Fim de semana e início desta segunda registraram chuvas em pelo menos 15 localidades do RN

Foto: Ilustrativa

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn) informa que desde a sexta-feira (18), até a manhã desta segunda-feira (21), foram registradas chuvas em 15 localidades do RN. Destaque para Ipanguaçu, na messoregião Oeste potiguar com 74 milímetros (mm). Em Assu foram registrados 34,3mm de chuvas, seguido de São Rafael, com 2,3mm.

Na messoregião Central: chuvas em Carnaúba dos Dantas, em 18,2 mm, seguida de São João do Sabugi, com 7,0mm e Parelhas, 3,3mm. Choveu ainda em Cruzeta, 1,4mm. Nas messoregiões Agreste e Leste choveu mais forte em Barcelona, 7,5mm; Monte das Gameleiras, 3,0mm e Boa Saúde, 1,4mm

Chuvas em Natal e região ficaram próximas dos 30 mm nas últimas 24 horas

FOTO: ILUSTRATIVA/(Issei Kato/Reuters)

O balanço diário da meteorologia registra chuvas em 23 postos pluviométricos, desde a manhã dessa quarta-feira(11) até a manhã desta quinta-feira (12), em três regiões do Estado Unidade. Na mesorregião Central choveu em São Bento do Norte, 5,0 mm; Macau, 1,9 mm; Pedro Avelino; 1,3 mm e Cerro Cora, 0,3mm

Na mesorregião Agreste choveu em Parazinho, 11,2mm; Ielmo Marinho, 10,0 mm; João Câmara, 9,1 mm; Monte Alegre, 7,0mm e Bom Jesus, 5,2mm. No Leste choveu mais em Extremoz, 30,1mm, Natal, com 27,9mm e Parnamirim(Base Física da EMPARN) 23,3mm. Em Ceará-Mirim choveu 20,0mm.

As informações são da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn).

Chuvas em julho: 17,9% abaixo do normal no RN

A análise pluviométrica do RN, elaborada pela equipe da Unidade Instrumental de Meteorologia da Emparn, registra a redução de chuvas no Estado em geral, tanto no interior, quanto na faixa leste, ficando abaixo da média esperada para o mês de julho em 17,9%. “Quando se analisa os índices pluviométricos observados em julho de 2019, observou-se que em praticamente todas as regiões do RN os desvios foram negativos ou próximo disso, isto é, choveu menos do que o normal. Os maiores desvios negativos ocorrem nas Mesorregiões Oeste e Leste, e no Estado como um todo o desvio ficou em -17,9 % abaixo do normal”, explicou o Chefe da Unidade, o meteorologista, Gilmar Bristot.

Bristot explica que a principal causa foi a posição do centro de alta pressão do Atlântico Sul, que além de mais fraco do que o normal, esteve muito próximo do continente sul-americano, produzindo na costa leste do Nordeste, ventos fracos e soprando das direções sul/sudeste. “Essa configuração favoreceu a ocorrência de chuvas somente estados da Bahia, Sergipe e Alagoas”, disse.

Na mesorregião Leste do RN, umas das regiões aonde climatologicamente tem ocorrência maior de chuvas neste mês, a chuva esperada foi de 176,8 mm, enquanto que a observada foi de 123,4mm, representando um desvio negativo de 30,2%. No estado como um todo a chuva esperada era de 78,2 mm e a observada foi de 60,3 mm.

Embora as regiões do Trairi e no Seridó tenham climatologicamente índices pluviométricos baixos neste mês, essas regiões registraram desvios percentuais positivos como Monte das Gameleiras (147,9mm), Santa Cruz (90,5mm), Cruzeta (40,5mm) e São José do Seridó (38,0mm). De acordo com a análise, o município de Canguaretama, da Mesorregião Leste, foi o que registou maior volume de chuvas, com 267,7mm.

Influência da brisa deve provocar pancadas de chuvas, ainda que fracas, em Natal e região entre esta terça e quinta; veja previsão

Reprodução: Emparn

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn) mantém a previsão de chuvas isoladas ao longo faixa litorânea leste.

Embora a instabilidade climática não seja destacada, a influência de brisa colabora para pancadas de chuvas, especialmente, em Natal e região metropolitana.

“Instabilidade climática” e “influência de brisa” possibilitam temperaturas entre 19º e 20º em Natal entre esta terça e quinta; veja previsão no RN

Reprodução: Emparn 

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn) informa continuidade de instabilidade climática e influência da brisa para pancadas de chuvas e tempo frio na capital potiguar entre esta terça-feira(06) e quinta-feira(08), com possibilidade de mínima entre 19º e 20º nos próximos três dias. A previsão também se estende ao interior do estado, conforme registro em destaque.

Chuvas no fim de semana, embora em baixo volume, foram concentradas no Leste potiguar; veja boletim pluviométrico no RN

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn) registrou baixas pancadas de chuvas no estado no período que compreende a sexta-feira(02) até o inicio da manhã desta segunda-feira(05).

Conforme registro da Emparn, os maiores volumes de chuvas foram registrados nos municípios de Parnamirim e Ceará-Mirim, com mais de 11 milímetros. Na capital potiguar, que teve predominância de ventos fortes e tempo nublado, apenas 5,2 milímetros foram registrados.

CENTRAL POTIGUAR

São Bento Do Norte(Prefeitura) 6,0
São Vicente(Emater(ex-particular)) 3,1
São José Do Seridó(Associacao Usuarios Agua) 2,0
Caiçara Do Rio Dos Ventos(Particular) 1,2
Angicos(Prefeitura) 0,5

AGRESTE POTIGUAR

Monte Das Gameleiras(Emater) 7,0
Monte Alegre(Emater) 5,0
São Bento Do Trairi(Prefeitura) 4,0
Tangara(Emater) 3,8
Serrinha(Emater) 3,5
Bento Fernandes(Sec Agricultura) 2,0
Bento Fernandes(Riacho Dos Paus-part.) 2,0
João Câmara(Centro Saude) 1,5
Boa Saúde(Emater) 0,5

LESTE POTIGUAR

Parnamirim(Base Fisica Da Emparn) 11,7
Ceara Mirim 11,0
Extremoz(Emater) 9,7
Baia Formosa(Destilaria Vale Verde) 9,0
São Gonçalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn) 8,3
Ceará-Mirim (Prefeitura) 8,0
Espirito Santo(Prefeitura) 6,5
Canguaretama(Emater/barra De Cunhau) 6,3
Natal 5,2
Montanhas(Prefeitura) 3,8

Início de agosto, entre esta quinta e sábado, aponta possibilidade de temperatura mínima de 19º e 20º em Natal; veja previsão no RN

Reprodução

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn) informa predominância de céu parcialmente nublado e continuidade de ocorrências de pancadas de chuvas pelo estado, especialmente, na faixa litorânea leste.

Conforme previsão, a temperatura nos próximos três dias na capital potiguar pode variar entre 19º e 20º, incomum para os padrões recentes.

Fim de semana registrou chuvas em maior volume em Natal e mais quatro municípios no RN; veja boletim pluviométrico

O fim de semana registrou o maior volume de chuvas no município de Canguaretama, na região Leste potiguar. De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn), foram 60 milímetros.

O boletim pluviométrico ainda registro na mesma região, o município de Parnamirim, com 42,6 milímetros, Natal, com 33,3 milímetros, e São Gonçalo do Amarante, com 29,9 mm. Na região Agreste, destaque para Monte Alegre, com 27 milímetros. Veja demais municípios.

OESTE POTIGUAR

Carnaubais(Emater) 16,0
João Dias(Emater) 6,0
Martins(Particular) 4,3
Pau Dos Ferros(Particular) 4,0
Assu(Particular) 3,5
Campo Grande(Particular 2) 1,9
São Rafael(Particular Ii) 1,7
São Rafael(Emater) 1,4
Água Nova(Prefeitura) 1,3
Mossoró(Prefeitura) 0,8

CENTRAL POTIGUAR

São Bento Do Norte(Prefeitura) 4,0
Acari(Particular) 1,7
Caico(Emater) 1,2
Cerro Cora(Emater) 0,8
São Vicente(Emater(ex-particular)) 0,7

AGRESTE POTIGUAR

Monte Alegre(Emater) 27,0
Santo Antonio(Emater) 17,0
Bento Fernandes(Riacho Dos Paus-part.) 12,0
Santa Maria(Sind.trab.rurais) 7,0
Monte Das Gameleiras(Emater) 5,0
Sitio Novo(Prefeitura) 4,5
João Câmara(Centro Saude) 4,1
São Bento Do Trairi(Prefeitura) 4,1
Jacana(Emater) 3,5
Tangara(Emater) 1,4

LESTE POTIGUAR

Canguaretama(Emater/barra De Cunhau) 60,0
Parnamirim(Base Física Da Emparn) 42,6
Natal 33,3
São Gonçalo Do Amarante(Base Física Da Emparn) 29,8
Maxaranguape(Particular) 22,0
Espírito Santo(Prefeitura) 12,6
Montanhas(Prefeitura) 3,5

RN registra maior volume de chuvas desde 2012; veja balanço por região

Foto: Ilustrativa

De janeiro até ontem (23) choveu, em média, entre 500mm e 800 mm no Rio Grande do Norte, tendo as Regiões de Martins e Grande Natal registrado os maiores índices e as Microrregiões de Pau dos Ferros, Borborema e Baixa Verde, com índices inferiores a 500mm. Estes são os dados da análise pluviométrica feita pela Unidade Instrumental de Meteorologia da EMPARN que apontam que em 2019, as chuvas ocorridas neste período foram melhores, quando comparadas aos últimos 7 anos, no que se refere a quantidade e distribuição. “O reflexo disso é a recarga hídrica nos reservatórios do Estado que foi melhor do que em anos anteriores e a agricultura apresentou uma recuperação na produção de grãos e pastagem para os rebanhos”, destacou.

Nas Mesorregiões Agreste e Central as chuvas observadas ultrapassaram a esperada, enquanto que as mesorregiões Leste e Oeste, foram abaixo. “Na análise das chuvas ocorridas em 2019, quando se olha as médias pluviométricas comparadas com a chuva esperada conclui-se que no Estado como um todo a chuva ocorrida ficou próxima da chuva esperada, comprovando a previsão divulgada pela EMPARN em meados do mês de fevereiro de 2019”, disse Bristot.

O meteorologista alerta para o déficit detectado para o setor leste do Nordeste, já que climatologicamente, o período de chuvas acaba no início de agosto e nos meses de junho e julho as chuvas foram abaixo do normal. “A preocupação com esse comportamento nas chuvas no setor leste do Estado é com a recarga das lagoas que abastecem os municípios de Agreste e a população da Grande Natal, além da monocultura da cana de açúcar que predomina na região”, avaliou.

Abaixo o balanço das chuvas ocorridas de 01 de janeiro a 23 de julho de 2019.

RN tem chuvas 31,8% abaixo da média histórica em junho, revela análise pluviométrica

A análise pluviométrica do Rio Grande do Norte, feita pela equipe da Unidade Instrumental de Meteorologia da Emparn, registra queda, no mês de junho, de 31,8% de chuvas em relação a média histórica do Estado. A análise revelou a predominância de valores de chuva acumulada acima de 50 mm apenas nas regiões Agreste e Leste. “A irregularidade da chuva ocorrida na Região Agreste, comprometeu de forma definitiva na recarga hídrica dos mananciais da região, pois é o segundo ano consecutivo em que as chuvas ficaram abaixo do normal para o mês de junho. No caso da Região Leste, as poucas chuvas que ocorreram não favoreceu a recarga efetiva da Lagoa do Bonfim, principal fonte de abastecimento de água para vários município do Agreste”, destacou Chefe da Unidade Gilmar Bristot.

A expectativa da EMPARN era de que, devido a influência da região oceânica, as chuvas continuassem a ocorrer nas mesoreregiões leste e agreste do RN, já que climatologicamente, no mês de junho, chove pouco no interior do estado.

“Neste ano observou-se uma redução na chuva de modo generalizado, tanto no interior do RN como na faixa leste, apresentando valores abaixo do esperado”, disse Bristot.

Chuvas no fim de semana no RN registradas em 77 postos monitorados; nos próximos dias, temperatura mínima na capital pode chegar a 21º

FOTO ILUSTRATIVA: (BRUNO ROCHA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO/Veja SP)

No fim de semana, desde a manhã da sexta-feira(19) até as primeiras horas manhã desta segunda-feira (22), o boletim pluviométrico registrou chuvas acumuladas em 77 postos monitorados.

O município de Canguaretama foi o que registrou a maior quantidade, com 29,3 mm, seguido de Santo Antônio com 28,3mm e Espírito Santo, com 26,7mm. Em Natal choveu 22,8mm.

Nesta semana a previsão é de céu nublado e pancadas de chuvas no Leste e Agreste do RN. As temperaturas – tanto as máximas como as mínimas -, devem se manter abaixo das normais variando, na capital, entre as mínimas de 21°C as máximas de 28,5ºC.

As informações são da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn).

 

Previsão de pancadas de chuvas entre esta quinta e o fim de semana em Natal e interior; confira

FOTO: WEBDESIGNER/EMPARN

Na análise e previsão do tempo, até o próximo domingo (21), a Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), prevê mais uma semana de céu parcialmente nublado em todas as regiões do Estado. As instabilidades de origem oceânicas, associadas ao sistema de brisa manterão o céu com predominância de parcialmente nublado e ocorrência de pancadas de chuva durante o período noturno e início das manhãs em todos os dias da semana ao longo da faixa litorânea leste podendo atingir alguns municípios do Agreste.

Segundo o meteorologista Gilmar Bristot, para o interior do RN haverá predominância na semana de céu variando entre parcialmente nublado a claro e temperaturas mínimas um pouquinho abaixo do normal nas regiões serranas.

A previsão para esta quinta-feira (18) é deu céu parcialmente nublado com pancadas de chuva no Litoral Leste e Agreste, parcialmente nublado a claro nas demais regiões. Na sexta-feira (19) o céu estará parcialmente nublado a claro em todo o Estado, com pancadas de chuvas fracas ao longo da faixa litorânea leste. O sábado (20) também será de céu parcialmente nublado a claro em todo o Estado, com pancadas de chuvas fracas ao longo da faixa litorânea leste. O domingo (21) também será de céu parcialmente nublado com pancadas de chuvas ao longo da faixa litorânea leste. Claro nas demais regiões do Estado.

Previsão de chuva moderada e céu nublado para a semana no RN

A Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa do Rio Grande do Norte (EMPARN ) está prevendo mais chuvas para a semana que está começando. Segundo o meteorologista Gilmar Bristot, “as condições do oceano Atlântico Sul estão melhorando na questão referentes ao vento, campo de pressão e temperatura superficial das águas. Essas condições favoreceram a formação de instabilidades oceânicas, responsáveis pelas chuvas que caíram durante a última semana sobre a faixa litorânea nordestina”. Para os próximos dias as chuvas deverão acontecer em menor intensidade. Hoje (17), céu nublado com chuvas moderadas no litoral Leste. No Agreste, pancadas de chuvas. No interior céu parcialmente nublado a claro com pancadas de chuvas isoladas.

Amanhã, terça-feira (18), a previsão é de céu parcialmente nublado com pancadas de chuva moderadas no Litoral Sul e Região Metropolitana de Natal. No Agreste, pancadas de chuvas. Nas demais regiões a predominância é de céu parcialmente nublado a claro com pancadas de chuvas na Região de Mossoró. Na quarta-feira, (19), com céu parcialmente nublado com chuvas no litoral Leste, Agreste e Oeste. Nas demais regiões, parcialmente nublado a claro.

Com base nas imagens do satélite meteorológico,  na quinta-feira (20) o céu estará parcialmente nublado a claro com possibilidades de chuvas no litoral Leste e Agreste e parcialmente nublado a claro nas demais regiões. Na sexta-feira (21) novamente céu parcialmente nublado a claro com chuvas na madrugada e amanhecer do dia no litoral Leste e Agreste e parcialmente nublado a claro nas demais regiões. O sábado (22) também com céu parcialmente nublado a claro com pancadas de chuvas no amanhecer do dia no litoral Leste e Agreste e parcialmente nublado a claro nas demais regiões. No domingo (23), véspera de São João, algumas chuvas na madruga e início do dia e céu parcialmente nublado a claro no restante do período no litoral Agreste e Leste  e, parcialmente nublado a claro nas demais regiões.

        FIM DE SEMANA

No fim de semana, da manhã de sexta-feira até a manhã de hoje (17), a Gerência de Meteorologia voltou a registrar chuvas em grande parte das mesorregiões Agreste e Leste do Estado. Na mesorregião Central choveu mais forte em Macau, 10,6 milímetros (mm) e Lajes, 8,7mm. Na mesorregião Agreste em Monte Alegre, 29,0mm e São Pedro, com 25,0mm.  Na Leste, em Montanhas, 69,2mm; Natal,  50,4mm e Parnamirim,  48,1mm.

Natal teve mais de 80 milímetros de chuvas entre quinta e esta sexta, e Baía Formosa registrou maior volume, com 157 mm; veja outras cidades

O boletim pluviométrico emitido pela Gerência de Meteorologia, referente ao período das 7h, dessa quinta-feira(13) até às 7h desta sexta-feira(14)registrou ocorrência de chuvas em 71 dos 173 postos de controle. Baia Formosa, na Mesorregião Leste Potiguar, registrou o maior volume de chuvas, com 157 mm.

Em seguida, ainda no Leste Potiguar, Goianinha com 94,4mm e Natal com 83,7mm. Na mesorregião Agreste Potiguar, Monte Alegre registrou 74mm, seguido de Bom Jesus com 52,4mm e Santo Antônio com 48 mm.

No Oeste Potiguar, os municípios de Mossoró, Venha Ver e José da Penha foram os que mais registraram chuvas, com 19,3mm, 16mm e 15mm, respectivamente. Na Central Potiguar, São Fernando registrou 23mm, Lagoa Nova, 22,7mm e Guamaré, 21mm.

A gerência informa que as chuvas devem continuar, com intensidade moderada e mais localizadas nas regiões Agreste e Leste, até próxima quarta-feira (19).

Natal, região e cidades no interior registraram chuvas entre 30 e quase 80 milímetros entre quarta e esta quinta; veja boletim pluviométrico

Boletim Pluviométrico da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn) maior parte das chuvas em solo potiguar nas regiões Agreste e Leste.

Entre 07h dessa quarta-feira(12) e 07h desta quinta-feira(13), municípios como Monte Alegre,  Passa e Fica, Monte das Gameleiras, Baía Formosa, Goianinha, Parnamirim, Extremoz, Canguaretama, Espírito Santo e Natal, registraram volumes consideráveis de chuvas. Confira abaixo.

OESTE POTIGUAR

Areia Branca(Emater) 9,6
Assu(Emater/st. Casa Forte) 0,6

CENTRAL POTIGUAR

São Bento Do Norte(Prefeitura) 2,0
Cerro Cora(Emater) 1,4
Pedro Avelino(Particular) 0,5

AGRESTE POTIGUAR

Monte Alegre(Emater) 52,0
Passa E Fica(Prefeitura) 32,4
Monte Das Gameleiras(Emater) 28,0
Boa Saúde(Emater) 25,3
São Pedro(Emater) 22,3
Tangara(Emater) 17,1
Sitio Novo(Prefeitura) 14,5
São Tomé(Emater) 11,4
Nova Cruz(Emater) 11,0
Rui Barbosa(Emater) 7,5
São Bento Do Trairi(Prefeitura) 5,9
Bento Fernandes(Riacho Dos Paus-part.) 5,0
João Câmara(Centro Saúde) 4,4
Barcelona(Particular) 3,5
Bento Fernandes(Sec Agricultura) 2,3

LESTE POTIGUAR

Baía Formosa(Destilaria Vale Verde) 78,0
Goianinha(Emater) 68,0
Parnamirim(Base Fisica Da Emparn) 59,7
Extremoz(Emater) 59,1
Canguaretama(Emater/barra De Cunhau) 56,9
Espírito Santo(Prefeitura) 50,7
Natal 38,9
Maxaranguape(Particular) 38,5
Ceara Mirim(Prefeitura) 37,3
São Gonçalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn) 25,0
Montanhas(Prefeitura) 22,3

Confira pontos de alagamentos em Natal nesta quinta-feira de chuvas

Foto: Reprodução STTU

Chuvas que atingem a capital potiguar durante toda esta quinta-feira(13) exigem atenção redobra de motoristas e pedestres. Atenção aos buracos e boeiros. Pontos de alagamentos estão sendo registrados em todas as regiões da cidade. Confira abaixo alguns.

Lentidão na BR-101 a partir do Viaduto Ponta Negra sentido Arena das Dunas;

Professor Manoel Vilar acesso à Roberto Freire com alagamento parcialmente transitável;

Rodovia BR-101 altura de Mirassol ponto de alagamento sentido Arena das Dunas;

BR-101 com trânsito lento a altura do Viaduto Ponta Negra sentido Arena;

Trânsito lento na BR-101 altura de Potilândia sentido Tirol;

Eng. Roberto Freire com ponto de alagamento à altura do Cidade Jardim sentido BR-101;

Alagamentos em trechos da Avenida Ayrton Senna;

Pontos de alagamentos em ruas e avenidas nos bairros de Neópolis, Petrópolis e Lagoa Nova.

Com acréscimo de informações do Via Certa Natal