Polícia Civil prende suspeito por lesão corporal e tentativa de homicídio contra ex-companheira em Natal

Policiais civis da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECAP) de Natal prenderam, na noite desta quarta-feira (09), um homem de 25 anos. Ele foi preso no bairro Potengi, na Zona Norte de Natal.

Ele foi detido em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, expedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Natal, pela prática dos crimes de lesão corporal e tentativa de homicídio, cometidos contra sua ex-companheira.

O homem foi conduzido até a DECAP e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, através do Disque Denúncia 181 ou por meio dos telefones da DECAP: (84) 98135-6174 (WhatsApp) ou 3232-7867.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Matheus disse:

    Calígula , esse tipo de comportamento é mais pro gado, já deviam serem acostumados com chifre.

  2. Calígula disse:

    Esse animal deve ser petista

Polícia Civil prende suspeita por lesão corporal e maus tratos contra idosa em Natal

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da 2ª Delegacia de Polícia (DP) de Natal prenderam em flagrante, nessa terça-feira (08), Luciana Pereira Rodrigues, 42 anos, pela suspeita da prática dos crimes de lesão corporal e maus tratos contra idoso. Segundo as investigações, o crime teria ocorrido por volta das 12h. Logo depois, a vítima, que é uma idosa, foi, acompanhada de seu filho, até a delegacia para prestar queixa, onde foram apresentadas as lesões corporais, motivo pelo qual a suspeita foi presa em flagrante em seu apartamento, no bairro Praia do Meio, na Zona Leste de Natal.

Ainda segundo as investigações, realizadas pela equipe da 2ª DP, a idosa já havia sofrido violências físicas duas vezes, somente no último final de semana, possivelmente praticadas também pela mesma agressora, sua nora. Luciana Pereira foi conduzida até a delegacia e encaminhada ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Rômulo Lemos é indiciado por "lesão corporal grave"

Do Uol

Estudante mostra cirurgia feita no braço direito para implantação de duas placas de titânio e 14 pinosA Polícia Civil do Rio Grande do Norte encaminha nesta sexta-feira (28), ao MP (Ministério Público Estadual), o inquérito que investigou a agressão contra a estudante de direito Rhanna Umbelino Diógenes, 19, em uma boate de Natal.

Segundo o delegado Francisco Quirino Filho, o comerciante Rômulo Lemos do Nascimento, 22, acusado de quebrar o antebraço da jovem, foi indiciado por “lesão corporal grave”. Caberá agora a promotoria da 2ª Vara Criminal definir se oferece ou não denúncia à Justiça.

Após o depoimento de Rômulo nesta quinta-feira (27), na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher da Zona Sul, Quirino disse não ter dúvidas de que o acusado teve a intenção de machucar a estudante quando ela teria recusado um beijo do rapaz na pista de dança da boate.

“Todos os depoimentos batem com as imagens das câmeras. Tudo começou com um assédio dele. Ela estava num sofá quando ele chegou, pegou no braço dela e pediu um beijo. Ela recusou, ele soltou um palavrão e saiu. Depois o acusado a encontrou novamente e iniciou a discussão. Ele segurou o braço da garota e saiu correndo depois que ela caiu. Se não tivesse noção da gravidade da lesão e não fosse intencional ele não teria saído correndo, pois quase ninguém na boate viu o que aconteceu”, afirmou ao UOL Notícias.

Quirino ressaltou ainda Rômulo tem histórico de agressão, relatados em depoimentos de oito mulheres que denunciaram violência do comerciante. “O processo da ex-companheira que trata de violência doméstica é um caso. Oito mulheres vieram à delegacia nos últimos dias informar que foram agredidas e contaram que só tiveram coragem após saberem do caso da boate.”

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alana disse:

    Se ele realmente está recebendo essas ameaças por ligações de onde quer que seja, pq o advogado não entrou com uma liminar na justiça para conseguir na operadora os autores de tais ameaças?