Polícia

Jornalista relata tentativa de assalto na Avenida Campos Sales durante atividade física no início de manhã: “vou ser obrigado a viver na esteira ou ir para a rua sem celular, aliança e relógio”

Fotos: Reprodução/Instagram

O jornalista Daniel Cabral relata em sua rede social Instagram que foi alvo de tentativa de assalto na Avenida Campos Sales, na Zona Leste de Natal, por volta das 6h da manhã.

O comunicador fazia a sua corrida quando foi surpreendido por três marginais em um veículo Fox de cor prata. Na ocasião, um dos bandidos abordou um corredor que estava a 4 metros dele.

“O rapaz correu enquanto o bandido apontava a arma pra ele. Minha reação foi correr também para fugir”, contou o jornalista.

Daniel Cabral ainda disse que ligou para a polícia e avisou a quem pôde. “Mas, até quando vamos escapar? Ou vou ser obrigado a viver na esteira ou ir para a rua sem celular, aliança e relógio”, desabafou em tom de revolta.

Opinião dos leitores

  1. A segurança pública do RN está entregue as baratas, não existe o mínimo de comprometimento dos seus gestores com a população, é o salve-se quem puder. Esses gestores ficam trancados em seus gabinetes e foda-se o resto. Tem que colocar esses oficias da PM para trabalharem nas ruas junto aos policiais do policiamento ostensivo e a comunidade, a mesma coisa tem que ser feito com muitos delegados que ficam dentro das suas salas ou gabinetes, pois hoje a coisa só acontece se a execução das operações forem acompanhadas in loco.

  2. Segundo ALARICO Cel. 2021 “Não deem bobeira, é mais cômodo você não usar seus pertences na rua, do que a segurança combater a insegurança”.

  3. Em 2022 certamente vai ter muita gente votando nessa senhora que se diz governadora, que provavelmente vai ser reeleita. O povo merece os políticos que temos. As pessoas não aprendem a votar. Vão continuar sofrendo por mais 04 (quatro) anos! Acho é pouco.

  4. Faço campanha todos os dias para as pessoas não visitem Natal, cidade sem regras, sem governo, sem segurança, sem atrativos.
    É uma vergonha a população não ter o direito a se exercitar em via pública , caminhar ou correr.
    Vergonhoso – vamos todos para JP aprender com eles

    1. A cidade não tem um parque decente. As praças estão abandonadas. A orla, um lixo. Para piorar, segurança zero. É de fazer vergonha!

  5. E o Secretário de Segurança pública do RN, diz que, essa onda de assaltos, assassinatos e violência são apenas um momento atípico que o RN vive.
    Pior Secretário de Segurança pública que o RN já teve.

    1. Esse secretário de Seg. Pública parece um boneco de pano, só comendo no mole!!

    2. Concordo, amigo. Minha discordância seria apenas no tocante a chamar esse senhor de “Secretário de Segurança”. Nunca foi. Não tem capacidade para o cargo e, acima de tudo, é por demais prepotente e arrogante,

  6. Faz tempo que esse governo acabou!!
    Pior do que o do passado recente.
    Esse tem dinheiro que Bolsonaro mandou, e bate recordes de arrecadação com aumento das pautas de icms na gasolina.
    O outro governo, vivia a pão e água.
    Dilmanta e Temer não dava nada, muito pouco.
    Os Alves, Ze Agripino e Fatão sabotavam em Brasília, era o que as ruas dizia naquela época.
    Cadê o dinheiro dos respiradores fatão??
    Não esqueci.
    Saco de lixos, ambulâncias etc etc etc…
    Tamo de olho.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Policial penal é baleado durante tentativa de assalto em pousada na praia de Pipa

Uma tentativa de assalto em uma pousada na praia de Pipa, no litoral sul potiguar, na tarde desta terça-feira(14), deixou um policial penal baleado.

Informações preliminares dão conta que a vítima foi atingida na região abdominal e foi socorrida por um popular e a sua esposa para o hospital mais próximo.

Não há informações do desfecho da ocorrência. Os bandidos não teriam conseguido realizar a ação criminosa no local e fugiram com destino ignorado.

Diligências estão sendo realizadas pela região em busca de suspeitos.

Veja imagens cedidas abaixo:

Opinião dos leitores

  1. So mais um dia atípico.. e sem comentarios da gestora petista em chefe (omissa), sem lamentar mais um ato de violencia como esse. Infelizmente, existem 2 RNs: aquele que manda apurar com rigor um ato de violencia de espancamento contra um arrombador de imovel, so pq tem uma foto do agressor (proprietario do imovel) com bandeira politica adversaria; e outro, onde a violencia mais agressiva atinge toda a populacao, seja pobre ou classe media, e que nao podem ter direito a segurança armada a disposicao… O RN ta parecendo um abandono so. Aqui se age com rigor segundo a publicidade ideologica ou politica? Quando o Estado é omisso na proteção dos cidadaos, estes no desespero partem pra se protegerem usando o que tem, mesmo que nao sejam justificaveis os atos… pq o Estado falhou na sua essencia e na sua promessa.

  2. Augusto já chegou conversando bosta e falando de política, sempre tem. Já que você é o cara, pega a PT e vai trocar tiro, enquanto os policiais ficam no celular comentando merda deitado na rede.

    1. Se identificou como um apoiador de LULADRAO, é do time. Kkkkkl

  3. Agora é pegar e eliminar os CPFs. Simples assim. Do contrário, os bandidos farão pior de outra vez.

    1. Honestamente, você acha que por pior que seja o bandido, matar é algo trivial para alguém que não seja psicopata? Acha que o policial que mata legitimamente, não tem pesadelos, traumas e outra patologias da mente?
      Pergunto pois imagino que essa turma que pede para matar nunca pegou num mero .22 muito menos esteve num tiroteio. Óbvio que na própria polícia tem uma pequena parcela que matariam qualquer bandido sem o mínimo remorso, mais isso aí é assunto para outra conversa.

    2. Não teria problema nenhum em eliminar uma potencial ameaça a minha vida ou a de alguém da minha família, ficaria com zero sequela, para isso que existe a legítima defesa sua ou de outrem, se for para chorar que chore a mãe do bandido…

    3. Tem que dormir tranquilo, está fazendo limpeza de vermes, pena que ainda tem apoiadores dos meninos que não podem roubar sequer um celular. Essa turma de LULADRAO nao toma jeito.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO: Manifestantes tentaram invadir o Ministério da Saúde nesta quarta

Foto: R7

Segundo o portal R7, um grupo a favor do governo Jair Bolsonaro (sem partido) tentou invadir o Ministério da Saúde na manhã desta quarta-feira (8).

Segundo o R7, os manifestantes foram impedidos de entrar pelos seguranças do Ministério da Saúde. Imagens gravadas no interior do prédio mostram funcionários tentando passar rapidamente pela catraca de acesso ao ministério. O grupo também hostilizou e intimidou jornalistas que acompanhavam a ocupação na Esplanada e a tentativa de invasão à Saúde. A equipe da Record foi encurralada e sofreu ameaças pelo grupo.

Novos atos

Com cartazes, faixas, camisetas verdes e amarelas, o grupo segue na Esplanada dos Ministérios mesmo depois do fim dos atos do 7 de Setembro. Eles pedem a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e o voto impresso nas eleições do ano que vem.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) acompanha o movimento e mantém os acessos à Esplanada fechados nesta manhã, mas não há pontos de revista. O trânsito no centro da capital federal se complicou com a interdição. No sentido Congresso Nacional, a interdição começa na altura da Catedral Metropolitana. No sentido contrário, vai até a L2 Norte.

No gramado ao lado do Teatro Nacional estão estacionados trailers, ônibus e caminhões de apoiadores do presidente Bolsonaro. Os manifestantes dormiram por lá e, pela manhã, fizeram um buzinaço. A maior parte do grupo se concentra próximo ao Congresso, onde também foram instaladas barracas.

Com R7

 

Opinião dos leitores

  1. Com certeza não foram apoiadores do Bolsonaro e sim uma turma da esquerda infiltrada, com camisas verdes e amarelas.

    1. Essa narrativa da gadolândia é muito criativa, confesso! Mas ainda tem muito desocupado bolsopetista na Esplanada dos ministérios , devem estar esperando ganhar mais 100 reais e mostrando “serviço” já que não conseguiram chegar perto do Congresso nem STF. Mas bem que tentaram ontem e, mesmo pedindo intervenção militar, não aguentaram nem um pouco de gás lacrimogênio que receberam ao tentar furar as barreiras… Pense num gado véi covarde e que não sabe nem lidar com o que eles mesmo pedem: a força militar. São risíveis os vídeos, tem uma manifestante que chegou a dizer que a polícia era comunista KKKKKKKK

  2. Um bando de desmiolados tentando invadir o ministério da saúde achando que era o STF. Só isso.

  3. Uma certa pessoa disse para o povo de esquerda usar as cores do Brasil, só sendo alienado para não ver que isso é enrolação.

  4. E agora? Quem são os baderneiros, terroristas? Devem estar exigindo a vacina contra aftosa. Pra raiva, não adianta mais…

  5. Essa tentativa de invasão não faz qualquer sentido. Se investigar, vão descobrir o que foi isso realmente. Fica a dica.

  6. Vai ver esses manifestantes “patriotas” receberam diaria dobrada de 200 reais e estão atuando hoje também kkkkkk.

  7. Agora me diga: PARA QUÊ ?
    Essa gente parece zumbi andando em bando e deixando um rastro de destruição por onde passa. Caminhando sem sentido algum!

    1. Isso Thomaz, depois fica de bruços vendo XANDAO trabalhar. Vc sabe informar se o zumbido vem antes ou depois? Tem uns cumpanheros doidin pra saber.

    2. Manoel Fake, Xandão só pega os bolsopetistas bandidos que ficam ameaçando as instituições democráticas o que não parece ser o seu caso , fica tranquilo. Vc parece ser só mais um que fica idolatrando o capitão corno das rachadinhas e tem ele como político bandido de estimação…

  8. Esse grupo está disfarçado com roupa verde e amarelo. Por ir atrás. são todos vermelhos.
    Nenhum grupo da direita faz esse tipo de abordagem, isso é a cara e a forma de agir da esquerda.
    Prendam todos, peguem as identidades, se tiver, e vejam quem são, a verificação é simples e fácil.
    O ministério da saúde não foi pauta das manifestações do 7 de setembro. aí tem..

    1. Com toda certeza. O que tem a ver pedir destituição de MInistro do STF com invadir Ministerio da Saúde? NADA.
      São vermelhos, querendo confundir o Brasil, é o efeito e desespero depois do que viram ontem. Assunto encerrado.

  9. Não entendi foi nada, a troco de quê? Qual a pauta o que teria o Governo contra o MS para que apoiadores do Governo fossem invadir, muito estranho, mal contada essa historia. Ainda se fosse o congresso ou o STF eu não me surpreendia diante de tanta besteira que o Presidente falou ontem, más o MS, estranho, muito estranho.

    1. Pedro, Pedrinho de Jesus, é a parte que é contra a vacinação, não se faça de doido meu bichinho, vcs sabem que tem milhares de bolsoburros contra a vacina.

    2. Será que o gado está revoltado com as fraudes na compra e distribuição de vacinas, patrocinadas por Ricardo Barros?

    3. Dna. Maria, ainda assim não faz sentido, se são manifestantes “contra vacina” já tiveram tempo suficiente pra fazer estes protestos, só agora depois de grande parte da população já ter se vacinado, povo doido da bixiga é esse. Totalmente sem sentido.

    4. Deixa Pedro, não responde, esse povo passou 14 anos para aprender a escrever o nome do marginal, raciocínio não é o forte deles, ainda sonham em chegar esse momento.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

ALIANÇA PSB/PT: “Tirar Bolsonaro do poder é o que vai nos unir em 2022”, diz Paulo Câmara, governador de Pernambuco, que acredita que só Lula pode vencer o presidente

PAULO CAMARA – Leo Caldas/.

A um ano e meio de concluir seu segundo mandato de governador de Pernambuco, Paulo Câmara se prepara para abraçar um projeto ousado: construir as pontes que permitam a aliança do PSB, seu partido, com o PT com vista às eleições presidenciais. Não por acaso, foi por Recife que o ex-presidente Lula começou seu périplo no Nordeste em busca de apoio político. Não será um casamento fácil. A relação entre os dois partidos sempre foi pendular. Em 2014, os socialistas se afastaram dos petistas para lançar Eduardo Campos como candidato ao Planalto. O ex-governador morreu em um acidente de avião durante a campanha e foi substituído por Marina Silva, que acusou o PT de jogo sujo durante as eleições. No segundo turno, o partido apoiou Aécio Neves (PSDB). Anos depois, marchou com a oposição em favor do impeachment de Dilma Rousseff. Mesmo no quintal do governador, a convivência entre as duas agremiações é pouco amistosa. Câmara, no entanto, antevê que essas diferenças serão superadas a partir do instante em que todas as forças políticas se conscientizarem de que existe um único adversário a ser batido: Jair Bolsonaro. Aos 49 anos, o governador tem bons índices de popularidade e acredita que, no momento, apenas Lula tem condições de vencer o presidente da República nas urnas. Nesta entrevista a VEJA, ele defende a formação de uma frente de oposição, diz que apoiar o impeachment de Dilma foi um erro e que o governo federal é um desastre.

O PSB estará ao lado do PT nas eleições do ano que vem? Desde a redemocratização, o PSB caminhou muito mais ao lado do PT do que como oposição. Em 2018, na minha reeleição, o PT estava nos apoiando. A gente tem tido esse cuidado de conversar com os partidos progressistas, que estão conscientes da grande tarefa para 2022 que é combater a forma como o Brasil vem sendo administrado. O PT tem clara a posição de oposição ao governo Bolsonaro. Nós também.

Quais são as dificuldades para estabelecer desde já essa aliança? Há uma diretriz do PSB de só discutir alianças em 2022. Mas as portas estão abertas. Não apenas ao PT, mas a todos os partidos do campo progressista que queiram conversar sobre um Brasil melhor. A aliança com o PT é uma das alternativas. A possibilidade de aliança com o presidente Lula é real. Ele continua sendo o político mais popular no Nordeste. Aqui ele é imbatível. O que vai nos unir em 2022 é tirar o presidente Bolsonaro do poder e mudar tudo que está acontecendo no Brasil.

