Esporte

América condena selvageria de torcedores aos arredores da Arena das Dunas

Em nota, clube diz que havendo a identificação dos agressores (deste e de qualquer outro fato criminoso vinculado a “brigas de torcidas”), constatando-se que se tratam de sócios ou associados desta agremiação, serão adotadas as providências cabíveis internas institucionalmente, as quais perpassam pela suspensão ou exclusão do quadro de sócios e/ou do programa de sócios-torcedores.

Os fatos ocorridos no último sábado, dia 15 de fevereiro de 2020, nas proximidades da Arena das Dunas e antes do jogo América x CRB-AL, válido pela Copa do Nordeste, que foram divulgados pela imprensa e nas redes sociais, concernentes a uma pessoa sendo covardemente agredida, não se relacionam com absolutamente nada dos propósitos institucionais desta instituição centenária, tampouco daqueles que a dirigem.

A bem da verdade, não podemos passar incólumes por atos de barbárie, ainda que a questão seja exclusivamente de segurança pública. Essas situações estão cada vez mais corriqueiras e é preciso que tenhamos um “basta final”, que só virá com medidas reais e concretas das autoridades públicas constituídas.

Os verdadeiros amantes do futebol e dos seus clubes não mais aguentam a reiteração de tragédias anunciadas. A antiga rivalidade entre os clubes de Natal e do Nordeste deram lugar a batalhas que levam seres humanos à perda da vida e, por consequência, fazem com que outros milhares percam o prazer de ir a campo.

Está deveras nítido que as autoridades públicas precisam tomar medidas enérgicas dentro daquilo que nossa legislação já permite, no sentido de ir bem além do que é feito atualmente para a solução do caos hoje vivido na insegurança pública. Confiamos, respeitamos e nos colocamos para auxiliar Judiciário, Ministério Público e Polícias no que for possível e de nosso alcance, como sempre fizemos. Conclamamos todos, assim, para nos unirmos neste propósito, os americanos e, especialmente, os torcedores de outras cores, para que saiamos do mero discurso e passemos para a prática efetiva das ações necessárias, duras e possíveis.

Não podemos mais tolerar atos de selvageria movidos simplesmente pelo ódio vazio – seja como seres humanos, primeiramente, seja como torcedores –, razão pela qual exigimos posição forte dos mandatários da lei, a fim de que ela se faça cumprir, para o bem de todos, do nosso futebol e dos nossos clubes.

Por último, registre-se que, em havendo a identificação dos agressores (deste e de qualquer outro fato criminoso vinculado a “brigas de torcidas”), constatando-se que se tratam de sócios ou associados desta agremiação, serão adotadas as providências cabíveis internas institucionalmente, as quais perpassam pela suspensão ou exclusão do quadro de sócios e/ou do programa de sócios-torcedores, observado o devido processo legal, haja vista que atitudes e movimentos desta natureza não condizem com NENHUM dos valores do clube que é o Orgulho do Rio Grande do Norte.

Com informações do América

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

VÍDEO: Início de manhã chuvosa em Natal nesta quarta registrou alagamento impressionante em frente ao Midway

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Por volta das 8h em frente ao Midway

Uma publicação compartilhada por Via Certa Natal (@viacertanatal) em

Registro do Via Certa Natal por volta das 8h desta quarta-feira(03), em frente ao Midway. Imagem impressiona. Há tempos não se recorda alagamento tão expressivo em trecho que compreende Avenidas Hermes da Fonseca, Salgado Filho e Bernardo Vieira.

Opinião dos leitores

  1. O melhor fotógrafo de Natal é este senhor chamado Inverno, sempre a nos revelar – sem dó nem piedade – um balneário frívolo e suburbano cuja maior lisonja é viver empanturrado de ginga com tapioca, ainda que entregue à própria sorte.

  2. EVERTON NÃO VIU A MATERIA SOBRE DESOBISTRUÇÃO DE GALERAS, ENTRE FEVEREIRO E MARÇO A URBANA RETIROU 22 TONELADAS DE ENTULHO DAS GALERIAS, SERIA BOM CONSCIENTIZAR O POVO QUE O LIXO NÃO PODE SER JOGADO NA RUA, OS MAIS RECLAMAM SÃO OS MAIS POLUEM

  3. Desde aquela chuva de 97/98 que deveriam ter mitigado a maioria desses problemas. Prefeitura chibata, sem vergonha.

  4. Caso contássemos com a colaboração do povo, a situação seria bem melhor, ou menos pior. As galerias são obstruídas por lixos diversos jogados à rua. As pessoas, exceções à parte, precisam ser mais educadas, conscientes.

    1. Você tem razão, o povo tem a obrigação de ser educado e parar de jogar lixo nas ruas.
      Porém não tem como as galerias ficaram 10, 20, 25 ou 30 anos sem receber qualquer tipo de manutenção, mesmo que seja um trabalho básico de limpeza.

  5. Existe muito trabalho a ser feito com desobstrução das galerias onde a água das ruas escorre em Natal.
    Tem muitos locais que abrindo as galerias e limpando, resolve o problema dos alagamentos.
    Nunca foi feito isso em Natal, pelo menos nos últimos 20 anos, e assim, o acúmulo de sujeira vai obstruindo a passagem das águas e acontecem os alagamentos.
    Mas parece que isso não dá voto, então a prefeitura não tem a preocupação de realizar essa manutenção nas galerias submersas. É serviço que não aparece, então o povo que conviva com os alagamentos…

    1. Bem verdade Romualdo, os Prefeitos não tomam a iniciativa de mandar abrir e desobstruir as galerias. Obra simples e que nunca é feita, aí surgem os alagamentos.
      Mas Alvaro Dias teve a iniciativa louvável de mandar limpar as galerias na rua Mipibu e os alagamentos constantes que eram registrados ao lado da escola Maria Auxiliadora, diminuíram em 95%. Parabéns Prefeito e Secretário pelo compromisso demonstrado com o cidadão de Natal. Que isso se aplique a tantos outros locais que a cada chuva são registrados alagamentos.
      Evidente que outras providências são necessárias, mas se desobstruir as galerias, vai melhorar demais e minimizar muito esse problema de alagamentos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *