UFRN segue cadastramento de convocados na segunda chamada do Sisu

Mais de 1.800 convocados na lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) já realizaram o cadastramento na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que segue o atendimento dos aprovados e suplentes nesta terça-feira, 18, em Natal e nos campi do interior. A instituição recebe os candidatos das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, conforme o cronograma por cursos definido em edital.

De acordo com a pró-reitora de Graduação, Maria das Vitórias de Sá, espera-se que mais de 90% das vagas oferecidas pelo Sisu sejam ocupadas na segunda chamada. “As vagas remanescentes serão preenchidas pelos suplentes cadastrados, portanto, é de extrema importância que os candidatos convocados compareçam ao cadastramento”, ressalta.

O atendimento dos retardatários acontece nesta quarta-feira, 19, na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT), para os aprovados e suplentes de cursos nos campi de Natal e Macaíba, e no Centro Regional de Ensino Superior de Caicó (CERES-Caicó) para os aprovados no campus Caicó. Os retardatários dos campi de Currais Novos e Santa Cruz são recebidos nesta terça-feira, 18, no CERES-Currais Novos e na Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (Facisa), respectivamente.

Os candidatos devem realizar o envio eletrônico prévio da documentação até esta terça-feira, 18, por meio do Portal do Candidato, onde também estão disponíveis o cronograma de convocações, quadro de vagas, entre outras informações do Sisu na UFRN.

Com informações da UFRN

UFRN encerra cadastramento de novos alunos nesta segunda-feira

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) encerra, nesta segunda-feira, 3, o cadastramento dos ingressantes pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O último dia de trabalho é voltado aos retardatários, que não compareceram nas datas e horários definidos para cada curso. O atendimento acontece na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) do campus central, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, para os aprovados em cursos dos campi de Natal e Macaíba. O cadastramento dos novos alunos dos campi de Currais Novos e Santa Cruz foi encerrado na sexta-feira, 31, e do campus de Caicó no último sábado, 1º de fevereiro.

Segundo a pró-reitora de Graduação da UFRN, Maria das Vitórias de Sá, até o dia 1º foram cadastrados 4.297 estudantes convocados na primeira chamada, que ocuparam 64% das vagas ofertadas no Sisu. As vagas remanescentes serão preenchidas nas próximas chamadas, para as quais é necessário que os candidatos estejam inscritos na lista de espera. O procedimento pode ser realizado até terça-feira, 4, no portal do Ministério da Educação (MEC).

Vagas

A UFRN oferece 6.933 vagas para 107 cursos de graduação nos campi de Natal, Macaíba, Currais Novos, Caicó e Santa Cruz, sendo 4.649 vagas para o primeiro semestre e 2.284 para o segundo período letivo. Confira o Edital de Cadastramento e o Termo de Adesão, com o cronograma de convocações e o quadro de vagas, no Portal do Candidato.

Com informações da UFRN

UFRN inicia cadastramento dos alunos ingressantes

Foto: Anastácia Vaz

Com a divulgação do resultado do Sistema de Seleção Unificada (SiSU-2020) pelo Ministério da Educação (MEC), a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) inicia o período de cadastramento dos alunos ingressantes do ano letivo de 2020 nesta quinta-feira, 30, para os aprovados dos campi de Natal, Macaíba, Santa Cruz, Caicó e Currais Novos. Os candidatos devem realizar o envio eletrônico prévio da documentação exigida para o cadastramento nesta quarta-feira, 29, pela plataforma disponível no Portal do Candidato, no www.sisu.ufrn.br.

De acordo com a pró-reitora de Graduação, Maria das Vitórias de Sá, o envio eletrônico prévio da documentação tem o intuito de agilizar o processo de cadastramento. Contudo, além de enviar eletronicamente os documentos, é obrigatório o comparecimento do candidato ao local de cadastramento, que será realizado das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, conforme o cronograma presente no edital.

As vagas oferecidas pelo edital são relativas a SiSU, utilizando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2019. Nessa perspectiva, a UFRN oferece 6.933 vagas para 107 cursos de graduação nos campi de Natal, Macaíba, Currais Novos, Caicó e Santa Cruz, sendo 4.649 vagas para o primeiro semestre e 2.284 para o segundo período letivo. Confira o Edital de Cadastramento e o Termo de Adesão, com o cronograma de convocações e o quadro de vagas, no Portal do Candidato.

Cadastramento e vagas

O cadastramento e a matrícula serão efetuados simultaneamente para verificação de conformidade com as exigências para ingresso na UFRN. Os aprovados para os campi de Natal e Macaíba devem efetuar o cadastramento nos dias 30 e 31 de janeiro e 1o e 3 de fevereiro, na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) do campus central. Para os novos alunos do campus de Caicó, o procedimento ocorrerá nos dias 30 e 31 de janeiro e 1o de fevereiro, no Centro Regional de Ensino Superior do Seridó (CERES-Caicó). Já os estudantes de Currais Novos e Santa Cruz serão recebidos nos dias 30 e 31 de janeiro, no CERES-Currais Novos e na Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (FACISA), respectivamente.

Com informações da UFRN

SE LIGUE: UFRN publica edital de cadastramento dos novos alunos; 6.933 vagas por meio do SiSU para 107 cursos de graduação

Foto: Cícero Oliveira

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) publicou o edital de ingresso para os cursos de graduação do ano 2020. Os aprovados para os campi de Natal e Macaíba devem efetuar o cadastramento nos dias 30 e 31 de janeiro e 1º e 3 de fevereiro, na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) do campus central. Para os novos alunos do campus de Caicó, o procedimento ocorrerá nos dias 30 e 31 de janeiro e 1º de fevereiro, no Centro Regional de Ensino Superior do Seridó (CERES-Caicó). Já os estudantes de Currais Novos e Santa Cruz serão recebidos nos dias 30 e 31 de janeiro, no CERES-Currais Novos e na Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (FACISA), respectivamente.

O cadastramento e a matrícula serão efetuados simultaneamente, quando o candidato deve apresentar documentos para verificação de conformidade com as exigências para ingresso na UFRN. As vagas oferecidas pelo edital são relativas ao Sistema de Seleção Unificada (SiSU), utilizando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2019.

De acordo com a pró-reitora de Graduação, Maria das Vitórias Vieira Almeida de Sá, a novidade deste ano é que os candidatos realizarão o envio eletrônico prévio da documentação, por meio do Portal do Candidato, de 27 de janeiro até 2 de fevereiro para a primeira chamada. No início do período de envio, o resultado do SiSU ainda não estará disponível, contudo a professora explica que o envio antecipado vai agilizar o processo de cadastramento.

Além do envio prévio da documentação, é obrigatório o comparecimento do candidato ao local de cadastramento, que será realizado das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h. Para verificar o Edital de Cadastramento e o Termo de Adesão, com o cronograma de convocações e o quadro de vagas, basta acessar o Portal do Candidato da UFRN: http://www.sisu.ufrn.br/.

Vagas 

A UFRN oferece 6.933 vagas por meio do SiSU para 107 cursos de graduação nos campi de Natal, Macaíba, Currais Novos, Caicó e Santa Cruz, sendo 4.649 vagas para o primeiro semestre e 2.284 para o segundo período letivo.

Ao fim da 1ª chamada, as vagas eventualmente não ocupadas serão preenchidas em uma 2ª chamada, mediante utilização da lista de espera disponibilizada pelo SiSU 2020. Para constar da lista de espera, o candidato deverá obrigatoriamente confirmar no portal do SiSU (http://sisu.mec.gov.br/) o interesse na vaga, durante o período especificado no cronograma definido pelo MEC. A segunda chamada está prevista para ocorrer nos dias 12, 13, 14 e 15 de fevereiro, para os suplentes dos campi de Natal e Macaíba; nos dias 12, 13 e 14 de fevereiro, para o campus Caicó; e 12 e 13 de fevereiro nos campi de Currais Novos e Santa Cruz.

Com informações da UFRN

Cadastramento biométrico de eleitores de Natal começa na quarta

 O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte inicia na próxima quarta-feira (17) a terceira etapa do projeto de revisão eleitoral com coleta biométrica. Nesta terceira fase da revisão biométrica serão revisados os dados de pouco mais de 520 mil eleitores inscritos em cinco zonas eleitorais de Natal. O comparecimento do eleitor é obrigatório. Quem não se submeter à revisão biométrica terá o título de eleitor cancelado. A revisão biométrica permitirá que o eleitor seja identificado por meio de leitor de suas impressões digitais.

Os eleitores serão atendidos, preferencialmente, de acordo com o mês de nascimento. O atendimento será agendado por meio do site www.tre-rn.jus.br ou pelo telefone 3654-5000, que estará disponível a partir desta terça-feira (16).

Para fazer o recadastramento, o eleitor terá de comparecer ao Fórum Eleitoral de Natal, onde será instalada uma central de atendimento. Os documentos necessários para se fazer o recadastramento são um documento de identidade com foto, o título de eleitor e um comprovante de residência. Não será necessário levar cópia dos documentos, mas somente os originais.

Os eleitores nascidos nos meses de janeiro, fevereiro e março serão atendidos de 17 de julho a 17 de agosto para fazer a revisão biométrica. Os nascidos de abril a junho, no período de 19 de agosto a 14 de setembro. Os eleitores nascidos nos meses de julho a setembro, poderão fazer a biometria no período de 16 de setembro a 11 de outubro e os nascidos nos três últimos meses do ano serão atendidos no período de 14 de outubro a 9 de novembro.

A central de atendimento do TRE-RN funcionará de segunda a sábado, das 8h às 18h e contará com 107 kits biométricos, mobilizando mais de 250 pessoas, entre servidores e estagiários. A expectativa do Tribunal é de atender diariamente cerca de 4 mil eleitores, que levarão, em média, 20 minutos, para fazer o recadastramento.

A meta do TRE é completar, até março do próximo ano, a revisão biométrica de 1.256.634 eleitores inscritos em 54 municípios do Rio Grande do Norte. A meta do Tribunal Superior Eleitoral é fazer com que em 2018 todos os eleitores brasileiros estejam aptos a votar após ser identificados por meio das impressões digitais.

O objetivo do cadastramento biométrico é garantir um sistema de votação verdadeiramente seguro e democrático, sem margem para fraudes de qualquer natureza no que diga respeito à identificação do eleitor. “O uso da biometria garante uma maior segurança na hora da identificação do eleitor, que não poderá passar por outro na hora de votar, já que cada pessoa tem impressões digitais únicas”, observa o presidente do TRE-RN, desembargador João Batista Rebouças, ao comentar a importância da revisão biométrica, tanto para a classe política e partidos quanto para a Justiça Eleitoral.