FOTOS: Artista plástico e professor da UFRN será homenageado com a maior honraria do Corpo de Bombeiros de São Paulo

Fotos: cedidas

O artista plástico e professor do Departamento de Artes, do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da (CCHLA/UFRN), Marcos Alberto Andruchak, será agraciado com a “Medalha Comemorativa do Centenário do Corpo de Bombeiros de São Paulo”, maior honraria da instituição que é destinada a pessoas com relevantes serviços prestados ao Corpo de Bombeiros e a sociedade paulista.

“Esta honraria provavelmente nos está sendo concedida por conta do Projeto de Extensão Arte Brasil, do Departamento de Artes da UFRN, onde vimos trabalhando Arte e Design Urbano desde 2009 e através do qual já produzimos mais de 100 murais no Brasil e também no exterior. Em São Paulo fizemos em 2016 um grande mural no Centro de Memória dos Bombeiros. Posteriormente fizemos outros trabalhos, um no Comando central e outro na ESB – Escola Superior de Bombeiros, além dos murais monumentos na USP, no IFSP, no Comando da ROTA da Polícia Militar e na UNITAU -Universidade de Taubaté”, destacou o professor Andruchack.

A solenidade da entrega da Medalha Comemorativa estava marcada para esta quarta-feira, 11, porém devido aos recentes desastres naturais com as chuvas em São Paulo que vitimaram várias pessoas, incluindo dois bombeiros, uma nova data será marcada.

Mesmo assim, o professor estará na capital paulista para ministrar no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), em parceria com profissionais da arte e design do mercado brasileiro, palestra sobre “Como a arte se relaciona ao design, à indústria criativa e aos negócios?”, no Colóquio “Arte, Design e Mercado”, na quinta-feira, 12, no IFSP.

PERFIL

Marcos Andruchack, é natural do Paraná, artista plástico e professor da área de Arte e Arte Digital na UFRN. É doutor em Artes pela Universidade de São Paulo (USP) e trabalha com design gráfico animado, arte e novas tecnologias. É referência na pintura de painéis em grandes dimensões onde utiliza tintas acrílicas, relevos e o estilo geometricista. Suas obras estão espalhadas em várias partes do Brasil e no mundo.

Na UFRN é possível contemplar a arte do professor Andruchack em vários pontos como o painel da Biblioteca Central Zila Mamede, na fachada do CCHLA e no DEART.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Franco disse:

    Parabéns ao artista.
    Por falar em UFRN, tem gente se destacando em outras áreas também:
    https://olhardigital.com.br/ciencia-e-espaco/noticia/projeto-melhora-em-100-vezes-visao-de-cacador-de-exoplanetas/97122

São Paulo tem 1 milhão de carros roubados e furtados no Estado em cinco anos


Arte: R7

Os roubos e furtos de veículos no Estado de São Paulo ultrapassaram a marca de 1 milhão de casos entre 2014 e 2019, conforme boletins de ocorrência policiais registrados pela SSP-SP (Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo) e disponíveis no site oficial do órgão. Juntas, as duas categorias somam 3.5 milhões de crimes desde 2001, ano em que os dados oficiais passaram a ser contabilizados.

Na somatória dos crimes, o ano de 2014 registrou o maior número de casos (211.532) — o mesmo ano detém os recordes de casos separadamente: 122.769 furtos e 98.763 roubos de veículos. Nos anos seguintes, houve decréscimo gradual da quantidade de ocorrências: 189.349 (2015), 188.881 (2016), 172.793 (2017), 158.213 (2018) e 137.169 (2019).

Após o período destacado (2014-2019), os anos de 2013 e 2001 concentram os maiores índices de ocorrências no Estado quando se contabiliza — somados — os dados de furtos e roubos: 215.510 e 215.011, respectivamente. Em 2008, foi verificado o menor volume de crimes: 159.124.

“O aumento da frota, a dimensão continental do Brasil, o alto preço das peças, dos veículos, a corrupção por parte de uma minoria de funcionários, que deveriam fiscalizar a frota de veículos, aliado a um grande mercado formado por pessoas que não se importam com a origem criminosa do bem, concorrem para o quadro atual”, avalia o consultor em segurança pública Marcos Carneiro de Lima, ex-delegado geral da Polícia Civil de São Paulo.

O especialista ressaltou que os números coletados pelo governo paulista são bastante próximos da realidade, porque o índice de comunicação de ocorrências que envolvem veículos é de quase 100%, fato que não se verifica em outros crimes. “Por causa do seguro e da cautela do cidadão de não se ver envolvido com a utilização criminosa do seu veículo”, explicou.

Crime lucrativo

Marcos Carneiro de Lima afirma que o avanço da tecnologia no setor automotivo, com a criação de dispositivos e sistemas de segurança mais eficazes, não tem conseguido impedir a ação das quadrilhas especializadas neste tipo de crime. “Os veículos estão mais sofisticados, mas os criminosos têm conseguido burlar os sistemas. É o eterno jogo de gato e rato”, disse.

A expectativa pelo lucros altos e a demanda por peças e carros ilegais — produtos mais baratos e obtidos sem burocracia — mantêm as quadrilhas de criminosos em atividade constante.

“Várias leis foram criadas, bem como as delegacias especializadas. [Também há] a marcação do chassis em diversas partes do veículo ou um maior rigor no controle dos desmanches. Mas, a lei da oferta e da procura, mais a ideia de que o crime é lucrativo e a sensação de impunidade, fomentam este tipo de criminalidade”, acrescentou o consultor.

Destinos marcados

De acordo com Marcos Carneiro de Lima, parte dos produtos furtados e roubados é “picada” para ser negociada em desmanches ilegais. Mas há outros destinos certos para os produtos no mercado clandestino de veículos. “Depois de adulterados, os ‘dublês’ são vendidos nos diversos Estados brasileiros”, revelou.

Ainda conforme o consultor em segurança, as quadrilhas especializadas utilizam caminhões-cegonha para transportar os carros ‘dublês’ para o Estado do Paraná, onde são comercializados ou deixam o país pela fronteira com o Paraguai. “Em 2011 ou 2012, o 7º DP, da Lapa [zona oeste paulistana], fez um excelente trabalho desbaratando uma quadrilha”, complementou.

Quantidade de veículos em São Paulo

De acordo com os dados do Ministério da Infraestrutura do governo federal, atualizados em fevereiro de 2020, a frota do Estado de São Paulo é 30.131.254 veículos. Na capital paulista, há 8.583.039 veículos licenciados.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rafael Pinheiro disse:

    O objetivo de Fátima Bezerra é fazer com que o RN supere SP nesse quesito…
    Fora Governadora Traidora!!

  2. Ojuara disse:

    É isso que acontece quando a impunidade é disseminada do maior ao menor, do presidente do país, luladrao que viralizou e disseminou, do tofolli e engavetados geral de qualquer ação que venha a beneficiar o cidadão que Juno com mais quatro ou cinco no supremo libertam tudo que é bandidos, do rodrigo maia que conseguiu ser pio que o pai Cesar Maia………..portanto, com esses bandidos como exemplo, vamos dobrar a meta. Kkkkkk

  3. Ojuara disse:

    Se atingirmos a meta, agora é dobrar a meta. Dilmanta.

Viagem de SP à Nova Iorque terá duração de 1 hora com avião hipersônico

Foto: Divulgação

A aeronave poderá levar passageiros de Londres até Sidney em 4 horas, cinco vezes mais rápido que os voos atuais, que duram cerca de 22 horas. E de São Paulo à Nova Iorque em apenas uma hora.

O CEO da Agência, Graham Turnock, anunciou que o Reino Unido estaria trabalhando mais estreitamente com a Austrália em um acordo de “primeira ponte espacial do mundo”, para transportar passageiros de um continente para o outro em apenas quatro horas.

O projeto, que leva o nome de Synergetic Air-Breathing Rocket Engine (SABRE), está sendo desenvolvido pela Reaction Engines e conta com o financiamento de empresas do setor.

Motor hipersônico

A velocidade incrível será possível por conta de um novo motor hipersônico que os cientistas da Reaction Engines estão desenvolvendo atualmente.

Ele é alimentado por uma combinação de hidrogênio e oxigênio.

Um dos desafios do voo hipersônico é garantir que a parte mecânica resista ao calor e não derreta, para isso a tecnologia faz com que o ar resfrie por minúsculos tubos de congelados e depois utiliza esse calor capturado para fornecer energia ao motor.

“Nosso pré-resfriador pega o ar que chega a 1.000 graus centígrados e o resfria a zero em um vigésimo de segundo”, disse Shaun Driscoll, da Reaction Engines.

Os testes de equipamentos e a construção de mecanismos para a realização do avião espacial custaram até agora para o governo britânico cerca de 60 milhões de libras e segue em ritmo acelerado.

Os dirigentes prometem voos de teste programados para começar agora em 2020 e comerciais para 2030.

Via Só Notícia Boa

Alunos de São Gonçalo participam de torneio de robótica em São Paulo

Foto: Divulgação

Nos dias 6, 7 e 8 de Março, alunos do SESI São Gonçalo do Amarante participarão da etapa Nacional do Torneio de Robótica First Lego League. O evento acontecerá no Parque Ibirapuera em São Paulo. O programa internacional desafia estudantes a buscarem soluções para problemas do dia a dia da sociedade moderna. Os temas mudam a cada temporada e, em 2020, eles precisam encarar questões relacionadas a construção de Cidades Inteligentes.

Os jovens, liderados por dois adultos, precisam trabalhar em sintonia, tendo como base valores como respeito, ganho mútuo e competição amigável. Seguindo regras feitas especificamente para cada temporada, eles constroem robôs baseados na tecnologia LEGO Mindstorms, que devem ser programados para cumprir uma série de missões.

A equipe LOS ARRETADOS composta pelos integrantes: Isabela Tavares, Aline Cavalcanti, Elton Santos, Ítalo Fidelis e o técnico Josinaldo Araújo representarão o município na competição. O projeto de inovação do desenvolvido pelo grupo consiste em reutilizar a fibra do coco, descartado inadequadamente, para produção de lixeiras públicas para a cidade.

São Paulo processa Governo Federal e pede fim da meia-entrada em jogos no Morumbi, que beneficia estudantes, idosos, deficientes e jovens de baixa renda

Foto: Marcos Ribolli

O São Paulo foi à Justiça para pedir o fim da obrigatoriedade da meia-entrada na venda de ingressos para jogos no Morumbi – que beneficia estudantes, idosos, deficientes e jovens de baixa renda. A informação foi revelada pelo UOL e confirmada pelo GloboEsporte.com.

Em ação que corre no Tribunal Regional Federal da 3ª Região, o São Paulo pede que “se reconheça a ré (a União) como responsável pelo ônus da meia-entrada das Leis nºs 12.933/13 e 10.471/03 e, por conseguinte, indenizada a Autora pela intervenção indevidamente sofrida, sem nenhuma contraprestação”.

O trecho da petição significa que o São Paulo contesta a intervenção das seguintes leis no dia a dia do clube:

12.933/13: de 26 de dezembro de 2013, dispõe sobre o benefício do pagamento de meia-entrada para estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de 15 a 29 anos comprovadamente carentes em espetáculos artístico-culturais e esportivos;
10.471/03: de 1º de outubro de 2003, é o Estatuto do Idoso, destinado a regular os direitos assegurados às pessoas com idade igual ou superior a 60 anos.

Além disso, o São Paulo pede indenização referente ao período em que teve de vender ingressos a meia-entrada, calculando quanto o clube teria deixado de receber desde 2003, início do Estatuto do Idoso.

E pede, claro, o fim da cobrança de meia-entrada a partir da data do julgamento da ação.

O processo ainda não foi julgado e está em fase juntada de petição, quando a parte autora (no caso, o São Paulo) pode anexar novas peças à ação.

Em contato com a reportagem, o São Paulo argumenta que não pede o fim da meia-entrada, mas quer ser ressarcido pelos valores de meia-entrada por uma interpretação diferente da lei. Na visão do clube, se o governo impõe a meia-entrada, não é o responsável pelas vendas (no caso o próprio São Paulo) que deveria perder dinheiro.

Ou seja, o São Paulo quer ser ressarcido pelos valores que entende serem devidos e pretender encerrar a obrigatoriedade da venda de meia-entrada nos moldes do governo. Com isso, o próprio clube estabeleceria a meia-entrada sob seus critérios.

Globo Esporte

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Josuel Soares da cruz disse:

    Que isso São Paulo FC,vocês vivem do torcedor tem que respeitar os direitos dos outros, só querem lucrar.

Tenente da reserva da PM de São Paulo é preso na Grande Natal após agredir esposa, enteada e sogra

Foto: Ilustrativa

O portal G1-RN destaca nesta terça-feira(21) que um tenente da reserva da Polícia Militar de São Paulo foi preso depois agredir a esposa, a enteada e a sogra, na noite dessa segunda (20) em Parnamirim, na Grande Natal, segundo a Polícia Civil. Ele foi preso em flagrante e levado para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) na Zona Norte de Natal.

