Mãe joga filhos de 4 e 7 anos do 15º andar: ´Estava de saco cheio´

Imagem do site LifeNews.ru mostra a mulher que atirou os filhos pela janela - Reprodução/LifeNews.ruUma mulher de 30 anos foi presa em Moscou, capital da Rússia, sob acusação de ter atirado seus dois filhos pela janela do 15º andar do prédio em que mora. As duas crianças, de 4 e 7 anos, morreram antes da chegada de médicos ao local. A informação é do jornal russo LifeNews.ru.

De acordo com testemunhas, a mulher, Galina Ryabkova, disse que atirou as crianças porque estava de “saco cheio” delas. O jornal britânico Daily News informa ainda que ela teria decidido “se livrar delas (das crianças)”.

A ação foi parcialmente registrada no circuito interno de segurança do prédio. As imagens mostram uma das crianças atingindo o solo, no canto do vídeo. Momentos depois, a mãe aparece caminhando pela entrada do edifício calmamente, com uma expressão facial descrita como “sem emoção”. Ela tenta deixar o local mas os vizinhos a detêm, como aparece nas imagens.

“Eu estava perto da janela e ouvi uma grande batida”, disse Tatiana Gumanyova, que também mora no prédio, ao LifeNews. “Não prestei atenção, porque pensei que a criança só tinha tropeçado e caído. Mas então eu ouvi uma nova batida”, afirmou.

Um outro vizinho disse ao jornal que a mãe estava calma até a polícia chegar. “Minha mulher me acordou e disse que havia crianças caindo. Nós corremos e vimos duas crianças no chão em frente à porta principal, no mesmo momento em que ela estava deixando o prédio. Nós perguntamos se aqueles eram seus filhos e ela respondeu, sem emoção, ‘Sim, eu os atirei'”.

A mulher foi detida pela polícia, que chegou momentos depois. Ela morava no oitavo andar do prédio com as crianças e o marido, que estava fora da cidade em uma viagem a trabalho. Segundo o jornal russo, ela teria subido ao 15º andar para atirar os filhos. Ela foi enviada a um hospital psiquiátrico.

Fonte: Estadão

Mulher joga filho de 6 anos do 15º andar e depois se joga em prédio de SP

Meu Deus, como uma pessoa comete uma atitude dessas? Como uma pessoa tem coragam de jogar uma criança de 6 anos do 15º andar de um prédio? Segue reportagem do Estadão:

Uma mulher, identificada como Cássia Cristina dos Santos Nunes Gomes, de 33 anos, teria jogado o filho, I.J.C.J., de 6 anos, do 15º andar do prédio onde mora e, na sequência, cometido suicídio, por volta das 2h de hoje, no bairro do Sumaré, zona oeste da capital paulista.

Moradores do edifício ouviram o primeiro estrondo e, 10 segundos depois, o outro. O zelador disse aos policiais que a criança foi a primeira a cair. Mãe e filho morreram no local, antes da chegada dos bombeiros. O caso será investigado pelo 7º Distrito Policial, da Lapa.

Segundo o que o delegado Percival Moura apurou no local com algumas testemunhas, Cássia vinha apresentando sinais de depressão e relatava a vontade se matar. O ex-marido de Cássia está em viagem com uma adolescente de 15 anos, filha do casal. Dentro do apartamento da mulher, teria sido encontrado um bilhete, escrito supostamente por Cássia, no qual ela dá indícios de que cometeria o suicídio.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergioxoroque disse:

    senhores reporteres vasculhem o passado dessa maldita e se surpriendam !!! pau que nasce torto nunca endireita !!!

  2. sem comentario. apartir da hora que ela fez isto com o proprio filho, ela teria que se matar mesmo, pois se ela tivesse viva não teria direito a essa vida, quem faz isto com o proprio filho, faz com qualquer um. 

  3. rosa disse:

    olha na minha opiniao   as pesoas estao cada vez mais  distante de deus e isto e muito serio  que deus abençoe nossos pesamentos 

Mãe jogou os filhos Gêmeos de um ano e meio pela janela do apartamento

Uma mulher foi presa na noite desta quarta-feira sob suspeita de ter jogado os dois filhos gêmeos, de um ano e cinco meses de idade, pela janela de um apartamento no quarto andar de um prédio em Sete Lagoas (79 km de Belo Horizonte). A avó das crianças relatou à polícia que os dois caíram sobre o jardim do prédio e foram imediatamente socorridos.

A operadora de caixa Gisele Pereira da Fonseca, 25, confessou ter atirado os filhos pela janela durante um acesso de “raiva” após se desentender com sua mãe, segundo a delegada de homicídios, Mariza Andrade.

Um dos bebês foi internado no hospital municipal de Sete Lagoas e não corre risco de morte. O outro teve um hematoma no cérebro e foi levado para Belo Horizonte, onde está internado no CTI (Centro de Terapia Intensiva), mas está estável e também não corre risco morrer.

“Ela disse que perdeu o controle porque precisava viajar a Nova Lima [MG] para ver o ex-namorado [que também é pai das crianças], mas não tinha com quem deixar os bebês”, afirma a delegada.

Em depoimento, Gisele disse que estava segurando as crianças no colo e as atirou pela janela após a mãe ter se negado a cuidar dos meninos.

“A mãe [de Gisele] disse que explicou à filha que não poderia ajudá-la porque tinha de trabalhar. Quando saía de casa, se deu conta de que as crianças haviam sido jogadas”, disse a delegada.

A polícia não soube precisar de que altura as crianças caíram nem o cômodo de onde a mãe supostamente as teria jogado. Na noite desta quarta, os peritos ainda trabalhavam no local.

Ainda segundo a polícia, a mãe dos bebês disse que sofria de depressão há um tempo e que precisava buscar dinheiro com o ex-namorado.

Gisele seria encaminhada ao Presídio de Sete Lagos ainda nesta noite. A delegada responsável diz que ela será indiciada sob suspeita de tentativa de homicídio. Até o momento, ela não tem advogado.

Folha.com