Economia

Bolsonaro classifica como hipocrisia o fechamento de praias no Rio: “A vitamina D é uma forma de você evitar que o vírus te atinja com gravidade”

Foto: Ueslei Marcelino

O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta sexta-feira o decreto do prefeito do Rio, Eduardo Paes, que fechou praias nos fins de semana, para conter o avanço da Covid-19. Bolsonaro considerou a medida uma “hipocrisia” porque o banho de sol é uma maneira de conseguir vitamina D, cuja deficiência pode aumentar o risco de contrair o novo coronavírus.

O decreto de Paes, publicado nesta sexta-feira, proíbe não apenas o banho de sol nas areias como também esportes (como altinho e futevôlei, entre outros), o banho de mar e atividades econômicas por ambulantes e barraqueiros.

— Vê lá o Rio de Janeiro agora, o prefeito, fiquei sabendo, o decreto fechou tudo, até praia. A vitamina D é uma forma de você evitar que o vírus te atinja com gravidade. Onde você consegue a vitamina D? Tomando sol. Uma hipocrisia — disse Bolsonaro nesta sexta, em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada.

Um estudo feito no ano passado por pesquisadores da Universidade de Medicina de Chicago, nos Estados Unidos, mostrou que pacientes com deficiência da vitamina D que não receberam tratamento tiveram quase duas vezes mais chance de ter um diagnóstico positivo em comparação com pacientes que tinham níveis suficientes da vitamina.

Com O Globo

Opinião dos leitores

  1. Engraçada são as fotos. Esse BG é uma resenha mesmo.
    Tenho certeza que os bolsonaristas qdo vêem o título do post com a foto, se ajoelham em reverência.
    Fico só imaginando a cena.
    kkkkkkkkkkkkkkkkklkk

  2. Sol, boa ventilação e descontração. Tudo isto o cidadão encontra à beira nar. Mais uma vez o Presidente tem razão.

    1. Quando a inteligência é exposta. Parabêns Sérgio, você é o máximo.
      Onde você mais se expõe ao sol? Em casa? no trabalho? na parada de ônibus? dentro do supermercado? Andando na rua de camisa, calça e sapato?
      Qual a possibilidade de pegar covid na praia, com o calor do sol ao ar livre?
      Impressiona ver que a ideologia politica leva a achar certo ser corrupto e aceita o fechamento de espaço público aberto e ao ar livre, sem qualquer comprovação científica que isso evita o covid.

    2. Roberto, em qualquer lugar que não seja coberto, existe a possibilidade de tomar banho de sol, esse banho de sol não pode passar de 15 minutos. Quer dizer que o sol mais benéfico é o da praia? Parabéns Roberto, você é o máximo.

  3. 🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐮🐴🐴🐴🐴🐴🐴🐴🐴🐴🐴🐴🐴🐴🐴🐴🐴

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

PANDEMIA: Shopping Midway Mall segue temporariamente fechado aos domingos e feriados

(Foto: Reprodução)

O Shopping Midway, em comunicado aos lojistas, diz que como não houve atualizações de decretos do poder público, continuando sem garantia de livre circulação das pessoas no domingo, seguirá temporariamente fechado aos domingos e feriados.

“Reforçamos que está permitida a operação no formato Delivery para todas as lojas, mesmo com o Shopping fechado, até às 22h (todos os dias, inclusive domingo)”, diz trecho de nota.

Opinião dos leitores

  1. Negativo Ze Ruela, é um Decreto de Grelo Duro, mesmo, deixa passar o prazo e não renove pra ver se não abre, tu deve ser da UFRN; diz logo que estás no Lockedown do Litoral Sul. kkkk eu também, só vamos voltar o normal nas eleições, temos que reeleger nossa companheira.

  2. Aos negacionistas: o shopping está fazendo isso pq não tem público suficiente pra valer a pena abrir(gastos com energia, horas extras, etc). Com a pandemia em alta e sem vacinas nem leitos suficientes, o público não sai de casa !

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Fim de semana de toque de recolher fecha 9 estabelecimentos em Natal e registra TCOs no interior

O fim de semana registrou intervenções por parte das forças de segurança para fazer cumprir o toque de recolher no Rio Grande do Norte. Na capital potiguar, a polícia fechou nove estabelecimentos que não cumpriram toque de recolher. Na ocasião, também foram registrados termos circunstanciados entre sábado e o domingo (7), com extensão ao interior.

Confira abaixo resumo de ocorrências: 

De sábado (06/03) para domingo (07/03)

* 1 TCO lavrado em Nísia Floresta, com 6 homens flagrados em via pública depois das 20 horas, consumindo álcool e ouvido som.

* 2 TCOs em Messias Targino, com 2 autuados (proprietários de bares funcionando após o toque de recolher)

* 1 TCO em Patu (autuado o proprietário de um balneário que estava funcionando com pelo menos 30 pessoas aglomeradas no local)

* 2 TCOs em Várzea (duas pessoas conduzidas a DP por desobediência

* 1 TCO por desobediência ao decreto em Baía Formosa

* Em Natal, 5 estabelecimentos foram fechados e toda área da Orla de Ponta Negra

De domingo (07/03) para segunda (08/03)

* 1 TCO desobediência (São Paulo do Potengi

* 1 TCO desobediência (13 pessoas, em São Fernando

* Em Natal, 4 estabelecimentos fechados, com 2 autuações

Opinião dos leitores

    1. Chega a ser inacreditável ver gente como você apoiando uma atitude que está levando pessoas a miséria e matando as pessoas de fome trancadas dentro de casa, sem poder ganhar os seus 1000 reais suados por mês para trazer comida pra dentro de casa e alimentar sua família. É de uma crueldade indescritível.

      Perdoa-lhes senhor, porque eles sabem o que fazem…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Governador anuncia isenção de impostos a bares e restaurantes, e auxílio de mil reais a desempregados do setor no Ceará

Foto: Helene Santos/SVM

O governador Camilo Santana, nesta quinta-feira (4), anunciou um pacote de medidas para auxiliar o setor de bares e restaurantes do Ceará. Dentre elas, está a concessão de auxílio financeiro de R$ 1 mil a desempregados do setor. Segundo o gestor, a quantidade de pessoas nessa situação gira entre 5 mil e 10 mil. Ainda não há mais informações sobre como será o processo para solicitar o auxílio.

Foi anunciada também a isenção do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) do ano de 2021 a veículos registrados nos nomes das empresas. Aqueles pequenos empreendedores cujos veículos são registrados nos próprios nomes terão direito à isenção em um automóvel. As contas de água de março, abril e maio também não precisarão ser pagas.

Já em relação ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o valor poderá ser parcelado em até 60 vezes.

Com novo decreto, academias, atendimento presencial em restaurantes e celebrações em igrejas de Fortaleza serão suspensos

Confira as medidas:

Parcelamento de todos os débitos de ICMS em 60 vezes

Isenção do IPVA de 2021 para veículos registrados na empresa, e até um carro que esteja no nome do profissional autônomo ou MEI que atue no segmento

Criação do Selo Lazer Seguro (que fornece tratamento diferenciado por comprovar que o estabelecimento cumpre os protocolos de segurança)

O governo vai pagar a conta de água de março, abril e maio de todos os estabelecimentos (restaurantes, bares, lanchonetes, barracas de praia, e outros similares)

Isentar todos os débitos de conta de água de março de 2020 até final de fevereiro de 2021 serão também isentados

Isentar o pagamento da tarifa de contingência

Auxílio financeiro para os desempregados do setor de alimentação em R$ 1 mil, a ser pago em duas parcelas (março e abril)

Representantes do setor de bares e restaurantes, e também da área de eventos, lamentaram a suspensão das atividades pelo período de 14 dias. Taiene Righetto, presidente da Associação de Bares e Restaurantes do Ceará (Abrasel), pediu mais atenção ao setor.

“Nós viemos com grandes restrições já há pelo menos 30 dias mais que qualquer outro setor da economia e agora o fechamento total. Esse preço é pago com falências e demissões. Já fechamos dois mil postos de trabalho nos últimos 30 dias e agora acredito que venha aí uma avalanche de falências imensuráveis e de demissões”,

O pacote de medidas para o setor foi prometido pelo governador desde o último dia 26 de fevereiro. “Também temos conversado com o setor de bares e restaurantes para discutir algumas medidas de apoio, assim como lançamos recentemente para o setor de eventos. Já devemos anunciar essas medidas no começo da próxima semana”, comentou o governador à época.

G1-CE

Opinião dos leitores

  1. E aí Fatão GD, vai comer corda e dizer que vai comprar vacinas e acompanhar esses governadores né??
    Pois cuide.
    O Ceará vai auxiliar trabalhadores e aqui, vai deixar morrer de fome??
    Como corda e mande ficar em casa.
    Figuem em casa que fatão vai copiar o Ceará.
    Pernanbuco e Bahia deve fazer o mesmo, Fátima do PT, vai ficar na mentira e chupando os dedos.
    Ou vai atrás do véi Bolsonaro???
    Kkkkkkkkkkk
    Se vire!!

  2. Fatão só sabe pedir dinheiro ao governo Federal, e pegue desvio para pagar funcionários, para fazer publicidade, pra contratar empresas ligadas ao PT, agora para dar auxilio para empregados dos restaurantes e bares porra nenhuma, os vinte e quatro milhões que ela destinou para fazer propaganda mentirosa do governo do Estado porque não destina para abrir mais UTIS em vez de ficar só esperando pelo governo federal, pense em uma governadora incompetente

  3. E a inepta do RN, o que ela vai fazer?
    Ela só gosta de posar ao lado das vacinas. Tô vendo a hora ela invadir a pista e ser atropelada pelo avião kkkkk

    1. Kkkkkk Um jumento já foi atropelado na pista do aeroporto na Bahia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Governo do Estado emite nota sobre leitos de UTI em Mossoró e região

O Governo do Estado em nome da Sesap esclarece que nenhum leito de UTI foi fechado em Mossoró e em nenhuma região do estado. Com aval do Ministério Público, alguns leitos foram revertidos durante a estabilização da pandemia para leitos não covid, atendendo outras patologias, além da transferência de leitos de alguns hospitais, como aconteceu com o Hospital Wilson Rosado para a rede pública, de forma sustentável e correta.

A SESAP informa ainda que além da transferência, é importante destacar que o Hospital São Luís tem hoje quarenta (40) leitos de UTI contratados pelo estado e está em fase de expansão de mais dez (10) leitos críticos, totalizando 50 leitos críticos de UTI. Além disso, o estado expande, nesse momento, mais dez (10) leitos clínicos no Hospital Rafael Fernandes, ambos referências Covid na região. Em dezembro, com o aumento de casos, dez (10) leitos de Leitos críticos de UTI Covid foram abertos no Hospital Rafael Fernandes.

Prova disso é a transferência de pacientes da região metropolitana do estado para a cidade de Mossoró, devido à disponibilidade atual de leitos.

Opinião dos leitores

  1. Essa nota é um argumento para justificar os investimentos no hospital São Luís. Os valores são altos . SIM É correto todo investimento para hospital. Salva vidas, porém o que falta é transparência dessas empresas e da secretária de saúde do estado, empresas aberta só para prestar serviços, sempre é bom. Porém seria ótimo fiscalização da receita federal e do SUS, já que auditoria do governo do estado é frágil e fraca. A onde existe privado misturado com filantropia e bom ver com um olhar cirúrgico a onde está sendo colocado o dinheiro do contribuinte. NÃO, vejo com bons. Olhos funcionários que são auditores públicos, sendo administradores de hospital privado. Será que a lei permite? Como pode a raposa cuidar do galinheiro. Espero que Capa preta não fique só nos ombros do Batman. Pois o mosego não enxerga, MAS escuta bem os sinais. FUIIIIIII.

  2. Fatão já é a melhor governadora da história do RN. Disparado!!!
    E se comparar com Robinson e Rosalba então… vixe Maria!

  3. GRANDE professora,INIMIGA DA EDUCAÇÃO. Está próximo de 1 ano e nem uma mão de cal deram nas escolas. O RN tá LASCADO!!!

  4. Vamos vê se a professora Fátima faz alguma coisa também na EDUCAÇÃO.
    UM ANO SEM AULAS, e não tiveram tempo pra preparar os colégios, é imoral.
    Em quanto isso, a rede privada segue preparando alunos de todas as faixas etárias.
    O que vai provocar num curto espaço de tempo uma desigualdade social sem precedentes.
    Isso tudo, é porque a governadora é professora, muito embora não se ter notícias de um ex aluno dela.
    Isso é uma vergonha!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

ACREDITE SE QUISER: Governo do Estado pede encerramento de contrato de 10 leitos em hospital em Mossoró

No momento em que o Rio Grande do Norte vive uma crise na ocupação de leitos críticos durante a pandemia da covid-19, o Governo do Estado peticionou a descontinuidade de contrato de 10 leitos firmado com o Hospital Wilson Rosado para fins de prestação de serviços hospitalares em Unidade de Terapia Intensiva, que atende especialidades como alta complexidade em neurocirurgia, cardiologia e oncologia – todas pelo SUS.

Com um prazo de vigência até 27 de março deste ano, o Estado justifica o valor anual de R$ 15.300.000,00 (quinze milhões e trezentos mil reais), e “despesa excessiva” ao Estado do Rio Grande do Norte. Vale ainda destacar que os leitos no Hospital Wilson Rosado continuam mantidos, anualmente, por vias judiciais.

VEJA TAMBÉM: Sesap emite nota sobre leitos em Mossoró e região

Ao Blog, uma fonte no setor destacou que o Hospital Wilson Rosado é retaguarda para o Hospital Tarcísio Maia, também em Mossoró, além dos hospitais de Pau dos Ferros e Assú.

Em meio ao cenário da pandemia, outras especialidades também agonizam com filas de regulação. No caso do contrato do Estado com o Hospital Wilson Rosado, os 10 leitos ainda são insuficientes.

O Governo justifica que disponibiliza 20 leitos para outras especialidades além da covid no Tarcísio Maia. Por outro lado, especialistas afirmam que mesmo com esses disponíveis no Hospital Wilson Rosado, leito de UTI nunca é de menos.

“Sempre vai ter paciente necessitando de leitos críticos. UTI é condição de vida. Sem leito, paciente morre. As outras especialidades caíram no esquecimento, disse a fonte ao Blog.

Opinião dos leitores

  1. Isso é arrumado para o jeitinho de colocar mas 10 leitos no hospital São L……z Tá na hora de haver uma fiscalização nesse contrato e nas empresas que prestação serviço ao governo do estado, na hora em que ocorre isso os jornalistas e fazem pressão aí o secretário de saúde entra com a informação que vai abril 20 leitos em Mossoró, sendo 10 no Hospital São Luiz, e outros 10 no hospital Rafael Fernandes. Puro jogo de políticos usando hospital particular com contrato cheio de segredo e ? ?. O que falta é auditoria profunda em um hospital filantrópico que tem alto serviço privado e recebe fortuna pública na sombra de justiceiro do bem estar social, porém ninguém tem coragem de ver a ? preta desses hospitais. Basta só ver os bem dos bem estar que encontram as despesas que tanto o secretário diz que tá alta. O que falta no RN é a promotoria se movimentar, pois nem tudo que parece arrumadinho é na verdade despesas . Construção e manutenção são ralos para despesas maquiada, em qualquer instituição até nesse governo que só falar em milhões, porém cadê a cópia e os CNPJ das empresas que prestao serviço a saúde no estado com suas declarações de imposto de renda. E comprovante depósito do capital inicial, papel aceita tudo, e calado. Porém extrato bancário fala muito.

  2. É uma piada essa criatura. No momento mais crítico ela só pensa em fechar hospital. Tomará que um dia ela venha precisar e esteja algum funcionando. Ela é da turma se adoecer nata logo pq ñ presta mais pra nada. Descarta as pessoas que adoecem. A lei do retorno vai chegar na tua porta e nas tuas obras ou melhor falta delas. Eu responsabilizo a gestão por todas as mortes de Covid no estado. Ela ñ dezenas ñ faz nada. Só pega carona e tá desorientada. Pensou que faria o mal na gestão passada. O mal tá na tua gestão que foi amaldiçoada. Volta de onde tu veio. Ninguém te suporta aqui no estado não intrusa. Vc e uma turma.

  3. Fatão, deixa de ser amarrada, tira uma lasquinha da verba federal e mantém os leitos. A justificava seja qual for será plausível

  4. A justificativa foi de “despesa excessiva”. Não foi, portanto, falta de recursos. E o genocida é Bolsonaro.

  5. Fatão deveria ser responsabilzada por metade das mortes no RN, cadê o Hospital de campanha? Respiradores? Muita incompetência dela e da equipe, pqp. Vamos lembrar disso nas próximas eleições.

  6. Desculpe Anderson, vc está mesmo no melhor do seu poder de raciocínio? Acho melhor avisar alguém para levar vc é um profissional médico psiquiatra, essas 250 mil mortes aconteceram com a participação de pessoas fora do senso crítico como vc, governadores, prefeitos, presidente, corruptos e políticos de todas as matizes. Que disse "Melhor construir estádios que hospitais" , quem comprou respiradores imprestáveis, quem não abriu hospital de campanha, recolheu equipamentos vitais, fechou e está fechando contratos existentes na área, não paga fornecedores ou paga pelos preços exorbitantes, se esconde em casa, fala besteira pelos cotovelos, não sabe articular um frase completa, praticou ou prática atos de corrupção, não construiu leitos hospitalares; se vc usar a cabecinha vai descobrir, mais para que isso aconteça, as vezes, tem que estar medicado.

  7. Tai o que Fatão faz agora se isso fosse do governo federal ela estava metendo o cacete golpi, golpi, golpi quero vê agora quem é realmente o genocida.

  8. Se não fosse os governadores o povo estaria morrendo a míngua por aí, muito provavelmente não seriam 250 mil vítimas

    1. Você conversa uma merda, que sua boca fede igual a vaso sanitário de bar de quinta categoria.
      MITO 2022

    2. Você mora em que planeta para fazer um comentário "inteligente" destes?

    3. Mais um esquerdopata que não consegue ver os fatos. Vive no mundo da mentira, que seus corruptos de estimação criam e ele acredita. É mais um alienado a serviço daqueles que atuam para "o quanto pior, melhor pra eles".

    4. Governantes receberam dinheiro de ruma, têm a obrigação de prestar um bom atendimento à população. O que fizeram? Promoveram gastos exorbitantes, compraram equipamentos quebrados ou que jamais foram entregues, superfaturaram insumos, aluguéis de ambulâncias, e por aí vai.

    1. Não seja injusto, Calígula. Fátima Bezerra já fechou até um buraco na Estrada de Pipa. Fez até foto para divulgar esse feito faraônico.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Salvador anuncia fechamento de praias, quadras e clubes

Foto: Valma Silva/G1 BA

O prefeito Bruno Reis anunciou novas medidas para complementar o novo toque de recolher determinado pelo governador Rui Costa, nesta segunda-feira (22). Em Salvador, as praias voltarão a ser fechadas por ao menos sete dias.

O fechamento será a partir da quarta-feira (24), para que barraqueiros e vendedores possam se organizar. Clubes sociais também voltarão a ser fechados na quarta.

Já a partir de terça-feira (23), todos os campos e quadras da cidade serão fechados e a prefeitura vai retirar a iluminação desses locais. Assim como as praias, as medidas também serão válidas por sete dias, e podem ser prorrogadas.

“Essas medidas não descartam que outras medidas mais necessárias sejam aplicadas nessa semana. Nem eu e nem o governador, hesitaremos em fechar tudo e desativar a segunda fase e primeira fase, se houve risco de colapso. O risco existe e está aí”, disse o prefeito Bruno Reis.

‘Praticamente 100% de ocupação dos leitos de UTI’

O prefeito também chamou a atenção para a elevação no número de casos e internações em Salvador. Na sexta-feira (19), 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) foram abertos na tenda de apoio à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Valéria. Esses leitos já foram ocupados.

“Aqueles 10 leitos que abrimos sexta-feira em Valéria já estão todos ocupados. Com eles, restabelecemos um número de leitos de UTI que nós tínhamos anteriormente em Salvador. Dia 10 de fevereiro, a realidade de Salvador era completamente diferente dessa realidade de hoje. Em onze dias, os números cresceram de forma expressiva. Ontem [domingo, 21], Salvador tinha 80% de ocupação dos leitos de UTI”.

“Quando nós regularmos todos os pacientes que estão nas UPAs, que estão nos gripários, nós vamos chegar a praticamente 100% de ocupação dos leitos de UTI”.

Bruno Reis disse ainda que 24 unidades de saúde, onde funcionam consultórios odontológicos, terão atendimentos suspensos e serão convertidas em leitos para tratamento do coronavírus.

“Esses atendimentos estão suspensos, nós não vamos fazer atendimento bucal e vamos transformar estas salas em espaços que irão funcionar com leitos de enfermaria. No total, nessas 24 unidades, poderemos atender 75 pessoas”.

O prefeito voltou a falar sobre o Hospital Salvador. A prefeitura está assumindo a unidade, que será exclusiva para o combate à pandemia, como um hospital de campanha. O hospital já tem 20 leitos de UTI e 40 leitos clínicos em funcionamento e outros 20 de UTI e 80 de enfermaria serão abertos.

As novas medidas foram divulgadas durante uma coletiva de imprensa para a nomeação dos candidatos aprovados no concurso da prefeitura. Segundo o prefeito, essa foi a última coletiva presencial desse período de pandemia, e as próximas serão feitas virtualmente.

G1 Bahia

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Após mortes recentes por covid, João Câmara-RN determina fechamento de estabelecimentos e espaços públicos

O portal G1-RN destaca nesta quinta-feira(18) que o município de João Câmara, na região do Mato Grande, anunciou que vai publicar um novo decreto endurecendo as medidas de combate a Covid-19. De acordo com a Secretaria de Saúde, o município registrou 5 mortes em quatro dias, passando de 20 para 25 óbitos confirmados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia. O decreto vai valer a partir desta sexta-feira (19), e tem validade de 15 dias.

Entre as medidas estão o fechamento das escolas particulares que tinham retomados aulas presenciais; fechamento de bares; proibição de venda de bebidas alcoólicas para consumo nos estabelecimentos; cancelamento de eventos públicos e privados que possam provocar aglomerações. O município tem uma população estimada em 35.160 pessoas.

Com acréscimo do G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Comitê Científico do RN recomenda fechar por 14 dias escolas, e bares e restaurantes após 22h

O Comitê Científico organizado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP/RN), considerando que é necessário manter sob controle a epidemia da COVID-19 no RN e entendendo que durante os períodos festivos e de feriado prolongados foram
provocadores de grandes aglomerações, que tiveram reflexo no aumento do número de casos no fim de dezembro e início de janeiro e que se intensificou nos dias iniciais de fevereiro;

Considerando as aglomerações que estão ocorrendo no período do Carnaval, que terão reflexo provável nas próximas semanas;

Considerando que a Região Metropolitana atingiu um platô no número de casos que se mantém alto por um período prolongado;

Considerando que a Taxa de Ocupação de Leitos Críticos encontra-se acima de 80%, com 3 unidades hospitalares de referência já com 100% de ocupação, alertando para um possível colapso de leitos na região;

Considerando que a introdução de novas variantes do SARS-CoV-2 já se encontram em circulação nos estados vizinhos, com possível circulação no Rio Grande do Norte, apesar de ainda não detectado;

Considerando que crianças e jovens, muitas vezes assintomáticos, são responsáveis pela transmissão domiciliar a idosos susceptíveis;

Considerando que interações em bares e restaurantes não conseguem cumprir com as medidas do protocolo de biossegurança e distanciamento social, assim recomenda, cabendo a decisão da governadora Fátima Bezerra:

1  – Suspensão das atividades presenciais de bares e restaurantes em todo RN após 22h por 14 dias, devendo a medida ser reavaliada após esse prazo;

2. Suspensão das aulas presenciais das escolas privadas por 14 dias, devendo a medida ser reavaliada ao final desse período;

3. Criação de serviço de denúncia para pais e alunos de escolas, sejam públicas ou privadas, fazerem denúncia sobre ocorrência de casos de sintomáticos respiratórios que não tenham sido devidamente afastados do convívio, assim como suas turmas escolares não tenham sido submetidas ao protocolo orientado na Nota Informativa número 03/2021 – SESAP/SUVISA;

4. Adiamento do início das aulas das escolas públicas do estado por 14 dias, ao fim do qual deverá ser reavaliada a necessidade de novo adiamento;

5. Fortalecer os cuidados preventivos nas academias no que concerne ao uso de máscaras e distanciamento social inclusive com aplicação de multa para aqueles estabelecimentos que forem flagrados infringindo as regras.

6. Estabelecimento de barreiras sanitárias com os estados da Paraíba e Ceará, bem como nos portos e aeroportos, assim como implementação de barreiras sanitárias e intensificação do monitoramento e rastreio nos municípios sabidamente turísticos do estado do RN;

7. Busca ativa de casos e contatos, bem como monitoramento dos casos ativos pela Atenção Primária dos municípios;

8. Aplicar sanções previstas em lei a estabelecimentos de saúde públicos e privados, como clínicas, hospitais e laboratórios, que deixem de notificar os casos aos serviços de informação e de controle de leitos;

9. Ampliar a vigilância genômica no Rio Grande do Norte;

10. Suspender as atividades ambulatoriais de clínicas e consultórios e serviços públicos de rotina que não comprometam o cuidado
continuado ao paciente;

11. Suspender cirurgias eletivas que demandem uso de leitos críticos na Região Metropolitana;

12. Proibir eventos em toda a orla do RN por 14 dias;

13. Abrir leitos de UTI covid-19 no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), os quais deverão ser mantidos enquanto a Taxa de Ocupação do RN estiver acima de 60%;

14. Ampliar a fiscalização do estado (Polícia Militar) nos finais de semana em bares e na orla potiguar, especialmente da região metropolitana.

Opinião dos leitores

  1. Não acredito que as escolas irão pagar pelos irresponsáveis. Pq não foram rígidos com as festas de fim de ano e carnaval? Agora as crianças irão pagar por isso? As escolas estão seguindo os protocolos tudo certinho! Isso é um absurdo!!!

  2. É muita INCOMPETÊNCIA achar que o vírus Sou Circula depois das Dez horas da noite até às Cinco da manhã. Meu Deus Ilumine essa Corja de cabeça de bagre e que Eles tenham CORAGEM, DETERMINAÇÃO, INTERESSE e VONTADE POLÍTICA para combaterem o Covid-19 e Essa população Irresponsável e Inconsequente com RIGOR e muito SPRAY de Pimenta e Cassetete. Ainda são os Melhores Remédios. Com certeza ficarão TODOS Dentro de casa.

  3. Espero que o Prefeito Álvaro Dias não embarque em nenhuma "canoa" oferecida pela UFRN. A instituição é seria, em tese, mas tem núcleos esquerdóides que são os queridinhos da governadora petista.

    1. Basta ter maior fiscalização. As rondas policiais serem mais efetivas. As pessoas precisam trabalhar, donos de estabelecimentos comerciais também tem famílias para sustentar.

  4. Nosso prefeito não vai corroborar com essa palhaçada…nossa cidade não pode parar…Bora Alvão!!!!!!!!!!!!!!

    1. O próprio comitê científico de natal já sugeriu postergar aulas presenciais .Continuará remotamente segundo a secretária.Nao se trata de acatar ou não as decisões de preservar vidas .A situação está alarmante.

  5. Pode apostar,: segunda onda, terceira onda, quarta onda, nova cepa do vírus… Esse papo só vai amenizar quando os que atrapalham os planos globalistas/comunistas forem neutralizados ou eliminados. Enquanto isso não acontecer, será somente o reino do terror e das ameaças biológicas.
    E mais, vacina não vai funcionar, sempre vai precisar de reforço enquanto o domínio globalista não se sentir confortável.

    https://is.gd/aBp9Su

    1. Verdade. Os usuários de ônibus tem que se mobilizar e cobrar uma solução para o problema dos ônibus.Tudo lotado se a mínima condição de se proteger do corona vírus.

  6. Essa desgovernadora não acerta uma, tudo desajustado e fora do tempo. Inicialmente mandou desativar leitos de atendimento ao covid ao tempo que estimulou a desativação de UTIs, não estimulou a tomada de decisões preventivas de combate a doença, fez vista Grossa na campanha e em muitos momentos, muita conversa e pouca ação, o seu secretário é um piadista de terceira categoria, já foi secretário diversas vezes e nunca emplacou como gestor,

    Pessima escolha, a SESAP está sendo loteada com partidários políticos, uma nova gestão repleta de incompetentes, sem rumo e prumo, não vamos sair dessa fácil, tomar as precauções necessárias e rezar, só Deus olha por nós.

  7. Essa mulher só sabe fazer Decreto? Os ônibus continuam cheios. Qual a providência? Incompetente. Kd o hospital de campanha? Kd os 5 milhões?

  8. O Governo de "Fátima Bezerra" é totalmente INCOMPETENTE, DESPREPARADO E MAL INTENCIONADO.
    Ela não vem NENHUMA PREOCUPAÇÃO COM O RN.

    1. Quando morrer alguém da sua família (se vc tiver) ai tu muda de conversa.

  9. Esses babacas deveriam ter se pronunciado no período da campanha eleitoral para prefeitos e vereadores, ficaram todos com as bocas costuradas, bem caladinhos. Cadê os cinco milhões dos respiradores que nunca chegaram no RN?

  10. Excelentes medidas, pena que chegou atrasado novamente, só depois do Carnaval . Não dão uma dentro, eita guvernu incompetente.

  11. Já ia esquecendo, feche também as bocas de fumo e bares das comunicações dominadas pelo tráfico de drogas, ai eu digo que a Sra tem capacidade, competência e domínio do Estado.

  12. Vamos Governadora Fátima Fecha logo tudo, dê o Golpe de Misericórdia nesse estado falido, mal administrado, vamos decretedos logo sua incompetência no poder executivo.
    Bora fecha tudo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Zenaide comemora aprovação de PL que proíbe fechamento de hospitais de campanha antes de ampla vacinação popular

Com o voto favorável da senadora Zenaide Maia (Pros-RN), o Senado aprovou, nessa quarta-feira (10), o PL 4844/2020, que proíbe a desativação de hospitais de campanha em locais onde a população ainda não foi amplamente vacinada contra a covid-19. Em suas redes sociais, Zenaide classificou a medida como “necessária para salvar vidas” e lembrou que a pandemia ainda causa um número alto de mortes diárias.

“A pandemia ainda não acabou e, pelo contrário, ainda mata mais de mil brasileiras e brasileiros por dia! As novas variantes estão aí, desafiando os nossos sistemas de saúde e os hospitais de campanha ajudam a complementar o atendimento aos pacientes”, pontuou a parlamentar.

O PL 4844/20 é de autoria da senadora Rose de Freitas (MDB-ES) e segue para a análise na Câmara dos Deputados.

Opinião dos leitores

  1. Senadora cobre de Fátima Bezerra a abertura dos hospitais regionais que ela e seu secretário de saúde fecharam.

  2. E os 5 milhões dos respiradores quando serão devolvidos ao Estado o povo tbm quer saber Senadora.

  3. A senadora Zenaide é o único voto que eu não me arrependo, parabéns senadora, continue honrando os votos dos seus eleitores. Agora estou muito arrependido de ter votado em Bolsonaro e em Styvenson, esse senador é uma piada de mal gosto.

  4. Quanta sensatez!!! Enquanto o outro lá não produz, apenas é do contra, Zenaide dá orgulho aos potiguares.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEOS: Multidão toma conta de BH contra decreto de Kalil que obrigou o “fechamento” do comércio

 

O Jornal da Cidade Online noticia que nesta segunda-feira(11) a população em Belo Horizonte, em Minas Gerais, não aceitará o tolhimento de seus direitos. Aos gritos de “Fora, Kalil” e “Lockdown, não! Queremos trabalhar”, a multidão tomou conta da Avenida Afonso Pena, portando cartazes e esperando o prefeito para que ouça o clamor de quem depende do comércio para a subsistência. Matéria completa AQUI.

Opinião dos leitores

  1. Se o prefeito não tivesse fechado 177 leitos, bh teria hoje 424 leitos
    funcionando e não 247
    e a taxa de ocupação cairia para 51% e não 87% como está agora.
    O que este ditador passa hoje é o resultado da soberba dele.
    Tai o resultado!!!
    Os únicos que escaparam quase ilesos desta praga foram os chineses.

  2. Tem que fechar sim, não só em BH, mas em todas as cidades que a população desrrespeita o distanciamento SIM…
    FECHA TUDO.

  3. É assim que o povo da a Resposta a esse políticos que aproveitadores, e que sempre procura a saída mais fácil…

    1. Os idiotas perderam a modéstia e eles vão vencer porque são muitos.

  4. Matéria bem rala e de cunho tendencioso essa.
    Em Belo Horizonte a taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com Covid chegou a 83,3%, ainda em alerta vermelho, ou o mais preocupante.
    84% das empresas ativas instaladas na capital têm autorização para continuar funcionando.
    Concordo com a prefeitura. Tem que fechar mesmo esses locais. Manter apenas os essenciais é o mais importante nesse momento. Quem frerquenta academia praticamente em sua maioria, quase arrasadora são pessoas novas, bombadas, com imunidade la em cima…Essas pessoas são fortes condutores do vírus. Quer malhar, malhe em casa, ou senão será dentro do caixão.
    E quanto a esses veículos de informações que noticiam de forma a agradar paixões políticas, lembrem-se que tudo que escrevemos aqui ficará para a história. Mirem-se no mau exemplo do serviço que a imprensa dos anos 20 do século passado prestou ao Brasil na luta contra a peste.
    Seus netos te julgarão.

    1. Vocês da terra plana são muito estranhos. Quer dizer que todo mundo que fizer o que aos olhos do seu bandido de estimação for errado, automaticamente vira um vilão. A maioria dos mineiros não é burra que nem vocês. O Kalil foi reeleito com mais de 60% de aprovação contra 0,95% do que ficou em segundo lugar. Se liga, sô!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Ford anuncia fim da produção no Brasil e fechamento de três fábricas

Foto: (Amanda Perobelli/Reuters)

A montadora Ford anunciou nesta segunda-feira (11) que vai encerrar a produção de carros no Brasil neste ano, fechando as fábricas em Taubaté (SP), Camaçari (BA) e em Horizonte (CE), segundo comunicado aos investidores publicado em seu site internacional. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da empresa no Brasil.

Cerca de 5.000 funcionários devem ser afetados na América do Sul, estima a companhia. De acordo com o comunicado, “a pandemia de Covid-19 amplificou a persistente capacidade industrial ociosa e a queda nas vendas, que resultaram em anos de perdas significativas”.

A empresa norte-americana já havia anunciado, em 2019, o fim da produção na fábrica de São Bernardo do Campo (SP).

Segundo a companhia, os consumidores da América do Sul serão atendidos pela produção vinda da Argentina, Uruguai e outros mercados. A empresa informou que irá manter seu centro de desenvolvimento na Bahia, a prova de testes em Tatuí (SP) e a sede em São Paulo.

“Com mais de um século na América do Sul e no Brasil, sabemos que essas são ações difíceis, mas necessárias para criar um negócio saudável e sustentável”, disse Jim Farley, CEO e presidente da Ford.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Os jagunços do PT desesperados tentam colocar a culpa no PR.
    Não vi aqui ninguém comentar que o mercado automobilístico está bombando mesmo com a pandemia.
    Isso a globo não mostra.
    Em quanto a ford sai, entra as outras.
    Mercado é mercado.
    A GM está trazendo de volta a SILVERADO de volta ao mercado brasileiro.
    Preocupação pra Toyota, a Hilux que se cuide.
    A Toro da Fiat, vai ganhar uma concorrente, está chegando a Torok da VW.
    O Jeep compass também vai ganhar concorrentes.
    Chupa petralhas distorcedor dos fatos.
    Quando eu era menino, isso lá atrás, meus pais me encinaram, que esse tipo de atitude, pessoas desse tipo tem nome.
    Se chama Mau Caráter.
    Chupa!!!!
    Mito 2022.

  2. A FORD tá deixando o Brasil por conta das LEIS TRABALHISTAS. A fábrica brasileira tem mais ações trabalhistas do que todas as outras 150 fábricas que a FORD tem pelo mundo a fora. Esse anúncio de saída da fábrica foi feito em fevereiro de 2019. De lá pra cá nada mudou.

    1. Exatamente. E será a 1a de muitas. E pode colocar qualquer governo, seja de esquerda ou direita…

    2. Ué? Nao acabaram com quase todas as leis trabalhistas?
      Ela foi embora pois nao vende mais nada. O poder de compra do Brasileiro se acabou depois do golpe.

    1. Comunistas são os manipulados por ele. Monopolista, ou aspirantes a, adoram um Estado regulando a vida das pessoas, para manter esse monopólio. Pesquisem sobre as pautas bancadas pela Fundação Ford.

    1. Comprei um Ford Fiesta 0 km (meu primeiro carro novo) e gostei muito. Depois de voltar para a VW, voltei a comprar um outro Fiesta em 2016 e percebi o quanto o carro não evoluiu nada e, menos de 2 anos depois, o vendi para comprar um modelo da Jeep. A sensação que tive é que nunca mais voltaria a ter um modelo da Ford, pois o único modelo que me interessava era o Focus, que também estava saindo de linha. Enfim, concordo com você: quem você conhece que estivesse interessado em comprar um modelo da Ford?

    2. Acredito que o que deve ser levado em conta não é quem compra um carro Ford ou se decepcionou com um Ford e sim as famílias que perderão os empregos. Vocês não gostarem de Ford não é justificativa para querer que famílias fiquem desempregadas.

    3. A Ford é comunista. Está conspirando contra nosso magnífico líder. Os carros da Ford são péssimos. Eu não compro. E os empregos, quem está preocupado com isso? Vamos fazer arminha e instalar mais umas fábricas de armas. Isso é que é o verdadeiro progresso.

    1. Como assim "fique em casa"? se a FORD vai pra Argentina que fez o maior Lockdowm da AL?

    1. Homi …se mude para o paraíso Venezuela ou Cuba, chora , PTralha vá aprender a trabalhar e pare de encher o saco VAGABUNDO

    1. Ouvi até dizer por ai que a vacinação já começou por lá—
      Mas a gente faz arminha com a mão, lacra, e tamos reados….
      Mas tá bom.
      Ouvi dizer por ai que a merda aqui não vai dar pra todo mundo…
      Mas tá bom.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Banco do Brasil anuncia programa de demissão voluntária e fechamento de 361 unidades, entre agências, postos de atendimento e escritórios

Foto: Reprodução

O Banco do Brasil anunciou na manhã desta segunda-feira, em fato relevante ao mercado, a abertura de programas de demissão voluntária e fechamento de 361 unidades, entre agências, postos de atendimento e escritórios no primeiro semestre deste ano.

O programa de demissão, que vai até fevereiro, prevê o desligamento de pelo menos 5 mil pessoas.

Segundo o comunicado, das 361 unidades a serem fechadas, 112 são agências, 242 são postos de atendimento e sete são escritórios.

Pelo menos 243 agências serão convertidas em postos de atendimento e oito postos de atendimento serão transformados em agências. Outras 145 unidades de negócios serão transformadas em lojas Banco do Brasil, sem guichês de caixas.

O banco informou ainda a criação de 28 unidades de negócios, sendo 24 especializadas em agronegócio.

“A reorganização da rede de atendimento objetiva a sua adequação ao novo perfil e comportamento dos clientes”, explicou o banco.

Com a pandemia, cresceram as transações online e o uso de aplicativos dos bancos, que aproveitam para cortar custos de operação.

O Banco do Brasil informou que a economia anual estimada por estes movimentos é de R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025.

O BB aprovou duas modalidades de desligamento incentivado voluntário aos funcionários: o Programa de Adequação de Quadros (PAQ), melhorando a distribuição da força de trabalho, com preenchimento de vagas e redução de funcionários onde houver excesso, no entender do banco.

E o Programa de Desligamento Extraordinário (PDE), disponível a todos os funcionários do BB.

“A estimativa do BB é que cerca de 5 mil funcionários venham a aderir aos dois programas de desligamento. O número final de adesões, assim como o respectivo impacto financeiro, serão informados ao mercado após o encerramento dos períodos de adesão que ocorrerá até 5 de fevereiro”, diz o comunicado do banco.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. Quem falou que privatização baixa preço??….Qual motivo do Estado ser dono de Banco?? Necessário so CEF e BNDES….Atendimento Péssimo,para uma leva de marajás !!!!

  2. Pura safadeza.
    Redução de pessoal, desemprego e privatização. Me mostrem qual empresa privatizada reduziu os preços pros consumidores e eu direi se presta.

    1. Telefonia.
      antes da privatização pai trocou um caminhão por duas linhas telefônicas, hoje em dia num tem telefone quem não quer

  3. A grande maioria dos funcionários (ainda tem uns poucos atenciosos) atendem o cliente como se estivessem fazendo favor.

  4. Não se modernizou, colocou o cliente para fora da agência, atendimento péssimo. Enquanto isso os bancos digitais avançam

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

ORLA: Prefeitura do Natal determina fechamento de quiosques às 18h do dia 31; se situação sair de controle, acesso de praias serão fechados

A Prefeitura de Natal decidiu que vai manter a orla de Natal aberta no réveillon. Por outro lado, os quiosques só poderão funcionar até às 18h, nesta quinta-feira (31), para evitar aglomerações. Instalação de mesas e cadeiras também estará proibida, de acordo com a secretaria de meio ambiente e urbanismo.

Caso a situação fique “fora de controle”, agentes de trânsito deverão fechar os acessos às praias, segundo informou o secretário adjunto de Mobilidade, Walter Pedro.

As informações foram divulgadas após uma reunião entre órgãos municipais e estaduais que discutiu a fiscalização que será realizada quanto às medidas de prevenção à covid-19.

Vale lembrar que também está proibida a realização de eventos com mais de 50 pessoas. Também está cancelada a tradicional queima de fogos patrocinada pelo poder público na virada de ano para 2021.

A prefeitura e o governo do estado prometem fortalecer a fiscalização para conter aglomerações em locais públicos e privados. Pelo menos 22 viaturas das polícias, guarda municipal e fiscalização do município vão percorrer corredores de bares, restaurantes e casas de shows.

Opinião dos leitores

  1. Mais a posse de vereadoras e prefeito está mantida, será que o decreto desse prefeito politiqueiro proibi o vírus Chinês de ter acesso a posse, ou ele só aparece na orla marítima depois das 18hs00.

  2. Lá vem mais um FAZ de CONTA. Exigir com RIGOR da população o Isolamento Social e o USO Obrigatorio de Mascaras, Isso ninguém quer Fazer. FECHAR TUDO QUE NAO É ESSENCIAL ninguém tem INTERESSE, CORAGEM e DETERMINAÇÃO em FAZER. Agora Mentirem, Enganarem, são TODOS expert. UMA VERGONHA. Mete Spray de Pimenta, Bomba de Gas Lacrimogeneo e de Efeito Moral, com CERTEZA é o MELHOR remedio.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Prefeitura de Cruzeta-RN decreta fechamento de bares, restaurantes, lanchonetes e similares por 15 dias, e ainda estabelece restrições no município

O prefeito de Cruzeta(distante 219 km de Natal) José Sally decretou o fechamento de bares e restaurantes, lanchonetes, quiosques e similares em espaços públicos e privados pelo prazo de 15 dias. Também proibiu a realização de festas privadas. Confira decreto publicado no Diário Oficial dos Municípios abaixo.

GABINETE DO PREFEITO
DECRETO Nº 1.185, 07 DE DEZEMBRO DE 2020

Dispõe sobre o restabelecimento de medidas excepcionais para conter o aumento da transmissibilidade do novo coronavírus, e dá outras providências.

O PREFEITO MUNICIPAL DE CRUZETA-RN, usando da atribuição que lhe confere a Lei Orgânica Municipal,

CONSIDERANDO as disposições do Decreto Municipal nº 1.118, de 01 de abril de 2020, que decretou situação de calamidade pública no Município em razão da grave crise de saúde pública decorrente da pandemia da COVID-19 (novo coronavírus), reconhecida pela Organização Mundial de Saúde – OMS;

CONSIDERANDO a competência suplementar dos municípios no tocante a assuntos e interesses locais no âmbito de seus territórios, consoante disposição dos incisos I e II do art. 30 da Constituição Federal;

CONSIDERANDO que desde o início da pandemia, a Administração Pública Municipal tem buscado promover medidas preventivas para evitar o contágio e a disseminação da COVID-19, tendo adotado como princípios basilares dos protocolos a higienização contínua e frequente, o uso de máscaras de proteção facial e o distanciamento social;

CONSIDERANDO que a despeito do acerto de todas as recomendações preventivas no combate ao COVID-19, a população tem relaxado sistematicamente nas medidas profiláticas, circunstância que se agravou e poderá se agravar mais ainda, podendo ocasionar, ainda mais, um acentuado aumento em casos de coronavírus com graves prejuízos da saúde e possíveis óbitos;

CONSIDERANDO que as medidas de prevenção à COVID-19 impõem cautela e redobrada atenção, principalmente em situações que possam ocasionar a aglomeração de pessoas e o aumento da transmissibilidade do coronavírus,

DECRETA:

Art. 1º Fica suspenso o funcionamento de todos os restaurantes, lanchonetes, pizzarias, quiosques, bares e similares, localizados no município de Cruzeta.

§1º Os estabelecimentos de que trata o caput poderão funcionar exclusivamente para os serviços de delivery, tele-entrega ou ponto de coleta (take away).

§2º É vedada a disponibilização de mesas e cadeiras.

Art. 2º- Fica suspenso o funcionamento de todas as áreas de lazer e estabelecimentos similares, localizados no município de Cruzeta.

Art. 3º- Os estabelecimentos que exploram as atividades de comercialização de alimentos, tais como: supermercados, mercadinhos, padarias, armazéns e estabelecimentos congêneres; os que comercializam materiais de construção ou reforma; farmácias, drogarias e similares deverão observar as seguintes regras:

I – controle de acesso de clientes, de forma a evitar aglomerações, disponibilizando funcionários para organização da entrada no estabelecimento;

II – limitação do número de clientes a 1 (uma) pessoa a cada 5 m² (cinco metros quadrados) do estabelecimento;

III – a limpeza e higienização das superfícies em que o cliente tenha contato, com álcool em gel 70%, além do uso de equipamentos de proteção individual – EPI (máscaras e luvas) para os funcionários que tenham contato direto com à população;

IV – não permitir a entrada de clientes sem máscara ou advertir no caso do uso inadequado (abaixo do queixo ou nariz).

Art. 4º- Fica suspenso o funcionamento do Ginásio Poliesportivo, Estádio de Futebol “O Boscão” e das Quadras Poliesportivas Municipais.

Art. 5º – Ficam dispensados de perícia médica pela Junta Médica do Município, para fins de convalidação, os atestados médicos com prazos inferiores a 90 (noventa) dias, os quais deverão ser entregues na Coordenadoria de Recursos Humanos da Prefeitura.

Art. 6º – As academias ficam obrigadas à observância das restrições sanitárias estabelecidas nos termos do Decreto Municipal nº 1.160, de 17 de agosto de 2020, para a reabertura gradual e responsável das academias, sob pena de interdição temporária do estabelecimento.

Parágrafo único. Fica estabelecido um prazo de 72 (setenta e duas) horas para os proprietários de academias apresentarem a Secretaria Municipal de Saúde, uma planilha de frequência dos seus alunos (organizada por horário – respeitada a regra da ocupação de 01 aluno a cada 05 (cinco) m²).

Art. 7º – A fiscalização caberá à Polícia Militar e a Guarda Municipal, que poderão, inclusive, interditar o evento ou comemoração que descumprir as regras estabelecidas pela Admi­nistração Pública Municipal, encaminhando o Auto de Infração à Polícia Civil para instauração de procedimento de apuração. O telefone para denúncias é o (84) 99402-0475 (Guarda Municipal).

Parágrafo único. Em caso de descumprimento das medidas previstas neste Decreto, as au­toridades podem impor as penalidades previstas no art. 10 da Lei Federal nº 6.437, de 20 de agosto de 1977, que tipifica esta transgressão como crime contra a saúde pública, nos termos do art. 268 do Código Penal, podendo inclusive haver a pena de detenção de até um ano, além de multa.

Art. 8º – As medidas e restrições previstas neste Decreto será por tempo indeterminado, podendo ser revistas a qualquer momento, de acordo com as taxas e índices de transmissibilidade da COVID-19, no município de Cruzeta.

Art. 9º – Encaminhe-se cópia do presente Decreto as Polícias Civil e Militar, Guarda Municipal, para fins de ciência e fiscalização quanto ao seu cumprimento, para o Ministério Público e para os meios de comunicação, em especial, emissoras de radiodifusão e sites de notícias, para ampla divulgação.

Art. 10 -Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Cruzeta(RN), 07 de dezembro de 2020.

JOSÉ SALLY DE ARAÚJO

Prefeito Municipal

http://www.diariomunicipal.com.br/femurn/materia/105596AC/03AGdBq265bO923Kqss-U3FBTeOItBKvN80_UpdOz5V9zHDz_1PSxT5PSiC53Az9HmyS-mz37wQ15YttKZZe6508Xl3lNd0xJexYSMfhojv-Y8_AQJa7E62LfqLb_h04HB7a5Ru5izcUPKd4260i9P3B3uCLlenQ3MJTyk9_l3haYVKaooV5SMNyrhTvD8vkOCERRZvXFXP6pWk6iBjR0VtkKLmmFQkZsOr5V-QSBimwSsFfz94vbL90Tvrs3siiEiNLElnMAx4t1Mk6LlKrO7q6FjrDIvB2v6PzzeQZpjl8LVzwN7pzy1ZcpLtYY6c5JjHWfZ2moW5g8lwVUv5xHAAa7aCbnn5qR5rhxY3XQrZ3f7HwmgsqJ21Oo71myjFbMTAuP6GhbPuGSIkw79Ei63OT0Xei5lClszFccFx2-xklacLJ7E6M46Oo2SK1VuFZHtk0uH2PeH3nc5DD2Ct2s1DiQt7GnBfRcpvDGJXS0wh2aFBEOJWmdzeOq4f7oUDmoT_h8_e2cTCku9jmqhL3DCxax1fE0LK0tSbg

Opinião dos leitores

  1. Tenho dito.
    BG cuidado com as pessoas que vc bota pra mexer nesse blog.
    Pode tar lhe traindo.
    Botei um comentário aqui, falando tão somente a verdade, e foi excluído.
    Presta atenção BG.

  2. Trancou a ruma de babões que correram sendo besta nas eleições. Quem paga é o comerciante, infelizmente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Justiça determina fechamento de clínica Optoclim na Grande Natal por exercício ilegal da medicina

Foto: Divulgação/Cremern

Na tarde dessa terça-feira (13), o Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – CREMERN teve deferida a tutela de urgência, nos autos da Ação Civil Pública, em trâmite na 5ª Vara Federal, pelo Juiz Ivan Lira de Carvalho, contra representantes da CLÍNICA OPTOCLIM. A decisão judicial aceitou o pedido, suspendendo toda e qualquer atividade privativa da clínica em Natal e Parnamirim até julgamento final da ação.

O Cremern recebeu denúncia no último mês de agosto, no sentido de que na CLÍNICA OPTOCLIM possui um centro optométrico, situado em Parnamirim e na zona norte de Natal, e estaria sendo exercida ilegalmente a medicina, inclusive realizando exames de vista, comprovadas através das propagandas dos serviços oferecidos nas mídias sociais. O Conselho de Medicina ajuizou a ação visando preservar o princípio constitucional do direito à saúde, em face da atuação dos técnicos da óptica, ou optometristas, e da vedação da prática, por esses profissionais, de atividades privativas de médicos oftalmologistas.

A ação teve como base os Decretos 20.931/1932 e 24.492/1934, que regulam e fiscalizam o exercício da medicina, dispõem que: DECRETO 20.931/1932 Art. 38. É terminantemente proibido aos enfermeiros, massagistas, optometristas e ortopedistas a instalação de consultórios para atender clientes, devendo o material aí encontrado ser apreendido e remetido para o depósito público, onde será vendido judicialmente a requerimento da Procuradoria dos leitos da Saúde Pública e a quem a autoridade competente oficiará nesse sentido. O DECRETO 24.492/1934 Art. 13. É proibido ao proprietário, sócio gerente, ótico prático e demais empregados do estabelecimento, escolher ou permitir escolher, indicar ou aconselhar o uso de lentes de grau, sob pena de processo por exercício ilegal da medicina, além das outras penalidades previstas em lei. Art. 14. O estabelecimento de venda de lentes de grau só poderá fornecer lentes de grau mediante apresentação da fórmula ótica de médico, cujo diploma se ache devidamente registrado na repartição competente.

O Processo Nº: 0806210-77.2020.4.05.8400 foi elaborado pela Assessoria Jurídica do Cremern, tendo os advogados Klevelando Santos e Tales Rocha Barbalho como responsáveis.

“O Cremern está atento a qualquer tentativa de exercício ilegal de Medicina e seguirá tomando as medidas cabíveis”, encerra o texto da assessoria.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *