibidas, mas o evento de música ao vivo sem máscaras faciais ou distanciamento faz parte do Programa de Pesquisa de Eventos do governo do país, que está coletando dados para ajudar a determinar como casas noturnas e eventos podem retornar neste verão.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

Grande volume de chuvas foi registrado na região Oeste nas últimas 24 horas; no RN, pelo menos 47 cidades foram “banhadas”

Foto: Emparn

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn) registrou chuvas em pelo menos 47 municípios potiguares nas últimas 24 horas. O período monitorado ocorreu entre 07h dessa quarta-feira(28) e 07 desta quinta-feira(29). Destaque para o bom volume na região Oeste, especialmente, em Rodolfo Fernandes(102mm), Viçosa(102 mm), Portalegre(88 mm), Pau dos Ferros(75 mm), Riacho da Cruz(74,7 mm) e Serrinha dos Pintos(70 mm).

Veja o volume de chuvas pelas cidade, por regiões:

OESTE POTIGUAR

Rodolfo Fernandes(Prefeitura) 102,0
Viçosa(Prefeitura) 102,0
Portalegre(Particular) 88,8
Pau Dos Ferros(Particular) 75,0
Riacho Da Cruz(Emater) 74,7
Serrinha Dos Pintos(Prefeitura) 70,0
Antônio Martins(Emater) 65,0
Francisco Dantas(Emater) 60,0
Martins(Particular) 59,5
Apodi(Base Fisica Emparn) 52,8
Campo Grande(Particular 2) 52,8
São Francisco Do Oeste(Prefeitura) 49,0
Campo Grande(Particular) 43,6
Caraúbas(Particular) 43,5
Felipe Guerra(Prefeitura) 42,0
Paraná(Emater) 37,0
Água Nova(Prefeitura) 35,0
João Dias(Emater) 29,6
Tenente Ananias(Emater-st Mororo) 28,3
Coronel João Pessoa(Emater) 23,9
Severiano Melo(Prefeitura) 23,0
José Da Penha(Emater) 22,9
Assu(Emater/st. Casa Forte) 20,6
Ipanguaçu(Base Fisica Da Emparn) 20,1
Itajá(Emater) 20,0
Olho D’agua Dos Borges(Particular) 18,0
Areia Branca(Emater) 17,7
Major Sales(Prefeitura) 17,5
Riacho De Santana(Emater) 17,0
Rafael Fernandes(Emater) 12,5
Porto Do Mangue(Prefeitura) 11,0
São Rafael(Emater) 10,0
Ipanguaçu(Emater) 9,6
São Rafael(Particular Ii) 7,7
Janduís(Emater) 7,0
Jucurutu(Emater-pedra do Navio) 2,5
Tibau(Prefeitura) 1,0

CENTRAL POTIGUAR

Florânia(Sitio Jucuri) 58,5
São Fernando(Emater) 27,0
Macau(Defesa Civil (ex-emater)) 12,5
Timbaúba Dos Batistas(Prefeitura-fz. Timbauba) 11,0
São João Do Sabugi(Emater) 7,5
Fernando Pedroza(Emater) 4,3

AGRESTE POTIGUAR

Boa Saúde(Emater) 31,2
Serrinha(Emater) 15,9
Lagoa De Pedras(Prefeitura) 10,5
Monte Alegre(Emater) 10,0
Monte Das Gameleiras(Emater) 8,2
São Pedro(Emater) 3,0

LESTE POTIGUAR

Montanhas(Prefeitura) 1,1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Israel anuncia fim da obrigatoriedade de máscara ao ar livre após vacinar 61% da população

Foto: AMMAR AWAD / REUTERS

A partir do próximo domingo não será mais obrigatório usar máscara ao ar livre para conter a Covid-19 em Israel. O anúncio foi feito na quinta-feira pelo Ministério da Saúde. Ainda será necessário manter o rosto protegido em ambientes fechados. Atualmente, de acordo com o site “Our World In Data”, 61, 68 % da população do país já recebeu as duas doses da vacina produzida pela Pfizer/BioNTech.

Em nota, o ministro da Saúde, Yuli Edelstein, afirmou que a decisão foi tomada com base nas recomendações de especialistas. Israel foi um dos primeiros países do mundo a impor o uso da máscara para conter a disseminação do vírus em 2020.

