MPB bate sertanejo e lidera as músicas mais gravadas no Brasil

O sertanejo é o gênero musical que tem ditado tendências e o que mais tem tocado em rádios, shows e outros segmentos – mas é a MPB que reina absoluta entre as músicas mais gravadas de todos os tempos no Brasil.

Das 10 primeiras do ranking inédito produzido pelo Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição),”Aquarela do Brasil”, de Ary Barroso, é a campeã. A canção lidera com 399 gravações até agora e foi gravada por nomes importantes da música brasileira e de diversos gêneros musicais. De Carmem Miranda a Elis Regina, passando por Dominguinhos, Cauby Peixoto, Agnaldo Rayol, Alcione e Alexandre Pires, entre outros. Também foi gravada por artistas estrangeiros como Dionne Warwick, Luciano Pavarotti e Plácido Domingo.

Veja o ranking das 10 músicas mais gravadas de todos os tempos:

Comunique-se

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eduardo Peixoto disse:

    Faltou "Caneta Azul". Rsss!!!

  2. Carlos Bastos disse:

    Essas músicas sertanejas de hoje, cantado pelos bombados é uma grande porcaria.

Justiça mantém condenação do motorista de Cristiano Araújo por homicídio culposo do sertanejo e da namorada

Foto: Reprodução/Instagram

A Primeira Turma do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) manteve a condenação do motorista Ronaldo Miranda pelo homicídio culposo de Cristiano Araújo e da namorada dele, Allana Morais, em Morrinhos, no norte goiano. A decisão foi dada após os magistrados analisarem recurso da defesa do réu, que pediu para que o cliente fosse inocentado.

O G1 tentou contato com o advogado do condenado entre 6h40 e 7h20, Ricardo Oliveira, mas as ligações não foram atendidas.

Cristiano Araújo e Allana Morais morreram em um acidente de carro em 24 de julho de 2015, enquanto passavam pela BR-153, em Morrinhos. Na ocasião, o condenado dirigia o carro, segundo as investigações, acima da velocidade permitida na rodovia e com as rodas danificadas.

Ronaldo foi condenado a 2 anos e sete meses de detenção em regime aberto, convertidos em prestação de serviços comunitários, pelo crime de homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, e a um pagamento de multa no valor de R$ 25 mil. A decisão foi dada no dia 11 de janeiro de 2018.

Após essa data, a defesa do motorista recorreu da decisão, afirmando que o cliente estava sendo condenado por responsabilidades que não eram dele. À época em que a defesa recorreu, o advogado argumentou o seguinte ao G1:

“Ele foi condenado, por exemplo, pela falta do uso do cinto de segurança das vítimas, mas isso não era de responsabilidade dele, ele não teria como ter poder sobre isso. Essa pena que prevê pagamentos para a família das vítimas não foi pedida pelo Ministério Público do Estado de Goiás. Vamos recorrer da decisão até a última instância, se for preciso.”.

Decisão

O desembargador relator Itaney Francisco Campos manteve a condenação do motorista e os demais membros da Turma o acompanharam no voto, sendo a decisão unânime.

Sobre a condenação, o magistrado disse que foi “constatado que o agir culposo do apelante que deu causa à morte das vítimas, rejeito o pedido de absolvição.”.

Também conforme argumentação de Campos, a juíza que dosou a pena a Miranda “observou os princípios da legalidade, da individualização da pena e da fundamentação decisória.”.

Acerca do pedido de pagamento de R$ 25 mil, o desembargador informou que “a obrigação de indenizar é efeito extra-penal genérico da condenação, cuja incidência compete ao Poder Judiciário assegurar, como feito no caso dos autos, independentemente de pedido expresso da parte, seja do Ministério Público seja dos eventuais assistentes de acusação.”.

Acidente e investigação

Carro do cantor Cristiano Araújo, um Range Rover, foi levado destruído para pátio da PRF — Foto: Marcos Antonio Costa/Futura Press/Estadão Conteúdo

Além de Cristiano e Allana, também estavam no veículo o motorista e o empresário Victor Leonardo. Os dois últimos ficaram feridos, mas deixaram o hospital dias depois.

O delegado Fabiano Henrique Jacomelis, responsável pela investigação do caso, disse, à época, que o motorista foi negligente e imprudente, por, respectivamente, transitar com as rodas com danos e por dirigir em excesso de velocidade.

Com base nesta avaliação, a Polícia Civil o indiciou por duplo homicídio culposo na direção de veículo automotor. Em seguida, o Ministério Público de Goiás denunciou Miranda pelo mesmo crime.

Na decisão de 11 de janeiro de 2018, citada no vídeo abaixo, a magistrada da Comarca de Morrinhos reforçou que Miranda agiu com imprudência, negligência e imperícia.

Para a juíza, ficou comprovada a autoria do crime uma vez que Miranda “tinha plena ciência sobre as condições precárias das rodas instaladas no veículo e do risco inerente da sua utilização no momento de sua condução”.

G1

 

Sertanejo, eletrônico e forró abrem temporada de shows do Pirangi Summer

A abertura do Pirangi Summer 2017 traz ao palco da Arena Circo da Folia o sertanejo de Jorge & Mateus, apontados como uma das principais duplas do Brasil, o DJ Alok, considerado um dos melhores do Brasil, e Pedrinho Pegação na quinta-feira (5), véspera de feriado.

Responsáveis por algumas das levadas mais animadas do sertanejo, como “Pode Chorar”, “De Tanto Te Querer”, “Voa Beija Flor”, “Querendo Te Amar”, “Amo Noite E Dia”, entre outras, Jorge & Mateus comemoraram, em 2016, 11 anos de carreira com show “J&M 11 Anos” realizado em Brasília (DF).

A grande festa reuniu mais de 80 mil pessoas no Estádio Mané Garricha, contando com a participação de caravanas de diversas cidades do Brasil. Recorde de público em importantes shows, a dupla tem levado multidões com suas turnês.

E não foi somente nos palcos que eles conquistam recordes. Na internet, por exemplo, os sertanejos figuraram em renomadas listas, aparecendo no top 10 do iTunes de 2014 com dois dos álbuns mais vendidos no Brasil, com “A Hora é Agora” e “Jorge & Mateus Live in London”; e como os artistas nacionais mais escutados no Spotify Brasil em 2014, logo no primeiro ano do serviço no País. No Facebook, a dupla é a mais curtida, com mais de 14 milhões de likes.

Já o DJ Alok é nome certo para quem curte música eletrônica ou até para quem só ouve nas festas. Ele foi eleito pela revista especializada House Mag o DJ número 1 do Brasil, e o único brasileiro no Top 25 DJs do mundo pela DJ Magazine. Com tudo isso, a ideia é transformar a Arena Ecomax em uma grande balada eletrônica na batida de músicas conhecidas.

Apontado como a nova promessa da música do Nordeste, Pedrinho Pegação tem crescido no mercado da música nos últimos anos. Este ano gravou seu DVD, em Recife. Com sucesso como “amiga parceira” e “sextou”, ele tem estilo parecido com o dos sertanejos modernos.

Os ingressos estão à venda nas lojas Stalker (Shopping Cidade Jardim e Midway Mall) e no site ingressando (www.ingressando.com.br). Além das vendas individuais, o Pirangi Summer vende passaporte para aqueles que queiram ir aos três shows do verão. Os portões da Arena Circo da Folia serão abertos a partir das 20h.

A organização do evento fechou parceria com o Meu Menu, Telepesquisa, Cabo Telecom e App Carnatal. Mais informações Telepesquisa (84) 3026-3232.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Kakaká disse:

    ???

  2. paulo martins disse:

    Mérito é isso aí: Pirangi insistiu tanto que conseguiu tornar-se o palco dos cafonas.

Das 100 músicas mais tocadas nas rádios em 2015, 74 são sertanejas

Em 2015, Luan Santana se separou de 68.267 mulheres, tomou 68.267 duchas e abriu 68.267 garrafas de vinho.

luan santanaDe acordo com a Crowley Broadcast Analysis Brasil, empresa que monitora a audiência radiofônica no país, o hit “Escreve Aí”, do cantor Luan Santana foi a música mais executada nas rádios brasileiras em 2015. O single lançado em março de 2015 tocou, em média, uma vez a cada 7m43s – considerando a duração da música (4m13s), se as execuções fossem enfileiradas em looping, teríamos mais de 199 dias e 21 horas do sucesso do sertanejo.

Das cem músicas mais tocadas nas rádios em 2015, 74 são sertanejas – predominância maior que no ano anterior, quando 60 das canções da lista pertenciam ao gênero.

No ranking, apenas 12 são estrangeiras. A mais bem posicionada – no 16º lugar – é “Thinking Out Loud”, música de Ed Sheeran que faz parte de seu segundo álbum de estúdio, “X”.

SPOTIFY

À meia noite do dia 31 de outubro de 2015, um clássico era líder absoluto entre brasileiros no Spotify, serviço de música por streaming: “Fim de Ano”, na interpretação do maestro Carlos Santorelli (aquela do “Adeus ano velho / Feliz Ano-Novo…).

A plataforma divulgou nesta segunda-feira (4) a lista de canções mais tocadas no Réveillon do país. As outras nove posições vão desde o ídolo teen Justin Bieber ao fenômeno do forró Wesley Safadão (ouça top 10 abaixo).

Bieber, na segunda colocação, tem a música estrangeira mais tocada: a dançante “Sorry”, quarta faixa de “Purpose”, seguida por “How Deep Is Your Love”, de Calvin Harris.

“Marcas do Que Se Foi”, outra música tradicional de fim de ano, interpretada por vários artistas, aparece no quarto lugar.

A primeira música brasileira recente na lista é “Baile de Favela”, do paulistano MC João. Entre os nomes nacionais, está ainda, além de Safadão (“Camarote”), a dupla Marcos & Belutti (“Aquele 1%”).

Fonte: Folhapress

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Obs Urbano disse:

    Tamo ferrado, e a geração atual está orfã de boa musica. O que se diz forró é pancadão gritado por locutores auto intitulados "vocalistas", o ashé é uma musica podre (longe da proposta de Luiz Caldas) e essa musica country ninguem merece tanta sofrencia. Só nos resta o samba!

  2. R.M disse:

    É o retrato cultural do Brasil dos dias atuais . Que pena !

  3. Brasil meu país! disse:

    Quem viveu os anos 80 e suas músicas sente uma depressão profunda ao ligar o radio hoje.

Pra macharada babar, Paula Fernandes divulga fotos sensuais da capa do novo CD

Paula Fernandes lança seu novo CD, “Meus Encantos”, no próximo dia 29, e o lançamento será bastante abordado aqui durante a semana.

No entanto, o assunto de hoje não é exatamente musical.

Paula fez algumas fotos para divulgação que ficaram um tanto sensuais, e que podem ser conferidas em primeira mão aqui no blog.

Fonte: Universo Sertanejo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Renato Tanque disse:

    e uma alegria para nois ter voce como cantora 

  2. Renatoluissouza disse:

    um deliçia, assim vc mata o  papai
     

  3. Iterezzino disse:

    e demais ,linda e'corpasso

  4. Joseluzia53 disse:

    Nossa ! mata o velho paulinha

  5. Cfc Novaalencar disse:

    ela tem uma otima voz,mas, a humildade ela nao tem.

Cantor sertanejo morre durante show no RS

O cantor Enio Knak Júnior, de 27 anos, morreu na madrugada deste domingo após sofrer uma descarga elétrica durante um show no Clube Gaúcho, localizado na cidade de Santo Ângelo, a 459 quilômetros de Porto Alegre.

Ele se apresentava ao lado do irmão, com o qual formava a dupla sertaneja Júnior e Marcel. Segundo informações registradas no boletim de ocorrência sobre o caso, o acidente aconteceu por volta das 2h30, quando o cantor caiu próximo a uma escada metálica que dava acesso ao palco.

Júnior chegou a ser levado para um hospital da cidade, mas não resistiu e morreu no local. A causa da morte foi confirmada pelo Instituto Médico Legal de Ijuí, onde foi realizada a necropsia.

O local da apresentação foi isolado e passará por perícia nos próximos dias. O show fazia parte da programação de Carnaval do clube, que divulgou nota lamentando o ocorrido e informando a suspensão de suas atividades no fim de semana.

Divulgação
Enio Júnior morreu após levar uma descarga elétrica durante um show no Clube Gaúcho, em RS
Enio Júnior (esquerda) morreu após levar uma descarga elétrica durante um show no Clube Gaúcho, em RS

Fonte: Folha.com