Bretas manda bloquear quase R$ 2,5 bilhões de investigados por suspeita de desvios no Sistema S

Foto: Reprodução/Instagram

O juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal do Rio, mandou bloquear quase R$ 2,5 bilhões de suspeitos de envolvimento em um esquema de tráfico de influência que desviou milhões do Sistema S — que engloba Fecomércio, Sesc e Senac.

Um dos investigados e réu é Orlando Diniz, ex-presidente dos três órgãos.

Além dele, vários advogados também viraram réus após a investigação do Ministério Público Federal, como Ana Tereza Basílio (responsável pela defesa do governador do Rio Wilson Witzel) e Cristiano Zanin e Roberto Teixeira (representantes do ex-presidente Lula). Lula e Witzel não são investigados nesta operação.

“(…) Tem-se que Orlando Diniz se utilizou, em tese, de numerário da Fecomércio e, posteriormente, com a assinatura do Termo de Cooperação Técnica, do SESC e SENAC, para pagar honorários aos escritórios de advocacia citados, livre de qualquer fiscalização dos conselhos fiscais e do TCU”, diz Bretas em um trecho da decisão.

“Ainda que assim não fosse, ao que tudo indica os escritórios de advocacia tinham, no mínimo, ciência de que os processos em que prestavam serviços tinham como partes interessadas o SESC e SENAC e, no entanto, aceitaram receber os valores e firmar os contratos em nome da Fecomércio”, contextualiza o magistrado.

E acrescenta: “E, segundo explicita o MPF, a contratação dos escritórios não obedeceu as regras de licitação exigidas pela legislação específica para a contratação de serviços advocatícios, tampouco preencheu os requisitos de dispensa de licitação”.

Alguns dos valores que Bretas mandou bloquear – a Justiça não informou o montante que foi, de fato, bloqueado das contas:

Orlando Diniz: R$ 306.565.536,86
Cristiano Zanin: R$ 237.355.655,36
Eduardo Martins: R$ 171.358.835,00
Ana Tereza Basílio: R$ 43.148.004,68
Roberto Teixeira: R$ 32.197.650,68

Operação E$quema S mira advogados
No dia 9 de setembro, o Ministério Público Federal deflagrou a Operação E$quema S, que cumpriu 50 mandados de busca e apreensão em alguns dos mais conhecidos escritórios de advocacia no Rio, em São Paulo e em mais quatro capitais. Os mandados foram expedidos por Bretas. Não houve pedido de prisão.

A operação partiu da delação premiada de Orlando Diniz, ex-presidente do Sesc-RJ, do Senac-Rio e da Fecomércio-RJ. Diniz contou que, para se manter no poder e não ser investigado, contratou dezenas de advogados. Segundo a Lava Jato, os escritórios não prestavam serviços tradicionais de advocacia.

As investigações indicam que eles recebiam valores milionários da Fecomércio-RJ por meio de contratos simulados e notas fiscais falsas. Para o MPF, o objetivo dos advogados era atuar nos bastidores, praticando tráfico de influência e conseguindo julgamentos favoráveis a Orlando Diniz nos órgãos de fiscalização e no Poder Judiciário.

Segundo a investigação, alguns dos pagamentos foram “sob contratos de prestação de serviços advocatícios ideologicamente falsos”, sem contratação formal e sem critérios técnicos, como concorrência ou licitação.

A denúncia diz que, de 2012 a 2018, dois advogados comandavam toda essa estratégia jurídica: Roberto Teixeira e Cristiano Zanin.

Segundo as investigações, eles montaram o esquema inicial de desvio do dinheiro do Sesc e do Senac do Rio. Como a batalha jurídica foi ficando mais intensa, os dois advogados passaram também a indicar outros escritórios para fazer parte do esquema.

Na delação, Orlando Diniz diz que sentiu naquele momento ter “passado de comprador a mercadoria”. Segundo ele, em vez de defendê-lo, os advogados criaram a lógica do “quanto pior, melhor”, pois mais contratos iam sendo assinados e os valores iam aumentando.

Outro nome entre os denunciados é do advogado Eduardo Martins, apontado pelos procuradores como mais um dos integrantes do “núcleo duro” da organização. Martins é filho do recém-empossado presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Humberto Martins.

Segundo a Lava Jato, o papel do escritório de Eduardo Martins também seria o de vender facilidades em tribunais superiores. Os investigadores afirmam que o escritório dele recebeu R$ 82 milhões do esquema, sendo o restante dos R$ 150 milhões fragmentado entre os demais advogados denunciados.

O que disseram os citados

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Wellington disse:

    Se for bandido , tem que ser é preso. O povo brasileiro não aceita mais esses bandidos de colarinho branco saqueando os cifres públicos.

  2. Antonio Turci disse:

    Nota 10, Dr. Bretas

  3. Genaro disse:

    Pensavam q isolando Moro, ia ficar como antigamente. Tome bando de bandidos corruptos, esse tá dando seguimento ao trabalho do herói brasileiro. Talvez se transforme no 2o herói nacional. Hehehe

Mulher suspeita de enviar carta envenenada para Trump é detida

Foto: Patrick Semansky/AP

Uma mulher suspeita de enviar uma carta envenenada para o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi detida ao tentar entrar em território americano. A correspondência foi interceptada pelo serviço postal da Casa Branca na semana passada, mas o incidente só foi divulgado no sábado (19).

A detenção aconteceu na ponte Peace, que liga o Canadá ao estado de Nova York, de acordo com uma declaração à AFP de Aaron Bowker, oficial do serviço de proteção de alfândega e fronteiras.

De acordo com relatos da imprensa americana, a suspeita portava uma arma no momento em que foi abordada pelas autoridades.

Envelope

A correspondência com a sustância tóxica, enviada de um endereço no Canadá, foi recolhida antes de chegar ao centro de distribuição que fica dentro da sede do governo norte-americano, em Washington, na semana passada.

Fontes do FBI confirmaram a presença no envelope de ricina, substância letal extraída da mamona e que pode matar uma pessoa apenas com uma pequena quantidade.

