Diversos

Operação internacional com apoio da Marinha do Brasil e Polícia Federal intercepta e apreende embarcação carregada com cocaína a cerca de 270 quilômetros da costa de Recife

Foto: Divulgação

A Marinha do Brasil (MB) e a Polícia Federal (PF) informam que, em coordenação com o Centro de Análise e Operações Marítimas – Narcótico (MAOC-N), sediado em Lisboa, Portugal, o Drug Enforcement Administration (DEA/EUA) e o National Crime Agency (NCA/Reino Unido), interceptaram, nesse domingo (14), uma embarcação carregada com cocaína em águas jurisdicionais brasileiras.

A operação é decorrente da troca de informações entre as agências, com a identificação do transporte de grande quantidade de cocaína em um veleiro catamarã que teria partido do Brasil com destino a Europa.

As ações envolveram pessoal e material da PF e da MB, com o emprego do Navio-Patrulha Oceânico (NPaOc) Araguari, que realizou a interceptação e apreensão da embarcação a cerca de 270 quilômetros da costa de Recife. No interior da embarcação, foram presos cinco tripulantes brasileiros, que serão conduzidos para a Superintendência da Polícia Federal no Estado de Pernambuco para os procedimentos de Polícia Judiciária.

Visando a resguardar a materialidade delitiva, a embarcação que carregava os entorpecentes está sendo conduzida pelo NPaOc “Araguari”, com o auxílio de policiais federais do Grupo de Pronta Intervenção (GPI), que participaram desde o início das ações.

Trata-se de operação relevante, com a utilização, pela Marinha do Brasil, de um Navio- Patrulha Oceânico para ação conjunta com a Polícia Federal na interceptação de embarcações utilizadas para o narcotráfico.

A ocorrência reforça diretrizes dos órgãos responsáveis pelo combate a crimes transnacionais no País quanto à mútua cooperação e troca de informações com outras instituições internacionais, visando à identificação de grandes organizações criminosas que atuam no Brasil.

O evento também realça a efetividade e a importância no aprimoramento do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul, cuja missão de monitorar e controlar os 5,7 milhões de quilômetros quadrados das águas jurisdicionais brasileiras requer intensa e contínua integração.

Após os procedimentos de Polícia Judiciária serão apresentados os dados finais da operação, sobretudo a quantidade de entorpecentes apreendidos.

Opinião dos leitores

  1. Parabéns às forças polícias brasileira pelo excelente trabalho de interceptação do tráfico internacional de drogas.

  2. Ainda estou esperando o final daquela história do Sargento carregando drogas no avião presidencial para a Espanha….

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Com repasse federal de R$ 89,3 milhões, Ministério do Desenvolvimento Regional autoriza início de obras na linha ferroviária de Natal e anuncia investimentos em Recife e João Pessoa

(Foto: Adalberto Marques/Ascom MDR)

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou, nesta quarta-feira (10), o início das obras no sistema de transporte de passageiros sobre trilhos da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) em Natal (RN). Também foram anunciados repasses para Recife (PE) e João Pessoa (PB). O investimento federal nas ações será de aproximadamente R$ 89,3 milhões.

O maior montante – R$ 58,3 milhões – será investido na implantação da Linha Branca, em Natal. O empreendimento, que já teve início autorizado, será composto por 24 quilômetros de via, com quatro estações. As cidades de São José de Mipibú e Nísia Floresta serão beneficiadas com a iniciativa – o trecho começa na última estação da Linha Sul. A previsão é de que cerca de 6,8 mil passageiros utilizem o serviço diariamente com o acesso à capital, além de apoiar o turismo na região.

De acordo com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, os investimentos fazem parte do processo de modernização e ampliação do sistema de trens urbanos de Natal. “Esse ato que fazemos aqui hoje responde a uma reivindicação da população, que vai ter a capacidade de se locomover com conforto para o trabalho e para as suas casas. Há mais de 10 anos não havia investimento em novas linhas, apesar de todas as necessidades e demandas apresentadas. O governo do presidente Jair Bolsonaro tem compromisso com aqueles que mais precisam da ação do Estado”, ressaltou Marinho.

Recife e João Pessoa receberão R$ 31 milhões

Também foram anunciados investimentos nas linhas em Recife e em João Pessoa.

Na capital pernambucana, R$ 21 milhões serão destinados para a recuperação de coberturas das estações e implantação de acessibilidades para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida na Linha Sul.

Já em João Pessoa, o repasse de R$ 10 milhões será utilizado na implantação de quatro desvios que permitirão a redução no tempo de espera e trarão mais conforto e segurança aos passageiros.

O presidente da CBTU, José Marques, ressaltou o empenho do Governo Federal para atender também aos outros estados, como Pernambuco e Paraíba, que têm a operação do sistema ferroviário sob a coordenação da entidade. “O Ministério tem dado todo o apoio em relação a todos os projetos, seja na expansão da malha ferroviária, como no início dos trabalhos da Companhia em Brasília”, destacou.

Opinião dos leitores

  1. Esse é o cara q tirou os direitos do trabalhador. Se elege nem pra técnico de time de futebol de botão.

  2. Ôôôôhh…véi bom da gota serena.
    Kkkkkkkkk.
    Primeiro turno babacas.
    O Nordeste agora é Bolsonaro.
    Tchau queridos

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Colégio da Sagrada Família em Recife anuncia fim das atividades

Foto: Reprodução/ Facebook

O Colégio da Sagrada Família de Casa Forte, Zona Norte do Recife, anunciou nesta segunda-feira (26) o fim das atividades. Segundo um comunicado emitido pela instituição – e assinado pela diretora do colégio, Irmã Maria Lúcia da Silva – a instituição vai manter as atividades educativas até o dia 31 de dezembro deste ano.

No texto, a instituição enumera os possíveis motivos para o fechamento, entre eles o coronavírus. “A pandemia afetou a situação financeira do país e sucessivamente das famílias, e isso nos coloca numa situação extremamente delicada. A redução do quadro de alunos, os descontos de 20% nas mensalidades, a inadimplência que já vinha nos acompanhando nestes últimos anos, as exigências de leis e normas a serem cumpridas e a incerteza quanto ao futuro, obrigam-nos a uma tomada de decisão mais radical”, diz a nota.

Ainda no comunicado, a instituição alega que “por ter uma estrutura antiga, realizou várias reformas para responder as exigências das leis de mobilidade e para melhorar o acesso” dos alunos e que, apesar disso, conseguiu honrar com os compromissos, mas que isso mudou nos últimos meses. Ao final do comunicado, a direção agradece a “famílias, professores, funcionários e colaboradores pela confiança e parceria durante todos esses anos”. O Colégio da Sagrada Famílai de Casa Forte esteve em funcionamento por 115 anos.

Diário de Pernambuco

Opinião dos leitores

  1. Olá, não tenho argumentos, só falo de outros países, para mim o muro de Berlim nunca caiu. Sou formado em repetição por Ovalo de Varcalho.

  2. Outra Manoel Mané, quem adora presidente é vc, defendendo aquele ladrão de nove dedos, que ia levando, junto com a Anta, o país a falência. , Com a maior transferência de recursos públicos para o seu benefício e de terceiros do mundo, caso o atual presidente seja acusado e condenado vai para o pau também, boquinha para ladrão está difícil.

  3. Esse Manoel Mané vive abanando o rabo do rato. Cumpanhero vai fazer algo na Venezuela, Cuba ou Coreia, ou aprenda a ler, vcs petistas idiotas não ficaram contentes com a quebradeira do país? Pega tua bola de cristal, para ver e escutar o julgamento de hoje. de quem era o triplex, vc provavelmente baba e espuma quando escreve, isso merece tratamento, quem sabe eletroconvulso terapia, nesses casos graves é indicado.

  4. Algumas escolas fecharam, sobretudo, as pequenas. Outras se reinventaram e se mantiveram. O isolamento vertical, que na teoria seria o ideal, não daria certo porque no ir e vir das crianças, aqueles que estariam isolados nesse tipo de isolamento, entre eles os idosos e com comorbidades, fatalmente seriam infectados e o resultado seria fatalmente um maior número de óbitos. A prova disso, é que nos países europeus já se notícia uma possível segunda onda. Uma prova disso a nível de Brasil é a cidade de Manaus, que vinha só caindo o número de casos e óbitos, mas depois que liberou o retorno às aulas, voltou a ter mais casos e óbitos e UTIs lotadas!

  5. Olhem bem a noticia, já vinha tendo problemas de inadimplência já alguns anos, portanto os riquinhos que estudavam lá não gostavam muito de pagar as mensalidades.

  6. Se dependesse do Presidente da República isto jamais teria acontecido. Os governadores junto com o STF são os maiores responsáveis pela falência de empresas dos mais diversos ramos. E não adianta culpar Corona A, Corona B, seja o que for. O país ficou semiparalizado sem a menor necessidade. Seria suficiente seguir o isolamento vertical atendendo os protocolos indicados. Elementar.

    1. Mas os adoradores do presidente continua com essa ladainha de isolamento vertical ?
      Foi provado por A+B que se nao tivéssemos feito o isolamento quase total o número de mortos seria muito maior.
      O mundo evoluído seguiu esses padrões….
      O prejuízo econômico foi inevitável, mas é muito, muito, menor que o "prejuízo " da perda da vida. Seria um caos total.
      Seria tão complicado aceitar isso?

    2. …o mundo evoluído , no caso a SUÉCIA , não fez isolamento horizontal . Fez o vertical , cuidando dos mais vulneráveis . Mais o "case" da Suécia é totalmente ignorada pela "canhota"

    3. A economia ainda pode-se da um jeito, agora para morte…….

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Nemo Sushi fecha contrato com o aplicativo Rappi: vai abrir uma unidade em Recife e outra em Fortaleza

Foto: Reprodução

Como antecipado há alguns dias pelo blog, o restaurante Nemo Sushi fechou um contrato de exclusividade e passou a vender exclusivamente pela Rappi como aplicativo de delivery de alimentos.

Esse contrato foi nos moldes dos feitos com as grandes redes do sul e sudeste e envolve um maciço investimento em mídia, apoio para promoções exclusivas e apoio para a expansão das operações através do modelo de Dark Kitchen, já contemplando, inicialmente, a abertura de uma unidade em Recife e outra unidade em Fortaleza, onde a rede já opera, e podendo ser ampliado para o resto do país.

O modelo de Dark Kitchen é a mais nova tendência do mercado de delivery, onde a Rappi constrói em um mesmo espaço várias cozinhas e loca aos parceiros para operarem, se encarregando por toda a logística.

De acordo com Thiago Salem, diretor do Nemo Sushi, devido a grande alta dos preços dos insumos em decorrência do aumento do dólar, ou eles fechavam um acordo como esse, envolvendo reduções nas altas comissões cobradas pelos outros aplicativos, ou eles teriam que reajustar consideravelmente os preços para compensar o aumento de custos.

Além de todos esses fatores, pesou na escolha da Rappi os planos de expansão do aplicativo, que é considerado um Super App por concentrar em um mesmo local a venda de diversos tipos de produtos e serviços.

O Nemo Sushi continua atendendo pelos canais próprios de delivery, o aplicativo Nemo Sushi, disponível na app store e google play, pelo telefone, whatts app e pelo direct do instagram.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Diretor financeiro da Secretaria de Saúde do Recife é afastado em operação da PF que apura compra de materiais hospitalares

Sede da prefeitura do Recife, localizada no Cais do Apolo, foi alvo de operação da PF nesta quinta-feira (23) — Foto: Reprodução/TV Globo

Além da Operação Apneia, a Polícia Federal (PF) deflagrou, também nesta quinta (23), a Operação Bal Masqué, que investiga supostas irregularidades na compra de materiais de uso médico-hospitalar com dispensa de licitação, pela Prefeitura do Recife. São cumpridos 11 mandados de busca e apreensão e de afastamento da função pública do diretor financeiro da Secretaria de Saúde da capital.

“Ele foi afastado das funções e vai ter uma série de restrições, inclusive não pode ir para o local, manter contato com as pessoas, isso tudo determinado pela Polícia Federal”, disse o assessor de comunicação da PF, Giovani Santoro.

O nome do diretor não foi divulgado pela PF, mas os delegados à frente da investigação divulgam detalhes das duas operações em entrevista coletiva no Recife a partir de 10h30. A operação recebe o nome de Bal Masqué em referência ao nome do tradicional baile de carnaval realizado anualmente na capital pernambucana.

Segundo a polícia, levantamentos iniciais feitos pela Controladoria Geral da União (CGU) encontraram irregularidades na execução dos valores contratados, gerando suspeitas de que a empresa contratada seria de fachada.

Em nota, a PF disse que diligências “confirmaram a ocorrência de pagamentos por itens não entregues, estimando-se um prejuízo ao erário de aproximadamente R$ 7 milhões”.

Dos 11 mandados, nove são cumpridos no Recife e dois na cidade de Jaboatão dos Guararapes. O trabalho envolve quatro servidores da CGU e 50 policiais federais.

Ainda segundo a PF, as irregularidades investigadas podem ter causado prejuízos financeiros devido aos pagamentos feitos por itens que não foram entregues, já que os recursos poderiam ter sido aplicados no atendimento de outras demandas necessárias para o enfrentamento à pandemia da Covid-19.

Por meio de nota, a Prefeitura do Recife informou que “todas as contratações e compras feitas pela Secretaria de Saúde para a emergência da Covid-19 têm sido realizadas dentro da legalidade e enviadas ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), Controladoria Geral da União (CGU), Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por iniciativa da própria prefeitura”.

Operação Apneia

Também deflagrada nesta quinta-feira (23), a terceira fase da Operação Apneia cumpre cinco mandados de busca e apreensão, em Pernambuco e São Paulo. A PF investiga irregularidades em contratos feitos por meio de dispensa de licitação pela Prefeitura do Recife para a compra de respiradores pulmonares durante a pandemia do novo coronavírus.

Segundo a PF, os mandados são destinados a dois servidores da Secretaria de Saúde do Recife e a um empresário. As investigações apontaram que empresas com débito de cerca de R$ 10 milhões com a União utilizaram uma microempresa fantasma para fechar o contrato com a Prefeitura do Recife, já que organizações com débitos fiscais ou previdenciários não têm autorização para firmar contratos com a administração pública.

Ao ser deflagrada, no fim de maio, a operação cumpriu mandados na casa do secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia. Durante as investigações, ele teve o celular apreendido e a Justiça Federal determinou quebra de sigilos dele.

G1

Opinião dos leitores

  1. Atenção MPF vamos apurar em todos estados e municípios do Brasil inclusive no Governo Federal, quem tiver culpa que pague por ela, não tenho preferência por ninguém só pelo zelo de nosso dinheiro.

    1. Será que aqui em Brasília está tudo certo ou tem alguém fazendo vista grossa? É só uma pergunta.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Morre no Recife o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Severino Cavalcanti, aos 89 anos

FOTO: Foto: Guga Maia/JC Imagem

Faleceu nesta quarta-feira (15), aos 89 anos, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Severino Cavalcanti (PP).

Ainda não foi divulgada a causa da morte. Ele faleceu na sua residência, em Recife, nesta madrugada.

O velório e o sepultamento devem ocorrer ainda nesta quarta (15), no município de João Alfredo, terra natal de Severino Cavalcanti.

História

Severino Cavalcanti ocupou o cargo de presidente da Câmara dos Deputados entre os meses de fevereiro e setembro de 2005, além de ter sido deputado federal por três mandatos e também eleito sete vezes deputado estadual.

Ele deixa a esposa, Dona Amelia, e três filhos, Zé Mauricio, ex-deputado estadual Ana e Catharina.

Jornal do Commercio

Opinião dos leitores

    1. Mas agora virou santo……não é sempre assim. Morreu, limpa a biografia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PF apreende celular de secretário e faz buscas na prefeitura do Recife em investigação sobre compra de respiradores sem licitação; veja detalhes

Foto: Divulgação/PF

Uma operação da Polícia Federal que investiga a compra de respiradores pela prefeitura do Recife, através da Secretaria de Saúde, com dispensa de licitação, cumpriu mandados de busca e apreensão, nesta quinta-feira (28). Entre outros locais, os policiais estiveram na sede prefeitura e na casa do secretário de Saúde da capital, Jaílson Correia, que teve o celular apreendido, segundo o assessor de comunicação da PF, Giovani Santoro.

Esta foi a segunda fase da Operação Apneia, deflagrada em conjunto com o Ministério Público Federal (MPF) e Controladoria Geral da União (CGU).

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão nos estados de São Paulo, na sede da empresa que vendeu os respiradores, e Pernambuco nesta quinta-feira (28). No Recife, os mandados foram para os bairros do Recife, onde fica a prefeitura, e do Espinheiro, onde mora o secretário de Saúde.

Segundo as investigações, empresas com débitos com a União superiores a R$ 9 milhões se utilizaram de uma microempresa “fantasma”, que estava no nome da ex-companheira do proprietário de fato. A PF constatou que a firma não existe em seu endereço de cadastro, além de não ter funcionários ou bens em seu nome.

O total contratado com a prefeitura de Recife ultrapassava o patamar de R$ 11 milhões, segundo a Polícia Federal. No entanto, a empresa tinha um capital social de apenas R$ 50 mil e não poderia faturar mais que R$ 360 mil por ano. Dos respiradores comprados, 35 foram entregues.

“Pelos dados que conseguimos identificar, [a empresa] não teria condições de dar suporte a esse contrato”, afirmou o delegado federal, Daniel Silvestre.

Em nota, a prefeitura do Recife apontou que os policiais federais estiveram na Secretaria de Saúde da capital, onde apreenderam um celular. A compra dos respiradores de uma empresa de São Paulo foi cancelada na sexta-feira (22). Cada respirador foi comprado a R$ 21,5 mil

“A referida compra foi cancelada pela Secretaria de Saúde e o único valor pago, de R$ 1,075 milhão, já foi devolvido pela empresa à Prefeitura, no último dia 22. Portanto, não há possibilidade de haver qualquer prejuízo à Prefeitura do Recife. Todos os procedimentos da Secretaria de Saúde estão sendo realizados dentro da legalidade e todos os processos de aquisição da pandemia estão sendo enviados, desde abril, por iniciativa da própria Prefeitura, ao Tribunal de Contas do Estado”, afirmou.

A prefeitura afirmou, ainda, que a Secretaria de Saúde e todos os órgãos “continuam à disposição dos órgãos de controle para prestar qualquer esclarecimento”.

Os secretários municipais também divulgaram nota em apoio ao titular de Saúde, Jaílson Correia, afirmando que o colega é referência “como ser humano e como gestor público”.

“Nós, secretários da Prefeitura [do Recife], vimos a público para prestar nosso irrestrito apoio e solidariedade ao colega Jaílson Correia. Médico e cientista que tem sua competência reconhecida pelos recifenses. Conhecemos sua seriedade e honestidade. Jaílson jamais cometeria uma ilegalidade. Seu trabalho e compromisso com o povo já salvou muitas vidas nessa pandemia”, disse o texto conjunto.

Primeira fase

A primeira fase da operação foi deflagrada em sigilo na segunda-feira (25), ocasião em que a PF constatou que, dos 35 respiradores devolvidos pela prefeitura para a empresa fornecedora, apenas 25 se encontravam no depósito localizado no Recife, tendo os demais sido comercializados.

“Descobriu-se que [os respiradores devolvidos] estava em um depósito no bairro de Casa Forte, aqui no Recife. Contudo, esse depósito pertence a outra empresa, que provavelmente foi contratada pela fornecedora”, disse Silvestre.

Há indícios de que um dos aparelhos tenha sido adquirido por uma prefeitura do interior do estado pelo triplo do valor que constava no contrato com a Prefeitura de Recife. A Justiça Federal determinou que os respiradores encontrados pela PF não sejam comercializados ou transportados para outras localidades até a realização das auditorias pertinentes.

O MPF apontou que inciou a investigação após a representação do Ministério Público de Contas (MPCO), feita pelo procurador Cristiano Pimentel, e que vai analisar as possíveis evidências colhidas para dar sequência à investigação dos aspectos criminais referentes ao caso.

Caso se comprovem as irregularidades, os envolvidos podem responder pelos crimes de dispensa indevida de licitação, uso de documento falso, sonegação fiscal e previdenciária, bem como por associação criminosa e peculato.

Respiradores sem utilização

Na nota, a PF apontou que chamou a atenção o fato de que os respiradores que haviam sido comprados pela prefeitura do Recife não foram utilizados. Eles estavam parados há uma semana, “mesmo com a notória demanda pela utilização desse equipamento, e diante de uma verdadeira corrida por bens dessa natureza”.

Na ocasião, a Secretaria de Saúde afirmou que a fornecedora não comprovou a homologação da Anvisa e, com isso, os equipamentos não podiam ser usados, segundo os investigadores.

“Ao mesmo tempo, em conta de rede social do proprietário da fabricante dos respiradores, observou-se que os aparelhos, ao menos até o início do mês de maio do presente ano (quando já haviam sido entregues unidades à PCR), teriam sido testados somente em animais”, disse a PF.

Pedido de explicação

Na sexta-feira (22), a PF solicitou que a prefeitura apresentasse documentos sobre dispensa de licitação para a compra de máscaras cirúrgicas, toucas, aventais descartáveis e camas hospitalares para as ações contra o novo coronavírus. Segundo a corporação, a administração municipal assinou contratos, de mais de R$ 15 milhões, com a empresa Delta Med.

A PF informou, na sexta, que estava atuando no caso por causa de uso de dinheiro do Sistema Único de Saúde (SUS) na aquisição dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Uma equipe da corporação esteve na sede da prefeitura, no Cais do Apolo, no Centro, para entregar o ofício com a solicitação.

Covid-19 em Pernambuco

Mais 794 casos e 98 óbitos devido à Covid-19 foram confirmados em Pernambuco nesta quinta-feira (28). Com isso, o estado passou a ter 30.713 confirmações e 2.566 mortes por essa doença causada pelo novo coronavírus. Esses números são contabilizados desde o início da pandemia, em março.

G1

 

Opinião dos leitores

  1. Duas coisas que a esquerda sabe fazer com precisão: falar mal do Bolsonaro e roubar recursos públicos

    1. Tá certo véio, mas falar mal das atitudes e crimes de Bolsonauro não é exclusividade da esquerda e sim das pessoas decentes.

  2. Enquanto governantes desviam verbas que seriam usadas no combate à pandemia, vc´s ficam indignados com as falas do PR…Vão se f…vagabundos…PF nesses assassinos genocidas que roubam o dinheiro da saúde nesse momento…

    1. Quem fala, o presidente até parece que esta fazendo algo útil nessa pandemia. Sou contra o roubo, se estiverem roubando, que prendam, assim como o presidente e seus filhos. Se dependesse de Bolsonaro, o caso estaria instalado, pois, ele queria aglomeração.

    2. Quem for podre que se quebre, seja lá quem for. E quem não tem nada a esconder também não deveria ter nada a temer, simples assim.

    3. Calma ivan, vai chegar nele, é só aguardar um pouco, essa quadrilha familiar cai na arapuca. Por enquanto só alguns atos estarrecedor como compra de estejra por 44 mil reais, enquanto a população morre de covid sem assistência hospitalar. Mas pelo jeito você acha normal, né?

    4. Se o tempo que a Globo dedica a falar mal de Bolsonaro fosse usado para conscientizar a população, talvez a pandemia já tivesse passado.

    5. E sua indignação contra rachadinhas, Val do Açaí, superfaturamento de notas fiscais de gasolina, Queiroz e etc está onde?

    6. Amigão, uma coisa não inviabiliza a outra! Você pode se indignar com a roubalheira de políticos e com as idiotices e arroubos autoritários do presidente, não é jogo de futebol!

    7. Desvio de dinheiro público é horrível, em tempos de pandemia é execrável, as penas deveriam ser aumentadas, se é que alguém será condenado por isso (não duvido de nada). No entanto, o discurso do presidente é chulo, provocador, preconceituoso, inoportuno, politica e gramaticalmente incorreto, inconsistente e abominável sob todos os aspectos, principalmente nesse momento de crise quando ele e seus ministros deveriam estar TRABALHANDO.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Prefeitura de Recife comprou respiradores de empresa fantasma, diz PF, em operação nesta quinta

A Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão na sede da Prefeitura de Recife.

A operação investiga supostas irregularidades em contratos celebrados para a compra de respiradores pulmonares durante a pandemia da Covid-19, por meio de dispensas de licitação, pela Secretaria de Saúde da capital pernambucana.

O prefeito de Recife, Geraldo Júlio (PSB), já divulgou nota: segundo ele, “a referida compra foi cancelada pela Secretaria de Saúde e o único valor pago, de R$ 1,075 milhão, já foi devolvido pela empresa à Prefeitura no último dia 22. Portanto, não há possibilidade de haver qualquer prejuízo à Prefeitura do Recife”.

A Polícia Federal, em parceria com o MPF e a CGU, deflagrou hoje a segunda fase da Operação Apneia, que investiga irregularidades em contratos da Prefeitura de Recife durante a pandemia da Covid-19.

O alvo é um contrato, com dispensa de licitação, para a compra de 500 respiradores pulmonares em caráter emergencial.

Os mandados de hoje foram cumpridos em Recife e em São Paulo.

Segundo as investigações, empresas com débitos com a União superiores a R$ 9 milhões se valeram de uma microempresa fantasma, que está no nome da ex-companheira do proprietário de fato, para fechar contrato com a Prefeitura.

O total contratado ultrapassava o patamar de R$ 11 milhões. A empresa chegou a fornecer 35 respiradores, em contrato desfeito no dia seguinte após as primeiras notícias sobre suspeitas de irregularidades.

Os respiradores adquiridos nem sequer foram usados.

Os envolvidos podem responder pelos crimes de dispensa indevida de licitação, uso de documento falso, além de sonegação fiscal e previdenciária e ainda associação criminosa, sem prejuízo de outros delitos que venham a ser apurados no decorrer da investigação.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. PF PARATODOS! Polícia é do Estado não do Governo. Um concursado de 30 anos viu tantas ideologias larápias, inclusive a atual.
    Parem de ser seletivos.

  2. Tá chegando aqui, daqui a pouco acaba o isolamento no RN, esse remédio PF é o melhor para pandemia

  3. Kkkkkkk, tá chegando. Cadê? Ninguém sabe, ninguém viu. Começou a fase de não dormir em casa. Kkkkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Genival Lacerda sofre AVC e está internado em hospital do Recife em observação

Foto: Rogério Vital/Divulgação

O cantor e compositor paraibano Genival Lacerda, de 89 anos, sofreu um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVC) na madrugada desta terça-feira (26) e está internado no Hospital D’Ávila, na Zona Norte do Recife. Segundo o filho, João Lacerda, ele dormiu bem, fez exames e ficará cinco dias em observação.

Genival Lacerda estava em sua casa, no bairro de Boa Viagem, Zona Sul da capital pernambucana, quando passou mal. Foi socorrido a princípio para o hospital da Unimed, mas por conta do risco de contrair Covid-19, foi transferido para o D’Ávila, ainda de acordo com o filho.

“Ele fez todos os [exames de] check up, tomografia e exames. Estava com taxas alteradas. Ele dormiu bem e vai ficar em observação nesses cinco dias para ver se o quadro não se agrava”, afirmou João Lacerda.

Natural de Campina Grande, Genival Lacerda reside no Recife há mais de 25 anos. Ele é autor de músicas como “De quem é esse jegue?” e “Severina Xique-Xique”.

G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Pesquisa aponta Recife a melhor cidade do Nordeste para se fazer negócios, enquanto Natal amarga fim da fila

O Recife começou o ano com o título da melhor cidade para se fazer negócios do Nordeste. O posto é resultado da pesquisa Melhores Cidades para Fazer Negócios, da consultoria Urban Systems, em parceria com a revista Exame. O estudo aponta o Índice de Qualidade Mercadológica (IQM) de 100 cidades brasileiras com população acima de 100 mil habitantes, analisando quatro eixos principais: o desenvolvimento econômico (maturidade e crescimento da cidade), capital humano (qualificação profissional e formação de mão de obra), desenvolvimento social (reflexo social do desenvolvimento da cidade) e infraestrutura (o básico para o desenvolvimento de negócios. Por outro lado, neste último estudo, Natal-RN se encontra na pior colocação entre as capitais nordestinas. Em sequência, entre as melhores cidades na região foram destacadas Salvador, Fortaleza, Aracaju, Teresina, São Luis, João Pessoa, Maceió e Natal.

​O estudo é feito com base em levantamento de dados e indicadores das cidades analisadas e compreende a ponderação de cada informação em relação aos municípios analisados na pesquisa. A capital potiguar, por exemplo, não figura nem no ranking das 100 cidades no país.

Foto: Reprodução

Fonte: https://www.urbansystems.com.br/melhorescidadesparanegocios

Opinião dos leitores

  1. Com esses políticos que estão nos representando, nunca deixaremos de ser eternos provincianos!
    Vamos acordar povo potiguar!!!

  2. Realmente, NATAL, está muito atrasada. Existe um suposto conluio entre a Prefeitura e a Justiça, a Prefeitura com uma péssima equipe de Gestores, que impedem i crescimento dos servidores, tirando os direitos. Como podem os servidores ir ao comércio em geral gastar o dinheiro, comprando imóveis, móveis, eletrodomésticos, se estão perdendo os salários desde 2014. Se o comércio não vende, é porque não tem gente pra comprar. As lojas do centro de Natal, fechando as portas, no Alecrim, na Rua da Igreja assembléia de Deus, fechando também. Os ônibus circulando vazios. Qual a empresa que vai querer investir aqui. Se tem um procurador municipal que não negocia acordo nenhum com ninguém. Se tem um Ministério Público que não deixa construir hotéis a beira mar. Um Governo que fecha o na universidade como a U.VA. Pelo contrário, as nada vão muitas empresas embora daqui, e veremos Natal, deserta. Além de uma insegurança total.

  3. Enquanto o povo continuar votando nos políticos de sempre, que fazem questão de manter Natal como uma eterna fazenda iluminada, nada vai mudar. Precisamos de pessoas visionárias para comandarem a cidade!

  4. Porque ??? Aquela BOSTA do hotel REIS MAGOS é exemplo vivo , qual o doido que irá investir em Natal ??? Só um desinformado, aqui existe um DIABO de gente ruim que adora o atraso

    1. Tudo que é ruim é problema do PT. Tudo que é bom foi por causa de Bolsonaro. O estado a anos perdendo competitividade, Garibalde, Wilma, Rosalba, Robson e o governo do PT a um ano comandando e o problema é do PT. É de me fazer rir.

    2. A cidade do Natal- RN que é a divulgada na pesquisa tem como Prefeito Alvaro Dias do MDB ou antigo PMDB.

  5. NENHUMA NOVIDADE
    POLÍTICOS (90%) QUE SÓ PENSAM EM SI MESMOS
    POVO MESQUINHO, QUE SE ACHA RICO PORQUE COMPROU UM IMPORTADO FINANCIADO
    É MUITA PEQUENEZ NUMA PROVÍNCIA SÓ
    E MUITO MAIS

    NOSSA EVOLUÇÃO , TALVEZ NUNCA EXISTA!
    REALIDADE

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Sobe para sete o número de mortos em deslizamento de barreira no Recife

Fotos: Marlon Costa/Pernambuco Press

Subiu para sete o número de mortos no deslizamento de barreira que atingiu duas casas no bairro de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife, na madrugada desta terça-feira (24). Após oito horas de buscas, e com a ajuda de cães treinados, os bombeiros encontraram os corpos de duas mulheres que estavam desaparecidas.

Os corpos de Claudia Bezerra, de 47 anos, e de Lia de Oliveira, de 45 anos, foram localizados às 11h48. Não foi informado se essas duas vítimas têm parentesco com as outras cinco pessoas que morreram no deslizamento e com as três pessoas que ficaram feridas no acidente e pertenciam à mesma família.

Um dos sobreviventes do deslizamento, Luiz Tadeu Costa, de 56 anos, afirmou que a casa onde ocorreu o acidente, dez anos atrás, foi atingida por outro deslizamento, que não deixou ninguém ferido. Ele disse que, nesta terça, tentou segurar a parede que atingiu a ele e à esposa, que também sobreviveu.

Não chovia no momento do deslizamento e moradores da área relataram que dois canos estouraram e o vazamento, iniciado às 2h, teria feito a barreira deslizar. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que enviou uma equipe técnica ao local para apurar o que teria ocorrido. A Defesa Civil do Recife também foi à área do deslizamento.

Respostas

Procurada pelo G1, a Defesa Civil do Recife informou que não houve interdições de casas além das residências que foram atingidas. Também não houve desabrigados, já que os três feridos moram num terreno em que ficam outras casas da mesma família.

Sobre a informação de que o vazamento de canos da Compesa teria provocado o acidente, o governo de Pernambuco informou, por meio de nota, que a empresa enviou 50 técnicos para o local, “analisando o rompimento dos canos de abastecimento existentes na encosta”.

A companhia, segundo o governo, “realiza monitoramento permanente do abastecimento na área, inclusive com contatos diretos com as lideranças comunitárias. Nas últimas semanas não houve registro de vazamentos no local”.

A nota enviada afirmou, ainda, que desde as 3h, o governo acionou profissionais de quatro secretarias, além da Compesa, para fazer o atendimento do deslizamento e que a Secretaria de Desenvolvimento Social “está prestando assistência às famílias das pessoas falecidas e aos feridos que foram levados para a UPA de Nova Descoberta e para o Hospital da Restauração”.

A Prefeitura do Recife também se pronunciou sobre o caso e informou que, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, Defesa Civil e Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb), “está prestando todo o apoio à Compesa para que seja garantida assistência aos familiares das vítimas e moradores da área”. A prefeitura disse que “se solidariza com os parentes das vítimas e com toda comunidade”.

G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Suspeitos de matar adolescente da Grande Natal são presos no Recife-PE

Foto: Arquivo Pessoal

Uma ação conjunta da Polícia Civil da Paraíba com a DHPP de Pernambuco prendeu dois suspeitos de matar a adolescente Karolina Oliveira Gomes, de 16 anos, no dia 06 de agosto na cidade de Mamanguape – PB. De acordo com informações preliminares, os homens foram presos sob força de mandados de prisão temporária expedidos pelo poder Judiciário da Comarca de Mamanguape, e estavam escondidos na comunidade de Ibura, no Recife. Na ocasião,  o celular da vítima foi apreendido.

A adolescente desapareceu da cidade de Goianinha no dia 05 a noite depois de sair de casa para ir a uma lan house. O seu corpo foi encontrado com marcas de violência no dia seguinte em uma região de mata.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Menina “Brunninha” que esperava transplante ganha novo coração no Recife; criança encontra-se na UTI em estado grave

Brunna Silveira Lopes veio transferida do RN para o Recife em busca de um coração — Foto: Reprodução/TV Globo

A garota Brunna Silveira Lopes, de 7 anos, passou por um transplante de coração, na madrugada desta quinta-feira (4), no Instituto de Medicina Integral Fernando Figueira (Imip), na área central do Recife. Na quarta-feira (3), ela foi transferida do Rio Grande do Norte, onde mora com a família, em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

A operação de transferência de Bruna mobilizou instituições de saúde e militares e contou com o apoio de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) móvel. Vítima de uma cardiopatia grave, a garota é mantida viva com a utilização de aparelhos.

Por meio de nota, o Imip informou, na manhã desta quinta, que o coração compatível foi doado na noite de quarta. “No momento, a paciente encontra-se na UTI em estado muito grave”, informa a unidade de saúde.

G1-PE

 

Opinião dos leitores

  1. Meu Deus! Quando será que Natal vai deixar de ser o quintal de Recife? Tudo ainda tem que se mandar buscar e comprar lá….

  2. Que not´cia maravilhosa. Espero que Deus continue iluminando a sua estrada e você vai sair dessa Bruninha. Muita força para os seus pais, familiares e amigos.

  3. Glória a Deus! Mas é lamentável que para que se concretizasse esse direito, diga-se de passagem, INALIENÁVEL, foi necessário a participação da imprensa para que houvesse uma sensibilização do poder público. Senão, essa criança ficaria a mercê dos debates tecnico-juridico até quem sabe morrer!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

VÍDEO: Sob aplausos, menina “Brunninha” se despede de hospital em Natal para transplante em Recife

Menina “Brunninha”, de sete anos, cuja sua identidade está preservada, despediu-se no fim da manhã desta quarta-feira(03) de hospital em Natal sob aplausos de funcionários e pacientes. Seu destino, a cidade de Recife, para realização de transplante de coração.  Vídeo abaixo cedido.

Opinião dos leitores

  1. Que Deus abençoe essa criança e que esteja operando junto com os médicos para que seja um sucesso essa cirurgia, vá e volte com Deus e muita saúde.

  2. Um momento desses me enche de esperança no ser humano.
    Enquanto uns tiram a vida por um celular, quantas pessoas se mobilizaram para salvar essa criança. Vá com Deus "Bruninha". Ele ilumine a equipe e você tenha muito sucesso no seu tratamento.
    Deus abençoe os salvadores de vida.
    Estou rezando por todos vocês e por essa princesa.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Ministro da Saúde autoriza que equipe de transplante de Recife atenda menina”Brunninha” de Natal com apoio de UTI aérea

Menina “Brunninha”,  de sete anos, paciente que tem sua identidade preservada, aguarda uma doação de órgão. De acordo com o médico e diretor da Associação dos Amigos do Coração da Criança(Amico), a criança está entubada, inconsciente e só existem duas maneiras de salvar sua vida: a primeira é ter uma doação de órgão compatível com o seu; e a outra é conseguir um aparelho que custa R$ 400 mil para mantê-la em estado grave na UTI do hospital até que o doar apresente um coração compatível para ela.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Bolsonarismo mostra força em favela que foi símbolo da era Lula no Recife

Zezinho do Camarão, dono de um restaurante em Brasília Teimosa (Fábio Zanini/Folhapress)

(Fábio Zanini)

Saída Pela Direita está no Nordeste, para um mergulho por redutos do conservadorismo numa região que historicamente é reduto eleitoral do PT e de Lula.

Mas algo está mudando por lá, como mostrarei em uma série de posts nos próximos dias. O primeiro é sobre a comunidade de Brasília Teimosa, no Recife (PE).

Há 46 anos ocupando um sobrado com vista para a praia do bairro de Brasília Teimosa, no Recife (PE), o restaurante Império dos Camarões recebeu duas vezes a visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em ambas, o petista ficou na cozinha de papo com o proprietário, José Bezerra dos Santos, 69, enquanto camarões suculentos eram preparados para ele e sua comitiva.

Na época, início do seu governo (2003-10), Lula ganhou o voto de Santos, conhecido como Zezinho do Camarão, um self-made man que começou vendendo caldinho numa barraca na areia.

Mas hoje, Zezinho é apoiador entusiasmado de Jair Bolsonaro e diz que PT nunca mais. “Esse país virou zona. Quem manda hoje é o malandro. Espero que o Bolsonaro seja o cara para consertar”, diz.

Localizada na ponta norte da praia de Boa Viagem, Brasília Teimosa era uma insalubre comunidade de palafitas quanto Lula assumiu a Presidência, em 2003. O petista incluiu a favela em sua primeira viagem após a posse, levando ministros a tiracolo.

Prometeu urbanizar o local e cumpriu: quase todas as palafitas foram retiradas, e os moradores ganharam casas. Uma agradável orla surgiu no local.

A obra impulsionou o restaurante de seu Zezinho, como ele mesmo admite. Hoje, o local atende a uma clientela que inclui executivos de bairros distantes que vêm provar seus pratos.

Mesmo com todo o simbolismo de ter sido transformada na era petista, Brasília Teimosa vive uma onda de bolsonarismo. Numa localidade em que o PT sempre nadou de braçada, o resultado do primeiro turno da eleição no ano passado foi surpreendente: Bolsonaro ficou em primeiro lugar, com 3.346 votos, contra 3.180 de Fernando Haddad (PT). No segundo, Haddad recebeu os votos de outros candidatos e teve 57% contra 43% do atual presidente.

Brasília Teimosa é uma comunidade densamente povoada com cerca de 35 mil moradores, em ruas estreitas, mas todas asfaltadas, com calçada, casas e comércio. Menos de 10% da população ainda vive em palafitas.

O nome é um certo samba do crioulo doido. No início era apenas Brasília, uma homenagem à nova capital que surgia mais ou menos na mesma época da formação do local, nos anos 1950. Depois acoplou-se o adjetivo “teimosa”, porque a comunidade de pescadores que ali se instalou não se intimidava com as remoções de barracos do governo e sempre voltava.

Radialista aposentado, Wilson Lapa, 59, é o principal líder político do pedaço. Há 13 anos preside o conselho de moradores do bairro, e está no quinto mandato seguido. “Eleição aqui é uma guerra. Haddad contra Bolsonaro é fichinha”, diz, sentado em sua sala num sobrado que é a sede da associação.

Wilson Lapa, presidente do conselho dos moradores de Brasília Teimosa (Fábio Zanini/Folhapress)

É outro ex-lulista que se bolsonarizou, como muitas das pessoas com quem conversei numa tarde no bairro na última segunda-feira (11). Filiado ao Patriota, legenda de direita com a qual Bolsonaro chegou a flertar, Lapa pensa em se candidatar a vereador no ano que vem.

“Torço por ele [Bolsonaro]. Está tentando moralizar as verbas que são enviadas sem critério para a cultura e para essas ONGs ligadas a petistas”, afirma. Com um filho que é instrutor de tiro, também defende o maior acesso a armas proposto pelo presidente.

Por enquanto, Lapa acha que as acusações contra o presidente e seu partido são apenas jogo da oposição. Faz um único reparo a Bolsonaro. “Ele não devia ter compartilhado aquele vídeo [mostrando ato pornográfico no Carnaval de São Paulo]. Pelo menos sabemos que não mudou, ainda é o mesmo Bolsonaro de sempre”.

No dia que conversamos, Lapa planejava organizar uma caravana para ir a Brasília denunciar as ameaças que a xará recifense sofre. A especulação e o apetite do mercado imobiliário pelo terreno onde está a comunidade, que fica pouco distante da Recife turística, já levaram a um salto no preço dos aluguéis de casas simples, diz ele.

“Precisamos de proteção, quero falar isso ao Bolsonaro. Ou a um ministro. No mínimo, estendo uma faixa na praça dos Três Poderes”, diz. Por enquanto, o bairro é uma zona de proteção social e está a salvo da construção de novos edifícios, mas os moradores dizem que é preciso manter mobilização constante para que a legislação não mude.

Lapa é evangélico da denominação batista, e o número de igrejas no bairro pode ajudar a explicar o crescimento da direita em Brasília Teimosa. São mais de 30.

Edmilson Macena, 46, cursa o seminário para se tornar pastor. Diz que tem carinho e afeto por Lula, mas votou em Bolsonaro por uma “questão moral e cívica”. Também afirma que se desiludiu com os petistas pela sucessão de escândalos. “Sempre votei no Lula. Mas onde há fumaça há fogo”, diz.

Uma razão prática o levou à desilusão com o PT. No governo Lula, tinha um tio, duas irmãs e um filho empregados nas obras do porto de Suape, região metropolitana de Recife. Terminado o contrato, foram todos para a rua e tiveram dificuldade em se recolocar profissionalmente.

Sobre as acusações contra o presidente, ele prefere esperar. “A gente não tem muito conhecimento dos fatos. Mas ele está dizendo que tem que investigar, o que já é uma mudança”, diz.

Macena é dono de um mercadinho que fica protegido da rua por grossas grades pretas.

O comerciante Edmilson Macena, dono de um mercadinho em Brasília Teimosa (Fábio Zanini/Folhapress)

O bairro não é especialmente perigoso, mas há muito consumo de crack, o que traz o risco permanente de violência. A fala grossa de Bolsonaro ao tratar do tema da segurança o agrada.

De frente para a orla, a ONG “Brasília Teimosa Driblando o Crack” tentar afastar crianças e adolescentes do vício com aulas de futebol e atividades recreativas. Seu fundador, o professor de educação física Luiz Fernanda Silva Neto, diz que teve 27 alunos entre 14 e 19 anos assassinados por causa da droga em 26 anos de trabalho social na região.

A nova desgraça do bairro, diz ele, é uma droga batizada de “pó virado”, que mistura crack moído com ácido bórico e é inalada. “Deixa o cara extasiado”, afirma. Na comunidade, estima o professor, apenas de 5% a 10% dos jovens vêm de famílias estruturadas. A maioria cresce sem pai.

Ele já votou em Lula e andava de broche e camisa vermelha em eleições. “De repente, o homem que era uma referência internacional manchou seu nome”, avalia. Foi então de Bolsonaro, “para ter uma mudança radical”.

Mas não está gostando muito desse início de governo. Acha que é preciso explicar melhor as acusações que surgiram e não aprecia a intromissão dos filhos nos assuntos de governo.

“Quando Bolsonaro entrou eu dava a ele nota 10. Agora, pra mim caiu pra 7”, diz o professor.

Folha de São Paulo

 

Opinião dos leitores

  1. Nem Freud explica!! Os caras melhoraram de vida, alguns cursaram faculdade…Agora, torcem por um presidente que pretende acabar com o direito à aposentadoria. Melhor definição de Brasil foi feita pelo Tim Maia: "Este país não pode dar certo. Aqui prostituta se apaixona, cafetão tem ciúme, traficante se vicia e POBRE É DE DIREITA".

    1. Potiguar se informe melhor para não falar tanta besteira. Pobre nenhum deu procuração a esquerda para representá-lo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *