Diversos

Medalhista olímpica apontada como amante de Putin desaparece após dar à luz gêmeos

Alina Kabayeva nos tempos como ginasta (Foto: getty)

A ex-ginasta russa Alina Kabaeva, que supostamente teve gêmeos com Vladimir Putin desapareceu dos olhos do público e seu sumiço tem gerado preocupação. A multimedalhista de 37 anos, bronze em Sidney e ouro em Atenas, não é vista desde 2018, quando sua gravidez de gêmeos – que seriam de Vladimir Putin – foi descoberta. Acredita-se que ela tenha dado à luz em abril do ano passado em uma clínica de Moscou.

Mas há preocupação na Rússia de que ela tenha desaparecido desde então, de acordo com o The Sun. Alina é uma das ginastas mais premiadas da história da ginástica rítmica, com 2 medalhas olímpicas, 14 medalhas de campeonatos mundiais e 25 medalhas de campeonatos europeus. Depois de se aposentar do esporte, ela se voltou para a política e tornou-se parlamentar do partido Rússia Unida, o mesmo de Putin.

Além da política, Alina também protagonizou um ensaio ousado em uma revista, apareceu em ‘Red Shadow: Akakage’, um filme de ação japonês, e tentou uma carreira de cantora. Mais recentemente, ela trabalhou como como chefe do National Media Group, uma das maiores holdings de mídia do país.

Rumores envolvendo o romance entre Alina e o presidente russo remetem a 2008. O jornal Moskovsky Korrespondent relatou em 2008 que ela e Putin estavam noivos, mas a história foi negada e o jornal foi fechado. Também há rumores de que ela teve seu primeiro filho com Putin em 2015, o que também foi negado. No ano passado, quando rumores se espalharam sobre ela dar à luz gêmeos, todo o quarto andar VIP do Centro de Pesquisa Kulakov para Obstetrícia, Ginecologia e Perinatologia foi liberado para acomodar a ex-ginasta e ministra, dizem os relatórios.

Um grande jornal, Moskovsky Komsomolets, publicou a história em seu site apenas para excluí-la repentinamente e limpar todas as menções às alegações, inclusive do cache da Internet. Putin foi casado com Lyudmila Shkrebneva e eles têm duas filhas juntos, Mariya Putina e Yekaterina Putina. Especulou-se que o casamento, que teve início em 1983, teria chegado ao fim, mas o divórcio somente foi confirmado em 2014.

Alina Kabayeva e Yelena Isinbayeva na Olimpíada de Inverno de Sochi (Foto: getty)

Uma fonte de Moscou disse ao The Sun: “Putin é um homem intensamente reservado – ele esconde suas duas filhas adultas sob identidades falsas há anos. Mesmo agora, embora ele fale sobre elas ocasionalmente, ele nunca as cita nominalmente. Se Alina deu à luz seus filhos, o fato de ela se esconder pode ser um dos indícios mais fortes que apontam para isso. Ele é obsessivo com a segurança de sua família”, revelou a fonte ao jornal britânico.

Globo, via Monet

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Preso suspeito de matar irmãos gêmeos com golpes de machado e pauladas na Grande Natal

Um jovem de 22 anos foi preso na madrugada desta sexta-feira (20), no bairro Nazaré, zona Oeste de Natal, na Operação Retorno, da Polícia Civil. Trata-se de André Roberto da Silva, conhecido como Deca, suspeito de envolvimento no assassinato dos irmãos gêmeos Gerson Paulino de Lima e Gilson Paulino de Lima, de 42 anos, crime cometido dentro da casa das vítimas, na comunidade rural de Cajazeiras, em Macaíba, na Grande Natal. O duplo homicídio, inclusive, foi terrível e lembrou cenas de filme de terror, com os homens sendo mortos com golpes de machado e pauladas.

Segundo a Polícia, o acusado foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Macaíba. Ele é suspeito de matar os irmãos com objetivo de roubar, o que configura o crime de latrocínio (roubo seguido de morte).

A Operação Retorno foi batizada em alusão à volta do delegado Normando Feitosa para a Delegacia de Polícia Civil de Macaíba, que reassumiu a DP há dois meses depois de um ano na regional de Nova Cruz.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Irmãos gêmeos, alunos do CEI Mirassol são destaque na luta olímpica durante os Jogos Escolares da Juventude

800x600Durante os Jogos Escolares da juventude, considerado o maior evento estudantil esportivo do país, os alunos do CEI Mirassol e irmãos Gêmeos Marcos e Pedro Peixoto foram destaque na categoria peso médio da luta olímpica. A luta olímpica que no início deste mês, durante a reunião do Comitê Olímpico Internacional (COI) em Buenos Aires, foi reincorporada ao programa dos Jogos Olímpicos de 2020.

A receita de treinar junto e competir na mesma categoria tem dado excelentes resultados. Marcos conquistou a medalha de bronze e Pedro ajudou na conquista do 2º lugar por equipe. Os irmãos que sempre gostaram de praticar esportes, conheceram a pouco mais de um ano a luta e desde então vem se dedicando ao esporte. Segundo a Secretaria de Estado do Esporte e do Lazer (SEEL), O Rio Grande do Norte terminou a noite levando medalhas em todas as categorias da luta olímpica.

Segundo a diretora do CEI Mirassol, Maria Célia Andrade, apesar da modalidade não fazer parte da grade extracurricular dos alunos, a escola está dando todo apoio aos atletas. “Foi um resultado muito gratificante, pois os alunos estão no esporte a pouco mais de um ano e já estão se destacando. Esperamos que a escola seja o ponto de partida na carreira desses alunos”, afirma a diretora.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Gêmeos acusados de tráfico de drogas são presos em João Câmara

A equipe de policiais civis da 10ª Delegacia Regional de João Câmara prendeu em flagrante no início da tarde desta quinta-feira (09), por volta das 14h, dois irmãos gêmeos acusados de tráfico de drogas no município de João Câmara, distante a 74km da capital. Carlos Antônio Batista e Antônio Carlos Batista, de 24 anos, foram pegos em casa, no bairro do Ceac.

Segundo o chefe de investigações da 10ª regional, Paulo Leclarian, os gêmeos que não tinham passagem pela polícia já vinham sendo investigados há algum tempo por traficar na região. “Com a dupla foram apreendidas 30 pedras de crack, uma espingarda e duas motos roubadas. Sendo uma Kasinski vermelha placa NNN 7840 e uma Honda também vermelha com chassi adulterado”, conta.

Carlos Antônio Batista esta sendo indiciado por tráfico de drogas e receptação, enquanto que seu irmão Antônio Carlos Batista por associação ao tráfico e porte ilegal de armas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Mãe e barriga de aluguel engravidam de gêmeos, e casal espera 4 bebês

Um casal americano que tentou ter filhos por dez anos agora espera quatro bebês, já que a mulher engravidou de gêmeos ao mesmo tempo que a mãe de aluguel que havia implantado seus embriões.

Após duas tentativas fracassadas de fertilização in vitro (FIV) e um aborto natural, Misty e Brian Baker se diziam exauridos, tanto no aspecto financeiro, como emocional e físico, quando a amiga Amber Pluckebaum, que já tinha dois filhos, se ofereceu para ajudar.

“Quando ela disse estar disposta (a ser mãe de aluguel), me pareceu tão perfeito e natural”, disse Misty ao canal de TV RTV6.

Em outubro do ano passado, o médico responsável pelo procedimento sugeriu que, além de implantar os embriões do casal no útero da amiga, Misty também tentasse a FIV uma última vez.

“Eu acho que ela (Misty) pensou: ‘Claro, por que não? Mas não vai funcionar para mim. Nunca funciona'”, disse o médico William Gentry.

Gentry selecionou dois embriões mais saudáveis para Amber e quatro de menor qualidade para Misty.

SURPRESA DUPLA

A notícia de que ambas estavam grávidas de gêmeos surpreendeu a todos, inclusive ao médico.

“Nunca as duas ficam grávidas de gêmeos ao mesmo tempo. Nunca vi isso antes”, disse Gentry ao canal de TV local.

Segundo ele, Misty achou que a amiga ia ser bem-sucedida, então relaxou e acabou, finalmente, conseguindo engravidar.

“Nós realmente acreditamos que ela (Amber) era o pedaço do quebra-cabeça que estava faltando, não só para que tenhamos as crianças que ela está esperando por nós, mas também esses dois”, disse o futuro pai Brian à RTV6, enquanto passava a mão na barriga de Misty.

SEPARAÇÃO

As duas amigas tiveram que passar a gravidez separadas, já que Misty e Brian se mudaram para Seattle, enquanto Amber e o marido, que também se chama Brian, continuaram a viver em Kokomo, Indiana, a 3 mil quilômetros de distância.

Complicações no início da gravidez impediram que as duas viajassem, então Misty vem mantendo contato com Amber via Skype e telefone, enquanto seu marido visitou a mãe de aluguel algumas vezes.

Os bebês que vão nascer em Seattle, um menino e uma menina, vão se chamar Connor e Hope, que quer dizer esperança; os nomes das gêmeas que nascerão em Indiana, duas meninas, serão Madison e Victoria.

Amber e o marido dizem que sempre terão uma ligação especial com as duas meninas, mas com filhos de seis e quatro anos, eles brincam que estão felizes por não ter mais que acordar de madrugada ou trocar fraldas.

Os quatro bebês têm data prevista para nascimento em junho, mas os médicos acham que o parto deve acontecer antes disso

Fonte: BBC BRASIL

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

De volta a Mossoró, gêmeos presos em Salvador pedem perdão e maconha ao pai

A viagem muito doida dos gêmeos Diego e Diogo Moraes Bezerra, 27, chegou ao fim. Detidos terça-feira fazendo flexões na pista da avenida Paralela, os rapazes de Mossoró (RN) foram liberados da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) de madrugada, depois da chegada do pai.

“Diogo perguntou se o pai ainda o amava, e o pai respondeu que sim. Aí os dois pediram beijo do pai e perguntaram a ele se tinha trazido uma maconhazinha”, conta o coordenador de plantão da DFRV, Adimilton Jacarandá. Eles passaram a noite em um hotel.

A dupla é conhecida em Mossoró. Segundo o editor de um jornal local, Márcio Costa, sempre estudaram em colégios particulares.  O pai é dono de uma lanchonete . “Eles ajudam o pai e vivem bem”, diz.

Viagem
Na delegacia, os gêmeos, de sobrenome Moraes Bezerra e 27 anos, disseram que saíram de Mossoró, no Rio Grande do Norte, no domingo à noite, com o carro do pai, um Chevrolet Ágile. A intenção era chegar a Brasília, mas antes deram uma passadinha na Bahia.  “Não é caminho, não?”, questionou Diego. “A gente estava indo para Brasília propor um projeto de lei sobre a legalização da bichinha”, disse Diogo (não confunda). “Bichinha?”, quisemos entender. “A cannabis”, esclareceu o rapaz. “A gente usa maconha desde os 21 anos”, destacou Diogo, que disse ainda que ele e o irmão tocam guitarra, baixo e bateria em uma banda de rock chamada Leões de Minerva e vendem lanches em Mossoró.

Sobre as flexões que fizeram na pista da avenida Paralela, Diogo, o mais desinibido, explicou que tinha visto um homem enfartando e desceram para fazer massagem cardíaca. Já ao serem ouvidos pelo delegado, os dois irmãos disseram que estavam indo para Brasília, onde iriam tocar numa banda e que vieram a Salvador conhecer a Igreja do Senhor do Bonfim, mas antes ainda passaram para conhecer a praia de Imbassaí.

“Na verdade, eles estão aloprados. Tudo indica que por uso de drogas”, disse. “A família estava apavorada. Eles estavam com R$ 6 mil em espécie. A família pediu que eles ficassem na delegacia. Os parentes estão vindo do Rio Grande do Norte para buscá-los”, emendou Borba.

Ainda segundo o delegado, a família disse que eles roubaram o dinheiro e o carro do pai, mas em seguida voltaram atrás e disseram que o pai sabia de tudo. “Vamos fazer um termo circunstanciado, uma ocorrência mais detalhada, já que eles não cometeram nenhum delito grave. Foi uma grande irresponsabilidade. Eles podiam ter causado um acidente”, disse Borba.

“Pedimos o carro a meu pai. Só não pedimos perdão”, explicou Diogo. No veículo, foi encontrada, além do dinheiro, uma “pequena quantidade de maconha”. A dupla ainda fez questão de dizer que não cometeram crime. “Somos duas pessoas santas. Só fazemos trabalhar, fumar nossa maconhazinha e comer e dormir bem”, resumiu Diogo.

Fonte: Ibahia

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Humor

[VÍDEO] Gêmeos doidões de Mossoró "bombam" na web brasileira

Vídeos engraçados e inusitados sempre tiveram espaço neste blog que além de informação séria – e apurada – tem espaço para humor e boas risadas. Porque não?

Quando publicamos o vídeo dos gêmeos doidões de Mossoró que pararam a Av. Paralela, uma das principais vias de Salvador para fazer flexões, seu número de exibições não chegava a três centenas.

Hoje pela manhã, o registro da “peripécia” já havia alcançado a impressionante marca de 255 mil e 890 visualizações.

Veja novamente a “presepada” dos irmãos mossoroenses e divirta-se mais um pouco.

Opinião dos leitores

  1. Esses doidos só pudiam ser de Mossoró. Que reporter mais burra, não sabe nem fazer uma entrevista.

  2. Poxa obrigado por vocês terem aceitado meu comentário. Esses mossoroenses realmente fizeram uma verdadeira presepada na terra de todos os santos e que gosto muito. Mas nada é por acaso, fiquei admirado por esse sorriso encantador dessa baianinha linda. Me façam saber se ela é solteira ou não é. natalense apaixonado.

  3. Que o sistema baiano é bruto não sei, pois só conheço o carnaval de salvador e o elevador lacerda. Mas que Mirella Cunha é linda isso é! Ela é solteira? Me apaixonei.

                                                                                  Um natalense apaixonado por essa baianinha arretada

  4. Que o sistema baiano é bruto não sei. Mas que essa reporte é linda isso é!Adorei os sorriso dela. Ela tem namorado? 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Humor

Sindicato dos Gêmeos defende roupas diferentes para irmãos

O Estado de S.Paulo

Gêmeos de todo o País já têm a quem recorrer para fazer valer seu direito à individualidade. No dia 11 de novembro foi criado o Sindicato dos Gêmeos, uma espécie de associação sem fins lucrativos, que reúne duplas de irmãos das mais diversas profissões e idades.

O pai da ideia é o neurologista carioca Alexandre Ghelman, irmão gêmeo do pediatra antroposófico Ricardo Ghelman. Nascidos em junho de 1963, eles colecionam histórias engraçadas sobre gêmeos. “Na época em que a mamãe engravidou, ainda não existiam bebê de proveta, exame de ultrassom nem essa história de o marido acompanhar a mulher nos exames do pré-natal”, conta Alexandre. “No berçário, ao ver que ela havia tido dois bebês, o papai desmaiou.”

Há alguns meses, os irmãos Ghelman procuraram os cartunistas gêmeos Paulo e Chico Caruso com a ideia de fundar uma associação. A dupla topou e até ajudou a elaborar o Estatuto dos Gêmeos. Segundo tal documento, os gêmeos têm direito à individualidade. Portanto, não devem ser obrigados a usar roupas iguais, estudar na mesma turma do colégio nem ganhar o mesmo presente que o irmão.

Desde o nascimento, os gêmeos precisam exercitar a tolerância. “Quer coisa mais incômoda que dividir com alguém a atenção dos pais, o quarto e a festa de aniversário?”, brinca Alexandre. “Em uma sociedade onde as pessoas são observadas e avaliadas o tempo todo, eles enfrentam todo tipo de comparação e brincadeiras infames dos colegas de escola.”

Um mês após a criação, o site sindicatodosgemeos.com.br já tem 500 cadastrados.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Mãe jogou os filhos Gêmeos de um ano e meio pela janela do apartamento

Uma mulher foi presa na noite desta quarta-feira sob suspeita de ter jogado os dois filhos gêmeos, de um ano e cinco meses de idade, pela janela de um apartamento no quarto andar de um prédio em Sete Lagoas (79 km de Belo Horizonte). A avó das crianças relatou à polícia que os dois caíram sobre o jardim do prédio e foram imediatamente socorridos.

A operadora de caixa Gisele Pereira da Fonseca, 25, confessou ter atirado os filhos pela janela durante um acesso de “raiva” após se desentender com sua mãe, segundo a delegada de homicídios, Mariza Andrade.

Um dos bebês foi internado no hospital municipal de Sete Lagoas e não corre risco de morte. O outro teve um hematoma no cérebro e foi levado para Belo Horizonte, onde está internado no CTI (Centro de Terapia Intensiva), mas está estável e também não corre risco morrer.

“Ela disse que perdeu o controle porque precisava viajar a Nova Lima [MG] para ver o ex-namorado [que também é pai das crianças], mas não tinha com quem deixar os bebês”, afirma a delegada.

Em depoimento, Gisele disse que estava segurando as crianças no colo e as atirou pela janela após a mãe ter se negado a cuidar dos meninos.

“A mãe [de Gisele] disse que explicou à filha que não poderia ajudá-la porque tinha de trabalhar. Quando saía de casa, se deu conta de que as crianças haviam sido jogadas”, disse a delegada.

A polícia não soube precisar de que altura as crianças caíram nem o cômodo de onde a mãe supostamente as teria jogado. Na noite desta quarta, os peritos ainda trabalhavam no local.

Ainda segundo a polícia, a mãe dos bebês disse que sofria de depressão há um tempo e que precisava buscar dinheiro com o ex-namorado.

Gisele seria encaminhada ao Presídio de Sete Lagos ainda nesta noite. A delegada responsável diz que ela será indiciada sob suspeita de tentativa de homicídio. Até o momento, ela não tem advogado.

Folha.com

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Gêmeos morrem após hospitais dizerem não ter vagas para fazerem parto

Folha.com

Uma mulher grávida de 27 anos perdeu os filhos gêmeos na manhã desta terça-feira em Belém (PA) depois que dois hospitais disseram não ter vagas para atendê-la durante o trabalho de parto.

Uma médica e duas enfermeiras da Santa Casa foram conduzidas à delegacia para prestar esclarecimentos. Os corpos dos bebês foram enviados à perícia para verificar se houve negligência e omissão de socorro, e a polícia abrirá inquérito para investigar o caso.

Segundo a Polícia Civil, o pai dos bebês, Raimundo Cícero, disse que levou a mulher por volta das 4h30 à Santa Casa, onde ela fazia o acompanhamento pré-natal durante a gestação. Eles foram informados, porém, de que não havia leitos disponíveis.

(mais…)

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *