FOTOS: Viaduto em frente ao Parque Aristófanes Fernandes é liberado para tráfego em Parnamirim

Fotos: cedidas

Pista na BR-101, em frente ao Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, foi liberada para tráfego de veículos nesta sexta-feira(09).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. gato disse:

    Tem que liberar a parte de baixo do viaduto urgente, pra poder beneficiar quem mora em parque de exposição, e adjacências.

  2. paulo disse:

    BG.
    E a iluminação da BR 304 Parnamirim-Macaíba quando vai ser ligada? Os postes tem quase todos já instalados ha alguns meses e a iluminação nada, até quando DENIT?.

  3. Marcos disse:

    NA MINHA OPINIÃO A MUDANÇA NO TRÂNSITO É QUASE NADA, VALE LEMBRAR QUE AINDA TEMOS DOIS SINAIS NA BR AO LONGO DE PARNAMIRIM, O CORRETO SERIA NO LUGAR DE CONSTRUIR 4 VIADUTOS NA RETA TABAJARA QUE NAO PRECISA CONSTRUIR MAIS DOIS EM PARNAMIRIM E ELIMINAR TDS OS SINAIS DEIXANDO A BR LIVRE!!

    • PP disse:

      Faz sentido.

    • carlos mendonça disse:

      falou tudo Marcos. Aqueles viadutos na reta tabajara foi só pra ROUBAR DINHEIRO pq não ligam nada a lugar nenhum!!

    • Messias disse:

      Os semáforos da BR serão retirados qdo terminar as marginais da br e a parte de baixo desse viadulto!

Grande retenção de veículos é registrada na manhã desta quarta em Parnamirim para retirada da passarela do Parque Aristófanes Fernandes

O trecho da BR-101 sentido Parnamirim-Natal foi interditado na manhã desta quarta-feira(31) para retirada da passarela do Parque Aristófanes Fernandes.

Em decorrência, o trânsito foi desviado para o sentido contrário. Sentido Natal-Parnamirim desviado para a marginal. Previsão de liberação em 1h. Grande retenção de veículos no local.

As informações são da Polícia Rodoviária Federal.

 

Energia do Parque Aristófanes Fernandes é cortada por falta de repasse do Governo

Na manhã desta quarta-feira (18), a Cosern suspendeu o fornecimento de energia do Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, em decorrência de um débito de cerca de R$ 100 mil pendente da época da Festa do Boi, realizado no mês de outubro.

Segundo Marcos Aurélio Sá, presidente da Associação Norte-Riograndense de Criadores (Anorc), a situação constrangedora se dá pela crise financeira do Governo do Estado, que administra o Parque em regime de comodato com a entendide, e até o momento o valor de R$ 380 mil não foi repassado, quantia suficiente para custear as despesas.

Ainda segundo o presidente da Anorc, mesmo com a realização do Carnatal, recentemente, o valor de R$ 300 mil investido pela Destaque Promoções foi repassado ao Governo, que, mais uma vez, não encaminhou a verba para a entidade.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Silvio Luiz disse:

    O que tem no desgoverno dos rosados? Falta tudo, falta todo tipo de pagamento, falta vergonha, falta capacidade, falta competência, falta vontade de fazer, falta, falta, falta…
    Só não falta o crescimento da arrecadação.
    Só não falta vontade de piorar as situações a cada dia.
    Só não falta trapalhada administrativa.

Carnatal 2013: Polícia Civil terá delegacia de plantão no interior do Parque Aristófanes Fernandes

Com o objetivo de garantir o lazer e a segurança dos foliões e visitantes que irão participar do Carnatal 2013, a Polícia Civil do RN se fará presente no evento com uma delegacia de plantão no interior do Parque de Exposições Aristófanes Fernandes.

A delegacia funcionará diariamente durante os dias da festa com 02 delegados de Polícia Civil, 02 escrivães e 06 agentes. Ainda se fará presente no evento a equipe da Delegacia de Narcóticos que fará trabalhos de prevenção e repressão ao consumo de drogas.

Além das equipes presentes no Parque a delegacia de plantão da Zona Sul funcionará normalmente e também estará atendendo a demanda do Carnatal.

Juíza indefere liminar que pedia anulação de convênio para uso do Parque Aristófanes Fernandes

A juíza Marta Suzi Peixoto Paiva Linard, da Vara da Fazenda Pública de Parnamirim, indeferiu uma liminar requerida pelo Ministério Público que pedia que fosse declarada a nulidade do convênio celebrado entre o Governo do Estado do Rio Grande do Norte e a Associação Norte-Riograndense de Criadores (Anorc), afastando, assim, a utilização do Parque de Exposições Aristófanes Fernandes por aquela associação e retornando à administração ao Estado do Rio Grande do Norte.

O Ministério Público alegou nos autos a existência de irregularidade em convênios celebrados entre o Estado do RN e a Anorc, envolvendo a utilização do Parque de Exposições Aristófanes Fernandes, situado em Parnamirim. Argumentou que, além de se utilizar da força laboral de servidores públicos efetivos do Estado, a Associação possui total controle da gestão administrativa e financeira do referido bem público, auferindo lucros com sua exploração, conforme perícia contábil realizada por iniciativa do MP.

Acrescentou que, da maneira como está, o convênio firmado entre os réus – que entende se tratar de um contrato – padece de vícios decorrentes da inobservância aos preceitos legais referentes à licitação e da prestação de contas, razão pela qual sustenta ser impositivo a declaração de sua invalidade.

Decisão

No caso, a magistrada notou que a utilização do Parque de Exposições Aristófanes Fernandes pela Anorc tem sido objeto de convênios sucessivamente celebrados desde 1990, portanto há mais de 20 anos, o que descaracteriza a urgência do provimento requerido.

Para ela, tal constatação enfraquece a iminência de lesão grave e de difícil reparação ao direito que se pretende tutelar, na medida em que o decurso de tão longo lapso temporal, sem qualquer insurreição por parte do Ministério Público, denota a desnecessidade da imediata intervenção do Poder Judiciário para a preservação dos interesses do Estado.

Quanto a esse aspecto, a juíza Marta Paiva Linard considerou que o MP limitou-se a mencionar que a continuidade da utilização do bem público por associação particular, em proveito desta, consolidará o agravamento de uma irregularidade há anos perpetrada, agravada pela importância financeira que reproduz, principalmente diante da possível negociação do bem público com vistas à realização do Carnatal, no próximo mês de dezembro.

Quanto à tal alegação, constatou que há nos autos cópia de acordo celebrado entre os réus e a empresa Destaque Propaganda e Promoções, referente ao uso do bem público mencionado, com contraprestação pecuniária em favor do Estado do Rio Grande do Norte, o que acaba por enfraquecer a urgência alegada.

Por fim, considerou que não se vislumbra nos autos a evidência da urgência da rogativa, e, portanto, se torna inevitável a sua denegação, sendo prescindível a avaliação da verossimilhança das alegações expostas nos autos processuais.

TJRN

Carnatal 2013: Destaque vai desembolsar R$ 200 mil para realizar evento no Parque Aristófanes Fernandes

O Parque Aristófanes Fernandes, cuja estrutura é tradicionalmente utilizada para exposições e eventos agropecuários, como a Festa do Boi, vai abrir suas portas para o som da Bahia, em dezembro próximo. Com a impossibilidade de manter o antigo percurso devido às obras para a Copa do Mundo Fifa 2014 e a frustração do projeto que  tentava transferir as festividades para o prolongamento da avenida Prudente de Morais, a saída encontrada pela Destaque Promoções, organizadora do evento, foi buscar um acordo com a Associação Norte-Riograndense de Criadores (Anorc) para a realização da edição 2013 do Carnatal.

A Associação não tem qualquer parceria ou participação junto à festa, sendo responsável exclusivamente pela cessão da estrutura física do Parque, que, por sinal, deve ser devolvida da mesma forma que foi entregue. Segundo o presidente da Anorc, Marcos Aurélio de Sá, algumas adaptações serão necessárias para a realização da micareta e todas elas estão a cargo da Destaque. “Provavelmente será preciso elevar a fiação, por conta da utilização dos trios elétricos, além de alargar e prolongar algumas vias internas do local. Todas essas obras devem ser executadas pela Destaque, que terá acesso às dependências do Aristófanes Fernandes já a partir do próximo dia 1º de novembro para iniciar as atividades”, explica o executivo, ressaltando que esses empreendimentos não poderão interferir nas atividades cotidianas desenvolvidas no Parque de Exposições.

Lá estão instaladas as sedes de diversas entidades agropecuárias do Estado, como, por exemplo, a Associação Norte-Riograndense de Criadores de Caprinos e Ovinos (Ancoc). Outra restrição é quanto aos dias de realização da festa baiana, que será reduzida para três dias – de quinta a sábado – por conta de impedimentos do Parque em realizar qualquer evento aos domingos. A determinação é do Ministério Público do Meio Ambiente da comarca de Parnamirim.

O acordo firmado entre a produtora e a Anorc prevê o pagamento de um valor fixo de R$ 200 mil e mais 20% do faturamento com entradas e estacionamento pela utilização da estrutura do Parque, que é propriedade do Governo do Estado e administrado em regime de comodato pela Associação dos Criadores. “A Anorc é uma entidade que não possui qualquer fim lucrativo. Toda a renda gerada pelas negociações com o Carnatal será revertida para melhorias no próprio Parque. Desde que a Associação assumiu a gestão do local, em 1989, a área construída triplicou de tamanho, ou seja, historicamente existe uma política de investimento na estrutura. Dessa vez não será diferente”, pontua Marcos Aurélio.

“Os eventos agropecuários demandam um investimento muito grande. A Festa do Boi, por exemplo, representa um gasto superior a R$ 1 milhão apenas em promoção. Essa renda extra facilitará as ações de outro grande projeto, que deve ter sua primeira edição realizada em junho do próximo ano, a Festa do Leite. A iniciativa já conta com a parceria da Intertv Cabugi e vai apresentar todas as características de uma grande festa do interior, com a possibilidade que cada município do Rio Grande do Norte tenha espaço para mostrar suas produções, suas vocações. O festival de quadrilhas juninas do Estado, inclusive, fará parte da programação cultural do evento”, finaliza o presidente da Anorc.

A Destaque Promoções, através de sua assessoria, comentou que as expectativas para o Carnatal 2013 são as melhores, mas que só poderá dar mais detalhes técnicos sobre venda de ingressos e a logística da festa como um todo após nova rodada de reuniões. Até o fim da próxima semana a empresa deve divulgar os pormenores da realização da micareta.

Cleo Lima – Jornal de Hoje