SÃO GONÇALO: Garibaldi confirma que PMDB apoiará candidatura de Poti Neto

Plenário do Senado durante sessão deliberativa ordinária. Em pronunciamento, senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN). Foto: Moreira Mariz/Agência Senado
Foto: Moreira Mariz / Agência Senado

O senador Garibaldi Alves Filho, um dos maiores líderes do PMDB no Rio Grande do Norte, confirmou hoje ao portal Agora RN que o partido vai apoiar a candidatura de Poti Neto para prefeito de São Gonçalo do Amarante nas eleições do próximo ano.

Poti Neto é vice-prefeito e decidiu romper com o prefeito Jaime Calado pelo fato do PR estar firme com o projeto de lançar uma candidatura própria no município. Segundo Garibaldi, houve uma tentativa de negociação dos partidos em nível estadual, mas como elas terminaram esbarrando nas divergências locais, cada partido terá seu candidato em 2016.

““Estamos diante dessa perspectiva, cada uma terá o seu candidato próprio; o PR de um lado e o PMDB do outro. E o candidato do PMDB será Poti Neto, que é o atual vice-prefeito de Jaime Calado”, confirmou o senador.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Avelino disse:

    Com o governo medíocre que Robson Farias está fazendo a Re Rosalba já está dando saudade..

  2. joel Avelino de lima disse:

    Robson Farias vai dar um chega pra lá em vcs Alves, novamente. Viva robson farias.

  3. joel Avelino de lima disse:

    Esse senador com futuro político sempre é muito sem futuro vai levar um canga pé Grande em são Gonçalo até porque o prefeito e bem avaliado.

SÃO GONÇALO: Poti Neto oficializa rompimento do PMDB com Jaime visando a candidatura própria em 2016

poti-neto

O vice-prefeito de São Gonçalo do Amarante, Poti Neto, do PMDB, confirmou ao Blog do BG que o partido rompeu com o prefeito Jaime Calado, do PR, por discordar do novo projeto político do prefeito e por estar de olho na candidatura própria do partido para 2016.

Em conversa com o Blog, Poti Neto informou que o último cargo político que o grupo político tinha na Prefeitura foi entregue oficialmente nesta terça-feira (3).

“Esse foi o último cargo. Não possuímos mais nenhum cargo no governo. Rompemos por discordarmos do novo projeto político e também porque estamos pensando em uma candidatura própria do partido nas eleições do próximo ano”, disse.

Mesmo entregando os cargos da gestão, Poti vai continuar como vice-prefeito. Ele lembra que a decisão de continuar no cargo partiu do princípio dele ter sido eleito democraticamente para ser o vice, ocupando, assim, um cargo eletivo. “Então, vou continuar como vice-prefeito. Fui eleito pra isso”, completou.

O PMDB já vinha mantendo um distanciamento político de Jaime nos últimos meses e essa entrega de cargo apenas oficializa o que já vinha se desenhando. O próprio grupo político de Poti o quer como candidato nas eleições do próximo ano e continuar junto a Jaime poderia terminar fazendo com que o projeto não se concretizasse.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Val Lima disse:

    O problema do grupo político do PMDB de SGA é a provável escolha do Prefeito Jaime pela candidatura do Sup da CEF aqui no RN,deixando de fora o vice Poti….dizem no município que havia um acordo firmado no pleito passado quando da formação da chapa vencedora , Neto seria o candidado de Calado já q o mesmo não poderia concorrer pois foi reeleito…. pelo visto a coisa não deu certo…..

  2. […] – Em conversa com o Blog, Poti Neto teria informado  que o último cargo que o grupo político tinha na Prefeitura foi entregue […]

PR e PMDB oficializam candidaturas de Jaime Calado e Poti Neto em São Gonçalo

Uma convenção para marcar a nova era política de São Gonçalo do Amarante. Foi assim neste domingo (24) o evento que homologou as candidaturas de Jaime Calado (PR), candidato a reeleição e seu companheiro de chapa, Poti Neto (PMDB).

A união de tradicionais adversários políticos foi testemunhada por milhares de crianças, jovens e adultos que lotaram um dos ginásios da cidade, além dos deputados federais João Maia (PR) e Paulo Vagner (PMDB), o deputado estadual Poti Júnior (PMDB), vereadores e lideranças políticas do município.

A coligação, na avaliação de Jaime Calado já nasce forte, pois conta com 16 partidos importantes na política de São Gonçalo, além de lideranças expressivas, não só do município como de todo o Rio Grande do Norte. Emocionado, Jaime ofereceu seu discurso ao irmão e amigo de todas as horas, Rui Pereira (in memoriam). A união das forças políticas da cidade também foi o tom do discurso do deputado federal João Maia, que rendeu homenagem a quem contribuiu, de forma incansável, para proporcionar este momento a São Gonçalo.

“Este palanque tem homens sérios e comprometidos com o desenvolvimento desta cidade. Foi pensando no grande momento que São Gonçalo vive, com a chegada do aeroporto, da geração de milhares de empregos e de oportunidades, que Jaime Calado, Poti Júnior, João Maia, Henrique e tantos outros decidimos nos unir. Esta união não tem barganha política, tem sim, muita vontade de continuar trabalhando por São Gonçalo”, finalizou.