Com geral de 516 internados, RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 94,4%; região Oeste tem 97,6%, seguida da Grande Natal, com 92,9%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 94,4%, registrada no fim da manhã desta quarta-feira (03). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 516.

Até o momento desta publicação são 16 leitos críticos (UTI) disponíveis e 272 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 54 disponíveis e 244 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 92,9% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 97,6% e a Região Seridó tem 94,3%.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Tudo gracas ao bolsonaro. Mas isso não é surpresa, pois o mesmo na campanha disse que sua especialidade era matar, então por pior que seja, está td dentro do esperado.

  2. Josué disse:

    Vamos abrir 400 leitos rápidos que acaba o caos.
    Precisa só de competência pra isso.
    Gente pra trabalhar tem espalhados pelos quatros cantos do Estado.
    Bora desgovernadora.
    Olhe aí os 24 milhões gastos em propagandas mentirosas fazendo falta.
    Tá vendo???
    Bora bora bora.

Com geral de 504 internados, RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 94,1%; região Oeste tem 97,6%, seguida da Grande Natal, com 92,8%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 94,1%, registrada no fim da manhã desta terça-feira (02). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 504.

Até o momento desta publicação são 17 leitos críticos (UTI) disponíveis e 269 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 75 disponíveis e 235 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 92,8% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 97,6% e a Região Seridó tem 91,4%.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pereira disse:

    Mais uma vez o governo, Mente, engana e Faz de Conta que cuida Efetivamente da população Irresponsável e Inconsequente., Quando diz que Abriu 700 leitos para Covid-19. Vejamos ; 17+269=286 utis. Enfermaria! 235+75=310 Total de; 596 entre utis e Enfermaria e NÃO a MENTIRA de 700 leitos abertos. TUDO no FAZ de CONTA Mentiras e Enganação. Que DEUS tenha MISERICÓRDIA de NÓS.

  2. JOÃO OTÁVIO MERCADANTE disse:

    Significa que para cada pessoa internada com covid existem 7 mil potiguares sob toque de recolher, muitos sendo obrigados a perder o que construíram ao longo de toda uma vida.

  3. Jailson disse:

    Está tudo lotado em natal. Essa é a verdade

  4. Nice disse:

    Em 2019 o IBGE informa que a populção do RN é de 3,5 milhões de habitantes…e com 504 leitos sendo usados, beirando os 100%. Definitivamente a saúde nunca foi levada a sério pelos gestores do nosso estado…

    • ze viola disse:

      Então tem que abrir uma UTI para cada morador do RN? bote na sua cabeça que o COVID é uma doença perigosa e que muita gente nem liga, vc deve ser uma delas.

  5. Calígula disse:

    Graças à Fátima Bezerra , que fechou hospitais Rui Pereira e o de Canguaretama.

  6. Sergio disse:

    Muito bom esse gráfico, fico imaginando como seria uma ocupação de 125%, principalmente em UTIs, seria com 1 entre 4 pessoas deitadas com um no colo?

Com apoio do governo federal, governo do RN prevê abertura de quase 100 novos leitos Covid-19 até a próxima semana para Natal e mais quatro municípios

FOTO: SESAP/ASSECOM

Em razão do colapso na saúde no município de Natal e na Região Metropolitana, o Governo do RN informa nesta segunda-feira(01) que até a próxima semana serão abetos mais 97 leitos de UTI Covid em Natal e mais quatro municípios.

Na capital do estado serão abertos: treze (13) leitos críticos de UTI no Hospital Giselda Trigueiro, vinte e seis (26) no Hospital João Machado, nove (9) leitos no Hospital Universitário Onofre Lopes, dez (10) leitos no Hospital da Polícia, além do auxílio com kits completos de UTI com monitores, ventiladores e bombas de infusão para funcionamento de dez (10) leitos críticos no Hospital de Campanha de Natal.

A expansão contempla ainda os municípios de João Câmara com dois leitos, quatro leitos em Macaíba, dez leitos no Hospital Belarmino Monte, em São Gonçalo do Amarante (via Termo de Ajustamento de Conduta – TAC). Totalizando 84 leitos críticos na Região Metropolitana, além de treze leitos na Região Oeste, com 10 leitos no Hospital São Luís, de Mossoró, e três leitos em Pau dos Ferros.

O Rio Grande do Norte possui hoje 566 leitos clínicos e críticos Covid-19, disponíveis no Regula RN – sistema pioneiro no país de transparência e acesso público. A estes estão sendo somados os outros 97 leitos viabilizados pelo Governo do Estado. Deste total de 97 novos leitos, 37 deles já estão em funcionamento: Hospital de Campanha de Natal (10), Hospital Onofre Lopes (9), Giselda Trigueiro (2), Hospital João Machado (2), São Gonçalo do Amarante (10), Pau dos Ferros (3) e João Câmara (1).

Estão com ampliação em curso os leitos em Mossoró (10), Macaíba (4), Hospital da Polícia Militar (10) e Giselda Trigueiro (11).

Não houve fechamento de leitos até o momento, mas sim uma reversão para atendimento de outras patologias que não são Covid, quando a pandemia vinha decaindo no estado.

Diante do aumento da taxa de ocupação dos leitos, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) está na fase de mutirão dos trabalhadores da saúde para a abertura dos novos leitos até a próxima semana.

Ministro garante apoio à governadora para a expansão de UTIs Covid no RN

A governadora Fátima Bezerra se reuniu na noite da quinta-feira (25) com o ministro Eduardo Pazuello e solicitou o apoio do Ministério da Saúde para a aquisição de equipamentos de UTIs/Covid e também para o custeio de leitos críticos em funcionamento e os que serão habilitados nos próximos dias.

Ela obteve a garantia, pelo ministro, do envio de ventiladores mecânicos e monitores, ambos já disponíveis no Ministério da Saúde. Pazuello assegurou ainda, quanto às bombas de infusão solicitadas pela governadora, que envidará esforços para aquisição e envio ao Rio Grande do Norte.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Azevedo disse:

    Se não fosse o presidente Jair Bolsonaro derramando dinheiro para a Covid no RN, talvez já tivéssemos chegado aos11.000 óbitos que o Poodell da saúde previu o ano passado.

  2. olimpio disse:

    Essa petista é incompetência em pessoa, tudo depende do governo federal.

  3. Tico de Adauto disse:

    Bora governo do RN, vai ao STF garantir os leitos. Esse ministro fantoche não tem palavra.

  4. João Soares disse:

    Eita veio macho esse Fátima GD, conseguiu com suas atitudes de fechar leitos hospitalares, transformou o estado no maior índice de transmissibilidade do país, 1,49. Eita veio macho.

  5. Anderson disse:

    Garantia de ministro desse governo é igual a cuspe no chão, não dá nem tempo voltar, já era. Mpf tá de olho em vc pazu… Jajá a casa cai

  6. Wilson disse:

    Wilson
    É interessante o Estado do RN anunciando a abertura de 97 novos leitos , mais esquecem de anunciarem que em dezembro/2020 fecharam o Hospital Ruy Pereira que contava com 100 leitos dos quais 16 eram leitos de UTI's, esses leitos do Ruy Pereira não estão fazendo falta? e porque a imprensa se omite a noticiar esse fato?

  7. Chega de CANALHAS disse:

    Parabéns ao Governo Federal, dando apoio a estados e municípios da federação independentemente de ideologia partidaria. Assim que tem que ser, somos um só povo e uma GRANDE NAÇÃO!!!

  8. Petrucio Cabral Lins de Araújo disse:

    Essa notícia deveria existir todo mês desde junho de 2020.
    Mas acompanhamos que a Prefeitura de Natal fez seu dever, usou estrutura ociosa e instalou o hospital de campanha em hotel fechado na via costeira. Usou vários locais públicos, como o palácio dos esportes e disponibilizou equipes para atender as pessoas com suspeita de covid e ainda teve a responsabilidade de adotar o protocolo de medicação precoce contra o vírus. Depois também passou a usar o hospital dos pescadores para atender a pessoas com covid.
    Por outro lado foi noticiado que o hospital de São Gonçalo foi descartado em plena pandemia e leitos antes alugados sendo entregues a rede privada pelo governo do estado.
    Mas foi destinada muita verba para o RN, segundo o portal da transparência, foram R$ 21 bilhões, com R$ 5,5 bilhões em forma de auxílio. Onde foram parar os outros R$ 16 bilhões?
    Tudo o que sabemos, pois é notícia pública, é que foram transferidos para o consórcio nordeste R$ 5 milhões e ainda não se sabe a troco de quê.
    Também existe a notícia que foram gastos R$ 1,5 milhões em respiradores que nunca funcionaram, por defeito, mesmo estando no prazo de garantia.
    Então podemos averiguar que existem comportamentos distintos no combate a pandemia.
    Longe de mim fazer qualquer julgamento ou juízo de valor, isso cabe as pessoas diante dos fatos publicados e de conhecimento público.

  9. EuzinhaApoioBolsonaro disse:

    Isso é que é Governo, o FEDERAL!!!! Dá-lhe Bolsonaro!!!!!

  10. Nordestino disse:

    Tudo politicagem, abrir depois que entra no estado de colapso total . Imoral isso , ambos os governos são responsáveis pelas mortes .

  11. Lula disse:

    Ôôôô véi macho da gota serena.
    Esse aí é topado.
    O melhor presidente do Brasil.
    De todos os tempos.
    Jair Messias Bolsonaro.
    Há hiver governador do RN também.

Com geral de 498 internados, RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 90,9%; região Oeste tem 92,9%, seguida da Grande Natal, com 91,6%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 90,9%, registrada no fim da manhã desta segunda-feira (01). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 498.

Até o momento desta publicação são 26 leitos críticos (UTI) disponíveis e 261 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 89 disponíveis e 237 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 91,6% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 92,9% e a Região Seridó tem 82,9%

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Daniel disse:

    Em alguns lugares já estão usando duas máscaras para maior proteção. Temos que adotar esse medida também, é mais um sacrifício que teremos que fazer por nossas vidas.

  2. Mito show disse:

    Cadê o dinheiro que Bolsonaro mandou???
    Se virem pra abrir leitos ao invés de fechar.

  3. Silva disse:

    São 287 leitos de UTI para uma população de 3,5 milhões. É uma vergonha para o Estado do RN

  4. Talmartugo Smitch Trancoso disse:

    VAMOS AOS FATOS:
    Segundo informações oficiais temos os seguintes valores enviados aos estados pelo Governo Federal para o COMBATE A PANDEMIA:
    Estado do RN R$ 21,5 BILHÕES sendo R$ 5,55 BILHÕES como auxílio;
    Estado do PB R$ 21,2 BILHÕES sendo R$ 6,67 BILHÕES como auxílio;
    Estado do PI R$ 19 BILHÕES sendo R$ 5,68 BILHÕES como auxílio;
    Estado do CE R$ 42 BILHÕES sendo R$ 15,77 BILHÕES como auxílio;
    Estado do SP R$ 135 BILHÕES sendo R$ 55,19 BILHÕES como auxílio;
    Estado do DF R$ 9,8 BILHÕES sendo R$ 3,45 BILHÕES como auxílio;
    Citando apenas alguns estados que decretaram lockdown a partir dessa semana.
    Onde esse dinheiro foi aplicado pelos governadores e prefeitos contra o covid??
    Qual foi o destino de todo esse dinheiro enviado aos Estados no combate a pandemia??
    Não se trata de acusar, apenas de querer saber onde foi parar todo esse dinheiro repassado pelo Governo Federal para os Governos Estaduais e Prefeituras. Afinal com 01 ano de pandemia, CONTINUA FALTANDO LEITOS, HOSPITAIS E O TRATAMENTO PRECOSE, MAS TEVE MUITO DINHEIRO REPASSADO..

    • Heitor Eiro disse:

      Os repasses normais sempre ocorreram e são obrigação constitucional, nem deveriam ser citados, caro Talmatuto. Agora, é fundamental que cada governador preste contas do auxílio para a pandemia e isso deve ser cobrado na justiça.

  5. Raimundo Moura disse:

    Queria entender essa matemática, se conversamos com profissionais da linha de frente, eles dizem, para cada um que sai de alta normal, transferido ou por óbito das utis, existem três ou quatro aguardando a vaga nesse mesmo espaço, portanto essa história de percentuais abaixo de 100 é pura falácia, inclusive, para corroborar essa verdade, foi dito na imprensa que já morreram aproximadamente 450 pessoas, que precisavam e não viram nem as portas dessas utis.

  6. Pixuleco disse:

    É GRAVE
    É TRISTE
    É CALAMIDADE
    É PREOCUPANTE
    É LAMENTÁVEL
    SERÁ QUE ESSA SITUAÇÃO NÃO SENSIBILIZA JACARÉ 🐊 DOIDO AO MENOS À USAR MÁSCARA ?
    DAQUI A POUCO SERÃO 250’mil amarrados no rabo do JACARÉ 🐊.
    Deus proteja essa nação !

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 86,8%; Grande Natal tem 88,3%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 86,8%, registrada no fim da manhã desta sexta-feira (26). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 474.

Até o momento desta publicação são 37 leitos críticos (UTI) disponíveis e 244 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 56 disponíveis e 230 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 88,3% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 85,7% e a Região Oeste tem 84,5%

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Calígula disse:

    Com essa Des Governadora fechando leitos, UTIs e hospitais, a tendência é aumentar o índice de ocupação.
    Todo cuidado é pouco com essa governadora, de boba e Santa, Fatão não tem nada.

    • Edneide Bezerra disse:

      Calígula veja quantos leitos tinha em janeiro de 2019 e quantos tem hoje. Ela não havia fechado leitos. Ela transferiu os leitos antes não usados de covid para outros atendimentos. Nenhum leito foi fechado. Como seria bom se o problema fosse Fátima. O problema é maior. Continue fazendo o que o presidente manda que dará tudo certo: Não usar máscara, tomar invermectina e se adoecer tome cloroquina. Dará tudo certo no fim.

    • Zuza disse:

      E também o Bostonaro dizendo que máscara faz mal, aí, meu caro sodomita Calígula, o negócio é sem governo mesmo.

Ministro Pazuello garante apoio à governadora para a expansão de leitos de UTIs Covid no RN

Fotos: Fabiano Trindade

Fátima Bezerra renovou a necessidade de inclusão dos professores entre as etapas iniciais dos grupos prioritários; pleito será atendido e a vacinação dos profissionais da educação será antecipada.

A governadora Fátima Bezerra se reuniu na noite desta quinta-feira (25) com o ministro Eduardo Pazuello e solicitou o apoio do Ministério da Saúde para a aquisição de equipamentos de UTIs/Covid e também para o custeio de leitos críticos em funcionamento e os que serão habilitados nos próximos dias.

Ela obteve a garantia, pelo ministro, do envio de ventiladores mecânicos e monitores, ambos já disponíveis no Ministério da Saúde. Pazuello assegurou ainda, quanto às bombas de infusão solicitadas pela governadora, que envidará esforços para aquisição e envio ao Rio Grande do Norte.

“Renovo aqui, também, o pedido para agilização do envio das vacinas. A situação é muito crítica. Sabemos que a ampliação de leitos é importante e imperativa neste momento, mas não é suficiente para o enfrentamento da doença”, enfatizou a governadora Fátima ao ministro.

Quanto ao aporte adicional de recursos para garantir financiamento das estruturas existentes e as que serão viabilizadas para o enfrentamento à Covid, o ministro se mostrou sensível ao pleito e adiantou que o assunto está em pauta junto ao Congresso Nacional. “Viabilizaremos esse aporte, provavelmente, através de emenda ao orçamento da União, daí a importância dessa discussão junto ao Congresso e com a participação do Fórum dos Governadores”, destacou Pazuello.

VACINAS

Ao fazer um apelo no sentido de que o Ministério da Saúde dê mais celeridade no envio de vacinas aos estados, a governadora Fátima Bezerra renovou a necessidade de inclusão dos professores entre as etapas iniciais dos grupos prioritários, dada a importância desses profissionais para a retomada do ensino público em todo o Brasil. Em janeiro passado, ela já havia encaminhado carta ao presidente da República solicitando a inclusão dos profissionais da educação entre os grupos prioritários de vacinação.

O ministro adiantou que o pleito será atendido e que a vacinação dos profissionais da educação será antecipada. “Estamos trabalhando com a possibilidade de incluir esses profissionais no mês de março, a depender da confirmação de entrega por nossos fornecedores das doses contratadas”, respondeu ele.

A governadora agradeceu ao ministro pela audiência e disse que, diante da gravidade da pandemia no estado, é imperioso o envio desses equipamentos ao Rio Grande do Norte o mais urgente possível.

Estiveram presentes na reunião o secretário de Saúde Pública do Estado, Cipriano Maia; a subsecretária de Planejamento e Gestão da Sesap, Lyane Ramalho; e a assessora jurídica do Gabinete Civil, Luciana Daltro.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Almério Galvão Clovis Bezerra disse:

    Alguém escutou a entrevista do prefeito de São Gonçalo ontem a 96 FM?
    Fecharam o hospital Belarmina Monte que disponibilizava 100 leitos.
    Quem tomou essa medida em plena pandemia? Isso é respeito a vida?
    O que houve com os 40 leitos do hospital da liga?
    Esses 140 leitos não vão fazer falta?
    Não entendo mais nada

  2. Ze disse:

    Eles não tão nem aí!

  3. Calígula disse:

    Depois do calote de R$ 5 milhões na tentativa de comprar respiradores, Governo do RN quer comprar novas doses de vacina contra a Covid-19 por meio do Consórcio
    Tá de sacanagem

  4. Júnior Augusto disse:

    Fátima deu alguma justificativa do porque fechou leitos e hospitais? Ela omite toda a ajuda recebida do Governo Federal, se apropria indevidamente, veiculando até mesmo propaganda institucional inverídica, de tudo o que o Governo Federal faz pelo RN. Por qual razão a Procuradoria pediu para fechar os leitos hospitalares em Mossoró?

    • Greg disse:

      Deu, mas você não leu os canais oficiais do governo ou outros blogs já tem este comunicado.

  5. Pedro disse:

    Essa necessidade era tão previsível, não sei por que deixa para ultima hora, no primeiro pico tudo bem, não se sabia como iria se comportar, más agora, todo mundo viu que o primeiro pico aqui no Brasil começou por Manaus, depois desceu para o sudeste e então chegou ao nordeste, então por que quando viu a segunda "onda" forte em Manaus não começou a se prevenir, abrindo novos leitos, estocando insumos, oxigênio e etc, para evitar um colapso novamente, não, esperou para se movimentar de ultima hora, parece que espera o caos para fazer mídia. Isso é brincar com a vida das pessoas, não tiro uma parcela da culpa de uma camada da população que não se previne e aglomera sem necessidade, más o Estado (no geral, GF, GE e GM) sabe que não tem como moldar a mente das pessoas de uma hora para outra e também sabe que tem o dever de cuidar das pessoas, então o único remédio é se antecipar aos acontecimento e criar mecanismos de prevenção. Só um desabafo diante da situação rsss.

  6. José Macedo disse:

    Os governadores são iguais aqueles filhos sem noção que saem de casa se achando independente e depois voltam chorando pedindo ajuda.
    E o governo federal como bom gestor está sempre presente, mas na primeira melhora o filho volta a criticar os pais.

  7. Calígula disse:

    É bom ficar de olho nessa governadora.
    De boba e boa ela não tem nada.

  8. Antenado disse:

    Diz uma coisa e faz outra. E ainda joga para a plateia. Se está precisando de leitos por que quer fechar os de Mossoró? Por que não cuidou de fazer um hospital de campanha? Para onde foi todo o dinheiro enviado pelo governo federal até agora? Toda essa encenação com o ministro é somente no intuito de terceirizar a culpa.

Governo do Estado emite nota sobre leitos de UTI em Mossoró e região

O Governo do Estado em nome da Sesap esclarece que nenhum leito de UTI foi fechado em Mossoró e em nenhuma região do estado. Com aval do Ministério Público, alguns leitos foram revertidos durante a estabilização da pandemia para leitos não covid, atendendo outras patologias, além da transferência de leitos de alguns hospitais, como aconteceu com o Hospital Wilson Rosado para a rede pública, de forma sustentável e correta.

A SESAP informa ainda que além da transferência, é importante destacar que o Hospital São Luís tem hoje quarenta (40) leitos de UTI contratados pelo estado e está em fase de expansão de mais dez (10) leitos críticos, totalizando 50 leitos críticos de UTI. Além disso, o estado expande, nesse momento, mais dez (10) leitos clínicos no Hospital Rafael Fernandes, ambos referências Covid na região. Em dezembro, com o aumento de casos, dez (10) leitos de Leitos críticos de UTI Covid foram abertos no Hospital Rafael Fernandes.

Prova disso é a transferência de pacientes da região metropolitana do estado para a cidade de Mossoró, devido à disponibilidade atual de leitos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. PEDRO Jr. disse:

    Essa nota é um argumento para justificar os investimentos no hospital São Luís. Os valores são altos . SIM É correto todo investimento para hospital. Salva vidas, porém o que falta é transparência dessas empresas e da secretária de saúde do estado, empresas aberta só para prestar serviços, sempre é bom. Porém seria ótimo fiscalização da receita federal e do SUS, já que auditoria do governo do estado é frágil e fraca. A onde existe privado misturado com filantropia e bom ver com um olhar cirúrgico a onde está sendo colocado o dinheiro do contribuinte. NÃO, vejo com bons. Olhos funcionários que são auditores públicos, sendo administradores de hospital privado. Será que a lei permite? Como pode a raposa cuidar do galinheiro. Espero que Capa preta não fique só nos ombros do Batman. Pois o mosego não enxerga, MAS escuta bem os sinais. FUIIIIIII.

  2. Lucianobrito disse:

    Governo incompetente da desgraça.

  3. Jailson disse:

    Fatão já é a melhor governadora da história do RN. Disparado!!!
    E se comparar com Robinson e Rosalba então… vixe Maria!

  4. PT só CANALHAS disse:

    GRANDE professora,INIMIGA DA EDUCAÇÃO. Está próximo de 1 ano e nem uma mão de cal deram nas escolas. O RN tá LASCADO!!!

  5. Olimpio disse:

    Professora de que!

  6. Tulio disse:

    Vamos vê se a professora Fátima faz alguma coisa também na EDUCAÇÃO.
    UM ANO SEM AULAS, e não tiveram tempo pra preparar os colégios, é imoral.
    Em quanto isso, a rede privada segue preparando alunos de todas as faixas etárias.
    O que vai provocar num curto espaço de tempo uma desigualdade social sem precedentes.
    Isso tudo, é porque a governadora é professora, muito embora não se ter notícias de um ex aluno dela.
    Isso é uma vergonha!!!

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 90,5%; Grande Natal tem 93,5%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 90,5%, registrada no fim da manhã desta quinta-feira (25). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 468.

Até o momento desta publicação são 26 leitos críticos (UTI) disponíveis e 248 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 58 disponíveis e 220 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 93,5% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 94,3% e a Região Oeste tem 83,3%

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciano Brito disse:

    Muita informação zero no combate a um ano, Governo desastroso.

  2. Guilherme disse:

    Quando chegar em 100% fecham as escolas, né possível! Professores altamente expostos, todo dia aparece aluno contaminado. Sem falar em dar aula inteira manhã e tarde falando direto com máscara.

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 85,5%; Grande Natal tem 89,1%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 85.5%, registrada no fim da manhã desta quarta-feira (24). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 449.

Até o momento desta publicação são 40 leitos críticos (UTI) disponíveis e 235 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 68 disponíveis e 214 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 89,1% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 82,9% e a Região Oeste tem 79,8%

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Raimundo disse:

    A matéria tem q constar os leitos fechados

  2. Eduardo disse:

    A turma das baladas e aglomerações, ninguém fala nada…. fácil apontar e difícil reconhecer culpas e culpados.

  3. Cris disse:

    O resultado do fechamento dos leitos pela Exma governadora do RN.
    Agora aguentemos as consequências.
    Aqui ninguém vai para as ruas, a imprensa baixa a cabeça, de joelhos, órgãos fiscalizadores dizem AMÉM

  4. Iza disse:

    Trabalho na área Médica, se não tiver Lockdown estamos fritos.

  5. sol disse:

    Esse dados são verídicos!!! Tudo é para ser fechado sim. Se a população não ajuda e tem gente ainda se negando a ver os fatos, fica dificil qualquer gestor trabalhar. Lookdown já!

  6. Daniel disse:

    Estamos completamente batidos se não iniciarmos um Lookdown urgente e rigososo com toque de recolher e tudo por dois meses no mínimo.

    • Yago disse:

      Verdade. Estive numa clínica hoje pela manhã para tratar as seqüelas do Covid. O que vi foi alarmante, lotada a clínica e chegando gente, todos infectados ou com seqüelas.

    • Picapau disse:

      Simples dizer "fecha tudo" e não fazer nenhuma proposta alternativa. Sim, seria uma ótima ideia fechar tudo. Só falta um pouco de esforço a mais e sugerir onde colocar ou como sustentar milhares de pessoas que irão perder renda. Tive algumas ideias bacanas…. Cada um que tem uma renda fixa poderia adotar uma família… que acham? Ou devolver o 50% do salario para quem vai ficar sem nada seria melhor? E se fechar também supermercados e farmácia para salvar a vida de quem viaja em ônibus? Seria o caos… Bom, quando tiverem uma solução inteligente, podem fechar mesmo e me digam qual é minha família adotiva, onde sacar o dinheiro para fazer fera e onde pegar meus remédios. Pensem, pensem… talvez aparece uma boa solução.

  7. Calígula disse:

    Mentira esses índices. A Governadora que fechou os poucos leitos que abriu.

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 87,9%; Grande Natal tem 91,2%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 87,9%, registrada no fim da manhã desta terça-feira (23). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 439.

Até o momento desta publicação são 32 leitos críticos (UTI) disponíveis e 232 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 68 disponíveis e 207 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 91,2% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 85,7% e a Região Oeste tem 82,7%

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Libera tudo p ver disse:

    Na verdade, começou quando a DESGOVERNADORA do estado liberou em todo o estado, as manifestações políticas, passaetas, carretas e muito mais.
    Aí agora vêm dizer que o mês vai ser o pior desde que começou a pandemia? Ela só pode está de brincadeira…

  2. Kennedy Diniz disse:

    Festa do Branco, Réveillon é Carnaval. Esses são os três principais problemas do aumento do número de infectados. Culpar as escolas? Kkkk é querer jogar a culpa em quem trabalhado 100% com competência.

  3. Guilherme disse:

    Depois que as escolas abriram, tudo piorou. Foi assim tb em Manaus.

    • Dilermando disse:

      As escolas abriram desde outubro do ano passado. Reveja suas informações. Esse aumento de hoje é muito provavelmente devido à aglomerações após o período de carnaval. Só contar o número de infecções após a quarta-feira…

  4. Lucis disse:

    Com um percentual de ocupação já quase colapsadas o dr.ivermectina ainda deixa tudo funcionando

Prefeitura de Natal dobra a capacidade de leitos de UTI do Hospital de Campanha

Foto: Alex Régis

A Prefeitura de Natal vai dobrar a capacidade de leitos críticos do Hospital de Campanha, passando a operar agora com 40 Unidades de Tratamento-Intensivo. O anuncio foi feito na manhã desta segunda-feira (22) pelo prefeito de Natal, Álvaro Dias, em coletiva de imprensa realizada no salão nobre do Palácio Felipe Camarão. O Comitê Científico do Município vai se reunir ainda nesta segunda-feira para discutir novas ações de combate e enfrentamento à Covid-19.

“Natal estava com a pandemia controlada, mas após as mobilizações eleitorais houve um recrudescimento da doença. Infelizmente, o decreto que publicamos proibindo essas manifestações foi derrubado e estamos sentindo o resultado disso até agora. Estamos trabalhando diuturnamente para reforçar a nossa rede de atendimento. Para tanto, estamos dobrando a nossa capacidade de leitos críticos. O Hospital de Campanha, que começou com 20 leitos, passará a ter 40”, destacou Álvaro Dias.

A gestão municipal vai estender ainda o horário de atendimento de 10 unidades básicas de saúde nas quatro regiões administrativas da capital potiguar. O foco é atender pessoas com sintomas leves da Covid-19, que apresentem tosse, coriza e dor de garganta. Para esses casos, não haverá necessidade de retirar ficha e uma equipe de profissionais da saúde estará trabalhando para atender a demanda.

Confira os horários de funcionamento das UBS: Distrito Sanitário Norte I UBS Pajuçara: Rua Maracaí, S/N – 7h às 19h; UBS Nova Natal: Rua do Pastoril, S/N, Conjunto Lagoa Azul – 7h às 19h; Distrito Sanitário Norte II; UBS Panatis: Rua Milton Servita Brito, nº 994, Potengi – 7h às 19h; UBS Vale Dourado: Rua irmã Vitória, 706, N. Srª. da Apresentação – 7h às 19h; Distrito Sanitário Leste; UBS São João: Av. Romualdo Galvão, nº 891, Tirol – 8h às 20h; UBS Brasília Teimosa: R. Miramar, nº 32, Praia do Meio – 7h às 19h; Distrito Sanitário Oeste; UBS Felipe Camarão II: R. Santa Cristina, s/nº – 8h às 20h; UBS Bom Pastor: R. Augusto Calheiros, nº 1 – 8h às 20h; Distrito Sanitário Sul; UBS Nova Descoberta: Av. Xavier da Silveira – 8h às 20h;UBS Rosângela Lima: Rua Santa Beatriz, 11, Planalto – 7h às 19h.

O secretário municipal de Saúde, George Antunes, reforça a necessidade da população seguir contribuindo com os protocolos sanitários, evitando aglomerações, usando máscara e saindo de casa só em situações de extrema necessidade. Além disso, ele comentou que a sobrecarga na rede pública municipal de saúde é fruto também da “invasão” de pacientes de outros municípios. Ele informou que entre janeiro e fevereiro mais de 2.000 pacientes de fora de Natal foram atendidos apenas na Unidade de Pronto-Atendimento da Cidade da Esperança. Ao todo, segundo a SMS, mais de 4.000 pessoas oriundas do interior foram atendidas na rede pública de Natal.

“Estamos em um momento que precisa de cuidado e colaboração. Não vamos retroceder e para isso é preciso que a sociedade contribua. A Prefeitura vem fazendo um trabalho hercúleo desde o início da pandemia e precisamos que todos façam a sua parte. Vamos agir de forma conjunta para que a gente saia de desse período crítico o mais breve possível”, pontuou.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Neto disse:

    E a governadora vai abrir a onde??
    Vai abrir o hospital de Canguaretama??
    Ou vai ser no arena das dunas mesmo??

  2. Calígula disse:

    Álvaro Dias é bem mais competente que a Fátima Bezerra.
    Essa senhora fica escondida, quando sai é para destilar ódio contra o Presidente da República.
    Mulherzinha ingrata. Parabéns Prefeito Álvaro Dias.
    Fora Fátima incompetente.

  3. Antenado disse:

    Kd o hospital de campanuda governadora? Vai ser no PAPI mesmo?

CENÁRIO PREOCUPANTE: RN começa semana com taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 84,1%; Grande Natal tem 89,9%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 81,3%, registrada no início da manhã desta segunda-feira (22). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 432.

Até o momento desta publicação são 42 leitos críticos (UTI) disponíveis e 222 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 88 disponíveis e 210 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 89,9% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 80.2% e a Região Seridó tem 68.6%

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Acorda Brasil disse:

    Com 2 mil leitos dos hospitais de campanha que Fátima nunca ergueu, a ocupação seria de 10%. Simples assim.

  2. Lucianobrito disse:

    Antigamente os hospitais era uma maravilha, atualmente é uma precariedade, esse é o resultado de décadas de lotação nós corredores do Walfredo e outros na mesma cituação não se lembram.

  3. pereira disse:

    Continuem Usando a COVARDIA, FALTA de DETERMINAÇÃO, INTERESSE, CORAGEM e VONTADE POLITICA, para o Enfrentamento da DISSEMINAÇÃO do covid-19 e essa população IRRESPONSAVEL e INCONSEQUENTE. CHEGA. CHEGA. CHEGA de FAZ de CONTA, de MENTIRAS e ENGANAÇÃO. VCS junto com essa população criminosa DEIXARAM CHEGAR A ESSE PONTO. Uma VERGONHA. VERGONHA. Tenham CORAGEM e Vão pra CIMA de povo com muito SPRAY de PIMENTA e CASSETETE. Vcs otoridades e esse povo SÃO os VERDADEIROS CULPADOS por esse Caos e Ginocidio praticado contra a coletividade e a humanidade. QUE DEUS TENHA MISERICORDIA DE NÓS e ILUMINE VCS.

  4. Greg disse:

    Vão pra rua, a vida a gente ver depois.

  5. Carlos Brasileiro disse:

    BG, realmente os números são bastante preocupantes. Mas, quem puder me tire uma dúvida: 222 leitos de UTI para toda população (aproximadamente 1.300.000 milhões) de Natal, não é pouco, não???

  6. Wilson disse:

    É interessante como a imprensa do RN, divulga a falta de leitos principalmente de UTI's para a COVID, e fecha os olhos para noticiarem o fechamento de um hospital em Natal, desde dezembro último, o qual conta com aproximadamente 100 leitos dentre eles 20 leitos de UTI's.

Covid-19: Natal começa semana com regulação de leitos, e prefeito deve anunciar série de restrições na capital potiguar a partir desta terça

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, realiza entrevista coletiva a partir das 11h desta segunda-feira(22),  no Palácio Felipe Camarão. A capital potiguar, assim como o estado em geral, começou a semana com regulação de leitos, coisa que a gente não tinha desde a primeira fase da pandemia da covid-19.

Se faz necessário abrir novos leitos, urgentemente. O prefeito deve anunciar uma série de restrições, inclusive, de circulação, com início a partir desta terça-feira(23).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos disse:

    Cadê o Tratamento precoce Prefeito de Natal ? KIT Covid ?

  2. Julio Prestes disse:

    O que deve ser feito é fiscalizar com mais rigidez todos os locais, as empresas estão sendo prejudicadas. Vejo eventos privados sem nenhum controle, a galera tem que ter consciência que até para fazer sexo tem que usar mascara e camisinha.

  3. Ssntos disse:

    Num faça não, ignore o decreto da governadora! Ignore o comitê científico e fique fazendo politicagem barata.

  4. César disse:

    É as feiras livres continuam funcionando a todo vapor. Não está na hora de suspender pelo menos uma parte delas? Fazer um rodízio no funcionando delas seria uma opção.

    • Júnior Silva disse:

      A feira não tanto causou, porém o carnaval principalmente pipa foi o bum dessa alta

  5. Romero Cezar da Câmara disse:

    Faça não, fique como desde o início, Fátima fechar você abre; se ela abrir você fecha.

  6. Calígula disse:

    Abrir não, Reabrir prefeito!!!

ALERTA: RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 81,3%; Grande Natal tem 87,9%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 81,3%, registrada no fim da manhã desta sexta-feira (19). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 374.

Até o momento desta publicação são 48 leitos críticos (UTI) disponíveis e 209 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 127 disponíveis e 165 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 87,9% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 74,3% e a Região Oeste tem 72,8%

Com 370 pacientes internados, RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 79,8%; Grande Natal tem 86,5%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 79,8%, registrada no fim da manhã desta quinta-feira (18). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 370.

Até o momento desta publicação são 49 leitos críticos (UTI) disponíveis e 193 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 113 disponíveis e 177 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 86,5% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 80% e a Região Oeste tem 69,1%

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Faça o bem disse:

    Infelizmente Pereira tenho que concordar com o seu comentário e assino embaixo.

  2. pereira disse:

    NAO reclamem autoridades, foram vcs que deixaram chegar a esse ponto. Se existe uma população Irresponsavel e Inconsequente, EXISTE autoridade Com FALTA de DETERMINAÇÃO, CORAGEM, INTERESSE, VONTADE POLITICA E FORÇA DE VONTADE em combaterem com EFETIVIDADE a disseminação do covid-19. NUNCA. NUNCA houve o Menor Interesse por parte das autoridade em colocarem a população em Isolamento e Distanciamento Social, bem como o Uso Obrigatorio de Mascaras. TUDO feito da base do FAZ de CONTA, ENGANAÇÃO e MENTIRAS. o Melhor Remedio ainda É SPRAY de PIMENTA e MUITO CASSETETE para combater o virus junto a essa população irresponsavel.

    • João Soares disse:

      Verdade Pereira, o governo faz que fiscaliza, a população faz que se previne e cumpre as determinações, porém o vírus não faz de conta que mata.

    • Gustavo disse:

      GOVERNO DE FROUXOS. COM GENTE INCIVILIZADA E INCONSEQUENTE TEM QUE SER NA FORÇA. Multa, detenção, toque de recolher, dispersão de aglomeração com tiro de borracha e gás. Povo bestializado só entende se for assim.

    • Fátima disse:

      A parcela de culpa dos políticos foi na campanha eleitoral, poderia twr sido evitado tudo que aconteceu , poderiam terem feito a campanha roda na redes sociais e meios de comunicação , agora a população é irresponsável mesmo , não é novidade pra ninguém a situação, os riscos e a maneira de prevenção, resta cada um ter consciência

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 76,7%; Grande Natal sob alerta de 86,2%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 76,7%, registrada no início da tarde desta quarta-feira (17). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 355.

Até o momento desta publicação são 57 leitos críticos (UTI) disponíveis e 188 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 126 disponíveis e 167 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 86,2% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 67,5% e a Região Seridó tem 62,9%

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jailson disse:

    Os hospitais particulares de Natal estão 100% ocupados!!!

  2. Tom França disse:

    A questão dos 5 milhões "dados", mais o caso das ambulâncias, acredito que esteja correndo em segredo de justiça. Ou pelo menos deveria. Mas a verdade, é que o RN foi o único Estado do País, que não foi construído hospital de campanha, sob a tutela do governo estadual. Essa verdade absoluta é um fato, e contra fatos, não existe argumentos. A questão da Ivermectina também é outro fator importante, em que a prefeitura de Natal está a favor do seu uso e o governo estadual sempre foi contra, desde do início, sob a cansativa alegação de que não tem comprovação científica. Porém, já existem alguns estudos, e cada vez mais países começam a se "renderem" ao seu uso, como a Slovaquia e o Japão, entre outros. Muitos negacionistas do RN afirmam que se a ivermectina fosse boa mesmo, não estaria havendo tantos casos e óbitos diários. Mas tem que se atentar ao detalhe, de que apenas cerca de 20 a 30% da população, está realmente fazendo uso do vermífugo. A grande maioria prefere acreditar na "ladainha" da não comprovação científica! Muita gente nem sabe o que tá dizendo, quando faz uso dessa frase. Respeitem os médicos que a defende e o povo que acredita nela. Não querer usar esse medicamento, é um direito que assiste a cada um. Agora, querer convencer os outros de que a ivermectina não é eficaz, já beira a pura ignorância de conhecimentos, dos vários estudos e exemplos diários, de quem usa.

  3. Sps disse:

    A Governadora está fazendo muito mais pelo o estado do RN , em relaçao as muitos governadores que passaram por aqui. Só não vê quem não quer. Aí ficam com essa desculpinha de 5 milhões.

  4. Calígula disse:

    Culpa da Governadora que não abriu o hospital de Campanha e sumiu com 5 milhões de reais dos respiradores.
    Ninguém sabe por onde ela anda.
    Essa mulher é uma incompetência em forma de gente. PT nunca mais.

  5. Nt disse:

    Não e verdade na verdade está 100% ocupado por isso vai abrir mais 10 leitos de UTI no hospital de campanha.