Diversos

VÍDEO: Simpsons ‘previu’ nota de R$ 200 em episódio de 2014 sobre a Copa

https://www.youtube.com/watch?time_continue=10&v=Vy-cHRRbRx0&feature=emb_logo

Simpsons ‘previu’ nota de R$ 200 em episódio de 2014 — Foto: Reprodução/YouTube

A série “Os Simpsons” “previu” a nota de R$ 200. A nova cédula foi aprovada pelo Conselho Monetário Nacional e anunciada pelo Banco Central nesta quarta-feira (29), mas a animação “adivinhou” a existência da nota seis anos atrás.

Uma pasta lotada de cédulas de R$ 200 é exibida durante o 16º episódio da 25ª temporada da animação e foi ao ar em 2014. Em “You Don’t Have to Live Like a Referee” (“Você Não Precisa Viver como um Árbitro”), Homer se torna árbitro da Copa do Mundo e passa por diversos testes de suborno durante viagem pelo Brasil.

Em um desses testes, oferecem ao pai da família Simpsons uma pasta lotada de notas de R$ 200, mas Homer nega. As cédulas aparecem em vários outros momentos.

No mesmo episódio, os roteiristas também “previram” a derrota do Brasil para a Alemanha após a lesão do seu maior craque.

A nova cédula deverá entrar em circulação no final de agosto e terá estampado um lobo-guará. A imagem será divulgada somente no fim de agosto, quando começará a circular.

O anúncio do lançamento da nova nota provocou vários memes nas redes sociais.

Previsões de Simpsons

Outros episódios de “Os Simpsons” viraram alvo de comentários e brincadeiras por mostrarem situações que depois aconteceram de verdade, como a eleição de Donald Trump. Outra cena foi comentada por “prever” a compra da Fox pela Disney.

G1

Opinião dos leitores

  1. Agora vai ser possível transportar o dobro de dinheiro na cueca com a mesma quantidade de cédulas, também vai ser possível comprar menos coisas pois a inflação está nas nuvens com dados disfarçados, a exemplo: uma bandeja de ovos que era 30 ovos por 10$ agora 30 por 15$…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Televisão

Simpsons voltarão ao Brasil em episódio sobre a Copa de 2014

ronaldohomerDoze anos depois da primeira viagem que causou polêmica com o governo carioca, os Simpsons voltarão ao Brasil para mais um episódio que promete ser polêmico. A Fox divulgou nesta semana que um episódio da nova temporada da família de Springfield vai se passar no país durante a Copa do Mundo de 2014. E ele promete gerar controvérsia não apenas com o Brasil, mas também com a Fifa.

No episódio chamado “You don’t have to live like a referee”, Homer Simpson será um árbitro convidado para apitar na Copa após ter sua integridade elogiada em um concurso de oratória da escola de Springfield. Mas no Brasil, Homer terá sua honestidade posta à prova por um grupo de gangsters sul-americanos que tentarão manipular o resultado de jogos do Mundial.

Embora não seja o esporte número 1 dos Estados Unidos, os Simpsons já abordaram o futebol em alguns episódios nos 25 anos da série. O próprio Homer já foi um árbitro no episódio “Marge Games”, na 18ª temporada, que conta com a participação do ex-atacante Ronaldo. Na nona temporada, “The Cartridgy Family” mostra uma partida entre México e Portugal sendo vendida como um espetáculo imperdível, mas os habitantes de Springfield ficam entediados com o jogo. No episódio, Pelé faz uma ponta entrando em campo para fazer um merchandising e receber um saco de dinheiro. O craque Cristiano Ronaldo também já interagiu com o Homer, mas foi em uma propaganda da Nike.

No episódio “Feitiço de Lisa”, da 13ª temporada, quando a família viaja para o Rio, na chegada ao hotel os funcionários fazem embaixadinhas com as malas e outros objetos do local. Mas o que causou polêmica mesmo foi a visão estereotipada da cidade, apresentada como um perigo para os turistas, com macacos andando nas ruas e com Homer sendo sequestrado por um taxista. Na ocasião, a secretaria de turismo do Rio chegou a ameaçar processar a Fox. No fim, os produtores pediram desculpas pelo programa.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. eu sempre gosteis dos Simpsons mas realmente o episódio “Feitiço de Lisa”foi um pouco forte em relação aos brasileiro, mas eu acho que a Fox não tinha pensado neste ponto de vista.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Personagem de ‘Os Simpsons’ vai morrer na próxima temporada

Os-SimpsonsReproducaoA cidade de Springfield passará por um evento traumático na 25ª temporada de “Os Simpsons”. O produtor-executivo Al Jean, durante uma entrevista coletiva, revelou que pretende matar um dos personagens fixos do programa.

“Nós estamos trabalhando num roteiro no qual um personagem vai morrer”, disse o produtor. “Posso dar a dica de que o ator que interpreta esse personagem ganhou um Emmy pelo trabalho, mas não direi quem ele é.”

A dica na verdade não ajuda muito, pois inclui boa parte do elenco principal da série de animação. Todo o núcleo central da família Simpson — Homer (Dan Castellaneta), Marge (Julie Kavner), Bart (Nancy Cartwright) e Lisa (Yeardley Smith) — já foi premiado. Kelsey Grammer também ganhou um Emmy pelo papel de Sideshow Bob, em 2006, e Anne Hathaway por sua participação como Penelope, em 2010.

Além disso, é muito comum na série que um mesmo ator faça as vozes de muitos personagens. Outro vencedor do Emmy é Hank Azaria, que dubla Apu Nahasapeemapetilon, Moe, o chefe de polícia Clancy Wiggum e o Comic Book Guy. Castellaneta, além de Homer, também faz as vozes do “Vovô” Simpson, de Barney, Krusty, do zelador Willie e do prefeito Quimby.

Essa não será a primeira morte de um personagem importante ocorrida na série. Na 11ª temporada, os roteiristas mataram Maude Flanders, mulher de Ned Flanders, o vizinho carola de Homer. O mafioso Tony Gordo também perdeu a vida, na 22ª temporada, além de outros personagens secundários.

Al Jean também revelou que a temporada terá participações especiais de Stan Lee, Zach Galifianakis e Elisabeth Moss. Além disso, Guillermo del Toro fará a abertura de um dos episódios e o final da temporada terá um crossover com “Futurama”, outra série criada por Matt Groening.

O Globo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Com câncer terminal, co-criador dos ‘Simpsons’ decide doar fortuna para caridade

Sam Simon, co-criador de “Os Simpsons” ao lado de Matt Groening, foi recentemente diagnosticado com câncer de cólon e dicidiu doar toda a sua fortuna para caridade. Solteiro e sem filhos, Simon não sabe a extensão total de seus bens, mas avalia em “dezenas de milhões de dólares” o que recebe anualmente em royalties dos “Simpsons”.

Hoje com 58 anos, Simon deixou a série “Os Simpsons” em 1993, mas manteve um lucrativo título de produtor executivo. Além do desenho animado criado com Groening, ele também trabalhou em programas como “Anger management” e “The Drew Carey Show”. Ele já recebeu nove prêmios Emmy, sendo sete por “Os Simpsons” (em 1990, 1991, 1995, 1997, 1998, 2000 e 2001).

Simon é conhecido por ajudar várias organizações filantrópicas. Ele fundou a Sam Simon Foundation, avaliada em US$ 23 milhões, que alimenta pessoas com problemas financeiros e cães abandonados, e já doou para instituições como a PETA, Save the Children e Sea Shepherd Conservation Society.

Em uma entrevista ao Hollywood Reporter, Simon fala sobre trabalho, filantropia, direitos dos animais e como está convivendo com o câncer. Ao ser perguntado se ficava frustrado por “coisas ruins acontecerem a pessoas boas”, deu a seguinte resposta:

“Não. Não acho que isso seja o carma. Nunca passou pela minha cabeça. Mas não acho que o espírito de Hollywood seja um espírito de generosidade. Acho que as pessoas não gostam de doar. Em Nova York é assim. Muitas das (instituições) de caridade gastam milhões para organizar jantares de arrecadação de fundos que juntam US$ 15 mil. É um redemoinho social. O principal passa a ser a festa. Sabe, eu não sou casado, não tenho filhos. Fiz uma operação de emergência e fiquei muito próximo da morte. O câncer perfurou meu cólon. Quando acordei no hospital, mesmo tenho um testamento, se tornou importante para mim garantir certas coisas no futuro. E os consultores da Fundação Rockefeller foram incríveis. Encontramos alguns ótimos depositários. É algo que permanecerá vivo depois que eu me for.”

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Ah, Simon, a falta de solidariedade não é só em Hollywood e Nova York, em Natalywood também. E como tem artista em Natalywood, Simon, você teria ótimos personagens para seus roteiros geniais. Boa sorte, Simon; quem é grande é grande para sempre. Sou seu fã.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Criador dos Simpsons revela onde fica Springfield

Milhões de pessoas sabem que Homer Simpson e sua família moram em Springfield, mas a verdadeira inspiração para a cidade de Os Simpsons há mais de duas décadas é um mistério para os espectadores.

O criador da série diz que nunca quis revelar a verdadeira localização de Springfield para não “arruiná-la para as pessoas” – bem, isso até hoje.

Em entrevista à edição de maio da revista Smithsonian, Matt Groening contou que a cidade da ficção – praticamente uma personagem à parte nas aventuras da família amarela – é baseada em Springfield, Oregon, que fica perto de Portland, onde ele passou a infância.

Ele também se inspirou no nome da cidade depois de vê-la no programa de TV Father Knows Best, da década de 1950. “Percebi que Springfield é um dos nomes de cidade mais comuns nos EUA. Antevendo o sucesso do programa, eu pensei: ‘Isso vai ser legal, todo mundo vai pensar que é a sua Springfield’. E pensam mesmo”, disse Groening.

As histórias de Homer, Marge, Bart, Lisa e Maggie viraram um clássico na TV norte-americana desde o surgimento da série, há 23 anos. O programa já ganhou 27 prêmios Emmy, e tem uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood. Uma expressão usada por Homer – “D’oh” – foi incorporada em 2011 ao Dicionário de Inglês de Oxford.

Os personagens têm os mesmo nomes da família de Groening – o pai dele se chama Homer (homenagem ao poeta grego Homero), a mãe é Margaret, e ele tem irmãs Lisa e Maggie.

Bart, portanto, é o “alter ego” do próprio autor, que no entanto não batizou o menino travesso de “Matt” porque achava que seria mais divertida “essa ideia de um pai brabo gritando ‘Bart’, e Bart soa como o ‘bark’ (latido) de um cão latindo”.

As alusões ao Oregon não param no nome da cidade. Groening também batizou alguns personagens com os nomes de ruas em Portland, como o reverendo Lovejoy, o aluno valentão Kearney e o vizinho mala-sem-alça Ned Flanders.

No ar desde 1989 pela Fox, Os Simpsons é a sitcom há mais tempo no ar na TV norte-americana. Ela é exibida em mais de cem países e 50 idiomas, e ainda atrai semanalmente uma média de 7,7 milhões de espectadores nos EUA.

 

Fonte: Estadão

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *