Geral

Parque da Cidade será reaberto a partir desta sexta-feira com novo horário

Foto: Divulgação/Semurb

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte será reaberto ao público, nesta sexta-feira (30), de maneira gradual e seguindo todos os protocolos sanitários em combate à Covid-19. Neste primeiro momento serão liberadas as trilhas pavimentadas para caminhada, o bicicletário na entrada da Av. Prudente de Morais e o acesso ao pátio da torre. Os demais serviços serão retomados gradativamente. O horário funcionamento será de domingo a domingo, das 5h30 às 9h e das 15h às 18h. O uso de máscara é obrigatório para entrada por todos os frequentadores, sejam visitantes ou funcionários, além de outros protocolos sanitários.

Os demais serviços como visitação na torre, expedições ambientais nas trilhas naturais, uso da biblioteca e salas com exposições de animais, ainda seguem suspensos. A retomada gradual de cada um vai depender dos dados e do atual cenário da pandemia no contexto local. Os protocolos sanitários adotados anteriormente continuam valendo, os usuários devem estar atentos ao distanciamento social de pelo menos 1,5 metros nas trilhas pavimentadas, essa regra também vale no caso da formação de filas.

Além disso, toda população deve continuar fazendo o uso de álcool em gel na entrada do parque e não será permitido o acesso de grandes grupos e o descarte de máscaras em nenhum local dentro da unidade. Já os pontos de descanso espalhados pelo Parque vão funcionar normalmente, porém não podendo haver aglomerações.

Segundo informações gestor do Parque da Cidade, Pablo Medeiros, é importante a colaboração de todos os frequentadores da unidade de conservação para que mantenham o distanciamento social e o respeito a todas as normas. “Entre elas que tragam suas garrafas de água para utilização, uma vez que não será permitido o uso direto do bebedouro, que permanece de maneira individual e exclusivamente para encher copos ou garrafas”, explica.

E para que o Parque permaneça aberto e seja uma alternativa para a prática de atividade ao ar livre de maneira segura, ele ressalta que “é importante lembrar que a pandemia ainda não acabou, e que um dos principais métodos de prevenção do coronavírus é mantendo o distanciamento e o uso de máscaras de proteção individual”, enfatiza Medeiros. Mais informações sobre a reabertura pelo telefone (84) 3232-3207.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Parque da Cidade suspende visitação até 16 de março

Foto: Alex Régis

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte será fechado para visitação ao público a partir desta terça-feira (2) até o dia 16 de março. A medida atende as novas regras de segurança sanitárias visando à prevenção do contágio pelo novo coronavírus. A portaria com a decisão foi publicada no Diário Oficial do Município (DOM) de hoje considerando os Decretos Municipais nº 12.175 e nº 12.176, ambos de 26 de fevereiro de 2021.

De acordo com informações da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), responsável pela gestão da unidade de conservação municipal, estão suspensas todas as atividades de visitação externa, eventos, recreação culturais, artísticos e de entretenimento no interior do Parque. O Memorial Natal, que fica na torre, também continua fechado para visitações.

A unidade, localizada nos bairros de Candelária e Cidade Nova, foi reaberta para visitação no dia 11 de agosto de 2020 com 50% da capacidade máxima. O local já havia sido fechado em março por conta da pandemia, mas estava cumprindo o cronograma de reabertura por etapas e todas as recomendações sanitárias.

A portaria também faz menção ao novo regime de trabalho dos servidores da unidade, que estão autorizados a reorganizar a jornada de forma que o horário de entrada ou saída, ou ambos, recaia fora dos horários de pico do sistema de transporte, se possível em turnos.

Já para aqueles servidores maiores de 60 anos, acometidos de comorbidades ou doenças crônicas, além das gestantes e lactantes, o expediente presencial está dispensado caso não seja possível realizar as atividades remotamente, tendo estes que compensar os dias não trabalhados cessada a situação de emergência. Ambas as situações devem ser determinadas de acordo com o disposto no Decreto nº 12.176.

Opinião dos leitores

  1. Mas bares, restaurantes, shoppings e academias estão a todo vapor. Não entendo. Fecha espaços abertos e deixa aberto espaços confinados.

  2. Piada chamar Álvaro Dias de comunista. Mas parece que o Prefeito está mal orientado nas questões ambientais. Fechar o Parque da Cidade é um desfavor aos natalenses.

  3. Realmente, realizar uma atividade AO AR LIVRE deve fazer muito mal a saude
    Mas aglomerar dentro de shopping e varanda goumert isso pode

    1. Se comunista é preservar a vida alheia, pode me inscrever no partido!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Parque da Cidade estende horário de visitação

Foto: Divulgação/Prefeitura do Natal

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte terá alterações no seu horário de visitação ao público, a partir da próxima segunda (15). A abertura da Unidade de Conservação, será das 5h30 às 9h e das 13h às 16h30,de segunda a sexta-feira, permanecendo fechado nos fins de semana e feriados. Excepcionalmente nos dias de Carnaval, de 15 a a 17 de fevereiro, somente as trilhas pavimentadas vão funcionar, não havendo expediente na administração. O Memorial Natal, que fica na torre, continuará fechado para visitações.

De acordo com a gestora do Parque da Cidade, Kalina Masset, a entrada no estabelecimento permanecerá sendo controlada e seguindo rigorosamente as medidas de prevenção contra o Coronavírus, como o uso obrigatório de máscara por todos os frequentadores em qualquer espaço do parque, inclusive nas trilhas pavimentadas. Não será permitido o acesso de grupos sem máscara e o descarte de máscaras em nenhum local dentro do Parque.

A partir do dia 22 de fevereiro, além das trilhas pavimentadas, a sala dos animais e a exposição de mamulengos “Trilhando o saber” da educação ambiental voltarão a receber visitantes em horários especiais, assim como serão retomados os agendamentos da biblioteca e as expedições nas trilhas naturais. “Os usuários devem estar atentos ao distanciamento social de pelo menos 1,5m nas trilhas. Essa regra vale também no caso da formação de filas”, acrescenta a gestora.

Para agendamentos e mais informações basta ligar para o telefone 3232-3207, das 8h às 14h, de segunda a sexta.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Guarda Municipal debela incêndio em área do Parque da Cidade do Natal

Foto: Divulgação

O Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (GAAM/GMN) atuou no combate a um princípio de incêndio ocorrido no Parque da Cidade do Natal. As chamas iniciaram na vegetação próxima as escadarias do Parque e beirou boa parte de uma das trilhas pavimentadas que teve área da sua vegetação completamente afetada pelas chamas.

O foco de fumaça foi visualizado pelos guarda municipais que patrulham 24h todos os locais de circulação de pessoas, como também as áreas de trilhas naturais da unidade de conservação ambiental. Para o local foi enviado uma viatura com agentes e equipamentos utilizados no combate a focos de incêndio como abafadores e pás. O corpo de bombeiros foi acionado e enviou uma equipe que trabalhou em parceria com os guardas ambientais

Depois de uma hora o fogo foi contido, sendo evitada a propagação das chamas e a destruição da flora e fauna da Zona de Proteção Ambiental 01 (ZPA 01). A causa do início do fogo não foi detectada pelos guardas, porém é importante que as pessoas que frequentam o Parque fiquem atentos e não descartem na área verde resto de cigarro ou outras coisas que possam gerar fogo na vegetação, principalmente nesse período seco.

Os agentes do Gaam/GMN vêm assiduamente trabalhando no combate a pequenos focos incêndio na ZPA 01 e, em alguns casos, foi detectado ação criminosa. Para denunciar a prática de crime ambiental o cidadão pode ligar para o número 190 do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) e informar o tipo de delito e o local para que os guardas municipais sejam acionados e inibam a ação criminosa. O infrator flagrado cometendo crime ambiental responde administrativamente e criminalmente pelo crime cometido.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Parque da Cidade altera horário de visitação a partir desta segunda

Foto: Alex Régis

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte terá alterações no seu horário de visitação ao público a partir da próxima segunda-feira (21). A unidade de conservação vai funcionar das 14h às 16h30, de segunda a sexta-feira, permanecendo fechada aos sábados, domingos e feriados.

De acordo com a gestora do Parque da Cidade, Kalina Masset, a entrada no equipamento permanecerá sendo controlada e seguindo rigorosamente as medidas de prevenção contra o Coronavírus, como o uso obrigatório de máscara por todos os freqüentadores e outros protocolos sanitários.

As vagas do estacionamento ainda limitadas em 50% da capacidade e o Memorial Natal, que fica na torre, continuará fechado para visitações.

“Os protocolos sanitários adotados ainda continuam valendo. Os usuários devem lavar as mãos nos lavatórios instalados nas entradas do parque, o uso dos bebedouros permanece de maneira individual e exclusivamente para encher copos ou garrafas de água, ficando proibido tomar água diretamente no equipamento e os pontos de descanso espalhados pelo parque irão funcionar normalmente, porém não podendo haver aglomerações”, explica Kalina.

Não será permitido o acesso de grupos e o descarte de máscaras em nenhum local dentro do Parque.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Guarda Municipal de Natal reforça orientações de conduta no Parque da Cidade

Foto: Divulgação

O Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) vem reforçando as orientações à população que visita a área do Parque da Cidade do Natal, no sentido apontar para a atenção as normas exigidas dentro da reserva ambiental que é uma das mais importantes da capital potiguar. O trabalho dos guardas municipais está focado principalmente na circulação das trilhas pavimentadas e naturais, como também no uso de bicicletas e respeito a fauna e flora nativa.

De acordo com a coordenadora do Gaam/GMN, Francineide Maria, a área do Parque da Cidade é bem sinalizada com as informações e normas, porém é preciso que as pessoas fiquem atentas as orientações e sigam corretamente os procedimentos que têm como fator primordial a preservação e o uso racional e sustentável da área. “A obediência à sinalização que orienta as trilhas para caminhada, como também a direcionada ao ciclista e ainda a velocidade permitida para pedalar na área é importante para que sejam evitados acidentes ou qualquer outro tipo de conflito relacionado com a inobservância das regras”, alertou.

A coordenadora lembrou que todo o Parque da Cidade conta com patrulhamento de guardas municipais do Gaam e da Ronda de Proteção Ambiental (Ropam) e qualquer dúvida sobre os procedimentos dentro da Parque pode ser tirada diretamente com os guardas que estão no local para fazer a segurança, como também para orientar as pessoas que frequentam a unidade ambiental. “Nossos guardas municipais estão patrulhando 24h e o cidadão pode nos procurar a qualquer momento em caso de necessidade ou dúvidas”, comentou Francineide.

Um dos cuidados mais importantes que os visitantes devem ter é com os animais que frequentemente cruzam as áreas de trilhas. Nessa situação, é proibido fazer qualquer ato que atente contra a integridade física dos mesmo ou outra ação que busque capturar qualquer ser vivo da fauna e da flora local. “O visitante tem que ter consciência que está dentro de uma Zona de Proteção Ambiental e deve respeitar o habitat e as espécies que ali se encontram”, acrescentou a coordenadora.

Além das trilhas naturais, o Parque da Cidade dispõe de outras cinco trilhas pavimentadas: Pau Brasil (1.360m), Pôr-do-Sol (640m), Vento (600m), Nascente (300m), e Torre (220m). Nessa situação, os espaços são abertos ao público de domingo a domingo das 05h às 18h.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Prefeitura de Natal tem prazo de 30 dias para cumprir decisão de publicação do plano de manejo do Parque da Cidade

Foto: site Prefeitura do Natal

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) conseguiu decisão judicial que obriga a Prefeitura de Natal a publicar o plano de manejo do Parque da Cidade. A determinação acatou os argumentos apresentados pela Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, em ação de execução ajuizada junto à 1º Vara da Fazenda Pública.

A criação do Parque da Cidade, em 14 de dezembro de 2006, foi condicionada, por meio de decreto, à elaboração do plano de manejo no prazo de 180 dias. Como forma de buscar a regularização, o MPRN celebrou acordo extrajudicial com a Prefeitura em fevereiro de 2017. No entanto, até hoje o plano não foi publicado.

A decisão judicial, portanto, determina que o município faça a publicação, como previsto no acordo firmado com o MPRN. Para isso, o magistrado definiu o prazo máximo de 30 dias.

O plano de manejo é obrigatório para qualquer unidade de conservação. Ele estabelece o zoneamento e as normas que devem presidir o uso da área e do seu entorno. Atualmente, a falta do plano de manejo tem dificultado as atividades do Parque, até na parte de manutenção da unidade de conservação.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

MPRN pede prioridade para adequação do sistema de esgotos do Parque da Cidade

Laudo confirma que tanques utilizados para armazenamento dos esgotos gerados no Parque têm vazamentos. Área é utilizada para abastecer as regiões Sul, Leste e Oeste de Natal

Foto: via MPRN

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) protocolou na Justiça potiguar um pedido para que a Prefeitura de Natal e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) tomem as providências urgentes para adequar o sistema de acumulação de esgotos e garantir a continuidade das atividades do Parque. O MPRN pediu que, no prazo máximo de 15 dias, sejam instalados banheiros químicos no Parque em número suficiente para atender a demanda das pessoas que trabalham e de visitantes do local.

O MPRN também requereu a intimação pessoal do prefeito de Natal e do titular da Semurb para eliminarem a poluição continuada detectada no Parque da Cidade. O Parque é uma unidade de conservação que foi criada, especialmente, para proteger o aquífero. Há na área do entorno 10 poços de água que abastecem bairros das zonas Sul, Leste e Oeste da capital potiguar.

A preocupação do MPRN com a situação do aquífero do local é grande. Análises recentes deste ano revelaram que o aumento da concentração de nitrato nos poços de abastecimento de água da região continua crescendo de forma gradativa. Há poços de abastecimento de água que, em 2004, estavam com 1,8 mg/l de nitrato e que, atualmente, estão com 10,75 mg/l de nitrato. O máximo permitido para a potabilidade é de 10 mg/l.

O MPRN defende que é premente impedir que a contaminação de esgotos chegue ao aquífero. Desde março de 2018, o MPRN detectou fissuras na estrutura dos tanques de armazenamento de esgotos do Parque. A Prefeitura se defendeu dizendo que o problema foi pontual. Em audiência judicial ocorrida no dia 24 de abril do ano passado, foi acordada a realização de um laudo técnico de estanqueidade para se constatar se as estruturas estavam adequadas. O laudo, realizado em fevereiro deste ano, confirmou que as estruturas permitiam a infiltração de quantidade significativa de esgotos no solo.

Diante desse laudo, a Semurb informou que providenciaria tanques adequados para o armazenamento dos esgotos do Parque e que não iria mais utilizar os tanques com infiltração. Mas, em vistoria realizada no local no dia 25 de julho passado, a equipe do MPRN, juntamente com um técnico do laboratório do NUPPRAR/UFRN, flagrou os esgotos continuando a ser lançados nos tanques não estanques.

O técnico do laboratório fez uma análise dos efluentes acumulados nas estruturas com vazamento. O resultado das amostras coletadas confirmou que o efluente era doméstico bruto (não tratado), pela elevada presença de bactérias do grupo coliformes, que indicam contaminação fecal.

Plano de manejo

Além dos pedidos de adequação dos esgotos, o MPRN também ajuizou uma ação de execução contra o Município de Natal para que a Semurb publique o plano de manejo do Parque da Cidade.
O Parque foi criado em 14 de dezembro de 2006. O decreto de criação dele determinou o prazo de 180 dias para a Semurb elaborar o plano de manejo.

Em 9 de fevereiro de 2017, o Município celebrou um acordo extrajudicial com o MPRN para publicar o plano de manejo, mas até hoje ele não foi publicado.

O plano de manejo é obrigatório para qualquer unidade de conservação. Ele estabelece o zoneamento e as normas que devem presidir o uso da área e do seu entorno. Atualmente, a falta do plano de manejo tem dificultado as atividades do Parque, até na parte de manutenção da unidade de conservação.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte em Natal é oficialmente Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica

Foto: Alex Régis

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte é oficialmente um Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. O título foi entregue ao prefeito de Natal, Álvaro Dias, na manhã desta segunda-feira (22), em cerimônia realizada no auditório do Parque. O documento, reconhecido pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) foi entregue pelo representante do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Boisbaudran Imperiano.

O título de Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica tem validade de quatro anos e pode ser renovado caso a instituição cumpra as regras estabelecidas pelo Conselho de continuar trabalhando para a proteção do meio ambiente e para o desenvolvimento científico sustentável.

Após a concessão, os Postos Avançados passam a ser centros de divulgação de ideias, conceitos, programas e projetos desenvolvidos pela Reserva da Biosfera da Mata Atlântica gerida por um conselho nacional, formado por representantes de instituições públicas, de organizações da sociedade civil e da população residente.

A Reserva da Biosfera é um modelo, adotado internacionalmente, de gestão integrada, participativa e sustentável dos recursos naturais, com os seguintes objetivos básicos: preservação da diversidade biológica, desenvolvimento de atividades de pesquisa, monitoramento ambiental, educação ambiental, desenvolvimento sustentável e melhoria da qualidade de vida das populações, reconhecida pelo Programa Intergovernamental “O Homem e a Biosfera – MAB”, estabelecido pela Unesco, organização da qual o Brasil é membro.

De acordo com as normas, para ser um Posto Avançado, aprovado pelo conselho, é necessário que a instituição desenvolva, pelo menos, duas das três funções básicas da Reserva nos campos da proteção da biodiversidade, do desenvolvimento sustentável e do conhecimento científico e tradicional sobre a Mata Atlântica.

Álvaro Dias se disse honrado com o recebimento do título, mas ao mesmo tempo ressaltou que a responsabilidade da gestão em manter uma política ambiental consistente e efetiva aumenta: “Essa é uma cerimônia de grande valor para nós que fazemos a Prefeitura de Natal. O título materializa o trabalho desenvolvido no que concerne a preservação, manutenção e disseminação das boas práticas ambientais. O Parque da Cidade cumpre com essas exigências e eu sinto muito orgulho de como prefeito receber essa deferência da ONU”, disse.

O prefeito complementou ainda lembrando que a administração municipal inaugurou ainda o Centro de Pesquisas e Experimentos da Mata Atlântica – CEPEMA e executa o projeto Planta Natal: “A nossa meta é chegar ao plantio de 70 mil mudas em toda a cidade. O Parque da Cidade é uma área estratégica para o nosso plano, pois só aqui iremos plantar 50 mil espécies. É um objetivo que estamos perseguindo e iremos cumprir. É de hoje que começamos a construir o futuro de Natal e queremos que a cidade seja ainda mais agradável e melhor de se viver”.

A solenidade contou com a apresentação do Coral “Tralalá” formado pelos alunos da Escola Municipal Ascendino de Almeida. Também participaram do evento o secretário municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, Daniel Nicolau, o biólogo e representante do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Boisbaudran Imperiano, e os vereadores Fúlvio Saulo, Preto Aquino e Sueldo Medeiros.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte em Natal inaugura Observatório de Nuvens

Todos nós temos dúvidas de como são formadas as nuvens. Por que chove? Por que as nuvens são diferentes umas das outras? São dúvidas não só das crianças, mas dos adultos também e para matar essa curiosidade, o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte criou um “Observatório de Nuvens”, que será o primeiro do RN e do Brasil, e vai entregar aos visitantes nesta segunda-feira, dia 3 de junho, na abertura da Semana do Meio Ambiente 2019, que tem uma vasta programação de atividades.

A iniciativa do Projeto, que só existe na Inglaterra e Estados Unidos, é do mesmo criador do projeto “Astronomia no Parque”, José Roberto Vasconcelos, que também instalou no Parque da Cidade os projetos “Trilha da Vida” e a “Trilha do Sistema Solar”, para ajudar a transformar a caminhada no Parque da Cidade em fonte de conhecimento, numa viagem pelo tempo e pelo espaço. De acordo com José Roberto, as nuvens sempre o encantavam desde menino, ele cresceu e continuou gostando delas. “Tem muita gente que acha isso estranho, até porque sou astrônomo amador e as nuvens atrapalham a observação do céu”, comenta ela, que atua na área de divulgação científica e é o atual presidente da Associação Brasileira de Planetários (ABP). “Mas, elas atrapalham à noite, quando a luz do sol não está lá para dar brilho. Durante o dia, são as nuvens que tornam o céu bonito”, pondera o criador e coordenador do projeto.

O “Observatório de Nuvens” será instalado em caráter permanente na praça de eventos, numa área com bancos e ampla visão do céu, inclusive com um belo visual do pôr do sol. Será um painel gigante mostrando os dez principais tipos de nuvens, como identificá-la e com outras curiosidades divertidas.

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte tem se destacado como um espaço de qualidade de vida para natalenses e turistas, com opções de lazer e de educação ambiental, bem como de pesquisa. É um espaço onde a natureza e o concreto se misturam harmonicamente, num projeto do arquiteto Oscar Niemeyer, e funciona diariamente, inclusive aos sábados, domingos e feriados, sempre das 5h às 18h., com acesso e estacionamento grátis. Para visitas em grupos o agendamento deve ser feito pelo telefone 3232-3207.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

FOTO: Guarda Municipal e policiais militares da Cipam encontram barracas de observação, para possível apoio a prática de delitos, em área de dunas do Parque da Cidade

Foto: Divulgação

Agentes do Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) e policiais militares da Companhia Independente de Proteção Ambiental (Cipam) realizaram, nessa quarta-feira (24), uma incursão na área de mata da Zona de Proteção Ambiental do Parque da Cidade no intuito de abordar pessoas suspeitas que estavam utilizando o topo das dunas como área de observação, possivelmente para apoio a prática de delitos.

Na ocasião, os guardas municipais conseguiram localizar duas barracas armadas em pontos estratégicos no meio da vegetação, que fica nas proximidades do bairro de Cidade Nova, zona Oeste da cidade. Nas barracas foram encontrados colchões e água potável. Também foi possível identificar rastros de pneus de motocicletas, comprovando a circulação de veículos na área.

De acordo com informações repassadas pela coordenadora do Gaam/GMN, Francineide Maria, há cerca de dois dias, os guardas municipais que fazem o patrulhamento preventivo no Parque da Cidade perceberam a movimentação suspeita no alto das dunas. Utilizando binóculos foi identificado alguns homens que tiveram as imagens registradas por câmera de longo alcance. “Estávamos monitorando a movimentação nas dunas e organizamos uma incursão para tentar abordar e identificar os suspeitos”, comentou.

Durante a ação, os guardas municipais e policiais militares não conseguiram deter os suspeitos já que os mesmos estavam em posição de observação privilegiada, perceberam a movimentação dos agentes e fugiram pela área de mata, porém as barracas, colchões e o material encontrado no meio da vegetação foram apreendidos pelas guarnições.

A Guarda Municipal do Natal (GMN) mantém patrulhamento 24h na área do Parque da Cidade do Natal. Os guardas lotados no Grupamento Ambiental da GMN atuam no sentido de zelar pela segurança das pessoas que visitam a área de preservação, como também evitar qualquer ação danosa ao meio ambiente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Monitoramento da Guarda Municipal afasta grupo suspeito de desordem e atos obscenos no Parque da Cidade

Agentes do Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) abordaram e retiraram da área do Parque da Cidade do Natal um grupo de pessoas suspeitas de prática de atos obscenos e desordem realizada no interior da Zona de Proteção Ambiental (ZPA). A intervenção dos guardas municipais se deu após denúncias de frequentadores do Parque da Cidade, que apontaram o grupo como causador dos atos ilícitos.

Na ocasião, o grupo de seis pessoas suspeitas foi abordado pelos guardas, que no primeiro momento realizaram a revista pessoal na intenção de encontrar entorpecentes ou algum tipo de arma. Logo em seguida as pessoas foram interrogadas e convidadas a deixar a área de proteção ambiental. “Eles estavam praticando distúrbios e atos obscenos causando medo e constrangimento para as famílias que utilizam o Parque da Cidade como área de contemplação e lazer”, informou a coordenadora do Gaam/GMN, Francineide Maria.

Toda a área do Parque da Cidade do Natal recebe patrulhamento cotidianamente por parte dos guardas municipais lotados no Grupamento de Ação Ambiental. A medida é responsável por garantir a segurança das pessoas que visitam diariamente a área. “Estamos todos os dias com patrulhamento a pé e em viaturas fazendo rondas nas trilhas pavimentadas e nas naturais. Nossa missão é a de zelar pela segurança das pessoas evitando, principalmente delitos relacionados a roubos e furtos, como também orientado os visitantes para obedecer as regras de boa convivência com a natureza e com as normas legais do Parque”, explicou Francineide.

Nesse sentido, além de fazer a segurança preventiva de todos os cidadãos que frequentam o Parque da Cidade do Natal, os guardas municipais realizam um trabalho de orientação aos visitantes e frequentadores do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte sobre a utilização correta dos trechos de ciclovia e de caminhada de pedestres. A medida busca levar segurança as pessoas que realizam atividades físicas nas trilhas pavimentadas existentes ao longo da área de preservação ambiental.

Os guardas municipais voltam o patrulhamento para os horários de maior movimento do Parque da Cidade, que normalmente é no início da manhã e do meio para o final da tarde. O trabalho consiste em abordar de maneira gentil os ciclistas que invadem o espaço destinado a pedestres e vice-versa, e orientar sobre a maneira correta de utilização do espaço de acordo com as normas de segurança. Outra ação importante é o monitoramento da velocidade dos cidadãos que utilização o local para pedalar. Nesse sentido, os ciclistas não podem exceder a velocidade de 20km/h.

Todo o espaço de trilhas pavimentadas existente do Parque da Cidade do Natal é sinalizado e delimitado por meio de faixas informando as áreas onde o tráfego é direcionado aos pedestres e os locais voltados aos ciclistas.

Opinião dos leitores

  1. Devem ser motivo de orgulho para os pais esses maloqueiros. Imagine se liberarem as drogas; terão zumbis para todos os lados.

  2. já fui pedalar inúmeras vezes e NUNCA vi nenhum patrulhamento ou alguém orientando o fluxo de pedestre e ciclistas. É tudo mentira!

    1. Trabalho do Gaam é louvável e sim eles orientam as pessoas e os ciclistas. Presenciei um caso que o ciclista insistiu em pedalar em alta velocidade e os guardas conduziram o rapaz até o portão da prudente de morais.

  3. TEM VAGABUNDOS DE TODA ESPEÇIE, UM FDP DESTE SE PREOCUPAR EM PERTURBAR OS OUTROS QUE NEM CONHEÇEM, ERA ÓTIMO SE PERTURBASSE UM CARA ARMADO E O CARA DESSE O TROCO EM BALAS

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: MPRN detecta vazamento de esgoto no Parque da Cidade e ajuíza ação civil pública contra a Prefeitura de Natal

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) ingressou com ação civil pública com pedido de liminar urgente para que a Justiça potiguar determine à Prefeitura de Natal a adoção de medidas que impeçam o lançamento de esgotos sanitários na Unidade de Conservação Parque da Cidade. O caráter é de urgência em face da gravidade da situação, pois o local está inserido dentro do campo de recarga do aquífero destinado ao abastecimento de água potável das regiões Sul, Leste e Oeste da cidade.

O objetivo da ação é impedir o armazenamento inadequado e a continuidade do lançamento desses resíduos sanitários não tratados diretamente no solo e que foram constatados em vistorias realizadas nos dias 15 e 19 deste mês.

O problema é resultado de um sistema de tratamento improvisado que foi precariamente instalado no Parque da Cidade, de acordo com a 45ª Promotoria de Justiça de Natal, formulante da ação. A unidade ministerial alerta que o aquífero é constituído em terreno com dunas de característica porosa que tem, portanto, um potencial de rápida absorção da poluição.

Na peça, a Promotoria explica que a solução do problema demanda providências judiciais urgentes que não foram alcançadas de forma extrajudicial com a Prefeitura, mesmo após várias tentativas por parte do MPRN.

Pedidos em liminar

Na ação civil pública, foram elencados quatro pedidos de urgência para que a Justiça obrigue o Município o cumpri-los de forma imediata. O primeiro é esvaziar totalmente o local onde estão sendo armazenados os esgotos oriundos da Unidade de Conservação – Parque Natural Municipal da Cidade do Natal (Parque da Cidade), localizado no Bairro de Pitimbu/Candelária. Essa operação, a ser acompanhada pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (Idema), deve ser realizada por uma empresa licenciada para que os esgotos sejam lançados em local ambientalmente adequado.

O segundo é realizar teste de estanqueidade em todas as estruturas de armazenamento e tratamento de esgotos, supervisionado também pelo Idema – uma vez que o flagrante do vazamento dos esgotos do Parque foi realizado na lateral de um tanque não estanque. Logo, outras estruturas podem também apresentar vazamentos não visíveis, como argumentou o MPRN na ação civil.

Suspender temporariamente a utilização dos banheiros e demais estruturas hidrossanitárias existentes no parque é o terceiro pedido. Como alternativa sugerida, a Prefeitura pode instalar banheiros químicos e até mesmo suspender a visitação, até a regularização ambiental e adequação do sistema de tratamento de resíduos (que não poderão ser lançados no solo, mesmo após tratamento) ou até a interligação dos esgotos oriundos do Parque à rede da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) instalada e em regular operação (rede coletora ainda inexistente).

Ainda em caráter de pedido urgente, que a Justiça ordene que a Prefeitura requisite uma vistoria do Idema. O objetivo é que o órgão ambiental elabore um parecer técnico para informar à Justiça quais as providências faltantes para que o sistema de esgotamento do Parque da Cidade seja regularizado ambientalmente, de forma a não lançar os resíduos no solo.

Outros pedidos

Além dos pedidos em sede liminar, o MPRN solicitou que a Justiça determine a implantação de um sistema de tratamento de esgotos sanitários eficiente, adequado ambientalmente – contemplando o reuso dos efluentes, mas sem lançá-los no solo, mesmo que estejam tratados. Outra opção seria implementar a interligação dos esgotos à rede da Caern, que por sua vez precisa estar instalada e operando, ou seja, levando os esgotos para uma Estação de Tratamento de Esgotos.

Por fim, o MPRN também quer que a Prefeitura repare a área degradada por despejo ilegal de esgotos, conforme providências a serem apontadas pelo Idema.

 

Opinião dos leitores

  1. Pelas fotos não dá para saber a dimensão real do vazamento, e se existem outros vazamentos não detectados. Mas aparenta ser apenas um filete, como afirmou o leitor ANDERSON.
    Eu não conheço o sistema de tratamento do local, mas provavelmente deve ser apenas um tanque para acumulação dos esgotos gerados, para posterior coleta por caminhão limpa-fossa.
    Possivelmente um reparo na parede do reservatório e uma inspeção cuidadosa permitiram corrigir o problema e detectar outros eventuais vazamentos.
    Falar de suspensão das atividades, interligação com a rede de esgotos e principalmente de recuperação da "área degradada" (obrigatoriamente precedida de um diagnóstico e da apresentação de um PRAD) me parece um certo exagero.
    Outros problemas muito mais graves de vazamentos e lançamentos irregulares de esgotos existem em outras partes da cidade.

  2. Aproveitem também e vejam na cidade da criança, há um vazamento de esgoto que está deixando o canal do bando podre.

  3. Com tanta coisa pra se fazer de verdade em Natal e em especial na minha querida zona norte, este povo do ministério público não tem em que se ocupar não? Vão vê a imundice do Ginásio Nélio dias, a falta de ônibus no nova natal, as paradas de ônibus da zona norte, as quadras inacabáveis das escolas estaduais Paulo Pinheiro, Miriam Coeli e Elizabeth de Fátima em Nova Natal, a falta de guaritas para os vigilantes nos CMEI's de Natal, a lagoa do Ginásio Nélio Dias sem qualquer segurança e proteção para a população, as cigarreiras irregulares na avenida da chegança que estão se proliferando diariamente no Nova Natal. Façam ações de verdade pelo povo pelo amor de Deus. Senhores, Ministério público deve ser público e não político como as vezes transparece ser. Parece que o importante é apenas esta na mídia se sentindo estrela do que esta na luta com a população por questões maiores e de proporcionalidade coletiva já que pagamos caro por tudo isso inclusive os salários de vocês. Ta na hora de você fazer justiça de verdade ao povo de Natal.

  4. Interessante como o MPRN ver um filetinho desse escorrendo no Parque da Cidade e não enxerga a enxurrada de esgotos que escorre para dentro de nossas praias a muito tempo, principalmente em Ponta Negra.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Parque da Cidade oferece atividades gratuitas para os visitantes neste sábado

Foto: João Maria Alves

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte e os seus parceiros estão oferecendo várias atividades para os visitantes neste sábado (23). Pela manhã, às 8h30, tem aula de yoga com a professora Stephany Campanelli, numa das salas do Centro de Visitantes. As aulas de yoga acontecem aos sábados, a cada 15 dias e quem quiser participar deve levar um colchonete ou toalha e uma almofada para ficar mais confortável. A inscrição dever ser feita pelo telefone 3232-3207. Quem não puder ir neste sábado, agenda as próximas aulas que acontecerão nos dias 07 e 28 de outubro e 11 e 25 de novembro.

Neste sábado também tem cinema no Parque da Cidade, promovido pela Escola Brasileira de Psicanálise, secção do Rio Grande do Norte. O filme “Mil Vezes Boa Noite”, dirigido por Erik Poppe, conta o drama de Rebecca (Juliete Binoche), uma das melhores fotografas de guerra em atividade que se divide entre a família, que mora na Irlanda, e a sua profissão exercida em zonas de conflito e não quer abrir mão dos dois, que tanto ama e são incompatíveis. A sessão começa às 9h30, no auditório, e depois tem um bate-papo coordenado pela psicanalista Liane Barros.

À tarde será a vez d´O Pequeno Príncipe animar a criançada no Memorial Natal, que funciona na torre do Parque da Cidade, a partir das 16 horas. O ator e contador de histórias, Josivan Alves, fará uma apresentação do projeto O Baú do Pequeno Príncipe, dentro da 11ª Semana Nacional de Museus.

No pórtico de Cidade Nova serão oferecidas aula de capoeira e funcional. No sábado, o professor Evaldo Leôncio fará aulas gratuitas de capoeira, às 8 horas. No domingo será a vez do professor André Silva comandar a turma que treina pesado com exercícios funcionais, também no pórtico, a partir das 7 horas. Todas as atividades oferecidas são gratuitas, bem como a entra e o estacionamento no Parque. Para outras informações, é só ligar para o telefone 3232-3074/3232-3028.

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Fim de semana de atrações para as férias no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte

21845Foto: Rodrigo Sena

Uma ótima dica para as férias de julho é o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, que continua recebendo muitos visitantes individuais ou em grupos. A equipe do parque faz uma programação especial para quem visitar a Unidade de Conservação Municipal por agendamento. Tudo isso com muito espaço para atividades, segurança e entrada e estacionamento grátis.

Neste sábado (11), por exemplo, um grupo de escoteiros, da União dos Escoteiros do Brasil, irá passar uma tarde desenvolvendo atividades em comemoração aos 98 anos do escotismo potiguar. A abertura acontecerá das 13h às 17:30, com a presença de autoridades e apresentação da Banda do 10º Grupo de Escoteiros Poti Cavalcanti. Serão várias oficinas promovidas pela entidade e os visitantes poderão participar das atividades lúdicas, que servem tanto para crianças como para os adultos. Os interessados podem fazer parte de alguns módulos como o de Aventura; Labirinto das Sensações; Movimento do Corpo; Oficina de Primeiros Socorros; Oficina de Nós; Oficina de Leitura; Trabalhos Manuais e a Exposição Museu Escoteiro. Tudo isso sem pagar nada, com segurança e orientação de monitores.

O domingo (12), é dia do projeto “O Escritor Vem ao Parque”, que já levou os escritores Pablo Capistrano e Glácia Marillac para conversar com leitores. O escritor, jornalista e poeta cordelista Cefas Carvalho é o convidado para uma tarde agradável e vai explicar como é o seu trabalho. O encontro acontece a partir das 16 horas, na biblioteca.

Cefas Carvalho é paulista e  mora em Natal “desde sempre”. Tem cinco livros publicados: “Ponto de Fuga”, “Três”, “Reinvenções”, “Encontos e Desencontos”, além de 15 folhetos de cordel lançados. É coordenador do Concurso de Poesia Zila Mamede e atualmente é editor-chefe do jornal Potiguar Notícias. Cefas  está finalizando sua obra mais recente, o romance “Os olhos salgados”, vencedor do Concurso Câmara Cascudo (Funcarte), edição 2011-2012 e que será lançado em breve.

Nos dias 19 e 26, respectivamente, o projeto “O Escritor Vem ao Parque” prossegue com os convidados Nando Poeta e Lívio Oliveira.

Opinião dos leitores

  1. Aquilo é um escárnio para com o povo, uma aridez sem tamanho e prá piorar, essa estrovenga fálica criada por Niemeyer, que além de feia não combina em nada com a natureza e a nossa cidade. Realmente é o único parque do mundo sem árvores, sem sombra, e cujos WC´s permanecem o dia fechados no cadeado, kkkkkkkkkkkkkk.

  2. Inventam de tudo pra levar gente para esse Parque, o Prefeito quer porque quer fazer com que sua idéia seja valorizada, acontece que o Parque da Cidade é um lugar desagradável, desconfortável, inóspito, sem árvores, só tem arbustos. O Parque da Cidade merecia uma campanha pra arborização, kkk, o único parque do mundo sem árvores!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Semana do Meio Ambiente leva mais de 8.700 pessoas ao Parque da Cidade

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte recebeu 8.724 visitantes durante a Semana do Meio Ambiente de Natal, que aconteceu de 5 a 14 deste mês. Promovido pela Prefeitura de Natal, coordenado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) e com a participação de vários órgãos da administração direta e indireta, o evento destacou o tema sustentabilidade e serviu para alertar e debater assuntos ligados ao tema, além da prestação de serviços à população, por meio de parcerias com Universidades e empresas privadas.

Parceiros como CTGás, Cosern, UNI-RN, CBTU, WWF, Museu de Morfologia da UFRN e Conexão Viver Bem levaram aos visitantes suas pesquisas e ofereceram atendimentos por meio dos seus serviços. A Cosern, por exemplo, distribuiu kits com lâmpadas a 562 famílias que moram no entorno do Parque da Cidade. Foram distribuídas quase 2.000 lâmpadas em cinco dias do evento. O CTGás, que trabalha com energias renováveis, instalou equipamentos que medem a quantidade de vento e a qualidade do ar. Este equipamento permanece instalado no Parque da Cidade e o resultado será divulgado posteriormente.

A UNI-RN levou uma equipe de saúde e fez 1.071 atendimentos em duas tardes, na entrada de Cidade Nova, com serviços de verificação de peso, pressão, glicemia e orientação nutricional. “Foi muito bom fazer esse atendimento para a população de Cidade Nova. Sempre fazemos esse tipo de ação, porque serve para que os alunos ponham em prática a teoria que recebem em sala de aula. Foi a primeira vez que oferecemos o atendimento no Parque da Cidade e queremos manter essa parceria”, explicou a coordenadora de Extensão da UNI-RN, Ana Maria de Oliveira. A população atendida aprovou o serviço oferecido. “Isso é bom, porque a gente vê como está a nossa saúde. A gente vem caminhar no Parque e ainda faz exames de saúde. Devia ter sempre, porque não temos tempo de ir ao Posto de Saúde”, comemorou o aposentado Erivaldo Francisco Pinheiro, de 70 anos.

A Semana do Meio Ambiente discutiu soluções sustentáveis para a cidade. A CBTU, por exemplo, apresentou o Plano de Mobilidade Urbana para Natal e Região Metropolitana. O projeto inclui a modernização e ampliação do sistema ferroviário e será executado em etapas. Palestras e minicursos diversos também marcaram a Semana do Meio Ambiente, que teve como tema “Vida Saudável. Cidade Sustentável”.

A trilha natural, aberta pelo prefeito Carlos Eduardo no dia 5 de junho, quando se celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente, recebeu um grande número de visitantes. Vários grupos se formaram para trilhar na mata, onde é possível encontrar espécies da fauna e flora existentes no Parque.

A Semana do Meio Ambiente encerrou com muita atividade física promovida pelo projeto Conexão Viver Bem, em edição especial, no último final de semana. Muita gente participou de caminhada, corrida, trilha natural, yoga, dançou, pulou, recebeu massagem relaxante e serviços como verificação de pressão arterial, teste de glicemia e orientação nutricional. “Eu adorei fazer exercícios no Parque da Cidade. Gostaria que tivesse esse projeto mais vezes”, elogiou a funcionária pública Tásia Dias de Araújo.

Estudantes de Biologia da UFRN e monitores no Parque da Cidade, em parceria com o Museu de Morfologia, criaram e encenaram uma peça teatral sobre o meio ambiente e a importância da preservação da Unidade de Conservação. A peça foi bem aceita pelas crianças. “Gostei muito da peça e queria ver novamente porque é importante não matar os animais do Parque”, ensinou Mateus Oliveira, 8 anos. Os pais também aprovaram a abordagem sobre o tema natureza de forma lúdica e ficaram surpresos com o desempenho dos atores, quando souberam que é a primeira vez que atuam no teatro. “Não sabia que são estudantes de Biologia. Eles atuaram muito bem e nada ficou a desejar na apresentação, cenário e figurino”, definiu José Carlos Oliveira, pai de Mateus.

Para o gestor do Parque da Cidade, Carlos da Hora, a Semana do Meio Ambiente serviu para divulgar ainda mais a Unidade de Conservação. “O natalense está, gradativamente, vendo o Parque da Cidade como uma ótima opção de lazer, para a prática de exercícios e, com os serviços que estamos oferecendo, o número de visitantes vai aumentar a cada dia. Este ano, já recebemos em torno de 90 mil visitantes e estamos com vários eventos agendados para os próximos meses”, comemora.

A Semana do Meio Ambiente de Natal 2015 segue com atividades complementares até o dia 30 de junho. O encerramento oficial acontece com a realização do 6ºEncontro Nacional de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras (CB27), que vai acontecer no Parque da Cidade de 1 a 3 de julho.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *