Cultura

Seis escolas voltam à Sapucaí no Desfile das Campeãs do Rio

Por interino

A noite deste sábado (25) será de comemoração para seis escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro. Mais soltas, as agremiações levarão de volta à Marquês de Sapucaí, no Centro, os enredos que conquistaram os 40 jurados e levantaram o público. A campeã Unidos da Tijuca vai encerrar os desfiles com o enredo que homenageou o centenário de Luiz Gonzaga.

As seis escolas de samba conquistaram ponto a ponto os primeiros lugares do carnaval carioca. A apuração aconteceu na tarde de quarta-feira (22), na Praça da Apoteose. A Tijuca se manteve isolada na liderança na maioria dos quesitos, seguida por Acadêmicos do Salgueiro, Unidos de Vila Isabel, Beija-Flor, Acadêmicos do Grande Rio e Portela.

Com o enredo “O dia em que toda a realeza desembarcou na Avenida para coroar o Rei Luiz do Sertão”, a Tijuca alcançou 299,9 pontos, somente 0,2 a frente da Salgueiro. Treze escolas disputaram o título. Os jurados avaliaram dez quesitos: mestre-sala e porta-bandeira, fantasia, conjunto, evolução, alegorias e adereços, comissão de frente, harmonia, bateria, enredo e samba-enredo.
A Portela, sexta colocada no carnaval deste ano, vai abrir o Desfile das Campeãs. Com enredo que homenageou Clara Nunes, que completaria 70 anos se estivesse viva em 2012, a maior detentora de títulos do carnaval carioca trouxe para a avenida ícones da festa e da cultura baiana como o Afoxé e o Olodum. Clara Nunes foi representada pela cantora Vanessa da Matta.

Em seguida, será a vez da Grande Rio, que falou sobre superação. A escola tomou emprestado histórias de brasileiros que superaram desafios para fazer o seu desfile. A comissão de frente levou integrantes vestidos de crianças para falar dos medos que precisam ser superados ainda na infância. O abre-alas, “Anjos anunciam a luz que vem do céu”, representava o poder divino.

Maranhão e Angola

Campeã em 2011, a Beija-Flor será a terceira a desfilar neste sábado. A escola fez um tributo ao carnavalesco Joãosinho Trinta, que morreu em dezembro do ano passado, no enredo “São Luís, o poema encantado do Maranhão”. O pássaro símbolo da escola de Nilópolis foi um dos destaques do carro abre-alas, que exibia uma quimera gigante e dourada de três cabeças.

Em seguida será a vez da Vila Isabel, que escolheu fazer carnaval com a história de Angola e sua contribuição para o Brasil. Com o enredo “Você semba lá… que eu sambo cá. O canto Livre de Angola!”, da carnavalesca Rosa Magalhães, a escola encontrou nas tradições trazidas pelos negros angolanos origens do samba e fez, ao fim do desfile, um tributo a Martinho da Vila.

A vice-campeã de 2012, o Salgueiro, levou para a Avenida a literatura de cordel. Elementos de forró, baião e toda a história da literatura de cordel se misturaram ao samba apresentado pelo agremiação. A vermelha e branca teve problemas para deslocar alguns carros grandes, causando alguns “buracos” entre as alas no começo do desfile.

Noite será encerrada com baião e forró

Campeã em 1936 e 2010, a Tijuca apostou mais uma vez na criatividade do carnavalesco Paulo Barros, famoso por trazer inovação para a Passarela do Samba. A escola trouxe vaqueiros, sanfonas e baião para celebrar Luiz Gonzaga, que completaria cem anos em 2012 se estivesse vivo. Porto da Pedra e Renascer de Jacarepaguá foram rebaixadas para o Grupo de Acesso A.

A exemplo do ano passado, quando a escola deu o que falar ao exibir truques de ilusionismo na Avenida, a comissão de frente mais uma vez inovou ao dar vida às sanfonas de Gonzagão nas acrobacias de um ginasta romeno. A coreografia foi assinada por Priscilla Mota e Rodrigo Negri, bailarinos solistas do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Ordem dos desfiles

1ª – Portela
2ª – Grande Rio
3ª – Beija-Flor
4ª – Unidos de Vila Isabel
5ª – Salgueiro

* Com informações do portal G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Escolas campeãs do Carnaval São Paulo desfilam hoje sob protestos

Por interino

Depois do tumulto durante a apuração das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo, as agremiações voltam na noite desta sexta-feira (24) ao Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte de São Paulo, para o desfile das campeãs. Apesar dos problemas durante a divulgação das notas, o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo, Paulo Sérgio Ferreira, garantiu que o público presenciará “uma grande festa”.

A programação começa às 22h15 desta sexta-feira, com a vice-campeã do Grupo de Acesso, a Acadêmicos do Tatuapé, seguida pela campeã Nenê de Vila Matilde.

As escolas do Grupo Especial entram logo depois, a partir da quinta colocada, na seguinte ordem: Unidos de Vila Maria, Mancha Verde, Vai-Vai, Rosas de Ouro e a campeã Mocidade Alegre.

Protesto

Em nota divulgada no site da Rosas de Ouro, a presidente da agremiação, Angelina Basílio, convoca os componentes a protestar de forma consciente durante a apresentação. “Nesta sexta-feira vamos protestar sim, de forma consciente, de forma inteligente, cada um de nós temos a certeza do campeonato, temos a certeza de que erramos menos. Nesta sexta feira vamos protestar da forma que uma verdadeira escola de samba é, vamos apresentar nosso trabalho para o mundo, assim como fizemos no desfile oficial, vamos mostrar a todos nossa alegria e competência”, afirma a nota.

* Com informações do portal G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Googles Street View vai capturar fotos da Sapucaí no Desfile das Campeãs

Por interino

O Google anunciou nesta sexta-feira (24) que vai capturar imagens da Marquês de Sapucaí para o serviço Street View durante o Desfile das Campeãs do carnaval carioca, neste sábado (25).

O Street View permite, ao acessar o Google Maps, fazer um passeio virtual por meio de fotos panorâmicas. Para capturar as imagens, o Google usará um triciclo com câmeras acopladas no topo, já usado, inclusive, no Amazonas, em 2011.

Conforme a assessoria de imprensa do Google, o triciclo vai começar a percorrer a Avenida às 21h, no final do desfile da Portela. A ideia é que o veículo faça o mapeamento entre um desfile e outro, capturando imagens do Sambódromo e do público na arquibancada. Porém, também é possível que os desfiles sejam incluídos no material.

Não há previsão de quando as imagens da Sapucaí serão lançadas on-line. Conforme o Google, o Street View na Região Sul do Brasil demorou três meses para ficar pronto após a captura das imagens. Porém, normalmente, o processo de edição das fotos leva seis meses para ser finalizado.

‘Street View Gallery’

As fotos panorâmicas da Sapucaí serão lançadas em uma coleção do Google que mapeia lugares turísticos no mundo. Além do Sambódromo, a companhia planeja mapear o Parque do Ibirapuera, em São Paulo, e a Ópera de Arame, em Curitiba.
O serviço do Google Maps, chamado “Google Street View Gallery” (acesse aqui), reúne galerias que possibilitam fazer viagens virtuais para lugares como parques de todo o mundo, pontos de referência, praias do Havaí e lugares turísticos.

Fonte: G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *