PF prende ‘por acaso’ em condomínio na Zona Sul de Natal cearense procurado pela Justiça

A Polícia Federal prendeu hoje, 8/11, em um condomínio da Zona Sul de Natal, um cearense, 61 anos, técnico em refrigeração, suspeito de falsificação e uso de documento público.

A ação se deu em cumprimento de um mandado de prisão preventiva expedido pelo Juízo da 2ª Vara da Comarca de Aracati/CE e aconteceu meio que ‘sem querer’. Na verdade, a PF diligenciava buscando cumprir um outro mandado judicial que fora expedido pela Justiça Federal/RN, mas ao chegar no endereço descobriu que o homem havia se mudado.

De posse de um novo indicativo, os policiais localizaram um outro apartamento no mesmo condomínio, onde foram recebidos pelo atual morador, mas esse alegou desconhecer a pessoa procurada. Diante do fato, foi-lhe solicitado um documento de identificação e, após consulta, constava em seu nome, o mandado de prisão da Justiça Estadual do Ceará, em aberto.

Conduzido para a sede da PF, o preso está sob custódia, à disposição da Justiça, e aguarda transferência para o vizinho estado.

 

Cearense é preso drogas em Lajes

Policiais militares do município de Lajes prenderam nesta segunda-feira (7), na BR 304, Francisco Wagner Ferreira Silva, 28 anos, natural de Pacatuba/CE. Com ele, a PM apreendeu seis tabletes de crack dando um total de mais de 5kg.

A ação ocorreu durante um patrulhamento de rotina, quando foi avistado um veículo, do tipo táxi, de placas do Ceará, em atitude suspeita na rodovia. Ao abordar o veiculo, notou-se que o condutor estava muito nervoso e ao revistar o automóvel foi encontrado o entorpecente.

O condutor recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil onde permanece à disposição da Justiça.

Cearense acusado de estelionato é preso com documentos falsos em Natal

O cearense Francisco Carlos Santos de Castro, 37 anos, foi preso nesta terça-feira (5) em Natal acusado de estelionato. Atualmente, ele se passava por engenheiro da Petrobras, e evangelista de igreja evangélica. Ele usava a identidade falsa para garantir poder de compra. Ele morava em Cidade Nova, bairro da Zona Oeste da capital e a família constituída em Natal, não sabia de seu nome falso, segundo informações da Polícia Civil.

A prisão ocorreu após tentativa de lixamento no Alecrim, na Rua dos Caicós. O soldado da polícia militar Glaybson Diniz, a paisana, passava pelo local, quando interferiu no conflito. Segundo o policial, comerciantes da área identificaram o suspeito por possíveis golpes comerciais. O PM pediu apoio da 3° Delegacia de Polícia Civil, no bairro do Alecrim, que enviou apoio e efetuou a prisão.

Com o suspeito foi encontrado certidão de nascimento no nome de Francisco Ribeiro Carvalho, e nascimento no ano de 1981 – teria 33 anos de idade. Ele também possuía quatro diferentes cartões de crédito neste nome, um cartão de registro empregatício da empresa Petrobras, e dois pendrives (com fotos).

Segundo informações do 3° Distrito, Francisco Santos foi preso há dois anos na mesma delegacia pela acusação de se passar por engenheiro da Petrobras. Ele também sofre processo por furtar um distintivo de uma delegada da Polícia Civil da Paraíba.

Atualmente, ele tem mandando de prisão em aberto por furto, da 1° Vara Criminal da Zona Sul, comarca de Natal. Ele pode ser enquadrado ainda, por falsidade ideológica e uso de documentos falsos, com perspectiva de prisão de 1 a 5 anos.

Em entrevista, Francisco Santos confirma as suspeitas. Segundo ele, usava o nome falso “porque estava com o nome sujo”, e a falsa profissão era “para ganhar benefícios”. Ele está detido na 3° Delegacia de Policia Civil de Natal, e deve ser encaminhado para o sistema prisional, onde esperará pelo julgamento.

Fonte: Tribuna do Norte

148405

Foto: Daísa Alves

Assaltos e seus muitos estilos

ASSALTANTE BAIANO
Ô meu rei… (pausa)
Isso é um assalto… (longa pausa)
Levanta os braços, mas não se avexe não… (outra pausa)
Se num quiser nem precisa levantar, pra num ficar cansado…
Vai passando a grana, bem devagarinho (pausa pra pausa)
Num repara se o berro está sem bala, mas é pra não ficar muito pesado..
Não esquenta, meu irmãozinho, (pausa)
Vou deixar teus documentos na encruzilhada.

ASSALTANTE PERNAMBUCANO
Ô cába safado,
Isso é um assalto víssee,
Passa logo o dínhero víssee,
Seu fii de rapariga,
Bota logo essa bobonica pra cá víssee,
Se não te meto a pechera de
descascar cana no bucho,
fii de rapariga.

ASSALTANTE MINEIRO
Ô sô, prestenção
issé um assarto, uai.
Levantus braço e fica ketin quié mió procê.
Esse trem na minha mão t� � chein de bala…
Mió passá logo os trocados que eu num tô bão hoje…
Vai andando, uai! Tá esperando o quê, sô?!
(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. kkkkkkkk quase morro de rir aqui!!!

    e fica a pergunta como seria um assaltante potiguar?

  2. Karl Leite disse:

    Excelente… dei boas risadas. Isso também é cultura.