Tecnologia

Cientistas criam forma de economizar 80% de bateria do celular

Tecnologia promete reduzir em até cinco vezes o gasto da bateria — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Cientistas desenvolveram uma tecnologia que promete reduzir em até 80% o gasto da bateria de celulares. Os pesquisadores da Universidade Nacional de Singapura (NUS) conseguiram programar um chip para gerenciar a energia consumida nos processos do smartphone junto com a qualidade dos recursos, função que pode economizar cinco vezes mais bateria que os componentes atuais. A ideia é gastar menos energia quando o alto desempenho não for necessário.

Por enquanto, a novidade é experimental e não há previsão de chegada às baterias convencionais.

Os pesquisadores descobriram que os dispositivos consomem mais energia na transferência de dados do que no processamento de informações ou na tela, tanto entre os componentes internos quanto nas ondas eletromagnéticas. Esta troca de informações é o que mantém ativo o alto desempenho de um recurso, como a execução de um vídeo, por exemplo.

Porém, os cientistas observaram que o alto desempenho é desnecessário em muitos casos, como quando o usuário não está concentrado na tela do smartphone ou quando a bateria está perto de acabar. Aparelhos atuais continuam suprindo os recursos de alta demanda, o que resulta num gasto desnecessário de bateria.

Para resolver este problema, os pesquisadores programaram uma rede dentro do chip que administra quando os recursos não precisam de alto desempenho. Desse modo, a energia cai significativamente, o que também acaba reduzindo em paralelo a qualidade daquela função. O processo poupa até 80% da bateria para que ela seja usada quando for realmente necessária.

Este gerenciamento inteligente no consumo de energia representa um gasto cinco vezes menor, permitindo que a autonomia do celular seja estendida.

A tecnologia também pode ser usada em computadores, notebooks e servidores. Os cientistas estudam a criação de um amplo sistema de bateria inteligente baseado na percepção humana de quando é necessário gastar mais energia para aumentar o desempenho de um recurso ou economizar bateria em tarefas que não demandam alta transferência de dados.

Os pesquisadores também pretendem criar um novo sistema de câmeras inteligentes que consomem pouca energia. A ideia é que elas operem com eficiência mesmo com o baixo consumo por meio de energia solar. A bateria viria com uma célula de um centímetro para coletar energia do ambiente.

Apesar de ser um projeto experimental, a expectativa é de que a tecnologia não demore para ser lançada, já que a fabricante TSMC está apoiando a iniciativa. A empresa é conhecia por produzir processadores AMD e Qualcomm, além de placas gráficas da Nvidia.

Techtudo, com informações de TechRadar

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Apple admite problema com milhares de baterias do iPhone 5s

imagem.phpAlguns consumidores que compraram o novíssimo iPhone 5s terão de trocá-lo, porque parte dos aparelhos chegou às lojas com problemas na bateria. O que chega a ser irônico, já que um dos diferenciais do 5s em relação à geração anterior de iPhones é justamente o fato de que sua bateria é melhor.

Em nota enviada ao New York Times, a porta-voz da empresa da maçã confirmou que um número “bem limitado” de smartphones tinha uma bateria que demora demais para recarregar e dura menos do que deveria.

Embora a Apple não tenha informado exatamente quantos iPhones apresentaram problemas, o NYT ressalta que podem ser milhares, tendo em vista que em apenas um fim de semana foram vendidos 9 milhões de iPhones 5s e 5c.

Olhar Digital UOL

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Invenção de garota de 18 anos permitirá recarregar bateria de celular em 20 segundos

A norte-americana Eesha Khare, 18, inventou uma tecnologia que permite recarregar a bateria de dispositivos móveis, como celulares e tablets, em apenas 20 ou 30 segundos. A criação rendeu à Eesha uma bolsa de estudos no valor de US$ 50 mil (R$ 106 mil) e o prêmio de jovem cientista da feira internacional de engenharia da Intel, realizada na última semana, nos EUA.

Chamado de “supercapacitor”, o dispositivo consegue armazenar uma grande quantidade de energia em um pequeno espaço, com rápido recarregamento e longo tempo de conservação.

Até o momento, a tecnologia foi usada apenas em lâmpadas LED, mas Eesha acredita que poderá fazê-la funcionar em celulares e, talvez, em carros elétricos também.

“A bateria do meu celular está sempre acabando”, afirmou a jovem à emissora norte-americana NBC sobre a inspiração que a levou a estudar nanotecnologia. “Nada de alerta de pouca bateria quando você precisa enviar mais um SMS ou quando faltam apenas duas páginas para terminar seu e-book”, disse a Intel no comunicado oficial sobre a feira de engenharia.

Além da velocidade, a nova bateria também tem vida útil maior, oferecendo 10 mil ciclos de recargas, enquanto as tradicionais presentes no mercado têm, em média, 1 mil.

Da Folha

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Menino de 6 anos aprende a tocar bateria sozinho e vira hit na web


O pequeno Jaxon Smith, de apenas seis anos, ficou famoso nos últimos dias graças a sua habilidade na bateria. O garoto aprendeu sozinho e aparece tocando “Pretender”, do Foo Fighters, no vídeo abaixo. É impressionante ver como ele domina as técnicas básicas – por enquanto as viradas ainda não estão perfeitas, mas se com seis anos ele já manda tão bem, daqui a algum tempo ele vai arrebentar. Dá para ver que o pai, responsável pela gravação, gosta muito de música. Na parede atrás da bateria dá para ver uma bela coleção de CDs. Com certeza esses discos todos influenciaram o pequeno Jaxon.

O vídeo é de fevereiro, mas se tornou um viral neste feriado.

Fonte: bombou na Web

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Defur apreende R$ 22 mil em material roubado no interior

Policiais civis da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur) deflagraram na tarde de ontem (8), no município de Parelhas, a Operação Paredão, que resultou na apreensão de 22 baterias de torres de celular, avaliadas em mil reais cada uma, que haviam sido furtadas.

De acordo com o delegado Atanásio Gomes, que coordenou a operação, a ação é fruto de uma investigação iniciada no último mês de setembro. “Esses furtos vinham ocorrendo em alguns municípios da grande Natal e do interior como Ceará-Mirim e Macaíba”, revelou. Após as investigações, foram solicitados os mandados de busca e apreensão.

O material apreendido estava em um clube localizada na cidade de Parelhas e cinco pessoas acabaram sendo conduzidas à delegacia, onde foram indiciadas por receptação.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *