Polícia

Polícia prende dupla após assaltos na lateral do Midway, em Natal

Foto: Cedida

Uma dupla não identificada foi presa na manhã desta quinta-feira(14) após assaltos na lateral do shopping Midway, em Natal. Sobre a ocorrência, até a publicação deste post, não se tem mais outros detalhes.

Opinião dos leitores

  1. investir em presídios ou delegacias faveladas é muito mais caro que investir nos Hospitais e Postos de Saúde.

    1. A dupla ESTAVA, não é estavam, titia. A dupla é singular. Faça um cursinho de alfabetização e pare de tomar ozônio.

    2. procurando ganhar dinheiro, n conseguiram uma vaga p trabalhar comentando na net a favor da familia do bozo

    3. o correto é: o que essas duplas de ptistas…………………. (as outras fugiram).

    4. o sine diariamente oferece um monte de vaga de emprego, o problema e que essa turma não quer suar a camisa para ganhar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Lateral do Náutico faz parto da própria filha em saguão de prédio em PE

Foto: Reprodução/Instagram @bryanborges31

O lateral-direito Bryan, do Náutico, teve um dia que certamente jamais esquecerá. O atleta foi o responsável por fazer o parto da própria filha, Cecília, que chegou ao mundo na última quinta-feira. E tudo isso no saguão de um prédio no Recife, capital de Pernambuco. (VÍDEO AQUI via Globo Esporte).

As contrações de Myllena começaram ainda na quarta-feira, mas como não foram muito fortes, os dois ficaram tranquilos, imaginando que Cecília ainda demoraria alguns dias para nascer.

Na manhã seguinte, a bolsa de Myllena estourou. O casal então se preparou para ir ao hospital. Mas mudaram de ideia após falarem com o médico, que sugeriu que eles passassem a prestar ainda mais atenção nas contrações e no intervalo entre elas.

Foi então que o cenário mudou. Quando eles finalmente estavam a caminho do hospital, Myllena começou a sentir dores. E toda a saga do casal foi registrada pelas câmeras de segurança do prédio.

No elevador do edifício em que estavam, ela ainda aparentava estar tranquila.

Quando chegaram ao térreo, ela sentiu muitas dores e pediu para fazer uma parada no sofá do hall de entrada do prédio.

Pouco depois, eles decidiram ir, claro, com muito cuidado para Myllena não sentir dores.

Pois nem assim ela aguentou. Quando estava perto do portão de saída do prédio, Bryan decidiu carregar a esposa.

Mas não era suficiente. Myllena pediu para ser colocada no chão. O bebê já estava nascendo.

Fotos: Reprodução

Bryan então pediu ajuda para os funcionários do prédio. Um deles foi buscar o carro para levar Myllena ao hospital o mais rápido possível.

Mas não dava mais tempo. Myllena percebeu que Cecília já estava nascendo. Foi então que Bryan percebeu que a cabeça da sua filha já estava para fora.

Após todo o procedimento, o casal conseguiu se locomover ao hospital para que Myllena e a filha recebessem atendimento e os cuidados do pós-parto.

Depois que tudo deu certo, Bryan foi até suas redes sociais comemorar a chegada de Cecília e agradecer: “Só gratidão a Deus. Não poderia ser melhor… Fiz o parto da minha filha.”

R7 e Globo Esporte

Opinião dos leitores

  1. Garoto bom!!
    Cheio de atitudes.
    Só pode ser eleitor do MITO Bolsonaro, pra ter tanta coragem.
    Rsrsrs…
    Kkkkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Lateral de clube do interior paulista morre empinando pipa aos 21 anos

Foto: Reprodução/Facebook

Uma tragédia deixou o futebol paulista em luto nesta semana. O lateral-esquerdo Kaio Felipe, do Independente, da cidade de Limeira, no interior paulista, morreu após sofrer uma descarga elétrica enquanto empinava pipa em São Paulo.

A tragédia aconteceu na tarde de terça-feira. Ainda não há informações sobre o velório e enterro do jogador, que tinha apenas 21 anos e estava acertado para defender o Independente na Segunda Divisão do Campeonato Paulista – equivalente à quarta divisão estadual.

“É com sentimento de pesar que o Independente Futebol Clube comunica o falecimento do jogador Kaio Felipe. Externamos à família e amigos sinceras condolências”, postou o Independente em suas redes sociais.

Promovido ao profissional da Internacional, também de Limeira, em 2017, Kaio Felipe Santos Silva passou também pelo CSP, da Paraíba, e já havia defendido o Independente no ano passado, quando disputou 22 jogos e marcou seis gols.

Estadão

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

FOTO: ABC anuncia contratação de lateral ex-Guarani de SP

O ABC anunciou nesta quarta-feira(12), através de suas redes sociais, a contratação do lateral Bruno Souza, que estava no Guarani/SP.

Bruno chegou a Natal nesta quarta-feira (12) e fechou contrato até o término do Campeonato Brasileiro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

FOTO: Lateral do viaduto da Cohabinal, em Parnamirim, recebe nova iluminação

Foto: ASCOM

A Prefeitura de Parnamirim concluiu a instalação da iluminação de LED na lateral do viaduto da Cohabinal. Foram instalados 15 novos postes de concreto e 19 luminárias de 80 Watts. De acordo com o secretário de Serviços Urbanos (SEMSUR), Charles Quadros, a nova iluminação vai contribuir com a segurança de motoristas e pedestres, evitando problemas como assaltos e até uso de drogas no local.

De acordo com informações da Semsur, vários locais receberam a nova iluminação de LED, entre eles os Bairros Parque de Exposições 1 e 2, Centro, Boa Esperança e Cajupiranga que foram 100% iluminados. O litoral também terá em breve 100% de suas luminárias substituídas por LED nas praias de Pium, Cotovelo e Pirangi do Norte.

De acordo com o prefeito, a meta é atender toda a cidade. “Queremos fazer de Parnamirim um município totalmente iluminado. Além de todos os benefícios, incluindo economia de energia e de manutenção, esse serviço contribui com a segurança, gerando uma sensação de bem-estar para a população”, declarou.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Aos 50, lateral da Copa de 98 diz que Brasil não é mais país do futebol e critica Neymar

Foto: Arthur Ribeiro/GloboEsporte.com

Zé Carlos teve uma passagem meteórica na seleção brasileira. Na Copa de 1998, na França, Zagallo convocou o então lateral-direito do São Paulo para ser reserva de Cafu. Na semifinal contra a Holanda, Zé acabou jogando após o titular da posição ficar suspenso. De Marselha, tem a recordação de um histórico, quando vestiu a camisa do Brasil em uma edição de Mundial. Depois isso, Zé Carlos e Seleção nunca mais se viram.

Em Teresina, o ex-jogador, que decidiu se aposentar em 2005, comparou épocas, falou sobre Tite, Neymar e argumentou que o Brasil “não é mais” o país do futebol.

– Não vou dizer que nós éramos melhores, mas tínhamos atletas mais qualificados. Hoje há falta de jogadores em certas posições. Mas o nível de futebol no Brasil era bem maior. A gente acompanhando o tempo, caiu muito. Principalmente, na seleção brasileira. Em determinados clubes no país, é mais complicado para achar jogador que defensa o Brasil. Daí você vê. Ainda dizem que é o país do futebol. Não é mais. Caiu incentivo, projeção e divulgação, principalmente por conta da base – defendeu, completando:

– Vai ficando cada vez mais difícil para o Brasil. O Brasil está perdendo espaço. Em competitividade, em tudo. Não evoluiu. Parou no tempo. Antigamente, a seleção brasileira ia jogar, a gente já sabia que ia ganhar. Hoje, se empatar já é um bom resultado (risos). Infelizmente, a gente tem que dizer isso. Somos brasileiros e vivemos no meio. Mas a dificuldade está grande. Pensando no financeiro e esquecendo a base – argumentou.

Aos 50 anos de idade, José Carlos de Almeida veio a Teresina compartilhar histórias do período como jogador profissional e participar de atividades com atletas piauienses. Conheceu Gustavo, um dos destaques da Taça Clube sub-11, torneio de escolinhas de futebol.

Além de jogar pela seleção brasileira na Copa da França, Zé Carlos foi campeão paulista com o São Paulo, em 1998, atuou também pelo Grêmio, Joinville, São Caetano, Portuguesa, Matonense e Noroeste. Veja o quê o ex-atleta pensa sobre alguns outros temas.

Brasil precisa de Neymar?

– O Brasil não precisa mais do Neymar. A própria Copa América que ganhou, ficou claro que ele não depende do Neymar. É que muitas vezes as pessoas começam a bater nas costas e concordar com ele, e presentear ele. Assim como o Tite fez presenteando ele com a convocação. Tem que recuperar e ajudar, sim. Porém, muitas vezes a gente se recupera no banco de reservas, mostrando como se deve se portar um ser humano dentro e fora de campo. Eu vejo dessa forma. Minha família me educou assim. Fez errado, pune para aprender o que é certo.

O quanto o extracampo atrapalha a carreira de um atleta?

– É duro você falar dos outros quando você teve uma conduta, como no meu caso, onde dentro e fora de campo, sempre procurei ser um bom profissional. Questão de conduta e disciplina cada um faz o que quer. Neymar, no meu ponto de vista, como jogador é indiscutível. Nível e qualidade. Mas como pessoa é complicado. Mas isso é formação. É berço. Quem tem, tem. Quem não tem, não tem. Não adianta. O extracampo atrapalha demais. Eu fui ter minha primeira lesão com 31 anos, no Grêmio. Só que eu nunca fui para uma boate, nunca fui para um esquema errado. Foi uma escolha minha. O atleta treina de manhã e tarde. O sono a noite influencia muito. A bebida que ingere e a noite mal dormida é essencial. É complicado hoje em dia. O comportamento dele ele colhe o que está plantando.

Tite em 2022

“É um bom nome para 2022. Não sei como está funcionando hoje, mas eu via um Tite de primeira mandando mais”.

– Hoje em dia não funciona assim. Pode ser impressão, mas talvez não. Nós vivemos em um país que hoje está tudo corruptível. Não sei o que está acontecendo, infiltrado no meio. Às vezes as coisas acontecem de uma forma e você se pergunta porque está assim. Por que não diferente? De uma maneira mais correta? Não cabe a mim discutir isso. Estou de fora agora. Sou apenas um torcedor. Tite é um dos caras que está à frente e dependendo dos resultados deve ser sim o treinador.

Substituir Cafu na Copa de 98

– A maior dificuldade que eu senti foi estar há mais de 50 dias sem disputar uma partida como profissional. A final contra o Corinthians foi no dia 10, fomos campeões, no dia 13 jogamos contra o Vasco pela Copa do Brasil, em São Januário, e depois fui jogar contra a Holanda, 50 dias depois. É muito tempo para um jogador ficar sem disputar a partida. Quem está jogando quer pegar ritmo de jogo para ir se condicionando. Para quem está de fora é complicado. Mas quando você começa a jogar, melhora. É um jogo mais difícil, tenso, e complicado, sim. Porém, não me preocupei quanto ao peso da camisa.

Daniel Alves no São Paulo

– É um vencedor. Mas a gente tem que ressaltar. Tem que ser crítico. É um atleta que está jogando fora da lateral, com uma idade um pouco avançada. Às vezes, quando o torcedor vê um Daniel Alves chegando, sendo campeão de tudo, acha que ele vai resolver o problema do São Paulo. O time do São Paulo precisa de várias alternativas. O futebol é diferente. Lá (na Europa) se jogo uma vez por semana, são outros atletas, os melhores do mundo estão jogando. Você faz menos força para jogar. É uma peça importante, mas não espere que sozinho ele resolva.

Globo Esporte

 

Opinião dos leitores

  1. Vou discordar do excelente lateral.
    É o país do futebol sim, hoje em dia é que tem craques espalhados Brasil a fora, o problema é que não são vistos. A grande mídia que sempre deu foco no Rio e São Paulo. nos dias de hoje, nem isso, o jornalismo nacional e todo ocupado por Lula, Bolsonaro e os ladrões do congresso. deixando de lado muita coisa boa que acontece em todo País.
    A globo é a pior de todas, só fala em corrupção, chega da embrólio no estômago, não tem quem aguente mais, não tem mais notícias acabou.
    Em quanto isso, os craques vão se desperdiçando nesse brasilzão.
    Não tem quem descubram!
    Olheiros jornalistas, todos fora do ar. É por isso que não surgiram mais, mais que tem, TEM!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Leandro Campos: Vitorioso e teimoso

Conheço o treinador do ABC, o professor Leandro Campos pessoalmente. Cara decente, de bom papo, politizado, de uma excelente cultura e conhecedor profundo do Futebol. O que mais admiro em Leandro Campos é a seriedade dele e a não participação em bastidores de contratações ou esquemas de indicações de jogadores. Digo isso com conhecimento de causa.

Mas confesso que ontem, pela primeira vez reprovei uma opção dele como técnico. Digo isso como conhecedor do futebol e como torcedor. O ABC desde o ano passado tem um problema crônico na lateral direita, passou-se por ela do ano passado até hoje pelo menos seis nomes e muitas improvisações sobre o seu comando. Ronaldo, Edson, Sueliton, Totonho, China e Pio.

Nenhum desses se firmou por completo, nem PIO que hoje é considerado o titular, todos tem que se lembrar que PIO, ocupou aquele espaço simplesmente pela deficiência técnica do titular que então era Totonho, e como no juniores do Corinthians ele tinha treinado um tempo como lateral, foi tapar aquele buraco por falta de opção.

PIO se saiu bem? Na maioria das partidas sim, e se destacou muito bem em três ocasiões especiais que foram nos dois jogos da Copa do Brasil contra o Vasco e no ultimo clássico contra o América. Porém, ele passa longe de ser lateral e principalmente ala, que é como o esquema do ABC funciona, se lembrem que Basílio em muitas vezes faz a função de terceiro zagueiro, chegando a ficar às vezes até mesmo atrás da linha da dupla de zaga.

Pois bem, o ABC contrata uma excelente promessa que se chama Samuel e repatria Nêgo que não tem mais nada a provar para ninguém. Nêgo em todos os clubes que jogou foi titular salve exceção no Atlético/MG. Nêgo foi aquele lateral artilheiro de 2007 se lembram? Pois é, Nêgo agora vai ser banco porque PIO com muita concorrência na meia do ABC resolveu que é lateral, quem sabe não está achando até que pode chegar à seleção? Putz, dois laterais ou alas como queiram chamar, ficar no banco porque um jogador que não tem a mesma qualidade na posição resolveu que e ali é que vai jogar a partir de agora. O ABC precisa ir para cima, precisar fazer pontos agora, gordura imediata, não tem como está fazendo experiência em pleno campeonato Brasileiro e não pode entrar em campo já com uma substituição previsível. Com todas as qualidades que destaquei lá em cima de Leandro Campos, tenho que destacar também um defeito dele que é ser teimoso por demais. Felipão do Nordeste, desta vez não tou contigo.

 

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *