FURANDO A FILA: Promotores de SP pedem prioridade à categoria na vacinação contra Covid-19

Em carta assinada por outros colegas do Ministério Público de São Paulo, o promotor Roberto Barbosa Alves pediu que a categoria seja incluída “em uma das primeiras etapas prioritárias da vacinação contra a Covid-19”.

O pedido foi feito em reunião do Conselho Superior do Ministério Público em 24 de novembro e consta de ata publicada no site do Ministério Público de São Paulo. A justificativa dada é a “atividade funcional da carreira”. A informação foi antecipada pelo jornal Brasil de Fato e confirmada pela Folha.

Em trecho lido na reunião, a carta ressalta que “não é uma questão de egoísmo em relação a outras carreiras, mas tendo em vista notadamente os colegas do primeiro grau, que trabalham com audiências, atendimento ao público e outras atividades em que o contato social é extremamente grande e faz parte do nosso dia a dia”.

A ideia era que o texto, apresentado pelo conselheiro Arual Martins, fosse encaminhado para o Comitê da Covid-19 do Governo de São Paulo.

Em resposta, o procurador-geral de Justiça, Mário Luiz Sarrubbo, afirmou que poderia “pessoalmente se empenhar em apresentar esse pleito ao governo do estado”.

Matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Andréia disse:

    Prioridade, pra quê?
    – Estão em casa (home office) desde março até os dias atuais;
    – Suspenderam o atendimento ao público;
    – Não tem perspectiva de retorno ao atendimento a população e ainda querem ser prioridade?
    Palhaçada!!!!

  2. pereira disse:

    Se esse povo trabalha tanto, por que Acumulam tantos processos? Os brasileiros Diabeticos e Hipertensos SÃO Muito mais Prioritários de que essa turma e Vão ficar para uma terceira fase. Então por que esse grupo e mais alguns querem Sempre Explorar e ter prioridade sobre todos os brasileiros? UMA VERGONHA.

  3. Manuel Marcelino Filho disse:

    Pronto agora torou, esses almofadinhas marajás querem prioridade, eu no poder botava pra serem os últimos.

  4. Augusto disse:

    Sempre aparece gente defendendo as malandragens que os políticos, alguns funcionários públicos ou outro grupelho conseguem burlar a Lei. Não é isso Kelly

  5. Kelly disse:

    Passem em um concurso ou continuem de joelhos!

    • Antônio Soares disse:

      Ei respeite que sou funcionário público, mas não defendo essas malandragens (maracutaias) não Kelly. Esse tipo aí, só existe pra sugar o estado e o povo que é quem paga seus salários.

    • Calígula disse:

      Ei, sou funcionário publico concursado e aposentado, trabalhei 33 anos.
      Conheço tantas amantes do judiciário, Executivo e Legislativo. Vixe como tem kkkkk

    • Calígula menininha do Pr. disse:

      Só sendo aposentado para defecar 24/7.

    • João Juca Jr disse:

      Onde está escrito que passar em um concurso público garante qualquer tipo de privilégio? Isso é um verdadeiro absurdo. Isso é tripudiar e cuspir na cara dos pagadores de impostos que são escravizados para pagar os salários astronômicos, os luxos e mordomias desses senhores.

  6. Muda Brasil disse:

    Os coitados vivem no "miserê" recebendo 24 mil + auxílios. Tenha dó dessa classe tão sofrida.

    • Rogerio disse:

      Muda Brasil, acho que vc esta meio por fora, 24 é a metade do salario.
      Considerando os artificios que criaram para turbinar os subsidios juizes e promotores ganham o teto 39MIL REAIS e pior muitos ultrapassam o teto pq driblam usando o nome indenização.
      ENTRE NO PORTAL DA TRANSPARENCIA PARA CONFIRMAR O ABSURDO!
      Alem disso tem as regalias ferias 60 dias, licenca-premio, celular funcional de luxo, etc

  7. César disse:

    Os que fazem o MPSP deve querer voltar a frequentar o Crossfit sem perigo algum, isso por si só justifica o pedido.

  8. Gilberto Oliveira disse:

    Inadmissível, vergonhoso e imoral.

    Só de ruim deixaria essa categoria por último.

    Temos aí as prioridades dos…
    Profissionais da saúde
    Segurança
    Educação
    Idosos
    Gestantes
    Deficientes

    E depois….

    Por último mesmo, os promotores.

  9. Carlão disse:

    Além de mercenários, ainda são síndicos, dissimulados, egoístas.

  10. Calígula disse:

    Nossa Justiça, fazendo justiça corporativista.
    Os procuradores deveria pedir prioridade para apurar onde foi parar os 5 milhões de reais da compra dos respiradores, isso o governo da Fátima Bokus não dar um pio.

  11. Rui disse:

    Nossa justiça é uma vergonha.

COMENTE AQUI