Todas as correspondências endereçadas para a Casa Branca passam por uma triagem em busca de produtos tóxicos ou perigosos, como medida de segurança. Em 2013, uma carta com ricina foi enviada para o então presidente Barack Obama e interceptada pelo Serviço Secreto.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Direita Honesta disse:

    Essa esquerdopatia continua cegando as pessoas e destruindo cérebros. O sujeito sequer se dá ao trabalho deler o artigo porque lá está escrito que essa prática também foi tentada contra o Obama, "queridinho" da esquerda americana. E já foi pega uma suspeita pelo atentado.

    • Nono Correia disse:

      O sujeito que diz que a esquerda "destrói cérebros" é o mesmo que escreve "deler". Seria perdoável, mas em seguida ele sugere que Obama é de "esquerda", aí já não dá mais. Mas ainda piora. Ele também sugere que, pelo fato de um presidente ter sofrido um atentado, jamais uma farsa poderá ser montada nesse sentido. O que é ridículo já que um dos maiores baluartes da direita, o ex-presidente criminoso dos EUA, Ronald Reagan, sofreu um atentado a bala em 1981. O outro criminoso de guerra, John Kennedy foi abatido em um atentado. Na pela lógica desse "inteligente", nunca haverá uma farsa nos EUA exclusivamente por esse motivo. Um típico exemplo da "burrice ostentação" que tomou conta do país.

    • Cristian disse:

      O sujeito se denomina Direita Honesta, por ser um raro exemplar.

    • Direita Honesta disse:

      Sr. Nono, até aplaudo sua tentativa infantil de "assassinato de reputação". Mas, seu pífio conhecimento de alguns fatos históricos não basta. Até um mero erro de "dedada" (faltou um "espaço") se presta a seu devaneio. O Partido Democrata abriga sim a esquerda americana (e vc deve saber disso). No mais, vc mistura alhos com bugalhos e tenta me imputar coisas que não escrevi. A propósito, nenhum dos atentados que vc mencionou foi uma farsa. E a prisão da suspeita nos EUA atenta contra essa sua mentira (chamam hoje de "fake news", não é?). Ou ela se voluntariou para mártir? Lá a coisa é séria e vai pesar prá ela. A propósito, quem planejou e financiou o Adélio? E quem pagou seus caros advogados, vc sabe?

    • João Juca Jr disse:

      A esquerda dos Estados Unidos está alojada no Partido Democrata. Os democratas se apropriaram do termo "liberal", mas são "progressistas", estatistas. Barack Obama é sim de esquerda, assim como Hillary Clinton e Bernie Sanders.

  2. Nono Correia disse:

    Operação "Adélio Bispo II". A carta "envenenada" é versão da "fakeada" no bozoró. Coincidentemente tudo acontece no período eleitoral. Só otário para acreditar nisso. Como aqui no Brasil temos uma legião, talvez cole.

    • GCF disse:

      Você está assistindo muito filme americano nessa pandemia….
      Quer dizer que Bolsonaro contratou o Adélio Bispo para esfaqueá-lo e se dar bem nas eleições… seria o cúmulo da burrice e do masoquismo…
      Quanto ao caso americano, deveria-se provar que é como Vc imagina…
      Você apontou que nosso colega comentarista escreveu errado, mas no seu texto, onde critica a escrita, cometeu erro semelhante ou ainda pior quando redige: "Na pela lógica"…
      Aprendeu aonde escrever errado? Teria sido na Escola Municipal Fidel Castro ou na Escola Municipal Tche Guevara???

Polícia Civil prende suspeita por lesão corporal e maus tratos contra idosa em Natal

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da 2ª Delegacia de Polícia (DP) de Natal prenderam em flagrante, nessa terça-feira (08), Luciana Pereira Rodrigues, 42 anos, pela suspeita da prática dos crimes de lesão corporal e maus tratos contra idoso. Segundo as investigações, o crime teria ocorrido por volta das 12h. Logo depois, a vítima, que é uma idosa, foi, acompanhada de seu filho, até a delegacia para prestar queixa, onde foram apresentadas as lesões corporais, motivo pelo qual a suspeita foi presa em flagrante em seu apartamento, no bairro Praia do Meio, na Zona Leste de Natal.

Ainda segundo as investigações, realizadas pela equipe da 2ª DP, a idosa já havia sofrido violências físicas duas vezes, somente no último final de semana, possivelmente praticadas também pela mesma agressora, sua nora. Luciana Pereira foi conduzida até a delegacia e encaminhada ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Auxílio Emergencial: Ministério da Cidadania enviou 1,3 milhão de CPFs à Caixa para bloqueio por suspeita de fraude

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Ministério da Cidadania enviou à Caixa Econômica Federal (CEF) 1.303.127 números de Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) para bloqueio e realização de uma verificação detalhada por suspeita de fraudes no Auxílio Emergencial.

“Não é possível ainda afirmar que esses CPFs sejam considerados cancelados ou inelegíveis para receber o benefício”, diz o ministério em nota. “Qualquer indício de ilegalidade, em especial na ótica criminal, é imediatamente informado à Polícia Federal e os pagamentos são suspensos”.

Na terça-feira, o presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, afirmou que ‘centenas de milhares’ de contas poupança digital do banco, movimentadas pelo Caixa Tem e usadas para o crédito do Auxílio Emergencial, foram suspensas por suspeita de fraude.

“Todos os bloqueios são suspeita de fraude”, afirmou Guimarães. “Suspendemos centenas de milhares de contas sim, e nesse momento as pessoas podem pedir o desbloqueio”. Ainda segundo Guimarães, o total de contas bloqueadas seria equivalente a cerca de 5% do total de aprovados.

O G1 questionou a Caixa e o Ministério da Cidadania se os bloqueios determinados pelo ministério são os mesmos a que se referia Guimarães ou adicionais a estes, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

O canal para registro de denúncias de fraudes é o sistema Fala.Br (Plataforma integrada de Ouvidoria e Acesso à Informação da CGU) ou pelos telefones 121 ou 0800-707-2003.

Liberação das contas

De acordo com o presidente da Caixa, as pessoas que tiveram a conta bloqueada terão que comparecer a uma agência do banco e comprovar sua identidade. “Quando a pessoa vai à agência e mostra que é ela mesma, nós liberamos rapidamente. Se ela não for, ficará sim bloqueado, porque essa questão de fraude nesse momento de pandemia é inaceitável”, disse.

Segundo a Caixa, os trabalhadores que tiveram as contas suspensas receberão a mensagem “Procure uma agência da CAIXA com seu documento de identidade para regularizar seu cadastro”, e que devem seguir essa orientação para a regularização do acesso e conta.

Estratégia de combate

Em nota, o Ministério da Cidadania apontou que esse trabalho é consequência dos acordos firmados com a Controladoria Geral da União, o Tribunal de Contas da União e o Ministério Público Federal para controle dos pagamentos do Auxílio Emergencial.

O primeiro tratamento das informações, com cruzamento de dados e aplicações de filtros, será feito pelo Ministério da Cidadania e pela Caixa. As comunicações de irregularidades são enviadas à Caixa, que verifica se houve fraude no pagamento.

“São os casos em que o Auxílio Emergencial foi entregue a uma pessoa diferente da que possui o direito de receber o benefício. Isso pode ocorrer por clonagem de cartão e acesso indevido a sistemas e contas, entre outras hipóteses”, aponta a Cidadania.

Se for confirmada irregularidade, os dados serão enviados à Polícia Federal. Se esse tipo de fraude não for identificada, os dados serão enviados ao Ministério da Cidadania para a verificação de fraudes na concessão, decorrentes de pedido e recebimento por pessoas sem direito ao Auxílio.

Fraudes

Ainda na terça-feira, Guimarães apontou que a origem de fraude se deu no início dos cadastramentos do Auxílio Emergencial. De acordo com ele, como muitas pessoas não possuíam celular, a Caixa permitiu que um celular abrisse mais de uma conta, o que foi o “cerne da fraude”.

“Temos as provas de que a grande maioria foram utilizadas por hackers. Mas algumas pessoas são pessoas honestas que foram penalizadas”, afirmou. Ele apontou, no entanto, que os responsáveis já foram identificados, “e rapidamente serão penalizados”.

Questionada pelo G1, a Caixa informou que o aplicativo Caixa Tem “possui múltiplos mecanismos integrados de segurança, mantendo-se inviolável e seguro”, e recomendou que os beneficiários utilizem apenas aplicativos oficiais da Caixa e não compartilhem informações pessoais. Segundo o banco, o bloqueio preventivo é feito para proteger os clientes.

“O banco esclarece que informações sobre eventos criminosos são repassadas exclusivamente às autoridades policiais, e ressalta que presta irrestrita colaboração nas investigações”, apontou a CEF em nota.

G1

 

Auxílio Emergencial: Caixa suspende ‘centenas de milhares’ de contas digitais por suspeita de fraude

Foto: Jornal de Brasília

O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, afirmou nesta terça-feira (21) que ‘centenas de milhares’ de contas poupança digital do banco, movimentadas pelo Caixa Tem e usadas para o crédito do Auxílio Emergencial, foram suspensas por suspeita de fraude.

“Todos os bloqueios são suspeita de fraude”, afirmou Guimarães em entrevista ao portal InfoMoney. “Suspendemos centenas de milhares de contas sim, e nesse momento as pessoas podem pedir o desbloqueio”.

De acordo com o executivo, as pessoas que tiveram a conta bloqueada terão que comparecer a uma agência da Caixa e comprovar sua identidade. “Quando a pessoa vai à agência e mostra que é ela mesma, nós liberamos rapidamente. Se ela não for, ficará sim bloqueado, porque essa questão de fraude nesse momento de pandemia é inaceitável”, disse.

Guimarães apontou que a origem de fraude se deu no início dos cadastramentos do Auxílio Emergencial. De acordo com ele, como muitas pessoas não possuíam celular, a Caixa permitiu que um celular abrisse mais de uma conta, o que foi o “cerne da fraude”.

“Temos as provas de que a grande maioria foram utilizadas por hackers. Mas algumas pessoas são pessoas honestas que foram penalizadas”, afirmou.

Ele apontou, no entanto, que os responsáveis já foram identificados, “e rapidamente serão penalizados”.

O G1 questionou a Caixa sobre o número exato de contas bloqueadas por suspeita de fraude e sobre os procedimentos para desbloqueio, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Reclamações

Beneficiários do Auxílio Emergencial e do saque emergencial do FGTS estão relatando dificuldades para acessar os recursos por meio do aplicativo Caixa Tem. Nas redes sociais, há relatos de pessoas que não estão conseguindo acessar o Caixa Tem, seja para usar o dinheiro do auxílio emergencial ou do FGTS, seja para acessar o saldo, e falam ainda da demora para concluir uma simples transação de compra usando o próprio app. E que a fila virtual de acesso persiste.

Volume grande de acessos

Na segunda-feira (20), a Caixa informou ao G1 que, devido ao grande volume de acessos simultâneos nesta segunda-feira com o pagamento do Fundo de Garantia para os nascidos em abril, o aplicativo FGTS apresentou intermitência no início da manhã, mas já voltou a ficar estável. “Os recursos disponíveis aos trabalhadores com direito ao saque emergencial de até R$ 1.045 seguiram podendo ser consultados normalmente no aplicativo Caixa Tem e no site fgts.caixa.gov.br”, afirmou em nota.

O banco afirma que tem feito melhorias contínuas no Caixa Tem, otimizando soluções e infraestrutura para melhor atender a todos os brasileiros, e que houve diminuição no tempo médio de espera virtual para acessar o aplicativo para cerca de 5 minutos. Caso o usuário não consiga visualizar o saldo de sua conta, a orientação é procurar uma agência da Caixa para atualização cadastral.

O app Caixa Tem foi criado para os beneficiários do Auxílio Emergencial sem conta em banco poderem ter o pagamento do benefício, por meio da poupança social digital. Depois o acesso foi estendido para todos os beneficiários, mesmo aqueles com conta bancária, para que pudessem receber o Auxílio em um primeiro momento, para fazer compras e pagamentos, até o saque ser autorizado.

Os problemas relatados com o aplicativo Caixa Tem começaram ainda no mês passado, quando a Caixa Econômica Federal incluiu o pagamento do FGTS no app que dá acesso ao uso da poupança social digital.

Atualização

No último dia 7, a Caixa Econômica Federal anunciou uma atualização no aplicativo Caixa TEM para corrigir falhas na ferramenta. O banco afirmou à época que havia aumentado para 72 horas o período de sessão do aplicativo nesta nova atualização, o que fez com que o usuário não precisasse entrar novamente na fila de acesso para uma nova operação.

Com informações do G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Janaina disse:

    Eu mesma fui prejudica por conta desta palhaça!agora vou ter que perder um dia de trabalho pra fica naquela fila infernal por conta de um sistema falho! Não sei por que colocarão o FGTS junto com o auxílio o dinheiro é nosso!o governo não está nos dando nada!

  2. Dinho disse:

    Este Blog, e outros canais de comunicação, poderiam cobrar da CAIXA, à respeito da PAUSA HABITACIONAL, já que todo dia sai notícias sobre o auxílio, mas pessoas, como eu, também esperam notícias sobre a prorrogação ou não, da mencionada pausa. Espero que aconteça, pois são recursos que estão pagando outras despesas urgentes. Então, como sugestão, cobrem notícias da CAIXA sobre o assunto. É de muita utilidade pública.

PF mira governador do Amazonas e secretária de Saúde sob suspeita de desvios de recursos do coronavírus

O governador do Amazonas, Wilson Lima Foto: Márcio Melo/Agência O Globo

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira a Operação Sangria, que mira o governador do Amazonas Wilson Lima (PSC) sob suspeitas de desvios de recursos do combate ao coronavírus. A PF cumpre mandado de prisão temporária contra a secretária de Saúde Simone Papaiz e contra outros sete alvos. O governador é alvo de buscas, que também miram outros 19 alvos.

Os mandados foram expedidos pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Francisco Falcão. A operação foi solicitada pela PF, com concordância quase integral da Procuradoria-Geral da República (PGR). A PF, entretanto, havia solicitado a prisão temporária do governador do Amazonas, mas a PGR se posicionou contrariamente ao pedido. O ministro Falcão indeferiu o mandado de prisão contra Wilson Lima.

Tanto a PGR como a PF apontam Wilson Lima como líder de uma organização criminosa montada para desviar os recursos. Em seus pedidos, os investigadores apontam que o governador tinha conhecimento e participação na dispensa de licitação que gerou o contrato suspeito de desvios.

“No inquérito, constam provas e indícios revelando o desvio de recursos públicos federais, os quais eram destinados ao sistema hospitalar estadual, em razão da emergência provocada pelo novo coronavírus”, diz a PF. Há suspeitas de fraude na contratação de empresa para fornecimento de respiradores e superfaturamento de pelo menos R$ 1,7 milhão.

A PF aponta que a secretária de Saúde estava dificultando o andamento de investigações do Tribunal de Contas do Estado sobre os desvios de recursos. Também foram alvos de prisões temporárias ex-integrantes de cargos de direção na Secretaria de Saúde, suspeitos de envolvimento no contrato alvo da investigação, João Paulo Marques dos Santos e Perseverando da Trindade Garcia Filho.

A principal suspeita da investigação é a fraude na contratação da empresa FJAP E CIA LTDA para o fornecimento de 28 ventiladores mecânicos, usados para ajudar na respiração dos pacientes com Covid-19.

Segundo a investigação, a FJAP subcontratou uma outra empresa para fornecer os respiradores. O governo do Amazonas pagou R$ 2,9 milhões pelos 28 respiradores, mas a FJAP comprou os equipamentos de uma outra empresa pelo valor de R$ 2,48 milhões. Esta empresa, por sua vez, adquiriu os produtos pelo valor inicial de R$ 1 milhão. Por isso, há suspeitas do superfaturamento na compra dos respiradores.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Minga disse:

    Esse é mais um que se elegeu às custas de Bolsonaro e virou às costa. A exemplo da peppa e frutinha. Vocês é quem estão desatualizados.

  2. Anti-Político de Estimação disse:

    Infelizmente a corrupção no Brasil é um verdadeiro câncer generalizado, e pega TODOS os partidos e tendências, da esquerda à direita (como esse PSC aí da matéria acima), sem esquecer do famigerado CENTRÃO.

  3. Minga disse:

    Mais um esquerdista na mira. Oh raça!

    • Parabolicamará disse:

      Ele não é esquerdita. Ele é do PSC. Partido Social Cristão, o mesmo partido da base bolsonarista de extrema direita fascista.

    • Torres disse:

      Quando a gente ver um MINGA desse da vida escrever uma mentira dessa, a gente entende por que o país está desse jeito.
      Um cara que foi eleito com as bênçãos de Bolsonaro!!!
      É demais da conta 🤦🏻‍♂️!!!

  4. Augusto Santos disse:

    Tá faltando os governadores do Nordeste. O Famoso consórcio NORDESTE Já perdeu quase 100 milhões para uma empresa recém criada.
    A Governadora Fátima perdeu 5 milhões.

    É muito desvio

FOTO: Polícia Civil prende suspeita de tráfico de drogas em Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) prenderam em flagrante uma mulher de 32 anos, na manhã desta quarta-feira (24), pelo crime de tráfico de drogas. Ela foi detida com quatro quilos de substância semelhante à cocaína e insumos para mistura da droga, quando estava em uma residência localizada à travessa Luiz Sampaio, bairro das Quintas, na Zona Oeste de Natal.

A DENARC recebeu denúncias anônimas que informavam que a suspeita estaria de posse de uma carga de material entorpecente em sua casa. Após vigilância feita pela equipe da Delegacia Especializada na área indicada, os policiais civis localizaram a mulher. A suspeita estava com caixas contendo pacotes de substância semelhante à cocaína e insumos para mistura da droga.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Após informações do TCU, Governo deve exonerar presidente do Banco do Nordeste empossado nesta terça por suspeita de irregularidades na gestão da Casa da Moeda desde 2005

Foto: Reprodução/ Twitter

Empossado nesta terça-feira presidente do Banco do Nordeste, Alexandre Borges Cabral deve ser exonerado do cargo e um novo nome deve ser indicado pelo PL, partido de Valdemar Costa Neto, condenado no mensalão, e que compõe o centrão, nova base de apoio do governo no Congresso. Até a análise de um novo nome, um dos diretores deve assumir interinamente o banco.

A possibilidade de exonerar Alexandre Cabral, empossado ontem, surgiu após a revelação de que o Tribunal de Contas da União (TCU) apura suspeitas de irregularidades em contratações quando Cabral presidia a Casa da Moeda, em 2018. O prejuízo é estimado em ao menos R$ 2,2 bilhões. A informação foi revelada pelo jornal “Estado de S.Paulo” e confirmada pelo O GLOBO.

Cabral assumiu o comando da Casa da Moeda entre 2016 e 2019. As investigações do TCU apontam que as irregularidades encontradas começaram em 2005 e se arrastaram até 2019, passando pelo período em que Cabral esteve à frente da Casa. São investigadas fraudes e direcionamento de licitações com as empresas Sicpa e Ceptis em valores que podem chegar a R$ 11 bilhões.

Fontes do governo negam que o Alexandre Cabral tenha sido indicado pelo Centrão, mas um novo nome de Valdemar da Costa Neto deve ser analisado e nomeado nas próximas semanas. Na semana passada, Bolsonaro admitiu estar negociando cargos com os partidos, mas negou que tivesse oferecido a políticos o comando de “estatais ou bancos oficiais”.

As indicações políticas fazem parte da nova estratégia do governo de montar uma base sólida de deputados e senadores no Congresso para aprovar propostas importantes do governo e evitar até mesmo que temas polêmicos – como até mesmo um eventual pedido de impeachment – entrem em discussão nas Casas.

Bolsonaro admitiu na semana passada que o governo está entregando cargos para indicados do Centrão e disse que as conversas com os partidos passam também por possíveis alianças na eleição de 2022. O presidente afirmou que os parlamentares se sentem “prestigiados” com as indicações e acrescentou que os deputados, muitas vezes, querem dizer que são os “donos” de determinadas obras.

— Temos que ter agenda positiva para o Brasil e temos que conversar com partidos de centro também. Conduzi a conversa ao longo dos dois últimos meses. Conversei com praticamente todos presidentes e líderes de partidos. Sim, alguns querem cargos, não vou negar. Alguns, não são todos. Mas, em nenhum momento, oferecemos ou pediram ministérios, estatais ou bancos oficiais. Pega o Ministério do Desenvolvimento Regional (o Dnocs está vinculado à pasta), que tem estrutura gigantesca, que em grande parte tem atuação no Nordeste. Tem cargo na ponta da linha, segundo ou terceiro escalão que estava na mão de pessoas que são de governos anteriores ao Temer. Trocamos alguns cargos nesse sentido. Atendemos, sim, a alguns partidos nesse sentido (de cargos) – disse o presidente, durante uma transmissão ao vivo.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos araujo disse:

    Acho que não é só o serviço de inteligência que não funciona

  2. Antonio Turci disse:

    Se o Presidente continuar insistindo nessa aliança com a banda podre do centrão irá se arrepender amargamente. É esperar para ver.

  3. Ivan. disse:

    Sei não, fazer negócios com Valdemar Costa Neto, há ladrão!!!.

  4. Cigano Lulu disse:

    A "nova política" do Capetão configura-se corrupção pura, desde que consideremos a corrupção em seu espectro amplo, e não apenas a ação subterrânea de propinodutos ou o desvio explícito de verbas.
    Para um governo que se ufana de ter reaberto o caminho do Planalto aos militares, parece que os problemas do Brasil estão só começando, agravados pelo vírus e a recessão.

  5. Cidadão Indignado disse:

    Vão encontrar quem dessa caterva chamada "CENTRÃO" que não tenha problema com investigações? Agora quem está efetivamente INFECTADO é esse desgoverno que está aí. Pobre Brasil e pobre a parcela da população ainda com o senso de equilíbrio.

    • Beto disse:

      Verdade! Pérolas q deveriam estar presos por praticarem crimes em governos anteriores.
      E há quem grite LULA LIVRE.

  6. Minion alienado disse:

    Essa nova política parece um museu de grandes novidades

Witzel está sendo investigado por suspeita de envolvimento nos contratos emergenciais para a compra de respiradores, diz O Antagonista

Foto: CARLOS MAGNO/GOV RJ

O Antagonista apurou que Wilson Witzel está sendo investigado por suspeita de envolvimento nos contratos emergenciais para a compra de respiradores.

Os indícios, que surgiram no inquérito que levou à prisão o subsecretário de Saúde Gabriell Neves, foram remetidos ao STJ. A investigação é preliminar e corre em sigilo.

Ontem, o nome de Witzel apareceu lateralmente na investigação da Lava Jato que prendeu Mario Peixoto, principal fornecedor do governo do Rio.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Amon Carlos de Oliveira disse:

    Esse consorcio Nordeste, se começar a investigar vai encontrar muita maracutaia, seria bom começar logo enquanto é tempo

  2. Pronto, falei! disse:

    Se forem investigar esse tal de "Consórcio Nordeste", é capaz de não escapar ninguém…

Agência da Caixa em Natal fecha pela segunda vez em duas semanas por ter funcionários com suspeita de coronavírus, destaca reportagem

O portal G1-RN destaca nesta quarta-feira(13) que menos de duas semanas após fechar as portas porque um funcionário testou positivo para a Covid-19, uma agência da Caixa Econômica localizada na avenida Prudente de Morais, em Natal, voltou a fechar nesta quarta-feira (13) porque outro bancário e um vigilante estariam com os sintomas do novo coronavírus. A agência da avenida Ayrton Senna também foi fechada. A informação é do sindicato dos bancários do Rio Grande do Norte e foi confirmada pela Caixa Econômica. Mais detalhes em reportagem aqui.

Ex-subsecretário de Saúde do RJ é preso por suspeita de fraude na compra de respiradores

Gabriell Neves foi exonerado do cargo de subsecretário de Saúde do RJ — Foto: Reprodução/TV Globo

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Polícia Civil do RJ prenderam nesta quinta-feira (7) Gabriell Neves, ex-subsecretário estadual de Saúde, e mais três pessoas.

Além de Gabriell, foram presos Gustavo Borges da Silva e Aurino Batista de Souza Filho — o nome do quarto não foi divulgado.

O grupo é suspeito de ter obtido vantagens na compra emergencial de respiradores para pacientes de Covid-19 no estado. Uma quinta pessoa era procurada até a última atualização desta reportagem.

Aurino faz parte da A2A, uma empresa de informática que ganhou contrato para fornecer respiradores.

Neves foi exonerado pelo governador Wilson Witzel no dia 20 de abril justamente por suspeita de irregularidades — os contratos questionados somaram R$ 1 bilhão, entre respiradores, máscaras e testes rápidos comprados sem licitação.

Equipes do Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (Gaecc/MPRJ) e da Delegacia Fazendária também cumprem 13 mandados de busca e apreensão no Município do Rio.

Suspeitas e exoneração

Duas ações do subsecretário aparecem como suspeitas:

A montagem dos hospitais de campanha pelo Instituto de Atenção Básica Avançada à Saúde (Iabas);

Contratação de uma empresa para gerenciar serviço de Samu por R$ 76 milhões, sem licitação, que, anteriormente, era exercido pelo Corpo de Bombeiros.

Reportagem exibida no RJ2, em 11 de abril, afirmava que o Governo do RJ gastou R$ 1 bilhão para fechar contratos emergenciais, sem licitação, para o combate do Covid-19.

Os valores seriam destinados para a compra de respiradores, máscaras e testes rápidos.

A maior parte deste dinheiro, quase R$ 836 milhões, seria destinada para a Organização Social (OS) Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (Iabas).

O G1 apurou que, nos últimos meses, Gabriell Neves centralizou boa parte das decisões da pasta, desde que assumiu, em fevereiro deste ano. Houve uma disputa com a subsecretária Mariana Tomasi Scardua que resultou em sua saída da pasta.

Gestão do Samu

Uma das suspeitas de problemas de Gabriell Neves na Saúde está na contratação por R$ 76,5 milhões da empresa OZZ Saúde Eireli para fazer a gestão do Samu na cidade do Rio de Janeiro, que antes era feita exclusivamente pelo Corpo de Bombeiros.

Ao fundamentar a compra, a secretaria cita a Lei Federal 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, que permite a contratação de serviços “destinados ao enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus”.

Na notícia presente no site da pasta, no entanto, o próprio governo diz que a mudança na gestão do Samu não foi fruto da pandemia – que sequer é mencionada na notícia –, mas sim por uma determinação do Tribunal de Contas do Estado.

Contratação para os hospitais de campanha

O G1 também mostrou indícios de fraude no processo de construção de sete hospitais de campanha do governo do Rio de Janeiro. A medida é a principal ação contra a pandemia da Secretaria de Estado da Saúde.

Esse contrato com o Iabas foi assinado por Gabriell Neves antes de ser afastado.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Véi de Rui disse:

    É por isso que o Bolsonaro não presta, e tentam tirar o homem a todo custo pra liberar a roubalheira como era de costume

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Eu é que não boto a minha mão no fogo por político brasileiro nenhum. Especialmente aqueles que fazem das tripas coração para ter os órgãos policiais sob seu controle.

    • Antenado disse:

      Se lembrou de Lula né!!?

  2. francisco Carlos Xavier disse:

    Vai ser no Brsil todo, vai faltar lugar nas cadeias

  3. santa Cruz disse:

    Os Petralhas do Rio Grande do Norte , que se oriente, se não o bicho vai pegar!

  4. Ojuara disse:

    Primeiro a ir pra gaiola. Kkkk
    Tem que pegar todos que estão se aproveitando da desgraça do covid, pra continuar roubando.

STJ nega tratamento com cloroquina para paciente de 75 anos, com várias comorbidades, com suspeita de Covid-19

Foto: Ilustrativa

​​A ministra Assusete Magalhães, do Superior Tribunal de Justiça, rejeitou uma ação na qual a família de um paciente com suspeita de Covid-19 buscava garantir o direito do tratamento com a cloroquina.

O homem, de 75 anos, com várias comorbidades, está internado em unidade semi-intensiva, com quadro de pneumonia. O exame para detectar o novo coronavírus não ficou pronto e a médica recusou o pedido da família para tratar o paciente com cloroquina.

A família apresentou à Justiça opiniões de outros médicos favoráveis ao uso do medicamento e se queixou da burocracia de protocolos de pesquisa para conseguir o tratamento.

Assusete Magalhães rejeitou a ação, porque ela tinha como alvo o Ministério da Saúde — a ministra disse que não havia nenhuma comprovação de que a médica tenha deixado de usar o medicamento por determinação direta do ministro da Saúde.

“Ademais, no caso, sequer há laudo ou atestado médico recomendando o uso da medicação postulada ao impetrante”, acrescentou.

O Antagonista

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. LEO disse:

    Para a PETRALHADA qto pior,melhor…Bolsonaro acabou com o roubo,a mamata da Petralhada,estão Tiririca com o Capitao……kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Lourdes Siqueira disse:

    Eu não consigo entender por que a hidroxicloroquina até dias atrás era vendida livremente. Conheço pessoas que têm Lúpus que fazem uso dela por mais de 10 anos e não tem nenhum efeito colateral. Só agora esse remédio passou a ser perigoso quase mortal.
    Qual interesse há por trás dessa reviravolta quanto a livre venda desse remédio?
    Me explique quem for médico…..por favor!

  3. Cesar Bomone disse:

    É cada comentário INFELIZ, a petralhada realmente torce para a morte de muitos.
    NEGAR o remédio a quem pede e precisa não se mostra razoável.
    Se há uma possibilidade de cura por que não tentar?
    Vão deixar o cara MORRER porque o remédio não tem comprovação científica.
    Será que as pessoas não tem o direito de tentar o remédio para continuar vivas?

  4. Rômulo© disse:

    A Cloraquina é super eficiente no combate ao coronavirus! Mata o vírus e o doente! Problema resolvido, talkey?

    Gado é assim mesmo! Se o Bozo disser que fazer "sangria" é eficiente contra o coronavirus, vai ter ruminantes cortando os pulsos para "tirar sangue contaminado"! O que se espera de gente que acha que a Terra é plana?

    • Vergonha disse:

      Bom mesmo era o ladrao Lula, esse sim , preferiu construir estádios ao contrário de hospitais, roubou a Petrobras,mas não chore, aprender a trabalhar, vou dar uma dica; a carteira de trabalho é azul, acabou a mamata , outra opção é se mudar para o paraíso Venezuela

    • Oly disse:

      Esse Rômulo é um homem sem noção. Será que não entende que o momento é de unirvforcas e não atacar o presidente? Será que a compreensão desse cara é tão tacanha assim? Se és um ser humano cara, age como tal.

Mulher morre em Parnamirim após suspeita de Covid-19, destaca reportagem

Uma mulher de 47 anos faleceu nesta quinta-feira (19) em Parnamirim após procurar atendimento médico e lhe ter sido indicada a suspeita de que estava com covid-19. De acordo com o Blog do Dina – por Dinarte Assunção, a mulher procurou atendimento médico particular na terça-feira (17) pela manhã. Ela tinha febre, tosse seca e dificuldades de respirar. Na ocasião, segundo familiares, o médico que a atendeu,  indicou suspeita de Covid-19 e, em razão dos sintomas, a encaminhou para atendimento hospitalar. Ao chegar à UPA Nova Esperança, no entanto, a paciente e o familiar que a acompanhou se depararam com a informação de que ela não seria testada para covid-19 porque não teve vínculo epidemiológico com estrangeiros.

Segundo a reportagem, encaminhada para casa, as dificuldades respiratórias da mulher pioraram. O SAMU foi acionado e ela foi socorrida novamente na quarta-feira (18), mas não resistiu e morreu e nesta quinta (19). Até o momento, a morte foi dada como complicações causadas por pneumonia.

“A Secretaria Municipal de Saúde de Parnamirim (SESAD), juntamente com uma equipe da Secretaria Estadual de Saúde (SESAP), estão realizando neste momento os protocolos de identificação a respeito de óbito ocorrido na manhã desta quinta (19) na cidade de Parnamirim, a fim de determinar a sua causa”, diz a saúde no município, em nota encaminhada ao Blog do Dina. No texto, também se afirma que tão logo os resultados sejam concluídos, serão divulgados.

http://blogdodina.com/2020/03/19/mulher-morre-em-parnamirim-apos-medico-indicar-suspeita-de-covid-19-mas-upa-recusar-testa-la-para-doenca-e-libera-la-para-casa/

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ana Flávia Silva disse:

    Será que é mentira?

  2. Ceará-Mundão disse:

    Péssimo momento para o RN enfrentar uma pandemia. Hospitais sucateados e sendo até fechados, falta de controle, falta de equipamentos essenciais para os profissionais de saúde, incompetêncía do atual governo, crise financeira sem solução à vista… Que Deus se apiede do RN.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Vamos torcer pelo nosso Estado e pelo nosso País. Chega de tanto ódio, chega de tanto amor por políticos, pensemos um pouco mais em soluções e proatividade, e vamos incentivá-las de onde vierem.
      Que Deus se apiede de todos nós, mesmo !

  3. Jório disse:

    BG, o que se observa é a falta de Ação, de gestão dos Poderes Públicos.
    BG, por favor, interaja com outros órgãos de imprensa, e cobrem ação efetiva.
    Uma solução emergencial é destinar algumas UPAS para atenderem exclusivamente pacientes com doenças respiratórias. Só assim haverá controle e atendimento digno.
    A população está sem atendimento, vai pra um canto, encaminham pra outro, no final, não é atendido.
    Responda se recebeu e leu.

  4. Jório disse:

    BG, o que se observa é a falta de Ação, de gestão dos Poderes Públicos.
    BG, por favor, interaja com outros órgãos de imprensa, e cobrem ação efetiva.
    Uma solução emergencial é destinar algumas UPAS para atenderem exclusivamente pacientes com doenças respiratórias. Só assim haverá controle e atendimento digno.
    A população está sem atendimento, vai pra um canto, encaminham pra outro, no final, não é atendido.

  5. Eudes disse:

    um dos que morreram no sudeste, em hospital apropriado para idosos não tivera contato com estrangeiros.

  6. Priscila Vasconcelos disse:

    Absurdo! Tem q internar as pessoas com sintomas graves.

  7. Gilzilene disse:

    Estão dizendo que é fake

    • Lila disse:

      Será que é fake! O que eu achei estranho é que no site da tribuba do norte fala-se de um homem de 65 anos.

Secretaria de Saúde Municipal emite nota sobre a rede básica e caso de paciente com suspeita de coronavírus

A respeito do post publicado onde o leitor relata situação dramática em atendimento na rede básica de saúde, a Secretaria de Saúde Municipal informa que a amostra para análise e identificação do COVID 19, foi colhida e encaminhada ao LACEN. Procedimento esse, padronizado pela rede de saúde.

E tanto o paciente quanto o acompanhante foram classificados como suspeitos e os mesmos tiveram o atendimento como determina o protocolo.

Quanto ao hemograma solicitado pelo médico, no plantão, o diretor da UPA da Cidade da Esperança vai se reunir na tarde desta terça-feira, 17, com os profissionais que trabalharam durante a madruga para entender porque não foi coletado o hemograma solicitado.

MAIS UM LEITOR: “Quando se proliferar em Natal, o caos será instalado pela falta de estrutura mínima”

Foto: Ilustrativa

Um leitor do Blog, em caso distinto da UPA Cidade da Esperança(AQUI), relata que chegou do exterior com sintomas do Covid-19, e tentou fazer o exame em um hospital privado nessa segunda-feira(16), e disse que o local não tinha material para a realização de exame. Ao procurar o Giselda Trigueiro, foi orientado a procurar a rede privada, por só realizar para quem apresenta sintomas.

“Quando se proliferar em Natal o caos vai ser instalado pela falta de infraestrutura mínima”, desabafou o preocupado leitor, que não quis se identificar.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bader disse:

    Isso não irá acontecer pq Deus é maior e ouve nossas orações.

  2. jorge disse:

    A FALTA DE LEITOS E UTI…..JÁ ESTA ASSIM FAZ TEMPO VIU??? NÃO É PQ AS PESSOAS ESTÃO COM CORONA VIRUS, O UNICO CASO TÁ EM CASA E OS QUE ESTAO AGUARDANDO OS RESULTADOS TAMBÉM PORTANTO….. ISSO AI É ESSE GOVERNO SAFADO QUE NÃO TÁ NEM AI PRA NINGUÉM, ESTE ESTADO NÃO TEM NADA…. ESSES MERDAS SÓ FALAM EM POLITICA E MERDA. AGORA NÃO E HORA DE BRIGAR, E HORA DE UNIR. PQ ESSE CAOS TÁ O A NÃO SEI QUANTO TEMPO . NÃO TEM HOSPITAL, NÃO TEM REMEDIO , NÃO POSTOS DE SAÚDE, ENFIM NADA.

  3. Gizelda disse:

    Gente, a orientação é pra quem chegar de viagem, mesmo sem sintomas, ficar em quarentena, e não sair por aí espalhando o vírus, será que não entenderam isso ainda,?
    Vamos pensar mais no próximo…

  4. Alexandre Magnus disse:

    Ontem o Secretario Nacional de Saude falou que os testes no Brasil somente para pessoas sintomaticas,as que não tiverem sintomas não adianta no momento insistir.

  5. Chicó disse:

    E o estado queria fechar mais UTIs !!!

  6. Sonia Gomes disse:

    Infelizmente, o Brasil não levou a sério a pandemia. Agora, com o caos se alastrando, a rede do Sus falida e agora, José?
    Brincaram com fogo e o pior que quem vai se queimar, é o pobre que depende do SUS!

    • Fernando disse:

      Exato Sônia, estava lembrando das promessas de campanhas, exaustivamente repetidas desde 2002 sobre a melhoria em nosso sistema de saúde. Prometeram muito, repetiram as promessas, mas o que temos na prática são hospitais sucateados, superlotados e uma situação degradante que nunca saiu das retóricas promessas de campanha.
      Vivemos 20 anos de promessas e na prática o que temos é uma sistema de saúde precário, uma educação de péssima qualidade e um estado de insegurança generalizado.
      Mas a culpa, como querem impor, é do Bolsonaro que não mudou esse país em 01 ano.

  7. Janaína disse:

    A recomendação, inclusive para a rede privada, é só realizar exames para casos de internação. Os insumos para realização dos testes são limitados. Para sintomáticos respiratórios, sem complicação, a recomendação máxima é isolamento domiciliar.

  8. Luan disse:

    Vai ser culpa também desse leitor que deveria ter ficado em quarentena e não sair peregrinando em Natal pelos postos de saúde espalhando o vírus, os médicos estão cansados de explicar para só procurarem atendimento médico se estiverem com falta de ar, se estiverem com sintomas de gripe apenas é pra permanecer em casa de quarentena.

  9. Pedro disse:

    O estado está brincando com isso, não é ponderavel que os aletas emitidos pelas maiores autoridades sanitárias do mundo, profissionais renomados aqui, dados alarmantes no mundo, não sensibilizem as autoridades e gestores locais. Sabemos que o governo é incompetente, vai com as outras, relaxado, mequetrefe, pobre, mais brincar com a saude da populaçao é irresponsabilidade, adotar medidas casuísticas, hipocritas e mentirosa é um risco absurdo, nunca em nosso estado vimos tanta irresponsabilidade.

  10. rodrigo disse:

    O folgado tem dinheiro pra ir pro exterior e não tem pra pagar um exame?

LEITOR com suspeita de coronavírus relata situação dramática no atendimento da rede básica de saúde

Foto: Divulgação

Leitor do Blog do BG entrou em contato para reclamar da situação dramática no atendimento na rede básica de saúde, ocorrido nessa segunda-feira(16) na capital potiguar, na UPA Cidade da Esperança. Conta o histórico de um jovem que há cinco dias tem registrado febre e ainda falta de ar. Segundo conta, após um dilema no atendimento e inconclusão no caso, o paciente teria recebido um encaminhamento para a rede particular. Encontra-se, neste momento, em isolamento em sua residência.

Fotos: Divulgação

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carmen maria de leiros disse:

    Queria muito que nossa governadora tomase a iniciativa de
    De PEDIR ao exército as tendas tipo hospital para atender as pessoas antes de ir para o hospital em Natal nem para quem ten plano de saúde existe, Deus vai escolher quem morre e quem vive

  2. almir dionisio disse:

    Realmente a saúde pública do estado tá um caos, eu trabalho em uma unidade hospitalar da capital como enfermeiro e relato o caos atual, falta tudo nos hospitais e só vemos reuniões e nada se resolve.
    A saúde precisa de ações imediatas e não reuniões sem fim e que parecem um 8, nada é resolvido, aqui no nosso hospital qdo pedimos a UNICAT informa que não tem e tá aguardando a licitação.
    Esse é o cenário da saúde no estão, imagina no interior.

  3. Papo_Reto disse:

    Está só iniciando o caus. Que Deus tenha misericordia.

  4. Anderson Lopes disse:

    Absurdo!