Educação

Com metodologia canadense, escola de Natal oferece ensino reconhecido ao redor do mundo para crianças a partir dos primeiros anos de vida

Foto: Divulgação

Umas das primeiras preocupações de quem decide ser pai ou mãe é oferecer ao filho uma educação de qualidade. E isso começa já nos primeiros anos de vida, com o ingresso no ensino infantil. A escolha de uma metodologia de ensino diferenciada, desde já, faz toda a diferença para o desenvolvimento da criança. É nessa fase que elas começam a construir o conhecimento e a personalidade. Nesse quesito, a Maple Bear Natal larga na frente.

O método canadense, utilizado pela escola e reconhecido como um dos melhores ao redor do mundo, prioriza o desenvolvimento social e intelectual dos pequenos. No Early Toddler, a primeira etapa do ensino infantil, que vai até os 2 anos de idade, o ensino funciona com imersão 100% inglês. Segundo especialistas, o mergulho em uma segunda língua logo nos primeiros anos de vida auxilia as crianças a aproveitaram melhor as janelas de aprendizagens próprias da faixa etária.

As atividades de ensino e aprendizagem acontecem de forma leve e espontânea, por meio de experiências e brincadeiras relacionadas ao cotidiano, sem deixar de lado lições sobre disciplina, cidadania e organização. Com isso, a metodologia da Maple Bear cumpre o seu objetivo de desenvolver atitudes saudáveis em relação ao aprendizado, ao interesse pelo ambiente escolar e ao estímulo à relação familiar.

Ambiente diferenciado

No Early Toodler, as crianças contam com uma professora titular e até três professoras auxiliares em cada sala de aula, compostas de no máximo 12 alunos. Elas acompanham de perto a convivência, o desenvolvimento e as necessidades de cada aluno.

Outro diferencial são as instalações físicas exclusivas, com salas de aula totalmente equipadas como centros de aprendizagem, além de três áreas externas para recreação e sala de estimulação motora. O espaço físico dos pequenos fica em um prédio separado, o que garante exclusividade de acesso, que é feito individualmente, para evitar aglomerações e contatos externos.

A escola segue todos os protocolos de higiene e distanciamento necessários para o funcionamento das atividades escolares. O acesso ainda é controlado por meio do aplicativo “School Guardian”, que permite aos pais avisarem quando estão a caminho para deixar ou pegar a criança.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

DOS EUA PARA NATAL: Estudante supera “obstáculos” e cria metodologia de estudo e garante ótimos resultados no Enem desde os 13 anos

Foto: Divulgação

O portal No Minuto destaca reportagem nesta segunda-feira(12) Phillip Anderson Silva Avelino, natural de Bradenton(FL), nos Estados Unidos, e que tinha apenas 4 anos quando veio morar no Brasil. Quando chegou ao Brasil, em Natal, falava muito pouco português, mas logo aprendeu a nossa língua.

Na infância, gostava muito de esportes, entre diversas modalidades, até aos 11 anos ser diagnosticado com Epfisiólise e teve que fazer uma cirurgia no fêmur de uma perna e meses depois da outra. Consequentemente, precisou deixar boa parte do esporte de lado. O jovem, que precisou colocar pinos nas duas pernas, passou a jogar xadrez e tênis de mes. A concentração e responsabilidade, então, passou a chamar a atenção da família e pessoas próximos em decorrência de resultados impressionantes. Conquistou premiações e, por conta própria, resolveu fazer o Enem apenas com 13 anos. Foi aí que tudo começou. Colecionou a partir desta tomada de decisão resultados superiores a cada desafio, através de uma metodologia de estudo em que criou, intitulada de “invertida”.

Saiba mais AQUI em reportagem na íntegra.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *