Mãe e companheira são condenadas por esquartejar menino Rhuan Maycon; penas somam 129 anos

O Tribunal do Juri de Samambaia, no Distrito Federal, condenou Rosana Auri da Silva Candido, mãe do menino de 9 anos Rhuan Maycon da Silva Castro, e Kacyla Priscyla Santiago, companheira da mulher, a 129 anos de prisão no total pela morte e esquartejamento do menino, em maio do ano passado. O julgamento foi realizado ontem, e a dupla cumprirá pena pelos crimes de homicídio qualificado, lesão corporal gravíssima, tortura, ocultação e destruição de cadáver e fraude processual. Ainda cabe recurso da decisão.

Segundo o site do Ministério Público do Distrito Federal, a mãe da criança esquartejada foi condenada a 65 anos de reclusão, com adição de 8 meses e 10 dias de detenção. Já a companheira da mulher terá que cumprir a pena de 64 anos de reclusão, com 8 meses e 10 dias de detenção. Juntas, as penas somam mais de 129 anos de prisão.

O crime teve ampla divulgação na mídia brasileira, porque depois de esfaquearem o menino no peito e outras áreas do corpo, ambas o degolaram ainda vivo. Depois elas esquartejaram, perfuraram os olhos e dissecaram a pele do rosto da criança.

A dupla ainda tentou incinerar partes do corpo do garoto em uma churrasqueira para evitar o reconhecimento, mas, não conseguindo, colocaram os restos do menino em uma mala e duas mochilas. Rosana jogou a mala em um bueiro próximo à casa onde aconteceu o crime. Moradores da área desconfiaram da dupla e acionaram a polícia. As acusadas foram presas em flagrante em 1º de junho de 2019.

Um ano antes da morte da criança, a dupla ainda retirou os testículos e o pênis do menino, em casa, sem anestesia ou acompanhamento médico. Por isso, ambas também foram acusadas por lesão corporal gravíssima e tortura.

Durante o julgamento Kacyla decidiu ficar em silêncio enquanto Rosana disse que cometeu todos os crimes, e ainda explicou que a companheira não havia participado em nenhuma das ações.

Ambas foram presas no dia seguinte à morte de Rhuan e, segundo a Polícia Civil do Distrito Federal, Rosana já havia afirmado na delegacia que cometeu o crime contra o próprio filho por sentir ódio do menino e não querer lembrar do passado com o pai da criança.

Os jurados aceitaram sumariamente a denúncia feita pelo Ministério Público e consideraram que a dupla planejou o assassinato e o sumiço do corpo do menino. Entre as qualificadoras do homicídio estão “o motivo torpe, o meio cruel e o recurso de impossibilitou a defesa da vítima”.

O Ministério Público confirmou ao UOL que a decisão ainda cabe recurso e que ambas estão presas na Penitenciária Feminina do Distrito Federal.

A reportagem entrou em contato com o advogado das acusadas para se pronunciar sobre a decisão, mas não teve retorno.

O crime

As acusadas foram presas em flagrante em 1º de junho de 2019. Segundo o promotor Tiago Dias Maia, o assassinato foi cometido de forma premeditada. Elas planejaram como matar e ocultar o corpo da criança. A dupla esperou Rhuan dormir, então Rosana deu uma facada no peito da criança e depois desferiu mais 11 golpes com o objeto contra o corpo do garoto. Kacyla ajudou a companheira, segurando o menino.

Após as 12 facadas, a mãe decapitou o filho ainda com vida, de acordo com a denúncia. As duas separaram partes do corpo, tentaram queimar parte dele em uma churrasqueira, mas não tiveram sucesso e decidiram dividir as partes do corpo em uma mala e duas mochilas.

Na denúncia, o promotor explicou que a mãe tinha um “sentimento de ódio” em relação ao filho por conta da família paterna. O pai do garoto, Maycon Douglas Lima de Castro, separou-se de Rosana após o nascimento de Rhuan. Após a separação, a mãe do menino fugiu do Acre, onde morava, e não entrou mais em contato com os familiares.

Desde 2014, o menino sofria de sofrimento físico e mental como forma de punição fornecida pela própria mãe e a companheira dela. Ele não frequentava a escola e não era autorizado a ter relações com outras pessoas e crianças.

Com a namorada, Rosana morou em Sergipe, Goiás e no Distrito Federal. Maycon acionou a Justiça e obteve a guarda provisória de Rhuan em novembro de 2015. Apesar da decisão, o pai jamais conseguiu localizar o filho. A família paterna divulgou nas redes sociais a foto do garoto e pedia informações sobre o paradeiro dele, mas nunca obteve sucesso.

UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos Benício disse:

    Mãe? 😠

  2. Mozart disse:

    Quero ver a imprensa noticiar

  3. Cleide disse:

    Vao presta conta com deus.esses dois cao

  4. Marcia disse:

    Da qui para o inferno esses demonios.

  5. Nunes disse:

    Ainda cabe recurso!É mole?que leis boas a deste país.

  6. Elio Cesario disse:

    Elas terão que prestar contas com Deus tbm, e como terão.

E NÃO FOI A PRIMEIRA VEZ QUE APRONTOU – (FOTO): Menino de 3 anos faz pedido de R$ 400 no McDonald’s pelo celular da mãe em Pernambuco

Foto: Acervo pessoal

Uma publicitária tomou um susto ontem à noite em Recife quando o porteiro do prédio anunciou que tinha uma entrega na qual ela não esperava. O filho de três anos pegou o celular da mãe para brincar e fez um mega pedido no McDonald’s, no total de R$ 400, através de um aplicativo de entrega de comida. Ao UOL, ela disse que não sabia se ria ou se chorava de nervosa, mas depois do susto, concluiu que foi um gasto de dinheiro em terapia de risadas. Já o menino, se sentiu orgulhoso de ter feito o pedido, mas ainda ficou frustrado por não ter chegado o brinquedo que queria.

Raissa Wanderley de Andrade, 32 anos, foi tomar banho e deixou o celular com o filho, Luiz Antônio, mais conhecido como Tom, como faz normalmente. Quando estava no sofá com a mãe dela, depois de meia hora, recebeu com surpresa uma chamada pelo interfone dizendo que havia uma entrega.

“A princípio eu disse: ‘Não, acho que é algum engano. Não pedi nada’. E disseram que estava no elevador. Eu imaginei que fosse alguém que tivesse mandado alguma coisa para mim. Daí quando eu cheguei na cozinha tinha lá um bocado de sacola do McDonald’s. Eu fiquei sem entender, daí chamei o meu marido achando que ele podia ter feito alguma compra e eu não sabia. Antes de abrir as sacolas eu peguei a nota fiscal e vi que estava no meu nome, então peguei o celular e vi que tinha feito, na verdade, dois pedidos, um em seguida do outro. E daí eu já entendi na mesma hora que tinha sido ele [Tom]”, lembrou a publicitária.

Raissa então questionou quem havia feito as compras e o filho não negou a autoria. “Ele falou todo orgulhoso. ‘Fui eu mãe, foi Tom’. Eu ri e chorei de nervoso. Porque eu vi uma conta de R$ 400 e quanto mais eu tirava os pedidos, mais eu ria. Dez milk-shakes, eu, minha mãe e meu marido em casa, três adultos, ele e uma bebê de 11 meses. Eu falo esta história e rio. Acho que eu passei uma hora rindo e até concluí que foram R$ 400 de terapia do riso porque fazia tempo que eu não ria tanto”, contou Raissa.

No total, Tom pediu seis promoções completas de hambúrgueres, seis Mc Lanches feliz, oito brinquedos extras, duas porções de nuggets (de 12 unidades cada), uma batata frita grande com bacon e cheddar, dez milk-shakes de ovomaltine, dois sorvetes top sundae de morango, duas tortinhas de maçã, dois sorvetes McFlurry, oito garrafas d’água, um suco de uva e dois molhinhos extras. Um banquete de fast-food custou o valor de R$ 400.

Com tanta comida em casa, Raissa não teve dúvidas e compartilhou tudo. Por sorte, os pais, a irmã, o cunhado e os sobrinhos moram no mesmo prédio. Então, deu para dividir para a família toda, além da funcionária doméstica e dos porteiros, que também desfrutaram do pedido.

Tom ainda ficou frustrado

Depois do ocorrido, Raissa disse que foi conversar com o filho para explicar que aquilo custava dinheiro, que ele não poderia fazer aquilo e que se comprava um brinquedo por vez. Neste momento, descobriu que ele não havia ficado de todo satisfeito.

“Quando ele viu que não tinha ganhado um minion dourado, que eu nem sabia que tinha, ele ficou arrasado. Acho que ele não imaginava que tudo o que ele apertasse ali ia chegar e ficou felicíssimo que chegou batata frita, nuggets tudo numa segunda-feira e um bocado de brinquedo, apesar da decepção de não ter vindo um minion dourado. Esta foi a única decepção dele. Eu ainda conversei um bocado, mas depois eu desisti e só fiz rir mesmo”, comentou a mãe de Tom aos risos.

Não foi a primeira vez

A publicitária contou que até que não demorou muito para entender que o pedido tinha sido feito por Tom, pois ele já tinha feito outros pedidos antes. “Uma outra vez ele também pediu um açaí pelo Ifood e já chegou a pedir um táxi, que eu tive que pagar porque o táxi chegou lá embaixo. Mas isso faz um bom tempo já, acho que uns seis meses, então, achei que ele tinha parado com esta mania de ficar mexendo e apertando nas coisas”, disse a publicitária.

Apesar de toda a surpresa, Raissa e o marido, o também publicitário André Lins Nunes, sabem que Tom é um menino muito esperto, mesmo com somente três anos de idade.

Segundo ela, o menino é apaixonado pelos Beatles, viciado em bandeiras nacionais e vive fazendo chamada oral sobre os nomes dos países com os pais. Além, é claro, de ser doente pelo Náutico, seu clube do coração, paixão esta que já o fez ser personagem de uma reportagem na televisão.

UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Vaqueiro Cervejeiro disse:

    Essa semana chegou R$ 200 de cerveja, foi minha menina que pediu, no lugar de eu ficar bravo, fui dar um cheiro nela, depois fui guardar na cervejeira.

  2. Pamela da Pampa disse:

    Ah povo mal humorado esse , nossa senhora que me defenda…bando de revoltados, frustados, mal resolvidos. Pra vcs só digo isso: Eeeeeeeeeeca!!!

  3. Nunes disse:

    Riu tanto porque tinha dinheiro pra pagar,queria ver se não tivesse.

  4. Mais Brasil disse:

    Provalvemente a mãe fez isso de caso pensando pra ganhar mídia, bem, ela ganhou. Qualquer compra em site solicita no mínimo o CVV do cartão.

    • verdades disse:

      podemos ver aqui um cidadão que nunca comprou no iFOOD… pior de tudo é a fala com TOTAL CERTEZA… esse mundo tem cada morador viu.

  5. Alberto disse:

    filho mimado a culpa e dos pais

Corpo de criança encontrado enterrado na Zona Norte de Natal é do menino José Carlos da Silva, de 8 anos

O BG recebeu informações que o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), em coletiva na tarde desta terça-feira(17), no Laboratório de DNA da instituição, no Complexo da Degepol, confirma o resultado do laudo realizado no corpo encontrado enterrado na manhã da última quinta-feira (12), em um terreno descampado no bairro Pajuçara, Zona Norte de Natal. Trata-se do menino José Carlos da Silva, de 8 anos, que estava desaparecido há 22 dias.

A perda da trágica da criança agora vira um quebra-cabeças para a polícia. Quem matou José Carlos da Silva? A Polícia Civil. através da DHPP, avança nas investigações e não dá detalhes.

FOTOS: Polícia Civil e Bombeiros atuam com cães farejadores nas buscas por menino de 8 anos desaparecido em Natal

Fotos: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis do Núcleo de Investigação sobre Pessoas Desaparecidas (NIPD), da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e militares do Corpo de Bombeiros da Paraíba deram início, na manhã desta quarta-feira (4), a uma operação de busca por pistas do menino José Carlos, 8 anos, que desapareceu há duas semanas, na Zona Norte da Capital Potiguar. As buscas começaram por volta das 5h e contam com a ajuda de quatro cães farejadores, entre eles, um atuante nas buscas das vítimas do caso Brumadinho.

Segundo o major Edson Ferraz, do Corpo de Bombeiros da Paraíba, dois dos cães são especializados em busca de cadáveres e outros dois em odor específico. Ainda de acordo com ele, uma calça do menino foi apresentada aos cachorros, para que eles pudessem sentir o cheiro e rastrear o percurso realizado por José Carlos. O ponto de partida foi o local onde o menino foi visto pela última vez, pela mãe, antes de desaparecer.

De acordo com as investigações, no dia em que desapareceu, a criança saiu de casa para levar um suco para os irmãos que estavam pedindo dinheiro em um semáforo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, os cachorros indicaram um local por onde o menino tinha passado, o que serviu para os policiais civis coletarem imagens de câmeras de segurança. As diligências de busca foram promovidas em uma área de mata, os cães indicavam rastros e toda a área foi mapeada. A operação deve continuar nos próximos dias, sempre nos horários menos quentes, para garantir o conforto dos animais atuantes nas buscas.

O delegado do Núcleo de Investigação sobre Desaparecidos na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Cláudio Henrique, pontuou que todas as possibilidades estão sendo checadas, para evitar que qualquer fato escape; além disso, ressaltou que a equipe continuará seguindo todas as pistas que chegarem até obterem uma resposta sobre o caso.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Valter disse:

    E ainda tem a cara de pau de nomear o único helicóptero de potiguar um, como se tivesse o dois, três…
    Aliás, o helicóptero usado no RN pertence ao Ceará.

  2. Andinho disse:

    A segurança do RN vive de favores dos Estados vizinhos, uma vergonha.

Família na Grande Natal faz campanha para custear tratamento de menino de 3 anos com doenças raras

Ravi tem 3 anos e nasceu com uma deficiência na perna esquerda — Fotos: Cedidas

O portal G1-RN destaca o drama de família de um menino potiguar de três anos que tem duas doenças raras está fazendo uma campanha para tentar custear o tratamento da criança no Paraná e evitar a amputação da sua perna.

Manoel Ravi Carvalho tem três anos de idade, mora em Parnamirim, na Grande Natal, e já enfrentou muitos desafios desde o nascimento. Ele tem duas doenças raras: neurofibromatose – doença que provoca a formação de tumores no cérebro, na medula espinhal e nos nervos – e pseudoartrose congênita da tíbia – uma doença caracterizada por uma “articulação falsa”.

No primeiro ano de vida, os médicos não tinham esperanças de o menino andar. “A médica falou que Ravi nunca iria andar enquanto não fizesse a cirurgia. Quando eu recebi a notícia, meu mundo caiu, desabou”, conta Ingrid Sayonara, mãe do garoto.

O tratamento disponível no Rio Grande do Norte é a base de muitas cirurgias e com possível amputação da perna. “Aqui no estado o processo envolve várias cirurgias para serrar o ossinho dele. Já pensou? Todo esse sofrimento, serrando o osso? Até chegar o momento de amputar a perninha dele. Eu não aceito”, diz Ingrid.

Leia reportagem completa com contato para ajuda clicando AQUI.

CASO TRÁGICO E MISTERIOSO EM NATAL: Laudo do Itep diz que bala que atingiu menino de 8 anos fraturou crânio e atravessou cabeça da vítima

Gramado em que menino de 8 anos brincava com amigos, no condomínio da família, em Natal. Médicos encontraram bala alojada na cabeça dele. — Foto: Cedida/Polícia Civil

O portal G1-RN noticia nesta quarta-feira(02) que o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) concluiu o laudo da perícia no corpo de um menino de 8 anos que foi atingido por uma suposta bala perdida no dia 9 de agosto e morreu no hospital, um dia depois. A perícia concluiu que o tiro atingiu a lateral da cabeça do garoto, perto da orelha.

Segundo a família, Wilian David Guedes, de 8 anos, estava brincando com outros dois amigos em uma área de lazer do condomínio onde morava com a família, no bairro Nossa Senhora de Nazaré. Ainda de acordo com o relato dos familiares, o menino caiu e os amigos foram avisar aos pais. Socorrido ao Hospital Walfredo Gurgel, os pais disseram que ele tinha sofrido uma queda, mas durante o exames médicos, a equipe da unidade de saúde encontrou o projétil de arma de fogo na cabeça do menino, que não resistiu e morreu no hospital. A polícia foi acionada para investigar o caso.

Veja mais detalhes do misterioso e trágico caso clicando aqui em reportagem completa.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. DEL GADO disse:

    VAMOS ARMAR A POPULAÇÃO PARA QUE OS CIDADÃOS DE BEM POSSAM SE DEFENDER DA BANDIDAGEM, TALKEY?
    Ops, PERAÍ… E QUANDO O BANDIDO É O TAL "CIDADÃO DE BEM", COMO É QUE FAZ?

  2. Zé P disse:

    Se encontrarem o projétil, encontram o culpado.
    A justiça vem mais facil através da Ciência. Parabéns a polícia Científica do RN (apóiem a PEC 76/2019)

    .

TODO CUIDADO É POUCO: Menino de 3 anos morre após ser picado por escorpião na casa da avó no PR

Foto: Reprodução

Um menino de 3 anos morreu depois de ser picado por um escorpião na casa da avó em Loanda, no noroeste do Paraná, na tarde de quinta-feira (23).

A prefeitura disse que a avó não viu quando o neto foi picado. A criança começou a vomitar e ela levou o menino até o posto de saúde municipal. De lá, ele foi encaminhado ao hospital municipal, que é referência para atendimento de acidentes com escorpião.

A criança recebeu o soro antiescorpiônico, mas não melhorou. O menino foi transferido para um hospital particular e, com o apoio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foi transferido para o hospital Santa Casa de Paranavaí.

A Santa Casa de Paranavaí informou que o menino não resistiu e morreu por volta das 21h30

O velório começou às 8h e o sepultamento está previsto para ser realizado às 12h desta sexta-feira (24).

G1

 

FOTO: Menino que ficou desfigurado após salvar a irmã recebe cinturão do Conselho Mundial de Boxe

Bridger Walker cinturão WBC — Foto: Divulgação / WBC

O Conselho Mundial de Boxe (WBC na sigla em inglês) prometeu e cumpriu . Nessa terça-feira, a organização entregou um cinturão honorário a Bridger Walker, menino americano de seis anos que ficou com o rosto desfigurado após salvar a irmã mais nova de um cão raivoso. Na legenda da postagem feita pela WBC, a organização usa o termo “o homem mais bravo da Terra” como parte do nome de Walker, simulando uma apresentação no ringue com um nome de guerra.

O incidente ocorreu há cerca de duas semanas e viralizou após Nicole Walker, tia de Bridger, compartilhar a história em uma rede social. Bridger se jogou na frente de um cão e serviu de escudo para proteger a irmã de quatro anos. Ele foi atacado pelo animal e levou cerca de 90 pontos no rosto, que ficou inchado e roxo devido às lesões.

Apesar do susto e das marcas no rosto, Bridger, que é americano, passa bem. Na foto com o cinturão é possível observar que a face do menino está bem menos inchada do que há uma semana, mostrando evolução na cicatrização. Além da WBC, o pequeno herói recebeu várias homenagens de famosos, dentre eles o ator Mark Ruffalo, famoso por interpretar o super-herói Hulk no cinema.

Bridger Walker e a irmã antes e depois do incidente — Foto: Reprodução/Instagram

Globo Esporte

HERÓI VIRALIZOU: Menino de 6 anos salva a irmã de ataque de cachorro e fica com rosto desfigurado

Menino salva a irmã de ataque de cachorro e fica com rosto desfigurado (Foto: reprodução/instagram)

Bridger Walker, morador de Wyoming -EUA, viralizou ao ter sua história contada nas redes sociais de sua tia, Nicole Noel Walker. O menino de 6 anos salvou sua irmã de um ataque de um cachorro feroz. Sem dar muitos detalhes, ela contou que ele se jogou na frente do cão para evitar que o animal mordesse sua irmã e a mantê-la segura.

No entanto, o animal o atacou com várias mordidas no rosto e na cabeça, enquanto tentava correr para também se salvar. Segundo o relato de Nicole, ele teve que passar por uma cirurgia e acabou levando 90 pontos no total. Ela ainda contou que o menino disse não ter pensado duas vezes ao fazer isso: “Se alguém tivesse que morrer, pensei que fosse eu”, relatou a criança.

Em seguida, ela postou: “Meu sobrinho é um herói que salvou sua irmã mais nova de um ataque de cachorro. Ele próprio o enfrentou para que o cachorro não pegasse sua irmã”, escreveu em seu perfil do Instagram.

Nicole ainda informou que Bridge já recebeu alta do hospital e está em casa. No entanto, não revelou onde o caso aconteceu.

Marie Claire – Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jk disse:

    Boy RAIZ!

(FOTO): Menino fica de castigo em ‘cantinho da disciplina’, cachorro solidário acompanha na punição, e imagem bomba na web

Foto: Reprodução

Peyton Smith, de três anos, mora em Ohio, nos Estados Unidos, e foi colocado de castigo pela mãe, Jillian Smith, após brigar com sua irmã mais velha, em janeiro deste ano.

O menino ficou virado sozinho para a parede, num “cantinho da disciplina”, para pensar sobre suas atitudes, mas não demorou muito para ganhar a companhia de seu cachorro Dash, da raça mastim inglês – conhecida por ser amigável e gostar de proteger seus tutores.

O cachorro apoiou a cabeça no corpo do garoto, que logo colocou a mão sobre o amigo de quatro patas, demonstrando o companheirismo entre os dois.

“Era tão fofo como Peyton e Dash estavam, que eu não pude ficar brava por muito tempo com meu filho. Quando ele teve que ir para o castigo, acho que o cachorro percebeu que ele precisava de um amigo por perto”, conta a mãe, em entrevista ao site The Dodo.

Apesar do tamanho, o cão tem apenas seis meses e costuma brincar com o pequeno Peyton todos os dias.

Emais – Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Emilio disse:

    Se fosse no Brasil os pais já estavam presos por castigar a criança

    • Professor disse:

      Verdade. Apareceria Conselho Tutelar, Psicólogo, o raio que o parta contra decisão da mãe em educar o filho.

VÍDEO – Cirurgia inédita em crianças no Brasil: menino se recupera após transplante de coração artificial

Foto: Reprodução/TV Globo. Assista reportagem aqui

Guilherme carrega uma bolsinha, que é parte externa de uma bomba que foi implantada no coração dele. Em 2019, o menino descobriu que tinha doença celíaca, uma doença autoimune desencadeada pela reação ao glúten. Ele emagreceu dez quilos no primeiro semestre e, de julho para agosto, passou mal algumas vezes. Foram mais de 20 dias internado até que um raio-x revelou que o coração dele estava bem inchado.

O problema não era só esse. Uma inflamação causada por um vírus tinha provocado uma falência severa no órgão. Ou seja, mais da metade do coração não estava bombeando sangue. Os médicos descobriram que o Guilherme tem um problema de falência do músculo cardíaco. O músculo dele é fraco. Depois de um tempo, os médicos decidiram parar de esperar por um transplante de coração humano para tentar o implante do coração artificial. Seria a primeira cirurgia desse tipo em uma criança no Brasil.

Mesmo entre adultos, esse transplante não é comum: são 17 outros casos no Brasil. Para o Guilherme, a máquina é temporária, um jeito dele recuperar força e sair do hospital. E nada como voltar para casa, rodeado por pessoas amadas, cercado de boas sensações.

Fantástico – Globo

MAIS UMA TRAGÉDIA: Menino de 8 anos morre afogado em lagoa na Grande Natal

FOTO: ILUSTRATIVA

Mais um caso fatal por afogamento foi registrado na Região Metropolitana de Natal. Dessa vez, a vítima foi um menino de oito anos, durante banho na lagoa de Extremoz, na manhã da segunda-feira (6). De acordo com informações preliminares, a tragédia aconteceu por volta das 10h30, feriado municipal na capital, quando a lagoa estava com vários banhistas. A vítima ainda chegou a ser socorrida ao hospital do município, mas já chegou à unidade sem vida. As informações foram confirmadas pela família do garoto.

O portal G1-RN, que destacou a ocorrência, informa que o Corpo de Bombeiros não foi acionado. A instituição reforçou que em situação de risco e anormalidade de qualquer natureza, a população deve entrar em contato pelo telefone 193.O corpo menino foi velado e sepultado nesta terça-feira (7) na comunidade Capela, povoado de Ceará-Mirim, também na região metropolitana de Natal, onde ele morava.

A reportagem ainda destaca que pelo menos outros dois casos de morte por afogamento foram registrados pelo Instituto Técnico Científico de Perícia desde o domingo (5). Um deles ocorreu na Praia do Meio, em Natal, e outro em Canguaretama. As vítimas foram um homem de 40 anos e uma mulher de 43, respectivamente. Na quinta-feira (2), uma menina de 1 ano e 8 meses morreu afogada na piscina de uma granja no município de Vera Cruz.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Que nada Lucas, tem que colocar bombeiro para tirar fotografia com a veranista Fatao G. Duro. Muito mais importante, melhora a imagem do nosso esqualido estado.

  2. Lucas disse:

    TEM QUE COLOCAR DOIS BOMBEIROS EM CADA LAGOA, MAS DOIS EM CADA CIDADE, POIS TEM QUE ESTAR A POSTOS EM CASO DE UM INCÊNDIO EM UM CARRO. AFINAL É PRA ISSO QUE SERVE A TAL TAXA DE BOMBEIROS.

    • paulo disse:

      BG
      A população norte riograndense precisa saber o valor arrecadado com a cobrança da taxa de bombeiros. Deve ter ultrapassado a soma de algum milhão de reais. E também como está sendo usado este dinheiro. O comandante do corpo de bombeiros e o governo do estado tem que prestar contas destas cifras arrecadadas e publicar na imprensa para conhecimento de todos

Espirro salva menino em GO que esperava cirurgia para retirar moeda

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Um menino de 9 anos ficou dois dias com uma moeda presa dentro do nariz, em Itumbiara. Ele estava aguardando uma vaga para fazer uma cirurgia e retirar a moeda, de R$ 0,50, mas, graças a um espirro, ela se moveu e foi possível fazer a remoção do objeto.

Deivid Henrique Moraes Silva estava brincando com a moeda no domingo (22) quando ela entrou no nariz e ficou presa. “Quando eu pus, isso daqui [narina] abriu. Aí quando abriu, eu fui tentar tirar e enfiou mais”, disse.

O menino ficou tão assustado que não sabia como contar para o pai o que havia acontecido. “Ele ficou ali me rodeando, ai falei para ele me contar o que aconteceu. Com muita luta ele contou que tinha colocado a moeda”, disse o pai, Regiano Pires.

Assustado, o pai levou a criança para o hospital municipal. O menino deu entrada na mesma noite e ficou aguardando uma transferência para Goiânia para poder fazer uma cirurgia e retirar a moeda.

O garoto ficou esperando a vaga por dois dias. Porém, o alívio para Deivid e a família veio com um espirro. A moeda se mexeu e o médico conseguiu retirá-la.

“Quando ele espirrou, disse: ‘Pai, pai, a moeda está bem aqui. O doutor chegou na mesma hora, olhou, pegou uma pinça, puxou e tirou a moeda’”, contou Regiano.

G1-GO

 

VÍDEO: Homem salva menino de 5 anos de ataque incensante de pitbull no Rio de Janeiro

ASSISTA VÍDEO AQUI em texto na íntegra

Um homem tem sido chamado de herói desde a última quinta-feira depois de salvar um menino de 5 anos de um ataque de pitbull na Zona Norte do Rio de Janeiro. Patrick do Céu contou que ao ver o menino sendo atacado, só conseguiu pensar na sua filha e por isso agiu tão rápido.

Imagens de câmeras de segurança mostram a criança passando com a babá quando o cachorro começa a atacar. A mulher tenta afastar o cão, mas sem sucesso. Patrick então entra em cena e começa a lutar para que o pitbull soltasse a criança.

Quando finalmente conseguiu afastar o cachorro do menino, Patrick o colocou em cima de um carro. O cão então voltou os ataques a ele e ele próprio subiu no veículo para fugir.

Ao jornal “Extra” ele contou que não teve esta atitude para ser chamado de herói e sim porque lembrou de sua filhinha. “Não sou herói, longe disso. Quando vi o que estava acontecendo, só consegui pensar na Lara. Fiz por aquele menino o que eu faria por ela. Não pensei em mim em nenhum momento, só queria fazer com que ele ficasse seguro. Agi por instinto”.

Segundo ele, o cão não é de ninguém da vizinhança e apareceu naquele mesmo dia do ataque. “Quando ele chegou eu nem queria que ele ficasse por perto, porque sei que o pitbull pode ser perigoso. Mas depois dei água, ração e carinho porque achei que algum dono poderia estar procurando por ele. Quando ele se agitou ao ver a criança, pedi pra todo mundo tentar não demonstrar medo, mas ele avançou. Foi quando corri pra fazer alguma coisa”.

O animal foi levado pelo Corpo de Bombeiros e o dono ainda não foi identificado. Patrick, a babá e a criança foram ao hospital para tratar os ferimentos do ataque. De acordo com o “Extra”, o menino teve ferimentos em várias partes do corpo e levou cinco pontos no pescoço, a babá ficou com um machucado no braço por conta da queda e Patrick levou um ponto na mão, e teve ferimentos nas pernas e braços, causados pelas mordidas.

UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. SHUBUGO disse:

    Parabéns , é sim um herói

  2. Flavio disse:

    A raça é perigosa de fato, é ter cuidado e adestrar de forma carinhosa, porém todo cuidado é pouco. Semana passada, meu amigo aqui da Zn foi atacado por um Pitbull e levou uma mordida nós órgão genitais (ovos) e levou cinco pontos, qdo ia entrar na casa de um parente o cachorro o atacou. Portanto quem tem um tem que ter cuidado.

  3. ABC disse:

    Essa raça deveria ter sido eliminada, não existe Pitbull manso, isso já comprovado, é uma máquina de matar.

  4. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Herói de verdade.
    Não sei se teria tanta coragem.
    Parabéns Patrick.

  5. Maria disse:

    Isso é heroísmo que dar gosto de ver. parabéns belo rapaz. Que Deus te proteja.

VÍDEO: Tubarão derruba da prancha menino de 9 anos que surfava na Flórida

Foto: Reprodução

Um vídeo assustador mostra o momento em que um menino de 9 anos é derrubado da prancha por um pequeno tubarão na praia de New Smyrna, na Flórida. O pequeno Chandler estava se divertindo no local no último sábado (30) com os pais e a irmã mais nova quando o animal pulou perto de seus pés e fez com que ele se desequilibrasse.

As imagens foram compartilhadas no Twitter pelo pai do garoto, Shaun Moore, que afirmou ao The New York Post que nem ele, nem Chandler perceberam que se tratava de um tubarão na hora. “Achamos que fosse algum tipo de peixe”, disse Shaun ao site americano. “Permanecemos no mar por uma meia hora depois do vídeo. Só após assistirmos à filmagem, descobrimos que era um tubarão, mas o Chandler não ficou nem um pouco preocupado. Ele é bastante corajoso”.

Especialistas afirmam que o tubarão que aparece no vídeo é um galha-preta. Apesar de não serem um dos maiores de sua espécie, eles são responsáveis por 20% dos ataques de tubarão não provocados na costa dos Estados Unidos.

FOTOS: Menino superdotado de 9 anos está prestes a se formar em Engenharia e sonha em fazer Medicina e criar órgãos artificiais para prolongar vidas

Laurent Simons é um menino belga superdotado de apenas nove anos de idade que está prestes a se formar em Engenharia Elétrica pela Universidade de Eindhoven, em dezembro deste ano. As informações são da agência AFP.

O garoto se parece com todos os outros de sua idade: ama kart, brinca com seu cachorro e gosta de ver séries de TV. Mas, em vez de brinquedos, os itens que ele mais mantém por perto são um laptop e um livro sobre chips eletrônicos.

Laurent Simons terminou a escola rapidamente. Entrou no ensino fundamental aos quatro anos de idade, completou o primeiro ano com os colegas de turma e terminou a escola primária em um ano e meio — mesmo tempo que levou para concluir o ensino médio.

Após se formar em Engenharia Elétrica, o garoto quer estudar Medicina, o que tem levado seu pai, o dentista belga Alexander, de 37 anos, a contatar universidades dos Estados Unidos para realizar o desejo do filho.

A vontade de Laurent não vem à toa: ele sonha em ser pesquisador e seu objetivo é criar órgãos artificiais para prolongar a vida e ajudar pacientes cardíacos, como seus avós. “Ainda tenho que ver como fazer. Já comecei um pouco”, explica o pequeno.

O diretor do curso de Engenharia Elétrica da Universidade de Eindhoven, Sjoerd Hulshof,  afirma que as qualidades do menino são “simplesmente extraordinárias”. “[Essa criança é] o aluno mais rápido que já tivemos. Ele não é apenas muito inteligente, mas também é muito simpático.”

Laurent Simons posa para foto ao lado dos pais Lydia e Alexander Simons, em Amsterdam. Foto: Kenzo TRIBOUILLARD / AFP

Apesar do destaque incomum para a idade, o pai se preocupa com isso e busca garantir um ambiente saudável para o filho. “Queremos que ele encontre um equilíbrio, aproveite a vida e que também possa ser simplesmente uma criança”, afirma.

Emais – Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. chicao disse:

    vai tomar … será que tudo o que é noticiado aqui tem que ter cunho político?
    deixem de ser idiotas, existe vida fora dessa guerra de direita e esquerda. banco de retardados.

  2. Paulo Cezar disse:

    Putz, cada comentário.

  3. Humilde Iconoclasta disse:

    Que nada, esse menino é brasileiro, estudou em alguma escola construída superfaturada no governo peteba. Viva à Pátria Educadora!