Luan Santana diz que desistiu de captar verba de mais de R$ 4 milhões para turnê via Lei Rouanet

(Foto/AgNews)

O cantor Luan Santana divulgou um comunicado e um vídeo, ao lado do pai e empresário Amarildo Domingos, para esclarecer que optou por não captar a verba aprovada para realização da turnê O Nosso Temo é Hoje – Parte II através da Lei Rouanet. “Diante das notícias recentemente publicadas na internet e da necessidade de informar a verdade ao público e ao mercado artístico, o cantor esclarece que jamais recebeu qualquer verba pública, nem sequer utilizou qualquer recurso advindo de projeto da Lei Rouanet nas suas atividades”, diz o texto.

A proposta para captação foi feita em 2014, pela empresa que agencia a carreira musical de Santana, e entregue ao Ministério da Cultura. O projeto para a turnê incluía ações diferenciadas em 15 cidades brasileiras e “assegurava a distribuição gratuita de parte dos ingressos a Associações Assistenciais e Instituições responsáveis por jovens e adultos em áreas periféricas das cidades e também ingressos a preços populares, dentro do limite do Vale Cultura (até R$ 50,00)”, diz o texto. Na época, foi aprovada a captação de 4,1 milhões de reais, verba que viria de empresas interessadas em investir na turnê em troca de renúncia fiscal.

O comunicado afirma que, apesar da captação aprovada, a empresa desistiu da execução, por isso não recebeu verba da lei de incentivo. “O projeto foi encerrado e arquivado a pedido do próprio Luan Santana no ano de 2016, sem que tenha sido captado ou utilizado qualquer recurso”, diz o texto. “Portanto, não é verdadeira a afirmação de que Luan Santana tenha se beneficiado de recursos da chamada Lei Rouanet. Quem afirma isso, desconhece os fatos ou age de má-fé.”

Confira abaixo o texto completo e o vídeo:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

COMUNICADO Diante das notícias recentemente publicadas na internet e da necessidade de informar a verdade ao público e ao mercado artístico, o cantor LUAN SANTANA esclarece que jamais recebeu qualquer verba pública, nem sequer utilizou qualquer recurso advindo de projeto da “Lei Rouanet” nas suas atividades. No ano de 2014, a empresa LS Music, empresa que agencia a carreira musical de Luan Santana, recebeu da IDEAS, agência de publicidade e de captação, que presta serviços terceirizados à LS, uma apresentação (feita pela própria IDEAS), que foi entregue ao Ministério da Cultura. A apresentação tratava-se de projeto artístico, nos moldes e condições exigidas pela Lei 8.313/2001. Referido projeto, em linhas gerais, tinha por objetivo o desenvolvimento de turnê artística denominada “O Nosso Temo é Hoje – Parte II”, compreendendo a realização de eventos exclusivos e diferenciados em 15 cidades de diversas regiões do território nacional. O projeto assegurava a distribuição gratuita de parte dos ingressos a AssociaçõesAssistenciais e Instituições responsáveis por jovens e adultos em áreas periféricas das cidades e também ingressos a preços populares, dentro do limite do Vale Cultura (até R$ 50,00), viabilizando maior acesso da população aos shows. Além disso, todos os eventos seriam providos de infraestrutura apta a permitir acessibilidade plena a portadores de necessidades especiais. Embora o projeto tenha sido aprovado pelo Ministério da Cultura, a LS MUSIC posteriormente desistiu da sua execução, de modo que não recebeu, nem utilizou, nenhuma verba governamental nas suas atividades. O projeto foi encerrado e arquivado a pedido do próprio LUAN SANTANA no ano de 2016, sem que tenha sido captado ou utilizado qualquer recurso, conforme se verifica abaixo: A informação é pública e está disponível no site do Ministério da Cultura: http://versalic.cultura.gov.br/#/projetos/147328 Portanto, não é verdadeira a afirmação de que LUAN SANTANA tenha se beneficiado de recursos da chamadaLei Rouanet. Quem afirma isso, desconhece os fatos ou age de má-fé. Recentemente, LUAN SANTANA desenvolveu e custeou – com recursos próprios – a turnê “Live Móvel” (Texto completo no fb).

Uma publicação compartilhada por Luan Santana (@luansantana) em

Veja

Luan Santana, Ludmilla e Simone & Simaria são alguns dos brasileiros indicados ao Grammy Latino; Anitta fica de fora

O Grammy Latino divulgou, nesta terça-feira, sua lista de indicados à 18ª edição do prêmio. Entre os brasileiros, estão Ludmilla, Simone & Simaria e Luan Santana que, apesar de ter postado em suas redes sociais que se dedicaria ao rock, aparece na categoria Melhor Álbum de Música Sertaneja. Marília Mendonça, Mart’nália, Roberta Sá e Jorge Aragão também estão indicados. Uma das grandes apostas do prêmio é o colombiano Maluma, que acumula sete indicações. Anitta, parceira dele com o hit “Sim ou não”, ficou de fora da lista de indicações.

Os ganhadores serão anunciados no dia 16 de novembro numa cerimônia no MGM Grand Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

“Mais do que nunca, a música latina segue exercendo enorme impacto cultural, unindo pessoas em todo o mundo”, disse Gabriel Abaroa Jr., presidente/CEO da Academia Latina da Gravação. “Muitos dos indicados deste ano expandiram sua música para além de gêneros tradicionais, criando diferentes fusões através de colaborações criativas. Estes artistas, produtores e autores, unidos pela excelência artística e a devoção aos seus ofícios, se uniram para criar e nos apresentar uma música eclética, bem sucedida em todo mundo”.

O porto-riquenho Residente, do grupo Calle13, encabeça a lista com 9 indicações, Shakira tem 6. O intérprete de “Despacito” Luis Fonsi também aparece com frequência entre os indicados: quatro vezes.

Nas categorias dedicadas à música brasileira há artistas consagrados e revelações. Na categoria de Melhor álbum de MPB estão nomes como os de Edu Lobo, Romero Lubambo e Mauro Senise, pelo álbum “Dos Navegantes” , Alexandre Pires por “DNA Musical”, Silva por “Silva Canta Marisa” e António Zambujo que, apesar de ser português, concorre com o álbum “Até Pensei Que Fosse Minha”, com canções do brasileiro Chico Buarque. Tiago Iork, a dupla AnaVitória, Ludmilla e Mano Brown figuram entre indicados na categoria de Melhor Álbum Pop. Já na lista de álbuns de rock e música alternativa estão Curumim (“Boca”), Metá Metá (“MM3”) e Nando Reis (“Jardim Pomar”).

Confira as listas principais:

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pato Amarelo disse:

    A boa música brasileira acabou há muito tempo. Tudo a ver com o que vivemos atualmente.

  2. OSWALDO disse:

    Kkkkkk Jesus!!!

  3. Helio Mota disse:

    Não sei como aquela Pablo Vittar, cuja voz lembra um peru rouco, ficou de fora, afinal nada acontece no mundo sem sua participação.

  4. Zé Bobo disse:

    ESSE GRAMMY TÁ UMA GREAÇÃO. LUDMILLA INDICADA?

  5. Luiz disse:

    E tem gente que nao acredita no fim do mundo…

Das 100 músicas mais tocadas nas rádios em 2015, 74 são sertanejas

Em 2015, Luan Santana se separou de 68.267 mulheres, tomou 68.267 duchas e abriu 68.267 garrafas de vinho.

luan santanaDe acordo com a Crowley Broadcast Analysis Brasil, empresa que monitora a audiência radiofônica no país, o hit “Escreve Aí”, do cantor Luan Santana foi a música mais executada nas rádios brasileiras em 2015. O single lançado em março de 2015 tocou, em média, uma vez a cada 7m43s – considerando a duração da música (4m13s), se as execuções fossem enfileiradas em looping, teríamos mais de 199 dias e 21 horas do sucesso do sertanejo.

Das cem músicas mais tocadas nas rádios em 2015, 74 são sertanejas – predominância maior que no ano anterior, quando 60 das canções da lista pertenciam ao gênero.

No ranking, apenas 12 são estrangeiras. A mais bem posicionada – no 16º lugar – é “Thinking Out Loud”, música de Ed Sheeran que faz parte de seu segundo álbum de estúdio, “X”.

SPOTIFY

À meia noite do dia 31 de outubro de 2015, um clássico era líder absoluto entre brasileiros no Spotify, serviço de música por streaming: “Fim de Ano”, na interpretação do maestro Carlos Santorelli (aquela do “Adeus ano velho / Feliz Ano-Novo…).

A plataforma divulgou nesta segunda-feira (4) a lista de canções mais tocadas no Réveillon do país. As outras nove posições vão desde o ídolo teen Justin Bieber ao fenômeno do forró Wesley Safadão (ouça top 10 abaixo).

Bieber, na segunda colocação, tem a música estrangeira mais tocada: a dançante “Sorry”, quarta faixa de “Purpose”, seguida por “How Deep Is Your Love”, de Calvin Harris.

“Marcas do Que Se Foi”, outra música tradicional de fim de ano, interpretada por vários artistas, aparece no quarto lugar.

A primeira música brasileira recente na lista é “Baile de Favela”, do paulistano MC João. Entre os nomes nacionais, está ainda, além de Safadão (“Camarote”), a dupla Marcos & Belutti (“Aquele 1%”).

Fonte: Folhapress

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Obs Urbano disse:

    Tamo ferrado, e a geração atual está orfã de boa musica. O que se diz forró é pancadão gritado por locutores auto intitulados "vocalistas", o ashé é uma musica podre (longe da proposta de Luiz Caldas) e essa musica country ninguem merece tanta sofrencia. Só nos resta o samba!

  2. R.M disse:

    É o retrato cultural do Brasil dos dias atuais . Que pena !

  3. Brasil meu país! disse:

    Quem viveu os anos 80 e suas músicas sente uma depressão profunda ao ligar o radio hoje.

Em apenas 4 anos de carreira, Luan Santana alcança fortuna de R$ 50 milhões

Com apenas 20 anos e quatro anos de carreira, o cantor sertanejo Luan Santana já tem fortuna estimada em R$ 50 milhões, segundo o Jornal do Brasil.

Foram 180 shows em 2011. O jovem cantor movimentou nada menos de que R$ 150 milhões no ano, somados discos, espetáculos e produtos licenciados. Só com shows, foram R$ 90 milhões.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Geovana machado de oliveira disse:

    luan santana meu nome e geovanna e eu te dou os meus parabens pelo seu sucesso e so te desejo tudo de bom eu te amo d+ eu moro no embu das artes e tenho 11 anos

Avião de Luan Santana perde potência na turbina e faz pouso forçado; cantor relatou desespero

Deu no R7

Luan Santana passou por apuros na noite deste sábado (30). O cantor viajava para Macaé mas seu avião precisou fazer um pouso de emergência em São José do Rio Preto (SP).

De acordo com Anderson Ricardo, empresário de Luan Santana, a aeronave perdeu o sinal do radar meteorológico e teve redução de potência em uma das turbinas.

O empresário, que não estava no voo, informou ainda que alguns passageiros bateram a cabeça devido a força da turbulência, mas ninguém ficou ferido.

O show de Luan Santana, que estava marcado para as 22h, teve início às 2h. Em seu Twitter, Luan postou uma foto da apresentação e comentou o ocorrido.

“O que a gente passou hj serve para darmos mais valor ainda as pessoas q estao a nossa volta..só Deus sabe o que sentimos…Mas o importante eh q a força do bem en MTO maior do que a do mal e eu tenho certeza q vcs estao cmigo (sic)”, escreveu o sertanejo em sua página no Twitter.

No mês passado o cantor Luan Santana revelou ter medo de sofrer algum acidente áereo.

Luan Santana decide doar cachê após ser vaiado em show no Recife

Portal R7:

Após ser vaiado durante apresentação em Recife no último sábado (30) – quando atrasou quase duas horas e ficou no palco apenas por 30 minutos – o cantor Luan Santana anunciou em sua página no Twitter que vai doar o cachê do show.

Luan era uma das atrações do Maior Show do Mundo, que ainda teve nomes como Exaltasamba e Ivete Sangalo.

– Decidi doar todo meu cachê desse show para instituições de caridade de Recife que meu escritório vai definir quais são.

(mais…)

Luan Santana atrasa show e é vaiado em Recife

NaTelinha:

O cantor Luan Santana foi vaiado durante apresentação no evento “O Maior Show do Mundo”, em Recife, neste sábado (30). Luan atrasou em mais de 40 minutos sua apresentação.

Luan Santana iria abrir o evento às 16h, que contou com a participação da Banda Eva, do grupo Exaltasamba e da cantora Ivete Sangalo.

Segundo o produtor do evento, Augusto Acioli, o cantor solicitou uma mudança de horário e acabou entrando após a Banda Eva.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eduardo disse:

    Além de tudo, um showzinho mixuruca de trinta minutos. Não tenha nada contra o cantor, mas ele podia ter aumentado o show para compensar o atraso.