Judiciário

Barroso vai relatar ação de Bolsonaro contra medidas restritivas no RN e mais dois estados

Foto: © Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso foi escolhido nesta sexta-feira(28) para relatar a ação na qual a Advocacia-Geral da União (AGU) pede a suspensão de medidas restritivas de lockdown e toque de recolher adotadas por três estados para conter a disseminação do novo coronavírus.

A escolha da relatoria foi feita por sorteio eletrônico, método que é usado para distribuir todas as ações que chegam ao tribunal. O ministro não tem prazo para decidir a questão.

A ação direta de inconstitucionalidade foi protocolada ontem (27). A ação, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo advogado-geral da União, André Mendonça, pede derrubada de decretos do Rio Grande do Norte, de Pernambuco e do Paraná que estabeleceram as medidas nesta semana.

Ambos argumentam que os estados vêm decretando medidas sem respeitar as liberdades fundamentais da população. Além disso, sustentam que as “medidas extremas” são excessivas e desproporcionais diante da vacinação contra a covid-19.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Brasil bate novo recorde com 228.954 casos de Covid em 24 h; País registrou 672 óbitos

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (27).

Pelo segundo dia seguido, o Brasil bateu o próprio recorde de casos de Covid-19 registrados em 24 horas.

– O país registrou 672 óbitos nas últimas 24h, totalizando 625.085 mortes;

– Foram 228.954 novos casos de coronavírus registrados, no total 24.764.838;

Dessa forma, a média móvel de óbitos dos últimos sete dias ficou em 411, a maior desde desde 11 de outubro de 2021. A média móvel de casos é de 168.514, a maior desde o início da pandemia.

O ministério da Saúde calcula que mais de 22 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Suécia decide não recomendar vacinas contra Covid para crianças de 5 a 12 anos

Foto: EFE/EPA/Jessica Pasqualon

A Suécia decidiu não recomendar vacinas contra a Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos, disse a Agência de Saúde nesta quinta-feira (27), argumentando que os benefícios não superam os riscos.

“Com o conhecimento que temos hoje, com um baixo risco de doenças graves para as crianças, não vemos nenhum benefício claro em vaciná-las”, disse a autoridade da Agência de Saúde Britta Bjork holm em entrevista coletiva.

Entretando, crianças em grupos de alto risco já podem tomar a vacina. Bjorkholm acrescentou que a decisão pode ser revisada se a pesquisa mudar ou se uma nova variante mudar a pandemia.

A Suécia registrou mais de 40 mil novos casos da doença em 26 de janeiro, um dos números diários mais altos durante a pandemia, apesar dos testes limitados.

Enquanto a quarta onda viu os recordes diários de infecção serem quebrados, os cuidados de saúde não estão sob a mesma pressão das ondas anteriores.

Na quinta-feira, 101 pacientes com Covid-19 necessitaram de cuidados intensivos, bem abaixo dos mais de 400 pacientes durante a primavera de 2021.

No total, quase 16 mil  pessoas morreram de Covid-19 na Suécia desde o início da pandemia.

O governo da Suécia estendeu nesta quarta-feira (26) as restrições, que incluem horários de funcionamento limitados para restaurantes e limite de público para locais fechados, por duas semanas, mas disse que espera removê-las em 9 de fevereiro.

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Vacinas poderiam ter salvo 2 mil vidas no RN com a imunização de pessoas com comorbidades, aponta levantamento do LAIS

Foto: reprodução/LAIS/UFRN

Mais de 2 mil vidas poderiam ter sido salvas, apenas no Rio Grande do Norte, com a imunização de pessoas com comorbidades. Esses são alguns dos dados levantados e analisados por pesquisadores do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN), tendo como base as informações a partir do dia 19 de janeiro de 2021, data do início da imunização no RN contra a covid-19.

Entre os pacientes que apresentam qualquer tipo de comorbidade que não se vacinaram ou não completaram o esquema vacinal , os índices de óbitos e internações são significativos. Nos casos de óbitos, o percentual supera os 94%, sendo que 70,58% não estavam imunizados.

A vacinação também faz diferença entre as pessoas que não apresentam comorbidades, uma vez que o Rio Grande do Norte registrou, durante todo o período, um total de 176 mortes entre pessoas não vacinadas ou que tomaram apenas a primeira dose do imunizante. Em percentuais esses números significam 86,70% das vidas perdidas. O percentual de internados, também não vacinados, é similar, superando a casa dos 84%.

Segundo o diretor executivo do LAIS, professor Ricardo Valentim, o levantamento confirma que há um maior número de óbitos por covid-19 entre os indivíduos com comorbidades, porém os que estão vacinados foram mais protegidos em mais de 70% em relação aos que não se vacinaram. “Isso significa que, caso todas as pessoas internadas com comorbidades, em UTI covid-19, estivessem completamente vacinadas, o RN teria possivelmente menos 2122 óbitos hoje”.

Abaixo, alguns dos dados levantamentos pelos pesquisadores:

Informações gerais

Total de internações registradas: 9063 (em alguns casos, um mesmo paciente pode ser computado duas vezes, com a transferência entre leitos clínicos e críticos)
Total de óbitos registrados: 3208
Total de internados não vacinados ou com somente uma dose: 7701 (84,74%)
Total de óbitos entre não vacinados: 2265 (86%)

Indivíduos com comorbidades

Total de óbitos entre pessoas com comorbidades: 3032 (94,51%)
Total de óbitos entre pessoas não vacinadas com comorbidades: 2140 (70,58%)
Total de óbitos entre pessoas vacinadas com comorbidades: 892 (29,42%)

Indivíduos sem comorbidades

Total de óbitos entre pessoas sem comorbidades: 203
Total de óbitos entre vacinados sem comorbidades com a D2: 27 (13,30%)
Total de óbitos entre pessoas não vacinadas sem comorbidades ou que tomaram somente a D1: 176 (86,70%)

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Unimed Natal recomenda suspensão de procedimentos eletivos

Diante do cenário progressivo de contágio da variante Ômicron (Covid-19) associado à epidemia de Influenza A – H3N2, a Unimed Natal recomenda a suspensão temporária das cirurgias eletivas em toda a rede credenciada.

A decisão acontece por causa do aumento da ocupação dos leitos hospitalares, escassez dos insumos para os exames de análises clínicas e pelo afastamento de profissionais das equipes de saúde (médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem).

A recomendação não abrange procedimentos de urgência, oncológicos, obstétricos ou que tragam risco iminente de vida ou de agravamento do estado clínico do paciente.

Caso tenha algum procedimento previamente agendado, entre em contato com o seu médico.

A medida é temporária e será reavaliada no prazo de 15 (quinze) dias a contar de 27 de janeiro.

Para saber mais sobre as características da variante Ômicron acesse:

A Unimed Natal reafirma o seu compromisso no cuidado com a saúde de cada cliente e da população em geral.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

45 milhões de brasileiros já poderiam, mas não tomaram dose de reforço

Foto: Sérgio Lima / Poder360

Dos 89 milhões de brasileiros que completaram o 1º ciclo vacinal (2 doses ou dose única) há 4 meses, só 44 milhões voltaram para receber a dose de reforço até 4ª feira (26.jan.2022).

Desde 20 de dezembro, brasileiros vacinados há mais de 4 meses estão aptos a receber o reforço. Ou seja, há 45 milhões de pessoas aptas que não voltaram para recebê-la.

Entre os Estados, o Ceará é o mais adiantado, com 60,6% dos aptos com a aplicação adicional. São Paulo vem logo atrás. Vacinou 15 milhões de pessoas, ou 59% dos aptos. Depois o Rio Grande do Norte, com 57,2% aptos.

Já Roraima, Pará e Amapá não conseguiram vacinar nem 1 em cada 4 aptos ao reforço.

Poder360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Brasil atinge 70% da população vacinada com 2ª dose ou dose única

Foto: FABIO RODRIGUES POZZEBOM / AGÊNCIA BRASIL

O Brasil bateu nesta quinta-feira (27) a marca de 70% da população vacinada com a segunda dose ou dose única dos imunizantes contra Covid-19.

Até agora, 164.084.222 (76,92%) receberam a primeira dose, enquanto 149.352.782 (70%) concluíram o esquema vacinal, com as duas doses ou com a vacina de dose única da Janssen. Já 44.283.945 (20,76%) receberam a dose de reforço, fundamental para completar a imunização contra a doença.

A campanha de vacinação contra a Covid-19 completou um ano no último dia 17 de janeiro. Desde então, mais de 407,4 milhões de doses de vacinas já foram distribuídas para todo país, de acordo com o Ministério da Saúde.

O Brasil tem registrado uma disparada nos casos confirmados de Covid-19 nos últimos dias devido ao avanço da variante Ômicron no país. Nesta quarta-feira (26), foram 570 mortes e 224.567 novos casos diagnosticados da doença, o maior número desde o início da pandemia, de acordo com os dados enviados pelos estados ao Ministério da Saúde e ao Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde).

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Homem “esquece” de carregar tornozeleira eletrônica e justiça decreta 16 anos de prisão no RN

Foto: Divulgação / SEAP

Um apenado que repetidas vezes deixou de a tornozeleira eletrônica descarregar foi preso, na tarde de ontem (26), em Mossoró, no Oeste potiguar. O homem – identitificado como Leykson Thiago Fernandes, 30 anos – foi detido em cumprimento de mandado de prisão expedido pela Vara de Execuções Penais de Mossoró (VEP). Ele responde pelo crime de roubo em regime semiaberto.

O acusado foi preso no bairro de Três Vinténs, em uma ação coordenada entre a CEME, o Grupo de Escolta Penal (GEP) e o Centro de Operações Integradas de Segurança Pública (CIOSP). A ação ocorreu em menos de 24h da expedição do mandado de prisão pela Justiça.

Agora, o homem vai ser encaminhado para o regime fechado após descumprimentos continuados” das regras do monitoramento, ficando a tornozeleira eletrônica sem comunicação com a Central de Monitoramento Eletrônico (CEME), impossibilitando sua localização em tempo real.

A CEME, em casos de irregularidades como esse, comunica o ocorrido à Justiça. Na decisão, a justiça determinou a “regressão na forma de execução da pena privativa de liberdade, com a transferência para regime mais rigoroso (Fechado), pelo prazo de 16 anos e 8 meses”, de acordo com o artigo 118 da Lei de Execução Penal.

A tornozeleira eletrônica foi recuperada e o acusado acabou conduzido à Penitenciária Agrícola Doutor Mário Negócio, onde permanece à disposição da Justiça para o cumprimento da pena.

Com informações de Portal da 96FM

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Menino 8 anos toma vacina e faz homenagem a avó que morreu com Covid no RN: ‘Por nós dois’

Foto: Reprodução / g1 RN

O cartaz que Kevin Gabriel, de 8 anos, carregava no momento em que foi vacinado contra a Covid nesta quarta-feira (26), em Mossoró, na região Oeste do RN, chamou atenção de quem estava na unidade de saúde: “Vovó, estou tomando a vacina por nós dois. Muitas saudades. Eu te amo”.

A frase impressa em uma folha de papel com a foto da avó, Nerivan Queiroga, de 48 anos, foi a forma que o menino encontrou para homenageá-la.

Nerivan morreu vítima da Covid-19 em 13 de julho de 2021, após passar 14 dias intubada na UTI de um hospital em Mossoró.

Gabriel morava com ela na cidade de Pau dos Ferros, distante cerca de 150 km de Mossoró. “Eu ficava muito tempo com ela, me divertia muito. A gente brincava. Sinto muita saudade. Ela deve estar muito feliz porque eu me vacinei”, disse Gabriel.

O menino recebeu a 1º dose da vacina no Centro Clínico Evangélico, na tarde desta quarta (26).

g1 RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO E FOTO: Bandido além de assaltar, dá tapa na cara da vítima em Natal

Foto: Reprodução

Na manhã desta quinta-feira (27), um bandido realizou um assalto no bairro de Nova Descoberta, em Natal. Em registros, é possível ver que o assaltante desce de um carro, modelo Gol branco com placa OWG 5501, aborda a vítima e toma sua bolsa. Em seguida, volta correndo para o veículo.

No entanto, o que mais chama atenção, não é apenas a ação criminosa, mas que o bandido dá uma tapa na cara da vítima após tomar seus pertences.

Opinião dos leitores

  1. Virou rotina aqui em Natal, todos os dias,toda hora,todo minuto e todo segundo, aonde está nossa segurança? é nas 4 regiões da cidade, aqui em ponta negra é constante, arrombamento,roubo de carro, assalto na porta de casa, Natal está virando um rio de janeiro ou pior pelo tamanho da população,além da violência e as praias e a orla suja uma vergonha pro nosso Estado que nada faz,o turista que vem uma vez não vem mais, é bonita apenas nas férias de turismo turismo aonde mostra as paisagens pelo Photoshop!

  2. Vão dizer “para que andar com uma bolsa na rua”, essa tapa aí é na cara dessa jovem e deve ser sentida por todas as pessoas de bem do Rio Grande do Norte, vejam o que é confiar numa incompetente, esses meninos só levam as coisas para tomar uma cerveja.

  3. Além de ladrão é um covarde. Espero que a polícia ao prendê-lo dê um corretivo a altura desse marginal.

  4. Cadê o policial secretário mais político que conheço ???
    Os idiotas do povo POTIGUAR MERECEM OS POLÍTICOS QUE TEM… só presta oque não presta

  5. Vcs por acaso sabem onde estão a governadora, secretário de segurança e polícia do RN, difícil dizer que alguém venha nos visitar.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Autotestes não serão distribuídos pelo SUS, diz ministro da Saúde

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta quinta-feira (27) que os autotestes de covid-19 no país, caso aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), não serão distribuídos gratuitamente para a população, mas ficarão disponíveis nas farmácias para “a sociedade que tiver interesse em adquirir”.

Segundo o ministro, os autotestes vão facilitar o acesso ao teste de covid-19 e, com isso, será possível “um acompanhamento adicional do ritmo da pandemia”.

No dia 19, a Anvisa decidiu por quatro votos a um adiar a decisão se autoriza ou não o autoteste no país, e pediu mais dados para o Ministério da Saúde. O ministério informou que já foram enviadas as informações. A reunião da diretoria colegiada do órgão para deliberar sobre o assunto está marcada para amanhã (28), às 10h.

Vacinação crianças

O ministro Marcelo Queiroga minimizou uma publicação do Ministério da Saúde que voltou a pedir que os pais “procurem a recomendação prévia de um médico antes da imunização”. “Não é uma imposição, é uma recomendação. [A] Campanha de vacinação está indo bem. É uma adesão satisfatória, não só em relação a essa faixa etária, mas em relação as outras”, disse.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *