Polícia Civil do RN prende quatro suspeitos por roubos em propriedades rurais

Policiais civis da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR), com apoio da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), Delegacia Especializada de Assistência ao Turista (DEATUR) e do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (BOPE), deflagraram, nesta sexta-feira (26), a Operação Herdade II.

A Operação teve como objetivo cumprir mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva, em decorrência de roubos em propriedades rurais, cujo objetivo principal é a subtração de animais. Durante a ação, quatro pessoas foram detidas, sendo elas: Célio Batista de Medeiros, 42 anos, Diego da Silva Borges, 27 anos, Aliffyr da Silva Xavier, conhecido como “Pompeu”, e Gustavo Cunha Dantas, 38 anos.

Ainda durante as diligências, foram apreendidos: uma arma de fogo, dinheiro, além de diversos objetos oriundos das propriedades rurais que foram alvos da ação dos suspeitos. As investigações continuam no intuito de localizar e prender os demais integrantes do grupo criminoso. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima por meio do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José disse:

    Não fala onde ocorreu as prisões nem diz nada sobre os crimes. Como a população vai ajudar?

Operação 227: MPRN e PM prendem suspeitos de abuso sexual infantojuvenil em São Gonçalo do Amarante

Foto: Ilustrativa

Uma operação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) foi deflagrada na manhã desta segunda-feira (22) em combate ao abuso sexual infantojuvenil em São Gonçalo do Amarante. Na ação, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, dois mandados de prisão temporária, além da apreensão de um adolescente, que teve sua internação decretada pela Justiça. A operação foi batizada de “227” como referência ao artigo 227 da Constituição da República, que trata da proteção e dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes.

A ação é proveniente de um procedimento investigatório criminal da 2ª Promotoria de Justiça de São Gonçalo do Amarante e coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

As investigações demonstraram a participação de dois homens e um adolescente, e da própria genitora das menores, em crimes sexuais contra crianças e adolescentes cujas idades variavam entre 11 e 13 anos de idade. De acordo com as provas, até então coletadas, os crimes foram cometidos em um motel da região. A própria mãe levou as filhas menores para encontros em um motel, onde ingeriram bebidas alcoólicas e se relacionaram sexualmente com os suspeitos, sendo que uma delas, ainda criança, era levada a assistir as práticas sexuais para que “aprendesse” como fazer.

A operação 227 contou com a participação de quatro promotores de Justiça, agentes do Gaeco e com o apoio da Polícia Militar.

Disque Denúncia 127

O MPRN reforça à população que continua recebendo denúncias anônimas de crimes. As comunicações podem ser feitas pelo Disque Denúncia 127, que é um canal direto do MPRN para denúncias de crimes em geral. O cidadão pode ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para disque.denuncia@mprn.mp.br. Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No Whatsapp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.

Com MPRN

Polícia Civil prende dois suspeitos de assaltos a bancos na Grande Natal

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) deflagraram, nessa quarta-feira (11), uma Operação que resultou na prisão de integrantes de uma organização criminosa especializada em explosões a agências bancárias, bem como em ataques a carros-fortes, com atuação em todo estado.

A ação policial aconteceu nas cidades de Parnamirim e São José de Mipibu, onde foram presos: Francisco Givanilson Clementino Duarte, conhecido como “Pepeta”, 33 anos, e Wallyson de Lima Sousa, conhecido como “Bimba”, 32 anos.

Durante as diligências, foram apreendidos entorpecentes em São José de Mipibu, onde funcionava um laboratório de drogas. Também foram encontrados pelos policiais: prensa hidráulica, formas para fabricação de drogas, munições calibre 12, dinheiro, uma camioneta, uma motocicleta e um paredão de som avaliado em R$ 200 mil.

Um dos mandados de prisão existentes contra “Pepeta” foi expedido após uma ação criminosa na cidade de Brejo do Cruz (PB), no dia 03 de setembro de 2017, quando ocorreu intensa troca de tiros na cidade de Campo Grande (RN); na ocasião, foram apreendidos três fuzis. Já o mandado de prisão que havia em aberto em desfavor de “Bimba” é decorrente de uma operação da DEICOR, na cidade Taipu (RN), no ano de 2019, quando foram apreendidos cinco fuzis.

“Pepeta” também é investigado por ter participado da ação criminosa em São Paulo do Potengi (RN), em outubro do ano passado. As investigações continuam até a prisão dos demais envolvidos. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, através do Disque Denúncia 181 ou Disque DEICOR, por meio dos números: (84) 3232-2862 e (84) 98135-6796 (WhatsApp).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. PAULO disse:

    Melhor grupo policial do RN, esses aí prendem em quantidade e qualidade. Pode observar, o negócio desse pessoal da Deicor é gente graúda…

Polícia Civil realiza operação na Grande Natal, prende suspeitos de tráfico interestadual de drogas e apreende tabletes de cocaína pura avaliados em R$ 400 mil

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), em conjunto com policiais civis da Delegacia de Polícia de Roubos e Furtos de Veículos (DPRFV/DEPATRI) de Pernambuco realizaram, na manhã desta terça-feira (02), uma operação com objetivo de combater o tráfico interestadual de drogas. A ação aconteceu no bairro da Redinha Nova, em Extremoz.

As diligências foram iniciadas após as investigações apontarem o endereço em que estariam os suspeitos. Chegando ao local, foram presos em flagrante quatro suspeitos: Djalma Francisco Fernandes, conhecido como “Coroa”, 59 anos, Laércio Ferreira da Costa, conhecido como “Neguinho”, 48 anos, Rafael de Jesus Batista, conhecido como “Gordo”, 25 anos e Mayara Vasti Costa, 26 anos. Eles são apontados como integrantes de uma facção criminosa do Estado de São Paulo.

Durante a ação, foram apreendidos dez tabletes de cocaína pura, avaliados em R$400.000,00. Djalma Francisco e Laércio Ferreira já haviam sido autuados por roubo a banco, violação a caixa eletrônico em São Paulo e tráfico de drogas. Eles foram encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181 ou dos números da DEICOR: (84) 3232-2862 e (84) 98135-6796 (WhatsApp).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil prende 5 suspeitos de envolvimento em sequestro, ‘julgamento’ e execução de adolescente ‘por engano’ na Grande Natal

O portal G1-RN noticia que a Polícia Civil prendeu cinco homens suspeitos de envolvimento na morte do adolescente de 15 anos, identificado apenas como Alysson Rafael, que teria sido executado por engano por causa de uma foto em que fez um símbolo parecido com o usado por uma facção criminosa em Macaíba, na região metropolitana de Natal. De acordo com o delegado do município, Cidórgeton Pinheiro, a vítima teria sequestrada, “julgada” e executada por uma facção que comandaria o tráfico de drogas e outros crimes na região em que morava. Porém, o adolescente não teria qualquer envolvimento com nenhum dos grupos.

O rapaz estava desaparecido desde a quarta-feira (6) e foi encontrado morto em um matagal às margens da BR-304 em Macaíba, na sexta-feira (8). No sábado (9), a Polícia Civil do município deflagrou a operação “Déspotas”, que prendeu os cinco suspeitos.

Matéria completa AQUI.

Suspeitos são perseguidos, atropelados e mortos após assalto na Grande Natal

O portal G1-RN noticia que dois homens suspeitos de praticarem um assalto em um restaurante no distrito Cajazeiras, em Macaíba, na região metropolitana de Natal, foram perseguidos por uma das vítimas, atropelados e mortos em uma rodovia no município de São Pedro. O caso aconteceu na noite dessa quarta-feira (6). As circunstâncias das mortes ainda serão investigadas, segundo a Polícia Militar. Confira todos os detalhes AQUI em reportagem completa.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Wilson disse:

    Todo bandido é covarde. Nunca enfrenta sua vítima qdo ela reage. Por isso os petistas, de forma geral, são contrários ao armamento da população. Não querem o enfrentamento direto.

  2. Wellinton disse:

    Não houve nada…. Segue o jogo. – 2 problemas.

  3. Tarcísio Eimar disse:

    Menos 2

  4. Augusto disse:

    -2 se 👉👌

  5. thiago barbosa disse:

    tá certo, alguém dê uma medalha para o responsável.
    cidadão de bem que faz isso deveria ser condecorado, receber chave da cidade, porte de arma e a p**** toda.

  6. Gustavo disse:

    Devemos proibir a venda de carros!

  7. Calígula disse:

    Pronto, agora a Governadora e o direito dos manos , vão exigir punição rigorosa do acusado de atropelar os ladrões.

Dois de quatro casos suspeitos de nova mutação do coronavírus no país são descartados

Foto: NIAID via Nasa

Dois dos quatro casos suspeitos de contaminação pela nova cepa do coronavírus em São Paulo já foram descartados após a realização de análises. De acordo com o secretário Estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, esses dois casos vieram de dois pacientes internados em hospitais privados do estado e que estiveram no Reino Unido.

“Felizmente, não se identificou nenhuma modificação desse material genético que pudesse lembrar essa variante do Reino Unido. Esses dois casos são da mesma linhagem que vem circulando no nosso país e não consagraram nenhuma mutação”, afirmou o secretário.

Os outros dois casos suspeitos ainda estão em análise pelo Instituto Adolfo Lutz. Eles foram anunciados pelo laboratório privado Dasa, na sexta-feira.

Um primeiro sequenciamento, feito pelo Instituto de Medicina Tropical, confirmou se tratar da mesma variante surgida no Reino Unido, cuja alteração se dá na chamada proteína S do vírus, responsável pela aderência às mucosas do nariz, da garganta e do pulmão.

As amostras estão, agora, com o Adolfo Lutz, que está fazendo o pareamento para certificar de que se trata mesmo na nova cepa. As amostras foram enviadas ao Lutz na manhã de sábado e o resultado deve ser divulgado ainda nesta segunda-feira.

Globo, via CBN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lourenço disse:

    Certamente os discursos sábios da Anta, os inteligentes de Nove Dedos eram mais bem feitos e tinham conserto kkkkkkkkk.

  2. Dr. Del Gado disse:

    Bozo é um idiota que não tem conserto.

  3. Dr. Del Gado disse:

    A incompetência do Bozo é infinita.

  4. Lourenço disse:

    Inclusive, estou na torcida para que ele não fique tão sabido como outros anteriores.

  5. Lourenço disse:

    Tem muita coisa mais letal ! Só precisa os bestas descobrirem.

  6. ZéGado disse:

    A mutação mais letal, é a ignorância do Presidente em relação as vacinas.

    • Victorino disse:

      A maior ignorância é sua paixão pela corrupção, e pelos companheiros mais honestos do mundo. Porquê vocês não fazem pressão na Anvisa? Imbecil…

Polícia prende suspeitos de envolvimento em arrastão e estupro de mulher e adolescente em Caraúbas – RN

O portal G1-RN destaca em reportagem nesta segunda-feira(28) que pelo menos cinco suspeitos de envolvimento em um arrastão que culminou no estupro de uma mulher e de uma adolescente na zona rural de Caraúbas, no Oeste potiguar, na madrugada desse domingo (27), foram identificados pela Polícia Civil. Uma operação que envolveu policiais militares e civis de vários municípios da região prendeu dois deles ainda durante o fim de semana.

De acordo com o delegado Christiano Otton, mandados de prisão foram solicitados à Justiça contra os três suspeitos que ainda não foram localizados. “Os outros dois foram presos em flagrante, ontem”, afirmou.

Entre os presos até agora, um teria participado efetivamente do crime e o outro teria dado apoio e ajudado a planejar a ação. A polícia informou que eles já eram procurados por outro crime semelhante.

O caso deste domingo chocou a população de Caraúbas. O crime aconteceu na comunidade rural Sítio Borracha.

Mais detalhes AQUI em texto na íntegra.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chicafredo disse:

    Parabéns a resposta rápida da polícia por esse crime brutal. Como os Direitos Humanos não deixam a polícia relar a mão nesses vagabundos, o próprio crime toma conta deles no presídio.

Guarda Municipal prende suspeitos após assalto a ônibus da linha Natal-Parnamirim

Foto: Ilustrativa/depositphotos

Agentes da Ronda Saúde da Guarda Municipal do Natal (RondaS/GMN) prenderam na noite dessa quarta-feira (16), dois homens suspeitos de assaltar um ônibus que faz a linha Natal-Parnamirim. O roubo ocorreu na Avenida Rio Branco quando os homens entraram no veículo e anunciaram o assalto, subtraindo todo o dinheiro arrecadado com as passagens e celulares das vítimas.

De acordo com informações repassadas pela guarnição da RondaS/GMN, os guardas faziam patrulhamento por volta das 22h, na Cidade Alta, quando o motorista do ônibus solicitou ajuda relatando o assalto e dando as características dos suspeitos. Os guardas saíram em diligência e conseguiram identificar a dupla na Avenida Deodoro da Fonseca, sendo um deles perseguido e detido pelo patrulhamento da GMN. “O outro suspeito correu em direção ao Viaduto do Baldo, porém, após várias buscas, foi pego por uma viatura da Polícia Militar que nos deu apoio”, contou um dos guardas.

Os dois detidos foram apresentados às vítimas que reconheceram como os autores do roubo ao transporte coletivo. Ambos os suspeitos foram conduzidos a Central de Flagrantes da Polícia Civil onde foi registrada a prisão em flagrante delito, ficando os dois à disposição da Justiça. Os suspeitos foram enquadrados no artigo 157 do Código Penal Brasileiro e vão responder por subtrair objeto de propriedade alheia mediante violência ou grave ameaça.

Polícia Civil indicia suspeitos por homicídio de empresário na Grande Natal

Policiais civis que integram a Força-Tarefa no município de São Gonçalo do Amarante divulgaram, nesta segunda-feira (07), o indiciamento de dois homens pela suspeita da prática do homicídio do empresário Efrânio Barbalho de Morais, 29 anos, cometido no dia 02 de maio de 2017, na rua Bela Vista, no bairro Novo Amarante, no município de São Gonçalo do Amarante.

Segundo as investigações, no dia do crime, a vítima estava fechando o seu comércio, quando foi surpreendida por disparos de arma de fogo, que foram efetuados por um homem que estava em um veículo “Fiat Uno Vivace”, de placas clonadas. Ainda de acordo com as investigações, o autor intelectual do crime seria o atual esposo de uma ex-namorada de Efrânio, enquanto o executor do homicídio seria um amigo do possível mandante. Os dois, mandante e executor, respondem a processos criminais por furto e roubo, respectivamente.

Foi apurado ainda que o autor intelectual do crime tem facilidade para conseguir veículos clonados para cometer crimes. A motivação do crime foi passional, pois, após o mandante ter descoberto que sua esposa teve um caso amoroso com a vítima, enquanto o casal esteve separado, o mandante se matriculou na mesma academia que Efrânio frequentava, com o objetivo de identificá-lo. Além disso, alguns dias antes do crime, o autor intelectual do crime teve uma discussão com Efrânio, na academia, motivada por ciúmes da esposa, a qual também frequentava o local, no município de São Gonçalo do Amarante.

Depois da discussão, o mandante e o executor foram vistos conversando em um lava a jato, próximo ao estabelecimento comercial da vítima; quando, possivelmente, passaram a monitorar a rotina dela. Ainda durante a investigação, foi constatado que o mandante do crime trabalhava portando arma de fogo, em uma empresa de segurança que não estava autorizada a prestar segurança armada.

Além do crime de homicídio duplamente qualificado, o mandante do crime também foi indiciado por porte ilegal de arma de fogo, enquanto a gerente da empresa de segurança foi indiciada por falsidade ideológica, pois teria afirmado falsamente que seus funcionários não trabalhavam armados. Por sua vez, o proprietário da academia que eles frequentavam, foi indiciado pelo crime de falso testemunho.

A Polícia Civil solicita que a população continue prestando informações, por meio do Disque Denúncia 181, que auxiliem no processo de elucidação de outros indícios do crime, bem como agradece a ajuda das testemunhas que prestaram depoimento nos autos do Inquérito Policial.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Seis suspeitos de envolvimento no assalto em Criciúma (SC) são presos no RS

Foto: Divulgação/Polícia Militar

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) do Rio Grande do Sul prenderam 6 suspeitos de estarem envolvidos no assalto do Banco do Brasil de Criciúma, em Santa Catarina.

A informação foi confirmada por Luiz Graziano, chefe de Comunicação Social da PRF catarinense.

No final da tarde de quarta-feira (2), dois suspeitos foram presos em Porto Alegre, três em Torres e um em Três Cachoeiras, municípios do Rio Grande do Sul. Ainda não se sabe se os suspeitos continuarão presos no estado gaúcho ou irão serão transferidos para Santa Catarina.

Na ação em Três Cachoeiras, agentes do Bope do Rio Grande do Sul encontraram na madrugada desta quinta-feira (3) o local supostamente utilizado como transição para fuga dos criminosos.

Na residência foram encontrados vários vestígios que indicam participação no roubo ao Banco do Brasil, incluindo roupas com sangue e acionador para explosivos. Um furgão apreendido na operação.

Os órgãos da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar e Brigada Militar dos dois estados estão trabalhando em conjunto para solucionar o crime.

Prisão em SP

Uma mulher também foi presa na noite desta quarta-feira (2) em São Paulo. Ela é suspeita de ter relação com a quadrilha que praticou um grande roubo na cidade de Criciúma (SC).

CNN Brasil

FOTO Polícia Civil divulga imagens de suspeitos de roubos residências em Parnamirim

Foto: PC/ASSECOM

A Delegacia Especializada de Furtos e Roubos (DEFUR) de Natal divulgou, nesta terça-feira (01), imagens de suspeitos de integrarem uma organização criminosa que vem realizando roubos sequenciados em residências, utilizando um veículo da marca/modelo “Fiat/Toro”. Segundo as investigações, na tarde dessa segunda-feira (30 de novembro), após mais um roubo, possivelmente praticado pelos mesmos suspeitos, dessa vez, foi constatado que um dos envolvidos na ação criminosa estava de tornozeleira eletrônica; as equipes da DEFUR seguiram em diligências investigativas.

Ao chegarem no local em que os suspeitos estavam escondidos, em um condomínio no bairro da Liberdade, no município de Parnamirim, os policiais foram recebidos a tiros e dois dos suspeitos conseguiram fugir, deixando para trás uma boa quantidade de droga. Identificado o apartamento dos suspeitos, os policiais entraram no imóvel, onde encontraram mais drogas, balaclavas, roupas camufladas e diversos documentos das vítimas de um dos roubos.

Ainda em diligências no município de Parnamirim, foi identificado que um dos suspeitos rompeu a tornozeleira eletrônica, que foi encontrada e está apreendida. Além dos documentos das vítimas, um veículo Fiat/Toro, que, segundo as investigações, é utilizado nos roubos, foi apreendido. O veículo estava dentro de uma área de mata fechada, em Japecanga.

A Polícia Civil solicita que a população envie informações, de forma anônima, através do Disque Denúncia 181, que possam auxiliar na localização de Marcos Vinícius Nascimento Ferreira e na identificação e posterior localização do outro suspeito, que ainda não foi identificado.

http://www.policiacivil.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=246280&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=NOT%CDCIA

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gustavo disse:

    Arrombaram a minha casa, coisa de profissional tenho quase certeza que foram eles !!

  2. Parnamirinense disse:

    Alguém sabe o nome do condomínio?

  3. Erasmo disse:

    Vamos ajudar a Polícia a cancelar esses 2 Cpfs, a sociedade agradece.

Justiça determina quebra de sigilos de dados de hackers suspeitos de atacar sistema do TSE

A Justiça Eleitoral do Distrito Federal determinou a quebra dos sigilos dos dados de e-mail dos três brasileiros que são investigados por suposto ataque hacker ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Um hacker português também é suspeito de ter participado do ataque.

A TV Globo apurou que o afastamento do sigilo dos dados atende a um pedido da Polícia Federal (PF) e se estende de janeiro até dezembro. A partir desse material, os investigadores querem estabelecer a relação dos brasileiros com o português.

No sábado (28), uma operação da PF e da polícia portuguesa prendeu em Portugal um hacker, cidadão português de 19 anos, que já estava há seis meses em prisão domiciliar no país por outros crimes cibernéticos.

A conexão entre o português e os brasileiros foi estabelecida a partir de postagens na internet e troca de mensagens com agradecimentos que citavam um grupo do qual os hackers brasileiros fazem parte.

O português teria enviado um link do TSE para os brasileiros em um chat. Após uma análise nos dados, os brasileiros teriam identificado uma área a ser atacada. Os policiais identificaram sete conexões no dia 15 novembro, quando foi realizado o primeiro turno da eleição, e dez no dia 19. Para os investigadores, isso mostra que os supostos ataques não foram efetivados por apenas uma pessoa, mas sim por um grupo de hackers.

A PF e o TSE avaliam que a tentativa de ataques no primeiro turno foi responsável pela instabilidade nos serviços do e-Título, aplicativo utilizado para justificar a ausência na votação e que apresentou problemas na votação do dia 15.

A partir do material apreendido, a PF vai tentar descobrir, por exemplo, se os hackers agiram por alguma motivação política.

Operação

A Polícia Federal cumpriu em São Paulo e Minas Gerais três mandados de busca e apreensão e três medidas cautelares que proíbem contato entre os investigados.

Os crimes apurados no inquérito policial são os de invasão de dispositivo informático e de associação criminosa, ambos previstos no código penal; além de outros previstos no código eleitoral e na lei das eleições.

No dia 15, primeiro turno das eleições municipais, um ataque hacker expôs informações administrativas do Tribunal Superior Eleitoral. Uma análise do TSE e da Polícia Federal sobre o ataque hacker mostra que, além de dados antigos de servidores divulgados no dia da eleição, os invasores também acessaram informações deste ano do Portal do Servidor. O portal tem dados como endereço e telefone – e nenhuma ligação com o sistema eleitoral.

A Polícia Federal afirmou que as investigações não encontraram nenhum elemento de que a apuração, a segurança e a integridade dos resultados da votação do primeiro turno das eleições municipais tenham sido prejudicadas. E que vai prosseguir investigando, com a ajuda da polícia portuguesa, se houve a participação de outras pessoas nos ataques.

G1

 

Suspeitos de assassinar policial militar em Natal são liberados por falta de provas, destaca reportagem

O PortalBO destaca nesta segunda-feira(30) que o delegado de plantão da Central de Flagrantes, Francisco das Chagas não encontrou elementos comprobatórios suficientes que atestam a participação dos três homens e as duas mulheres conduzidas a unidade na tarde desse domingo (29) suspeitos de participação no assassinato que vitimou o policial militar Ricardo Brito, morto dentro do carro durante um assalto na praia do Meio. O bacharel informou a reportagem que nada leva a crer que os averiguados estiveram no local do crime. Todos os detalhes AQUI em reportagem na íntegra.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Beto Araújo disse:

    Vala!

Operação em SP, DF, RO e RN cumpre mandados de prisão contra advogados suspeitos de levar informações a chefes de facção criminosa presos

O Ministério Público de São Paulo realiza nesta quarta-feira (18) uma operação contra advogados suspeitos de transmitir informações aos chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção que atua dentro e fora dos presídios do país, que estão isolados em presídios federais de segurança máxima.

Segundo MP, a ação tem como objetivo desarticular a célula jurídica do PCC. Oito defensores ligados à facção foram presos.

Ao todo, são cumpridos 13 mandados de prisão e 23 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo juiz Ulisses Augusto Pascolati Júnior, da 2ª Vara Especializada em Crimes Tributários, Organização Criminosa e Lavagem de Bens e Valores.

A operação ocorre em São Paulo, Brasília, Rondônia e Rio Grande do Norte.

Investigação

De acordo com o MP, as investigações apontam que os advogados aproveitavam o contato com os presos para obter informações sobre ações criminosas que deveriam ser executadas por integrantes da facção que estão nas ruas.

Os defensores também transmitiam recados de criminosos que estão soltos para os chefes do PCC. Os advogados fazem parte de um “setor” apelidado de Sintonia dos Gravatas – grupo que defende os interesses jurídicos da organização criminosa.

Os promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) descobriram ainda que o PCC se infiltrou em conjuntos habitacionais construídos pela Prefeitura de São Paulo e pelo governo do estado.

Os promotores identificaram dezenas de apartamentos que foram comprados pela facção e colocados em nome de laranjas ou de parentes dos presos.

Em alguns casos, o PCC assumiu as prestações dos reais proprietários dos imóveis. A cúpula da facção usa os apartamentos como uma espécie de benefício para aqueles integrantes que saíram da cadeia e não têm onde morar e também para parentes de presos.

As investigações foram realizadas com apoio do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), o Ministério Público do Estado de Rondônia (MPRO) e o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN).

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. CV (COMANDO VERMELHO) NO COMANDO disse:

    Estamos torcendo e aguardando ações contra o CV (Comando Vermelho) do RJ. Parece que o Comando Vermelho está comandando a cidade maravilhosa.

  2. Calígula disse:

    a OAB a senhora dona da verdade não se manifesta.

    • Delano disse:

      Como um bom petralha, santa Cruz nessas horas fica com o c* que não passa o sinal de wi fi.

  3. Antônio Soares disse:

    Estava na hora já. Punhado desses "adevogados" de porta de cadeia não tem diferença nenhuma com seus clientes.

Polícia Civil prende cinco suspeitos por posse ilegal de armas e munições, organização criminosa e tráfico de drogas na Região Metropolitana de Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC) de Natal deflagraram, nesta terça-feira (06), a Operação “Reincidência”, na Região Metropolitana de Natal, dando cumprimento a mandados de prisão preventiva, busca e apreensão. Ao todo, cinco pessoas foram presas, sendo quatro delas em flagrante delito. No bairro de Felipe Camarão, Zona Oeste de Natal, três pessoas foram autuadas em flagrante, pela suspeita da prática dos crimes de: tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Foram presos: Francisco de Assis da Silva Junior, mais conhecido como “Nengo”, 34 anos; Deizy Silva de Oliveira, mais conhecida como “Maga”, 29 anos; e Rubens Alves da Silva, mais conhecido como “Rubinho”, 25 anos. O trio foi flagrado pelos policiais da DENARC enquanto realizava uma entrega de drogas. Ao longo desta diligência, foi apreendido um tablete de maconha.

Ainda durante as diligências, foi cumprido mandado de prisão preventiva, em desfavor de Johnson dos Santos Varela, referente à suspeita da prática de tráfico de drogas; ele também é investigado por comandar uma organização criminosa, dedicada ao tráfico ilícito de entorpecentes.

Segundo as investigações, Johnson dos Santos é apontado como chefe do tráfico de drogas no município de São Gonçalo do Amarante, na região de Barreiros. No ano de 2016, ele havia sido preso pela prática de crime da mesma natureza durante a Operação “Barreiros”. Na época, uma tonelada de drogas foi apreendida na região e a posse da carga foi atribuída a ele. Já nesta terça-feira (07), ele foi preso novamente, também por tráfico de drogas, motivo pelo qual o nome da Operação é “Reincidência”.

Também foi autuada em flagrante delito Rodriane Pinheiro da Silva, 24 anos, residente no bairro de Jardim Petrópolis, no município de São Gonçalo do Amarante. Em sua residência, foram encontrados quatro carregadores de pistolas e diversas munições de vários calibres.

Todos os cinco presos foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. PARABÉNS PC disse:

    A Polícia Civil do RN cada dia melhor. Mesmo com um efetivo muito pequeno, consegue resultados expressivos.