Beber cerveja uma vez por dia pode ser bom para o intestino, conclui estudo

(Foto: Pexels)

Beber diariamente uma cerveja bem forte pode aumentar o número de bactérias boas para o intestino. Não é papo de bebum – é ciência! A descoberta foi apresentada pelo pesquisador holandês Eric Claassen, da Universidade de Amsterdam, durante um evento organizado pela fabricante de laticínios Yakult.

Segundo Claassen, algumas cervejas fortes, como as feitas na Bélgica, são abundantes em microrganismos benéficos, conhecidos como probióticos. Isso porque essas bebidas passam duas vezes pelo processo de fermentação, que leva à produção desses bichinhos. Esses micróbios “do bem” também estão em laticínios, como em iogurtes e queijos.

Durante a fabricação da cerveja, a produção de probióticos fica a cargo das leveduras, fungos responsáveis por fermentar a bebida. Eles são capazes de produzir ácidos que destroem bactérias causadoras de doenças – e estimulam a produção de microrganismos benéficos.

Assim, cada vez que uma pessoa consome uma cerveja ela está, de certa forma, reforçando o exército de micróbios que protegem o organismo contra agentes nocivos.

Apesar dos benefícios identificados no estudo, Claassen alerta para a necessidade de beber com moderação. “Não queremos dar às pessoas uma licença para beber mais cerveja”, disse. “Em alta concentração o álcool pode ser ruim para o intestino, mas se você tomar uma dessas cervejas uma vez por dia, pode ser muito bom pra você”.

Galileu

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulada disse:

    Nenhum comentário para uma notícia dessas, é um crime inafiançável…..kkk

  2. THIAGO CARVALHO disse:

    É bom pra tudo, maravilhosa, geladinha, o dilici.

Natal tem média de 19 carros e motos roubados por dia nos primeiros quatro meses de 2019

Foto: (Thinkstock/VEJA)

A Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov) informa que Natal teve uma média de 19 carros e motos roubados por dia nos quatro primeiros meses de 2019.

Segundo o levantamento destacado no portal G1-RN, foram 2.300 veículos roubados ou furtados neste ano entre janeiro e abril. Destes, os policiais conseguiram recuperar 1.246, o que representa 54,17% do total.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Que é isso, a 'gove do góipi' disse que Natal tá segura.

Roraima propõe interiorização de 500 venezuelanos por dia

Marcelo Camargo/Agência Brasil/Agência Brasil

A governadora de Roraima, Suely Campos, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma proposta de acordo para resolver o impasse com a União sobre a crise migratória causada pela entrada de venezuelanos no estado.

Na manifestação, o governo estadual propõe a transferência de, no mínimo, 500 pessoas por dia para outros estados, para fazer face o fluxo migratório. Sugere ainda que todos os municípios e estados que acolhem imigrantes recebam ajuda financeira por 24 meses ou até durar a crise migratória.

Na proposta, Roraima insiste que seja repassado pelo governo federal os valores referentes a gastos do estado com saúde e educação para atendimento a venezuelanos, bem como que a União promova um programa para que migrantes em situação de rua sejam encaminhados a abrigos.

No mesmo documento, o governo afirma não ser mais necessária a instalação de um hospital de campanha do Exército na região de Pacaraima, cidade junto à fronteira, como antes havia pleiteado, desde que a União supra os hospitais locais com os insumos necessários.

Outra proposta é de que o governo federal edite uma medida provisória para criar o Comitê Federal de Assistência Emergencial, com o objetivo de administrar o acolhimento de migrantes. Roraima também sugere a criação de colônias agrícolas para abrigar venezuelanos que tem aptidão para a área.

O documento foi anexado ao processo em que Roraima pediu ao STF que fechasse a fronteira com a Venezuela. A relatora negou liminar (decisão provisória) nesse sentido e determinou uma conciliação entre o estado e a União para resolver a questão de como administrar a crise migratória.

Agência Brasil