Segundo a corporação informou a reportagem, o homem chegou embriagado em casa e, após uma discussão, agrediu a esposa a socos. A mãe dela, uma idosa de 70 anos, e a filha da mulher tentaram impedir as agressões, mas também foram agredidos.

Veja matéria completa aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sérgio disse:

    Se tivesse a imunidade da reforma do Moro, já estaria em liberdade

Bolsa de Valores São Paulo de reduz tarifas no mercado de ações para estimular pequeno investidor

Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

A B3 (bolsa de valores de São Paulo) anunciou nesta quinta-feira (2) um novo modelo de tarifação do mercado de ações para atrair o pequeno investidor de varejo. A taxa mensal de manutenção de conta, que hoje chega a cerca de R$110 ao ano, será zerada permitindo que as corretoras ampliem a base de clientes pessoa física. A tarifa cobrada na negociação de ações na B3 também cai cerca de 10% para as pessoas físicas em geral.

Além disso, clientes que tiverem até R$20 mil de saldo em custódia numa mesma corretora serão isentos das demais taxas de manutenção de conta, como as cobranças sobre o pagamento de proventos e valor em custódia. Esse conjunto de medidas atinge cerca de 65% da base de investidores pessoa física que hoje têm saldo em contas de renda variável na B3.

A medida representa uma redução de aproximadamente R$250 milhões nas tarifas pagas pelos clientes da B3 no ano considerando os volumes negociados nos últimos 12 meses.

“A B3 reconhece seu papel central no desenvolvimento do mercado de capitais brasileiro. Isso envolve oferecer novos produtos, melhorar serviços prestados e estimular mais negociação e expansão da base clientes por meio de mecanismos de preços e incentivos. É isso que estamos fazendo hoje. Acreditamos que esta nova estrutura de tarifação cumpre esses objetivos”, disse o presidente da B3, Gilson Finkelsztain.

Em 2019, os investidores de varejo foram um dos destaques no crescimento do mercado de capitais brasileiro. O número de contas ativas na depositária da B3 saltou de 643 mil em janeiro de 2018 para 1,5 milhão de investidores em outubro de 2019. Cerca de um terço dessas contas tem até R$5 mil investidos em renda variável.

Segundo a B3, o cenário de juros baixos deve continuar incentivando a mudança no perfil dos investimentos. O potencial de crescimento da pessoa física pode ser observado quando se considera que 65% dos investidores com este perfil pouco diversificaram sua carteira em 2019, investindo em apenas um tipo de produto de bolsa.

Além disso, há quase 20 milhões de investidores em caderneta de poupança com saldo acima de R$5mil, que somam R$ 730 bilhões em depósitos, e podem buscar fontes alternativas que proporcionem maiores rendimentos. A expectativa é que as mudanças sejam implementadas ao longo do ano, de acordo com a capacidade do mercado de adaptar seus sistemas e processos para a nova tarifação.

Agência Brasil

Jean, do São Paulo, é solto nos Estados Unidos após pagar fiança; em depoimento, goleiro diz que sua mulher o agrediu por ciúmes

Foto: Reprodução/Orange County

O goleiro Jean, do São Paulo, foi solto na tarde desta quinta-feira nos Estados Unidos após pagamento de fiança. Segundo a versão do jogador, a briga entre ele e a esposa Milena Bemfica começou por causa de ciúmes. Milena teria se irritado ao vê-lo conversar com outra mulher ao telefone e o teria agredido primeiro, conforme consta no boletim de ocorrência feito pela polícia de Orlando, nos Estados Unidos, na quarta-feira. No entanto, após o depoimento da sua mulher e das filhas do casal, os policiais levaram Jean preso para a prisão Orange County.

O documento foi anexado pela Justiça americana ao processo em que o goleiro é acusado de violência doméstica. Jean participará de uma audiência nesta quinta-feira na qual o tribunal decidirá se permite sua soltura após pagamento de fiança.

No depoimento, Jean conta que Milena o acertou com uma chapinha de cabelo na cabeça e mordeu uma das suas coxas. Ao ser confrontado pelos policiais de como ela teria dado a mordida naquele local, não soube responder.

Na versão de Milena, que foi corroborada pelas crianças, ela foi agredida com oito socos e puxada pelos cabelos pelo marido no quarto de hotel em Orlando. O casal e as filhas estão de férias na cidade. As autoridades concluíram que ela agiu em legítima defesa.

O São Paulo já se manifestou por meio de notas e vai rescindir o contrato com o jogador. Porém, por questões trabalhistas, só poderá fazê-lo ao fim das férias do atleta.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ronaldo Barros disse:

    Goleiro Jean é solto nos EUA sem pagamento de fiança…O goleiro Jean Fernandes, do São Paulo, foi liberado, sem pagamento de fiança, na tarde desta quinta-feira 19, confirmou a VEJA o sistema prisional da Flórida, nos Estados Unidos…….ALGUÉM PRECISA CHECAR A NOTICIA

Goleiro Jean, do São Paulo, é preso nos EUA, acusado de agredir a esposa

Ficha da prisão do goleiro Jean nos Estados Unidos — Foto: Reprodução

O goleiro Jean, do São Paulo, foi preso nos Estados Unidos. O atleta foi detido acusado de agredir a esposa. Sua ficha já aparece no sistema do Departamento de Correções do Condado de Orange, na Florida.

Consta na ficha de Jean que ele foi preso no começo da manhã e pré-sentenciado por violência doméstica. O São Paulo estuda seriamente rescindir o contrato do jogador.

As acusações de violência vieram a público na madrugada desta quarta-feira, quando a esposa do jogador postou uma série de vídeos, com o rosto machucado, acusando Jean de agressão. O casal estava de férias em Orlando e havia visitado a Disney.

– Eu tô aqui, em Orlando, e olha o que Jean acabou de fazer comigo. Alguém me ajude. Jean acabou de me bater. Gente, socorro – diz ela em um dos vídeos.

Os vídeos postados por Milena acabaram salvos por pessoas que os assistiram e circulam por redes sociais, apesar de apagados por ela. Em outro vídeo, a esposa de Jean pede justiça, e é possível escutar uma voz masculina ao fundo, sugerindo que ela se preocupe com o futuro das filhas.

– Jean, goleiro do São Paulo. Olha o que ele fez comigo. Eu quero justiça – diz Milena.


O empresário de Jean, Paulo Pitombeira, está em contato com a diretoria do São Paulo para decidir os próximos passos. A ideia inicial do clube é rescindir o contrato. O Tricolor, antes de a prisão ser noticiada pelo GloboEsporte.com, soltou a seguinte nota oficial:

“O São Paulo Futebol Clube informa que acompanha o caso envolvendo o atleta Jean Paulo Fernandes Filho e aguarda apuração dos fatos para definir as medidas cabíveis.

Em seus quase 90 anos de existência, o São Paulo construiu uma história pautada por princípios sólidos de conduta dentro e fora de campo, e não abre mão deles.”

O GloboEsporte.com entrou em contato com o Itamaraty, o ministério das relações exteriores brasileiro, que ainda não respondeu.

Globo Esporte

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cidadão Indignado disse:

    Canalha! Como todos os embustes que agridem mulheres. Cadeia nessa cambada de delinquentes…

Eduardo Bolsonaro é destituído da presidência do PSL de São Paulo

Foto: Maandel Ngan – 30.ago.19/AFP

Depois de ter sido suspenso por um ano, Eduardo Bolsonaro foi destituído da presidência do diretório estadual do PSL de São Paulo, diz O Globo.

O registro do afastamento apareceu nesta quinta-feira no sistema do TSE.

De acordo com o partido, Eduardo não comanda o diretório paulista do PSL desde a última terça-feira. A decisão foi tomada pelo diretório nacional da legenda.

Além de Eduardo, toda a diretoria do PSL-SP foi destituída.

O Antagonista

Seguimento Delação Palocci: Lava Jato faz buscas em escritórios de advocacia em São Paulo e Brasília

FOTO: MICHAEL MELO/METRÓPOLES

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira(29), em conjunto com o Ministério Público Federal, nova fase da Operação Appius. Estão sendo cumpridos dois mandados de busca e apreensão, expedidos 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo, em escritórios de advocacia de investigados em São Paulo em Brasília.

Na primeira fase, deflagrada no último dia 7, a ação tinha como objetivo apurar crimes de corrupção e lavagem de dinheiro com base nas informações da delação premiada do ex-ministro dos governos petistas Antonio Palocci. O inquérito investiga o pagamento de propina por parte de uma empreiteira a agentes públicos com o fim de suspender e anular a Operação Castelo de Areia.

Em nota, o MPF diz reconhecer a importância da advocacia e o sigilo do local de trabalhos dos que exercem a atividade para o bom funcionamento da Justiça e que apenas em casos excepcionais escritórios de advocacia podem ser alvos de buscas. No entanto, o órgão justificou a medida porque ela é voltada a apuração de indícios de crimes praticados por advogado responsável pelo escritório alvo das buscas.

“As diligências realizadas hoje, autorizadas pela Justiça Federal em São Paulo, mostraram-se necessárias diante de circunstâncias atípicas verificadas durante o cumprimento de outras medidas investigativas, como por exemplo a ausência de computadores na(s) residência(s) do(s) advogado(s) investigado(s), embora ali houvesse impressoras, cabos de rede e de energia e monitores, além da formatação de celulares com apagamento de dados e de outros fatos que denotaram possíveis ações de ocultação de elementos relevantes à apuração”, diz a nota do MPF.

O órgão ressalta que em observância à lei, as medidas estão sendo cumpridas com o acompanhamento de um representante da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. valter disse:

    E quem não lembra do ministro da justiça no governo Lula, o falecido Márcio Tomaz Bastos ? "Agradaram" várias "autoridades" no STJ para abortar OPERAÇÃO CASTELO DE AREIA, natimorto da OPERAÇÃO LAVAJATO. Lastimável. A "punição" é a aposentadoria compulsória, mas na verdade é um prêmio.

  2. Atento disse:

    Bandido de todo jeito. Oh Brasil velho esculhambado.

    • Zulmira Melo disse:

      Que vergonha o judiciário Brasileiro!!!!!!!

    • Tertu disse:

      Vergonha judiciário? Tás Zulmira? Deve-se é parabenizar essa justiça que tá defendendo o Brasil dos criminosos. O stf é que defende bandidos, e é lamentável e revoltante

FOTOS: Evento da PM em São Paulo tem aplausos para Bolsonaro e vaias para Doria

Foto: Divulgação

O primeiro encontro entre João Doria (PSDB-SP) e Jair Bolsonaro (PSL-RJ) desde a troca de farpas entre ambos nos últimos meses foi marcada por vaias ao governador de São Paulo e aplausos ao presidente. Os dois compareceram à formatura dos sargentos da Polícia Militar de São Paulo, na manhã desta sexta-feira, ao lado de outras autoridades, no Sambódromo do Anhembi, na capital paulista.

O governador foi vaiado em pelo menos três pontos do evento: quando foi anunciado, durante a passagem da tropa e, por fim, antes de seu discurso. Na fala ao público, no entanto, Doria arrancou aplausos com elogios à Polícia Militar.

Mesmo com as vaias, o governador manteve certa distância do governo federal. Em seu discurso, destacou que São Paulo é um estado parceiro “das boas ações do Brasil”.

— Tudo o que for positivo para o estado, o governador estará ao lado. Em São Paulo, não fazemos oposição ao Brasil, estamos ao lado do Brasil. Todas as propostas positivas para o nosso povo terão o nosso apoio — disse Doria.

Bolsonaro, por sua vez, foi fortemente aplaudido ao ser anunciado. Ele chegou a descer do palco e tirou fotos com os novos sargentos e seus familiares. No palco, ficou sentado ao lado do governador.

No seu discurso, com forte carga ideológica, Bolsonaro lembrou que é paulista (o presidente nasceu em Glicério e cresceu na cidade de Eldorado, no Vale do Ribeira).

Bolsonaro destacou a morte do tenente Alberto Mendes Júnior em 1970, no Vale do Ribeira, durante ação de combate a guerrilheiros comandados por Carlos Lamarca. O presidente auxiliou nas buscas na época, um dos motivos para iniciar sua carreira militar.

Autos de resistência

De acordo com Bolsonaro, o regime militar tinha como objetivo defender a liberdade da população.

— Combatemos a esquerda que queria pela força roubar nossa liberdade impondo um plano absoluto de poder. Perderam! — disse Bolsonaro.

Foto: Gov SP

Bolsonaro foi ao evento acompanhado dos ministros Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI); Ricardo Salles, do Meio Ambiente, e Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo.

O presidente também lembrou de seu discurso na Organização das Nações Unidas (ONU), onde defendeu o trabalho da Polícia Militar do Brasil, considerada uma das mais letais do mundo.

Também na semana passada, durante lançamento do pacote anticrime, Bolsonaro afirmou que os chamados “autos de resistência”, homicídios decorrentes de oposição à intervenção policial, seria um sinal de bom trabalho dos policiais. Segundo ele, um agente com 20 autos deveria ter 50.

— É motivo de honra e satisfação estar aqui. E grande parte de vocês que pela suas mãos me honraram. Enquanto vivo estiver estarei ao lado do povo brasileiro, dos nossos policiais que tanto exemplo dão para todos nós — disse o presidente.

Em entrevista à “GloboNews”, na semana passada, Doria afirmou que nunca foi bolsonarista, apesar de ter promovido o voto “Bolsodoria” no segundo turno das eleições de 2018. Por outro lado, o presidente também atacou o governador de São Paulo ao citar uma linha de financiamento do BNDES que concedia juros menores para a compra de jatinhos, usada por Doria para adiquirir sua aeronave.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Natalense disse:

    Não entendi , q faço ?

  2. JBBatista. disse:

    Duas bostas.

    • Timóteo disse:

      Bom são os corruptos e os ditadores de Cuba, Venezuela, Coréia do Norte…
      Tá ruim? Os paraísos da igualdade social de Cuba e Venezuela esperam por vc de braços abertos.

FOTO: Bolsonaro tem alta e deixa hospital em São Paulo

Foto: Reprodução/TV Globo

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) teve alta na tarde desta segunda-feira (16), e deixou o Hospital Vila Nova Star, na Zona Sul de São Paulo, pouco antes das 15h. Ele seguiu para o Aeroporto de Congonhas para viajar para a Brasília, onde seguirá se recuperando.

Bolsonaro estava internado no hospital desde sábado (7) para uma cirurgia de correção de uma hérnia (saliência de tecido) surgida no local das intervenções anteriores.

O vice-presidente Hamilton Mourão permanecerá como presidente em exercício até quarta-feira (18), segundo o Palácio do Planalto.

A primeira previsão era que o presidente retomasse o cargo na sexta-feira passada. Depois, isso foi adiado para terça –na manhã desta segunda, inclusive, Mourão havia dito que ficaria no cargo apenas até esta segunda.

A viagem do presidente para Nova York, onde ocorrerá assembleia-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), foi adiada em um dia: em vez de ocorrer em 22, será no dia 23.

Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, a mudança na data da viagem não altera a participação de Bolsonaro no evento.

Neste domingo (15), Bolsonaro recebeu a vista do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

O ministro entrou no hospital na Vila Nova Conceição, Zona Sul de São Paulo, sem ser visto e não falou com a imprensa. Acompanhado da sua mulher, Rosângela Moro, visitou o presidente por cerca de 20 minutos e, depois, postou em seu Twitter uma foto ao lado de Bolsonaro e a primeira-dama, Michele Bolsonaro. “Visita ao sr. Presidente e à Sera. Primeira-dama. Conversa agradável. Presidente recupera-se muito bem. O homem é forte”, diz o post. Pouco depois, Bolsonaro postou a mesma foto em sua conta no Twitter, mas sem nenhuma legenda.

Quarta cirurgia

Esta foi a quarta operação desde a facada sofrida por Bolsonaro durante a campanha eleitoral de 2018. Desta vez, o objetivo era corrigir uma hérnia (saliência de tecido) surgida no local das intervenções anteriores.

A alta vai ocorrer após sessão de fisioterapia no hospital. “A alta aconteceu em função da melhora dos exames, do trânsito intestinal, da melhora como um todo”, disse no fim da manhã o médico Antônio Luiz Macedo. Segundo o cirurgião, no domingo o presidente caminhou 3 km pelo hospital.

Durante o período de recuperação, o presidente deverá “seguir as orientações médicas relacionadas a dieta e atividade física”, segundo o boletim médico. “A gente prefere que ele fique em repouso em casa e que não faça esforço físico nem esforço de falar demais”, disse Macedo.

Alimentação

A dieta pela veia foi suspensa no sábado (14). Agora, o presidente segue com alimentação cremosa. Segundo o médico, isso ocorre porque “ainda tem um pouco de gás no intestino delgado”. “A dieta cremosa tem calorias suficientes para sustentar. Cerca de duas mil calorias por dia”, disse.

A próxima etapa será a ingestão de alimentos pastosos. “Ele veio com melhora progressiva, foi aceitando a alimentação oral, foi uma evolução que se esperava e os cuidados devem se manter“, disse o porta-voz Barros.

Nesta sexta (20), a equipe médica do Hospital Vila Nova Star irá a outro centro médico da rede D’Or em Brasília para avaliar a recuperação do presidente. “Ele fará exame de sangue e imagem. Se estiver como eu gosto o abdômen, aí eu libero a dieta normal para ele na sexta”, disse o médico Macedo.

ONU

Segundo o porta-voz, está mantida a programação para a participação do presidente na Assembleia da ONU, em Nova York, no dia 24 de setembro. A viagem para a cidade norte-americana, que estava prevista para o dia 22, foi adiada para o 23.

Como de costume, o presidente brasileiro é quem faz o discurso de abertura da assembleia. Segundo Barros, o texto “está sendo promovido a várias mãos”. “O senhor presidente da República tem já entendido ou sinalizado quais são as ideias, quais são os tópicos frasais que devem ser abordados. Mas efetivamente o discurso só estará encerrado um pouco mais adiante quando o senhor presidente, junto com a sua equipe de assessoramento, debruçar-se-á sobre ele e definirá a finalização.”

Após o evento, Bolsonaro e sua comitiva devem seguir para o Texas, onde haverá “uma reunião com industriais, com empresários –alguns deles, inclusive, oficiais generais das Forças Armadas americanas–, e do Texas retornamos ao Brasil”, disse Barros. “Ele retorna no dia 25. O encurtamento é por recomendação médica.”

O porta-voz acrescentou que, no final de outubro, o presidente viajará para Japão, China e Oriente Médio pelo período de 10 dias.

G1

 

Lula e irmão são denunciados pela Lava-Jato de São Paulo

Foto: Jorge William / Agência O Globo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o seu irmão Frei Chico foram denunciados pela força-tarefa da Lava-Jato em São Paulo por corrupção passiva junto com os donos da Odebrecht, Emilio e Marcelo Odebrecht, e o ex-diretor da empresa Alexandrino Alencar.

De acordo com o Ministério Público Federal, Frei Chico recebeu R$ 1.131.333,12, por meio de pagamento de “mesada” que variou de R$ 3 mil a R$ 5 mil. Os procuradores dizem que o pagamento era parte de um “pacote” de vantagens indevidas oferecidas a Lula, em troca de benefícios diversos obtidos pela Odebrecht junto ao governo federal.

Militante sindical histórico, Frei Chico foi responsável por incitivar Lula a inicar a sua atuação no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Segundo a denúncia, o irmão do ex-presidente começou a sua relação com Odebrecht nos anos 1990. Na época, trabalhadores do setor químico e petroquímico apresentavam uma forte resistência ao Programa Nacional de Desestatização, que estava em curso.

O então presidente da Odebrecht, Emilio Odebrecht, buscou uma aproximação com Lula, que sugeriu a contratação de Frei Chico como consultor para intermediar um diálogo entre a empresa e os trabalhadores. O irmão de Lula foi contratado e passou a ser remunerado por uma consultoria efetivamente prestada para a Odebrecht no meio sindical.

Em 2002, após eleição de Lula, a Odebrecht pensou em encerrar o contrato porque o programa de privatização já havia sido concretizado. Mas, ainda de acordo com os procuradores, a cúpula da empresa resolveu manter os pagamentos com o objetivo de que interesses da companhia fossem atendidos. Segundo a denúncia, os pagamentos começaram em janeiro de 2003, no valor de R$ 3 mil, em junho de 2007 passaram a ser feitos de R$ 15 mil a cada três meses (equivalente a R$ 5 mil por mês), e só terminaram em 2015, com a prisão de Alexandrino Alencar, o executivo responsável por operar os repasses.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Andinho disse:

    Eita o sapo barbudo já pode pedir música no Fantástico, com esta já são 03 processos, o triplex do Guarujá, o sítio em Atibaia, e agora o mesadão da Odebrecht.

  2. Jorge disse:

    Saber que um dia defendi esse FDP. Um cafezinho que tomava, pedia a nota para prestar conta. Não gastava um centavo, era pra causa. Enquanto isso esses canalhas torrando milhões, b ilhoes, e eu inocente nas mais desses fdp. Prisão perpétua é pouco pra esses canalhas corruptos e os defensores dele.

  3. Hulkenberg disse:

    Rapaz!
    Pelo andar da carruagem, daqui pra 2030 ninguém vai mais poder pedir musica no fantástico.
    A grade vai estar ocupado pela jararaca até lá.
    Vige maria!
    Como é que um ex presidente da república tem uma ficha criminal dessas homi?
    Pelas caridade!!

  4. Carlos Bastos disse:

    Toda vez que descobre uma sacanagem da lava jato contra o Lula, aí MPF inventa uma condenação.

  5. Gustavo disse:

    Mais uma. Tá quase empata do com o Cabral. Não adianta os zumbis espernear em. Esse daí é bandido da pior espécie. E chefia, não uma partido, mas uma organização criminosa.

  6. Justo Veríssimo disse:

    Deixa esse rato verme apodrecer…quebrou o país , e ainda tem imbecil que acredita nesse FDP

  7. Justo Veríssimo disse:

    e ainda tem demente mental que chama esse cara de inocente… e vem encher nossos ouvidos com o mantra de lulalivre…. bota tudinho na Venezuela…

  8. Ivan disse:

    Bora lava-jatoooo!!!!!!!! Os corruptos e seus adoradores piramKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  9. Lulapreso disse:

    Novamente? Gente, alguém sabe informar a quantos processos esse elemento já responde na justiça? Que ficha corrida é essa minha gente?

  10. Pt Vergonha disse:

    Bora, bora! Cadê os defensores da jararaca? Amo os minions, olha aí seu bandido de estimação!!!

FOTOS: Ex-BBB, potiguar Isabella Cecchi, põe silicone, muda de Natal para São Paulo e mira carreira de atriz

Foto: Reprodução/Instagram

A potiguar Isabella Cecchi, que foi a sexta eliminada do Big Brother Brasil 19, está de malas prontas para São Paulo. Pela primeira vez, a Miss Natal 2014 deixa a casa da família para morar sozinha e está muito animada com a nova fase da vida. Além disso, a loira conta ao Gshow, em um vídeo exclusivo, que fez uma cirurgia plástica e está se recuperando.

“Coloquei silicone, estou superfeliz com o resultado”, revela Isabella, que escolheu uma prótese de 300 ml.

O desejo da ex-sister de ficar mais “turbinada” é antigo. Antes mesmo de entrar na casa mais vigiada do Brasil, Isabella contou que já havia feito lipoaspiração e tinha vontade de colocar silicione nos seios.

Isabella antes de entrar no BBB19 — Foto: Ariane Ducati/Gshow

Já sobre a mudança de Natal, no Rio Grande do Norte, para a capital paulista, Bella – que aproveitou a visibilidade do reality e as oportunidades para trabalhar como digital influencer, em eventos e publicidades – entrega que foi uma escolha focada no futuro de sua carreira.

Depois de abandonar a faculdade de Odontologia para investir no sonho de se formar médica, como a mãe, a potiguar passou no vestibular de Medicina, mas agora quer focar nas Artes Cênicas e Comunicação.

“Hoje, graças a Deus, eu conquistei a minha independência financeira. Tenho feito em média 10 campanhas por semana junto com eventos, presença. Mas sei que dinheiro não é eterno, é preciso ter disciplina, investir na carreira, levar a sério. Estou de mudança para São Paulo, no final de setembro começo o curso de teatro, adoro esse mundo da TV, acredito que vou me dar muito bem atuando”.

“Eu que sou superfamília vou ter que me adaptar bem a essa nova fase. Estou indo para lá para estudar, vou fazer alguns cursos, workshops de atriz, de apresentadora… Quero estudar um pouquinho esse universo”, conta Bella.

Isabella Cecchi viajou a Dubai a trabalho — Foto: Divulgação / Giovanna Curi

De olho no futuro, ela já sabe bem quem são suas inspirações seguir na carreira artística: “A Grazi Massafera é um grande exemplo de determinação, de força, coragem, chegou e mostrou para o que veio mesmo, e está aí fazendo o maior sucesso, é uma baita atriz. Outra que eu também acho maravilhosa é a Paolla Oliveira, não só profissionalmente, mas a pessoa dela, é muito doce, muito amável”.

GSHOW – Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ozias Vieira l disse:

    Quem é essa atriz? Nhen, nhen, nhen

  2. Garibaldo Laranjeiras disse:

    Com toda certeza será uma ótima hatriz…hahahaha

    • Zé Garcez disse:

      Deixa a moça seguir o seu caminho, seus sonhos.
      Deixem de preconceito.

Ex-diretor do Metrô de São Paulo delata fraudes e propinas para campanhas do PSDB

Foto: Reprodução Assembleia Legislativa de São Paulo

Em delação premiada, o ex-diretor do Metrô de São Paulo Sérgio Corrêa Brasil revelou supostos esquemas de propinas para abastecer as campanhas do alto escalão do PSDB ao governo estadual de São Paulo e também um suposto mensalão na Assembleia Legislativa para apoiar os interesses de governadores tucanos.

Em uma série de depoimentos ao Ministério Público Federal, Brasil relata que as vantagens teriam beneficiado candidaturas de José Serra e Geraldo Alckmin e que acertos e repasses chegaram a ser realizados junto ao atual vice-governador paulista, Rodrigo Garcia (DEM).

O delator não diz que entregou ou mandou entregar valores ilícitos em mãos de Serra e Alckmin. Mas afirma que o dinheiro seguia para as campanhas dos tucanos.

Confessa ter recebido propinas milionárias nas obras das Linhas 2-Verde, 5-Lilás e 6-Laranja, cita candidaturas de Alckmin e Serra, ‘apoio’ de partidos e deputados da Assembleia Legislativa do Estado e rotina de entregas de dinheiro vivo em escritórios políticos, cafés, restaurantes e shoppings.

No âmbito da Justiça estadual, Brasil já está denunciado criminalmente por corrupção na 12.ª Vara Criminal da Capital. Na planilha de propinas da Odebrecht, ele era o ‘Encostado’ ou ‘Brasileiro’.

Sérgio Brasil começou a negociar em junho de 2018 sua delação com a força tarefa da Lava Jato em São Paulo. Em outubro fez diversos depoimentos. A delação foi homologada agora pela Justiça Federal.

Ele narra um alentado esquema de corrupção no Metrô que teria se iniciado em 2003 e perdurado até, pelo menos, 2014.

A colaboração de Brasil com a força-tarefa da Operação Lava Jato em São Paulo foi homologada pelo juiz João Batista Gonçalves, da 6.ª Vara Criminal Federal.

O delator descreve ilícitos relativos às obras das linhas 2 – Verde, 5 – Lilás, e 6 – Laranja. Ainda haveria supostos esquemas na Linha 4 – Amarela, mas ele diz que, neste caso, não chegaram a render propinas. Cita, ainda, em meio à rotina de ilícitos o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Apontou o nome de um ex-conselheiro, Eduardo Bittencourt de Carvalho, já réu em ação por improbidade e enriquecimento ilícito.

Brasil diz ter sido procurado, inicialmente, pelo executivo Fábio Gandolfo, da Odebrecht, para receber meio por cento dos contratos da Linha 2 – Verde, ainda em 2003.

“Fábio narrou que havia um sistema implantado de financiamento politico-partidário em favor dos partidos de sustentação do governador Geraldo Alckmin (PSDB), quais sejam, PPS, PSDB, PFL e PTB. Era pago um valor mensal a cada um dos partidos, para que eles dessem sustentação as propostas e aspirações do Governo na Assembleia Legislativa.”

Entre os deputados estaduais supostamente abastecidos pelo ‘mensalinho’ estariam Edson Aparecido (PSDB) e Campos Machado (PTB). “Tive conhecimento,por intermédio de Fábio Gandolfo, que havia internamente nos partidos políticos PTB, PFL, PSDB e PPS uma espécie de ‘loteamento de arrecadação’, de modo que os valores advindos do Metrô-SP seriam destinados ao PFL e ao PPS, enquanto os valores advindos da CPTM/EMTU seriam destinados ao PSDB e ao PTB.”

Ele diz ter feito repasses aos então deputados estaduais Arnaldo Jardim (PPS) e Rodrigo Garcia (DEM). Brasil diz que Rodrigo Garcia foi seu ‘padrinho’ político.

“Por vezes, entreguei tais valores para a assessora de Arnaldo Jardim, a qual se chamava Roxana. Acredito que, ao todo,fiz cerca de 15 ou 20 entregas de valores indevidos no escritório politico de Arnaldo Jardim, sendo que os valores entregues variavam de R$ 40 mil a R$ 60 mil e algumas vezes entreguei valores próximos a R$ 100 mil”, vai contando.

“Antes de fazer as entregas, eu ligava para Roxana ou Arnaldo Jardim, a fim de informá-los que iria lá. Por vezes, eu também era cobrado por eles para fazer os repasses políticos”, diz Brasil.

O delator registra que, embora as entregas fossem no escritório de Jardim, à Rua Veneza, Jardins, manteve ‘contato durante o período com Rodrigo Garcia, especialmente porque fazia visitas a ele em seu gabinete, na Assembleia Legislativa de São Paulo’. “Estimo que cerca de cinquenta por cento daquilo que recebi foi destinado a tais pessoas.”

Já em 2010, nas proximidades das campanhas eleitorais de Serra à Presidência e de Alckmin ao governo de São Paulo, ele relata ter recebido pedidos decorrentes de obras da Linha 5 – Lilás.

“Assim, eu era procurado rotineiramente por Silvio Ranciaro, Carlos Alberto Balotta Barros de Oliveira e João Câmara, todos do PSDB, a fim de que pudesse colaborar com a arrecadação de valores para as campanhas politicas, quando as construtoras sagraram-se vencedoras no segundo edital. Aproveitando-me do clima de euforia, solicitei a Celso , da Construtora Norberto Odebrecht, e ao Anuar Caram, da Andrade Gutierrez, que realizassem uma gestão entre as construtoras parceiras para suprir as necessidades de campanha eleitoral dos políticos José Serra, Geraldo Alckmin, José Aníbal, e Edson Aparecido.”

“Não sei se essas ‘contribuições’ eram feitas travestidas como doações oficiais de campanha ou ‘por fora’. Em minha ótica, essas ‘contribuições’ estavam atreladas à obra da Linha 5, Lilás, Metrô-SP, especialmente porque só foram efetivadas em razão das empreiteiras terem se sagrado vencedoras da licitação da referida obra”, segue.

Já na campanha de 2014, quando Alckmin se reelegeu, Brasil diz que o então tesoureiro do ex-governador, o ex-secretário Marcos Monteiro, era o arrecadador da campanha do tucano junto a contratos do Metrô.

Ele afirma que Monteiro ‘tinha como função acompanhar o processo licitatório com finalidade arrecadatória eleitoral, sem, contudo,ter qualquer vinculo institucional com o processo licitatório’.

“O senador José Serra não é citado como beneficiário na delação e reafirma que jamais recebeu vantagens indevidas em 40 anos de vida pública e sempre pautou sua carreira política na lisura e austeridade em relação em relação aos gastos públicos.”

A reportagem pediu manifestação do ex-governador, via assessoria do Diretório estadual do PSDB.

“Trata-se de uma acusação sem fundamento. Rodrigo Garcia já foi inocentado no STF por falsas acusações referentes ao metrô de São Paulo e lutará novamente contra essa injustiça.”

COM A PALAVRA, O METRÔ

“O Metrô é o maior interessado na apuração de todos os fatos e, se comprovada qualquer irregularidade, apoia a punição dos envolvidos e o ressarcimento dos eventuais prejuízos dos cofres públicos.”

COM A PALAVRA, O ADVOGADO DANIEL CASAGRANDE, QUE DEFENDE SÉRGIO BRASIL

PublicidadeFechar anúncio
“Sérgio Brasil é colaborador da Justiça e está cumprindo com as obrigações que assumiu quando da assinatura de seu acordo com a Força Tarefa da Operação Lava Jato em São Paulo, acordo esse, inclusive, já homologado pela Justiça Federal de São Paulo. Nesta linha, aguarda a apuração dos fatos pela Justiça e se coloca à disposição do Poder Judiciário.”

COM A PALAVRA, O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

“O senhor Eduardo Bittencourt está desligado do Tribunal de Contas desde 1 de abril de 2012, portanto não possui mais vínculos com o órgão. Todas as questões acerca de supostos atos praticados estão sendo conduzidas pelo Ministério Público de São Paulo e pela Justiça.

O Tribunal de Contas desconhece o teor das supostas delações e permanece à disposição para prestar eventuais esclarecimentos.”

“A Andrade Gutierrez informa que apoia toda iniciativa de combate à corrupção, e que visa a esclarecer fatos ocorridos no passado. A companhia assumiu esse compromisso público em um manifesto veiculado nos principais jornais do país e segue colaborando com as investigações em curso dentro dos acordos de leniência firmados com o Ministério Público Federal (MPF), com a Controladoria Geral da União (CGU), com a Advocacia Geral da União (AGU) e com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Cabe ressaltar que a empresa tem total interesse em esclarecer os fatos que abrangem as obras do metrô e já se coloca à disposição das autoridades competentes para uma colaboração ampla e irrestrita das informações de que tem conhecimento.

A Andrade Gutierrez reforça anda que incorporou diferentes iniciativas nas suas operações para garantir a lisura e a transparência de suas relações comerciais, seja com clientes ou fornecedores, e afirma que tudo aquilo que não seguir rígidos padrões éticos será imediatamente rechaçado pela companhia.”

COM A PALAVRA, A ODEBRECHT

“A Odebrecht tem colaborado de forma permanente e eficaz com as autoridades, em busca do pleno esclarecimento de fatos do passado. Hoje, a Odebrecht está inteiramente transformada. Usa as mais recomendadas normas de conformidade em seus processos internos e segue comprometida com uma atuação ética, íntegra e transparente”.

COM A PALAVRA, O ADVOGADO GUILHERME CORONA, QUE DEFENDE MARCOS MONTEIRO

“O advogado Guilherme Corona, responsável pela defesa de Marcos Monteiro, informa que não teve conhecimento do teor das declarações prestadas e nem do seu contexto de modo que não irá comentá-las. Reitera que seu cliente sempre pautou sua vida pública dentro da legalidade.”

COM A PALAVRA, O PSDB

A reportagem entrou em contato com o Partido. O espaço está aberto para manifestação.

COM A PALAVRA, O PTB

A reportagem entrou em contato com o Partido. O espaço está aberto para manifestação.

COM A PALAVRA, O CIDADANIA (ANTIGO PPS)

A reportagem entrou em contato com o Partido. O espaço está aberto para manifestação.

A reportagem entrou em contato com a defesa de Luiz Frayze. O espaço está aberto para manifestação.

A reportagem entrou em contato com a Assessoria de Arnaldo Jardim. O espaço está aberto para manifestação.

A reportagem entrou em contato com a Assessoria de Imprensa da Camargo Corrêa. O espaço está aberto para manifestação.

A reportagem entrou em contato com a Assessoria de José Anibal. O espaço está aberto para manifestação

A reportagem tenta contato com Fábio Gandolfo. O espaço está aberto para manifestação.

A reportagem tenta contato com Edson Aparecido. O espaço está aberto para manifestação.

A reportagem tenta contato com Campos Machado. O espaço está aberto para manifestação.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. GEORGE VIANA disse:

    Existe Ministério Público em São Paulo?

  2. Ana leticia disse:

    A PF junto com o MP e a justiça tem que apertar essa corja que roubou o país nesses últimos 50 anos, desses políticos que estão aí não escapa um, era normal roubar, corromper, saquer de tudo que é de maneira e em todas as esferas, Municipal, Estadual e Federal. Cabe agora ao Moro cobrar as devidas instâncias que agilizam todos os processos que estão engavetados a anos. E com relação ao psdb é igual a todos os outros, PT PCDO B PSTU PMDB PSB……

  3. Ivan disse:

    PSDB é cabuloso tb???? kkkkkkkkkkkkkkkkk….Partido bandido, igual seu irmão PT…. Ladrões!!!! Como vc´s defendem tanto bandido?????

  4. Culpado disse:

    Quando vão surgir as manchetes culpando Bolsonaro por isso?
    Soube que teve uma vez onde um primo de um conhecido de Bolsonaro estava numa reunião sobre o metrô de São Paulo. então Bolsonaro tem culpa.
    Não vai sair a condenação não? Estão esperando o quê? Mais provas?
    Não é assim que a mídia e a esquerda vem tratando Bolsonaro? Segue o jogo…

    • Erick disse:

      Aí aparece uma notícia do antro do PSDB há mais de 25 anos (SP) e o gado acaba tentando achar que a "Imprensa Golpista" está atrás do Presidente. Sabe quem tinha mania de perseguição? Os lula-livre…

    • Pietra disse:

      Kkkkk…. acharam o Queiroz amigo…
      Bozo tem muito com quem se preocupar…se ele falar, a famiglia toda vai em cana…

    • Anti-Político de Estimação disse:

      O que é mais parecido com um bolsominion, na essência ??????. Resposta : um petralha.
      Ambos tem mania de pureza ( para si ), de acusação ( com os outros ) e de perseguição ( com a imprensa ).

    • Everton disse:

      Petralhas e Minions, dois lados da mesma moeda.