Tarde quente na CMN: Vereadores devem votar três projetos polêmicos

Uma tarde de decisões importantes na Câmara Municipal. Devem ser votados hoje o impeachment da Prefeita Micarla de Sousa, o projeto que permite a existência de postos de combustíveis em supermercados e a Lei de Diretrizers Orçamentárias de 2013. Amanhã, vereadores entram de recesso.

A LDO é considerada importante tem a finalidade de orientar a elaboração dos orçamentos fiscal e da seguridade social.  Já a lei dos postos, uma iniciativa do vereador Fernando Lucena (PT), já conta com a assinatura de 16 parlamentares para que possa ser apreciada em regime de urgência.

Os vereadores vão apreciar também o requerimento do gabinete do vereador Júlio Protásio (PSB), que pede o impeachment da prefeita Micarla de Sousa. O processo de impeachment somente é aberto se  onze votos em plenário foram favoráveis. Semana passada, esse placar não estava consolidado. Há muita divergência entre os parlamentares, inclusive alguns da oposição, que consideram a propositura apressada.