Governo mantém atividades do Hospital Ruy Pereira

Foto: Ilustrativa

O Governo do Estado reuniu nesta segunda-feira, 10, o secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, o secretário adjunto de Saúde, Petrônio Spinelli, e técnicos da pasta, e tomou a decisão de manter as atividades do Hospital Ruy Pereira. Ficou definido que será renovado o contrato de aluguel pelo período que for necessário e serão realizados novos laudos de avaliação das condições estruturais para o funcionamento no prédio onde está instalada a unidade de saúde.

Também ficou definido que as medidas a serem tomadas serão discutidas previamente com a sociedade e com órgãos de fiscalização e controle. O objetivo do Governo do Estado é, além de manter as atividades do Hospital Ruy Pereira, melhorar e ampliar os serviços prestados com ganho de qualidade e quantidade.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Águia disse:

    Parabéns Governadora.
    Só que é só um paliativo. A estrutura física do prédio requer reformas urgentes. A saída mesmo é ir pra um prédio que dê mais segurança pros internos e Servidores.
    Obs: Num mesmo local onde comportem todos.
    E, não "pulverização" como queria o Secretário de Saúde.

  2. LULADRÃO disse:

    O RN vai de mal a pior!

  3. Rocha disse:

    Gente! Este prédio pertence a dois ex-deputados Neto e Cipriano Correia, tudo dentro de casa, farinha da mesma mandioca e saco. ENTENDERAM o querem que desenhe.

  4. Arnaldo Franco disse:

    Era o que tinha que ser feito mesmo. Bola dentro, Governadora. Recuar às vezes faz bem.

  5. Vbg disse:

    E o Estado quebrado pagando 200 mil por mês, 2.400.000 reais por ano! Está na hora de planejar a saída, o Estado não deveria alugar um hospital!

  6. disse:

    Cabritou… se fosse o governo federal, era porque não tinha competência nem certeza do que fazia…

MPRN requer que atos administrativos para fechamento do Hospital Ruy Pereira sejam suspensos

Governo do Estado tem três dias úteis para apresentar informações para que o juiz possa decidir sobre funcionamento ou desativação da Unidade Hospitalar Estadual de Referência no atendimento vascular-cirúrgico do SUS

Foto: Ilustrativa

Durante audiência judicial realizada na manhã desta sexta-feira (7), na 2ª vara da Fazenda Pública de Natal, a Justiça potiguar deferiu o pedido formulado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) para inserir ao processo uma petição para que, em caráter de urgência, a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) suspenda a produção de novos atos administrativos que tenham a finalidade de fechar a Unidade Hospitalar Ruy Pereira, que é referência estadual ao atendimento vascular-cirúrgico do Sistema Único de Saúde (SUS).

Antes de apreciar de fato o pedido do MPRN, o juiz estabeleceu o prazo de três dias úteis para que o Governo do Estado apresente informações quanto ao funcionamento ou desativação do Hospital Ruy Pereira. Esses elementos serão analisados pelo Juízo para fundamentar a decisão quanto à suspensão dos atos administrativos ou do processo que se encontra em curso.

Segundo o MPRN, não existe na rede hospitalar estadual outra unidade com capacidade instalada para receber a alta demanda de pacientes hoje referenciada para esse tipo de cuidado no RN.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. LUCIANO BRITO disse:

    OTIMA NOTICIA.

Hospital Ruy Pereira ganha novo Autoclave e Raio X digital

Com a nomeação, pelo secretário estadual da Saúde Pública, Luiz Roberto Leite Fonseca, dos novos membros da diretoria do Hospital Doutor Ruy Pereira dos Santos, publicada no Diário Oficial do Estado, no dia 7 de julho de 2014, a unidade passa a oferecer uma nova situação no aspecto do atendimento aos seus pacientes de clínica médica, cirurgias ortopédicas e vasculares. Recentemente, o hospital adquiriu um novo equipamento de Autoclave e Raio X digital que permitirão ao Ruy Pereira garantir uma melhor retaguarda no atendimento odontológico, inclusive com cirurgias para pacientes portadores de deficiência especial, além das cirurgias eletivas e ortopedia vascular.

“Temos como meta aparelhar melhor o hospital, a fim de que venha a confirmar o seu novo perfil. Estamos adequando a unidade, com a instalação de novo um autoclave, que trata-se de um aparelho utilizado para esterilizar artigos através do calor úmido sob pressão, utilizado em laboratórios de pesquisas e hospitais para a esterilização de materiais, além de um Raio X Digital, que possui um sistema de geração de imagens em tempo real, não sendo necessária a revelação do filme, diminuindo e exposição de pacientes à radiação”, destacou Francisco Júnior Rego, diretor administrativo.

“Estamos, portanto, adequando o hospital para que ele venha a atender melhor nossa clientela da ortopedia vascular, assim como para odontologia, neste caso com cirurgias para pacientes portadores de deficiência especial”, disse Júnior Rego.

Além do médico Francisco Júnior Rego, assumiram a nova administração, Patrícia Cristina, na condição de diretora geral do hospital; Leonardo Carletto Borges, para a função de diretor técnico, além da servidora Kamila Marques da Costa, para a função de diretora de Enfermagem.

O Hospital Ruy Pereira, inaugurado em 2010, possui como novo planejamento, segundo o diretor Júnior Rego, transformar seu perfil hospitalar, tendo como meta oferecer aos pacientes “instalações modernas e equipamentos condizentes com suas necessidades”. A unidade hospitalar, que conta com 80 leitos de enfermaria e 8 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) localiza-se na rua Joaquim Manoel, 720, em Petrópolis, Natal.

Hospital Ruy Pereira reabre mais dez leitos de enfermaria

O Hospital Estadual Dr. Ruy Pereira está ampliando o atendimento à população, colocando em funcionamento 10 leitos de enfermaria que haviam sido fechados para reforma e reabilitação. São seis leitos de clínica médica e quatro de cirurgia odontológica para pacientes especiais.

De acordo com o diretor administrativo da unidade, Paulo Mendes, as enfermarias receberam pintura nova, revisão hidráulica e elétrica e ganharam novos equipamentos.

Com a reabertura dessas enfermarias, o Ruy Pereira soma agora 25 leitos recuperados, tendo em vista que recentemente foram revitalizados mais 15. “A medida serviu para desafogar o Hospital Estadual Deoclécio Marques, em Parnamirim, que transferiu os seis pacientes para o Ruy Pereira. Já os leitos destinados a procedimentos odontológicos foram ocupados por pacientes da própria unidade que têm indicação de cirurgia, extração e restauração com aplicação de anestesia geral. Para isso, o hospital mantém dois cirurgiões bucofaciais que realizam o trabalho”, explicou Paulo Mendes.

Inaugurado em 08 de outubro de 2010 o hospital Dr. Ruy Pereira é o único hospital do Estado de referência em diabetes. Ao todo, são 86 leitos para pacientes com diabetes e mais oito leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Sesap anuncia complementação de servidores no Hospital Ruy Pereira

Na noite de ontem (14), o secretário estadual de Saúde Pública (Sesap), Luiz Roberto Fonseca, se reuniu com a direção do Hospital Dr. Ruy Pereira, na governadoria, para discutir a reorganização de recursos humanos daquela unidade hospitalar. A unidade que atua, desde 2010, como referência estadual em cirurgias vasculares possui 84 leitos de enfermaria e 8 de terapia intensiva.

Diante da necessidade de ampliação do quadro de servidores para atuar nas enfermarias e unidade de terapia intensiva, Luiz Roberto Fonseca solicitou ao setor de Recursos Humanos da Secretaria que tomasse as medidas necessárias para o remanejamento de novos servidores para o hospital.

Durante a reunião, ficou acertado que o hospital receberá, inicialmente, seis novos servidores, sendo cinco para complementar os serviços administrativos e um técnico de manutenção. Além disso, um novo chamamento, que obrigatoriamente atenderá a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar nº 101, de 04/05/2000), também será feito para ampliar as escalas médicas e possibilitar a abertura de mais leitos de UTI e de enfermaria na unidade.

“Para alcançarmos as metas que desejamos para o Hospital Ruy Pereira estaremos investindo, inicialmente, no fortalecimento da gestão. O fortalecimento do processo de trabalho da enfermaria e da gestão administrativa são pilares essenciais para o bom funcionamento de qualquer hospital e é isso que iremos ordenar no Ruy Pereira”, disse o secretário Luiz Roberto.

No encontro ainda foram discutidos ações de habilitação de leitos junto ao Ministério da Saúde, mutirões de cirurgias, andamento de obras de reforma de enfermarias e a manutenção da demanda referenciada por meio da Central Metropolitana de Regulação.

Os comentários estão fechados.