FOTOS: Universitária de 23 anos sobrevive a queda de prédio de 24m ao fazer posição de ioga

Foto: Reprodução/Twitter

Uma estudante universitária, de 23 anos, caiu de uma altura de 24 metros ao fazer uma arriscada posição de ioga na varanda de um apartamento em Nuevo León (México) na tarde do último sábado.

Uma imagem de Alexa Terrazas antes de cair, pendurada de cabeça para baixo sem apoiar as mãos no parapeito da varanda, viralizou em redes sociais. Incrivelmente, a mexicana sobreviveu à queda, de acordo com reportagem do jornal “El Imparcial”.

Alexa sofreu várias fraturas nas pernas, nos braços, na bacia e na cabeça. Familiares afirmaram que a universitária não deverá voltar a andar nos próximos três anos. A cirurgia de reconstrução das pernas durou 11 horas.

Vizinhos comentararam que não eram raras as vezes em que viam Alexa fazendo a mesma posição na varanda. A polícia está investigando o caso.

Alexa Terrazas Foto: Reprodução/Twitter

Extra – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. fabio disse:

    o título da postagem leva a crer que a moça só não morreu porque fez a posição de Ioga.

  2. JHF disse:

    Venha fazer ioga aqui na ponte nova!!

  3. ventura disse:

    o povo pensa que maconha da asas.

Polícia Civil conclui inquérito sobre feminicídio da universitária Zaira Cruz em Caicó, e alerta mulheres sobre importância de denúncias por estupro; entenda desfecho trágico

O delegado titular da Delegacia Municipal de Caicó, Leonardo Germano, responsável pela investigação do assassinato da estudante Zaira Cruz revelou, nesta terça-feira (26), que a universitária foi vítima de feminicídio e dois estupros praticados por Pedro Inácio Araújo de Maria, 36 anos, preso no dia 15 de março de 2019.

O inquérito demonstrou que a jovem, de 22 anos, foi estuprada pelo investigado, primeiramente, no mês de agosto de 2018, fato não denunciado na oportunidade, mas constatado na investigação. “No dia 02 de março de 2019, Zaira Cruz encontra-se com Pedro Inácio no carnaval de Caicó. Ele fica com a vítima, dentro de um veículo, entre 2h14min e 3hs da madrugada. Neste lapso temporal, Pedro Inácio tenta ter relação sexual com a universitária, porém ela nega. Diante da negativa de Zaira, ele a estupra e depois decide matá-la. Por volta das 3hs, Zaira é encontrada morta dentro do veículo, no banco do passageiro”, detalhou o delegado Leonardo Germano.

As investigações da Polícia Civil revelaram que o estupro sofrido por Zaira Cruz, no mês de agosto, foi compartilhado pela vítima em conversas com pessoa próxima a ela. A universitária relatava que Pedro Inácio tentou manter relação sexual, sem uso de preservativo, no mês de agosto de 2018, e que, em razão da negativa dela, ele a violentou. “Diante deste fato, gostaríamos de deixar um alerta sobre a importância das mulheres denunciarem este tipo de violência, para que não haja uma progressão característica do ciclo da violência”, alertou o delegado Leonardo Germano.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Asterio dantas disse:

    Ela parece que gostou,duas vezes?

  2. Tiago disse:

    Bandido da pior espécie, tem que colocar na cela certa, aquela onde os presos não toleram estupros, no instante vai se tornar uma Sargenta, de preferência com o negão da p…..

Campanha em busca de novas informações sobre suspeito de acidente que matou universitária em Natal toma conta das redes sociais

A família da estudante de Direito da UFRN, Rafaela Leite, de 19 anos, morta em acidente em frente ao condomínio, Villaggio di Roma (Plano 100), na Avenida Romualdo Galvão, no último sábado (9), por volta de 15h40, e que ainda deixou ferido o estudante de Engenharia Civil da UnP, Igor Vieira, continua em busca de informações do acusado de atingir as vítimas, que estavam em uma motocicleta.

Embora um adolescente de 17 anos tenha se apresentado na manhã dessa quarta-feira(13), na Delegacia Especializada em Acidentes de Veículos (Deav), na companhia de seu pai e do advogado, assumido o envolvimento no acidente, e acusado o namorado da vítima fatal de tentar atravessar o canteiro, assim configurando uma manobra irregular, amigos e familiares não estão convencidos de sua participação e lançaram uma campanha nas redes sociais em busca de novas informações. Até o momento, mais de dois mil compartilhamentos foram realizados no Facebook. Confira página sobre o caso no endereço https://www.facebook.com/acidenteromualdo.galvao

Segundo familiares, informações de uma testemunha dão conta que o motorista dirigia em alta velocidade, e após arremessar as vítimas durante o impacto, chegou a dar ré, como se fosse para verificar a situação, mas fugiu logo em seguida, pela contramão, na rua lateral a Pague Menos, por trás da Padaria Mercatto.

Todos os familiares e amigos estão desolados, mas juntaram suas forças em busca de pistas do motorista do Ford Fusion. Qualquer informação sobre o caso, ou um novo suspeito neste período, seja imediatamente passada aos números 8863-8063, 9921-5473, 9421-0777 ou 9939-0591.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. ANA CRISTINA A MARQUES disse:

    esse caso não pode ficar impune, é mais uma vida que morre no transito violento e imprudencia de familiares que dão um carro a um menor de idade. Tem que ter soluçao e o acusado pagar por seus erros.

Polícia identifica motorista acusado de atropelar e matar estudante direito no fim de semana em Natal

O motorista suspeito de dirigir o carro que atropelou e matou a estudante universitária Rafaela Pinheiro Leite, de 21 anos, na tarde do último sábado (9), na Avenida Romualdo Galvão, em Natal, acabou sendo identificado pela Polícia.

De acordo com o delegado Sérgio Leocádio, da Delegacia Especializada em Acidentes de Veículos (Deav), e responsável pela investigação do caso que ainda deixou ferido o namorado da vítima, Igor Vieira, de 22 anos, também estudante universitário da UFRN, o suspeito deve ser intimado e prestará depoimento a qualquer momento.

Embora a Polícia mantenha sigilo sobre o condutor e o carro envolvido no acidente, informações de familiares, através de uma testemunha, dão conta que um Fusion preto seria o veículo envolvido. Na ocasião, os jovens estavam em uma motocicleta, quando foram atingidos pelo carro em alta velocidade. Após o acidente, o motorista fugiu com destino ignorado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos Aurélio disse:

    PARABÉNS A POLÍCIA!
    Rápida e EFICIENTE…quando apura casos envolvendo GENTE DE CLASSE MÉDIA-ALTA.
    Até quando vamos tolerar esses ABUSOS cometidos por motoristas raivosos em alta velocidade desrespeitando todas e mais algumas regras de trânsito e da boa convivência e respeito a vida e ao direito dos outros, hein?
    Preciso se apurar também se o motoqueiro estava cumprindo a legislação do trânsito e conduzindo seu veículo dentro das normas de segurança em obediência ao Código Nacional de Trânsito. Pois os Motoqueiros em gera, guardadas as raríssimas e honrosas exceções, USAM E ABUSAM DO DESRESPEITO A TODAS AS NORMAS DE TRÂNSITO: excesso de velocidade, ultrapassagens proibidas, retornos em lugares não permitidos, passagem por cima de calçadas e canteiros, atravessamento de sinais fechados, etc, etc, etc…
    A CESAR O QUE É DE CESAR!
    Sabemos que "UM ERRO NÃO JUSTIFICA OUTRO", mas "CADA UM DEVE SER RESPONSABILIDADE NA MEDIDA DE SUA CULPA", seja por imperícia, negligência ou imprudência. Não podemos, contaminados pela dor dessa familia que perdeu um ente querido, no qual nos solidarizamos todos, esquecer da GUERRA que diuturnamente está sendo travado no palco do asfalto SEM LEI. Onde homens respeitáveis e mulheres ordeiras, mostram suas garras numa luta fratricida por espaço a qualquer custo, tendo que passar na frente de todo mundo de qualquer jeito…
    Precisamos nos aproveitar de casos como esse para discutirmos o que está acontecendo com a nossa geração e como poderemos voltar a sermos humanos novamente. Percebendo que existe outros seres humanos nos outros veículos, nas calçadas e paradas de ônibus.
    Do contrário essa morte será apenas ESTATÍSTICA para INÚMEROS outros casos que irão se suceder ininterruptamente até…
    CHEGAR EM VOCÊ OU EM ALGUÉM QUE VOCÊ AME!
    e AÍ SERÁ TARDE DEMAIS!

Polícia procura por universitária acusada de realizar assaltos na zona Sul

A Polícia Civil procura pela estudante universitária Laiza Andrade de Carvalho, acusada de integrar uma quadrilha que realizava assaltos e arrombamentos na zona Sul de Natal.

Os outros integrantes do grupo foram detidos em novembro do ano passado – três homens e duas mulheres. Segundo um agente da 2ª Delegacia de Polícia que não quis se identificar, todos moravam no condomínio Itamaraty, em Nova Parnamirim, e são suspeitos de praticarem delitos no próprio condomínio, além de assaltos em estabelecimentos na região.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Laiza Andrade deve entrar em contato com a 2ª DP, através do telefone 3232 7685.

DivulgaçãoUniversitária é foragida da Justiça
Universitária é foragida da Justiça
Fonte: Tribuna do Norte