“As máscaras têm como objetivo nos proteger contra o coronavírus. Depois que especialistas em saúde concluíram que não são mais necessárias ao ar livre, decidimos permitir de acordo com sua recomendação. O nível de mortalidade em Israel é muito baixo graças ao nosso sucesso na campanha de vacinação e, portanto, podemos relaxar mais restrições”, ressaltou Edelstein.

O Ministério recomenda que os israelenses ainda mantenham cuidados e levem sempre consigo máscaras para usar quando necessário. A partir de domingo, todo o sistema educacional do país também volta a funcionar em sua totalidade.

Desde o início da pandemia, Israel contabilizou 837 mil casos e 6315 mortes pela Covid-19.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Bozo fez a mesma coisa aqui….nós é que não fazemos a vontade dele….
    Vá se lascar pra lá….

    1. rsrssr é mesmo, se estiver com a máscara do Bozo então Fatão manda a pessoa tirar a máscara

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Trabalhadores protestam em Natal pelo “fim do lockdown”

Foto: Cedida

Trabalhadores protestam em Natal no fim da tarde desta sexta-feira(26), pelo fim das medidas de restrição na capital.

Com faixas como “Ponta Negra pede o fim do lockdown”, manifestantes apelam aos governantes por medidas menos severas contra a classe trabalhadora.

Opinião dos leitores

  1. Kkkkkkkkk. É sempre a mesma estorinha: o senhor de engenho na sua confortável casa, vacinado as “escondidas”, esperando a 2a dose só de bouas e instigando de longa, a peaozada ir pra rua e pedir fim de medidas restritivas. Kkkkkk. Vão pedir vacina ao mitu. E a cloroquina num serve mais não? Tomem 1 coquetel de ivermectina + Cloroquina e ácido fosfórico e sumam pra o além. Deixem as vagas de uti pra quem realmente precisa.

  2. 3.600 mortes diárias e as vacinas a conta gotas,agora o governo do mundo da lua diz que vai ter uma vacina nacional,governo sonolento,negacionista,vai parar quando este genocídio?

    1. Por que eles não vão a pé? Vai um perto do outro que dá certo!

  3. PQ NAO PROTESTAM COBRANDO VACINA? PQ NAO RECLAMAM PELO FATO DO AUXILIO TER PARADO POR 4 MESES? PQ NAO CLAMAM PELO AUXILIO EMERGENCIAL DE 600,00? PQ NAO PEDEM QUE O SATANÁS PARE DE CONTRARIAR A CIÊNCIA?

    1. E também pq a governadora não cria o seu auxílio emergencial de 1.000,00 reais como fez o gevernador do Ceará…

    1. Que comentário mais idiota, esse seu! No mínimo está com o salário garantido ao final do mês!

    2. Pois é Everton, 'atrapalhando quem quer ir e vir'… na verdade tá todo mundo trancado, eles estão defendendo o direito de ir e vir né? E também o direito ao trabalho.

      Se pra vc isso é comunismo, então só lamentamos…

    3. Estou sim, CTPS na mão e labutando como se não houvesse amanhã. Dois pesos e duas medidas só se cria nas tuas áreas, Ricardo; veja como estava o Deck de ponta negra numa noite qualquer nos últimos meses… agora veja o estrago.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Morre ambulante Barruada, famoso por pedir fim de doações após ganhar ‘o suficiente’

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Morreu na madrugada desta terça-feira no Recife, Pernambuco, o vendedor ambulante João Antônio, de 73 anos, conhecido como Barruada. No ano passado, ele chamou atenção por pedir o fim de uma campanha de doações organizada para ajudá-lo em meio à crise causada pela pandemia de Covid-19. Na época, em vídeo, ele disse que o valor arrecadado já era suficiente “para vencer a batalha” e pediu que a “parassem um pouco” com as doações.

Barruada trabalhou durante mais de 20 anos vendendo cachorro-quente na porta do colégio Salesiano, no Centro da capital pernambucana. Segundo a “Rádio Jornal”, ele sofreu uma parada respiratória. O sepultamento será realizado nesta manhã no cemitério Santo Amaro. Ele deixa três filhos e cinco netos.

“Meu pai era um exemplo de honestidade. Sempre foi muito sincero e guerreiro”, disse Camila Maria da Silva, de 26 anos, uma das filhas do vendedor.

Extra – O Globo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamento

MUDANÇAS NOS POSTS: Parceiros costumam dar “pistas” nas redes de que querem terminar a relação, de acordo com pesquisa

Francesco Carta/Getty Images

Lá naquela outra era, antes da internet, os relacionamentos amorosos inegavelmente duravam mais. Seja por preconceitos enraizados na sociedade, seja por puro comodismo, os casais passavam anos juntos, mesmo se isso representasse uma tormenta. Houve, obviamente, quem conhecesse a felicidade por longos períodos, mas também não foram poucos os que sofreram em silêncio, suportando o desgaste de cada dia, e no fim se arre­pen­de­ram por uma vida que, afinal, não foi desfrutada como deveria. Poucas vezes relações doentias foram tão bem retratadas quanto no filme Cenas de um Casamento, de 1973, do diretor sueco Ingmar Bergman, que expôs, com a crueza dos grandes artistas, o sofrimento por trás de um convívio infeliz. Agora, os tempos são outros, e irresistivelmente diferentes. O sociólogo polonês Zygmunt Bauman até criou uma expressão, “amor líquido” (nome de um livro seu que se tornou sucesso de público e crítica), para definir a cada vez mais comum instabilidade das uniões afetivas. Nesta nova modernidade, tudo muda rapidamente, e o impulso de substituir o parceiro por outro, e depois outro, e mais um — e assim por diante —, é o que parece mover boa parte da sociedade. Com as redes sociais, a tal característica “líquida” foi exacerbada. As mídias digitais servem para encontrar o futuro amor, mas também para desfazer laços, refazê-los, e desatá-los de novo, num processo sufocante que parece não ter fim.

Foto: Arte/Veja

Se as redes sociais são os motores dos relacionamentos da nova era, elas também podem oferecer, mesmo que involuntariamente, as pistas que indicam se uma relação será duradora ou, quem sabe, apenas nuvem passageira. Uma saborosa e inédita pesquisa realizada pela Universidade do Texas, em Austin, nos EUA, mostrou que os seres humanos são muito mais previsíveis do que podem imaginar, até quando o que está em jogo são os desígnios do coração. Ao lado da lista dos algoritmos que preveem o que as pessoas gostariam de comprar e das inteligências artificiais que antecipam as jogadas do oponente no xadrez, surge agora uma tecnologia capaz de profetizar o fim de um relacionamento meses antes de o desenlace ocorrer — e tudo isso a partir da análise de posts nas redes sociais.

O estudo foi publicado no dia 1º de fevereiro no renomado periódico científico Proceedings of the National Academy of Sciences. Os pesquisadores coletaram 1 milhão de posts realizados por 6 800 usuários que publicaram sobre o fim de seus relacionamentos na rede social Reddit e os colocaram em um software capaz de analisar os padrões de linguagem usados até dois anos antes da separação definitiva. Para satisfação dos cientistas, que já suspeitavam que as pessoas dão pistas de seus desencontros, elas começaram a mudar o teor das postagens, em média, até três meses antes de terminar o namoro. A palavra “eu” passou a ser mais usada, o que indica uma maior preocupação com assuntos particulares do que com aqueles que diziam respeito à vida do casal. Ou seja: quem deseja terminar uma relação inevitavelmente passa a pensar mais em si em detrimento do outro — e essa regra é válida quase sempre para cada ex-apaixonado, seja ele usuário do Reddit, Instagram ou Facebook. Cresceu também a quantidade de posts com termos como “acho” e “deveria”. De acordo com os pesquisadores, eles costumam ser usados quando alguém está tentando superar um problema.

A escritora mineira enfrentou três fins de relacionamento pelas redes sociais. O que poderia ser uma experiência traumática — por um período, de fato, foi — tornou-se o combustível para que escrevesse um livro sobre o assunto. “As mídias digitais oferecem muitas possibilidades para quem deseja encontrar um novo amor”, afirma

É curioso perceber que, quando a ideia de pôr um ponto-final em um namoro começa a ser gestada, a maioria das pessoas atua da mesma maneira. A pesquisa detectou uma queda abrupta do número de posts com teor analítico, ou daqueles com linguagem formal e complexa. Por outro lado, cresceu a frequência das publicações despojadas e recheadas de narrativas pessoais. A justificativa, segundo os pesquisadores, é simples: quando a pessoa passa por um momento delicado, ela costuma dar preferência a relatos íntimos, que refletem sua introspecção.

A psicóloga Sarah Seraj, pesquisadora da Universidade do Texas e principal autora do estudo, explica os mecanismos por trás do comportamento humano. “A linguagem de uma pessoa apresenta mudanças sutis de acordo com o seu estado psicológico”, disse a VEJA. “Embora não notemos essas alterações em conversas cotidianas, o que apenas um computador é capaz de fazer, elas estão presentes e podem refletir o fato de que o indivíduo está passando por momentos conturbados.” Seraj ressalta que o estudo também reafirmou o poder das redes sociais em influir nos relacionamentos interpessoais. Nesses sites, as pessoas escrevem sobre sua vida cotidiana e não apenas deixam rastros de seu estado emocional como são igualmente influenciadas por posts de outras pessoas.

De fato, a popularização das redes sociais, no começo da década passada, levou a uma superexposição inédita na história da humanidade. Levantamentos recentes mostram que 4 bilhões de pessoas usam regularmente Facebook, Twitter, TikTok, Instagram e afins — é mais da metade de todos os habitantes do planeta. Nada mais natural, portanto, que as plataformas tenham papel ativo na vida amorosa. Um estudo realizado recentemente pelo Pew Research Center investigou a influência das redes sociais em relacionamentos românticos. Os cientistas notaram que, entre os jovens que participaram da pesquisa, 60% disseram acreditar que as redes sociais os ajudam a permanecer mais conectados à vida do parceiro. Em outras palavras: eles precisam das mídias digitais para, de alguma maneira, provar seu amor.

Ao mesmo tempo que pode ser considerada o caminho mais curto para novos enlaces — basta dar uma espiada no sucesso do Tinder para comprovar isso —, a internet traz aspectos bastante negativos. Espionar as publicações e curtidas da namorada ou namorado não é apenas condenável como pode resultar em fixação perigosa. O stalking, termo em inglês para designar perseguição nas redes sociais, é relativamente comum entre casais recém-separados. Outro bom exemplo de novos desafios trazido pela era digital é o oversharing, ou “excesso de compartilhamento”, que consiste na postagem em demasia de palavras ou fotos que deveriam ser íntimas ou menos frequentemente publicadas. Dele resulta a superexposição, que pode ser danosa não só para uma pessoa mas para o próprio casal.

O casal paulista é a prova de que a internet pode também ser um instrumento positivo, afeita a desabrochar relacionamentos duradouros. Eles se conheceram no Tinder há cinco anos e estão juntos até hoje. “Somos um ponto fora da curva entre as pessoas que marcaram encontros pelo aplicativo”, diz Ornella

As redes sociais são mesmo usadas para tudo. Até para terminar uma relação sem confrontar o outro diretamente, o que pode ser considerado um tremendo desrespeito. Laura Conrado, escritora mineira de 36 anos, passou por três términos on-line. “Depois do primeiro, comecei a ver as redes sociais como fonte absoluta de frieza nos relacionamentos”, diz. “Com o tempo, isso passou, e percebi que elas também podem oferecer oportunidades para muita coisa boa nos namoros.” Segundo Laura, o acesso às redes sociais oferece apoio que pode ser crucial para um casal que passa por fases difíceis. Além disso, diz ela, as mídias proporcionam um meio de contato contínuo utilíssimo em romances a distância. O psicólogo Fred Mattos, autor do livro Relacionamentos para Leigos, amplia o raciocínio. “Para casais que têm uma relação feliz, as redes sociais potencializam o namoro como um estimulante”, afirma Mattos. “Para os inseguros e controladores, as mídias tornam-se uma bomba conspiratória recheada de tensão, fantasias de rejeição e abandono.”

Seja como for, a realidade é que as mídias sociais são ao mesmo tempo combustível para romances mas também inspiração para desfazê-los. Há muita gente disponível na rede, como existem também pessoas prontas para trocar o parceiro de hoje por uma experiência diferente amanhã. Nesses casos, é bom prestar atenção. Na próxima vez que o amor de sua vida falar em excesso de si próprio numa postagem, talvez seja o sinal de que ele não está mais tão a fim de você.

Veja

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Crise chega a Portugal que prevê o fim de oxigênio e leitos para Covid

(Foto: Getty Images)

Depois que o Brasil se tornou notícia no mundo inteiro por conta da crise da falta de oxigênio no Amazonas, agora Portugal já começou a emitir sinais de alerta que o gás também está perto do fim por lá. O Sindicato dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou nesta terça-feira (19) que existem vários hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo que estão atualmente em situação crítica, sendo incapazes de assegurar a qualidade do atendimento dos doentes de Covid.

“A falta de meios humanos, de camas e até de oxigênio tem levado ao acúmulo dos doentes em macas, deixas na porta dos hospitais e nas ambulâncias. Temos conhecimento de que vários hospitais não conseguem fornecer oxigênio com a adequada pressão aos doentes, problema que tende a agravar-se nos próximos dias. Devido à falta de meios, em várias unidades, os critérios para atendimento e internamento tornaram-se mais restritivos, deixando de fora muitos doentes com dificuldade respiratória e com estados clínicos potencialmente em agravamento”, afirmou a nota oficial enviada à imprensa.

O país europeu tem vivido seu pior momento desde o início da pandemia, em fevereiro do ano passado, e os casos de infecção têm sido cada vez maiores a cada dia. De acordo com o site TVi24, há faltam de insumos e profissionais da saúde em alguns hospitais do país e os que já estão na linha de frente estão sobrecarregados de trabalho.

“A falta de camas para suprir ao grande número de urgências tem tido como resultado o acúmulo de doentes em macas, e até em cadeirões, em condições pouco dignas e que dificultam o trabalho dos profissionais de saúde, e que não garantem o distanciamento necessário para evitar mais contágios”, explicou o sindicato.

No dia 13 de janeiro, o governo de Portugal decretou o segundo lockdown para conter o aumento do número de casos do coronavírus no país. O comércio e os serviços não essenciais estão fechados e devem continuar assim até o fim de janeiro, quando a norma deve passar por uma reavaliação. A ordem é que todos voltem a trabalhar em sistema home office, tal como aconteceu em março e abril do ano passado.

O país lusitano tem batido recordes do número de casos diariamente e, ao todo, o país já registrou mais de 556 mil casos desde o início da pandemia e 9.028 mortos.

Marie Claire – Globo

 

Opinião dos leitores

  1. A boiada anda tão sem argumentos, que já estão misturando o Min. Lewandowski com a falta de oxigênio em Portugal.

  2. Lewandowski resolve com certeza, basta um dos puxadinhos do PT entrar com uma ação no STF, que o glorioso ministro trapalhão recorre a corte internacional, ele é poliglota.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

PGR inicia transição para fim das forças-tarefas da Lava Jato sob argumento de precariedade do modelo

Foto: Reprodução

Sete anos após o início da Lava Jato, o modelo de forças-tarefas deve deixar de ser utilizado nas investigações da operação ainda em 2021, sob entendimento da PGR (Procuradoria-Geral da República) de que ele é instável, frágil institucionalmente e pode produz suspeitas sobre os investigadores.

A ideia é que a partir deste ano as decisões sobre as equipes que tocarão as investigações oriundas da operação fiquem mais descentralizadas, geridas nos próprios estados, e menos dependentes da chefia do Ministério Público Federal em Brasília.

Na prática, a extinção dessas forças-tarefas também pode diminuir a eficiência das apurações ligadas à Lava Jato e a abertura de novos flancos nas investigações, cujo ritmo já vem reduzindo no último ano.

Procuradores que integram os grupos têm dito que o modelo das forças-tarefas e a dedicação exclusiva foram essenciais para desvendar esquemas complexos de crimes de colarinho branco e para a recuperação em escala inédita de dinheiro desviado dos cofres públicos.

No entanto, a PGR tem avaliado que a manutenção dessas equipes de procuradores por um longo tempo pode ser institucionalmente prejudicial ao Ministério Público Federal e tenta restabelecer uma organização similar ao período pré-2014.

Primeiro, porque considera que o formato tem precariedades. A forças-tarefas têm tempo e estruturas pré-determinadas e acabam dependendo do procurador-geral para serem adiadas ou expandidas.

Por isso, há a avaliação de que elas poderiam atuar de maneira artificial, incorporando investigações diversas, para estender o seu período de atuação. A intenção é evitar que conjuntos de procuradores com o objetivo de atuar em apurações específicas acabem quase virando setores próprios dentro do MPF.

Além disso, parte dos integrantes que compõem as forças-tarefas são procuradores lotados originalmente em municípios de pequeno ou médio porte, que se voluntariam e podem acabar desfalcando seus locais de trabalho. Os sucessivos adiamentos de investigações pode atrasar o retorno desses procuradores.

Outro argumento é que procuradores insatisfeitos podem renunciar às suas funções nas forças-tarefas sem ter concluído seus trabalhos, o que criaria mais instabilidade ao modelo.

A PGR tem avaliado ainda que os constantes esforços para manter as forças-tarefas atuando pode implicar em desconfiança dos acusados sobre o trabalho do Ministério Público Federal —por exemplo, se estão sendo acionados porque os procuradores têm convicção das acusações ou só querem justificar a manutenção das forças-tarefas.

Essas insatisfações têm aparecido tanto em despachos como em declarações públicas do procurador-geral da República, Augusto Aras, como do vice-procurador-geral, Humberto Jacques de Medeiros.

Paulatinamente, as investigações sobre crimes de colarinho branco que estão sob a responsabilidade das forças-tarefas serão absorvidas por Gaecos (grupos de atuação de combate ao crime organizado), estruturas de investigação permanentes.

Normalmente, os procuradores que atuam nesses Gaecos não têm exclusividade nas investigações, embora isso possa acontecer em casos excepcionais. A decisão para isso, porém, fica mais ligada ao comando do MPF nos estados do que à PGR.

As forças-tarefas, por outro lado, têm afirmado repetidamente que conseguiram produzir resultados inéditos no Ministério Público Federal e que suas investigações podem acabar nas mãos de procuradores que só querem “sanear o estoque” —ou seja, se livrar das investigações mais complexas sem fazer análise profunda delas.

O modelo atual começou a ser esvaziado após Aras se tornar procurador-geral da República, em 2019, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Bolsonaro rompeu uma tradição que vem desde 2003, de escolha de um PGR que conste na lista tríplice votada pela ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República), da qual Aras não fazia parte.

Em 2020, as forças-tarefas da Lava Jato e também da Greenfield, que atua em Brasília e investiga desvios bilionários em fundos de pensão, começaram a serem esvaziadas.

Em São Paulo, uma mudança interna levou à implosão da Lava Jato no estado, que investigava principalmente suspeitas de irregularidades em governos do PSDB no estado.

A saída do grupo aconteceu por insatisfações com uma colega, a procuradora Viviane Martinez. Apesar de ser oficialmente a titular do setor que cuida dos casos da Lava Jato (chamado de 5º Ofício), ela não fazia parte da força-tarefa e não trabalhava nas investigações relacionadas à operação.

No entanto, os procuradores disseram que ela vinha interferindo nos trabalhos.

Os procuradores esperavam apoio da PGR para que pudesse haver a troca de Viviane por outro procurador, mais alinhado às investigações, o que não ocorreu. Eles pediram desligamento da força-tarefa e não foi formado um novo grupo para analisar os casos que ficaram pendentes.

Em Curitiba, a força-tarefa original da Lava Jato teve os seus trabalhos estendidos até outubro de 2021, mas foi retirada a exclusividade da maioria dos procuradores que atuam no caso.

Apenas 3 dos 13 continuam se dedicando integralmente à operação e os demais acumularão funções. Na avaliação de procuradores, isso é prejudicial às apurações em curso. A Lava Jato do Paraná investiga casos relacionados à Petrobras e foi responsável pelas acusações que levaram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à prisão.

No Rio, principal desdobramento da Lava Jato, que entre outras investigações desmontou uma rede de doleiros que atuava no país, a força-tarefa foi prorrogada até 31 de janeiro.

Já em relação à Greenfield, a coordenação da força-tarefa passou a ser do procurador Celso Três, após Anselmo Lopes se afastar do cargo, justificando que havia falta de apoio de Aras.

Ao assumir, Três enviou uma proposta à PGR que na prática encerraria as investigações em andamento e concentraria os casos na Polícia Federal, segundo o jornal O Globo. Na proposta, ele disse que não estava lá “para trabalhar muito” —depois justificou que era uma ironia.

Folha de São Paulo

 

Opinião dos leitores

  1. Quem foi que disse que vai acabar??
    Leiam direito a matéria.
    Oxa lá se Lula não voltar pra cadeia com esse novo modelo.
    Esperem!
    Vcs vão vê.

  2. Não precisa de Lava Jato mais não. Acabou a corrupção no Brasil. Com o Centrão no comando a vida vai melhorar. Só tem homem honesto no centrão.

  3. Viva ao mito! Agora só falta Lula sair nos braços da galera como o homem mais injustiçado da nossa história!
    Eita país escroto!

    1. Homi já foi recuperado milhões de dólares pela lava jato, e tu ainda tá com essa conversinha de injustiçado.
      Escutar!!!!
      Lula roubou e deixou roubar o país.
      Ponto final.
      Até OBAMA deixou escrito tá?

  4. Finalmente estamos vendo a esquerda falar sobre corrupção. Que coisa boa. Quero ver todos dizendo #corruptos na cadeia ou então #lugar de corrupto é na cadeia. Vamos lá pessoal.

    1. E a prisão em segunda instância? Quem de direita ou esquerda ou centro, é a favor?

  5. Tamanho disparate é um tiro certeiro na sociedade brasileira, os corruptos vão ficar euforicos, voltamos a estaca zero contra a corrupção que nos sufoca e mata, as tungadas e desvios constantes, propiciam mais desigualdade e miséria. O Brasil foi e é o paraíso dos ladrões.

  6. Kkkkkkkkk
    Nao me digam que o Aras, aquele colocado pelo genocida que nao listava nem na lista tríplice, está acabando com a Lava Jato?
    Booooorrraaaaa mmmmuuuggggirrr gado: mmmmuuuuuuuuuuuummmm!!!!

  7. Quero lembrar aos idiotas úteis que somente tem direito de fazer qualquer reclamação contra o Mito são os eleitores dele. Além disso, a decisão é da instituição MPF não cabendo ao Presidente interferir. Por fim, parem de chorar que ninguém aguenta mais esse chororô.

  8. Os bandidos não se cansam, a corrupção não para, bem diferente da justiça , do MP e da PGR que entregaram os pontos. Era só o que a bandidagem queria, agora é festa que não acaba mais, todos os bandidos vão voltar ao seu serviço, o seu tipo claro, roubar. E nós mais uma vez, sociedade, vamos pagar a conta. A PTralhada hoje comemoram até cair.

    1. Oxi, e o petê ainda está no poder ????????????

    2. Ante político tu é burro é? Poder é ter o STF nao mãos, metade dos senadores e deputados e alem de vários governadores com toda sua s estruturas, tu acha pouco é? Se liga, os corruptos estão em toda parte e não é facil acabar com eles não, e era só o wue eles queriam, acabar lava jato, diminuir poder do MP, PGR, PF….

  9. Lógico só serviu pra tirar o PT do poder e deixar as coisas como sempre foram, cadê os palhaços ? que era contra corrupção….

    1. Perfeito! Bolsonaro é bom mesmo (pros corruptos)! O cabra é bom em acabar com forças tarefas e enfraquecer as instituições! Pense !!! Se ele foi reeleito então, vai acabar com mais o que?

    2. Graças ao estelionatário que chegou à presidência prometendo combater a corrupção e depois desmontou a estrutura existente para salvar o filho se juntando aos maiores corruptos da república, antes cúmplices do PT e agora seus principais aliados. #Fora Bozo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Ford anuncia fim da produção no Brasil e fechamento de três fábricas

Foto: (Amanda Perobelli/Reuters)

A montadora Ford anunciou nesta segunda-feira (11) que vai encerrar a produção de carros no Brasil neste ano, fechando as fábricas em Taubaté (SP), Camaçari (BA) e em Horizonte (CE), segundo comunicado aos investidores publicado em seu site internacional. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da empresa no Brasil.

Cerca de 5.000 funcionários devem ser afetados na América do Sul, estima a companhia. De acordo com o comunicado, “a pandemia de Covid-19 amplificou a persistente capacidade industrial ociosa e a queda nas vendas, que resultaram em anos de perdas significativas”.

A empresa norte-americana já havia anunciado, em 2019, o fim da produção na fábrica de São Bernardo do Campo (SP).

Segundo a companhia, os consumidores da América do Sul serão atendidos pela produção vinda da Argentina, Uruguai e outros mercados. A empresa informou que irá manter seu centro de desenvolvimento na Bahia, a prova de testes em Tatuí (SP) e a sede em São Paulo.

“Com mais de um século na América do Sul e no Brasil, sabemos que essas são ações difíceis, mas necessárias para criar um negócio saudável e sustentável”, disse Jim Farley, CEO e presidente da Ford.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Os jagunços do PT desesperados tentam colocar a culpa no PR.
    Não vi aqui ninguém comentar que o mercado automobilístico está bombando mesmo com a pandemia.
    Isso a globo não mostra.
    Em quanto a ford sai, entra as outras.
    Mercado é mercado.
    A GM está trazendo de volta a SILVERADO de volta ao mercado brasileiro.
    Preocupação pra Toyota, a Hilux que se cuide.
    A Toro da Fiat, vai ganhar uma concorrente, está chegando a Torok da VW.
    O Jeep compass também vai ganhar concorrentes.
    Chupa petralhas distorcedor dos fatos.
    Quando eu era menino, isso lá atrás, meus pais me encinaram, que esse tipo de atitude, pessoas desse tipo tem nome.
    Se chama Mau Caráter.
    Chupa!!!!
    Mito 2022.

  2. A FORD tá deixando o Brasil por conta das LEIS TRABALHISTAS. A fábrica brasileira tem mais ações trabalhistas do que todas as outras 150 fábricas que a FORD tem pelo mundo a fora. Esse anúncio de saída da fábrica foi feito em fevereiro de 2019. De lá pra cá nada mudou.

    1. Exatamente. E será a 1a de muitas. E pode colocar qualquer governo, seja de esquerda ou direita…

    2. Ué? Nao acabaram com quase todas as leis trabalhistas?
      Ela foi embora pois nao vende mais nada. O poder de compra do Brasileiro se acabou depois do golpe.

    1. Comunistas são os manipulados por ele. Monopolista, ou aspirantes a, adoram um Estado regulando a vida das pessoas, para manter esse monopólio. Pesquisem sobre as pautas bancadas pela Fundação Ford.

    1. Comprei um Ford Fiesta 0 km (meu primeiro carro novo) e gostei muito. Depois de voltar para a VW, voltei a comprar um outro Fiesta em 2016 e percebi o quanto o carro não evoluiu nada e, menos de 2 anos depois, o vendi para comprar um modelo da Jeep. A sensação que tive é que nunca mais voltaria a ter um modelo da Ford, pois o único modelo que me interessava era o Focus, que também estava saindo de linha. Enfim, concordo com você: quem você conhece que estivesse interessado em comprar um modelo da Ford?

    2. Acredito que o que deve ser levado em conta não é quem compra um carro Ford ou se decepcionou com um Ford e sim as famílias que perderão os empregos. Vocês não gostarem de Ford não é justificativa para querer que famílias fiquem desempregadas.

    3. A Ford é comunista. Está conspirando contra nosso magnífico líder. Os carros da Ford são péssimos. Eu não compro. E os empregos, quem está preocupado com isso? Vamos fazer arminha e instalar mais umas fábricas de armas. Isso é que é o verdadeiro progresso.

    1. Como assim "fique em casa"? se a FORD vai pra Argentina que fez o maior Lockdowm da AL?

    1. Homi …se mude para o paraíso Venezuela ou Cuba, chora , PTralha vá aprender a trabalhar e pare de encher o saco VAGABUNDO

    1. Ouvi até dizer por ai que a vacinação já começou por lá—
      Mas a gente faz arminha com a mão, lacra, e tamos reados….
      Mas tá bom.
      Ouvi dizer por ai que a merda aqui não vai dar pra todo mundo…
      Mas tá bom.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *