Adolescentes suspeitos de assalto a transporte coletivo são apreendidos pela Guarda Municipal em Natal

Foto: Divulgação

A Guarda Municipal do Natal (GMN) aprendeu, nessa terça-feira (15), dois adolescentes de 17 e 16 anos suspeitos de roubo a um transporte coletivo da empresa Santa Maria. Os detidos foram pegos pelos guardas municipais minutos após a consumação do delito, que ocorreu na Rua Padre João Manoel, no bairro de Cidade Alta.

De acordo com informações repassadas pela Coordenação da Ronda Saúde da GMN, os guardas municipais faziam patrulhamento na área do Hospital dos Pescadores, no bairro da Rocas, quando o motorista do ônibus da empresa Santa Maria solicitou apoio da guarnição relatando que dois homens haviam acabado de fazer um arrastão no transporte coletivo levando todo o dinheiro que estava no caixa.

Os guardas municipais saíram em diligência no intuito de capturar os suspeitos e de posse das características dos dois rapazes conseguiu localizar, identificar e apreender os adolescentes. Logo em seguida, os suspeitos foram apresentados as vítimas que os reconheceram como sendo os autores do assalto.

Os adolescentes foram conduzidos a Delegacia de Plantão Zona Sul onde foram concluídos os procedimentos de apreensão, ficando ambos à disposição da justiça.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Az disse:

    Pode juntar toda a policia pra fazer segurança nos ônibus que eles migram pra farmácia, mercadinhos e etc ,esse ECA é uma mãe, não tem jeito se não mudar.

  2. J .fernandes disse:

    Tem que juntar todas as polícias para coibir assaltos a transportes, já é sofrido por causa das goteiras, baratas e lotações!

Guarda Municipal de Natal reforça orientações de conduta no Parque da Cidade

Foto: Divulgação

O Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) vem reforçando as orientações à população que visita a área do Parque da Cidade do Natal, no sentido apontar para a atenção as normas exigidas dentro da reserva ambiental que é uma das mais importantes da capital potiguar. O trabalho dos guardas municipais está focado principalmente na circulação das trilhas pavimentadas e naturais, como também no uso de bicicletas e respeito a fauna e flora nativa.

De acordo com a coordenadora do Gaam/GMN, Francineide Maria, a área do Parque da Cidade é bem sinalizada com as informações e normas, porém é preciso que as pessoas fiquem atentas as orientações e sigam corretamente os procedimentos que têm como fator primordial a preservação e o uso racional e sustentável da área. “A obediência à sinalização que orienta as trilhas para caminhada, como também a direcionada ao ciclista e ainda a velocidade permitida para pedalar na área é importante para que sejam evitados acidentes ou qualquer outro tipo de conflito relacionado com a inobservância das regras”, alertou.

A coordenadora lembrou que todo o Parque da Cidade conta com patrulhamento de guardas municipais do Gaam e da Ronda de Proteção Ambiental (Ropam) e qualquer dúvida sobre os procedimentos dentro da Parque pode ser tirada diretamente com os guardas que estão no local para fazer a segurança, como também para orientar as pessoas que frequentam a unidade ambiental. “Nossos guardas municipais estão patrulhando 24h e o cidadão pode nos procurar a qualquer momento em caso de necessidade ou dúvidas”, comentou Francineide.

Um dos cuidados mais importantes que os visitantes devem ter é com os animais que frequentemente cruzam as áreas de trilhas. Nessa situação, é proibido fazer qualquer ato que atente contra a integridade física dos mesmo ou outra ação que busque capturar qualquer ser vivo da fauna e da flora local. “O visitante tem que ter consciência que está dentro de uma Zona de Proteção Ambiental e deve respeitar o habitat e as espécies que ali se encontram”, acrescentou a coordenadora.

Além das trilhas naturais, o Parque da Cidade dispõe de outras cinco trilhas pavimentadas: Pau Brasil (1.360m), Pôr-do-Sol (640m), Vento (600m), Nascente (300m), e Torre (220m). Nessa situação, os espaços são abertos ao público de domingo a domingo das 05h às 18h.

Guarda Municipal de Natal vai contar com estande de tiro prático de arma de fogo

A Guarda Municipal do Natal (GMN) vai contar com um estande de tiro prático dentro da sede administrativa e operacional da instituição que fica localizada no bairro Potengi, na zona Norte da capital. O projeto de construção do equipamento se encontra na fase final de conclusão, onde já foi realizada a concretagem total da parte interna e externa do fundo do prédio onde ficarão dispostos os alvos estáticos utilizados no treinamento de disparo policial de arma de fogo.

O estande de tiro prático vai ser utilizado para contribuir com o aperfeiçoamento e formação dos guardas municipais da capital. Atualmente, a corporação realiza o treinamento de disparo de arma fogo do seu efetivo em estandes de instituições parceiras, a exemplo da Polícia Militar e de empresas privadas que dispõem do equipamento de treinamento.

O comandante da GMN, Alberfran Grilo, explicou que o estande próprio vai possibilitar o treinamento constante dos guardas municipais, já que o equipamento se encontra dentro da instituição, o que facilita o acesso dos agentes. “Somos uma corporação que tem como uma de suas ferramentas de trabalho o armamento letal e isso requer um aperfeiçoamento constante dos nossos guardas para que a arma seja utilizada de maneira segura e eficiente”, comentou.

O titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social, Pedro Jorge, acrescentou que a capacitação continuada dos agentes de segurança pública da GMN é uma de suas metas que vai ao encontro da formação de efetivo cada vez mais apto para atender as necessidades da sociedade. “Estamos empenhados em investir cada vez mais em capacitação”, garantiu.

Outro ponto importante é que todo o efetivo da GMN passa anualmente por curso de aperfeiçoamento de 80h, sendo que parte dessa capacitação é referente ao manuseio e uso de arma de fogo. O treinamento anual faz parte do convênio firmado entre a Prefeitura do Natal e o Departamento de Polícia Federal do RN. O convênio rege o direito do porte de arma institucional e particular dos integrantes da GMN.

A construção do estande de tiro prático da GMN vem contando com o apoio total dos guardas municipais que estão empenhados na construção e adequação do prédio onde funcionará o equipamento de aperfeiçoamento de disparo de arma de fogo da corporação. “Esse estande de tiro é um sonho da Guarda Municipal e vem sendo construído pela união de todos nesse processo”, concluiu o comandante.

Guarda Municipal de Natal joga ‘cagaço no ventilador’ e desmoraliza delegado ao revelar crime ignorado

O Comando Geral da Guarda Municipal de Natal (GMN), para citar um ditado popular, jogou barro no ventilador ao emitir uma nota em que esclarece um ocorrido com um mendigo que terminou preso e sobre o qual um delegado fez despacho criticando a condução à delegacia por, digamos assim, liberação de ventre.

O delegado escreveu que faltava materialidade de crime. Mas a GMN derrubou seu despacho, que se tornou viral no Brasil, ao entregar provas de crime, quais sejam, o furto de refletores de LED. A nota da guarda desmoraliza o despacho do delegado ao jogar para o público que um crime foi ignorado.

Confira

NOTA DE REPÚDIO

O Comando Geral da Guarda Municipal do Natal (GMN) vem a público repudiar e esclarecer sobre a ocorrência atendida pela guarnição da corporação no domingo (05), a qual é objeto de despacho do Delegado de Polícia Civil, Aldo Lopes de Araújo:

1 – O Boletim de Ocorrência nº J2018018001429 (objeto do despacho) tem na sua identificação o Tipo de FURTO, ou seja, o cidadão foi detido e conduzido pela GMN a Delegacia de Plantão da Zona Norte sob suspeita de ser o autor do furto de dois refletores de LED pertencentes ao Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Marluce Carlos de Melo;

2- Diante do fato, a GMN deteve o suspeito dentro das instalações do CMEI e o conduziu juntamente com o material do furto a Delegacia de Polícia Civil de Plantão da Zona Norte, seguindo o procedimento legal de entregar o detido a autoridade competente da Polícia Judiciária para que a mesma conduza as investigações referente ao caso, objeto de sua competência institucional;

Veja mais – FOTO: Delegado de plantão em Natal dá cagaço em despacho por “obrada” de sem teto em espaço público

3- Ressaltamos que o despacho do Delegado de Polícia Civil Aldo Lopes de Araújo agride gratuitamente e sem nenhuma razão a imagem institucional da GMN, corporação essa que ao longo dos seus 27 anos de existência zela pela relação harmônica e parceira entre as instituições de segurança pública, sempre atuando dentro da legalidade, respeito a legislação e aos direitos humanos, na busca de contribuir com construção de cenário social onde a segurança e o direito do cidadão sejam perenes;

4- Por fim, o Comando Geral da GMN reafirma a toda sociedade que cada um de nossos agentes e todo o nosso aparato institucional continua com firmeza pronto e apto a atender o cidadão natalense, zelando pela segurança, pela cidadania e pelo bem comum da nossa sociedade.

Alberfran Câmara Grilo
Comandante Geral da Guarda Municipal do Natal
Natal-RN, 08 de agosto de 2018

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ângelo Júnior disse:

    Isso requer uma sindicância ou Processo Administrativo, pois trata-se de algo sério e, não de brincadeira, onde, em tese, faltou classe na decisão do delegado, autoridade que pelo cargo que exerce e do status que lhe é conferido, não é aceitável esse seu posicionamento, principalmente, em razão dessa nota da Guarda Municipal. A verdade tem que ser esclarecida para a sociedade saber o que realmente ocorreu e, quem se achar em culpa, que seja punido.

  2. Mpj disse:

    Furto é crime em qualquer lugar do mundo, procurem se informar direito antes de tecer comentários sem noção. E outra coisa, vi em outro blog que foi apresentado sim os refletores na furtados na delegacia.

  3. Alexandre Souza disse:

    NOTA DE REPÚDIO

    O Comando Geral da Guarda Municipal do Natal (GMN) vem a público repudiar e esclarecer sobre a ocorrência atendida pela guarnição da corporação no domingo (05), a qual é objeto de despacho do Delegado de Polícia Civil, Aldo Lopes de Araújo:

    1 – O Boletim de Ocorrência nº J2018018001429 (objeto do despacho) tem na sua identificação o Tipo de FURTO, ou seja, o cidadão foi detido e conduzido pela GMN a Delegacia de Plantão da Zona Norte sob suspeita de ser o autor do furto de dois refletores de LED pertencentes ao Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Marluce Carlos de Melo;

    2- Diante do fato, a GMN deteve o suspeito dentro das instalações do CMEI e o conduziu juntamente com o material do furto a Delegacia de Polícia Civil de Plantão da Zona Norte, seguindo o procedimento legal de entregar o detido a autoridade competente da Polícia Judiciária para que a mesma conduza as investigações referente ao caso, objeto de sua competência institucional;

    3- Ressaltamos que o despacho do Delegado de Polícia Civil Aldo Lopes de Araújo agride gratuitamente e sem nenhuma razão a imagem institucional da GMN, corporação essa que ao longo dos seus 27 anos de existência zela pela relação harmônica e parceira entre as instituições de segurança pública, sempre atuando dentro da legalidade, respeito a legislação e aos direitos humanos, na busca de contribuir com construção de cenário social onde a segurança e o direito do cidadão sejam perenes;

    4- Por fim, o Comando Geral da GMN reafirma a toda sociedade que cada um de nossos agentes e todo o nosso aparato institucional continua com firmeza pronto e apto a atender o cidadão natalense, zelando pela segurança, pela cidadania e pelo bem comum da nossa sociedade.

    Alberfran Câmara Grilo
    Comandante Geral da Guarda Municipal do Natal
    Natal-RN, 08 de agosto de 2018

  4. Saulo disse:

    Um guarda municipal fez seu papel. O delegado tentou ridicularizá-lo. As pessoas riram e acharam o despacho do delegado "engraçado", desvalorizando mais ainda a atitude do Guarda Municipal. Assim cada vez menos pessoas vão querer fazer o certo. Por isso que o país tá desse jeito, só se valoriza o que é errado, e quem faz o certo é ridicularizado.

  5. Alexandre Souza disse:

    Crime é crime senhores. Quem não concorda procurem mudar o código penal.
    Para quem não conhece vá estudar.
    Muitas suspeitas são até detidas preventivamente para se averiguar e evitar que as provas materiais sejam apagadas.
    O que vejo aqui é que o delegado prevaricou e pronto. Não ha o que questionar. Quem o plantão é 24horas para quem acha que ele não deve ser ocupado…vá estudar também. Crime é crime…infração é infração…se tem que ser detido e conduzido que assim o seja. PARABÉNS À GUARDA MUNICIPAL DE NATAL. NOSSA POLICIA MUNICIPAL. AGIRAM CORRETAMENTE.

  6. Alexandre Souza disse:

    Maria…..qual secretaria a senhora trabalha?

  7. Chico disse:

    Isso é que é converssar merda. Não tem o que fazerem não?

  8. Maria disse:

    A guarda municipal da secretaria onde trabalho , eles e nada é a mesma coisa!
    Totalmente inertes! Passam o dia coçando o saco ou mexendo no celular. … São só de enfeite!!!!

  9. Costa disse:

    Se furtar não é crime , então é o quer? parabéns a guarda municipal.

  10. Carlos disse:

    Centenas de arrombamentos por ano, nas escolas públicas. Na hora que a guarda municipal faz seu trabalho, eh humilhada por um delegado sem noção!!!!

  11. Ericson disse:

    Muito "mimimi" e pouca "bosta" tanto do ato em si qto do fato em tela. Parabéns ao Delegado. Procurem se ocupar em prender os verdadeiros "cagões" nossos políticos que conversam uma "bosta" grande e não fazem nada.

  12. Saraiva disse:

    A manifestação da GMN fala em “suspeita de ser o autor…” (sobre o furto do led). Então, se é suspeito nao tem comprovação do cometimento do delito (destacado em letras ‘garrafais’).
    Ora, e a “liberação de ventre”? O delegado teria inventado, ou quem conduziu passou tal informação? Inclusive para deixar de agir (que seria crime de prevaricação, com consequências bem mais graves que o furto alegado) para beneficiar o suposto ladrão??
    Aí, fica a pergunta: um ladrão faria o furto e, depois, pararia para “arriar”, sabendo que provavelmente seria descoberto e preso???
    Ah, vá… que conversa pra boi dormir é essa? Cadê as fotos do local de onde foram furtados os leds? Cadê a cópia do boletim de ocorrência?
    Não me venha com chorumelas!!!

    • A verdade disse:

      Nobre colega.. qualquer cidadão, tendo cometido ato infracional ou não, só pode ser considerado culpado após ser julgado e condenado pela justiça. Nem a GMN, PM ou PC tem a competência de afirmar oficialmente a culpabilidade de um indivíduo antes de seu julgamento.
      Tenho certeza que o nobre colega sabe disso, apenas usou de má fé em suas palavras.

  13. mito dos mitos disse:

    Crime é Crime, inclusive se o dano for conta a vida ou patrimônio público. É fato conhecido a tal "discricionalidade" de muitos delegados em "dizer" o que para ele é ou não crime e "dizer" se "recebe" ou não um criminoso apresentado por outros. Delegado não é juiz, é apenas o responsável pela condução do processo de investigação criminal e alguns, não todos se comportam funcionalmente acima de suas competências como se do Judiciário fosse diante de crimes flagrados por outras forças policiais. O comportamento que este delegado resolveu adotar nada mais é que rotina de alguns em "crimes de menor significado". Ao delegado não cabe decidir o que é ou não crime, cabe cumprir a lei e apurar a denuncia. Tem que receber,instalar o inquérito e apurar. Se não quer fazer, pare de monopolizar o ciclo completo de polícia e deixe as demais polícias trabalharem. Muitos sabem que essa "autoridade" é um cargo CARO e DISPENSÁVEL e só existe em raros países do mundo.

  14. Chico disse:

    Cadê os refletores LED? A GMN apenas apresentou o suspeito. Sem a apreensão do objeto furtado, não a materialidade do crime. Correto o Delegado, embora tenha usado linguagem indevida no despacho.

    • Emerson Bruno disse:

      Tenho as fotos…eu estava lá na OC e posso provar…pena que não tem como postar aqui…

  15. PABLO disse:

    HOOMIIIIIII…. PELO AMOR DE DEUS!!!! OCUPAR UMA PLANTÃO PARA REGISTRAR UM FURTO DE LED, ONDE A CULPAR MAIOR É DO DESCASO DE ABANDONO QUE NOSSA CIDADE TEM POR CULPA DE MUITOS POLÍTICOS E APROVEITADORES DE CARGOS PÚBLICOS.

    PARABÉNS DELEGADO!!!!!

    • M Bruno disse:

      Uma coisa não justifica a outra.. e outra, furto é furto, mesmo que se enquadre no princípio da insignificância. Mas, quem vai julgar isso é o judiciário.

Município apresenta estudo sobre Plano de Cargos da Guarda Municipal de Natal

21833Foto: Carla França

Uma comissão formada por representantes da Guarda Municipal se reuniu, nesta terça-feira (7), com o secretário Municipal de Governo, Jonny Costa, a secretária municipal de Administração, Jandira Borges, e o secretário municipal de Segurança Pública e Defesa Social, Osório Jácome. Na ocasião, eles receberam um estudo, desenvolvido pela Semad, sobre o Plano de Cargos e Salários da categoria.

De acordo com Jonny Costa, o estudo não é uma proposta definitiva do Plano, ele apresenta uma readequação do plano original apresentado pelos Guardas Municipais. O produto final, destacou o secretário, será construído com a ajuda da categoria, dentro da realidade orçamentária e financeira do Município.

“A Semad buscou adequar os pedidos da categoria à realidade do Município. Foram analisados os interesses dos servidores da Guarda Municipal e a compatibilização desses interesses às condições reais do município. Agora, essa comissão vai analisar o estudo da Semad e, numa próxima reunião, apresentará a opinião da categoria. E assim vamos construir o Plano de Cargos”, explicou Jonny Costa.

A nova reunião com a comissão dos Guardas Municipais está marcada para a próxima semana.