O senhor acredita na inocência do presidente Lula? Os processos dele foram anulados. O necessário agora é fazer o que a Justiça determinou: que sejam iniciadas as apurações, sem contaminação, seguindo o que diz a lei. Agora o ex-presidente vai ter todo o direito de defesa, que não deram a ele antes. A parcialidade do ex-juiz Sergio Moro foi demonstrada e reconhecida pela Justiça.

Tudo o que a Lava-Jato descobriu sobre corrupção envolvendo o ex-presidente, portanto, deve ser desconsiderado? Os processos judiciais é que vão dizer. Algumas ações já foram arquivadas e outras estão no mesmo caminho. É preciso imparcialidade e respeito aos ritos da Justiça, como aconteceria com qualquer cidadão e como a Constituição preconiza.

“A candidatura do Lula é uma opção contra a forma como o Brasil vem sendo administrado. O país fez avanços importantes durante os governos do ex-presidente”

O PSB apoiou e votou a favor do impeachment de Dilma Rousseff. Isso não é uma contradição? No meu entendimento, não do PSB, o impeachment não fez bem para o Brasil. Com a assunção do presidente Temer não houve a pacificação. Houve apenas uma mudança de rota fruto de um processo que terminou sem resultar em melhoria do país. O país piorou com a chegada do Temer. E a gente vê também que foi um processo traumático e o crime de responsabilidade que tanto foi propagado não se configurou. O partido sempre teve discussões em relação a isso. Aqui em Pernambuco já fizemos esse debate e acreditamos que o impeachment da presidente Dilma foi ruim para o Brasil.

Quais os argumentos para convencer o eleitor a dar uma segunda chance a Lula e ao PT? A candidatura do Lula é uma opção contra a forma como o Brasil vem sendo administrado. O país fez avanços importantes durante os governos do ex-­presidente. A desigualdade na Região Nordeste foi diminuída nesse período. Houve obras estruturantes e uma preocupação efetiva com a redução da pobreza, além de políticas públicas que chegavam a todos. Houve claramente ações de crescimento do país e respeitabilidade internacional — o que não existe mais.

Qual a avaliação que o senhor faz do governo Bolsonaro? É um absoluto retrocesso, um desastre. Não há mais política de educação. A saúde foi esse desastre que a pandemia mostrou. São quase 600 000 vidas perdidas. Segurança também é assunto que não existe no âmbito federal. E não há pautas que pensem a economia a curto, médio e longo prazo. Todos sabemos que a economia é muito baseada em expectativas. O Brasil vive expectativas negativas. Vivemos um momento muito difícil e que vai exigir esforço em 2022 para unificar este país contra o atual governo. Destruir é muito fácil e rápido.

O senhor vê riscos à democracia? É preocupante ver essas agressões contra o Supremo Tribunal Federal, governadores e prefeitos. Mas confiamos nos poderes constituídos e sabemos que, mesmo tendo uma pessoa que não está à altura do cargo de presidente, o país vai superar tudo isso. Depreciar a imagem pública de pessoas e instituições não encontrará eco na sociedade. O Brasil é maior que isso.

Parte da bancada do seu partido apoiou o voto impresso, defendido pelo presidente Bolsonaro. Isso não é outra contradição? Quem defende pautas bolsonaristas está fora de sintonia com o que pensa o PSB. Aqui não é lugar para pessoas que pensem desse jeito. O PSB é um partido progressista, que sempre lutou por liberdade e justiça, pela pauta de direitos humanos. Quem acha que pode flertar com o bolsonarismo ou com qualquer ação autoritária pode ter certeza de que o caminho não é pelo PSB. Pessoas que insistem em continuar defendendo esse tipo de pauta no PSB com certeza não vão ter lugar.

Até que ponto a politização das polícias militares preocupa? Essa questão da politização é grave e nós, governadores, devemos estar muito atentos. É um risco, uma ameaça. Em Pernambuco, tratamos essa questão de maneira muito clara e rígida junto aos comandos. Não vamos admitir a politização e isso está sendo colocado claramente para todos os comandantes.

Mas um dos casos mais emblemáticos ocorreu justamente em Pernambuco, onde duas pessoas foram atingidas por tiros de bala de borracha durante uma manifestação contra o governo Bolsonaro. Essa ação foi desastrosa, não obedeceu a nenhum tipo de padrão operacional e deixou duas pessoas com lesões permanentes. Tivemos o cuidado de apurar tudo, afastamos os envolvidos e fizemos alterações no alto-comando. Ficou muito claro nesse episódio que nossa gestão não vai admitir que a polícia extrapole suas prerrogativas. Esses fatos não podem se repetir. Não podemos afirmar, porém, que isso que aconteceu no Recife tenha sido uma ação influenciada pela extrema direita ou por grupos ligados ao bolsonarismo.

O senhor diz que o Nordeste é lulista. O Auxílio Brasil não pode inverter essa tendência? Esse Auxílio Brasil é uma ideia do governo federal para de alguma forma influenciar as eleições de 2022. A população não quer migalhas e auxílio, quer emprego e possibilidade de os filhos estudarem. E gestores que tenham cuidado com a saúde da população. O que se tem de discutir no Brasil não é apenas a instalação do auxílio, que é importante e necessário neste momento que estamos vivendo com o desemprego, o aumento da fome e da miséria. Torna-se necessário discutir também a porta de saída, e a gente não vê nenhuma discussão. O governo não fez estudo ou debate, não conversou com ninguém. Não procurou alternativas que vislumbrassem o que a população realmente quer: emprego e serviços públicos de qualidade.

A pandemia vai influenciar no resultado das urnas? São quase 600 000 vidas perdidas. Todos conhecemos pessoas que infelizmente não resistiram. Hoje vemos uma conscientização maior sobre o uso de máscaras, o respeito ao distanciamento social e aos horários restritos. A pandemia está muito viva na vida das pessoas. E as marcas dela também. Esse é um debate que não pode estar ausente em 2022 diante da gravidade da Covid. A gente tem de ter a responsabilidade de contar a verdade desse processo, o que poderia ter sido feito e não foi, todas as omissões que ocorreram. Isso vai estar presente, não tem como não estar, apesar da vacina. A gente tem de ter a responsabilidade, como gestor público, de nunca mais deixar acontecer fatos graves como vimos no Brasil neste período.

As pesquisas mostram que a maioria do eleitorado não quer Bolsonaro nem Lula. O senhor acredita numa alternativa aos dois, a chamada terceira via? Sempre há espaço para a apresentação de candidaturas. A história recente do Brasil mostra isso. Algumas surgiram de repente e outras são fruto de discussão. Lula foi eleito presidente depois de disputar e perder três eleições. Fernando Henrique Cardoso foi eleito a partir de experiência no Ministério da Fazenda com o Plano Real. Bolsonaro foi eleito dentro do ambiente conturbado que estava no Brasil. Evidentemente que pode surgir uma terceira via.

O senhor defende a criação de uma frente de oposição? O adversário em 2022 é Jair Bolsonaro. Isso é muito claro. Vamos estar abertos a discussões contra a forma como o Brasil vem sendo administrado, até porque a gente entende que está claro o mal que o presidente tem feito ao povo brasileiro. O PSB tem muito a contribuir no debate em 2022, seja em aliança com o PT ou o PDT, seja em movimentos que possa realizar. Temos de ter a capacidade de fazer uma grande frente pela civilidade, pelos valores democráticos e pela melhoria da vida do povo com políticas públicas inclusivas. Não tenho dúvida de que derrotar o presidente Jair Bolsonaro e todos aqueles que o apoiam é uma causa em favor do povo brasileiro e das futuras gerações. O que não podemos admitir é o Brasil continuar mais quatro anos sendo governado desta forma, no improviso, sem planejamento, com políticas públicas que têm feito mal à população.

Veja

Opinião dos leitores

  1. E muito triste um governador de Estado preferir votar num cidadão condenado por corrupção que nem homem honesto. Bolsonaro tem seus defeitos mas não é corrupto.

  2. Homi!!!
    Juntando o teu partido, PT, PSOL, PDT, MDB, PSDB o diabo que tiver na esquerda, Bolsonaro ganha de vcs todinhos concorrendo por um partido nanico, vcs vão vê.
    O POVO ACORDOU MEU CARO.
    o votinho de cabresto, JÁ ERA!!!
    Hoje, vcs só tem o voto da militância, o restante dos brasileiros, NÃO VOTA EM QUADRILHA DE LADRÕES.
    o único que poderia encostar no Bolsonaro é dr Sérgio Moro, mas está fora graças a um jabuti votado pela Câmara dos deputados.
    Kkkkkkkkk
    É melhor jair se acustumando, vai até 2026 no mínimo.
    Dia 07 de setembro vcs vão vê a força do povo contra vcs.
    Bando de desonestos atrás de roubarem.
    Canalhas.

  3. Oxente! Será que esse homi não lê pesquisas? Lá diz que o PR perde pra todo mundo, até pro Mandetta..

  4. Essa corja de governadores do PT todos unidos em um só projeto a volta da roubalheira e da corrupção essa vagabundagem do PT não vai mais próspera, corja de canalhas , cadê os 37 milhões do consórcio nordeste? Cadê os respiradores? O dinheiro da COVID o quê vocês fizeram bando de irresponsáveis e incompententes.

  5. Bolsonaro e luladrão são duas faces da mesma moeda, Impunidade, mentiras, roubalheira, incompetência, hipnotismo de idiotas são as armas desses pilantras.

  6. LULADRAO não ganha mais nem pra síndico de condomínio. Votar em um bandido declarado, no mínimo a pessoa é pior que ele.

  7. Pelo contrário: Lulaladrão só consegue ser lembrado pq o MINTO está fazendo um governo péssimo e só quer se reeleger para se proteger dos diversos crimes cometidos por ele e pela família das rachadinhas. E o inverso também, o presidente inepto só ganha mais apoio pq o do outro lado é um ladrão inveterado de um partido que já deveria ter sido extinto.

  8. esse pobre coitado ta doido pra ter acesso a butija…. deve ta passando fome. Com lula dono da chave da butija, o “povo” desse tipo aí, vai ter acesso ao que bem interessa.

    1. Falando em fome: Sai da bolha e vê que quase 19,3 milhões de irmãos nossos estão vivendo em pobreza extrema. Eu sei que você vai dizer que a culpa é cdo STF e governadores, mas para um pouco pra pensar se o país não parece um trem sem maquinista.

    2. Seja sincero André vc entregaria a chave de sua casa a um bandido declarado, condenado e preso? Só se vc for pior que ele, aí tudo bem.

    3. José Soares, eu não lido com nenhum tipo de bandido: ladrão, miliciano, rachador de dinheiro público…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Renan Filho, que conversa com Lula, cita estratégia de Bolsonaro para “escamotear os problemas do país”, diz que ‘há clara tentativa de insurgência nas PMs, mas estados estão tomando medidas para evitar’

Foto: Divulgação

O governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), avalia que é “equivocado dizer que não há risco” de tentativa de ruptura institucional no país em meio às manifestações do dia 7 de setembro, embora não veja o presidente Jair Bolsonaro com condições de dar um golpe. Para o governador alagoano, a crise institucional que o país vive é uma estratégia de Bolsonaro para “escamotear os problemas do país”.

Sobre a participação de PMs da ativa em atos políticos, o governador vê uma “clara tentativa de insurgência orquestrada” e diz que já puniu este ano dois policiais de alta patente por envolvimento em atos contra e a favor de Bolsonaro. Segundo ele, governadores estão tomando medidas para evitar esse problema, que vão desde avisos claros sobre a proibição de manifestações políticas a punições severas.

Leia a entrevista:

O sr considera que há risco de ruptura institucional nas manifestações convocadas para o feriado de 7 de setembro ?

É equivocado dizer que não há risco politicamente. É óbvio que há risco. O presidente (Jair Bolsonaro) faz ameaças todos os dias. O ato de 7 de setembro parece ser um pouco mais do que já vimos até agora, com uma temática de desmoralização das eleições, ataque ao STF e a democracia. Não acredito que Bolsonaro goze de condições para dar golpe. Não tem apoio internacional e a popularidade está baixa. Mas o risco de uma tentativa é grande. Pode haver no dia 7 um grupo que entre no STF, umas 50 a 200 pessoas. Mas pode não ser bem sucedido. Não sinto nas Forças Armadas a disposição de comandar o país, não há um projeto nacional. Mas não significa que não há risco. Dizer que não há risco é subestimar muito.

O governo de Alagoas fez algo para evitar envolvimento de PMs da ativa nos atos pró-governo?

Já abrimos procedimentos disciplinares este ano por manifestações para os dois lados. Teve um caso de um tenente-coronel, que era comandante de batalhão, e participou de ato pró-Bolsonaro. Foi afastado. E uma tenente-coronel que participou de uma manifestação anti-Bolsonaro. Os dois estão respondendo a processos administrativos disciplinares. As Forças Armadas são instrumento de Estado, não um poder moderador como eles (bolsonaristas) gostam de dizer. Há uma clara tentativa de insurgência e isso é orquestrado, mas os estados estão tomando medidas e se organizando para evitar isso.

Quais são essas medidas tomadas pelo estados para evitar a politização das PMs?

O Piauí, por exemplo, fez uma portaria, um ato do comandante da polícia dizendo o óbvio: que militares não podem participar de atos políticos. Para um militar, só a abertura de um processo administrativo disciplinar já é uma punição. E, em caso de reincidência, as punições precisam ser mais graves. O militarismo tem regras próprias e essas transgressões são passíveis de advertência até a perda da função pública.

Como o sr. vê a situação de crise institucional que o país vive hoje?

Eu vejo com preocupação. Precisamos tentar apaziguar e dialogar para tratar do Brasil e das questões sociais, como o desemprego e o iminente racionamento de energia. Eles são escondidos por essa crise institucional. O presidente tem uma personalidade intempestiva e beligerante, mas de vez em quando aproveita para escamotear os problemas do país com estratégias como ameaça à ditadura. É um misto de ameaça e cortina de fumaça. E essas estratégias se somam às fake news. Todo esse caldo vira crise institucional.

Não faltou ao fórum dos governadores, na última reunião na segunda-feira, uma manifestação mais contundente sobre a postura do presidente na crise institucional?

Faltou. Mas o fórum tem uma heterogeneidade de opiniões. Um país continental como o Brasil tem questões regionais e eleitorais. Mas a grande maioria concorda que é hora de defender as instituições, a democracia e que a gente não pode vacilar. Não dá para ficar achando que está tudo normal quando não está.

O sr. esteve com Lula, anteontem, num ato com governadores do Nordeste. Isso pode ser lido como uma sinalização de apoio? O sr, defende que o MDB se alie a Lula em 2022?

O MDB vai ter uma discussão nacional para ver se terá candidatura própria ou se apoiará algum candidato. Mas a gente tem conversado com Lula, já que ele tem uma proximidade com o Nordeste. Acho que se o partido não tiver um nome competitivo talvez seja melhor construir o apoio a uma candidatura que ajude do ponto de vista estratégico e de posicionamento. Nesse cenário, nosso estado é mais próximo de Lula, que tem um legado na região.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. As velhas oligarquias lutam pela sua sobrevivência…todo apoio é válido, porém eles sabem que estão com seus dias de infâmia contados!!!

  2. Esse governador está com conversa afiada, ele deveria dar conta dos milhões que roubaram do povo de Alagoas e do Nordeste numa suposta compra de respiradores pagos e não entregues através da organização criminosa denominada consórcio do Nordeste, pois esse roubo matou várias pessoas nos leitos de hospitais por Covid 19, isso sim, podemos chamar de genocidio.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTO: Motorista vive momentos de terror com cliente em tentativa de assalto em rotatória que dá acesso ao aeroporto Aluízio Alves; veículo é atingido por disparo de arma de fogo

Foto: Cedida

Um motorista de aplicativo foi alvo de bandidos durante uma tentativa de assalto a caminho do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. Na sua companhia estava um cliente. O caso aconteceu na madrugada dessa quarta-feira(11).

A vítima desabafa que ao se aproximar da rotatória que dá acesso ao aeroporto, quatro bandidos com armas longas surgiram na pista, exigindo que parasse o veículo.  Na ocasião, num ato de desespero, o trabalhador acelerou para cima dos marginais, que se desvencilharam do carro, o que resultou logo após em um disparo efetuado, que atingiu a coluna do porta. Felizmente o motorista e o cliente não se feriram. Restou o trauma.

“Um livramento que Deus me deu. Consegui passar”, disse o trabalhador, que alertou os motoristas de aplicativos e taxistas que tomem cuidado sobre esses quatro elementos que estão agindo na rotatória que dá acesso ao aeroporto.

Opinião dos leitores

  1. Falta policiamento ostensivo nós dois acessos ao aeroporto de São Gonçalo Amarante, pois durante o trajeto dos dois acessos vc não encontra uma viatura da polícia militar fazendo patrulhamento, ou seja, a turma está descansando dentro dos batalhões que pertencem, isso é uma vergonha. A insegurança pública do RN está entregue as baratas e a governadora Fátima não mexe um dedo para mudar as pessoas que ocupam os cargos de confiança dessa secretaria.

  2. O responsável por tudo isso hj se coloca com candidato em 2022 e infelizmente grande parte da população do RN indo na onda, não votem no Sr. Henrique Eduardo ele foi o principal causador de tudo isso, tínhamos um excelente aeroporto que foi descartado por ele e sua corja de babões (políticos, bloqueios e empresários) hj só nos resta lamentar ou embarcar em João Pessoa.

    1. Rapaiz,…!!tem certeza, Zé? Eu soube que henrique tava meio enrolado na politica…mas já que vc ta denunciando…deve ter prova…
      .

  3. Realmente, quem precisa embarcar ou desembarcar desse aeroporto no meio do mato fica á mercê da sorte e felizmente nas maos de Deus. Nao vemos sequer uma viatura rondado em toda extensão do mesmo nem nas proximidades, com certeza estão esperando a morte de alguem para agir

  4. Esse aeroporto foi, literalmente, uma arapuca armada pelos políticos para pegar os cidadãos. Falta um governador com coragem para consertar o mal feito e devolver o aeroporto onde funcionava o Augusto Severo. O turismo só teria a ganhar. Mas o PT não tem interesse no desenvolvimento do estado, nem na segurança das pessoas.

  5. Este aeroporto parece uma favela … é tão amaldiçoado quanto quem teve a idéia de levá-lo para aquela pocilga, onde Judas perdeu as botas e o Demo solta pum!

    1. Pra isso meu caro, tem que ter governo.
      Coisa que o RN infelizmente não tem.
      Quem ganhou as eleição em 2018 no RN, ainda não tomou posse.
      O ESTADO está parado desde lá.
      Saúde.
      Educação.
      Segurança.
      O básico, não funciona.
      Dinheiro tem muito que Bolsonaro mandou.
      Fora isso, recordes e mais recordes de arrecadação.
      Vamos vê se a CPI, descobre pra onde foi e está sendo canalizado esses recursos.
      Jaja agente sabe.

  6. ESSE AEROPORTO É AMALDIÇOADO. O governo não providencia segurança para as pessoas que precisam chegar e sair do terminal. Por isso prefiro viajar a partir de João Pessoa ou Recife.

  7. Depois que essa Desgovernadora Fátima Bokus assumiu o poder.
    Todo dia é sexta feira 13. Assaltos, assassinatos, roubou, furtos, todo tipo de coisa ruim pousou no solo potiguar.
    Xô ziguizira do cão.

    1. É verdade! antes de fatão bokus não se via violência no RN! Assalto era coisa rara. #voltaRobinson

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Governo volta a tentar criação de voucher para creche, já rejeitado na Câmara, incluindo na MP do novo Bolsa Família

Foto: Douglas Macedo / Douglas Macedo

Uma proposta na Medida Provisória do “Auxílio Brasil”, o novo Bolsa Família, gerou reação na área educação por abrir caminho para a adoção do voucher para financiamento de matrículas no ensino infantil. Considerado um “jabuti”, termo que nomeia trechos inseridos sem relação direta com o assunto da medida, o “Auxílio Criança Cidadã” deve sofrer resistência da maior parte da bancada da educação no Congresso.

A MP que institui o novo programa social do presidente Jair Bolsonaro apresentada na segunda-feira traz a concessão de recursos para financiar a matrícula de crianças em creches “regulamentadas ou autorizadas”. O texto prevê que essas creches assinem termo de adesão que indicará os prazos e condições para recebimento do valor para “o custeio parcial ou integral das mensalidades”.

O texto não deixa claro se os valores serão transferidos aos pais, o que se assemelha à concessão de vouchers, um cupom para contratação de serviços na iniciativa privada; ou por transferência às escolas, num modelo semelhante às “charter schools” dos Estados Unidos, estabelecimentos privados que recebem financiamento público para atender crianças de baixa renda. Mas a redação da exposição de motivos do projeto, assinada por quatro ministérios (Educação, Agricultura, Cidadania e Ciência), traz a afirmação que os recursos serão pagos “diretamente às creches”.

— Nas análises da Frente da Educação, é um modelo de voucher. É como se o Estado brasileiro abrisse mão de educar seus cidadãos na fase mais importante, que é a infância — critica o deputado Professor Israel Batista (PV-DF), presidente da Frente Parlamentar Mista da Educação — Depois de um estudo mais apurado da MP, vamos focar nesse assunto para ver se conseguimos corrigir o texto ou se vamos reprová-la integralmente.

Na tramitação do novo Fundeb, aprovado em 2020, a proposta do Executivo tentou reservar recursos do fundo, principal fonte de financiamento da educação básica, e viabilizar o voucher para creches. A proposta não prosperou. Na época, o deputado Tiago Mitraud (Novo-MG) também apresentou uma emenda para permitir que estados e municípios pudessem “converter parte dos recursos para financiar o ensino público em instituições privadas com ou sem fins lucrativos”. A medida também foi derrubada.

Um dos coordenadores da Frente Parlamentar Mista da Educação, Mitraud afirmou que é a favor do conceito proposto pelo governo, mas ponderou que depende da maneira como for detalhada a proposta.

— Temos de entender o modelo, porque já vimos programas do governo onde o desenho não foi bem feito — afirmou.

Titular da Comissão de Educação e também coordenador da Frente, o deputado Idilvan Alencar (PDT-CE) apresentará uma emenda à MP para excluir o Auxílio Criança Cidadã e ampliar o acesso à creche por meio do programa Brasil Carinhoso, criado em 2012 para transferir recursos aos municípios e ao Distrito Federal para custear a educação infantil.

— O que defendo é que a gente aumente vaga em creche e priorize crianças do Bolsa Família. Vindo desse governo, sabemos que esse programa não tem escala. O governo vai piorar a qualidade (da educação infantil), porque não há como fazer esse controle, e não vai resolver o problema — criticou.

Uma análise do Todos Pela Educação sobre o modelo de financiamento por voucher ou “charter” concluiu que há poucas evidências sobre o sucesso dessas políticas, e que “casos que funcionam costumam ser exceções em contextos específicos”. A organização diz ainda que esses modelos precisam ser testados antes de serem financiadas em larga escala, destacando que há outras iniciativas com evidências mais consistentes para melhorar a educação.

O GLOBO questionou o Ministério da Educação sobre o tema, mas não obteve resposta.

Modelo liberal

No modelo original de voucher, do economista americano liberal Milton Friedman na década de 1950, o poder público repassa um valor às famílias e elas escolhem sua escola de preferência. Chile, Colômbia, Austrália, Suécia e 15 estados americanos usam variações do sistema.

Nos EUA, há um modelo diferente por estado. Alguns descontam, como no Brasil, os gastos com educação no Imposto de Renda. No entanto, esse abatimento chega a 75% do valor pago. Outros dão vouchers diretamente às famílias. Em 2020, são 538 mil alunos financiados por alguma dessas formas — menos de 1% dos estudantes americanos. Os valores ficam entre R$ 8,3 mil e R$ 37 mil anuais.

No Brasil, um aluno em escola pública custa entre R$ 4,7 mil e R$ 6,6 mil na creche, modalidade com o maior custo por estudante .

Porto Alegre, de 2016 a 2017, e Piracicaba (SP), de 2017 a 2018, pagaram por vagas em escolas privadas sem fins lucrativos. Mas os pais não podiam escolher as unidades.

O Globo

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: Braga Netto critica ‘tentativa de criar narrativa sobre ameaças’ e diz que “ministro da Defesa não se comunica com os presidentes dos poderes por meio de interlocutores”

O ministro da Defesa, Braga Netto, negou nesta quinta-feira (22) que tenha feito ameaças contra a realização das eleições de 2022.

Reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo” relatou que Braga Netto teria enviado um recado ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), no dia 8 de julho, dizendo que, se não for aprovado o voto impresso e “auditável”, não haverá eleições em 2022 (leia mais abaixo sobre discussão a respeito do voto impresso).

Ao longo da manhã, Lira também negou que tenha recebido a ameaça. O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, ligou para Lira, ouviu do deputado que não houve ameaça, e escreveu em uma rede social que “as instituições estão funcionando”.

Braga Netto falou sobre o tema após um evento no Ministério da Defesa.

“Hoje foi publicada uma reportagem na imprensa que atribui a mim mensagens tentando criar uma narrativa sobre ameaça feitas por interlocutores a presidente de outro poder. O Ministro da Defesa não se comunica com os presidentes dos poderes por meio de interlocutores. Trata-se de mais uma desinformação que gera instabilidade entre os poderes da República em um momento que exige a união nacional”, afirmou Braga Netto.

“O Ministério da Defesa reitera que as Forças Armadas atuam sempre e sempre atuarão dentro dos limites previstos na Constituição”, completou o ministro.

Braga Netto disse ainda que a discussão sobre o voto impresso é “legítima” e está sendo analisada no Congresso. Ele fez referência a um projeto em tramitação na Câmara que propõe o voto impresso.

“A discussão sobre o voto eletrônico auditável por meio de comprovante impresso é legítima, defendida pelo governo federal e está sendo analisada pelo parlamento brasileiro, a quem compete decidir sobre o tema”, concluiu o ministro.

Autoridades negam

Luís Roberto Barroso, disse que conversou com o Lira nesta manhã, e que o presidente da Câmara negou a ameaça de Braga Netto.

O vice-presidente Hamilton Mourão, também na chegada ao Ministério da Defesa, respondeu a jornalistas sobre a reportagem: “É mentira”, gritou Mourão, que estava um pouco distante.

Lira

Em uma rede social, o presidente da Câmara escreveu que, independentemente do que é publicado pela imprensa, o brasileiro quer voto secreto, popular e soberano.

“A despeito do que sai ou não na imprensa, o fato é: o brasileiro quer vacina, quer trabalho e vai julgar seus representantes em outubro do ano que vem através do voto popular, secreto e soberano”, disse o presidente da Câmara.

Vídeo: Reprodução/TV Brasil

Com G1

Opinião dos leitores

  1. Sob o governo miliciano, as instituições brasileiras estão totalmente desmoralizadas. Quem respeita uma nação ou instituições comandadas por um ser desprezìvel, incompetente e irresponsável como o cagão? O pior são os componentes das instituições se submeterem a isso.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Deputado confirma que Fátima ligou para o presidente nacional do PSD com objetivo de intervenção para evitar CPI

O deputado estadual Galeno Torquato (PSD), confirmou ao Blog do BG o que disse na Assembleia Legislativa, de que a governadora Fátima Bezerra ligou para o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, pedindo a intervenção no diretório estadual da legenda, com objetivo de evitar a CPI.

Opinião dos leitores

  1. Os Petistas dizem que a governadora não tem o que temer com essa CPI. Imagine se tivesse!!!!!!! Infelizmente, a verdade é que aonde tem PT na jogada, tem falcatruas. Está no DNA do partido. Não tem jeito. Há duas décadas que se denunciam, constantemente, corrupção no PT.

  2. Pronto!!!!
    O que todo mundo ja sabia.
    Confessou!!!
    Agora é só apurar.
    Porque ela não agiu como Bolsonaro pra cima do senador Jorge Cajurú??
    Tá com medo??

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Preso em Alcaçuz desobedece policiais penais, tenta incitar motim e é atingido com bala de borracha ao partir pra cima dos agentes de segurança

O portal G1-RN noticia que um preso foi atingido com uma bala de borracha, dentro da Penitenciária Estadual de Alcaçuz,  em Nísia Floresta, na Grande Natal, após tentar incitar um motim, na noite desse domingo (18).

Segundo o G1-RN, a tentativa de motim aconteceu durante revista nas celas da penitenciárias. Na ocasião, um detento desobedeceu os policiais penais e ainda tentou incitar outros presos, partindo para cima de um dos policiais. Para conter o preso, os policiais penais usaram uma arma não-letal e o atingiram com uma bala de borracha no braço.

Após o controle da situação, o apenado foi levado a uma unidade de saúde para ser atendido e, em seguida, à delegacia de plantão, onde assinou um termo circunstanciado de ocorrência.

Vale destacar que no sábado (17), a Secretaria de Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte (Seap) confirmou que pelo menos 12 presos da Cela 9 – Pavilhão 4 – fugiram da Penitenciária Estadual de Alcaçuz. Desde então, as visitas estão suspensas na unidade.

Opinião dos leitores

  1. Amanhã a nossa (des)governadora publicará a punição do agente penitenciário no diário oficial, afinal, para ela é um absurdo o agente repreender os coitadinhos, vitimas da sociedades que estão encarcerados.

  2. Tem de melhorar a “socialização” dos apenados, o secretário deveria ter investido mais entreterimento para os ilustres hóspedes desse hotel das dunas do litoral sull, tipo uma sala de cinema, teatro,, passeio de quadriciclo, um barzinho legal para um bom bate-papo, fica ai algumas sugestões.

  3. Senhores é de o seguinte: Vamos controlar agora com a força ou teremos aquele cenário que já conhecemos!

  4. O erro foi utilizar a bala de borracha. Um bandido parte para cima de um policial e fica por isso mesmo?

  5. Bora FATAO GD, absurdo esses policiais fazerem isso com o coitadinho kkkkkkkk FATAO irá punir o agente
    PS: eu só chamo de GD , por que o ladrao Lula disse que pode 🤮

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil deflagra operação e prende em Recife-PE suspeito de tentativa de fraude em concurso no RN

A partir de investigações realizadas pelo Departamento de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (DECCOR-LD) da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, como parte da Operação “Nunca serão!”, a Coordenação de Operações e Recursos Especiais (CORE) da Polícia Civil do Estado de Pernambuco, prendeu, nessa quinta-feira (15), um homem de 41 anos, pela suspeita de tentar fraudar concurso público. A prisão aconteceu na cidade de Recife (PE), onde também foi cumprido um mandado de busca na residência do suspeito.

As investigações foram iniciadas após a prisão em flagrante de um homem de 39 anos, em Natal (RN), no último domingo (16), durante a aplicação das provas do concurso público da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, para os cargos de escrivão e agente, promovido pela Fundação Getúlio Vargas. Na ocasião, o candidato foi autuado em flagrante, na Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal, pela tentativa de utilizar, indevidamente, com o fim de beneficiar a si ou a outrem, conteúdo sigiloso de concurso público. A apuração prossegue para verificar se existem outras pessoas envolvidas na tentativa de fraude, a partir dos elementos obtidos com a busca e apreensão e os depoimentos colhidos.

De acordo com a delegada-geral Ana Cláudia Saraiva, as prisões reforçam o compromisso da Polícia Civil potiguar com a sociedade e com os candidatos, para garantir a seriedade do certame. “Todas as situações noticiadas pelos candidatos estão sendo investigadas, porém, até o momento, a única ocorrência constatada foi essa tentativa de fraude, que está sendo devidamente tratada. O concurso está sendo acompanhado de perto pela Polícia Civil do RN”, afirmou a delegada. Neste domingo (16), pela manhã e à tarde, serão aplicadas as provas para o cargo de delegado, em Natal.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Modelo de negociação da Covaxin foi replicado pela Saúde para a tentativa de compra de doses da vacina Sputnik V, indica documento

Íntegra da carta do então secretário-executivo da Saúde Elcio Franco ao fundo russo responsável pela Sputnik V — Foto: Reprodução

Documento em posse da CPI da Covid aponta que o mesmo modelo para aquisição de vacinas extras da Covaxin foi replicado pelo Ministério da Saúde para a tentativa de compra de 200 milhões de doses da vacina russa Sputnik V. As negociações ocorriam mesmo sem as vacinas terem aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

As negociações sobre a Covaxin, alvo de denúncias de irregularidades, já estão na mira da CPI. A comissão agora deve se debruçar sobre a Sputnik.

Numa carta enviada em 18 de março pelo então secretário-executivo da Saúde Elcio Franco para oFundo Soberano Russo (responsável pela Sputnik) o ministério tentava abrir negociação para compra inicial de 100 milhões de doses, com opção para compra de mais 100 milhões.

Nesse documento, Franco quer a confirmação de que a empresa União Química continua como a representante da Sputnik no Brasil, sinalizando que a negociação seguiria com o laboratório brasileiro.

“Antes de lançarmos formalmente as negociações, contudo, agradeceria receber do Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) confirmação sobre o status do relacionamento com a União Química Farmacêutica Nacional S/A, que por ora segue sendo a representante oficial do RDIF no Brasil e firmou contrato com este Ministério da Saúde de venda de 10 milhões de doses da vacina Sputnik V para o segundo trimestre de 2021”, afirmou Elcio na carta.

A carta é enviada no mesmo período (meados do mês de março) em que o governo brasileiro tentava 100 milhões de doses extras da Covaxin, também por meio de uma empresa representante no Brasil.

Diante da negociação da Sputnik, integrantes da CPI apontam que vacinas com intermediários no Brasil tiveram tratamento completamente diferente dos grandes laboratórios, como Pfizer, Jansen e próprio Butantan.

Neste momento, a CPI se concentra sobre indícios de irregularidades nas negociações da empresa Precisa, que representar a Covaxin. E também nas da empresa Davati, que tentava vender 400 milhões de doses da AstraZeneca ao governo brasileiro.

Blog do Camarotti – G1

Opinião dos leitores

  1. Quem for podre que se quebre, seja de direita , esquerda ou centrão. Não se esqueçam que quem sustenta esses políticos parasitas somos nós, contribuintes.

  2. Existe um esquema organizado no governo para fraudar compras de vacinas. Precisa ser desbaratada. Não pode cair na esparrela que o cagão diz de não ter se concretizado o roubo. Não foi por ter sido denunciado antes. E a notícia de hoje que diz que a Michele e o próprio presidente são citados em mensagens que poderiam envolvê-los. Tudo precisa ser investigado. Segue o roteiro: presidente e comunicado e nada faz; o filho do presidente leva representante de empresa suspeita ao BNDES; a mulher do presidente é citada como tendo entrado junto ao reverendo para ajudar; e o presidente também citado como querendo resolver as coisas da vacina suspeita de corrupção. São indícios fortes que precisam ser esclarecidos e que justifica a desorientação do presidente, ora agride, ora se apresenta como anjo (pediu perdão ao Fux), ora caga e ora reza. Além da crise de soluços e da cara visualmente deprimida e raciocínio sem nenhuma lógica, tudo bem que isso ele sempre teve, mas agora denota uma total incapacidade de somar um mais um. E o Brasil segue na merda que ele faz.

    1. A verdade dói nos ouvidos dos que comem capim cloroquinado… Ainda bem que muitos estão acordando e sabendo que temos mais um presidente corrupto que só se difere de lulaladrao pq só está a pouco mais de dois anos na previdência…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

FGV confirma tentativa de cola eletrônica no concurso para Polícia civil do RN

A Fundação Getulio Vargas (FGV) comunica ter identificado e imediatamente eliminado tentativa de cola eletrônica de um candidato durante a prova da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, realizada no último domingo, dia 11 de julho. O corpo profissional da FGV é treinado e capacitado para evitar tais iniciativas criminosas. O sistema de prevenção é reforçado por rígidos procedimentos de segurança, que incluem o uso de detectores de metais e detectores de ponto eletrônico, para evitar que os inscritos portem equipamentos eletrônicos suspeitos. Além do uso dessas tecnologias de combate à fraude e da atuação de profissionais experientes nos locais de aplicação, a FGV conta com avançado sistema de inteligência artificial, que realiza cruzamentos de dados, identificando coincidências de acertos e erros das respostas dos candidatos, tanto nas questões objetivas quanto discursivas, além da análise grafotécnica.

“A Fundação Getulio Vargas agradece a todos os colaboradores que integram sua força de trabalho, pela eficiência em detectar a ocorrência e abortar a tentativa de fraude não consumada no certame. Por fim, reitera a lisura do certame e, juntamente com a PCRN, assegura a continuidade das demais etapas do concurso, inclusive a prova objetiva e discursiva para o cargo de Delegado Substituto no próximo domingo, dia 18/07/2021, em Natal-RN, tranquilizando todos os participantes e a sociedade”, diz comunicado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Candidato é preso por tentativa de fraude nesse domingo no concurso da Polícia Civil no RN

O portal G1-RN destaca em reportagem que um candidato inscrito no concurso da Polícia Civil do Rio Grande do Norte foi preso por tentar fraudar as provas nesse domingo (11), em Natal.

A Polícia Civil confirmou ao G1 a prisão de um candidato alagoano, de 41 anos de idade, durante o exame intelectual, que é a primeira etapa da seleção pública. Apesar disso, não informou o tipo de equipamento usado pelo candidato na fraude.

A assessoria de imprensa da corporação disse que a investigação corre em sigilo e que o delegado responsável preferiu não revelar mais detalhes para não prejudicar outras diligências. Mais detalhes AQUI em texto na integra.

 

Opinião dos leitores

    1. kkkkkk Essas coisas só acontecer com gente que grita “lula livre”.

    1. Pela atitude de muitos candidatos pode ter certeza que vazou, infelizmente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTO E VÍDEOS: Tentativa de roubo com refém termina com assaltante morto e dois presos no RJ

Foto: Reprodução

Um assaltante, de 20 anos, morreu e dois foram presos em Angra dos Reis (RJ), nesta quarta-feira (7), durante uma tentativa de roubo a uma loja de celulares. De acordo com a Polícia Militar, a corporação foi acionada e quando chegou ao local, dois dos três assaltantes se entregaram. As informações são do G1.

No entanto, um terceiro homem saiu da loja com uma mulher feita de refém. Com uma arma apontada para vítima, o assaltante foi caminhando até a Rua Coronel Carvalho, onde um policial à paisana conseguiu atirar nele e liberar a refém.

Conforme a PM, o baleado chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu e morreu. Com ele foi apreendida uma pistola calibre 9 mm. A vítima não se feriu fisicamente. Os dois presos foram levados para a delegacia da cidade.

Isto É

 

Opinião dos leitores

  1. Não posso ver um JOVI apanhando e sendo morto pela polícia pq robô um célula, quem disse isso?

    1. Agora virão os defensores da insegurança social, aqueles que defendem bandidos e tem seus corruptos para adorar, afirmando que a PM foi violenta com um pobrezinho excluído social que apenas tentava ganhar seu pão a mesa.
      Vocês sabem em quem esse tipo de gente vota? Menos 01 eleitor para eles.
      Parabéns a PM, só com ações forte e incisiva dessa vocês levam o sentimento de segurança a sociedade.

    2. Tu trabalha cara? Estou levantando um muro aqui, deixa de tirar uma de sabe tudo e vem me ajudar vagabundo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Bandidos trocam tiros com segurança durante tentativa de assalto a Gourmeria, no bairro de Petrópolis, em Natal, na madrugada; 2ª ação criminosa ao local em duas semanas

Foto: Cedida

Bandidos tentaram roubar a Gourmeria novamente, dessa vez, na madrugada desta terça-feira(25). Na primeira vez, o caso aconteceu há duas semanas, aproximadamente.

Na ocorrência desta madrugada, o segurança reagiu a investida dos marginais e a troca de tiros foi intensa, assustando moradores das redondezas.

Até a publicação desse post, não se tem informação se algo foi levado, ou se algum bandido foi detido. Aciona, a Polícia Militar chegou ao estabelecimento na Avenida Afonso Pena, no bairro de Petrópolis, na zona leste da capital potiguar, poucos momentos após a ocorrência.

Opinião dos leitores

  1. O grande problema das forças militares estaduais (Policia e Bombeiros) no nosso País, é que estão subordinadas ao Governador do Estado (normas constitucionais)… Assim, elas infelizmente, por força de lei, tem que seguir a linha de pensamento do Governador… Já houve vários e vários casos que a força policial agindo dentro dos limites da lei e cumprindo seu dever, são punidos por ter agido fora da linha do Governo ou por ter aplicado a lei aos “sabem quem eu sou”… Muitos estão criticando, por exemplo, a ação da Polícia no Jacarezinho (RJ), mas os bravos policiais foram recebidos com “rajadas de fuzil”… O que eles deveriam ter feito??? Sou militar (federal) da reserva e já tive oportunidade de fazer incursão naquelas “comunidades” do Rio… É uma situação real de combate, de vida e de morte… Na minha opinião, só comando poderia continuar com os Governadores, mas a ações deveriam ser comandadas por integrantes da segurança pública, com autonomia e isentos da ideologia do Governo… Quatro fatos que acabaram com o nosso País: A Constituição de 1988 (muitos direitos e poucos deveres); Estatuto da Criança e do Adolescente (que foi desvirtuado); Descriminação do uso de drogas; Campanha do Desarmamento (só do cidadão de bem)…

    1. O QUE TEM QUE FAZER É FAZER UMA EMENDA À CONTITUIÇÃO, FECHAR ESSA POLÍCIA E CRIAR OUTRA AOS MOLDES DA PRF. POIS ESSA POLÍCIA QUE ESTÁ AÍ TEM MAIS CHEFE DO QUE ÍNDIO. ESSA HIERARQUIA CRIADA NA PM SÓ DEVERIA SER APLICADA NAS FORÇAS ARMADAS. QUE É A INSTITUIÇÃO PREPARADA PARA GUERRA PROPRIAMENTE DITA.

    1. Nao começou ha 2 anos, porem, piorou. Agora, se continuar assim, daqui a 2 anos (sem h), continuaremos a pagar pela péssima administração atual do PT. E no futuro, vai dizer o que?? culpa de outros governos tb?

  2. Parabéns ao governo Fátima do PT. A bandidagem está livre e sossegada para agir. Não é isso que vocês querem? Não são os ladrões que vocês defendem? Parabéns!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *