Diversos

VIROU ROTINA? Bairro de Candelária volta a registrar queda de energia

O bairro de Candelária, na Zona Sul de Natal, voltou a registrar queda de energia nesta sexta-feira(09), por volta de 09h45.

Na última vez, no dia 29 de março, trecho do bairro ficou sem luz até por volta de 12h, provocando prejuízos a moradores e estabelecimentos locais.

 

Opinião dos leitores

  1. Touros e Zumbi -Rio do Fogo, também tiveram queda de tensão e falta de fases, entre ontem a noite, e hoje pela manhã.

  2. Mas as empresas privadas não são extremamente eficientes? Qual o argumento dos defensores das privatizações?

    1. Ah, saudade do tempo da Cosern quando era pública… das noites estreladas sem energia na cidade inteira por até 10h, 12h seguidas nos anos 90. Genial, amigo, seu comentário. Genial.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Região do bairro Candelária registra queda de energia

Moradores do bairro Candelária, na Zona Sul de Natal, relatam uma queda de energia desde 10h desta segunda-feira(29).

Há relatos de falta de energia em regiões como Alto da Candelária e redondezas da Justiça Federal.

Opinião dos leitores

  1. Continua sem energia. Telefone COSERN só ocupado. Já enviei SMS e Whatsapp e nada de resposta. Queria saber previsão

  2. No bairro planalto teve queda de energia em toda a madrugada..
    Caia e voltava..umas 5 vezes durante a madrugada..só veio a ficar estabilizada por volta das 3 da manhã..

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Município no interior do RN perde 90 doses de vacina contra Covid-19 após queda de energia

O portal G1-RN noticia nesta sexta-feira(26) que o município de Jardim de Angicos perdeu 90 doses da vacina CoronaVac contra Covid-19 após uma queda de energia que aconteceu no último fim de semana. As vacinas eram destinadas à segunda dose de profissionais de saúde da linha de frente. A informação foi confirmada pela prefeitura do município da região Central potiguar, que agora busca receber doses extras mantidas pelo estado em uma “reserva técnica”.

A matéria relata que o secretário de Saúde local, Jociel Andrade, disse que a queda de energia elétrica aconteceu no sábado (20) e danificou a câmara fria da unidade básica de saúde do centro da cidade, onde eram armazenada as doses. No entanto, o problema só foi constatado na segunda-feira (22), quando os servidores chegaram ao local para trabalhar

O município recebeu mais 180 doses da vacina de Oxford nesta quinta-feira (25) para continuar a vacinação de idosos e dar início também à vacinação de indígenas.

.

Opinião dos leitores

  1. Bom até verificar o conteúdo, pra desviar vacinas e venderem é só inventar uma justificativa esfarrapada dessa. Um bom dinheiro seria apurado com desvio dessas vacinas.

  2. Incompetência e descaso, se fazem é porque não existe punição. Não entendo como nos dias atuais se perde vacinas por queda de energia, será que não existe um gerador destinado para este fim. A justiça deveria punir severamente estes que se dizem ser gestores.

    1. Creio q o prejuízo deverá ser arcado pela Cosern, afinal existe um seguro q pagamos mensalmente q vem na conta de energia q destina-se a cobrir os eventuais prejuízos decorrentes da queda de energia. Aliás a lei prevê q danos causados pela queda de energia são de inteira responsabilidade da fornecedora.

    2. Amigo Inocente ! Para se trabalhar com produtos biológicos que necessitem de refrigeração, vc tem que garantir a manutenção do frio em casos de queda de energia. Mas os gestores são inocentes eles não possuem conhecimento desta situação.

  3. tem que pagar as doses perdidas!! pense em uma incompetência!!
    essas doses são pra serem aplicadas sem interrupção. a doença não tem férias.
    ESSE POVO TEM QUE LEVAR ESSE PNI A SÉRIO.
    QUANDO CHEGAR A MINHA VEZ EU NÃO QUERO SABER DE DIA NEM HORA!
    EXIJO A APLICAÇÃO DA VACINA!!!

  4. Essas vacinas já e pouca, deviam serem usadas com mais Rapidez poderiam ser aplicadas de segunda a domingo. Não entendo essa interrogação nós finais de semana.

  5. É muita irresponsabilidade com algo tão sério.
    Esse prefeito e seu secretário de saúde deveriam ser responsabilizados pelos danos .

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Cosern desativa “gato” de energia pela 2ª vez em menos de 30 dias em fábrica de gelo na praia de Genipabu

Foto: Cosern/divulgação

Equipes técnicas da Cosern, com apoio da Polícia Civil, identificaram e desativaram uma ligação clandestina de energia elétrica (o popular “gato”) numa fábrica de gelo na praia de Genipabu, na Grande Natal, na manhã desta quinta-feira (14).

É a 2ª vez que a fraude é detectada no local em menos de um mês. A fábrica de gelo foi um dos endereços alvos da “Operação Gato Gelado” que a Cosern realizou em 22 de dezembro em 33 municípios potiguares e acabou desativando 25 irregularidades e resultando na prisão de 05 pessoas pela polícia.

Em dezembro, o responsável pela fábrica de gelo se evadiu do local. Nesta quinta-feira (14), ele foi preso em flagrante pela polícia e levado para a delegacia de Extremoz. Além do “gato” Identificado na fábrica de gelo, as equipes da Cosern retiraram ligações irregulares de outras 6 residências nas proximidades.

“O gato de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a 08 (oito) anos de reclusão” explica Gilmar Mikeias, Gerente de Recuperação da Receita da Cosern.

“Além de crime, o “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode causar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos”, complementa o Gerente.

De acordo com Júlio Giraldi, Superintendente de Relacionamento com Clientes da Cosern, as ações de combate às ligações clandestinas serão intensificadas ao longo de 2021. “Vamos investir ainda mais em tecnologia e inteligência para dificultar cada vez mais a realização desse tipo de crime”, declarou Júlio.

A fraude é quando o consumidor já é cliente da Cosern e manipula o medidor de energia com o objetivo de reduzir o consumo faturado. Já o furto consiste em desviar energia diretamente da rede elétrica da Cosern sem a medição do consumo e o conhecimento da distribuidora.

Balanço da “Operação Varredura” em 2020

Ao longo de todo o ano de 2020, a Cosern realizou 67.303 inspeções em unidades consumidoras e desativou ou regularizou 7.206 ligações irregulares em todo estado. O volume de energia recuperado nas diversas fases da “Operação Varredura” seria suficiente para abastecer, por exemplo, os municípios de Parnamirim e de São Gonçalo do Amarante, juntos, por 30 dias.

A população pode denunciar as fraudes, de forma anônima e segura, no telefone 116 ou no site da Cosern (www.cosern.com.br).

https://servicos.cosern.com.br/sala-de-imprensa/noticias/Paginas/cosern-desativa-gato-de-energia-pela-2a-vez-em-menos-de-30-dias-em-fabrica-de-gelo-na-praia-de-genipabu.aspx

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Cabo rompido suspende fornecimento de energia da sede do Idema em Natal

A sede do Idema, localizada na Av. Alexandrino de Alencar, estará com o atendimento ao público suspenso na manhã desta quinta-feira (7), em virtude do rompimento de cabos e consequente suspensão do fornecimento de energia, por parte da Cosern. A Companhia de Energia já foi acionada e o retorno dos serviços está previsto para o início da tarde.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Após 22 dias de apagão no Amapá, distribuidora e governo dizem que rodízio terminou e que energia foi retomada em 100%

Apagão no Amapá entra no 22º dia com ativação de novo transformador em subestação que pegou fogo e fim do rodízio — Foto: Emiliano Capozoli/LMTE/Divulgação

Após 22 dias de apagão, o rodízio de energia terminou no Amapá e o fornecimento foi normalizado, segundo a distribuidora de energia e o governo federal. A retomada de 100% do fornecimento foi possível após a energização, na madrugada desta terça-feira (24), de um segundo transformador na subestação Macapá, a principal do estado e que pegou fogo no dia 3 de novembro.

O anúncio do término do rodízio foi feito pela Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) às 8h12 desta terça.

“O rodízio do fornecimento de energia foi oficialmente encerrado. […] Com este transformador operando, o fornecimento foi garantido em 100% para atender os 13 municípios que foram afetados com o acidente na Subestação Macapá no dia 3 de Novembro”, declarou a CEA, em nota.

Pelo Twitter, o Ministério de Minas e Energia também assegurou que foi restabelecido o fornecimento de energia elétrica em todo o estado.

Foram três semanas de crise energética. A população enfrentou um blecaute de 4 dias em 3 de novembro, e um novo apagão total no dia 17 de novembro, que foi solucionado em cerca de 4 horas.

O apagão causou uma série de problemas no estado: afetou o fornecimento de água e as telecomunicações, gerou uma corrida aos postos de combustíveis que tinham geradores de energia, provocou prejuízos a comerciantes que não conseguiam manter alimentos refrigerados, mudou toda a rotina dos amapaenses.

Foram registrados pela Polícia Militar (PM) mais de 120 protestos contra o apagão desde o dia 6 de novembro.

Com G1

Opinião dos leitores

  1. Arqueiro -) uma fechada no horizonte azul é legal…….kkkk deve ser, Nove Dedos e a Anta viviam acertando, desemprego, esmolas, falências, empreiteiras em cartel, ricaços, dolares em cuecas, orgias (francenildo e Palocci sabem) triplex, sítio, cachaça, charutos cubanos, adegas,, filhos Ronaldinhos, culpa da defunta Marisa, que era excelente empresária e empreendedora, Ascenção do catador de estrume de rinonceronte, Telemar, videogame (futuro), ditaduras amigas, segredo do Porto de Mariel…nkkk só que envolvia muita gente, e todos sabem que isso é um risco, aí bateram com a língua nos dentes, triste, eu confiei nele duas vezes, deixei a cegueira e burrice de lado, vá para Cuba, Venezuela ou Coreia do Norte, Angola, lá temos exemplos vivos de excelentes mandatários e governo, onde a democracia são punjantes.

  2. Ouuu governo arretado…resolve os problemas do povo igual a velocidade da Luz…até agora eu vejo o povo morrendo nas filas da caixa ora receber o auxilio…e tome no caixa tem!!esse resolve tudo!! Só demora mesmo quando o assunto é proteger flavinho…

  3. Depois de 22 dias sem energia o povo do Amapá parece que enfim vai ter um pouco de paz, quem diz que o governo "não poupou esforços" será que toparia passar essa quantidade absurda de dias sem energia elétrica , nem que fosse apenas por 22 horas? falar daqui dessa distância é fácil, quero ver é perder comida armazenada em geladeiras, donos de frigoríficos sem saber o que fazer com o prejuízo estrondoso, doentes que precisavam de respiração artificial em casa, lavanderias paradas e por ai vai, poderia citar bem mais exemplos da tristeza que foi isso. os governos estadual e federal foram omissos e descuidados isso sim!

    1. Se você acha que trocar um gerador de um estado for igual a trocar a bateria do carro. Podemos falar em omissão.

    2. Acho que "Pablo" não entendeu bem o que aconteceu no Amapá, mas seguimos avante e logo ali na frente o povo amapaense terá como responder e dizer se houve mesmo tantos "esforços" para resolver o problema.

  4. Uma boa notícia para a população do Macapá.
    O Governo federal não poupou esforços, para solucionar o problema.

    1. Ó véi macho! Só demorou 20 dias pra consertar a luz que o irmão do Senador queimou. Assim fica fácil de se reeleger no Primeiro Turno em 2022! É muita entrega! É muito trabalho!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Cosern identifica e desativa “gato” de energia em restaurante na praia de Pirangi do Norte

Fotos: Cosern/divulgação

Equipes técnicas da Cosern, com apoio da Polícia Militar, identificaram e desativaram uma ligação clandestina de energia elétrica (o popular “gato”) num restaurante na praia de Pirangi do Norte, em Parnamirim, no final da manhã desta sexta-feira (20).

O proprietário do estabelecimento foi conduzido pela PM para a 2ª DP de Parnamirim.

Com mais essa ação da “Operação Varredura”, sobe para 06 o número de pessoas presas pela polícia em todo estado praticando o crime de desvio de furto de energia elétrica em 2020.

“O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a 08 (oito) anos de reclusão” alerta Gilmar Mikeias, Gerente de Recuperação da Receita da Cosern.

De janeiro até agora, a Cosern realizou 58.256 inspeções e identificou e desativou 6.682 ligações clandestinas em todo estado. O volume de energia recuperado com a ação ainda está sendo calculado pela distribuidora.

Além de crime, o “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode causar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos.

A população pode denunciar as fraudes, de forma anônima e segura, no telefone 116 ou no site da Cosern (www.cosern.com.br).

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA COSERN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

“GATOS” EM FAZENDA E BARES DE PRAIA – (FOTOS): Operação no RN e mais três estados contra desvio de energia recupera 3,5 milhões de kwh

Fotos: Divulgação/Cosern

Uma megaoperação conjunta contra desvios milionários de energia elétrica mobilizou as polícias de quatro estados do Brasil ao longo dessa terça-feira (15). No total, 23 endereços no Rio Grande do Norte, Bahia, Pernambuco e no Mato Grosso do Sul foram alvos da maior ação já realizada no país para combater fraudes e furto de energia.

A operação recuperou mais de 3,5 milhões quilowatts-hora (kWh) de energia. Nas ações, 12 pessoas foram autuadas em flagrantes ou encaminhadas para prestar esclarecimentos. A investigação policial foi desencadeada a partir de denúncias apresentadas pelas distribuidoras da Neoenergia, um dos maiores grupos do setor elétrico brasileiro, controlador da Cosern.

A operação simultânea nos quatro estados teve como foco principal indústria do ramo de laticínio, bares, fábricas de cerâmica, comércios e propriedades rurais. Ação contou com a participação de mais de 50 policiais e as irregularidades foram constatadas por peritos de criminalísticas. Furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro e a pena para o responsável pela prática ilegal pode chegar a oito anos de reclusão.

No Rio Grande do Norte, equipes técnicas da Cosern, com apoio da Polícia Militar, identificaram e desativaram ligações clandestinas de energia elétrica em uma fazenda de beneficiamento de leite localizada no Sítio Fechado, zona rural de Florânia, Região do Seridó, e em bares da praia de Genipabu, no município de Extremoz, na Grande Natal. Em Genipabu, três pessoas foram levadas para prestar depoimentos na delegacia de Extremoz. Na ação de Florânia, uma pessoa foi encaminhada à delegacia da cidade.

Desde janeiro, a Cosern já realizou 49.449 inspeções e identificou e desativou 877 ligações clandestinas com a “Operação Varredura”. O volume energia recuperado pela distribuidora seria suficiente para abastecer, por exemplo, os municípios de Extremoz e São Gonçalo do Amarante, juntos, durante 30 dias (cerca de 130 mil pessoas). Em 2019, 14 pessoas foram presas pela polícia praticando furto de energia em todo estado.

A Bahia concentrou a maioria dos alvos da operação. Peritos criminais e agentes da Polícia Civil do Estado identificaram, com o apoio técnico da Neoenergia, furto de energia em 12 propriedades como grandes fazendas de irrigação e plantação de café e cultivo de camarão nos municípios de Juazeiro, Valença, Teixeira de Freitas, Paulo Afonso e Senhor do Bomfim. As equipes desativaram redes elétricas construídas clandestinamente e recuperaram 2,3 milhões de kWh de energia, equivalente ao consumo de energia de 20.000 residências durante um mês inteiro. Cinco pessoas foram autuadas em flagrante e encaminhadas à delegacia.

Na ação realizada em Pernambuco, a perícia identificou desvio de energia em uma fábrica de artefatos cerâmicos, na cidade de Lagoa de Itaenga. O consumo que deixou de ser medido e foi recuperado seria suficiente para abastecer mais de 5.400 residências por um mês. No ato da inspeção, o proprietário da fábrica foi abordado pela Polícia Civil e flagrado com a posse ilegal de duas armas de fogo, sendo autuado em flagrante pelos crimes de furto de energia e posse ilegal de armas.

Na operação do Mato Grosso do Sul, foram identificadas cinco fraudes em três fábricas de cerâmicas e em dois comércios da cidade de Brasilândia. A ação recuperou 450.000 kWh, energia suficiente para abastecer 2.620 residências durante um mês. Três pessoas foram presas em flagrante.

Além de crime, o “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode provocar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos.

A população pode denunciar as fraudes, de forma anônima e segura, no telefone 116 ou no site da Cosern.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA COSERN

Opinião dos leitores

  1. A lei é muito branda, furto de energia, crime de 1 a 4 anos, paga fiança e sai pela porta da frente da Delegacia e uma multazinha pra Cosern, tchau! Volta a cometer o mesmo crime! Leis chibatas nesse país da roubalheira!

  2. Se começassem a divulgar os nomes desses criminosos, seria uma solução.
    Mas como é "gente de bem", amigos do 'puder', continuamos na ignorância.

  3. Normal!!!
    Quando a equipe da Cosern sair, os "Gatunos" voltam a ligar o "gato" novamente.

    Isso só vai ser resolvido quando realmente esses meliantes ficarem presos por roubo de energia elétrica.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Candelária e bairros vizinhos estão sem energia desde a manhã desta quinta-feira

O bairro de Candelária, na zona sul de Natal, registra falta de energia desde 10h10 desta quinta-feira(30).

Há também queixas da ausência de energia em bairros próximos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Covid-19: Cosern lança portal de negociação para pagamento e parcelamento das contas de energia em aberto com condições especiais

A Cosern lançou nesta quinta-feira (21) um portal de negociação para pagamentos e parcelamento de débitos para clientes residenciais com mais de duas contas de energia em aberto. O portal é mais uma iniciativa da distribuidora para minimizar o impacto econômico provocado pela pandemia da COVID-19 no orçamento doméstico dos potiguares.

Batizado de “Fique em Dia Cosern”, o portal de negociação on line está disponível no site (www.cosern.com.br) e vai ficar no ar por tempo limitado. Nele o cliente tem acesso a uma série de vantagens no pagamento de faturas em aberto, tais como quitação à vista, pagamento integral no débito com o cartão virtual Caixa Elo (Auxílio Emergencial) ou parcelamento em até 12 vezes no cartão de crédito (nesses dois últimos casos por meio da Flexpag). Na negociação, são aceitos os cartões das bandeiras Master, Visa, Hiper, Elo e Amex.

Para Gilmar Mikeias, Gerente de Recuperação da Receita da Cosern, o portal de negociação on line é mais uma ferramenta digital planejada pela concessionária para estar ao lado dos clientes nesse momento delicado da economia.

“Trabalhamos de forma rápida para disponibilizar essa solução digital como forma de minimizar o impacto econômico provocado pela pandemia no orçamento doméstico”, explica Gilmar. “Com o portal, o processo de negociação ficou acessível e seguro, pois nele o cliente pode negociar seus débitos de casa, a um clique de mouse, como exige esse período de isolamento social”, finaliza.

Para utilizar os serviços do portal “Fique em Dia Cosern” e ter acesso às opções de negociação, é necessário realizar um cadastro informando o CPF e a conta contrato do cliente. Depois desse primeiro passo, é possível visualizar o débito e as condições especiais de pagamento disponíveis planejadas pelas Cosern.

O portal de negociação on line da Cosern está integrado ao processo de transformação digital pelo qual a distribuidora vem passando. Desde o dia 20 de março, a Cosern disponibiliza atendimento digital também por meio do WhatsApp (084-3215-6001). No novo canal, é possível ter acesso a mais de 50 serviços oferecidos pela Cosern de forma prática e segura.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Tarifa social de energia da Cosern poderá ser solicitada pelo Whatsapp a partir de segunda

Ficará mais fácil solicitar o benefício da Tarifa Social de Energia junto à Cosern a partir da próxima segunda-feira (13). As famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com renda mensal por pessoa menor ou igual a meio salário mínimo nacional, poderão fazer o credenciamento no WhatsApp da Cosern (84) 3215-6001 a partir da próxima segunda-feira (13).

Será muito simples: bastará informar, no aplicativo de mensagens, o número da conta contrato da Cosern, o Número de Identificação Social (NIS), RG e CPF. A distribuidora de energia fará a confirmação no banco de dados do Governo Federal.

Após a confirmação dos dados, o prazo para inclusão na Tarifa Social de Energia é de até cinco dias úteis e o cliente passa a ter o benefício, de acordo com o próximo ciclo de leitura.

Para o beneficiário que não é o titular da conta contrato da Cosern será necessário a inclusão do CPF e do RG do portador do NIS. Nesse caso, é necessário fotografar a documentação e enviar pelo WhatsApp, juntamente com o número do NIS.

O que é Tarifa Social de Energia Elétrica?

Benefício criado pelo Governo Federal para as residências de famílias com baixa renda. Consiste na redução da tarifa de consumo de energia elétrica em até 65% e para indígenas e quilombolas em até 100%. O benefício é regulamentado pela Lei 12.212, de 20 de janeiro de 2010.

Quem tem o direito à Tarifa Social de Energia?

Toda Unidade Consumidora Residencial com família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. É necessário possuir NIS – Número de Identificação Social, e ter renda familiar mensal por pessoa menor ou igual a meio salário mínimo nacional, independentemente de possuir ou não o benefício do Bolsa Família.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA COSERN

Opinião dos leitores

  1. Ótima atitude pois estamos precisando de ajuda e juntos venceremos em nome de Jesus

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

MURIÚ E JACUMÃ SEM ENERGIA: Cosern reforça equipe de atendimento e informa que equipes estão nas ruas para restabelecer fornecimento

Foto: Ilustrativa

A Companhia Energética do Rio Grande do Norte(Cosern) informa que reforçou as equipes de plantão e de atendentes do 116 para responder com a maior urgência possível todas as reclamações de clientes, após as fortes pancadas de chuvas que atingiram Natal e região metropolitana nas últimas horas.

Também informa que as equipes estão nas ruas trabalhado para restabelecer o fornecimento o mais rápido possível.

Conforme noticiado mais cedo pelo Blog, há reclamações de veranistas na praia de Cotovelo, no litoral sul. Também chega ao Blog  a informação da ausência de energia nas praias de Muriú e Jacumã, no litoral norte.

Opinião dos leitores

  1. A culpa é do prefeito Julio Cesar que não pagou a conta , prefeito que foi apoiado por esse blog, aí diz que a culpa é da chuva. Se fosse gestão RONALDO venancio esse blog tinha divulgado que a culpa era do prefeito

  2. Cadê a publicação do meu comentário

    Não sabia que esse blog mais ácido do Rn Iria ser tão antiprofissional.

    1. Imagina se ainda fosse estatal. A Caern, por exemplo é o suprassumo da eficiência, não é?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denúncia

Veranistas em Cotovelo reclamam de falta de energia desde o meio da madrugada

Veranistas em Cotovelo, no litoral sul potiguar, entraram em contato com o Blog para informar que o local se encontra sem energia elétrica desde 3h desta quinta-feira(09) e, até o momento, a Companhia Energética do Rio Grande do Norte(Cosern) não deu um posicionamento de normalização.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Em nota, Cosern diz que interrupção de energia em bairros das zonas sul e oeste de Natal foi motivada por chuva e fortes ventos

NOTA COSERN

A Cosern informa que a interrupção no fornecimento de energia elétrica registrada às 9h desta quinta-feira (12) foi motivada pela chuva, acompanhada de fortes ventos, que atingiu a capital, principalmente bairros da zona sul e oeste.

A Cosern mobilizou equipes técnicas para esses locais e o reestabelecimento está sendo feito gradativamente e a previsão incial da Cosern é de que o reestabelecimento total será até 13h.

DICAS DE SEGURANÇA DA COSERN PARA MINIMIZAR RISCOS DE ACIDENTES COM ENERGIA NO PERÍODO CHUVOSO:*

*Não ligue equipamentos elétricos se você estiver molhado ou descalço;

* Em caso de choque elétrico dentro de casa, desligue IMEDIATAMENTE o disjuntor;

*Desconecte das tomadas os aparelhos eletrônicos que não estiverem sendo usados;

*Se perceber que as paredes da casa estão úmidas, evite o contato com elas e não ligue equipamentos elétricos em tomadas instaladas ali, pois elas podem ser fonte de choques (veja dica acima) e mau funcionamento de equipamentos;

* Evite ficar em áreas descampadas (abertas) como campos de futebol, piscina, lagos, lagoas, praias, árvores, postes, mastros e locais elevados. Recomenda-se ficar dentro de casa ou em local abrigado durante a chuva;

* Não fique debaixo de árvores e/ou estruturas metálicas durante temporais com raios e, em casa, evite o contato com objetos com estrutura metálica como fogão, canos, etc, sobretudo se a casa estiver em campo aberto;

* Não realize serviços em locais onde o risco de exposição aos raios seja maior, a exemplo de instalação ou manutenção de antenas de TV;

* Não instale, desligue ou remova antenas se estiver chovendo. Se sua antena cair sobre a rede ou próximo a ela, nunca tente segurá-la ou recuperá-la;

* Caso encontre um fio caído, jamais se aproxime e ligue imediatamente para o 116 da Cosern.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA COSERN

Opinião dos leitores

  1. Concordo plenamente com você Joaquim. Aqui, acolá temos problemas com falta de energia e em junho um transformador deu um curto circuito e queimou alguns produtos elétricos. Para se ter ressarcimento aí que é mais difícil. Privado não quer dizer necessariamente que vai ser melhor. Qual o interesse e o que vai ganhar uma concessionária de energia elétrica para ligar energia em locais distantes. Tem que se pensar no que é necessário privatizar e o que não é. Só sei que com qualquer chuva os sinais param logo e falta energia.

  2. Se a COSERN fosse uma empresa pública o mundo sairia criticando e falando horrores;
    A COSERN foi privatizada e na prática continuamos sofrendo com um serviço ruim e muito, muito caro.
    Faz muito tempo que Natal sofre com problemas na energia elétrica e não tem agência reguladora que dê jeito ou tome providência.
    Toda chuva ou vento mais forte provoca um foco que leva a queda de energia, seja por problemas nos fios, geradores ou subestações. Mas as desculpas chegam mais rápido que o reparo e pior, fica por isso mesmo. Que venha a nova queda de energia.
    Se vira povo, o destino de vocês é ter serviço ruim das empresas privadas, seja no fornecimento de energia, telefonia, etc, a custo cada vez mais alto.

    1. A Petrobrás e o BB que o diga sobre os excelentes serviços prestados aos corruptos ladrões

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

FOTOS: Governadora assina Protocolo de Intenções com empresa chinesa para investimentos em energia no RN

Fotos: Divulgação

Em seu segundo dia de atividades na China, em Pequim, a Governadora Fátima Bezerra assinou, nesta quarta-feira (27), um protocolo de intenções com a diretoria da China General Nuclear e Power Corporation (CGN). O documento aponta a decisão da empresa em expandir seus investimentos em geração de energia no Rio Grande do Norte.

“Após a missão na Europa, que fui em busca de novos investimentos para o nosso querido Rio Grande do Norte, trago, hoje, uma excelente notícia. Assino, aqui na sede da CGN, com o vice-presidente da empresa, Jiang Nan, este protocolo de intenções, que manifesta o desejo de ampliar os investimentos no estado nas áreas de energia solar, eólica e de gás”, disse a Governadora.

As tratativas para concretização dessa ação tiveram início no segundo semestre deste ano, quando a governadora e sua equipe receberam representantes da CGN.” Eles também estudam a possibilidade de instalar uma fábrica para produção de equipamentos na área de energia”, complementou Fátima.

O secretário de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Jaime Calado, que acompanha a governadora na agenda, reforçou a importância social e econômica do compromisso firmado pela empresa. “A CGN é uma gigante chinesa no mercado solar e eólico. Já está no Brasil há 10 anos, inclusive com projetos no RN. Agora, eles se comprometem em ampliar os investimentos no estado e estamos batalhando também para trazer uma fábrica de painéis solares e componentes, o que irá gerar ainda mais empregos para a população”, acrescentou.

A CGN adquiriu neste ano dois campos de produção de energia eólica no RN, nos municípios de João Câmara e Parazinho – Eurus II e Renascença V – implantados pela Atlantic Energias Renováveis, empresa com atuação também no Piauí, Bahia e Rio Grande do Sul, incorporada pelos chineses e já tem três novos projetos, para os municípios de Santana do Matos, Rio do Fogo e Pedro Avelino, para geração de 600 megawatts.

A governadora Fátima Bezerra cumpre agenda internacional até o início de dezembro, onde participa do Seminário de Comunicação e Cooperação Financeira Internacional da iniciativa “Um Cinturão, Uma Rota”, que acontece nas cidades de Pequim e Lisboa, respectivamente.

Opinião dos leitores

  1. Os chineses devem tá pensando: se a governadora é isso imagine o resto. Quero é distância!!!

  2. Daqui a pouco o Ceará vem e toma como vez da outra vez. Já estou sentada pq esperar em pé vai cansar viu.

  3. Se a metade dessas empresas chinesas que tanto falam que vem viessem para o RN teríamos aqui um parque maior que SP.

    1. Maior do que o de Xangai. Estaríamos coalhados de arranha-céus corporativos de 80 andares.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Preço da energia deve cair de 30% a 40%, diz Guedes

Paulo Guedes: “Máquina pública gasta mal porque gasta muito consigo mesma, com privilégios” (Marcos Corrêa/PR/Palácio do Planalto/Reprodução)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, elogiou a votação no Congresso que aprovou projeto de lei que trata da partilha em fração igual dos recursos da cessão onerosa para Estados e municípios.

“Quero celebrar acordo entre Câmara e Senado e dizer que nossa classe política está de parabéns”, afirmou nesta quinta-feira (10).

“A cessão onerosa é o grande acordo político”, enfatizou. Para o ministro, não há crise política, ao contrário do que tem sido dito. “Nasceu uma nova política, extraordinariamente republicana”, disse.

Pelo projeto aprovado, os municípios poderão usar o dinheiro a ser recebido para cobrir o rombo previdenciário ou para fazer investimentos. Já os governadores ficarão mais engessados no uso do recurso e terão de usar a verba prioritariamente para pagar dívidas da Previdência.

As declarações foram feitas durante o Fórum de Investimentos Brasil 2019, organizado pelo governo federal, pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

“Essa medida vai reduzir o déficit fiscal nesse primeiro ano”, celebrou Guedes. “Quando me perguntam qual a meta de déficit fiscal, eu digo que é zero. Não deu para zerar, mas vamos tentar sempre o maior possível.” Segundo ele, não faz mal “mirar nas estrelas e acertar a lua”.

Energia

Guedes projetou um “choque da energia barata” no Brasil, que deverá ser sentida em breve. “Imagino em que um ano e meio os preços das termelétricas vão cair cerca de 30% a 40%”, afirmou, citando a importação de gás da Bolívia e da Argentina, além da produção oriunda do pré-sal.

Ele também defendeu a quebra do monopólio estatal na distribuição do gás, aumentando a competição no setor.

O ministro defendeu a abertura do Brasil por meio de do desenvolvimento de infraestrutura de entrada e saída de recursos como, por exemplo, um trajeto que dê acesso ao Oceano Pacífico pelo Peru, além de outro acesso na Região Norte, na Guiana, onde foram descobertas reservas de petróleo e gás natural. “Precisamos de saída pelo Norte para escoar recursos nossos e para a entrada de recursos em nossa rede.”

Previdência

O ministro disse também que a reforma da Previdência foi bem sucedida. “O governo gasta muito e gasta mal. Quando assumimos, diagnosticamos que o a Previdência Social era um gasto mais galopante, era um buraco fiscal que ameaçava engolir o Brasil”, comentou Guedes na ocasião.

Ele afirmou também que a Câmara dos Deputados aprovou a Previdência em dois turnos e que o Senado também vai aprovar em duas semanas. “A Previdência foi a primeira grande reforma e o combinado é entrar no pacto federativo”, apontou.

“Acordos políticos estão sendo costurados em bases orgânicas”, afirmou Guedes. O ministro ressaltou que o Senado demorou “um pouco mais” para votar a Previdência, “mas está trazendo entes federativos” para as medidas que alteram as aposentadorias.

Guedes afirmou que o governo vai por um lado estancar a máquina pública e por outro criar um bom ambiente de negócios. “Máquina pública gasta mal porque gasta muito consigo mesma, com privilégios.”

Segundo ele, a primeira missão do governo é reparar o balanço entre ativos e passivos da União. “O salário do funcionalismo público cresce, enquanto investimentos desabam. Temos de recuperar crescimento e acho que já fizemos inversão”, disse Guedes.

O ministro disse ainda que não há voo de galinha, quanto ao crescimento do País, citando taxa de juros estáveis e inflação controlada. “Tudo que está vindo é do setor privado. Não é mais crédito público que está veiculando o Brasil. É o setor privado que está se movendo. A economia estava viciada em gasto público. Trocamos o eixo para economia de mercado”, ressaltou Guedes.

Juros bancários

Paulo Guedes também disse que governo está abrindo o setor bancário para competição. Guedes disse que os bancos públicos estão sendo desalavancados e que o BNDES terá como eixos de atuação saneamento, privatizações, concessões e reestruturação financeira de Estados e municípios.

O ministro reiterou que, uma vez aprovada a reforma da Previdência, o governo vai encaminhar ao Congresso parte da reforma tributária –que irá à Câmara dos Deputados — e o pacto federativo — para o Senado.

O Executivo também vai encaminhar uma reforma administrativa, disse Guedes, destacando que será pedido “sacrifício” aos servidores públicos.

Exame

 

Opinião dos leitores

  1. Garanto que é muito mais viável fazer a distribuição da energia eólica que nosso estado vem produzindo em abundância.

  2. Também acredito em Papai Noel, Duendes, Fadas…
    Entregando tudo que pode de nosso patrimônio as empresas multinacionais e ainda fazendo gracinha enquanto ajuda a retirar todos os direitos trabalhistas e previdenciários dos mais pobres desse país.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *